SlideShare uma empresa Scribd logo
Luiz Inácio Lula da Silva
A Origem 
Aos sete anos de idade, Luiz Inácio Lula da Silva mudou-se 
com a família para Santos (SP), deixando o interior de 
Pernambuco em busca de melhores oportunidades de 
vida.
O Brasil avança com a lufada 
desenvolvimentista promovida pelo 
presidente Juscelino Kubitschek. A região do 
ABC, na Grande São Paulo, torna-se a mais 
industrializada do país, atraindo algumas das 
principais metalúrgicas do mundo, como as 
motadoras Scania e VOLKSWAGEN.
A Origem 
● Sertanejo e forte, Lula é um dos 
muitos migrantes nordestinos a 
se instalar no chão da fábrica e 
fazer da metalurgia a sua 
profissão. Ele tem 17 anos 
quando perde o dedo mínimo 
da mão esquerda num 
acidente de trabalho, em 1963, 
e 18 por ocasião do golpe 
militar, em 1964.
Sertanejo e forte, Lula é um dos muitos 
migrantes nordestinos a se instalar no chão 
da fábrica e fazer da metalurgia a sua 
profissão. Ele tem 17 anos quando perde o 
dedo mínimo da mão esquerda num acidente 
de trabalho, em 1963, e 18 por ocasião do 
golpe militar, em 1964.
Ainda fascinado com o tamanho e as possibilidades da 
cidade GRANDE, uma realidade muito melhor do que a 
da seca de Pernambuco, Lula é convencido por um 
irmão, militante do então clandestino Partido Comunista 
Brasileiro, a frequentar reuniões no sindicato. Pela 
primeira vez, trava contato com as agruras da classe 
trabalhadora e aprende expressões como arrocho 
salarial, caristia e fundo de greve. Negociador 
habilidoso, é convidado a ocupar uma vaga de suplente 
na diretoria do sindicato que viria a ser eleita no início 
de1969, inaugurando assim sua trajetória de líder 
sindical.
A Atividade Sindical 
● Em 1970, depois de 
perder a esposa 
grávida do primeiro 
filho, Lula passou a se 
dedicar intensamente à 
atividade sindical. Em 
1973, casou-se com 
Marisa, sua atual 
mulher.
A Atividade Sindical 
● Marisa Letícia, com quem teria 
três filhos (Lula também 
registraria o enteado 
Marcos, filho de Marisa que 
não chegou a conhecer o pai 
biológico). Em 1975, antes 
de completar 30 anos, é 
Lula quem assume a 
presidência do sindicato.
●Em 1975, chegou à 
presidência do Sindicato 
dos Metalúrgicos de São 
Bernardo do Campo e 
Diadema. Liderou a 
primeira greve de 
operários do ABC 
paulista em 1978, 
durante o regime militar.
●Em 1980, aliou-se a 
intelectuais e a outros líderes 
sindicais, para fundar o PT 
(Partido dos Trabalhadores), 
do qual se tornou presidente.
Pontos Fortes e Vantagens 
●No ano seguinte, liderou 
nova greve de metalúrgicos, 
foi preso e teve seu mandato 
sindical cassado.
●Participou da fundação da CUT (Central 
Única dos Trabalhadores) e, em junho de 
1983, integrou a frente suprapartidária pró-eleições 
diretas para a presidência da 
República com os governadores de São 
Paulo, Franco Montoro (PMDB), e do Rio de 
Janeiro, Leonel Brizola (PDT).
● Lula foi eleito, em 1986, 
deputado federal 
constituinte com a 
maior votação do país. 
Concorreu à 
presidência da 
República em 1989, 
quando foi derrotado 
no segundo turno por 
Fernando Collor de 
Mello, e em 1994 e 
1998, quando perdeu 
para Fernando 
Henrique Cardoso.
A Trajetória Política 
● Em 1995, deixou a 
presidência do PT e 
tornou-se presidente 
de honra do partido. 
Em 2002, foi eleito 
presidente do Brasil 
com votação recorde 
de 50 milhões de 
votos.
A Trajetória Política 
● Reelegeu-se em 2006, 
vencendo, em segundo 
turno, o candidato do 
Partido da Social 
Democracia Brasileira 
(PSDB), Geraldo 
Alckmin.
A Trajetória Política 
●Na presidência, a gestão de Lula seguiu a 
política econômica de seu antecessor, 
conseguindo com isso colocar o país no 
rumo do desenvolvimento econômico.
A Trajetória Política 
● Lula também 
surpreendeu os 
observadores da 
cena política por 
conseguir manter 
altos índices de 
aprovação e 
popularidade, 
descolando-se das 
denúncias de 
corrupção que 
atingiram seus 
auxiliares mais
A Trajetória Política 
● É inédito na história do 
Brasil o fato de um 
presidente concluir seu 
segundo mandato com 
um índice de 
popularidade de 87% 
(pesquisa 
CNT/Sensus). Trata-se 
de um recorde mundial.
A Trajetória Política 
● Fiel ao estilo que marcou 
seu governo, Lula se 
despediu da 
Presidência com choro 
e nos braços da 
multidão.
Transmissão da Faixa 
● Tendo sido o centro das 
atenções na cerimônia 
de entrega da faixa à 
sucessora Dilma 
Rousseff
Pós- Presidência 
De volta ao Instituto Cidadania, agora convertido em 
Instituto Lula, mas ainda instalado no mesmo endereço 
em que estava antes do governo, no bairro paulistano 
do Ipiranga, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva 
assume uma AGENDA internacional de chefe de 
estado, realizando palestras e promovendo seminários 
em diversos países. A integração da América Latina e o 
combate à fome na África estão entre as novas 
prioridades do Instituto, bem como a elaboração de 
estratégias capazes de promover o crescimento 
econômico sem sacrificar a justiça social, a distribuição 
de renda, o desenvolvimento e o consumo.
Pós- Presidência 
● Em 2012, Lula supera um 
câncer na laringe que fora 
diagnosticado no ano 
anterior. E, desde junho de 
2013, publica um artigo 
mensal, distribuído a 
dezenas de países pela 
agência de notícias do diário 
americano New York Times.
Prof. Altair Aguilar

