Apresentacao1

1.546 visualizações

Publicada em

Uma apresentação sobre algumas providencias que estão sendo tomadas para diminuir as taxas de analfabetismo.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.546
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentacao1

  1. 1. Alfabetização Solidária e as parcerias pela educação Foto: André de Moraes Sarmento
  2. 2. Alfabetização Solidária é a organização da sociedade civil sem fins lucrativos, reconhecida como Utilidade Pública Federal. Missão : Reduzir os altos índices de analfabetismo e a Educação de Jovens e Adultos no Brasil. Foto: Zuleika de Souza
  3. 3. Programa de Educação para Jovens e Adultos Cooperação Internacional Incentivo à Leitura Educação Digital Dignidade Respeito à Diversidade Alfabetização nas Empresas Projeto de Complementação Nutricional A L F A B E T I Z A Ç Ã O
  4. 4. Para quem? <ul><ul><li>Jovens acima de 15 anos e adultos analfabetos ou pouco escolarizados. </li></ul></ul><ul><ul><li>Capacitação de educadores locais </li></ul></ul><ul><ul><li>Estruturação e fortalecimento da política municipal de Educação de Jovens e Adultos (Secretaria Municipal de Educação) </li></ul></ul>
  5. 5. Qual o alvo? <ul><ul><li>Cenário brasileiro </li></ul></ul><ul><ul><li>Em 1997, Censo 1990 IBGE – o universo de analfabetos absolutos acima de 15 anos de idade era de 19,4% da população brasileira </li></ul></ul><ul><ul><li>Censo 2000 IBGE – 16 milhões de analfabetos acima de 15 anos </li></ul></ul><ul><ul><li>INAF / Instituto Paulo Montenegro – 74% da população adulta é analfabeta funcional </li></ul></ul><ul><ul><li>Dados de 2006 da PNAD - Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio, divulgada anualmente pelo IBGE, o Brasil possui ainda 14,6 milhões de analfabetos absolutos. </li></ul></ul>
  6. 6. Onde? 13% 24,5% 15,5% 13,5% 16,8% 12,1% 18,8% 28,4% 30,5% 26,5% 25,4% 29,7% 24,5% 33,4% 25,2% 23,1% 12% 11,7% 6,6% 6,6% 9,5% 6,3% 6,7% 11,2% 12,4% 13% 5,7% Fonte IBGE 2000
  7. 7. Por meio de um modelo simples de alfabetização inicial, de baixo custo e baseado no sistema de parcerias com os diversos setores da sociedade.
  8. 8. Resultados Os resultados no desafio de atender milhões de jovens e adultos em um país com as dimensões do Brasil despertou o interesse internacional. O Programa de Cooperação Internacional já realizado em 5 países: Timor Leste, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde e Guatemala.
  9. 9. Rede de Parceiros pela Redução do Analfabetismo no Brasil COMUNIDADE Secretarias Municipais de Educação Foto: Eduardo Tavares Parceiros de Programas Instituições de Ensino Superior (IES) Programa
  10. 10. <ul><ul><li>Alfabetização Solidária </li></ul></ul><ul><ul><li>Secretarias Municipais de Educação </li></ul></ul><ul><ul><li>Instituições de Ensino Superior (IES) </li></ul></ul><ul><ul><li>Parceiros da Iniciativa Privada </li></ul></ul>Parceiros e Dinâmica da Rede A efetividade desta rede de parceiros pela redução do analfabetismo no Brasil deve-se especialmente pela co-responsabilidade de cada ator social ao exercer o seu papel. <ul><ul><ul><li>Poder Público – Instituições Governamentais </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Organizações Multilaterais </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Instituições Privadas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Pessoas físicas </li></ul></ul></ul>
  11. 11. Desafios e Benefícios <ul><li>Desafios : </li></ul><ul><ul><li>14,6 milhões de analfabetos absolutos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Dimensões geográficas do Brasil; </li></ul></ul><ul><ul><li>Apoiar e fortalecer políticas públicas em EJA nacionalmente; </li></ul></ul><ul><ul><li>Manter o envolvimento dos integrantes da Rede e os objetivos em comum; </li></ul></ul><ul><ul><li>Gerenciar o conflitos de interesses; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ampliar o número de participantes da Rede; </li></ul></ul><ul><li>Benefícios : </li></ul><ul><ul><li>Impacto nacional - organizações de diferentes naturezas mobilizadas para a causa; </li></ul></ul><ul><ul><li>Capacidade de atendimento; </li></ul></ul><ul><ul><li>Impacto em políticas públicas em Educação de Jovens e Adultos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Investimento social em localidades com baixos índices de desenvolvimento humano. </li></ul></ul>
