Terminologia cirurgica

52.095 visualizações

Publicada em

4 comentários
20 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
52.095
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
65
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
761
Comentários
4
Gostaram
20
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Terminologia cirurgica

  1. 1. Terminologia cirúrgica
  2. 2. <ul><li>Cabe ao pessoal de enfermagem entender os diversos aspectos que envolvem o procedimento cirúrgico, em especial a terminologia pertinente. </li></ul><ul><li>Essa terminologia é formada por prefixos, que designam a parte do corpo relacionada à cirurgia, e por sufixos, que indicam o ato cirúrgico referente. Os principais objetivos da terminologia cirúrgica são: </li></ul><ul><li>fornecer a definição do termo cirúrgico; </li></ul><ul><li>descrever os tipos de cirurgia; </li></ul><ul><li>facilitar o preparo dos instrumentais e equipamentos cirúrgicos apropriados para cada tipo de cirurgia. </li></ul><ul><li>Os profissionais de enfermagem que atuam no Centro de Material e Esterilização precisam conhecer essa terminologia cirúrgica, para poder preparar corretamente os materiais que serão utilizados. </li></ul>
  3. 3. Prefixos da terminologia cirúrgica e seus significados estômago gastro intestino delgado entero vagina colpo cólon colo vesícula cole bexiga cisto pálpebra blefaro glândula adeno Relativo a Prefixo
  4. 4. traquéia traqueo trompa salpingo nariz rino reto proto ouvido oto osso osteo testículo orqui ovário ooforo olho oftalmo rim nefro útero histero
  5. 5. Sufixos da terminologia cirúrgica e seus significados abertura de um órgão ou de uma nova boca (s)tomia visualização do interior do corpo em geral por meio de aparelhos com lentes especiais scopia sutura rafia alteração da forma e/ou função plastia fixação de um órgão pexia remoção parcial ou total ectomia Significado Sufixo
  6. 6. Principais cirurgias com sufixo ectomia parcial do fígado hepatectomia hemorróidas hemorroidectomia estômago gastrectomia fístula fistulectomia baço esplectomia esôfago esofagectomia êmbolo embolectomia cólon colectomia vesícula biliar colecistectomia bexiga cistectomia apêndice apendicectomia Para remoção de Cirurgia
  7. 7. tireóide tireoidectomia segmentos selecionados do sistema nervoso simpático, produzindo vasodilatação simpatectomia trompa salpingectomia reto-sigmóide retossigmoidectomia próstata prostatectomia pulmão pneumectomia pâncreas pancreatectomia ovário ooforectomia mioma miomectomia mama mastectomia lobo de um órgão lobectomia útero histerectomia
  8. 8. Principais cirurgias com sufixo pexia testículo em sua bolsa orquiopexia ou orquidopexia retina retinopexia rim a parede abdominal nefropexia útero à parede abdominal histeropexia bexiga cistopexia Para fixação de Cirurgia
  9. 9. Principais cirurgias com sufixo plastia tórax toracoplastia trompa, para sua recanalização salpingoplastia rugas da face ritidoplastia nariz rinoplastia lábio queiloplastia piloro piloroplastia mama mamoplastia pálpebras blefaroplastia articulação, para restaurar movimento e função artoplastia Alterar forma e/ou função Cirurgia
  10. 10. Principais procedimentos com sufixo rafia tendão tenorrafia períneo perineorrafia fenda palatina palatorrafia osso ou colocação de fio metálico osteorrafia hérnia herniorrafia estômago gastrorrafia vagina colporrafia pálpebra blefarorrafia Sutura de Procedimento
  11. 11. Principais procedimentos com sufixo scopia ventrículo cerebral ventriculoscopia uretra uretroscopia ureter ureteroscopia sigmóide sigmoidoscopia laringe laringoscopia cavidade abdominal laparoscopia estomago gastroscopia esôfago esofagoscopia órgãos internos endoscopia duodeno duodenoscopia vagina colposcopia cólons colonoscopia bexiga cistoscopia brônquios broncoscopia articulação artroscopia Visualização de Procedimento
  12. 12. Principais aparelhos para visualização direta sigmoidoscopia sigmoidoscópio laringoscopia laringoscópio laparoscopia laparoscópio esofagoscopia, gastroscopia, duodenoscopia endoscópio digestivo colposcopia colposcópio colonoscopia colonoscópio cistoscopia, ureteroscopia e uretroscopia cistoscópio broncoscopia e laringoscopia broricoscópio artroscopia artroscópio Finalidade Aparelho
