A Economia Portuguesa na
Atualidade!

Trabalho realizado por: Tiago Dias Nº15 11ºS
Introdução!

Este trabalho serve como elemento de avaliação do módulo 8 “ A Economia
Portuguesa na Atualidade” e foi propo...
Definição de População!
Em termos económicos, a população que constitui um país pode dividir-se em 2
grandes grupos:
Popul...
População Ativa entre 2000 e 2012!

A percentagem de população ativa do sexo masculino de
2000 até 2009 aumentou, baixou e...
Factores!
Factores que influenciam a população ativa:
Estrutura etária;
Trabalho feminino;
Escolaridade obrigatória e idad...
População inativa!
Desde 2000 até 2012 o numero de população
inativa tem aumentado constantemente pois em
2000 era de 4,98...
População residente em Portugal!
Como podemos ver o numero de residentes e
Portugal após um aumento começou a diminuir
em ...
Setores de Atividade!

Setor primário – atividades ligadas à exploração do solo: agricultura, silvicultura,
pecuária, pesc...
Setores de Atividade!

Setor secundário – atividades que implicam a transformação: industria,
construção civil e obras pub...
Setores da Atividade!

Setor terciário – atividades ligadas à prestação de serviços: comércio, saúde,
ensino, administraçã...
Setores de atividade!

O setor primário, está praticamente em desuso, uma vez que as pessoas largam
os campos, ou seja dei...
Indicadores da situação do país!
Taxa de atividade;
Taxa de desemprego;
Taxa de atividade feminina;
Taxa de desemprego dos...
Evolução do desemprego!

Este gráfico mostra-nos a evolução do
desemprego ao longo dos últimos anos,
como podemos ver desd...
Desemprego por idade!
A percentagem de população que tem sofrido
mais com a evolução do desemprego é a
compreendida entre ...
Esperança média de vida!
Mas há diferenças substanciais entre o
sexo masculino e feminino: de acordo
com as estimativas do...
Mortalidade!

A taxa de mortalidade bruta diminuiu ligeiramente
de 2000 até 2011, porém em 2012 voltou a aumentar
voltando...
Escolaridade!
Este gráfico é sobre a escolaridade desde
2000 até 2012 , e como podemos ver o
numero de alunos que não freq...
Evolução do desemprego!

Como podemos ver o desemprego
tem vindo a aumentar desde 2000
atingindo em 2010 os 11,0% porém
es...
Evolução da Divida Pública!
Este gráfico só dá para ver o
crescimento da divida publica entre
2000 e 2010 e como podemos
c...
Informação!
As previsões falhadas do Governo vão obrigar a prolongar os cortes na despesa.
Segundo o Diário de Notícias, o...
Minha opinião!

Na minha opinião esta crise ainda está muito longe de terminar, pois diariamente
esta agrava-se uma vez qu...
Conclusão!

Este trabalho ajudou-me a ter mais consciência sobre o estado lastimoso em que
Portugal se encontra e a difere...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Economia de portugal na atualidade

