SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 79
Baixar para ler offline
O que é vegetação?
É o conjunto
de plantas nativa de
certo local que se
encontram em qualquer
área terrestre, desde que
nesta localidade haja
condições para o seu
Fatores que
condicionam as
características da
vegetação
Luz
Calor
Umidade
Solo favorável
Água
(indispensável
Classificação
Os vegetais necessitam de
quantidades de água ou umidade
variáveis. Dessa forma, pode se
classificar três tipos de
vegetação quanto à umidade:-
-
-
Vegetação adaptada à grande
umidade.
As raízes desses vegetais são
pequenas e as suas folhas são
grandes para facilitar
a evapotranspiração (perda de
água do solo por evaporação e
a perda de água da planta
Vegetação
hidrófila
Bananeiras
Vegetação
xerófilaVegetação adaptada à aridez.
Possui raízes compridas,
aprofundando-se bastante no
solo para buscar água.
Apresenta folhas pequenas e
muitas vezes cobertas de ceras,
para diminuir a evaporação
(perda de água). Possuem
Caatinga
Vegetação
tropófilaVegetação adaptada à
variações de umidade, segundo
a estação, seca ou chuvosa. As
plantas são de características
caducifólias (plantas que
perdem as folhas em estações
secas ou frias).
Cerrado
A vegetação é um grande e precioso
indicador do clima de uma determinada
área. Quando imaginamos um tipo de
clima, associamos mentalmente uma
determinada paisagem vegetal e
também determinados seres vivos.
A cobertura vegetal nativa de uma
determinada região está diretamente
ligada às características do clima que
abrange o espaço. Dessa forma,
algumas espécies vegetais conseguem
desenvolver positivamente em
condições climáticas de característica
Propriedades físicas e
químicas do solo:
Papel do
substrato
Fixação
Fonte de
água
Fonte de
nutrientes
minerais
Solo
Material
de origem
Organismos Tempo
Clima
Topografia
- Vegetação é caracterizada
como o conjunto de plantas de uma
determinada região. A cobertura
vegetal do planeta sofre ação
direta do clima por isso há
diversidade.
-Os principais tipos de vegetação
são: deserto, estepe, taiga,
floresta temperada, floresta
-Nos desertos, as vegetações se adaptam com
a escassez de chuva, algumas de suas características
como as raízes subterrâneas e caules que fazem às
vezes de reservatórios. Em locais onde consegue cair
um pouco de chuva predomina a vegetação herbácea e
pequenos arbustos, como alguns cactos.
- Órgãos de respiração e fotossíntese são perdidas. E
com isso quem passa a exercer essa função são os
caules, um exemplo disso são os cactos que
transformam suas folhas em espinhos para que possa
proteger a água do seu caules de predadores.
-As vegetações dos desertos são bem afastadas um do
outro, para aproveitar o máximo de água possível
recebidas em poucas vezes no ano.
-Nos polos as vegetações são escassas, possuem
alguns arbustos e algumas árvores, como o
-A pradaria apresenta apenas vegetações
herbáceas diferindo, por exemplo, das
savanas, que podem apresentar árvores e são
típicas de locais quentes e secos.
-Existem três tipos básicos de pradarias:
Pradaria alta: nos locais mais úmidos e que
apresentam gramíneas de até 2 metros de
altura e raízes muito profundas;
Pradaria mista: apresenta uma grande
diversidade florística presente em solos
altamente férteis;
Pradaria baixa: que apresenta menor
-Também conhecida como Floresta de Coníferas,
ou Floresta Boreal, a Taiga perfaz uma faixa que
abrange a Ásia, América do Norte e Europa e está
limitada ao norte com a Tundra, e ao sul com a
Floresta Temperada.
-A vegetação da taiga apresenta uma boa
adaptação ao clima extremamente frio dessas
regiões.
-Espécies como as coníferas e pinheiros possuem
suas folhas com superfícies pequenas para
reduzir o processo de evapotranspiração uma vez
que a água é escassa, pois a que está presente no
solo está congelada.
-O formato cônico (pinheiros, por exemplo) das
copas ajuda a evitar o acúmulo de neve. E as
TAIG
A
-As florestas temperadas
possuem vegetação muito variada, sendo
encontradas plantas herbáceas e arbustos,
pequenas árvores como o cornejo.
-No solo do bosque
há samambaias, musgo, ervas e brotos. Mas a
grande predominância é de coníferas (espécies
com folhas pequenas para evitar o processo