  12. 12. Impactos Censo realizado em 1991 apresentava que 19,7% da população brasileira não sabia ler e escrever; em 2000 essa taxa caiu para 12,8%, registrando uma queda de 32,3%. No relatório final, os pesquisadores do IBGE afirmam que, &quot;esta melhoria - especialmente na faixa da população com idade acima de 15 anos - reflete, em parte, os esforços do Programa Alfabetização Solidária (organização não governamental), que tem por objetivo reduzir os índices de analfabetismo no Brasil e desencadear a oferta pública de educação de jovens e adultos (EJA)&quot;.
  13. 13. Impactos Evolução na taxa de matrícula em Educação de Jovens e Adultos - EJA dos municípios brasileiros de 2000 - 2006 Fonte: Censo Demográfico IBGE (2000). Censo Escolar INEP/ MEC (2000 a 2006). ATEC - Assessoria Técnica da Alfabetização Solidária (2000 a 2006).
  14. 14. Indicadores <ul><li>1997 até 2006 </li></ul><ul><ul><li>5,3 milhões de brasileiros atendidos </li></ul></ul><ul><ul><li>244 mil alfabetizadores capacitados </li></ul></ul><ul><ul><li>2.099 municípios brasileiros atendidos </li></ul></ul><ul><ul><li>212 Instituições de Ensino Superior (IES) parceiras </li></ul></ul><ul><ul><li>182 Instituições privadas e governamentais parceiras </li></ul></ul><ul><li>1º ano de atuação - 1997 </li></ul><ul><ul><li>9,2 mil de brasileiros atendidos </li></ul></ul><ul><ul><li>442 alfabetizadores capacitados </li></ul></ul><ul><ul><li>38 municípios brasileiros atendidos </li></ul></ul><ul><ul><li>38 Instituições de Ensino Superior (IES) parceiras </li></ul></ul><ul><ul><li>11 Instituições privadas e governamentais parceiras </li></ul></ul>
  15. 15. Comunicação <ul><ul><li>Revista Escrevendo Juntos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Boletim Empresas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Boletim IES; </li></ul></ul><ul><ul><li>Boletim Municípios; </li></ul></ul><ul><ul><li>Boletim Cidadão Solidário; </li></ul></ul><ul><ul><li>Boletim CEREJA; </li></ul></ul>Para tornar público o trabalho desenvolvido, os resultados alcançados e manter cada integrante da rede de parceiros informado e comprometido com o seu papel são utilizados veículos e ferramentas de comunicação: <ul><ul><li>Trajetória Anual; </li></ul></ul><ul><ul><li>Relatório Anual; </li></ul></ul><ul><ul><li>Livro Concurso de Redação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Avaliação de Módulo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Revista Científica; </li></ul></ul><ul><ul><li>Assessoria de imprensa. </li></ul></ul>Mobilização nacional para a causa, por meio da “ Campanha Adote um Aluno”.
  16. 16. Desafios e Oportunidades <ul><ul><li>Tornar a causa de conhecimento público e provocar mobilização e sensibilização para a mesma; </li></ul></ul><ul><ul><li>Gerir e sinalizar a direção e os objetivos da rede de parceiros; </li></ul></ul><ul><ul><li>Articular de forma dinâmica a rede de parceiros; </li></ul></ul><ul><ul><li>Sempre compartilhar os desafios e resultados alcançados; </li></ul></ul><ul><ul><li>Esclarecer e comunicar continuamente o papel e a importância de cada parceiro na rede; </li></ul></ul><ul><ul><li>Estabelecer um canal direto e contínuo de comunicação com cada parceiro; </li></ul></ul><ul><ul><li>Gerenciar conflitos de interesses entre os diversos integrantes; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fortalecer as ações desenvolvidas ampliando o impacto dos resultados e provocando transformações efetivas para a sociedade. </li></ul></ul>Fatores críticos de sucesso
  17. 17. Por um Brasil melhor

×