MONITORAMENTO E GESTÃO  POR INDICADORES DE   CONTROLE PARA O  CANTEIRO DE OBRAS
Gerenciamento               de CustosPRODUTIVIDADE           ORÇAMENTOPLANEJAMENTO            QUALIDADE
MAS COMOGERENCIARESTES CUSTOS?
Indicadores de Controle        Cultura na Análise dos Indicadores        Cultura na Análise dos Indicadores  Apropriação  ...
 Organização do trabalho                              Correção de desempenhos                              Previsão de ...
Obras com Mobuss
Produtividade       Comparação da Produtividade Orçada X       Comparação da Produtividade Orçada X             Produtivid...
Produtividade                23% -2% 8% -29%                0,58         0,61                     0,90Produtividade  Reali...
Produtividade Atuar para melhorar a produtividade é  fundamental para uma obra; A coleta desses indicadores faz parte  d...
PlanejamentoProdução Diária por AtividadeProdução Diária por Atividade
PlanejamentoQuantidade de Colaboradores por atividadeQuantidade de Colaboradores por atividade
PlanejamentoDatas de Inicio e Término RealizadasDatas de Inicio e Término Realizadas                           CONCRETO   ...
Orçamento                                       s  ealizadas                                         rrealizadas          ...
Qualidade• Otimização do processo de inspeção,  permitiu o acompanhamento completo  de qualidade dentro do canteiro de  ob...
Qualidade
QualidadeCódigo              Serviço                                   Total03.00.008.000.002 - REBOCO                    ...
Qualidade
Resultados• Redução de cerca de 50% das horas de retrabalhos• Maior exigência por parte da gestão da obra para redução  de...
Resultados• Ajustes das atividades e reprogramação a qualquer  momento• Elimina a utilização de papel nas obras e a necess...
Obrigada!       Engª Auriciane FachiniE-mail: auri.fachini@sulbrasil.eng.br
Monitoramento e gestão por indicadores de controle para o canteiro de obras
Monitoramento e gestão por indicadores de controle para o canteiro de obras
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Monitoramento e gestão por indicadores de controle para o canteiro de obras

2.092 visualizações

Publicada em

Palestra da engenheira Auriciani Fachini apresentando o caso de sucesso da Sulbrasil Engenharia com Mobuss Construção no Núcleo de Conteúdo da Feicon 2013

A engenheira AuricianiFachini apresentou no Núcleo de Conteúdo da Feicon 2013 um estudo de caso com o tema "Gestão por indicadores de controle para o canteiro de obras", com os resultados que a implantação da solução de gerenciamento do canteiro de obras do Mobuss Construção trouxe para a construtora Sulbrasil.

A palestra abordou como atualmente ocorre o gerenciamento de custos do canteiro de obras e como ele se torna um dos maiores desafios do setor da construção, por isso a importância da avaliação de indicadores de processos de planejamento, produtividade, orçamento e qualidade são fundamentais para o gerenciamento desses custos.

Atualmente a Sulbrasil tem nove canteiros utilizando o Mobuss Construção, o que possibilitou uma redução de retrabalhos, uma melhor atuação do gestor da obra (pois ele tem um maior controle com o conhecimento das dificuldades encontradas na obra), equipes de trabalho otimizadas, atualização do orçamento executivo, gestão da qualidade, corte eficiente das perdas e ações nas áreas corretas, ajustes das atividades e reprogramação a qualquer momento, eliminação do papel, facilidade em agilizar o custo da mão de obra.

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Monitoramento e gestão por indicadores de controle para o canteiro de obras

