SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
DESDOBRAMENTO ESPIRITUAL
 É o nome que se dá o fenômeno de
exteriorização do corpo espiritual ou
perispírito;
 O perispírito ainda ligado ao
corpo, distancia-se do mesmo, fazendo
agora parte do mundo espiritual, ainda que
esteja ligado ao corpo por fios fluídicos;
 Fenômenos estes, naturais que repousam
sobre as propriedades do perispírito;
 Os laços que unem o perispírito ao corpo
temporal, afrouxam-se por assim
dizer, facultando ao espírito manter-se em
relativa distancia, porém, não desligado de
seu corpo;
 E esta ligação, permite ao espírito tomar
conhecimento do que se passa com o seu
corpo e retornar instantaneamente se algo
acontecer;
 O corpo físico fica com suas funções
reduzidas, pois dele foram distanciados os
fluidos perispirituais, permanecendo
somente o necessário para sua
manutenção;
 Este estado em que fica o corpo no
momento do desdobramento, também
depende do grau de desdobramento que
aconteça. Os desdobramentos podem ser:
 Conscientes;
 Inconscientes;
 Voluntários;
 Provocados.
CONSCIENTE
 Caracteriza-se pela lembrança exata do
ocorrido, quando ao retornar ao corpo o
ser recorda-se dos fatos e atividades por
ele desempenhadas no ato do
desdobramento;
 O sujeito é capaz de ver o seu
“Duplo”, bem próximo, ou seja, de ver a
ele mesmo no momento exato em que se
inicia o desdobramento;
 Alguns flutuam e vêem o corpo carnal
abaixo deitado, outros vêem-se ao lado
dos corpos, todavia esta recordação é
bastante profunda e a consciência e
altamente límpida neste instante;
 Existe uma ligação ainda profunda dos
fluidos perispirituais entre o corpo e o
perispírito, facilitando assim, as
recordações pós-desdobramento.
INCONSCIENTE
 Ao retornar o ser de nada recorda-se;
 Na maioria das vezes a atividade que
desempenha o ser no momento
desdobrado, fica como experiências para
o próprio ser como espírito, sendo
lembrado em alguns momentos para o
despertar de algumas dificuldades e vêem
como intuições, idéias;
 Os fluidos perispirituais são neste caso
bem mais tênues e a dificuldade de
recordação imediata fica um pouco mais
árdua, todavia as informações e as
experiências ficam armazenadas na
memória perispiritual, vindo a tona
futuramente.
VOLUNTÁRIO
 Se a própria pessoa promove este
distanciamento;
 Nem todos os desdobramentos
voluntários há consciência, pois no
momento em que o espírito, através de
seu perispírito, aproxima-se novamente
de seu corpo, pela densidade ainda dos
órgãos cerebrais, é possível haver
bloqueio dessas experiências;
 O ser encarnado na terra, ainda se
encontra distante de controlar todos os
seus potenciais, e por isso também há
este esquecimento;
 Algumas pessoas até provocarem o
desdobramento e no momento de
consciência terem medo e retornarem ao
corpo apressadamente, dificultando ainda
mais a recordação;
 Os desdobramentos podem também
ocorrer nos momentos de reflexões, onde
nos encontramos analisando
profundamente nossos atos e cuja
atividade nos propicia encontrar com
seres que nos querem orientar para o
bem, parte de nosso perispírito expande-
se e vai captar as experiências e
orientações devidas.
PROVOCADOS
 Através de processos hipnóticos e
magnéticos, agentes desencarnados ou
até mesmo encarnados podem propiciar o
desdobramento do ser encarnado;
 Os bons Espíritos podem provocar o
desdobramento ou auxiliá-los sempre com
finalidades superiores;
 Espíritos obsessores também podem
provocá-los para produzir efeitos
malefícios;
 Afinizando-se com as deficiências morais
dos desencarnados, propiciamos
assim, uma maior facilidade para que os
espíritos mal-feitores possam provocar o
desligamento do corpo físico atraindo o
ser encarnado para suas experiências
fora do corpo;
 A lei que exerce esta dependência é a de
afinidade.
TRANSPORTE
TRANSPORTE
 É o fenômeno mediúnico que consiste em
trazer para o local onde está o médium
objetos que se encontram em outro lugar;
 De modo geral, os objetos trazidos são
flores, frutos, jóias, enfeites e outros
objetos de pequeno porte;
 Médiuns de transporte podem servir de
auxiliares aos Espíritos para o transporte
de objetos materiais;
 Trata-se de manifestação mediúnica de
efeitos físicos, que, para sua
realização, exige a presença de médiuns
dotados de faculdades de expansão e
penetrabilidade, de modo a permitir a
doação de fluido animalizado;
 É necessária certa afinidade entre o
espírito e o médium de quem vai se
servir, possibilitando que a parte
expansível do fluido perispirítico
encarnado se una com o
desencarnado, tornando-se uma força
única;
 Assim por meio de certas propriedades que
ainda desconhecemos, é possível isolar o
objeto a ser transportado, tornando-o
invisível e o movendo para outro local.
BIBLIOGRAFIA
 Blog: paikachambi.blogspot.com.br
 http://www.cvdee.org.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS
MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEASMANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS
MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEASJorge Luiz dos Santos
 
