Espírito, PErispírito e Alma: Modelo Geométrico do Espírito

8.705 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
6 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.705
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
542
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
385
Comentários
6
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • O livro “Espírito, Perispírito e Alma” escrito por Hernani Guimarães Andrade, tem a sua fundamentação teórica e prática nas obras básicas do Espiritismo Codificado por Allan Kardec, nas obras Psicografadas por Francisco Cândido Xavier e ditadas por André Luiz, bem como nos trabalhos científicos a serem referidos.
  • Para que o Modelo do Espírito possa ser explicado são necessárias considerações preliminares sobre a natureza do espírito e sua interação com a matéria, cujos efeitos refletem no meio biológico.
  • Portanto, iniciaremos verificando esses efeitos nas Bactérias, Células, Tecidos e Órgãos.
  • Como se comunicariam as bactérias no “Quorum Sensing”? Há 600 espécies de bactérias nos nossos dentes todas as manhãs, e elas formam exatamente a mesma estrutura toda vez: essa vem depois daquela, aquela depois daquela outra”. “Pareceu-nos que simplesmente não dá para fazer isso se a única coisa que você puder detectar for você mesmo. Tem de conhecer o outro.” Esta é uma parte da matéria da Edição Nº 23 - abril de 2004 da revista Scientific American em português, “A Intrigante Comunicação das Bactérias”, de autoria de Marguerite Holloway da Universidade de Princeton. “Quorum sensing” pode ser definida como a comunicação entre bactérias que permanecem inativas até que uma dada quantidade de elementos se reúnam e todas ao mesmo tempo, sem que possamos identificar como, se comunicam e começam a produzir, por exemplo, uma toxina.
  • Outro “mistério”da ciência é a pergunta: “O que preside a diferenciação celular?” ...“A partir de um determinado momento, essas células somáticas, que ainda são todas iguais, começam a se diferenciar nos vários tecidos que vão compor o organismo: sangue, fígado, músculos, cérebro, ossos, etc. Os genes que controlam essa diferenciação e o processo pelo qual ela ocorre ainda são um mistério.”... Parte da matéria da Revista Fapesp “Clonagem Humana: Conhecer Para Opinar” Esta pergunta foi feita por uma conceituada cientista brasileira : Mayana Zatz .
  • Poderíamos então formular outra pergunta: O que moldaria a forma dos Tecidos e Órgãos?
  • As células-tronco injetadas em órgãos doentes em regiões de tecidos necrosados se diferenciam em vasos e músculos, recompondo a funcionalidade do órgão... Estas práticas que também são feitas no Brasil, foram agora comprovadas como eficazes através de experimentos controlados e com resultados estatisticamente significantes...
  • Seriam os seres vivos moldados por campos eletrodinâmicos?
  • André Luiz Afirma que a ligação mente-matéria se dá através de princípios eletromagnéticos .
  • Jacques Bergier e Paul Weiss são cientistas que levantaram a hipótese de existirem campos, dentro da física, que dão forma aos seres vivos.
  • “ Será que entre os campos de força da física não existe um campo vital? É a pergunta de Bergier. Ele continua ainda a levantar hipóteses: Um campo cuja característica seja a de organizar a matéria, a energia e a forma no interior do organismo vivo e mais: “ se prolongar além do organismo vivo .”
  • Harold Saxton Burr, um cientista de Yale, durante quarenta anos pesquisou os Campos Eletrodinâmicos da Vida
  • e publicou em 1972, “ Blueprint for Immortality ” , explicando como medir os campos elétricos dos seres vivos, desde as bactérias e sementes até humanos.
  • Este cientista, mesmo com 40 anos de pesquisa sobre os campos vitais, teve o cuidado ético de colocar em sua conclusão a palavra “ parecem” mostrando a sua total adesão ao método científico e que foi mantido por Hernani Guimarães Andrade em seu livro “Espírito, Perispírito e Alma” Os campos estão presentes também no interior dos organismos ou em partes destacadas dos mesmos.
  • O Chamado CBM - “Campo Biomagnético” - de Hernani Guimarães Andrade, que integra o Espírito à matéria, foi identificado em culturas de bactérias.
  • O Espírito contém ainda todo o registro informacional da evolução do ser. O Corpo físico, que é substituído por um corpo de matéria sutil quando desencarnado, é o veículo de evolução do espírito. O Perispírito é o intermediário semi-material entre o espírito e o corpo. A alma, na nomenclatura de Hernani Guimarães Andrade, é o elemento vetorial, puramente magnético de comunicação e coesão, entre o espírito e o corpo físico ou entre o espírito e o corpo sutil, quando desencarnado.
