História do mobiliário

8.377 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Espiritual
0 comentários
10 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.377
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
336
Comentários
0
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História do mobiliário

  1. 1. Prof. Gilmar Andrioli
  2. 2. <ul><li>As primeiras comunidades não tinham preocupação com o mobiliário. </li></ul><ul><li>Por que? </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Eram nômades </li></ul><ul><li>Tribais </li></ul><ul><li>Coletoras </li></ul><ul><li>Caçadoras </li></ul><ul><li>Pescadoras </li></ul>
  4. 5. <ul><li>A partir do sedentarismo; </li></ul><ul><li>Formação das vilas e posteriormente das cidades; </li></ul><ul><li>Na Crescente Fértil. </li></ul>
  5. 8. Assur - berço de grande cultura, centro de sabedoria, estudos e religiosidade. Concentrou por muito tempo a cede do poder político e econômico do império assírio
  6. 9. <ul><li>Localização: estreita faixa de terra comprimida entre os rios Tigre e Eufrates, norte do Golfo Pérsico (Iraque); </li></ul><ul><li>Cronologia: 4.000 a. C. a 1500 a. C. </li></ul><ul><li>Economia: agricultura de regadio (trigo e cevada), pastoreio, criação de gado, indústria (confecção de tecidos de lã, metalurgia e cerâmica); </li></ul>
  7. 10. <ul><li>Sociedade: dividida em casta. Casta Privilegiada, formada por sacerdotes, aristocratas, militares e comerciantes; Casta Explorada, formada por camponeses, pequenos artesãos e escravos; </li></ul><ul><li>Política: Monarquia Teocrática, rei representante de Deus, auxiliado por sacerdotes e ministros; </li></ul>
  8. 11. <ul><li>Escrita (cuneiforme), primeiro código de leis (Código de Hamurabi), literatura (Epopéia de Gilgamesh); </li></ul><ul><li>Astronomia (ano de 12 meses, semana de 7 dias, dia de 24 hs), astrologia (12 signos do Zodiáco); </li></ul><ul><li>Religião: caráter politeísta, crenças nas divindades do bem e do mal, cada cidade-estado tinha um Deus próprio; </li></ul><ul><li>Artes: arquitetura (zigurate), escultura em baixo relevo (cenas de expedições militares). </li></ul>
  9. 12. <ul><li>Estrutura: rígida construção e estilização. Pernas: torneadas e acabamento em forma de cone; </li></ul><ul><li>Pés: patas de leão e discos sobrepostos; </li></ul><ul><li>Madeiras: nobres (Ébano, Oliveira, Figueira); </li></ul><ul><li>Técnicas: torneados, incrustações, folheado à ouro, arte têxtil (os mesopotâmios produziram o 1º móvel estofado que se tem conhecimento); </li></ul>
  10. 13. <ul><li>Ornamentação: motivos retirados da fauna e da flora. Vegetais (árvore da vida, palmeira, flor de lotus); animais fantásticos e exuberantes; frisos geométricos. </li></ul>
  11. 14. Templo de Anú-Adad Escrita cuneiforme
  12. 15. Zigurate Jardins Suspensos da Babilônia
  13. 19. <ul><li>Localização: Norte da África, entre o Mar Mediterrâneo, o Sudão, o Mar Vermelho e o deserto da Líbia, às margens do rio Nilo; </li></ul><ul><li>Cronologia: 3.100 a. C. a 30 a. C.; </li></ul><ul><li>Economia: agricultura irrigada (cevada, trigo, legumes, algodão, frutas e papiro), indústria de metais, comércio de exportação; </li></ul>
  14. 21. <ul><li>Sociedade: classe dominante: constituída por sacerdotes, funcionários administrativos, comandantes do exército e escribas; classe dominada: constituída de soldados, artesãos, camponeses e escravos; </li></ul><ul><li>Política: Monarquia Teocrática, poder absoluto do faraó, sustentado por um sistema religioso e militarista; Antigo, Médio e Novo Império; </li></ul>
  15. 23. <ul><li>Escrita (hieróglifos), química (cobre, arsênico, petróleo e sal), medicina (especialização em cabeça, olhos, dentes e ventre), astronomia, matemática (álgebra e geometria); </li></ul><ul><li>Religião: caráter politeísta, faraó considerado um Deus vivo, crença na imortalidade da alma, no juízo final e na volta da alma ao mesmo corpo, mumificação do corpo; </li></ul><ul><li>Artes: influenciada pela religião, arquitetura (pirâmides, templos, palácios), pintura (postura hierática) e escultura (túmulos e templos); </li></ul>
  16. 25. <ul><li>Hieroglífico (complexa, utilizada pelos escribas); </li></ul><ul><li>Hierática ( sagrada, monopolizado pelos sacerdotes); </li></ul><ul><li>Demótica ( simplificado de cunho popular). </li></ul>
  17. 30. Toth
  18. 38. <ul><li>Estrutura: rígida construção, estabilidade. Pernas: acabamento em forma de patas de leão (leito de repouso e cadeira masculina) e em forma de patas de cachorro leito de repouso e cadeira feminina; </li></ul><ul><li>Madeira: madeiras importadas do Líbano e da Sicília. Cedro do Líbano, Ébano, Oliveira, Figueira, Sicômoro; </li></ul>
  19. 39. <ul><li>Técnica: Pinturas, Incrustações (marfins, madrepérola, pedras preciosas, prata, cerâmicas e vidros coloridos, folhamento em ouro); </li></ul><ul><li>Ornamentação: vegetais (lírio e palmeira) e animais (falcão, serpente, besouro),pássaros , peixes e aves, Deuses (sol), motivos geométricos; </li></ul>
  20. 41. Cadeira cerimonial da Princesa Sitamon, filha do faraó Akhenaton
  21. 42. ama encontrada na tumba da Rainha Hetepheres, com apoio para a cabeça Cadeira cerimonial encontrada na tumba de Tutankhamon O trono de Tutankhamon
  22. 43. Cadeira Cerimonial,18º Dinastia. Ouro, pedras, faiança, ébano, marfim Dois modelos de apoio para cabeça; o primeiro em versão dobrável, composto por uma tira de tecido
  23. 44. As camas recebiam decorações nos pés para entreter quem estivesse deitado. Alguns modelos recebiam incrustações nos pés
  24. 45. <ul><li>Cada animal representava uma qualidade, respectiva à sua própria característica. O chacal representava esperteza noturna; o gato, agilidade; o carneiro, reprodução; a serpente, poder de ataque; a águia, capacidade de voar; o escaravelho, ligado a ressurreição </li></ul>

×