Mapas de Densidade e VelocidadeMapas de Densidade e Velocidade
e Estimativa da Distância dae Estimativa da Distância da
Re...
AAPRESENTAÇÃOPRESENTAÇÃO
 Introdução
 Regiões HII e efeito champagne
 NGC 2579
 Objetivos
 Coleta e Redução de Dados
...
1. I1. INTRODUÇÃONTRODUÇÃO
 Definição
1.1 Regiões HII
1. I1. INTRODUÇÃONTRODUÇÃO
 Definição
1.1 Regiões HII
 Características observacionais
1. I1. INTRODUÇÃONTRODUÇÃO
 Definição
1.1 Regiões HII
1
1 pc = 3.1013
km
 Características observacionais
 Densidade ele...
1. I1. INTRODUÇÃONTRODUÇÃO
 Coordenadas do sistema
equatorial
 α = 8
h
20
m
55
s
 δ = -36º12′59″
1.2 NGC 2579
Imagem ob...
1. I1. INTRODUÇÃONTRODUÇÃO
 Estimar a densidade eletrônica em pontos sobre
NGC 2579 e gerar um mapa de densidade
eletrôni...
 Dois turnos em 2004 (22 - 23 abril e 08 novembro);
 Telescópio de 1,60 m do OPD, MG;
 Fenda longa de 5,63', na direção...
2. C2. COLETAOLETA EE RREDUÇÃOEDUÇÃO DOSDOS DDADOSADOS
2.1 Observações
 Um turno em abril de 2005;
 Telescópio de 0,60 m...
2. C2. COLETAOLETA EE RREDUÇÃOEDUÇÃO DOSDOS DDADOSADOS
2.1 Observações
Imagens Fotométricas
Objeto Filtro Tempo [s] Data
(...
3. M3. MAPASAPAS DEDE DDENSIDADEENSIDADE EE VVELOCIDADEELOCIDADE
3.1 Medidas
Espectros
Bidimensionais
Espectros
Unidimensi...
3. M3. MAPASAPAS DEDE DDENSIDADEENSIDADE EE VVELOCIDADEELOCIDADE
3.2 Velocidade radial
Correção quanto a
posição e data da...
3. M3. MAPASAPAS DEDE DDENSIDADEENSIDADE EE VVELOCIDADEELOCIDADE
3.3 Mapas
4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA
4.1 Fotometria UBVR
 Fotometria utilizando PSF
(point spread function)...
4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA
4.1 Fotometria UBVR
 Diagramas cor-cor,
seqüência principal e
classe d...
4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA
4.1 Fotometria UBVR
 Correção por excesso de cor E(B-V):
 Módulo da d...
4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA
Nº E(B-V) [mag] d [kpc]
1 0,483 0,45
2 1,264 9,27
3 1,358 8,69
4 1,348 ...
4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA
4.2 Distância Cinemática
 Cálculos a partir da velocidade radial estim...
4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA
4.3 Via fluxo em Hα
 Relação da luminosidade em Hβ
e a quantidade de f...
4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA
4.3 Via fluxo em Hα
 Então:
 Ou, isolando a distância:
4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA
4.3 Via fluxo em Hα
 Das imagens obtidas em SPM obteve-se F(Hα) com e ...
4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA
4.4 Comparação entre os métodos
 Fixando a distância do objeto estima-...
4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA
4.4 Comparação entre os métodos
 Os valores estimados para a distância...
Esquema da posição de NGC 2579 na Galáxia
8,5 kpc
13,79 kpc
8,83 kpc
4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA
5. C5. CONCLUSÃOONCLUSÃO
 A partir dos dados espectroscópicos foi possível
a estimativa da densidade eletrônica e da
velo...
ObrigadoObrigado
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dissertação: Mapa de Densidade e Velocidade e Estimativa da Distância da Região HII Galáctica NGC 2579.

280 visualizações

Publicada em

Dissertação defendida por mim em 2006 com o título "Mapa de Densidade e Velocidade e Estimativa da Distância da Região HII Galáctica NGC 2579".

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
280
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dissertação: Mapa de Densidade e Velocidade e Estimativa da Distância da Região HII Galáctica NGC 2579.