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lula segundo mandato
Lula segundo mandatoLula segundo mandato
Lula segundo mandato
Kerol Brombal
 
Governo Dilma 1
Governo Dilma 1Governo Dilma 1
Governo Dilma 1
Marcos Mamute
 
GOVERNO LULA (2002-2010)
GOVERNO LULA (2002-2010)GOVERNO LULA (2002-2010)
GOVERNO LULA (2002-2010)
Roberta Emmanuelle
 
Estudo: A Era Lula
Estudo: A Era LulaEstudo: A Era Lula
Estudo: A Era Lula
Miti Inteligência
 
Governo lula
Governo lulaGoverno lula
Governo lula
Kerol Brombal
 
Eleições 2006 e o 2º governo lula
Eleições 2006 e o 2º governo lulaEleições 2006 e o 2º governo lula
Eleições 2006 e o 2º governo lula
Nelia Salles Nantes
 
Cartilha de realizações no governo Lula
Cartilha de realizações no governo LulaCartilha de realizações no governo Lula
Cartilha de realizações no governo Lula
Joao Carlos Passari
 
Governo lula 2007 2010
Governo lula 2007 2010Governo lula 2007 2010
Governo lula 2007 2010
Amanda Ulrich
 
O inevitável impeachment de dilma rousseff
O inevitável impeachment de dilma rousseffO inevitável impeachment de dilma rousseff
O inevitável impeachment de dilma rousseff
Fernando Alcoforado
 
Cartilha de realizações no governo Lula
Cartilha de realizações no governo LulaCartilha de realizações no governo Lula
Cartilha de realizações no governo Lula
Marcelo Bancalero
 
Lulismo
LulismoLulismo
O fim de uma ilusão
O fim de uma ilusãoO fim de uma ilusão
O fim de uma ilusão
Fernando Alcoforado
 
Resolução Política do 4º Congresso Nacional do PT
Resolução Política do 4º Congresso Nacional do PTResolução Política do 4º Congresso Nacional do PT
Resolução Política do 4º Congresso Nacional do PT
PT Paraná
 
Resolução Política 4° Congresso do PT
Resolução Política 4° Congresso do PT Resolução Política 4° Congresso do PT
Resolução Política 4° Congresso do PT
Aloysio Nunes Ferreira
 
Governo lula
Governo lulaGoverno lula
Programa de governo de Dilma Rousseff (PT)
Programa de governo de Dilma Rousseff (PT)Programa de governo de Dilma Rousseff (PT)
Programa de governo de Dilma Rousseff (PT)
Portal Canal Rural
 
