Contratação mão de obra

818 visualizações

Publicada em

Seminário apresentado em 17/11/2010 na disciplina de Princípios de Administração Financeira, UFCG.

Publicada em: Negócios, Esportes, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
818
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Contratação mão de obra

  1. 1. Contratação de mão de obra Vítor Avelino
  2. 2. Estágio PJ CLT Flex Cooperado CLT
  3. 3. CLT
  4. 4. Como fica o empregado?
  5. 5. Algumas vantagens... • Benefícios estabelecidos em lei (férias, FGTS e licença médica remunerada) • Segurança quanto à remuneração • Utilização dos direitos conseguidos pela categoria profissional e sindicatos
  6. 6. Mais vantagens! • Utilização de benefícios no caso de demissão por parte da empresa: FGTS, multa por rescisão, salário desemprego, etc. • A empresa pode oferecer benefícios adicionais (escolas ou cursos pagos, vale-refeição, vale-transporte, bônus por horas trabalhadas, brindes, etc.)
  7. 7. Porém, desvantagens... • Aumentos de remuneração dependentes da disponibilidade (ou conjungação de vários fatores) da empresa ou de acordo com sindicatos e governo • Descontos consideráveis em folha de pagamento
  8. 8. Mais desvantagens... • No caso do pedido de demissão, o funcionário fica com o valor do FGTS retido, além de não receber o valor de multa por rescisão • Tendência à comodidade ("afrouxamento") em relação à remuneração
  9. 9. E mais um pouco! • Total dependência profissional da empresa (método de trabalho, chefias, ambiente, etc.) • Nem sempre o funcionário tem formas de contestar as horas trabalhadas, a não ser pelos penosos processos judiciais
  10. 10. E o empregador?
  11. 11. Algumas vantagens... • Relação com funcionários tendem a ser mais estáveis e duradouras • Maior possibilidade de desenvolver uma identidade da empresa • Maior controle da qualidade de pessoal
  12. 12. Mais vantagens! • Gastos com pessoal são mais previsíveis • Maior facilidade para projetos de longo prazo
  13. 13. Porém, desvantagens... • Alto custo operacional • Necessidade de contornar deficiências oriundas de benefícios, como, por exemplo, férias, faltas justificadas, etc.
  14. 14. E mais um pouco delas! • Governos e/ou sindicatos podem aumentar custos de pessoal • Dificuldade em realocar pessoal para determinadas tarefas sem prejudicar outras
  15. 15. PJ
  16. 16. Como fica o contratado?
  17. 17. Ganhos do contratado... • Grande dimunição dos descontos na remuneração • Possibilidade de negociação da remuneração de acordo com o mercado • Maior independência no trabalho (método, horário, instrumentos, etc.)
  18. 18. • Possibilidade de prestação de serviços a outras empresas • Possibilidade de parcerias com outras empresas prestadoras de serviços • Maiores desafios e maior motivação Outras vantagens
  19. 19. Nem tudo são maravilhas... • Empresa deve prover seus próprios recursos nos casos de ausência de trabalho sem remuneração ou afastamento médico • Necessidade de manter contratos em andamento
  20. 20. • Concorrência pode levar à diminuição dos valores para determinados serviços • Investimentos profissionais muitas vezes são feitos com recursos próprios Mais desvantagens...
  21. 21. E o contratante?
  22. 22. Alguns ganhos... • Diminuição imediata de custo operacional • Possibilidade de trabalho com quadro variável de pessoal • Fácil negociação de custos de serviços
  23. 23. Mais vantagens... • Fácil rescisão de contratos, sem ônus legais • Custos de serviços baseados em valores de mercado • Maior flexibilidade de alocação de pessoal para fins específicos
  24. 24. Mas, prestemos atenção! • Contrato pode dar margens a imprecisões dos serviços • Necessidade de seguir orientações de mercado, tanto para custos quanto para qualidade dos serviços • Necessidade de obter boas referências no mercado • Preços de determinados serviços podem crescer inesperadamente no mercado
  25. 25. CLT Flex
  26. 26. Artifício para pagar menos imposto Apenas 40% a 60% do salário é assinado Direitos como FGTS e INSS enfraquecidos
  27. 27. Beneficia os dois lados Vem tordando-se bastante utilizado Maior risco para o empregado
  28. 28. Cooperado
  29. 29. Aumento imediato da remuneração Custo operacional dividido Requer investimentos privados
  30. 30. Está cada vez mais em desuso Contato direto entre cooperativa e empregado Maior risco para o empregado
  31. 31. Estágio
  32. 32. Máximo 30 horas/semana Férias de 30 dias sem abono Vínculo de no máximo dois anos Remuneração e auxílio transporte compulsórios Não existe piso estabelecido
  33. 33. Quantos estagiários?
  34. 34. • De um a cinco empregados: um estagiário • De seis a dez empregados: até dois estagiários • De 11 a 25 empregados: até cinco estagiários • Acima de 25 empregados: até 20% de estagiários
  35. 35. Caso de estudo Simples nacional
  36. 36. Custo de um empregado?
  37. 37. • 8% de FGTS sobre o salário • Férias + 1/3 de abono • 13º salário
  38. 38. Encargos da empresa?
  39. 39. • IRPJ, PIS/PASEP, COFINS, CSLL e ISS • 6% até 18,50% sobre o faturamento (R$ 0 até 2,4 mi)
  40. 40. Obrigado! Vítor Avelino vitor88@gmail.com - @vitoravelino
  41. 41. Crédito das fotos • http://www.flickr.com/photos/stuartpilbrow/2942333106/ • http://www.flickr.com/photos/swamysk/360173450/ • http://www.flickr.com/photos/labor2008/2743984517/ • http://www.flickr.com/photos/trushu/524574337/ • http://www.flickr.com/photos/usacehq/4857211814/ • http://www.flickr.com/photos/post406/252879466/ • http://www.flickr.com/photos/peterjbaer/2133040558/ • http://www.flickr.com/photos/bpamerica/4645402502/ • http://www.flickr.com/photos/johncohen/152850884/

×