  • Os espíritos são constituídos de substância espiritual, como os corpos físicos são constituídos de substância material.
  • Para conhecer melhor o Espírito, poder í amos então indagar: Qual seria a substância que o constitui ? D e átomos esféricos – di sse Aristóteles . “ A mente é um epifenômeno da matéria.” Dizem os materialistas, lembrando ainda que epifen ô meno pode ser considerado como um fenômeno secundário, sem importância. “ Os Espíritos são feitos de matéria quintessenciada” afirma m os Mentores espirituais a Kardec .
  • Será certo dizer-se que os Espíritos são imateriais?
  • Na pergunta 82 do Livro dos Espíritos, os mentores afirmam que o Espírito é matéria quintessenciada , matéria sutil que escapa à percepção dos sentidos … Hernani Guimarães Andrade denomina esta matéria quintessenciada como “matéria Psi”
  • André Luiz unifica a matéria física à matéria espiritual e denomina a última de matéria mental , demonstrando a divina unidade de plano do Universo.”
  • Como então poderíamos compreender o Espírito, suas interações Psíquicas e Biológicas, se ele não é perceptível pelos sentidos? Elaborando um mapa que que o represente. Ou seja: Um “ modelo geométrico”.
  • Não podemos nos esquecer que o mapa não é o território e sim uma representação do mesmo com uma finalidade prática e que pode ter o detalhamento que for necessário para o seu uso.
  • O átomo físico é estudado por um modelo que o representa.
  • Para explicar o psiquismo, a forma do corpo físico e dos órgãos que o constituem, Hernani Guimarães Andrade criou um modelo geométrico do espírito que é tetradimensional.
  • Como seria a geometria de um objeto Tetradimensional? Ou seja, um objeto de 4 dimensões? Sabemos que: Um Quadrado é Bidimensional, um Cubo é Tridimensional e um Hipercubo é Tetradimensional .
  • No inicio do século XX o tema hiperespaço era popular devido às descobertas de Einstein que demonstrava a existência de espaços multidimensionais além do espaço tridimensional do mundo físico. Picasso representou Dora Maar como vista por um ser de percepção tetradimensional, em que seria percebida simultaneamente de frente e de perfil. Também Salvador Dali representou Christus Hypercubus em uma cruz, inspirado na projeção de uma figura tetradimensional denominada tessera cto.
  • Passaremos agora, ao modelo do espírito, criado por Hernani Guimarães Andrade.
  • Apresentamos, o M odelo do E spírito , que é formado por dois hipercones e uma parte intermediária. Lembramos que no modelo as figuras que aparecem com duas dimensões na verdade possuem 3 e as que aparecem com 3 possuem realmente 4 dimensões. A cúpula é a parte superior do modelo. É tetradimensional e guarda o registro de todo o aprendizado intelecto-moral adquirido nas múltiplas vidas do ser. É a cúpula que prosseguirá na caminhada evolutiva do mesmo, quando não for mais necessária a sua reencarnação em mundos de matéria densa. O Modelo Organizador Biológico é a parte inferior do modelo. É tetradimensional como a cúpula e guarda o registro de toda a evolução biológica adquirido nas múltiplas encarnações do ser. O Corpo astral é tridimensional e ocupa um espaço paralelo e adjacente ao nosso espaço físico, também de 3 dimensões. Está permanentemente ligado à cúpula. O Corpo vital também é tridimensional e ocupa um espaço paralelo também adjacente ao nosso espaço físico, de 3 dimensões. Está permanentemente ligado ao Modelo Organizador Biológico cuja sigla é “MOB”. O Corpo físico, em destaque, se posiciona entre o corpo astral e o corpo vital. No modelo somente o corpo físico está dentro de nosso espaço de 3 dimensões.
  • Temos aqui uma outra vista do corpo astral em azul, corpo físico em laranja e corpo vital, em verde.
  • Esta é uma i magem original do livro Espírito, Perispírito e Alma . A s linhas de força do campo biomagnético possuem a forma do corpo físico e modela m o seu crescimento.
  • A estrutura biomagnética, que é a alma na nomenclatura de Hernani Guimarães Andrade, modela o corpo físico tanto interna como externamente.
  • Esta é outra im agem original do livro “ Espírito, Perispírito e Alma ”.
  • Nesta imagem o modelo foi detalhado com base na figura original do livro. Nesta versão do modelo, a regra de que as figuras aparecem reduzidas de uma dimensão foi quebrada para o destaque em favor de uma melhor visualização.
  • Após as aplicações mostradas, podemos estudar mais profundamente o modelo do espírito, entrando em detalhamentos sobre o campo biomagnético.
