Crise de imagem em redes sociais on-line (Crisis Image Online Social Networking)

1.188 visualizações

Publicada em

Crise de imagem em redes sociais on-line: apresentação do trabalho de conclusão do curso de Pós-graduação em Gestão do Design
do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo - Agosto.2013

(Crisis Image Online Social Networking: presentation of completion work of post-graduate in Design Management)

Publicada em: Negócios
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.188
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
161
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Crise de imagem em redes sociais on-line (Crisis Image Online Social Networking)

  1. 1. Crise de Imagem em Redes Sociais On-Line @WalterFonseca #orientação @MarcosHiller Trabalho de Conclusão do Curso de Pós-graduação em Gestão do Design do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo - Agosto.2013
  2. 2. O estudo propôs a discussão de crise de imagem em redes sociais on-line, potencializadas pelo avanço das tecnologias de comunicação, em especial pela popularização da comunicação por meio de dispositivos móveis
  3. 3. A televisão da década de 1950 serviu como um guia imaginativo para os novos enclaves suburbanos @StevenJohnson
  4. 4. o acesso a informação, hoje, começa na palma da mão das pessoas @MarthaGabriel
  5. 5. Nos últimos dez anos, houve um grande crescimento nas vendas de computadores, notebooks, smartphones e, agora, os tablets; sem contar o cenário da evolução da conexão no Brasil @PatríciaTeixeira
  6. 6. O boca-a-boca nunca foi tão valorizado como após o advento da internet e das redes sociais @E.life
  7. 7. #Redes sociais existem há pelo menos três mil anos @MarthaGabriel
  8. 8. O que mudou ao longo da história foi a abrangência e difusão das #redes sociais @MarthaGabriel
  9. 9. As #redes sociais permitem uma interação em tempo real, dando assim repercussão a uma ação acontecida do outro lado do mundo @PatríciaTeixeira
  10. 10. Longe de ser apenas um modismo, as #redes sociais conectam pessoas não somente em torno de interesses, mas também em torno de marcas e empresas @E.life
  11. 11. MarthaGabriel: Os #números e #estatísticas de redes sociais mudam a todo instante
  12. 12. 130#2010 @Vaynerchuck @Facebook
  13. 13. 300#2010 @Vaynerchuck @Twitter
  14. 14. 7740 #2010 @Vaynerchuck
  15. 15. 68MILHÕES #2011 @PatríciaTeixeira
  16. 16. 56% #2013 @Ibope
  17. 17. 115%desde 2003 @Ibope
  18. 18. O tráfego de dados na internet em apenas um dia de 2013 equivale ao tráfego do ano todo de 2001 @Ibope
  19. 19. 80% #2010 @MarthaGabriel
  20. 20. 86%#2011 @PatríciaTeixeira @Nielsen
  21. 21. #2010 @MarthaGabriel
  22. 22. Jovens interagem mais que idosos #2010 @MarthaGabriel
  23. 23. De 10% a 20% dos usuários das redes sociais geram de 80% a 90% de todo o conteúdo produzido nas redes sociais #2010 @MarthaGabriel
  24. 24. 40%do que é falado nas redes sociais é bobagem #2010 @MarthaGabriel
  25. 25. 60% 40%retenção abandono #2010 @MarthaGabriel
  26. 26. 91% #2013 @E.life
  27. 27. 28,3% + 40 h #2013 @E.life
  28. 28. 84% #2013 @E.life
  29. 29. 50,6% #2013 @E.life
  30. 30. 58,1% #2013 @E.life
  31. 31. 43,1% #2013 @E.life
  32. 32. 60,9% 56,2% 11,5% 68% #2013 @E.life
  33. 33. 88,9% 41% 34,3% 37,7% 21,7% #2013 @E.life
  34. 34. Veja: Uma em cada três crianças americanas está presente na web antes mesmo de nascer, através de ultrassonografia postada em redes sociais
  35. 35. Veja: Aos 2 anos, 92% das crianças estão na internet, em fotos e vídeos, e algumas já contam com perfil no Facebook #2013
  36. 36. Hoje as crianças e jovens vêem a internet como parte da vida cotidiana, assim como seus pais viam a televisão e seus avós, o rádio @DonTapscott
  37. 37. MarcGobé: O #consumidor está conectado à outros consumidores em eventos globais com capacidade de influenciar o mundo com suas crenças
  38. 38. Esse #consumidor é extremamente ativo e exigente, mas, sobretudo, empoderado por instrumentais da web 2.0 @CarolinaTerra
  39. 39. PatríciaTeixeira: O #consumidor tem voz pelas ferramentas colaborativas e interativas da web e interfere na comunicação, nas estratégias e consequentemente Interferindo diretamente na reputação e na imagem das organizações.
  40. 40. Shirky: A produção de novos tipos de conteúdo é possível graças ao processo que se denomina de amadorismo em massa @SilavanaComba @EdgardoToledo
