Trabalho de sustentabilidade

7.493 visualizações

Publicada em

Elaborado por Paulo A B Menegussi e Tiziano P Cijerza.
Realizado com finalidade apresentativa em trabalho escolar referente à sustentabilidade.

Se quiser baixar, me contate pelo e-mail

If you want to donwload, send me a e-mail

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Trabalho de sustentabilidade

  1. 1. Extração de Madeira no estado de Santa Catarina www.meioambientesc.blogspot.com
  2. 2. Extração de Madeira <ul><li>Antes da colonização por descendentes de portugueses e de espanhóis viviam alí os índios Xokleng, que tinham na Araucaria angustifolia grande interesse alimentar devido a sua semente nutritiva, o pinhão. </li></ul><ul><li> O processo de colonização da região deu-se com a miscigenação dos descendentes de portugueses e de espanhóis – vindos de São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul – com índios e negros. Esta mistura deu origem ao caboclo, o qual vivia em pequenos povoados ou em fazendas do planalto . </li></ul><ul><li>A riqueza vegetal da região possibilitou a construção de inúmeras casas de madeira, hoje consideradas patrimônio histórico. Essa riqueza vegetal era imensa. Tanto que em 1923, o nome do município de Canoinhas, então chamado de “Santa Cruz de Canoinhas”, foi alterado para “Ouro Verde”. Contudo, essa abundância de recursos logo sofreu intensa exploração. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>A Guerra do Contestado e as disputas de terras entre Paraná e Santa Catarina acabaram somente no final de 1916, quando o governador de Santa Catarina Felipe Schmidt (1914-1918) e o governador do Paraná Afonso Camargo (1916-1920) assinaram um acordo definindo os limites territoriais entre os dois estados. </li></ul><ul><li> Durante os quarenta anos de exploração da madeira pela serraria americana Lumber Company, a mesma que construiu ferrovia, cerca de duzentos mil hectares de terras próximas a Canoinhas foram desmatados e aproximadamente cinco milhões de árvores foram derrubadas. </li></ul><ul><li>Seja nas casas, seja nas indústrias, a madeira sempre esteve intimamente ligada a região de Canoinhas. A partir da década de 1960, muitas madeireiras surgiram no local e após intenso desmatamento a área foi reflorestada com espécies nativas e exóticas, como o Pinus e o Eucaliptus . A prova dessa relação coma a madeira é que, atualmente, 40% da economia do município de Canoinhas provêm da atividade madeireira. </li></ul>
  4. 4. Espécies de madeira extraídas em Santa Catarina <ul><li>Imbuia ( Ocotea porosa) </li></ul>Principais Características: A Imbuia tem folhas pequenas e luzidias, flores insignificantes, tronco grosso, curto até as primeiras inserções dos galhos, razoavelmente retilíneo e por vezes retorcido. Seu fruto se constitui numa pequena cúpula basal. A madeira da Imbuia, outrora abundante mas hoje escassa, tem alto valor comercial para o ramo moveleiro por sua afabilidade ao entalhe e longa durabilidade, afora excelente aparência: de cor parda em geral, possui veios que vão do amarelo ao marrom com riscas pretas. Devido à exploração depredatória de sua madeira nobre, hoje a imbuia está ameaçada de extinção.
  5. 5. Espécies de madeira extraídas em Santa Catarina <ul><li>Cedro ( Cedrela brasiliensis ) </li></ul>Principais Características: Altura de vinte a trinta e cinco metros, com tronco de sessenta a noventa centímetros de diâmetro, folhas compostas de sessenta a cem centímetros de comprimento, com folíolos de oito a catorze centímetros de comprimento.
  6. 6. Espécies de madeira extraídas em Santa Catarina <ul><li>Pinus (Elliottii Pinus) </li></ul>Pinus elliottii é uma espécie de pinheiro originária do novo mundo, no Canadá e nos Estados Unidos da América. Madeira ainda cultivada no sul do Brasil, mas perdeu espaço para o Eucalipto.
  7. 7. Espécies de madeira extraidas em Santa Catarina <ul><li>Eucalipto (Eucalyptus Globulus) </li></ul>Conhecido por eucalipto-comum ou eucalipto-da-Tasmânia , é uma espécie florestal de folha perene pertencente ao gênero Eucalyptus, de crescimento rápido, capaz de produzir árvores de 30 a 55 m de altura (um exemplar existente na Tasmânia tem 90,7 m de altura). Originária da Austrália, a espécie é hoje uma das árvores mais amplamente cultivada em florestas de produção, principalmente para a fabricação de pasta de papel e para queima. É a mais expandida das cerca de 600 espécies que integram o género Eucalyptus .
  8. 8. Espécies de madeira extraídas em Santa Catarina <ul><li>Araucária ( Araucaria angustifolia) </li></ul>O gênero Araucária L. Jussieu, cuja origem remonta há cerca de 200 milhões de anos, A despeito de ocupar extensas áreas, a sua exploração indiscriminada colocou-a na lista oficial das espécies da flora brasileira ameaçadas de extinção. Dos 20 milhões de hectares originalmente cobertos pela Floresta de Araucária, restam, atualmente, cerca de 2% dessa área. Particularmente no Estado do Paraná, as serrarias e o uso industrial foram as principais responsáveis pelo desmatamento
  9. 9. Blog <ul><li>meioambientesc.blogspot.com </li></ul><ul><li>Este é o Blog que está no ar a respeito de nosso </li></ul><ul><li>projeto visando conscientizar as pessoas a respeito da extração de madeira no estado de Santa Catarina. </li></ul><ul><li>Acesse e veja você também! </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Fundação do Meio-Ambiente </li></ul><ul><li>www.fatma.sc.gov.br </li></ul><ul><li>Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina </li></ul><ul><li>www.sds.sc.gov.br </li></ul><ul><li>Portal do Meio Ambiente do Paraná </li></ul><ul><li>www.meioambiente.pr.gov.br </li></ul><ul><li>Fundação do Meio Ambiente SC </li></ul><ul><li>www.pmf.sc.gov.br </li></ul>

×