de evapotranspiração) e árvores com folhas
caducas.
-A cobertura vegetal apresenta quatro
estratos arbóreos formados desde árvores de
grande porte a plantas rasteiras. Entre as
-As florestas tropicais abrigam uma das
maiores biodiversidades do mundo.
-Solo com cobertura de húmus (de 30 a 50 cm),
proveniente da decomposição de folhas,
frutos, fezes e cadáveres de animais mortos.
-Possui uma vegetação exuberante, em razão
da grande quantidade de energia solar e água
que recebe, tanto que a vegetação cresce
durante todo o ano, com árvores atingindo até
60 metros de altura.
-As folhas das árvores são largas, o que
facilita a absorção de luz solar sem que se
desidratem, pois a água que a planta perde
durante sua transpiração é compensada pela
-As raízes das árvores são pouco profundas, sendo
facilmente derrubadas nos desmatamentos. É
frequente encontrarmos raízes tabulares que
promovem uma maior fixação da planta.
-Nas florestas tropicais, as copas das árvores mais
altas impedem que grande parte da luz do sol chegue
ao interior da floresta, sendo que apenas 1% dessa
energia atinge o solo. Isso diminui ou impede o
desenvolvimento de várias espécies de plantas,
enquanto outras (como bromélias, epífitas e
samambaias) se desenvolvem sobre troncos das
árvores como uma forma de ficarem mais próximas da
luz.
-O solo das florestas tropicais é pobre em nutrientes
minerais, mas a reciclagem da matéria orgânica é
muito rápida.
-Os fungos e bactérias presentes no solo levam cerca
de dois meses para decompor uma folha, enquanto que
-A cobertura vegetal mais característica das
savanas é constituída de gramíneas. Sendo o
elemento principal dessas vastas regiões, são
elas que lhes traçam a fisionomia. As gramíneas
têm a propriedade de crescer a partir da base
de suas folhas - se as extremidades forem
comidas, podem continuar crescendo a partir da
base.
-A savana é também, pontilhada de arbustos,
cactáceas e árvores de estranhas formas,
todas elas adaptadas à sobrevivência na longa
estação da seca.
-Os traços característicos desta vegetação são
a capacidade de armazenar materiais
-O termo Tundra deriva da palavra
finlandesa Tunturia, que significa planície sem
árvores.
-Na Tundra ártica, a vegetação predominante é
composta de líquenes (plantas resultantes da
associação de fungos e algas, que crescem muito
lentamente e extraordinariamente resistentes à
falta de água, que conseguem sobreviver nos
ambientes mais hostis), musgos, ervas e arbustos
baixos, devido às condições climáticas que impedem que
as plantas cresçam em altura.
-As plantas com raízes longas não se podem
desenvolver pois o subsolo permanece gelado, pelo que
não há árvores. Por outro lado, como as temperaturas
são muito baixas, a matéria orgânica decompõe-se
-Vegetação mediterrânea ou floresta
mediterrânea é um tipo de vegetação que se
forma em regiões onde o clima predominante é
o mediterrâneo, é constituída por plantas
(tipo xerófilas) dispostas distantes uma das
outras.
-Essa cobertura vegetal apresenta duas
características, os maquis e garrigue.
-Os maquis são compostos por arbustos densos
e fechados, as principais espécies encontradas
são medronheiro, loureiro, urze, giesta
espinhosa, piteira e cactos.
-Garrigue é uma formação vegetal constituída
por arbustos de pequeno porte e
RESERVA
LEGAL
Porcentagem de cada propriedade
ou posse rural que deve ser
preservada, variando de acordo com
a região e o bioma
ÁREAS DE
PRESERVAÇÃO
PERMANENTE
Função de preservar locais
frágeis como beiras de rios,
topos de morros e encostas,
que não podem ser
desmatados para não causar
erosões e deslizamentos
“Há um clamor nacional contra o descaso em que se
encontra o problema florestal no Brasil, gerando
calamidades cada vez mais graves e mais nocivas à
economia do país (…) Urge, pois, a elaboração de Uma
lei objetiva, fácil de ser entendida e mais fácil ainda
de ser aplicada, capaz de mobilizar a opinião pública
nacional para encarar corretamente o tratamento
da floresta. Tendo em conta este quadro, surgiu a
compreensão da necessidade de atualizar-se e de
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima
Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Biomas do mundo
Biomas do mundoBiomas do mundo
Biomas do mundo
 