  • O campo B iomagnético que circuita o Espírito, é tetradimensional , e tem a função de ligar estruturalmente o Espírito de quatro dimensões ao corpo físico de três dimensões. Pelas linhas de força trafegam também informações conectando p ensamento s e sentimentos , originado s no Espírito, com as atividades motoras e sensoriais promovidas pela contraparte neurológica do Ser. O substrato para a informação que o Espírito contém é a matéria psi (quintessenciada). Cabe também às linhas de força do C ampo Biomagnético , com propriedades vetoriais de um campo magnético convencional, moldar as formas tridimensionais além da possibilidade de ativar/desativar genes.
  • Neste detalhamento, estudaremos o Campo biomagnético integral.
  • A figura mostra as linhas de força circuitando um ímã de maneira análoga ao que acontece com as linhas de força do Campo Biomagnético no modelo tetradimensional do espírito. Internamente as linhas de força do campo saem do pólo sul e vão para o pólo norte enquanto que externamente, as linhas de força saem do pólo norte e entram no pólo sul.
  • Esta figura do livro, como as outras, mostra que o nosso universo tridimensional foi reduzido de uma dimensão, que é o plano que passa pela parte central do modelo do Espírito, paralelo às bases do cone. Os três anéis que aparecem no referido plano são as camadas áuricas perceptíveis pelos médiuns videntes e que serão detalhadas na dinâmica a ser mostrada. Percebemos que o CBM é na verdade tetradimensional e que os videntes, por terem percepção somente tridimensional, só registram a parte do mesmo que corta o nosso universo físico.
  • Neste outro detalhamento, estudaremos o espraiamento do campo biomagnético.
  • Neste momento vemos mais um detalhamento que aparece no livro Espírito, Perispírito e Alma, mostrando o espraiamento das linhas de força do campo magnético que ocorre quando um ímã é seccionado. Neste caso as linhas de força internas se espraiam na região do corte.
  • N o M odelo do Espírito, assim como no ímã seccionado, vemos que o fenômeno de espraiamento também ocorre. Como visto anteriormente, o Campo Biomagnético é um campo que circuita o espírito, ou todo ser biologicamente vivo e transporta informações sentimentos e intenções. Liga a matéria espiritual (ou matéria PSI) à matéria densa, vivificando-a. Possui ainda propriedades vetoriais. Esta região onde ocorre o espraiamento do CBM é a sede da consciência vígil.
  • N o M odelo do Espírito, assim como no ímã seccionado, vemos que o fenômeno de espraiamento também ocorre. Como visto anteriormente, o Campo Biomagnético é um campo que circuita o espírito, ou todo ser biologicamente vivo e transporta informações sentimentos e intenções. Liga a matéria espiritual (ou matéria PSI) à matéria densa, vivificando-a. Possui ainda propriedades vetoriais. Esta região onde ocorre o espraiamento do CBM é a sede da consciência vígil.
  • O Modelo do Espírito de Hernani Guimarães Andrade pode também ajudar o entendimento da Reencarnação.
  • Os anéis concêntricos representam no modelo o lugar onde estão registradas as experiências vividas pelo ser em cada encarnação. O espaço entre as camadas é o chamado período de intermissão. Refere-se ao tempo em que o espírito permanece na Espiritualidade entre uma encarnação e outra.
  • O modelo em camadas pode ser melhor detalhado: a periferia da camada externa representa graficamente o tempo de hoje. Interpretando Kardek, Leon Denis e Itzhak Bentov, o Eixo T0 – T representa graficamente todo o tempo da evolução do ser, cuja consciência individualizada se inicia na consciência indiferenciada que existe na matéria mineral, criada pela transubstanciação do Fluido Cósmico Universal. Entrando na pré-história pela porta biológica, o embrião de consciência individualizada primitiva, seguiu pelo reino vegetal adormecido; sonhou no reino animal e teve o seu despertamento no reino hominal. Vemos também um período médio de intermissão de 250 anos e um tempo médio de encarnação de 70 anos.
  • Podemos até cogitar... O que mais importa? O corpo que é perecível? Ou o Espírito Imortal? Existiria Vida depois da Vida?
  • Há vida depois da vida, poderemos concluir, pois a existência é um continuar constante de aprendizagem. O traje carnal de hoje é mais um, entre muitos vestidos pelo espírito, que caminha do mineral, entrando pela porta do biológico no ser primitivo unicelular e que segue para a perfeição. Busca sempre, no contínuo do viver e neste processo interativo, adquire a consciência e se liga ao Transcendente Maior que o promove a co-partícipe da criação, na sintonia perene, que um sonho da Filosofia poderia chamar de Amor!
  • ×