Balanço, Resultado e OperaçõesFizemos desta forma, para que você fixasse estes conceitos. Porém, a forma definitiva deapre...
Realizável a Longo Prazo:Neste grupo, estão as contas com menor grau de liquidez.Longo Prazo: são consideradas de longo pr...
De Acordo com as Exigências:Após conhecermos esta estrutura, apresentaremos um Balanço Patrimonial de acordo com asexigênc...
Se as despesas forem maiores que as receitas, o resultado será negativo (prejuízo).Mecanismos de Débito e CréditoA seguir,...
Resultado BrutoÉ a receita operacional líquida menos o custo dos produtos ou das mercadorias vendidos.Despesas Operacionai...
Compra de MercadoriaVamos seguir uma lógica:Quando compramos, aumentamos o estoque. Lembre-se de que o Estoque é uma conta...
Venda de MercadoriasSeguindo a mesma lógica de compra, quando vendemos mercadorias, contraímos o direito dereceber o pagam...
Mercadorias que custaram R$ 500,00, foram vendidas á vista, por R$ 800,00.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

4° modulo de contabilidade

751 visualizações

Publicada em

4° modulo de contabilidade

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
751
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

4° modulo de contabilidade

  1. 1. Balanço, Resultado e OperaçõesFizemos desta forma, para que você fixasse estes conceitos. Porém, a forma definitiva deapresentação do balanço tem outras implicações: no Ativo, os bens e direitos estão misturados, masas contas são apresentadas sob outra ótica, que você verá a seguir. O mesmo ocorre com as contasdo Passivo. Acompanhe a sequência e você entenderá.Reflentindo sobre o Balanço Patrimonial:Já vimos anteriormente o que significa Balanço Patrimonial e o que nele está contido.Demonstração da situação econômica, financeira e patrimonial da empresa em um determinadomomento. É formado pelo Ativo e Passivo.Vamos refletir...Se todas as contas do balanço simplesmente fossem dispostas de qualquer maneira,imagina quanta dificuldade teríamos pra ler, interpretar e analisar estas contas ?Para que isso não aconteça a Lei n° 6.404/76 - Lei das Sociedades Anônimas - nos apresenta umaestrutura de contas que é caceita em todo país, inclusivepor outro tipos de sociedades.Estrutura de ContasNo Ativo, as contas são agrupadas em ordem decrescente, de acordo com sua rapidez de conversãoem dinheiro(liquidez).No Passivo e Patrimônio Líquido estão as contas representativas das obrigações e capital próprio,respectivamente. As contas deverão ser agrupadas em ordem decrescente de exigibilidade.Além disso, o Balanço Patrimonial é dividido em grupos e subrgrupos de contas. Veja, a seguir,quais são os grupos.AtivoCirculante: No Ativo Circulante estão as contas de maior liquidez ou que já são dinheiro, comoCaixa e Bancos, como também aquelas que serão dinheiro a curto prazo, como Duplicatas aReceber, Estoques, etc..Curto prazo: são consideradas de curto prazo, todas as contas com prazo d vencimento até um ano,a contar da data de encerramento do balanço.
  2. 2. Realizável a Longo Prazo:Neste grupo, estão as contas com menor grau de liquidez.Longo Prazo: são consideradas de longo prazo, todas sa contas com prazo de vencimento superiora um ano, a contar da data de encerramento do balanço.Permanente:É o grupo que representa os valores dos bens de uso ou investimento patrimonial. Nele estãoagrupadas as contas que dificilmente se transformarão (pouquíssima liquidez) em dinheiro.O Ativo Permanente possui três subgrupos que serão apresentados a seguir:Investimentos: Neste subgrupo, encontram-se as aplicações de capital extra em bens ou valorespara fins excludisvos de investimento. Por exemplo, investimento em outras empresas ou ações.Imobilizado: Aqui estão contabilizados todos os bens de uso da empresa (ativo fixo). Por exemplo,edifícios, imóveis, máquinas, veículos, etc.Diferido: Neste subgrupo, são contabilizados os gastos com o objetivo de gerar receitas futuras,como por exemplo, gastos com a criação de um novo produto. Estes gastos somente poderão serapropriados em despesas no momento em que houver uma receita decorrente deste produto.PassivoCirculante: Neste grupo estão contidas as dívidas com terceiros, que vencem no curto prazo, emordem decrescente de exigibilidade.Exemplo: salários a pagar, impostos a recolher, fornecedores, etc.Exigívil a Longo Prazo: São as dividas com terceiros, que vencem a longo prazo, ou seja, comprazo de vencimento superior a um ano, a contar da data de encerramento do balanço.Exemplo: financiamento e empréstimos a longo prazo.Exercícios Futuros: Neste grupo, estão contidas as receitas que já foram recebidas, mas que devemser reconhecidas em outro exercício no futuro.Exemplo: receita de aluguéi antecipados.Patrimônio Líquido: É representado por:- Capital Social: aplicação de recursos na empresa feita pelos proprietários. – Lucros: resultado gerado pelo capital investido. – Reservas: acréscimos ao Patrimônio Líquido que, quase sempre, são utilizados para aumento de capital.