8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica
 
Localização do território brasileiro
Localização do território brasileiroLocalização do território brasileiro
Localização do território brasileiro
 
As formaçoes vegetais pelo mundo
As formaçoes vegetais pelo mundoAs formaçoes vegetais pelo mundo
As formaçoes vegetais pelo mundo
 
Hidrografia do brasil
Hidrografia do brasilHidrografia do brasil
Hidrografia do brasil
 
Biomas do mundo
Biomas do mundoBiomas do mundo
Biomas do mundo
 
áFrica Aspectos FíSicos
áFrica Aspectos FíSicosáFrica Aspectos FíSicos
áFrica Aspectos FíSicos
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
Bacias Hidrográficas
Bacias HidrográficasBacias Hidrográficas
Bacias Hidrográficas
 
Estruturas geologicas mundo_e_brasil geisa e jeferson
Estruturas geologicas mundo_e_brasil geisa e jefersonEstruturas geologicas mundo_e_brasil geisa e jeferson
Estruturas geologicas mundo_e_brasil geisa e jeferson
 
Aula 51 (áfrica clima e vegetação)
Aula 51 (áfrica  clima e vegetação)Aula 51 (áfrica  clima e vegetação)
Aula 51 (áfrica clima e vegetação)
 
Mata Atlântica - Biomas
Mata Atlântica - BiomasMata Atlântica - Biomas
Mata Atlântica - Biomas
 
Clima E Climas Do Brasil Aula
Clima E Climas Do Brasil   AulaClima E Climas Do Brasil   Aula
Clima E Climas Do Brasil Aula
 
BIOMA CERRADO
BIOMA  CERRADOBIOMA  CERRADO
BIOMA CERRADO
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Geografia - Água.
Geografia - Água.Geografia - Água.
Geografia - Água.
 
Biomas Mundiais
Biomas MundiaisBiomas Mundiais
Biomas Mundiais
 
Domínio Morfoclimático Do Cerrado
Domínio Morfoclimático Do CerradoDomínio Morfoclimático Do Cerrado
Domínio Morfoclimático Do Cerrado
 
A estrutura da terra
A estrutura da terraA estrutura da terra
A estrutura da terra
 
CONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANOCONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANO
 

Destaque

TEORIA DOS MUNDOS - GEOGRAFIA
TEORIA DOS MUNDOS - GEOGRAFIATEORIA DOS MUNDOS - GEOGRAFIA
TEORIA DOS MUNDOS - GEOGRAFIALUIS ABREU
 
Reino plantae (metaphyta)
Reino plantae (metaphyta)Reino plantae (metaphyta)
Reino plantae (metaphyta)Beatriz Franco
 
Reino plantae – metaphyta
Reino plantae – metaphytaReino plantae – metaphyta
Reino plantae – metaphytaFatima Comiotto
 
Formação História Geografia 15 09
Formação História Geografia 15 09Formação História Geografia 15 09
Formação História Geografia 15 09Marco Santos
 
PAÍSES DO NORTE E DO SUL
PAÍSES DO NORTE E DO SULPAÍSES DO NORTE E DO SUL
PAÍSES DO NORTE E DO SULLUIS ABREU
 
Jogos e recreação na educação infantil
Jogos e recreação na educação infantilJogos e recreação na educação infantil
Jogos e recreação na educação infantilFábio Lucas da Cruz
 
JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)
JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)
JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)orientadoresdeestudopaic
 

Destaque (7)

TEORIA DOS MUNDOS - GEOGRAFIA
TEORIA DOS MUNDOS - GEOGRAFIATEORIA DOS MUNDOS - GEOGRAFIA
TEORIA DOS MUNDOS - GEOGRAFIA
 
Reino plantae (metaphyta)
Reino plantae (metaphyta)Reino plantae (metaphyta)
Reino plantae (metaphyta)
 
Reino plantae – metaphyta
Reino plantae – metaphytaReino plantae – metaphyta
Reino plantae – metaphyta
 
