Impact Factor: 3.065 
Engenharia: A1 
Biotecnologia: B1 
Recuperação e Purificação de 
Biomoléculas 
Professor: Dr. Everal...
Introdução 
Os Sistemas de Duas Fazes Aquosas (SDFA): 
• Baixa tensão interfacial; 
• Alto conteúdo de água nas duas fases...
Introdução 
Obstáculos do SDFA: 
• Recuperação dos polímeros; 
• Custo elevado da recuperação; 
• Poluição ambiental.
Introdução 
Como remover os obstáculos? 
R: Desenvolvimento de polímeros formadores de SDFA 
com potencial de recuperação....
Introdução 
Copolímeros de óxido de etileno-óxido de propileno 
termossensíveis (EO-PO) foram primeiramente relatados no 
...
Os polímeros termossensíveis 
Os polímeros com resposta térmica exibem uma transição de fase acima 
de uma determinada tem...
Objetivo 
Estudar a eficiência dois novos polímeros (PNDB e PNBAa) 
termossensíveis na formação de SDFA, bem como a sua 
r...
Metodologia 
1.Síntese dos copolímeros PNBAa e PNDB. 
2. Caracterização dos copolímeros (MAGNA-IR 550 e DRX500 
NMR). 
3. ...
Metodologia 
1.Síntese dos copolímeros PNBAa e PNDB 
PNBAa 
3,0 g de N-isopropil acrilamida (NIPA, 26,5 Mmol) 
0,12 mL de ...
Resultado 
PNBAa 
ChemBioDraw Ultra 11.0. 
N-isopropil 
acrilamida 
butil 
metacrilato 
Aa 
Copolímero
Resultado 
PNDB 
ChemBioDraw Ultra 11.0. 
N-isopropil 
acrilamida 
butil 
metacrilato 
2-(dimetilamino) 
-etilmetacrilato ...
Metodologia 
Determinação da LCST através da temperatura mínima no 
ponto de nuvem. (C. Boutris et. al, 1997). 
LCST: temp...
Resultado 
LCST de PNBa e PNDB 
31.3 °C 
25.5 °C 
• Copolímeros termossensíveis 
apresentam natureza 
hidrofóbica/hidrofíl...
Metodologia 
Teste de formação de fases: 
• Diferentes concentrações de PEG 1000, PEG 20000, Dextran 20000, 
polipropileno...
Resultado
Metodologia 
O Diagrama de Fase 
• Medição da composição do sistema ternário PNBAa, PNDB e água 
por APLC; 
• Coluna C18 d...
Resultado 
Curva de equilíbrio/binodal 
M: Total da composição de 
copolímeros 
T: Concentração na fase de topo 
B: Concen...
Metodologia 
Reciclagem dos copolímeros 
Foi observado que os polímeros são recicláveis a quase 10 °C acima da 
temperatur...
Resultados 
Reciclagem dos copolímeros 
• A natureza 
hidrofóbica/hidrofílica dos 
copolímeros termossensíveis 
permitiram...
Resultado 
Influência do pH e de sais na recuperação dos copolímeros 
• Recuperação aumenta em certa de 1% entre o pH de 4...
Metodologia 
Separação de democlociclina em PNBAa – PNDB SDFA 
Democlociclina - Antibiótico derivado da tetraciclina. Anfo...
Resultado 
Partição de democlociclina em diferentes pH e tipos de sais. 
• pH influenciou na partição de moléculas carrega...
Conclusões 
• Dois novos copolímeros termossensíveis PNDB e PNBAa foram 
sintetizada no presente estudo. 
• Eles podem for...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Seminário sistema de duas fases aquosas

226 visualizações

Publicada em

seminário

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
226
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminário sistema de duas fases aquosas