Como construir a paz social no brasil
Como construir a paz social no brasilComo construir a paz social no brasil
Como construir a paz social no brasil
Fernando Alcoforado
 
Resolução politica 4_congresso_versao_final
Resolução politica 4_congresso_versao_finalResolução politica 4_congresso_versao_final
Resolução politica 4_congresso_versao_final
Daniel Guedes
 
Proposta resolução politica_4_congresso_versao_final
Proposta resolução politica_4_congresso_versao_finalProposta resolução politica_4_congresso_versao_final
Proposta resolução politica_4_congresso_versao_final
Luis Nassif
 
A era Lula
A era Lula A era Lula
A era Lula
Aparicio Junior
 

Mais procurados (20)

Lula segundo mandato
Lula segundo mandatoLula segundo mandato
Lula segundo mandato
 
Governo Dilma 1
Governo Dilma 1Governo Dilma 1
Governo Dilma 1
 
GOVERNO LULA (2002-2010)
GOVERNO LULA (2002-2010)GOVERNO LULA (2002-2010)
GOVERNO LULA (2002-2010)
 
Estudo: A Era Lula
Estudo: A Era LulaEstudo: A Era Lula
Estudo: A Era Lula
 
Governo lula
Governo lulaGoverno lula
Governo lula
 
Eleições 2006 e o 2º governo lula
Eleições 2006 e o 2º governo lulaEleições 2006 e o 2º governo lula
Eleições 2006 e o 2º governo lula
 
Cartilha de realizações no governo Lula
Cartilha de realizações no governo LulaCartilha de realizações no governo Lula
Cartilha de realizações no governo Lula
 
Governo lula 2007 2010
Governo lula 2007 2010Governo lula 2007 2010
Governo lula 2007 2010
 
O inevitável impeachment de dilma rousseff
O inevitável impeachment de dilma rousseffO inevitável impeachment de dilma rousseff
O inevitável impeachment de dilma rousseff
 
Cartilha de realizações no governo Lula
Cartilha de realizações no governo LulaCartilha de realizações no governo Lula
Cartilha de realizações no governo Lula
 
Lulismo
LulismoLulismo
Lulismo
 
O fim de uma ilusão
O fim de uma ilusãoO fim de uma ilusão
O fim de uma ilusão
 
Resolução Política do 4º Congresso Nacional do PT
Resolução Política do 4º Congresso Nacional do PTResolução Política do 4º Congresso Nacional do PT
Resolução Política do 4º Congresso Nacional do PT
 
Resolução Política 4° Congresso do PT
Resolução Política 4° Congresso do PT Resolução Política 4° Congresso do PT
Resolução Política 4° Congresso do PT
 
Governo lula
Governo lulaGoverno lula
Governo lula
 
Programa de governo de Dilma Rousseff (PT)
Programa de governo de Dilma Rousseff (PT)Programa de governo de Dilma Rousseff (PT)
Programa de governo de Dilma Rousseff (PT)
 
Como construir a paz social no brasil
Como construir a paz social no brasilComo construir a paz social no brasil
Como construir a paz social no brasil
 
Resolução politica 4_congresso_versao_final
Resolução politica 4_congresso_versao_finalResolução politica 4_congresso_versao_final
Resolução politica 4_congresso_versao_final
 
Proposta resolução politica_4_congresso_versao_final
Proposta resolução politica_4_congresso_versao_finalProposta resolução politica_4_congresso_versao_final
Proposta resolução politica_4_congresso_versao_final
 
A era Lula
A era Lula A era Lula
A era Lula
 

Destaque

Antonio Raposo Tavares - Bandeirantes- Prof. Altair Aguilar
Antonio Raposo Tavares - Bandeirantes- Prof. Altair AguilarAntonio Raposo Tavares - Bandeirantes- Prof. Altair Aguilar
Antonio Raposo Tavares - Bandeirantes- Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Altair Moisés Aguilar
 
Hitler e os Animais - Prof. Altair Aguilar
Hitler e os Animais - Prof. Altair AguilarHitler e os Animais - Prof. Altair Aguilar
Hitler e os Animais - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Mao tse tung - Prof. Altair Aguilar
Mao tse tung - Prof. Altair AguilarMao tse tung - Prof. Altair Aguilar
Mao tse tung - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Diga não às Drogas - Prof. Altair Aguilar.
Diga não às Drogas - Prof. Altair Aguilar.Diga não às Drogas - Prof. Altair Aguilar.
Diga não às Drogas - Prof. Altair Aguilar.
Altair Moisés Aguilar
 