Formação História Geografia 15 09
Formação História Geografia 15 09Formação História Geografia 15 09
Formação História Geografia 15 09
 
PAÍSES DO NORTE E DO SUL
PAÍSES DO NORTE E DO SULPAÍSES DO NORTE E DO SUL
PAÍSES DO NORTE E DO SUL
 
Jogos e recreação na educação infantil
Jogos e recreação na educação infantilJogos e recreação na educação infantil
Jogos e recreação na educação infantil
 
JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)
JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)
JOGOS MATEMÁTICOS 3º 4º 5º ANO PAIC + VOLUME I(PROFESSOR)
 

Semelhante a Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima

Semelhante a Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima (20)

Vegetacao global
Vegetacao globalVegetacao global
Vegetacao global
 
Fito geografia
Fito geografiaFito geografia
Fito geografia
 
PRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS.pdf
PRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS.pdfPRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS.pdf
PRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS.pdf
 
Biomas da Ásia
Biomas da ÁsiaBiomas da Ásia
Biomas da Ásia
 
Cobertura vegetal do planeta
Cobertura vegetal do planetaCobertura vegetal do planeta
Cobertura vegetal do planeta
 
Floresta Tropical
Floresta TropicalFloresta Tropical
Floresta Tropical
 
Biomas do mundo_e_brasil
Biomas do mundo_e_brasilBiomas do mundo_e_brasil
Biomas do mundo_e_brasil
 
Vegetacao (3).pptx
Vegetacao (3).pptxVegetacao (3).pptx
Vegetacao (3).pptx
 
Ecossistemas do meio_terrestre_neoval
Ecossistemas do meio_terrestre_neovalEcossistemas do meio_terrestre_neoval
Ecossistemas do meio_terrestre_neoval
 
Taiany e Victor
Taiany e VictorTaiany e Victor
Taiany e Victor
 
Biomas No Mundo Aroldo
Biomas No Mundo AroldoBiomas No Mundo Aroldo
Biomas No Mundo Aroldo
 
Biomas globais
Biomas globaisBiomas globais
Biomas globais
 
Floresta temperada e vegetação mediterrânia
Floresta temperada e vegetação mediterrâniaFloresta temperada e vegetação mediterrânia
Floresta temperada e vegetação mediterrânia
 
Seminário de biologia
Seminário de biologiaSeminário de biologia
Seminário de biologia
 
Sexto ano unidade6-tema3
Sexto ano unidade6-tema3Sexto ano unidade6-tema3
Sexto ano unidade6-tema3
 
Coberturas vegetais do planeta
Coberturas vegetais do planetaCoberturas vegetais do planeta
Coberturas vegetais do planeta
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
Jogo biomas caderno pistas norte
Jogo biomas caderno  pistas  norteJogo biomas caderno  pistas  norte
Jogo biomas caderno pistas norte
 
Jogo biomas caderno pistas sul
Jogo biomas caderno pistas sulJogo biomas caderno pistas sul
Jogo biomas caderno pistas sul
 
Dominios Morfoclimaticos
Dominios MorfoclimaticosDominios Morfoclimaticos
Dominios Morfoclimaticos
 

Mais de LUIS ABREU

WEBQUEST Região sul
WEBQUEST Região sulWEBQUEST Região sul
WEBQUEST Região sulLUIS ABREU
 
WEBQUEST Região sudeste
WEBQUEST Região sudesteWEBQUEST Região sudeste
WEBQUEST Região sudesteLUIS ABREU
 
WEBQUEST Região norte
WEBQUEST Região norteWEBQUEST Região norte
WEBQUEST Região norteLUIS ABREU
 
WEBQUEST Região centro oeste
WEBQUEST Região centro oesteWEBQUEST Região centro oeste
WEBQUEST Região centro oesteLUIS ABREU
 
WEBQUEST Região nordeste
WEBQUEST Região nordesteWEBQUEST Região nordeste
WEBQUEST Região nordesteLUIS ABREU
 
Seminário fontes de energia
Seminário   fontes de energiaSeminário   fontes de energia
Seminário fontes de energiaLUIS ABREU
 