  1. 1. Mapas de Densidade e VelocidadeMapas de Densidade e Velocidade e Estimativa da Distância dae Estimativa da Distância da Região H II Galáctica NGC 2579Região H II Galáctica NGC 2579 Vinicius de Abreu Oliveira Orientador: Marcus Vinicius Fontana Universidade Federal de Santa Maria - UFSMUniversidade Federal de Santa Maria - UFSM Programa de Pós-Graduação em FísicaPrograma de Pós-Graduação em Física
  2. 2. AAPRESENTAÇÃOPRESENTAÇÃO  Introdução  Regiões HII e efeito champagne  NGC 2579  Objetivos  Coleta e Redução de Dados  Densidade Eletrônica e Velocidade Radial  Medidas em Hα  Densidade eletrônica  Velocidade radial VLSR  Cálculo da Distância  Fotometria UBVR  Distância cinemática  Fluxo em Hα  Conclusão
  3. 3. 1. I1. INTRODUÇÃONTRODUÇÃO  Definição 1.1 Regiões HII
  4. 4. 1. I1. INTRODUÇÃONTRODUÇÃO  Definição 1.1 Regiões HII  Características observacionais
  5. 5. 1. I1. INTRODUÇÃONTRODUÇÃO  Definição 1.1 Regiões HII 1 1 pc = 3.1013 km  Características observacionais  Densidade eletrônica:  Temperatura eletrônica:  Temperatura efetiva da estrela ionizante:  Diâmetro: 10 a 1.000 cm -3 10.000 K 30.000 a 50.000 K 10 pc 1
  6. 6. 1. I1. INTRODUÇÃONTRODUÇÃO  Coordenadas do sistema equatorial  α = 8 h 20 m 55 s  δ = -36º12′59″ 1.2 NGC 2579 Imagem observada utilizando câmera direta com CCD acoplado ao telescópio de 0,60 m do OPD, sem utilização de filtro.  Coordenadas galácticas  l = 254,67º  b = +0,22º
  7. 7. 1. I1. INTRODUÇÃONTRODUÇÃO  Estimar a densidade eletrônica em pontos sobre NGC 2579 e gerar um mapa de densidade eletrônica;  Calcular a velocidade de afastamento da nebulosa e gerar um mapa de velocidade radial;  Confirmar o efeito champagne;  Estimar a distância do objeto em relação ao Sol e ao centro Galáctico. 1.3 Objetivos
  8. 8.  Dois turnos em 2004 (22 - 23 abril e 08 novembro);  Telescópio de 1,60 m do OPD, MG;  Fenda longa de 5,63', na direção Leste-Oeste;  Faixa de 6000 a 7000 Ǻ;  Estrelas padrão HR3454 e HR9087. 2. C2. COLETAOLETA EE RREDUÇÃOEDUÇÃO DOSDOS DDADOSADOS Posição Tempo [s] Posição Tempo [s] -40 1 x 1200 0 2 x 1200 -35 1 x 1200 +5 -30 1 x 1200 +10 1 x 1200 -25 1 x 1200 +15 2 x 1200 -20 1 x 1200 +20 -15 1 x 1200 +25 1 x 1200 -10 1 x 1200 +30 1 x 1200 -5 1 x 1200 2.1 Observações Imagens Espectrométricas 1 x 600 2 x 600 1 x 1200 1 x 1200
  9. 9. 2. C2. COLETAOLETA EE RREDUÇÃOEDUÇÃO DOSDOS DDADOSADOS 2.1 Observações  Um turno em abril de 2005;  Telescópio de 0,60 m do OPD, MG;  Filtros BVR e sem filtro (limpo);  Ganho de 5 e- /ADU;  Ruído de leitura de 4,1 e-/RMS;  Seeing estimado variando de 1,55″ a 2,3″. Imagens Fotométricas  Um turno em março de 2000;  Telescópio de 1,50 m do SPM, México;  Filtros U e nebulares (centrado em Hα e em 6450 Ǻ);  Ganho de 1,2 e- /ADU;  Ruído de leitura de 7,8 e-/RMS;  Seeing estimado variando de 4,8″ a 8,1″.
  10. 10. 2. C2. COLETAOLETA EE RREDUÇÃOEDUÇÃO DOSDOS DDADOSADOS 2.1 Observações Imagens Fotométricas Objeto Filtro Tempo [s] Data (2005) Objeto Filtro Tempo [s] Data (2000) NGC 2579 B 5 x 120 + 5 x 240 10.04 NGC 2579 U 1 x 300 09.03 V 5 x 45 + 7x 35 + 5 x 25 10.04 Hα 5 x 300 15.03 R 6 x 25 + 10 x 10 + 6 x 20 10.04 6450 4 x 60 15.03 limpo 1 x 5 10.04 Feige 34 Hα 2 x 300 15.03 SA 99- 447/438 B 6 x 50 10.04 6450 1 x 200 15.03 V 6 x 20 10.04 PG0918+029 U 1 x 300 09.03 R 5 x 15 10.04 PG1323-086 U 2 x 300 09.03 SA 106-700 B 6 x 120 + 11 x 240 10.04 V 5 x 90 + 7 x 45 10.04 R 14 x 15 + 6 x 30 10.04