  1. 1. Impact Factor: 3.065 Engenharia: A1 Biotecnologia: B1 Recuperação e Purificação de Biomoléculas Professor: Dr. Everaldo Silvino dos Santos Doutorando: Francinaldo Leite da Silva
  2. 2. Introdução Os Sistemas de Duas Fazes Aquosas (SDFA): • Baixa tensão interfacial; • Alto conteúdo de água nas duas fases; • São adequados para a separação e purificação de proteínas, antibióticos, aminoácidos, ácidos orgânicos e produtos naturais.
  3. 3. Introdução Obstáculos do SDFA: • Recuperação dos polímeros; • Custo elevado da recuperação; • Poluição ambiental.
  4. 4. Introdução Como remover os obstáculos? R: Desenvolvimento de polímeros formadores de SDFA com potencial de recuperação. A recuperação de polímeros de formadores de SDFA poderia ser conseguida através do ajuste da temperatura, pH, força iônica e potencial elétrico.
  5. 5. Introdução Copolímeros de óxido de etileno-óxido de propileno termossensíveis (EO-PO) foram primeiramente relatados no início de 1990 e que poderia formar SDFA com dextrana. ( Berggren et al., 1990) O que são copolímeros?
  6. 6. Os polímeros termossensíveis Os polímeros com resposta térmica exibem uma transição de fase acima de uma determinada temperatura crítica, provocando uma alteração súbita no estado de solvatação. Assim, existem dois tipos principais de polímeros termossensíveis, o primeiro apresenta uma temperatura crítica da solução mínima (LCST), enquanto que o segundo apresenta uma temperatura de solução crítica máxima (UCST).
  7. 7. Objetivo Estudar a eficiência dois novos polímeros (PNDB e PNBAa) termossensíveis na formação de SDFA, bem como a sua reciclagem.
  8. 8. Metodologia 1.Síntese dos copolímeros PNBAa e PNDB. 2. Caracterização dos copolímeros (MAGNA-IR 550 e DRX500 NMR). 3. Lower Critical Solution Temperature (LCST) de PNBAa e PNDB. 4. Teste de formação de fases. 5. O diagrama de fases. 6. Reciclagem de copolímeros 7. Efeitos de pH e sais sobre a recuperação de polímeros e reciclagem de polímeros recuperados.
  9. 9. Metodologia 1.Síntese dos copolímeros PNBAa e PNDB PNBAa 3,0 g de N-isopropil acrilamida (NIPA, 26,5 Mmol) 0,12 mL de butil metacrilato (BMA, 0,76 Mmol) 0,05 mL de álcool alílico (Aa, 0,74 Mmol) PNDB 3,0 g de N-isopropil acrilamida (NIPA, 26,5 Mmol) 0,4 mL de butil metacrilato (BMA, 0,76 Mmol) 0,6 mL de 2- (dimetilamino) -etilmetacrilato (DMAEMA, 3,56 Mmol)
  10. 10. Resultado PNBAa ChemBioDraw Ultra 11.0. N-isopropil acrilamida butil metacrilato Aa Copolímero
  11. 11. Resultado PNDB ChemBioDraw Ultra 11.0. N-isopropil acrilamida butil metacrilato 2-(dimetilamino) -etilmetacrilato Copolímero
  12. 12. Metodologia Determinação da LCST através da temperatura mínima no ponto de nuvem. (C. Boutris et. al, 1997). LCST: temperatura crítica da solução mínima “A temperatura no ponto de nuvem corresponde a temperatura em que acima dela corre a formação de duas fases.”
  13. 13. Resultado LCST de PNBa e PNDB 31.3 °C 25.5 °C • Copolímeros termossensíveis apresentam natureza hidrofóbica/hidrofílica. • A temperatura superior de PNDB é atribuída a DMAEMA.
  14. 14. Metodologia Teste de formação de fases: • Diferentes concentrações de PEG 1000, PEG 20000, Dextran 20000, polipropileno glicol (PPG), (NH4) 2SO4, PNBC, PNNC, PABC e PADB foram usadas para testar possibilidade de formação de ATPS com os dois copolímeros. • Estes copolímeros foram dissolvidos em tampão Na2HPO4 / NaH2PO4 (pH 7,0) ou água destilada. • A concentração inicial de copolímero escolhida foi 10%.