Monet - Prof. Altair Aguilar
Monet - Prof. Altair AguilarMonet - Prof. Altair Aguilar
Monet - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Revolução Russa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Russa - Prof. Altair AguilarRevolução Russa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Russa - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
As obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
As obras do Nazismo - Prof. Altair AguilarAs obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
As obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Revolução Federalista - Prof. Altair Aguilar
Revolução  Federalista - Prof. Altair AguilarRevolução  Federalista - Prof. Altair Aguilar
Revolução Federalista - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Basílica de São Pedro - Prof. Altair Aguilar
Basílica de São Pedro - Prof. Altair AguilarBasílica de São Pedro - Prof. Altair Aguilar
Basílica de São Pedro - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Domingo sangrento - Prof. Altair Aguilar
Domingo sangrento - Prof. Altair AguilarDomingo sangrento - Prof. Altair Aguilar
Domingo sangrento - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Bomba Atômica - Prof. Altair Aguilar
Bomba Atômica - Prof. Altair AguilarBomba Atômica - Prof. Altair Aguilar
Bomba Atômica - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Politica brasileira - Prof. Altair Aguilar
Politica brasileira - Prof. Altair AguilarPolitica brasileira - Prof. Altair Aguilar
Politica brasileira - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Tancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
Tancredo Neves - Prof. Altair AguilarTancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
Tancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Mitologia hindu - Prof. Altair Aguilar
Mitologia hindu - Prof. Altair AguilarMitologia hindu - Prof. Altair Aguilar
Mitologia hindu - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Princesa Isabel - Prof. Altair Aguilar
Princesa  Isabel - Prof. Altair AguilarPrincesa  Isabel - Prof. Altair Aguilar
Princesa Isabel - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
República do Café com Leite - Prof. Altair Aguilar
República do Café com Leite - Prof. Altair AguilarRepública do Café com Leite - Prof. Altair Aguilar
República do Café com Leite - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
A senzala - Prof. Altair Aguilar
A  senzala - Prof. Altair AguilarA  senzala - Prof. Altair Aguilar
A senzala - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Primeiro Reinado - Prof. Altair Aguilar
Primeiro Reinado - Prof. Altair AguilarPrimeiro Reinado - Prof. Altair Aguilar
Primeiro Reinado - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
A vida de D. Pedro II - Prof.Altair Aguilar
A vida de D. Pedro II - Prof.Altair AguilarA vida de D. Pedro II - Prof.Altair Aguilar
A vida de D. Pedro II - Prof.Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 

Destaque (20)

Antonio Raposo Tavares - Bandeirantes- Prof. Altair Aguilar
Antonio Raposo Tavares - Bandeirantes- Prof. Altair AguilarAntonio Raposo Tavares - Bandeirantes- Prof. Altair Aguilar
Antonio Raposo Tavares - Bandeirantes- Prof. Altair Aguilar
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Hitler e os Animais - Prof. Altair Aguilar
Hitler e os Animais - Prof. Altair AguilarHitler e os Animais - Prof. Altair Aguilar
Hitler e os Animais - Prof. Altair Aguilar
 
Mao tse tung - Prof. Altair Aguilar
Mao tse tung - Prof. Altair AguilarMao tse tung - Prof. Altair Aguilar
Mao tse tung - Prof. Altair Aguilar
 
Diga não às Drogas - Prof. Altair Aguilar.
Diga não às Drogas - Prof. Altair Aguilar.Diga não às Drogas - Prof. Altair Aguilar.
Diga não às Drogas - Prof. Altair Aguilar.
 
Monet - Prof. Altair Aguilar
Monet - Prof. Altair AguilarMonet - Prof. Altair Aguilar
Monet - Prof. Altair Aguilar
 
Revolução Russa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Russa - Prof. Altair AguilarRevolução Russa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Russa - Prof. Altair Aguilar
 
As obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
As obras do Nazismo - Prof. Altair AguilarAs obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
As obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
 
Revolução Federalista - Prof. Altair Aguilar
Revolução  Federalista - Prof. Altair AguilarRevolução  Federalista - Prof. Altair Aguilar
Revolução Federalista - Prof. Altair Aguilar
 