  11. 11. 3. M3. MAPASAPAS DEDE DDENSIDADEENSIDADE EE VVELOCIDADEELOCIDADE 3.1 Medidas Espectros Bidimensionais Espectros Unidimensionais Hα (6563 Ǻ) 6716 Ǻ 6731 Ǻ
  12. 12. 3. M3. MAPASAPAS DEDE DDENSIDADEENSIDADE EE VVELOCIDADEELOCIDADE 3.2 Velocidade radial Correção quanto a posição e data da observação VLSR Vhelio
  13. 13. 3. M3. MAPASAPAS DEDE DDENSIDADEENSIDADE EE VVELOCIDADEELOCIDADE 3.3 Mapas
  14. 14. 4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA 4.1 Fotometria UBVR  Fotometria utilizando PSF (point spread function);  Magnitudes V e índices de cor (U-B) e (B-V); Nº V [mag] (U-B) [mag] (B-V) [mag] Nome Tipo Espectral 1 10,385± 0,008 1,377 ± 0,004 1,553 ± 0,017 CD-35 4502 2 13,055 ± 0,015 -0,104 ± 0,003 0,934 ± 0,029 VdBH 13a B 3 13,607 ± 0,012 -0,237 ± 0,008 1,038 ± 0,026 VdBH 13b A 4 13,910 ± 0,034 -0,099 ± 0,002 1,028 ± 0,072 5 13,748 ± 0,004 -0,184 ± 0,003 0,958 ± 0,008 VdBH 13c A K1 III O5 V O6,5 V O8 V O9 V
  15. 15. 4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA 4.1 Fotometria UBVR  Diagramas cor-cor, seqüência principal e classe das gigantes;
  16. 16. 4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA 4.1 Fotometria UBVR  Correção por excesso de cor E(B-V):  Módulo da distância:  Coeficiente de absorção:
  17. 17. 4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA Nº E(B-V) [mag] d [kpc] 1 0,483 0,45 2 1,264 9,27 3 1,358 8,69 4 1,348 8,44 5 1,268 7,30 4.1 Fotometria UBVR Valores Médios: d = 8,42 kpc R = 13,45 kpc
  18. 18. 4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA 4.2 Distância Cinemática  Cálculos a partir da velocidade radial estimada para o objeto;  O modelo de rotação Galáctica de Brand & Blitz (1993), para BBW 138 estimaram R = 11,43 kpc e VLSR = 68,2 km s-1. VLSR = 62,87 km s -1 d = 7,11 kpc R = 12,45 kpc
  19. 19. 4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA 4.3 Via fluxo em Hα  Relação da luminosidade em Hβ e a quantidade de fótons ionizantes (OSTERBROCK, 1989):  A luminosidade L(Hβ ) se relaciona com a distância por:
  20. 20. 4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA 4.3 Via fluxo em Hα  Então:  Ou, isolando a distância:
  21. 21. 4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA 4.3 Via fluxo em Hα  Das imagens obtidas em SPM obteve-se F(Hα) com e sem as estrelas nas imagens; Situação logFHα [erg cm-2 s-1 ] logFHβ [erg cm-2 s-1 ] d [kpc] CE -9,56 -10,59 9,65 SE -9,63 -10,67 10,53
  22. 22. 4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA 4.4 Comparação entre os métodos  Fixando a distância do objeto estima-se a quantidade total de fótons ionizantes: d [kpc] Situação Log Q(Hº) [fótons/s] 8,42 CE 49,61 SE 49,54 7,11 CE 49,47 SE 49,39
  23. 23. 4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA 4.4 Comparação entre os métodos  Os valores estimados para a distância em cada método utilizado: Método utilizado d [kpc] R [kpc] Fotometria UBVR 8,42 13,45 Distância cinemática 7,11 12,44 Fluxo em Hα CE 9,65 14,44 SE 10,53 15,18
  24. 24. Esquema da posição de NGC 2579 na Galáxia 8,5 kpc 13,79 kpc 8,83 kpc 4. E4. ESTIMATIVASTIMATIVA DADA DDISTÂNCIAISTÂNCIA
  25. 25. 5. C5. CONCLUSÃOONCLUSÃO  A partir dos dados espectroscópicos foi possível a estimativa da densidade eletrônica e da velocidade de afastamento de NGC 2579;  Construção de um mapa de intensidade da linha Hα, um de densidade eletrônica e um de velocidade radial e confirmação do efeito champagne;  Estimativa da distância de NGC 2579 por três diferentes métodos;
  26. 26. ObrigadoObrigado

×