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Tiburcio Santos
 
Aula 1 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de Efeitos Físicos
Aula 1 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de Efeitos FísicosAula 1 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de Efeitos Físicos
Aula 1 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de Efeitos FísicosSergio Lima Dias Junior
 
Na Era da Transição Planetária - as Estratégias das Trevas
Na Era da Transição Planetária - as Estratégias das TrevasNa Era da Transição Planetária - as Estratégias das Trevas
Na Era da Transição Planetária - as Estratégias das TrevasADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Slide perispírito
Slide  perispíritoSlide  perispírito
Slide perispíritobonattinho
 
Evolução Em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo II - Corpo Espiritual - 1...
Evolução Em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo II - Corpo Espiritual - 1...Evolução Em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo II - Corpo Espiritual - 1...
Evolução Em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo II - Corpo Espiritual - 1...Cynthia Castro
 
Missionários da luz resumo de consolidação
Missionários da luz resumo de consolidaçãoMissionários da luz resumo de consolidação
Missionários da luz resumo de consolidaçãoSergio Rodriguez
 
Primeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da alma
Primeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da almaPrimeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da alma
Primeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da almaCeiClarencio
 
Obsessão doença moral
Obsessão doença moralObsessão doença moral
Obsessão doença moralGraça Maciel
 
Aula o perispirito
Aula o perispiritoAula o perispirito
Aula o perispiritoduadv
 
Quarto Módulo - 2ª aula - Tipo de mediunidade
Quarto Módulo - 2ª  aula - Tipo de mediunidadeQuarto Módulo - 2ª  aula - Tipo de mediunidade
Quarto Módulo - 2ª aula - Tipo de mediunidadeCeiClarencio
 
Esquecimento do Passado
Esquecimento do Passado Esquecimento do Passado
Esquecimento do Passado meebpeixotinho
 
Reforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírioReforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martíriogrupodepaisceb
 
Os espíritas diante da morte
Os espíritas diante da morteOs espíritas diante da morte
Os espíritas diante da mortehome
 

Mais procurados (20)

MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS
MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEASMANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS
MANIFESTAÇÕES FÍSICAS ESPONTÂNEAS
 
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
 
Aula 1 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de Efeitos Físicos
Aula 1 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de Efeitos FísicosAula 1 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de Efeitos Físicos
Aula 1 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de Efeitos Físicos
 
Na Era da Transição Planetária - as Estratégias das Trevas
Na Era da Transição Planetária - as Estratégias das TrevasNa Era da Transição Planetária - as Estratégias das Trevas
Na Era da Transição Planetária - as Estratégias das Trevas
 
Slide perispírito
Slide  perispíritoSlide  perispírito
Slide perispírito
 
Evolução Em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo II - Corpo Espiritual - 1...
Evolução Em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo II - Corpo Espiritual - 1...Evolução Em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo II - Corpo Espiritual - 1...
Evolução Em Dois Mundos - Primeira Parte - Capítulo II - Corpo Espiritual - 1...
 
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
 
Missionários da luz resumo de consolidação
Missionários da luz resumo de consolidaçãoMissionários da luz resumo de consolidação
Missionários da luz resumo de consolidação
 
Primeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da alma
Primeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da almaPrimeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da alma
Primeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da alma
 
Desencarne na visão espírita
Desencarne na visão espíritaDesencarne na visão espírita
Desencarne na visão espírita
 
Obsessão doença moral
Obsessão doença moralObsessão doença moral
Obsessão doença moral
 
Aula o perispirito
Aula o perispiritoAula o perispirito
Aula o perispirito
 
Quarto Módulo - 2ª aula - Tipo de mediunidade
Quarto Módulo - 2ª  aula - Tipo de mediunidadeQuarto Módulo - 2ª  aula - Tipo de mediunidade
Quarto Módulo - 2ª aula - Tipo de mediunidade
 