Basílica de São Pedro - Prof. Altair Aguilar
Basílica de São Pedro - Prof. Altair AguilarBasílica de São Pedro - Prof. Altair Aguilar
Basílica de São Pedro - Prof. Altair Aguilar
 
Domingo sangrento - Prof. Altair Aguilar
Domingo sangrento - Prof. Altair AguilarDomingo sangrento - Prof. Altair Aguilar
Domingo sangrento - Prof. Altair Aguilar
 
Bomba Atômica - Prof. Altair Aguilar
Bomba Atômica - Prof. Altair AguilarBomba Atômica - Prof. Altair Aguilar
Bomba Atômica - Prof. Altair Aguilar
 
Politica brasileira - Prof. Altair Aguilar
Politica brasileira - Prof. Altair AguilarPolitica brasileira - Prof. Altair Aguilar
Politica brasileira - Prof. Altair Aguilar
 
Tancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
Tancredo Neves - Prof. Altair AguilarTancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
Tancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
 
Mitologia hindu - Prof. Altair Aguilar
Mitologia hindu - Prof. Altair AguilarMitologia hindu - Prof. Altair Aguilar
Mitologia hindu - Prof. Altair Aguilar
 
Princesa Isabel - Prof. Altair Aguilar
Princesa  Isabel - Prof. Altair AguilarPrincesa  Isabel - Prof. Altair Aguilar
Princesa Isabel - Prof. Altair Aguilar
 
República do Café com Leite - Prof. Altair Aguilar
República do Café com Leite - Prof. Altair AguilarRepública do Café com Leite - Prof. Altair Aguilar
República do Café com Leite - Prof. Altair Aguilar
 
A senzala - Prof. Altair Aguilar
A  senzala - Prof. Altair AguilarA  senzala - Prof. Altair Aguilar
A senzala - Prof. Altair Aguilar
 
Primeiro Reinado - Prof. Altair Aguilar
Primeiro Reinado - Prof. Altair AguilarPrimeiro Reinado - Prof. Altair Aguilar
Primeiro Reinado - Prof. Altair Aguilar
 
A vida de D. Pedro II - Prof.Altair Aguilar
A vida de D. Pedro II - Prof.Altair AguilarA vida de D. Pedro II - Prof.Altair Aguilar
A vida de D. Pedro II - Prof.Altair Aguilar
 

Semelhante a Luiz Inácio Lula da Silva - Prof. Altair Aguilar

Lula
LulaLula
Pequena biografia de Luiz Inácio Lula Da Silva
Pequena biografia de Luiz Inácio Lula Da SilvaPequena biografia de Luiz Inácio Lula Da Silva
Pequena biografia de Luiz Inácio Lula Da Silva
Juan Gerardo Hernandez Rodriguez
 
Luis inácio da silva lula
Luis inácio da silva    lulaLuis inácio da silva    lula
Luis inácio da silva lula
susanacontabilidade
 
9o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 169o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 16
Raquel Avila
 
9o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 169o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 16
Raquel Avila
 
Instituto Lula
Instituto LulaInstituto Lula
Instituto Lula
Conversa Afiada
 
Terroristas a solta
Terroristas a soltaTerroristas a solta
O lulismo
O lulismoO lulismo
Brasil 1994 ao 1º mandato de lula
Brasil 1994 ao 1º mandato de lulaBrasil 1994 ao 1º mandato de lula
Brasil 1994 ao 1º mandato de lula
historiando
 
Brasil 1994 ao 1º mandato de lula
Brasil 1994 ao 1º mandato de lulaBrasil 1994 ao 1º mandato de lula
Brasil 1994 ao 1º mandato de lula
Nelia Salles Nantes
 
Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasil
guiurey
 
Trabalhismo
TrabalhismoTrabalhismo
Trabalhismo
jeffersonseliga
 
Relações sindicais e trabalhistas formatação
 Relações sindicais e trabalhistas formatação  Relações sindicais e trabalhistas formatação
Relações sindicais e trabalhistas formatação
Janaína Dos Anjos
 
Trabalhismo
TrabalhismoTrabalhismo
Trabalhismo
jeffersonseliga
 
texto introdutório Era vargas, ditadura militar, impeachment de Collor e de...
 texto introdutório  Era vargas, ditadura militar, impeachment de Collor e de... texto introdutório  Era vargas, ditadura militar, impeachment de Collor e de...
texto introdutório Era vargas, ditadura militar, impeachment de Collor e de...
Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
 
1 texto introdutório era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
1 texto introdutório  era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...1 texto introdutório  era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
1 texto introdutório era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
 
Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasil
Jainny F.
 