Seminário clima
Seminário climaSeminário clima
Seminário climaLUIS ABREU
 
Seminário relevo
Seminário relevoSeminário relevo
Seminário relevoLUIS ABREU
 
Seminario a questão agrária, agrícola e o êxodo rural no brasil
Seminario a questão agrária, agrícola e o êxodo rural no brasilSeminario a questão agrária, agrícola e o êxodo rural no brasil
Seminario a questão agrária, agrícola e o êxodo rural no brasilLUIS ABREU
 
Seminario da agricultura tradicional à biotecnologia
Seminario da agricultura tradicional à biotecnologiaSeminario da agricultura tradicional à biotecnologia
Seminario da agricultura tradicional à biotecnologiaLUIS ABREU
 
íNdice de desenvolvimento humano
íNdice de desenvolvimento humanoíNdice de desenvolvimento humano
íNdice de desenvolvimento humanoLUIS ABREU
 
Blocos econômicos geografia
Blocos econômicos   geografiaBlocos econômicos   geografia
Blocos econômicos geografiaLUIS ABREU
 
Escala geográfica
Escala geográficaEscala geográfica
Escala geográficaLUIS ABREU
 
Trabalho paisagem 1º ano
Trabalho paisagem 1º anoTrabalho paisagem 1º ano
Trabalho paisagem 1º anoLUIS ABREU
 
Capitalismo socialismo introdução
Capitalismo  socialismo  introduçãoCapitalismo  socialismo  introdução
Capitalismo socialismo introduçãoLUIS ABREU
 
Trabalho de geografia nordeste.......
Trabalho de geografia   nordeste.......Trabalho de geografia   nordeste.......
Trabalho de geografia nordeste.......LUIS ABREU
 
Seminário de geografia norte
Seminário de geografia norteSeminário de geografia norte
Seminário de geografia norteLUIS ABREU
 

Mais de LUIS ABREU (20)

WEBQUEST Região sul
WEBQUEST Região sulWEBQUEST Região sul
WEBQUEST Região sul
 
WEBQUEST Região sudeste
WEBQUEST Região sudesteWEBQUEST Região sudeste
WEBQUEST Região sudeste
 
WEBQUEST Região norte
WEBQUEST Região norteWEBQUEST Região norte
WEBQUEST Região norte
 
WEBQUEST Região centro oeste
WEBQUEST Região centro oesteWEBQUEST Região centro oeste
WEBQUEST Região centro oeste
 
WEBQUEST Região nordeste
WEBQUEST Região nordesteWEBQUEST Região nordeste
WEBQUEST Região nordeste
 
Seminário fontes de energia
Seminário   fontes de energiaSeminário   fontes de energia
Seminário fontes de energia
 
Seminário clima
Seminário climaSeminário clima
Seminário clima
 
Seminário relevo
Seminário relevoSeminário relevo
Seminário relevo
 
Seminario a questão agrária, agrícola e o êxodo rural no brasil
Seminario a questão agrária, agrícola e o êxodo rural no brasilSeminario a questão agrária, agrícola e o êxodo rural no brasil
Seminario a questão agrária, agrícola e o êxodo rural no brasil
 
Seminario da agricultura tradicional à biotecnologia
Seminario da agricultura tradicional à biotecnologiaSeminario da agricultura tradicional à biotecnologia
Seminario da agricultura tradicional à biotecnologia
 
íNdice de desenvolvimento humano
íNdice de desenvolvimento humanoíNdice de desenvolvimento humano
íNdice de desenvolvimento humano
 
Blocos econômicos geografia
Blocos econômicos   geografiaBlocos econômicos   geografia
Blocos econômicos geografia
 
Clima
ClimaClima
Clima
 
Escala geográfica
Escala geográficaEscala geográfica
Escala geográfica
 
Trabalho paisagem 1º ano
Trabalho paisagem 1º anoTrabalho paisagem 1º ano
Trabalho paisagem 1º ano
 
Capitalismo socialismo introdução
Capitalismo  socialismo  introduçãoCapitalismo  socialismo  introdução
Capitalismo socialismo introdução
 
Trabalho de geografia nordeste.......
Trabalho de geografia   nordeste.......Trabalho de geografia   nordeste.......
Trabalho de geografia nordeste.......
 