  41. 41. produz compartilha dissemina replicam endossa comentam incomodam
  42. 42. CarolinaLima: o #consumidor, além de reclamar sobre seu produto ou serviço, pode espalhar a mensagem com muita facilidade e influenciar todos os seus amigos e seguidores
  43. 43. CarolinaTerra: O #consumidor, tendo razão ou não, já estampou a marca no mundo virtual para que qualquer um possa ver e consultar as queixas
  44. 44. A #opinião pública é formada pela percepção, não pela realidade @MarioRosa
  45. 45. PatríciaTeixeira: A força da #opinião pública se torna grande mobilizadora capaz de retirar um produto das prateleiras
  46. 46. MarioRosa: Uma equipe bem informada impede a proliferação de boatos
  47. 47. DonTapscott: As pessoas esperam saber tudo instantaneamente
  48. 48. DonTapscott : A internet levou a #transparência a um nível totalmente novo
  49. 49. O vácuo de informações abre espaço para especulações e desinformação @MarioRosa
  50. 50. MarioRosa: É preciso falar o que é possível falar, com base na informação disponível
  51. 51. Vaynerchuck: Uma comunicação aberta e honesta é a chave para um bom relacionamento
  52. 52. #Reputação é a consequência da boa imagem @DanielLaufer
  53. 53. CarolinaTerra: A internet passou a evidenciar a trajetória e a #reputação das organizações
  54. 54. MarioRosa: #Crise é um campo da comunicação que vem sendo estudado há relativamente pouco tempo
  55. 55. Quando se fala de #crise, o que os gestores visualizam são as financeiras e econômicas @PatríciaTeixeira
  56. 56. Qualquer acontecimento que traga impacto negativo sobre uma marca ou produto @MarthaGabriel
  57. 57. PatriciaTeixeira: O silencio por parte da empresa, pode transmitir indiferença perante o problema
  58. 58. PatriciaTeixeira: #Crises dão audiência e fazem os meios de comunicação lucrar
  59. 59. PatriciaTeixeira: A boa reputação conquistada em momentos de calmaria, se torna crédito em momentos de #crise
  60. 60. Mcluhan: Pessoas demais sabem coisas demais umas das outras
  61. 61. MarthaGabriel: Hoje as opiniões sobre uma marca ou produto podem ser compartilhadas com milhares de pessoas.
  62. 62. CarolinaLima: Um cliente pode desabafar sobre um problema em 140 caracteres, ou gravar um vídeo de três minutos, ou quem sabe publicar uma mensagem ruim sobre uma marca
  63. 63. Dave Fleet: Em algum momento, a empresa fará algo que irritará algumas pessoas @MarthaGabriel
  64. 64. Dave Fleet: Não importa se está usando redes sociais ou não @MarthaGabriel
  65. 65. Dave Fleet: Você não consegue se planejar defensivamente quando a crise já está acontecendo @MarthaGabriel
  66. 66. Dave Fleet: Nunca foi tão fácil para as pessoas se organizarem @MarthaGabriel
  67. 67. Dave Fleet: O slacktivismo existe e é bastante ativo nos ambientes on-line @MarthaGabriel Slacktivismo é quando as pessoas aderem a uma causa falsa
  68. 68. Dave Fleet: Controle é um mito – Nas redes sociais é impossível controlar o que acontece @MarthaGabriel
  69. 69. Dave Fleet: Os erros pioram a crise @MarthaGabriel
  70. 70. González-Herrero e Smith: Internet pode ser um facilitador de crises @PatríciaTeixeira
  71. 71. González-Herrero e Smith: A internet pode ser considerada um “gatilho de crise” @PatríciaTeixeira
  72. 72. CarolinaTerra: As organizações não podem evitar que o contingente de usuários na web ressignifique, reestilize, satirize ou ovacione sua marca, seus produtos ou serviços
  73. 73. MarioRosa: Crise é um sintoma de sucesso @PatríciaTeixeira
  74. 74. CarolinaLima: A comunicação eficaz e transparente pode contribuir para uma possível solução da crise, com respostas rápidas e honestas.
  75. 75. Keller e Kotler: quanto mais tempo a empresa demorar para responder a uma crise, mais prováveis serão as impressões negativas
  76. 76. Quanto mais forte uma reputação corporativa for estabelecida, mais chances a empresa terá de resistir a tempestade @Keller @Kotler:
  77. 77. PatríciaTeixeira: o consumidor perdoa empresas com problemas
  78. 78. Vaynerchuck: com o tempo, se uma empresa ou marca administrar seu desastre administrativo adequadamente, a maioria vai esquecer e até perdoar
  79. 79. Dizer que uma #crise passou é um desafio, pois ela pode retornar a qualquer momento @PatriciaTeixeira
  80. 80. www.walterfonseca.com

×