  13. 13. <ul><li>Além desses equipamentos utilizados para visualização direta, existem hoje alguns munidos de cabos flexíveis conectados a uma video-câmera que é introduzida em outros aparelhos, como laparoscópio, artroscópio e cistoscópio, entre outros. São adaptados em sua extremidade distal a cabos de aparelhos de vídeo e transmitem imagens em televisores, possibilitando ao cirurgião uma visão mais completa e mais ampliada da cavidade. </li></ul><ul><li>Esses procedimentos são denominados procedimentos feitos através de vídeo e encontram-se em franca expansão no Brasil, sendo de uso rotineiro nos países do Primeiro Mundo. No entanto, a difusão do uso desses equipamentos é limitada por seu alto custo e manutenção delicada e muito especializada. </li></ul><ul><li>Outro sufixo bastante comum na terminologia cirúrgica é tomia ou stomia, que significa abertura de um órgão ou de uma nova boca. </li></ul>
  14. 14. Principais cirurgias com sufixo tomia ou stomia cólon (através da parede abdominal) enterostomia duodeno duodenotomia exploração do colédoco coledocotomia colédoco (e colocação de dreno) coledocostomia colédoco para retirada de cálculo coledocolitotomia vesícula biliar (e colocação de dreno) colecistostomia bexiga para drenagem da urina por sonda cistostomia cárdia cardiotomia brônquio broncotomia articulação artrotomia Para abertura de Cirurgia
  15. 15. ureter (para retirada de cálculo) ureterolitotomia traquéia (para facilitar a entrada de ar) traqueostomia parede torácica toracotomia parede torácica (para drenagem) toracostomia tendão tenotomia rim (e colocação de sonda) nefrostomia cavidade abdominal laparotomia jejuno (e colocação de sonda para alimentação) jejunostomia íleo (e colocação de sonda ou dreno) ileostomia fígado hepatotomia estômago (e colocação de uma sonda através da parede abdominal) gastrostomia dissecção de veia flebotomia
  16. 16. Terminologia que não segue as regras citadas queda da bexiga cistocele ressecção da pele do prepúcio que cobre a glande circuncisão retirada do feto por incisão através da parede abdominal cesariana destruição de tecido por meio de agente cáustico ou calor - bisturi elétrico cauterização remoção de um tecido vivo para fins diagnósticos biópsia retirada de cisto de Bartholin bartholinectomia fixação cirúrgica de articulações artrodese conexão e sutura de dois órgãos ou vasos anastomose remoção de um membro ou de parte necrosada do corpo amputação Objetivo Cirurgia
  17. 17. levantamento da bexiga operação de Bursh remoção do umbigo onfalectomia cirurgia de glaucoma goniotomia orifício que põe em comunicação parte de um órgão, cavidade ou foco supurativo com a superfície cutânea ou mucosa fístula saída de víscera de sua cavidade evisceração incisão perineal destinada a evitar a ruptura do períneo durante o parto episiotomia transplante de órgão ou tecido enxerto bolsa que sai da cavidade divertículo corte, retalhamento dissecção separação de bordos previamente suturados e unidos deiscência raspagem e remoção do conteúdo uterino curetagem uterina
  18. 18. corte de um segmento do canal deferente (para controle da natalidade) vasectomia veias dilatadas no escroto varicocele punção cirúrgica na cavidade torácica taracocentese protrusão de parte do reto retocele remoção cirúrgica de parte de órgão ressecção punção cirúrgica da cavidade para retirada de líquido paracentese correção de prolapso de útero operação de Manchester correção de estenose pilórica operação de Hammsted
  19. 19. Conclusão <ul><li>É de fundamental importância que os profissionais de saúde conheçam os termos cirúrgico para que não haja nenhum problema na interpretação de prontuários e prescrições médicas. </li></ul><ul><li>As terminologias facilitam, principalmente, o trabalho dos profissionais de saúde que trabalham no centro de materiais e esterilização, pois eles podem preparar os materiais necessários com mais agilidade e facilidade. </li></ul>
  20. 20. Referências <ul><li>Senac – Administração Regional do Estado de São Paulo. Instrumental cirúrgico . São Paulo: Senac São Paulo, 1987. </li></ul><ul><li>Lima, L. V. et al. “Central de Material e seus sistemas de distribuição”. Em Enfoque , n° 8, São Paulo, novembro de 1977, pp. 7 – 12. </li></ul>

×