11.428 visualizações

Publicada em

Um pequeno resumo da Economia de Portugal

  • Seja o primeiro a comentar

Economia de portugal na atualidade

  1. 1. A Economia Portuguesa na Atualidade! Trabalho realizado por: Tiago Dias Nº15 11ºS
  2. 2. Introdução! Este trabalho serve como elemento de avaliação do módulo 8 “ A Economia Portuguesa na Atualidade” e foi proposto pela professora da disciplina Maria da Conceição Correia.
  3. 3. Definição de População! Em termos económicos, a população que constitui um país pode dividir-se em 2 grandes grupos: População ativa; População inativa; População ativa – conjunto de indivíduos, com um mínimo de 15 anos de idade, que exercem uma profissão remunerada, incluindo os desempregados ( à procura de emprego) e até os que estão a cumprir serviço militar. População inativa – Conjunto de indivíduos de qualquer idade que não podem ser considerados economicamente ativos.
  4. 4. População Ativa entre 2000 e 2012! A percentagem de população ativa do sexo masculino de 2000 até 2009 aumentou, baixou em 2010, em 2011 aumentou ligeiramente , porem a partir de 2011 tem continuado a baixar. Relativamente ao sexo feminino aumentou desde 2000 até 2012 (ao contrario do sexo masculino) porém a partir de 2010 baixou. Estas descidas devem-se à crise económica que “atirou “ para o desemprego milhares de pessoas, mas muitas também não querem trabalhar estas descidas agravaramse ainda mais em 2013.
  5. 5. Factores! Factores que influenciam a população ativa: Estrutura etária; Trabalho feminino; Escolaridade obrigatória e idade da reforma; Emigração e Imigração.
  6. 6. População inativa! Desde 2000 até 2012 o numero de população inativa tem aumentado constantemente pois em 2000 era de 4,984,8 e em 2012 era de 5,105,2. A média de população inativa é de aproximadamente 5015,74, o que é uma média bastante elevada para Portugal.
  7. 7. População residente em Portugal! Como podemos ver o numero de residentes e Portugal após um aumento começou a diminuir em 2012 o numero de população era de 10,487,289 ou seja diminuiu face ao ano anterior, isto deve-se às emigrações pois com estamos numa crise económica muita gente quer seja jovens ou não, emigram à procura de melhores condições de vida, os jovens são os que emigram mais, pois seguiram o conselho dos nossos “superiores”
  8. 8. Setores de Atividade! Setor primário – atividades ligadas à exploração do solo: agricultura, silvicultura, pecuária, pesca, caça e exploração mineira ( esta ultima engloba o setor secundário).
  9. 9. Setores de Atividade! Setor secundário – atividades que implicam a transformação: industria, construção civil e obras publicas, produção de energia ( água, gás e eletricidade)
  10. 10. Setores da Atividade! Setor terciário – atividades ligadas à prestação de serviços: comércio, saúde, ensino, administração pública, seguros, banca, etc.
  11. 11. Setores de atividade! O setor primário, está praticamente em desuso, uma vez que as pessoas largam os campos, ou seja deixam de explorar os solos, o setor secundário é muito importante para a economia dum país pois ajuda a produzir riqueza e está ligado ao primário e é praticamente o mais usado, já o terceiro é mais habitual e na minha opinião é o mais importante uma vez que é o que instrui a população o que vai ajudar ao desenvolvimento do país. Porém estes setores estão completamente modificados em Portugal , o primário esta a ser abandonado uma vez que as pessoas não se querem dar ao trabalho de explorar o solo, o secundário pois as pessoas estão a ser despedidas e uitas fabricas estão a fechar e o terciário pois os alunos deixa de estudar e uitos funcionários públicos diariamente ficam se emprego.
  12. 12. Indicadores da situação do país! Taxa de atividade; Taxa de desemprego; Taxa de atividade feminina; Taxa de desemprego dos jovens; Taxa de desemprego feminina. Estes indicadores permitem determinar a situação do país face ao emprego e desemprego.
  13. 13. Evolução do desemprego! Este gráfico mostra-nos a evolução do desemprego ao longo dos últimos anos, como podemos ver desde 2000 até 2011 o desemprego tem aumentado constantemente, o que também se verifica nos anos de 2012 e 2013, pois Portugal encontra-se numa crise económica o que fez disparar o desemprego. Pois na minha opinião esta linha nestes anos já estava no topo do gráfico, pela maneira como o país anda.
  14. 14. Desemprego por idade! A percentagem de população que tem sofrido mais com a evolução do desemprego é a compreendida entre os 25 e os 44 anos. Logo a seguir vêem os idosos cuja percentagem também tem aumentado. E por fim os jovens cuja percentagem diminuiu num ano e no outro a seguir já estava a aumentar. Porém na minha opinião penso que estes dados em 2012 e 2013 estão totalmente mudados, pois os idosos vão mais cedo para a reforma o que faz subir a taxa de desemprego, as pessoas com 25 a 44 anos todos os dias parte delas são despedidas, a maior parte das vezes devido à falência do local onde trabalhavam, e os jovens que se esforçam para ter um nível de instrução elevado para no fim acabarem no desemprego.