Esquecimento do Passado
Esquecimento do Passado Esquecimento do Passado
Esquecimento do Passado
 
Psicofonia
PsicofoniaPsicofonia
Psicofonia
 
Reforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírioReforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírio
 
Os espíritas diante da morte
Os espíritas diante da morteOs espíritas diante da morte
Os espíritas diante da morte
 
Aula 8 - Médium/Mediunidade
Aula 8 - Médium/MediunidadeAula 8 - Médium/Mediunidade
Aula 8 - Médium/Mediunidade
 
O passe
O passe  O passe
O passe
 
Animismo e Mediunidade
Animismo e MediunidadeAnimismo e Mediunidade
Animismo e Mediunidade
 

Destaque

Desdobramento
DesdobramentoDesdobramento
Desdobramentocab3032
 
Aula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporte
Aula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporteAula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporte
Aula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporteSergio Lima Dias Junior
 
As Sete Energias do Universo
As Sete Energias do UniversoAs Sete Energias do Universo
As Sete Energias do Universopaikachambi
 
Moldura Espiritual e Roupagem
Moldura Espiritual e RoupagemMoldura Espiritual e Roupagem
Moldura Espiritual e Roupagempaikachambi
 
Espírito, PErispírito e Alma: Modelo Geométrico do Espírito
Espírito, PErispírito e Alma: Modelo Geométrico do EspíritoEspírito, PErispírito e Alma: Modelo Geométrico do Espírito
Espírito, PErispírito e Alma: Modelo Geométrico do EspíritoDavid Lucas Desidério
 
Açao dos espíritos sobre os fluidos
Açao dos espíritos sobre os fluidosAçao dos espíritos sobre os fluidos
Açao dos espíritos sobre os fluidosGraça Maciel
 
Meditação e Concentração
Meditação e ConcentraçãoMeditação e Concentração
Meditação e Concentraçãopaikachambi
 
à Beira do abismo André Luiz ,Chico Xavier
à Beira do abismo   André Luiz ,Chico Xavierà Beira do abismo   André Luiz ,Chico Xavier
à Beira do abismo André Luiz ,Chico XavierDeborah Oliver
 
à Beira do abismo andré luiz ,chico xavier
à Beira do abismo   andré luiz ,chico xavierà Beira do abismo   andré luiz ,chico xavier
à Beira do abismo andré luiz ,chico xavierDeborah Oliver
 

Destaque (20)

Desdobramento
DesdobramentoDesdobramento
Desdobramento
 
Mediunidade de cura
Mediunidade de curaMediunidade de cura
Mediunidade de cura
 
Aula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporte
Aula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporteAula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporte
Aula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporte
 
Apometria desdobramento
Apometria  desdobramento Apometria  desdobramento
Apometria desdobramento
 
As Sete Energias do Universo
As Sete Energias do UniversoAs Sete Energias do Universo
As Sete Energias do Universo
 
Corpos e funcoes_do_perispirito-rosana_c
Corpos e funcoes_do_perispirito-rosana_cCorpos e funcoes_do_perispirito-rosana_c
Corpos e funcoes_do_perispirito-rosana_c
 
Oxalá
OxaláOxalá
Oxalá
 
A cura espirita
A cura espiritaA cura espirita
A cura espirita
 
Moldura Espiritual e Roupagem
Moldura Espiritual e RoupagemMoldura Espiritual e Roupagem
Moldura Espiritual e Roupagem
 
Ogum
OgumOgum
Ogum
 
Yorimá
YorimáYorimá
Yorimá
 
Espírito, PErispírito e Alma: Modelo Geométrico do Espírito
Espírito, PErispírito e Alma: Modelo Geométrico do EspíritoEspírito, PErispírito e Alma: Modelo Geométrico do Espírito
Espírito, PErispírito e Alma: Modelo Geométrico do Espírito
 
Açao dos espíritos sobre os fluidos
Açao dos espíritos sobre os fluidosAçao dos espíritos sobre os fluidos
Açao dos espíritos sobre os fluidos
 
Oxossi
OxossiOxossi
Oxossi
 
O Passe
O PasseO Passe
O Passe
 
Meditação e Concentração
Meditação e ConcentraçãoMeditação e Concentração
Meditação e Concentração
 
à Beira do abismo André Luiz ,Chico Xavier
à Beira do abismo   André Luiz ,Chico Xavierà Beira do abismo   André Luiz ,Chico Xavier
à Beira do abismo André Luiz ,Chico Xavier
 
à Beira do abismo andré luiz ,chico xavier
à Beira do abismo   andré luiz ,chico xavierà Beira do abismo   andré luiz ,chico xavier
à Beira do abismo andré luiz ,chico xavier
 
Materializações
MaterializaçõesMaterializações
Materializações
 
É Natal!
É Natal!É Natal!
É Natal!
 