  3. 3. De Acordo com as Exigências:Após conhecermos esta estrutura, apresentaremos um Balanço Patrimonial de acordo com asexigências legais. Este balanço servirá como base para a elaboração de outros.Sempre que você tiver dúvida sobre onde colocar uma conta na estrutura do balanço, consulte atabela Estrutura do Balanço Patrimonial, disponível para download no link abaixo:http://ul.to/2mhovpgjContas de Resultado:Até aqui. foram vistas as contas do balanço patrimonial (Bens, Direitos, Obrigações e PatrimônioLíquido).No balanço fechado anteriormente, a empresa ainda não havia começado sua atividade operacionalde produção e vendas, tendo sido apenas constituída.No momento em que iniciar a atividade, movimentará além das contas do balanço, as contas doresultado: receitas e despesas.Receitas e DespesasMas, o que vem a ser a receita ?é a entrada de recursos sob a forma de dinheiro ou direitos a receber, que correspondente,normalmente, á venda de mercadorias, de produtos ou á prestação de serviços. Uma receita tambémpode derivar de juros sobre aplicações financeiras e de outros ganhos eventuais.E o que é despesa ?é o consumo de bens ou serviços que, direta ou indiretamente, deverá produzir uma receita, Umadespesa é realizada com a finalidade de se obter uma receita cujo valor seja superior á própriadespesa.Período = Lucro ou PrejuízoA diferença entre as receitas e as despesas é o resultado do período. Caso as receitas obtidassuperem as despesas incorridas, o resultado do período será positivo (lucro).
  4. 4. Se as despesas forem maiores que as receitas, o resultado será negativo (prejuízo).Mecanismos de Débito e CréditoA seguir, conheceremos a estrutura dessa demonstração e explicaremos cada item.Receita, Crédito, Despesa, Débita.A apuração do resultado é feita por meio da Demonstração do Resultado do Exercício (DRE).A DRE apresenta os resultados obtidos pela empresa em um determinado período que, geralmenteem um determinado período que, geralmente, é o exercício social.Na DRE são apresentados os resultados de vendas e todas as deducações até chegar a um valor queserá lucro ou prejuízo.Demonstração do Resultado do Exercício
  5. 5. Resultado BrutoÉ a receita operacional líquida menos o custo dos produtos ou das mercadorias vendidos.Despesas OperacionaisSão aquelas que decorrem da atividade fim da empresa e podem ser classificadas em dois grupos:1. despesas com vendas: são geradas com a venda dos produtos: plubicidade e propaganda, saláriose comissões dos vendedores, distribuição dos produtos, entre outras. 2. despesas administrativas: representam os gastos com a direção ou administração da empresa, tais como: honorários da administração, salários e encragos do pessoal de escritório, material de escritório, impostos, taxas, etc.Encargos Financeiros LíquidosRepresentam a diferença entre a recieta e a despesa financeira. Se a receita for maior que a despesa,essa diferença será um crédito. Por outro lado, se a despesa for maior que a receita, a diferença seráum débito.Receita Financeira: São os juros recebidos das aplicações financeiras.despesa financeira: são juros pagos ás instituições financeiras pela contratação de empréstimos efinanciamentos.Resultado OperacionalÉ o lucro, ou prejuízo obtido por meio da atividade da empresa. Chegamos ao resultadooperacional, subtraindo as despesas operacionais e os encargos financeiros líquidos do resultadobruto.Receitas não OperacionaisSão valores recebidos pelas empresa que não sejam provenientes da sua atividade. Por exemplo, davenda de itens do ativo permanente ou de aluguéis recebidos de terceiros.Despesas não OperacionaisSão aquelas que não são geradas pela atividade final da empresa. Por exemplo, venda de um itemdo ativo imobilizado por valor inferior ao que está contabilizado, multas de trânsito, doaçõesconcedidas, etc.Resultado Líquido Antes do Imposto de RendaÉ o valor do resultado operacional, mais receitas não operacionais, menos as despesas nãooperacionais. Se o valor for positivo, a empresa obteve lucro. Se for negativo, prejuízo. Caso oresultado seja lucro, dele sairão o imposto de renda e as reservas. O restante será enviado para obalanço na conta Lucros Acumulados.
  6. 6. Compra de MercadoriaVamos seguir uma lógica:Quando compramos, aumentamos o estoque. Lembre-se de que o Estoque é uma conta do Ativo epara aumentar essas contas, devemos debitá-las.Porém, vinculado á compra, existe o pagamento. Este, como sabemos, pode ser á vista ou a prazo.Se for á vista, creditamos na conta Caixa. Se for a prazo, na conta Fornecedores. Veja arepresentação
  7. 7. Venda de MercadoriasSeguindo a mesma lógica de compra, quando vendemos mercadorias, contraímos o direito dereceber o pagamento, quer seja venda á vista ou a prazo.Importante: Quando vendemos á vista, devemos debitar a conta Caixa e quando vendemos a prazo,as contas Duplicatas a Receber ou Clientes é que devem ser debitadas.Como para cada débito deve existir um crédito, neste caso, a conta a ser creditada será ReceitaOperacional Bruta.EstoqueComo parte da mercadoria foi vendida, ´e preciso fazer a baixa da conta estoques. Este lançamentoserá um crédito na conta estoques por ela ser ativo e estar saindo um valor.O débito correspondente será na conta Custo dos Produtos Vendidos, pois o estoque estácontabilizado a preço de custo.ExemploPara você acompanhar melhor o raciocínio, mostraremos um exemplo de compra e venda demercadorias.Na empresa ABC, foi efetuada uma compra de mercadorias, á vista, por R$ 1.000,00
  8. 8. Mercadorias que custaram R$ 500,00, foram vendidas á vista, por R$ 800,00.

×