  15. 15. Esperança média de vida! Mas há diferenças substanciais entre o sexo masculino e feminino: de acordo com as estimativas do INE, um rapaz nascido neste período(2012) podia esperar viver, em média, 76,67 anos, enquanto uma rapariga podia chegar aos 82,59 anos, em média. Desde 2000 até 2011 a esperança média de vida quer do sexo masculino, quer do feminino tem aumentado consideravelmente. O sexo feminino, continua a ser o que tem a esperança média de vida maior. Na minha opinião o sexo feminino dura mais porque têm mais cuidado do que o sexo masculino, ou porque têm algo no seu sistema que lhes permite isso.
  16. 16. Mortalidade! A taxa de mortalidade bruta diminuiu ligeiramente de 2000 até 2011, porém em 2012 voltou a aumentar voltando aos 10,2%. A taxa de mortalidade infantil diminuiu de 2010 até 2006, e 2007 aumentou ,no ano a seguir diminuiu. Em 2009 aumentou e a partir daí diminuiu até 2011 e em 2012 aumentou novamente. Eu penso que estas subidas se devem a problemas económicos, pois muitas famílias ficaram sem rendimentos logo não têm como sobreviver. Na atualidade também há quem mate os filhos pelas mesmas razões ou seja PROBLEMAS ECONÓMICOS, pois não têm como os sustentar .
  17. 17. Escolaridade! Este gráfico é sobre a escolaridade desde 2000 até 2012 , e como podemos ver o numero de alunos que não frequentam nenhum nível de escolaridade diminuiu passando de 472,3 para 180,2 o que representa uma diminuição de 292,1 alunos. O numero de estudantes do primeiro ciclo também diminuiu passando de3,637,8 para 3,054,6 alunos. E por fim no secundário e no superior o numero de alunos aumentou. Eu penso que os jovens toaram consciência de que é preciso ter formação suficiente para se “sobreviver” no mundo do trabalho.
  18. 18. Evolução do desemprego! Como podemos ver o desemprego tem vindo a aumentar desde 2000 atingindo em 2010 os 11,0% porém este não foi o valor mais alto, pois entre 2012/2013 atingiu os 17% ou seja um aumento de 6% entre 2010 e 2012mas vai continuar a subir certamente enquanto não nos livrarmos desta crise económica. Eu acho que este aumento não se deve somente à crise económica mas sim em maior parte às medidas da Tróica.
  19. 19. Evolução da Divida Pública! Este gráfico só dá para ver o crescimento da divida publica entre 2000 e 2010 e como podemos constatar a divida pública aumentou imenso passando de 60% do Pib em 2000 para 100% em 2010. O valor da dívida pública, calculado na óptica de Maastricht, aumentou mais de 3.800 milhões de euros desde o final de 2012, de acordo com os dados avançados esta quarta-feira pelo Banco de Portugal. Também a dívida pública líquida de depósitos do Estado no banco central subiu, mas menos, equivalendo no final do primeiro trimestre deste ano a 116% do PIB. Como podemos ver esta informação retirada do site negócios desde 2010 até 2012 a divida publica aumentou para 127% do Pib ou seja praticamente não temos receitas nenhumas logo estamos “enforcados” de dividas
  20. 20. Informação! As previsões falhadas do Governo vão obrigar a prolongar os cortes na despesa. Segundo o Diário de Notícias, o Governo já admite que as "poupanças" na despesa terão de ser postas em prática em três anos (incluindo 2015) e não apenas em dois. O Correio da Manhã noticia que o Governo quer usar o fundo de pensões do Banco de Portugal e que a pensão de Cavaco Silva fica ameaçada. Na minha opinião e por tudo o que vejo no meu dia-a-dia no telejornal o governo tem grande culpa nesta divida como a tróica, ao contrario do que as pessoas pensam a tróica não tem a culpa toda, pois o Governo tem dado tanta previsões erradas, que dá a sensação que não sabem o que fazem e é graças a estas previsões que este tem tomado medidas que podiam ser evitadas contudo segue e frente e “afundam mais o país e vez de o trazerem à tona”!
  21. 21. Minha opinião! Na minha opinião esta crise ainda está muito longe de terminar, pois diariamente esta agrava-se uma vez que todos os dias várias empresas fecham portas devido ao Iva, falta de procura etc. Esta deve-se em grande parte ao gasto do dinheiro nacional em coisas desnecessárias: submarinos, auto-estradas, condomínios pois nós neste momento estamos a gastar dinheiro que não é nosso e que estamos a pagar com uma elevada taxa de juros, o que leva aos cortes de rendimentos, diminuição do investimento na educação e na saúde. Eu acho que o meu futuro não está em Portugal pois aqui eu não estou a ver maneira de ter sucesso a nível profissional logo mais vale imigrar e tentar num país que esteja e melhores condições e procurar melhores condições de vida.
  22. 22. Conclusão! Este trabalho ajudou-me a ter mais consciência sobre o estado lastimoso em que Portugal se encontra e a diferença ao longo dos anos, uma vez que esta crise afetou todos os setores de atividade. E ajudou-me ainda a perceber que temos um longo caminho pela frente até sair desta crise.

×