Semelhante a Desdobramento Espiritual: Conscientes, Inconscientes, Voluntários e Provocados

( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
O perispírito- unidade teórica 2 COEM
O perispírito- unidade teórica 2 COEMO perispírito- unidade teórica 2 COEM
O perispírito- unidade teórica 2 COEMCarolina Bernardes
 
Emancipação parcial da alma 1
Emancipação parcial da alma 1Emancipação parcial da alma 1
Emancipação parcial da alma 1Graça Maciel
 
2ª aula mediunidade classificação - coem
2ª aula   mediunidade classificação - coem2ª aula   mediunidade classificação - coem
2ª aula mediunidade classificação - coemWagner Quadros
 
mediunidadedeefeitosfsicos-131018185100-phpapp01 (2).pdf
mediunidadedeefeitosfsicos-131018185100-phpapp01 (2).pdfmediunidadedeefeitosfsicos-131018185100-phpapp01 (2).pdf
mediunidadedeefeitosfsicos-131018185100-phpapp01 (2).pdfDorotiaCZSilveira
 
Aula 14 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Mediunidade de Efeitos Físicos
Aula 14 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Mediunidade de Efeitos FísicosAula 14 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Mediunidade de Efeitos Físicos
Aula 14 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Mediunidade de Efeitos FísicosSergio Lima Dias Junior
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Leonardo Pereira
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Leonardo Pereira
 
Transplante de órgãos e suas repercussões espirituais
Transplante de órgãos   e suas repercussões espirituaisTransplante de órgãos   e suas repercussões espirituais
Transplante de órgãos e suas repercussões espirituaisEduardo Henrique Marçal
 
Transplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Transplante de Órgãos e suas Repercussões EspirituaisTransplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Transplante de Órgãos e suas Repercussões EspirituaisEduardo Henrique Marçal
 
Estados de emancipação da alma-1,5hs
Estados de emancipação da alma-1,5hsEstados de emancipação da alma-1,5hs
Estados de emancipação da alma-1,5hshome
 
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?Lar Irmã Zarabatana
 
1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti
1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti
1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. contiSilvio Figueirôa
 
Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2Graça Maciel
 

Semelhante a Desdobramento Espiritual: Conscientes, Inconscientes, Voluntários e Provocados (20)

( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
 
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
 
O perispírito- unidade teórica 2 COEM
O perispírito- unidade teórica 2 COEMO perispírito- unidade teórica 2 COEM
O perispírito- unidade teórica 2 COEM
 
Emancipação parcial da alma 1
Emancipação parcial da alma 1Emancipação parcial da alma 1
Emancipação parcial da alma 1
 
2ª aula mediunidade classificação - coem
2ª aula   mediunidade classificação - coem2ª aula   mediunidade classificação - coem
2ª aula mediunidade classificação - coem
 
Emancipação da alma
Emancipação da almaEmancipação da alma
Emancipação da alma
 
mediunidadedeefeitosfsicos-131018185100-phpapp01 (2).pdf
mediunidadedeefeitosfsicos-131018185100-phpapp01 (2).pdfmediunidadedeefeitosfsicos-131018185100-phpapp01 (2).pdf
mediunidadedeefeitosfsicos-131018185100-phpapp01 (2).pdf
 
Aula 14 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Mediunidade de Efeitos Físicos
Aula 14 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Mediunidade de Efeitos FísicosAula 14 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Mediunidade de Efeitos Físicos
Aula 14 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Mediunidade de Efeitos Físicos
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Transplante de órgãos e suas repercussões espirituais
Transplante de órgãos   e suas repercussões espirituaisTransplante de órgãos   e suas repercussões espirituais
Transplante de órgãos e suas repercussões espirituais
 
Transplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Transplante de Órgãos e suas Repercussões EspirituaisTransplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Transplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
 
Estados de emancipação da alma-1,5hs
Estados de emancipação da alma-1,5hsEstados de emancipação da alma-1,5hs
Estados de emancipação da alma-1,5hs
 