Seminário de geografia norte
Seminário de geografia norteSeminário de geografia norte
Seminário de geografia norte
 
Sudeste
SudesteSudeste
Sudeste
 
Nordeste
NordesteNordeste
Nordeste
 

Os principais tipos de vegetação e suas adaptações ao clima

  • 1.
  • 2.
  • 3.
  • 4. O que é vegetação? É o conjunto de plantas nativa de certo local que se encontram em qualquer área terrestre, desde que nesta localidade haja condições para o seu
  • 5.
  • 6. Fatores que condicionam as características da vegetação Luz Calor Umidade Solo favorável Água (indispensável
  • 7. Classificação Os vegetais necessitam de quantidades de água ou umidade variáveis. Dessa forma, pode se classificar três tipos de vegetação quanto à umidade:- - -
  • 8. Vegetação adaptada à grande umidade. As raízes desses vegetais são pequenas e as suas folhas são grandes para facilitar a evapotranspiração (perda de água do solo por evaporação e a perda de água da planta Vegetação hidrófila
  • 10. Vegetação xerófilaVegetação adaptada à aridez. Possui raízes compridas, aprofundando-se bastante no solo para buscar água. Apresenta folhas pequenas e muitas vezes cobertas de ceras, para diminuir a evaporação (perda de água). Possuem
  • 12. Vegetação tropófilaVegetação adaptada à variações de umidade, segundo a estação, seca ou chuvosa. As plantas são de características caducifólias (plantas que perdem as folhas em estações secas ou frias).
  • 14. A vegetação é um grande e precioso indicador do clima de uma determinada área. Quando imaginamos um tipo de clima, associamos mentalmente uma determinada paisagem vegetal e também determinados seres vivos. A cobertura vegetal nativa de uma determinada região está diretamente ligada às características do clima que abrange o espaço. Dessa forma, algumas espécies vegetais conseguem desenvolver positivamente em condições climáticas de característica
  • 15.
  • 16. Propriedades físicas e químicas do solo: Papel do substrato Fixação Fonte de água Fonte de nutrientes minerais
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22. - Vegetação é caracterizada como o conjunto de plantas de uma determinada região. A cobertura vegetal do planeta sofre ação direta do clima por isso há diversidade. -Os principais tipos de vegetação são: deserto, estepe, taiga, floresta temperada, floresta
  • 23.
  • 24. -Nos desertos, as vegetações se adaptam com a escassez de chuva, algumas de suas características como as raízes subterrâneas e caules que fazem às vezes de reservatórios. Em locais onde consegue cair um pouco de chuva predomina a vegetação herbácea e pequenos arbustos, como alguns cactos. - Órgãos de respiração e fotossíntese são perdidas. E com isso quem passa a exercer essa função são os caules, um exemplo disso são os cactos que transformam suas folhas em espinhos para que possa proteger a água do seu caules de predadores. -As vegetações dos desertos são bem afastadas um do outro, para aproveitar o máximo de água possível recebidas em poucas vezes no ano. -Nos polos as vegetações são escassas, possuem alguns arbustos e algumas árvores, como o
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29. -A pradaria apresenta apenas vegetações herbáceas diferindo, por exemplo, das savanas, que podem apresentar árvores e são típicas de locais quentes e secos. -Existem três tipos básicos de pradarias: Pradaria alta: nos locais mais úmidos e que apresentam gramíneas de até 2 metros de altura e raízes muito profundas; Pradaria mista: apresenta uma grande diversidade florística presente em solos altamente férteis; Pradaria baixa: que apresenta menor
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33. -Também conhecida como Floresta de Coníferas, ou Floresta Boreal, a Taiga perfaz uma faixa que abrange a Ásia, América do Norte e Europa e está limitada ao norte com a Tundra, e ao sul com a Floresta Temperada. -A vegetação da taiga apresenta uma boa adaptação ao clima extremamente frio dessas regiões. -Espécies como as coníferas e pinheiros possuem suas folhas com superfícies pequenas para reduzir o processo de evapotranspiração uma vez que a água é escassa, pois a que está presente no solo está congelada. -O formato cônico (pinheiros, por exemplo) das copas ajuda a evitar o acúmulo de neve. E as TAIG A