  1. 1. MONITORAMENTO E GESTÃO POR INDICADORES DE CONTROLE PARA O CANTEIRO DE OBRAS
  2. 2. Gerenciamento de CustosPRODUTIVIDADE ORÇAMENTOPLANEJAMENTO QUALIDADE
  3. 3. MAS COMOGERENCIARESTES CUSTOS?
  4. 4. Indicadores de Controle Cultura na Análise dos Indicadores Cultura na Análise dos Indicadores Apropriação IDP = Prod (Orçada) >1 Produtividade de mão-de-obra Prod (Realizada) Apropriação Planejamento de Quantidades QMR - QMT Custos Perdas (%)= X 100 Coleta dos QMT Consumos QualidadeColeta deColeta de Processamento Processamento Análise dos Análise dos Indicadores Indicadores Dados Dados dos Dados dos Dados Dados Dados
  5. 5.  Organização do trabalho  Correção de desempenhos  Previsão de desempenhos futuros (durações, consumo PERMITE PERMITE de mão-de-obra)  Ações de conscientização e sensibilizaçãoEntender a  Aperfeiçoamento doProdutividade... método construtivo.
  6. 6. Obras com Mobuss
  7. 7. Produtividade Comparação da Produtividade Orçada X Comparação da Produtividade Orçada X Produtividade Realizada Produtividade RealizadaAlvenaria Estrutural Produtividade Produtividade Serviço Função Quant. Plan. Horas Orçada Realizada Profissional 957,36 242 0,75 0,25 EXECUÇÃO DE ALVENARIA ESTRUTURAL - TIPO 3 Servente 957,36 410 0,60 0,43 Profissional 957,36 622 0,75 0,65 EXECUÇÃO DE ALVENARIA ESTRUTURAL - TIPO 4 Servente 957,36 247 0,60 0,26 Profissional 957,36 456 0,75 0,48 EXECUÇÃO DE ALVENARIA ESTRUTURAL - TIPO 5 Servente 957,36 248 0,60 0,26 Profissional 957,36 484 0,75 0,51 EXECUÇÃO DE ALVENARIA ESTRUTURAL - TIPO 6 Servente 957,36 222 0,60 0,23 Profissional 957,36 437 0,75 0,46 EXECUÇÃO DE ALVENARIA ESTRUTURAL - TIPO 7 Servente 957,36 203 0,60 0,21 Profissional 957,36 563 0,75 0,59 EXECUÇÃO DE ALVENARIA ESTRUTURAL - TIPO 8 Servente 957,36 218 0,60 0,23 Profissional 957,36 475 0,75 0,50 EXECUÇÃO DE ALVENARIA ESTRUTURAL - TIPO 9 Servente 957,36 212 0,60 0,22 EXECUÇÃO DE ALVENARIA ESTRUTURAL - CASA DE MÁQUINAS / Profissional 301,12 371 0,75 1,23 RESERVATÓRIO Servente 301,12 300 0,60 1,00 Produtividade Profissional 0,75 0,58 Produtividade Servente 0,60 0,35
  8. 8. Produtividade 23% -2% 8% -29% 0,58 0,61 0,90Produtividade Realizada 0,23 0,75 0,60 0,70Produtividade 0,25 Orçada Alvenaria Fôrma Laje Aplicação Reboco Estrutural e Escada Gesso Externo
  9. 9. Produtividade Atuar para melhorar a produtividade é fundamental para uma obra; A coleta desses indicadores faz parte do controle e do conjunto de informações que o gestor deve ter para a tomada de decisões; Quanto melhores as informações sobre produtividade, melhor a qualidade da programação e dos custos.
  10. 10. PlanejamentoProdução Diária por AtividadeProdução Diária por Atividade
  11. 11. PlanejamentoQuantidade de Colaboradores por atividadeQuantidade de Colaboradores por atividade
  12. 12. PlanejamentoDatas de Inicio e Término RealizadasDatas de Inicio e Término Realizadas CONCRETO BOMBEADO FCK 25 Mpa 21/05...
  13. 13. Orçamento s ealizadas rrealizadas quanttiidades orrçados s q uan dade •• A ppurraçãoda s serrviiçossnão o çados u ação da o A ss se v ço nã uttiiviidade den •• IIdenttiificação do fic ação do od u v dade rresde Prrod ado es de P dossIIndicado c•• Adequaç ã Adequaç ão do ndi o
  14. 14. Qualidade• Otimização do processo de inspeção, permitiu o acompanhamento completo de qualidade dentro do canteiro de obras;• Detalhamento de não conformidade através de evidências (fotos);• Redução e apontamento de retrabalhos.
  15. 15. Qualidade
  16. 16. QualidadeCódigo Serviço Total03.00.008.000.002 - REBOCO 1503.00.009.000.001 - COLOCAÇAO DE CONTRAMARCO 2503.00.012.000.011 - AZULEJO FORMA BRANCO ACETINADO25x33,5cm 8Total geral 48
  17. 17. Qualidade
  18. 18. Resultados• Redução de cerca de 50% das horas de retrabalhos• Maior exigência por parte da gestão da obra para redução de retrabalhos• Otimização de equipes de trabalho• Atualização do orçamento executivo• Melhoria do processo de gestão da qualidade• Corte eficiente das perdas e ações nas áreas corretas
  19. 19. Resultados• Ajustes das atividades e reprogramação a qualquer momento• Elimina a utilização de papel nas obras e a necessidade de arquivamento posterior dos mesmos• Facilidade e agilidade em analisar o custo da mão-de-obra• Os indicadores alimentam futuras programações e realimentam a própria obra, auxiliando o gestor da obra
  20. 20. Obrigada! Engª Auriciane FachiniE-mail: auri.fachini@sulbrasil.eng.br

×