Períspirito ni 1 aula11
Períspirito ni 1 aula11Períspirito ni 1 aula11
Períspirito ni 1 aula11
 
Apometria
ApometriaApometria
Apometria
 
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
 
1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti
1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti
1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti
 
08 desencarnacao
08 desencarnacao08 desencarnacao
08 desencarnacao
 
Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2
 
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITASONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
 

Mais de paikachambi

Chacara Tia Joana
Chacara Tia JoanaChacara Tia Joana
Chacara Tia Joanapaikachambi
 
Princípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do EspiritismoPrincípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do Espiritismopaikachambi
 
Sincretismo Religioso na Umbanda
Sincretismo Religioso na UmbandaSincretismo Religioso na Umbanda
Sincretismo Religioso na Umbandapaikachambi
 
Rituais da Umbanda e Posições Litúrgicas
Rituais da Umbanda e Posições LitúrgicasRituais da Umbanda e Posições Litúrgicas
Rituais da Umbanda e Posições Litúrgicaspaikachambi
 
Hierarquia dos Espíritos
Hierarquia dos Espíritos Hierarquia dos Espíritos
Hierarquia dos Espíritos paikachambi
 
Moldura exercício mediúnico
Moldura   exercício mediúnicoMoldura   exercício mediúnico
Moldura exercício mediúnicopaikachambi
 
Evangelho no Lar
Evangelho no LarEvangelho no Lar
Evangelho no Larpaikachambi
 
Aula 8 mediunidade
Aula 8   mediunidadeAula 8   mediunidade
Aula 8 mediunidadepaikachambi
 
Corpos Espirituais
Corpos EspirituaisCorpos Espirituais
Corpos Espirituaispaikachambi
 
Plano Espiritual
Plano EspiritualPlano Espiritual
Plano Espiritualpaikachambi
 
Chakra Coronário
Chakra CoronárioChakra Coronário
Chakra Coronáriopaikachambi
 
Chakra laríngeo
Chakra laríngeoChakra laríngeo
Chakra laríngeopaikachambi
 

Mais de paikachambi (20)

Chacara Tia Joana
Chacara Tia JoanaChacara Tia Joana
Chacara Tia Joana
 
Xangô
XangôXangô
Xangô
 
Yori
YoriYori
Yori
 
Yemanjá
YemanjáYemanjá
Yemanjá
 
Princípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do EspiritismoPrincípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do Espiritismo
 
Sincretismo Religioso na Umbanda
Sincretismo Religioso na UmbandaSincretismo Religioso na Umbanda
Sincretismo Religioso na Umbanda
 
Rituais da Umbanda e Posições Litúrgicas
Rituais da Umbanda e Posições LitúrgicasRituais da Umbanda e Posições Litúrgicas
Rituais da Umbanda e Posições Litúrgicas
 
Hierarquia dos Espíritos
Hierarquia dos Espíritos Hierarquia dos Espíritos
Hierarquia dos Espíritos
 
Moldura exercício mediúnico
Moldura   exercício mediúnicoMoldura   exercício mediúnico
Moldura exercício mediúnico
 