Governos populistas
Governos populistasGovernos populistas
Governos populistas
Alunos Alunos
 
Unidade14
Unidade14Unidade14
Unidade14
claudenice leme
 
Trabalho de recuperação de historia
Trabalho de recuperação de historiaTrabalho de recuperação de historia
Trabalho de recuperação de historia
Mateus Cabral
 

Semelhante a Luiz Inácio Lula da Silva - Prof. Altair Aguilar (20)

Lula
LulaLula
Lula
 
Pequena biografia de Luiz Inácio Lula Da Silva
Pequena biografia de Luiz Inácio Lula Da SilvaPequena biografia de Luiz Inácio Lula Da Silva
Pequena biografia de Luiz Inácio Lula Da Silva
 
Luis inácio da silva lula
Luis inácio da silva    lulaLuis inácio da silva    lula
Luis inácio da silva lula
 
9o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 169o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 16
 
9o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 169o. ano.revisão do capítulo 16
9o. ano.revisão do capítulo 16
 
Instituto Lula
Instituto LulaInstituto Lula
Instituto Lula
 
Terroristas a solta
Terroristas a soltaTerroristas a solta
Terroristas a solta
 
O lulismo
O lulismoO lulismo
O lulismo
 
Brasil 1994 ao 1º mandato de lula
Brasil 1994 ao 1º mandato de lulaBrasil 1994 ao 1º mandato de lula
Brasil 1994 ao 1º mandato de lula
 
Brasil 1994 ao 1º mandato de lula
Brasil 1994 ao 1º mandato de lulaBrasil 1994 ao 1º mandato de lula
Brasil 1994 ao 1º mandato de lula
 
Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasil
 
Trabalhismo
TrabalhismoTrabalhismo
Trabalhismo
 
Relações sindicais e trabalhistas formatação
 Relações sindicais e trabalhistas formatação  Relações sindicais e trabalhistas formatação
Relações sindicais e trabalhistas formatação
 
Trabalhismo
TrabalhismoTrabalhismo
Trabalhismo
 
texto introdutório Era vargas, ditadura militar, impeachment de Collor e de...
 texto introdutório  Era vargas, ditadura militar, impeachment de Collor e de... texto introdutório  Era vargas, ditadura militar, impeachment de Collor e de...
texto introdutório Era vargas, ditadura militar, impeachment de Collor e de...
 
1 texto introdutório era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
1 texto introdutório  era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...1 texto introdutório  era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
1 texto introdutório era vargas, ditadura militar, impeachment de collor e d...
 
Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasil
 
Governos populistas
Governos populistasGovernos populistas
Governos populistas
 
Unidade14
Unidade14Unidade14
Unidade14
 
Trabalho de recuperação de historia
Trabalho de recuperação de historiaTrabalho de recuperação de historia
Trabalho de recuperação de historia
 