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37. -As florestas temperadas possuem vegetação muito variada, sendo encontradas plantas herbáceas e arbustos, pequenas árvores como o cornejo. -No solo do bosque há samambaias, musgo, ervas e brotos. Mas a grande predominância é de coníferas (espécies com folhas pequenas para evitar o processo de evapotranspiração) e árvores com folhas caducas. -A cobertura vegetal apresenta quatro estratos arbóreos formados desde árvores de grande porte a plantas rasteiras. Entre as
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41. -As florestas tropicais abrigam uma das maiores biodiversidades do mundo. -Solo com cobertura de húmus (de 30 a 50 cm), proveniente da decomposição de folhas, frutos, fezes e cadáveres de animais mortos. -Possui uma vegetação exuberante, em razão da grande quantidade de energia solar e água que recebe, tanto que a vegetação cresce durante todo o ano, com árvores atingindo até 60 metros de altura. -As folhas das árvores são largas, o que facilita a absorção de luz solar sem que se desidratem, pois a água que a planta perde durante sua transpiração é compensada pela
  • 42. -As raízes das árvores são pouco profundas, sendo facilmente derrubadas nos desmatamentos. É frequente encontrarmos raízes tabulares que promovem uma maior fixação da planta. -Nas florestas tropicais, as copas das árvores mais altas impedem que grande parte da luz do sol chegue ao interior da floresta, sendo que apenas 1% dessa energia atinge o solo. Isso diminui ou impede o desenvolvimento de várias espécies de plantas, enquanto outras (como bromélias, epífitas e samambaias) se desenvolvem sobre troncos das árvores como uma forma de ficarem mais próximas da luz. -O solo das florestas tropicais é pobre em nutrientes minerais, mas a reciclagem da matéria orgânica é muito rápida. -Os fungos e bactérias presentes no solo levam cerca de dois meses para decompor uma folha, enquanto que
  • 43.
  • 44.
  • 45.
  • 46. -A cobertura vegetal mais característica das savanas é constituída de gramíneas. Sendo o elemento principal dessas vastas regiões, são elas que lhes traçam a fisionomia. As gramíneas têm a propriedade de crescer a partir da base de suas folhas - se as extremidades forem comidas, podem continuar crescendo a partir da base. -A savana é também, pontilhada de arbustos, cactáceas e árvores de estranhas formas, todas elas adaptadas à sobrevivência na longa estação da seca. -Os traços característicos desta vegetação são a capacidade de armazenar materiais
  • 47.
  • 48.
  • 49. -O termo Tundra deriva da palavra finlandesa Tunturia, que significa planície sem árvores. -Na Tundra ártica, a vegetação predominante é composta de líquenes (plantas resultantes da associação de fungos e algas, que crescem muito lentamente e extraordinariamente resistentes à falta de água, que conseguem sobreviver nos ambientes mais hostis), musgos, ervas e arbustos baixos, devido às condições climáticas que impedem que as plantas cresçam em altura. -As plantas com raízes longas não se podem desenvolver pois o subsolo permanece gelado, pelo que não há árvores. Por outro lado, como as temperaturas são muito baixas, a matéria orgânica decompõe-se
  • 50.
  • 51.
  • 52. -Vegetação mediterrânea ou floresta mediterrânea é um tipo de vegetação que se forma em regiões onde o clima predominante é o mediterrâneo, é constituída por plantas (tipo xerófilas) dispostas distantes uma das outras. -Essa cobertura vegetal apresenta duas características, os maquis e garrigue. -Os maquis são compostos por arbustos densos e fechados, as principais espécies encontradas são medronheiro, loureiro, urze, giesta espinhosa, piteira e cactos. -Garrigue é uma formação vegetal constituída por arbustos de pequeno porte e
  • 53.
  • 54.
  • 55.
  • 56.
  • 57. RESERVA LEGAL Porcentagem de cada propriedade ou posse rural que deve ser preservada, variando de acordo com a região e o bioma ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE Função de preservar locais frágeis como beiras de rios, topos de morros e encostas, que não podem ser desmatados para não causar erosões e deslizamentos
  • 58.
  • 59.
  • 60.
  • 61.
  • 62. “Há um clamor nacional contra o descaso em que se encontra o problema florestal no Brasil, gerando calamidades cada vez mais graves e mais nocivas à economia do país (…) Urge, pois, a elaboração de Uma lei objetiva, fácil de ser entendida e mais fácil ainda de ser aplicada, capaz de mobilizar a opinião pública nacional para encarar corretamente o tratamento da floresta. Tendo em conta este quadro, surgiu a compreensão da necessidade de atualizar-se e de