  15. 15. Resultado
  16. 16. Metodologia O Diagrama de Fase • Medição da composição do sistema ternário PNBAa, PNDB e água por APLC; • Coluna C18 da Phenomenex. • Fase móvel: metanol/tampão fosfato (1:1), fluxo de 1 mL/min. • Cromatogramas detectados por UV a 210 nm. • 20 amostras foram injetadas na HPLC. • Séries de misturas foram mantidas em temperatura ambiente entre 4-6h até formar a fase clara. Amostras do fundo e da parte superior foram coletadas para determinar as concentrações dos polímeros PNDB e PNBAa. Diferentes concentrações de PNDB e PNBAa foram testas em HPLC.
  17. 17. Resultado Curva de equilíbrio/binodal M: Total da composição de copolímeros T: Concentração na fase de topo B: Concentração na fase de fundo I II
  18. 18. Metodologia Reciclagem dos copolímeros Foi observado que os polímeros são recicláveis a quase 10 °C acima da temperatura crítica da solução mínima (LCST), 40 ° C: • Centrifugação a 8000 rpm, 30 min; • Secagem a vácuo ; • Quantificação dos dois polímeros; • Reciclagem 5 vezes para estimar a recuperação . Análise do efeito do pH e de sais na recuperação foram investigados.
  19. 19. Resultados Reciclagem dos copolímeros • A natureza hidrofóbica/hidrofílica dos copolímeros termossensíveis permitiram a precipitação. • Os polímeros tornam-se insolúveis por causa das ligações de H. • Se mantida a recuperação acima 95% os copolímeros teoricamente podem ser reciclados até 60 vezes.
  20. 20. Resultado Influência do pH e de sais na recuperação dos copolímeros • Recuperação aumenta em certa de 1% entre o pH de 4 a 10. Pode ser atribuído às cargas positivas do grupo amina do PNDB. • Os copolímeros tem recuperação de 1 a 2% com a adição de 40mM de sais do que quando comparado sem ao sistema sem adição de sal.
  21. 21. Metodologia Separação de democlociclina em PNBAa – PNDB SDFA Democlociclina - Antibiótico derivado da tetraciclina. Anfotérico e estável em condição ácida • Foi estudado pH de 4 a 8, e diferentes sais no coeficiente de partição. • As duas fases foram separadas com uma seringa e os copolímeros recuperados induzidos por temperatura. • Os copolímeros foram novamente dissolvidos para formar SDFA e repetido o processo anterior. • A concentração de democlociclina inicial foi de 2mg/mL. • Medição por UV: democlociclina (362 nm), PNBAa (210nM) e PNDB (217).
  22. 22. Resultado Partição de democlociclina em diferentes pH e tipos de sais. • pH influenciou na partição de moléculas carregas no SDFA com polímeros termossensíveis (pH: 5,5, K=2,23). • O coeficiente de partição foi melhorado para K=2,61 a 80 Mmol/L de sulfato de amônio.
  23. 23. Conclusões • Dois novos copolímeros termossensíveis PNDB e PNBAa foram sintetizada no presente estudo. • Eles podem formar SDFA uns com os outros. • Ambos polímeros são termossensíveis, e pode ser reciclado por uma única condição de temperatura, com a recuperação de mais de 97%. • Democlociclina foi separada nos sistemas de SDFA com PNBAa / PNDB. O coeficiente de partição K de democlociclina atingiu 2,61 com 80 mM (NH4) 2SO4. • O trabalho foi só uma investigação preliminar. Muito trabalho precisa ser feito no futuro. Acredita-se que a reciclagem de SDFA termossensível têm potenciais aplicações na indústria.

×