Mais de Altair Moisés Aguilar

Martinho Lutero - Prof. Altair Aguilar
Martinho Lutero - Prof. Altair AguilarMartinho Lutero - Prof. Altair Aguilar
Martinho Lutero - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Oliver Cromwell - Prof. Altair Aguilar
Oliver Cromwell - Prof. Altair AguilarOliver Cromwell - Prof. Altair Aguilar
Oliver Cromwell - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Os Puritanos - Prof. Altair Aguilar
Os Puritanos - Prof. Altair AguilarOs Puritanos - Prof. Altair Aguilar
Os Puritanos - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Dinastia Tudors - Prof. Altair Aguilar
Dinastia Tudors - Prof. Altair AguilarDinastia Tudors - Prof. Altair Aguilar
Dinastia Tudors - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Calvinismo - Prof. Altair Aguilar
Calvinismo - Prof. Altair AguilarCalvinismo - Prof. Altair Aguilar
Calvinismo - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
A independência Americana - Prof. Altair Aguilar
A independência Americana - Prof. Altair AguilarA independência Americana - Prof. Altair Aguilar
A independência Americana - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Guerra das duas Rosas - Prof. Altair Aguilar
Guerra das duas Rosas - Prof. Altair AguilarGuerra das duas Rosas - Prof. Altair Aguilar
Guerra das duas Rosas - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Revolução Inglesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Inglesa - Prof. Altair AguilarRevolução Inglesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Inglesa - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair Aguilar
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair AguilarCausas da Segunda Guerra - Prof.Altair Aguilar
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Estados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair Aguilar
Estados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair AguilarEstados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair Aguilar
Estados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Os Incas - Prof.Altair Aguilar
Os Incas - Prof.Altair AguilarOs Incas - Prof.Altair Aguilar
Os Incas - Prof.Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Revolução Francesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução  Francesa - Prof. Altair AguilarRevolução  Francesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Francesa - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair AguilarDiscurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Campos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Campos Nazista - Prof. Altair AguilarCampos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Campos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Adolf Hitler _ Prof.Altair Aguilar
Adolf  Hitler _ Prof.Altair AguilarAdolf  Hitler _ Prof.Altair Aguilar
Adolf Hitler _ Prof.Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Guerra de Tróia - Prof. Altair Aguilar
Guerra de Tróia  - Prof. Altair AguilarGuerra de Tróia  - Prof. Altair Aguilar
Guerra de Tróia - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Alemanha Muro de Berlim - Prof. Altair Aguilar
Alemanha Muro de Berlim - Prof. Altair AguilarAlemanha Muro de Berlim - Prof. Altair Aguilar
Alemanha Muro de Berlim - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Futebol - Prof. Altair Aguilar
Futebol - Prof. Altair AguilarFutebol - Prof. Altair Aguilar
Futebol - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Babilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair Aguilar
Babilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair AguilarBabilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair Aguilar
Babilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Islamismo - Prof. Altair Aguilar
Islamismo - Prof. Altair AguilarIslamismo - Prof. Altair Aguilar
Islamismo - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 

Mais de Altair Moisés Aguilar (20)

Martinho Lutero - Prof. Altair Aguilar
Martinho Lutero - Prof. Altair AguilarMartinho Lutero - Prof. Altair Aguilar
Martinho Lutero - Prof. Altair Aguilar
 
Oliver Cromwell - Prof. Altair Aguilar
Oliver Cromwell - Prof. Altair AguilarOliver Cromwell - Prof. Altair Aguilar
Oliver Cromwell - Prof. Altair Aguilar
 
Os Puritanos - Prof. Altair Aguilar
Os Puritanos - Prof. Altair AguilarOs Puritanos - Prof. Altair Aguilar
Os Puritanos - Prof. Altair Aguilar
 
Dinastia Tudors - Prof. Altair Aguilar
Dinastia Tudors - Prof. Altair AguilarDinastia Tudors - Prof. Altair Aguilar
Dinastia Tudors - Prof. Altair Aguilar
 
Calvinismo - Prof. Altair Aguilar
Calvinismo - Prof. Altair AguilarCalvinismo - Prof. Altair Aguilar
Calvinismo - Prof. Altair Aguilar
 
A independência Americana - Prof. Altair Aguilar
A independência Americana - Prof. Altair AguilarA independência Americana - Prof. Altair Aguilar
A independência Americana - Prof. Altair Aguilar
 
Guerra das duas Rosas - Prof. Altair Aguilar
Guerra das duas Rosas - Prof. Altair AguilarGuerra das duas Rosas - Prof. Altair Aguilar
Guerra das duas Rosas - Prof. Altair Aguilar
 
Revolução Inglesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Inglesa - Prof. Altair AguilarRevolução Inglesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Inglesa - Prof. Altair Aguilar
 
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair Aguilar
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair AguilarCausas da Segunda Guerra - Prof.Altair Aguilar
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair Aguilar
 
Estados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair Aguilar
Estados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair AguilarEstados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair Aguilar
Estados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair Aguilar
 
Os Incas - Prof.Altair Aguilar
Os Incas - Prof.Altair AguilarOs Incas - Prof.Altair Aguilar
Os Incas - Prof.Altair Aguilar
 
Revolução Francesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução  Francesa - Prof. Altair AguilarRevolução  Francesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Francesa - Prof. Altair Aguilar
 
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair AguilarDiscurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
 
Campos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Campos Nazista - Prof. Altair AguilarCampos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Campos Nazista - Prof. Altair Aguilar
 
Adolf Hitler _ Prof.Altair Aguilar
Adolf  Hitler _ Prof.Altair AguilarAdolf  Hitler _ Prof.Altair Aguilar
Adolf Hitler _ Prof.Altair Aguilar
 