Evangelho no Lar
Evangelho no LarEvangelho no Lar
Evangelho no Lar
 
Doutrinação
DoutrinaçãoDoutrinação
Doutrinação
 
Obsessão
ObsessãoObsessão
Obsessão
 
Aula 8 mediunidade
Aula 8   mediunidadeAula 8   mediunidade
Aula 8 mediunidade
 
Aura
AuraAura
Aura
 
Corpos Espirituais
Corpos EspirituaisCorpos Espirituais
Corpos Espirituais
 
Plano Espiritual
Plano EspiritualPlano Espiritual
Plano Espiritual
 
Chakra Coronário
Chakra CoronárioChakra Coronário
Chakra Coronário
 
Chakra Frontal
Chakra FrontalChakra Frontal
Chakra Frontal
 
Chakra solar
Chakra solarChakra solar
Chakra solar
 
Chakra laríngeo
Chakra laríngeoChakra laríngeo
Chakra laríngeo
 

Desdobramento Espiritual: Conscientes, Inconscientes, Voluntários e Provocados

  • 1.
  • 2. DESDOBRAMENTO ESPIRITUAL  É o nome que se dá o fenômeno de exteriorização do corpo espiritual ou perispírito;  O perispírito ainda ligado ao corpo, distancia-se do mesmo, fazendo agora parte do mundo espiritual, ainda que esteja ligado ao corpo por fios fluídicos;  Fenômenos estes, naturais que repousam sobre as propriedades do perispírito;
  • 3.  Os laços que unem o perispírito ao corpo temporal, afrouxam-se por assim dizer, facultando ao espírito manter-se em relativa distancia, porém, não desligado de seu corpo;  E esta ligação, permite ao espírito tomar conhecimento do que se passa com o seu corpo e retornar instantaneamente se algo acontecer;  O corpo físico fica com suas funções reduzidas, pois dele foram distanciados os fluidos perispirituais, permanecendo somente o necessário para sua manutenção;
  • 4.  Este estado em que fica o corpo no momento do desdobramento, também depende do grau de desdobramento que aconteça. Os desdobramentos podem ser:  Conscientes;  Inconscientes;  Voluntários;  Provocados.
  • 5. CONSCIENTE  Caracteriza-se pela lembrança exata do ocorrido, quando ao retornar ao corpo o ser recorda-se dos fatos e atividades por ele desempenhadas no ato do desdobramento;  O sujeito é capaz de ver o seu “Duplo”, bem próximo, ou seja, de ver a ele mesmo no momento exato em que se inicia o desdobramento;
  • 6.  Alguns flutuam e vêem o corpo carnal abaixo deitado, outros vêem-se ao lado dos corpos, todavia esta recordação é bastante profunda e a consciência e altamente límpida neste instante;  Existe uma ligação ainda profunda dos fluidos perispirituais entre o corpo e o perispírito, facilitando assim, as recordações pós-desdobramento.
  • 7. INCONSCIENTE  Ao retornar o ser de nada recorda-se;  Na maioria das vezes a atividade que desempenha o ser no momento desdobrado, fica como experiências para o próprio ser como espírito, sendo lembrado em alguns momentos para o despertar de algumas dificuldades e vêem como intuições, idéias;
  • 8.  Os fluidos perispirituais são neste caso bem mais tênues e a dificuldade de recordação imediata fica um pouco mais árdua, todavia as informações e as experiências ficam armazenadas na memória perispiritual, vindo a tona futuramente.
  • 9. VOLUNTÁRIO  Se a própria pessoa promove este distanciamento;  Nem todos os desdobramentos voluntários há consciência, pois no momento em que o espírito, através de seu perispírito, aproxima-se novamente de seu corpo, pela densidade ainda dos órgãos cerebrais, é possível haver bloqueio dessas experiências;
  • 10.  O ser encarnado na terra, ainda se encontra distante de controlar todos os seus potenciais, e por isso também há este esquecimento;  Algumas pessoas até provocarem o desdobramento e no momento de consciência terem medo e retornarem ao corpo apressadamente, dificultando ainda mais a recordação;
  • 11.  Os desdobramentos podem também ocorrer nos momentos de reflexões, onde nos encontramos analisando profundamente nossos atos e cuja atividade nos propicia encontrar com seres que nos querem orientar para o bem, parte de nosso perispírito expande- se e vai captar as experiências e orientações devidas.
  • 12. PROVOCADOS  Através de processos hipnóticos e magnéticos, agentes desencarnados ou até mesmo encarnados podem propiciar o desdobramento do ser encarnado;  Os bons Espíritos podem provocar o desdobramento ou auxiliá-los sempre com finalidades superiores;  Espíritos obsessores também podem provocá-los para produzir efeitos malefícios;
  • 13.  Afinizando-se com as deficiências morais dos desencarnados, propiciamos assim, uma maior facilidade para que os espíritos mal-feitores possam provocar o desligamento do corpo físico atraindo o ser encarnado para suas experiências fora do corpo;  A lei que exerce esta dependência é a de afinidade.
  • 15. TRANSPORTE  É o fenômeno mediúnico que consiste em trazer para o local onde está o médium objetos que se encontram em outro lugar;  De modo geral, os objetos trazidos são flores, frutos, jóias, enfeites e outros objetos de pequeno porte;  Médiuns de transporte podem servir de auxiliares aos Espíritos para o transporte de objetos materiais;
  • 16.  Trata-se de manifestação mediúnica de efeitos físicos, que, para sua realização, exige a presença de médiuns dotados de faculdades de expansão e penetrabilidade, de modo a permitir a doação de fluido animalizado;  É necessária certa afinidade entre o espírito e o médium de quem vai se servir, possibilitando que a parte expansível do fluido perispirítico encarnado se una com o desencarnado, tornando-se uma força única;
  • 17.  Assim por meio de certas propriedades que ainda desconhecemos, é possível isolar o objeto a ser transportado, tornando-o invisível e o movendo para outro local.