Guerra de Tróia - Prof. Altair Aguilar
Guerra de Tróia  - Prof. Altair AguilarGuerra de Tróia  - Prof. Altair Aguilar
Guerra de Tróia - Prof. Altair Aguilar
 
Alemanha Muro de Berlim - Prof. Altair Aguilar
Alemanha Muro de Berlim - Prof. Altair AguilarAlemanha Muro de Berlim - Prof. Altair Aguilar
Alemanha Muro de Berlim - Prof. Altair Aguilar
 
Futebol - Prof. Altair Aguilar
Futebol - Prof. Altair AguilarFutebol - Prof. Altair Aguilar
Futebol - Prof. Altair Aguilar
 
Babilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair Aguilar
Babilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair AguilarBabilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair Aguilar
Babilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair Aguilar
 
Islamismo - Prof. Altair Aguilar
Islamismo - Prof. Altair AguilarIslamismo - Prof. Altair Aguilar
Islamismo - Prof. Altair Aguilar
 

Último

UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 

Último (20)

UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 

Luiz Inácio Lula da Silva - Prof. Altair Aguilar

  • 1. Luiz Inácio Lula da Silva
  • 2. A Origem Aos sete anos de idade, Luiz Inácio Lula da Silva mudou-se com a família para Santos (SP), deixando o interior de Pernambuco em busca de melhores oportunidades de vida.
  • 3. O Brasil avança com a lufada desenvolvimentista promovida pelo presidente Juscelino Kubitschek. A região do ABC, na Grande São Paulo, torna-se a mais industrializada do país, atraindo algumas das principais metalúrgicas do mundo, como as motadoras Scania e VOLKSWAGEN.
  • 4. A Origem ● Sertanejo e forte, Lula é um dos muitos migrantes nordestinos a se instalar no chão da fábrica e fazer da metalurgia a sua profissão. Ele tem 17 anos quando perde o dedo mínimo da mão esquerda num acidente de trabalho, em 1963, e 18 por ocasião do golpe militar, em 1964.
  • 5. Sertanejo e forte, Lula é um dos muitos migrantes nordestinos a se instalar no chão da fábrica e fazer da metalurgia a sua profissão. Ele tem 17 anos quando perde o dedo mínimo da mão esquerda num acidente de trabalho, em 1963, e 18 por ocasião do golpe militar, em 1964.
  • 6. Ainda fascinado com o tamanho e as possibilidades da cidade GRANDE, uma realidade muito melhor do que a da seca de Pernambuco, Lula é convencido por um irmão, militante do então clandestino Partido Comunista Brasileiro, a frequentar reuniões no sindicato. Pela primeira vez, trava contato com as agruras da classe trabalhadora e aprende expressões como arrocho salarial, caristia e fundo de greve. Negociador habilidoso, é convidado a ocupar uma vaga de suplente na diretoria do sindicato que viria a ser eleita no início de1969, inaugurando assim sua trajetória de líder sindical.
  • 7. A Atividade Sindical ● Em 1970, depois de perder a esposa grávida do primeiro filho, Lula passou a se dedicar intensamente à atividade sindical. Em 1973, casou-se com Marisa, sua atual mulher.
  • 8. A Atividade Sindical ● Marisa Letícia, com quem teria três filhos (Lula também registraria o enteado Marcos, filho de Marisa que não chegou a conhecer o pai biológico). Em 1975, antes de completar 30 anos, é Lula quem assume a presidência do sindicato.
  • 9. ●Em 1975, chegou à presidência do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema. Liderou a primeira greve de operários do ABC paulista em 1978, durante o regime militar.
  • 10. ●Em 1980, aliou-se a intelectuais e a outros líderes sindicais, para fundar o PT (Partido dos Trabalhadores), do qual se tornou presidente.
  • 11. Pontos Fortes e Vantagens ●No ano seguinte, liderou nova greve de metalúrgicos, foi preso e teve seu mandato sindical cassado.
  • 12. ●Participou da fundação da CUT (Central Única dos Trabalhadores) e, em junho de 1983, integrou a frente suprapartidária pró-eleições diretas para a presidência da República com os governadores de São Paulo, Franco Montoro (PMDB), e do Rio de Janeiro, Leonel Brizola (PDT).
  • 13. ● Lula foi eleito, em 1986, deputado federal constituinte com a maior votação do país. Concorreu à presidência da República em 1989, quando foi derrotado no segundo turno por Fernando Collor de Mello, e em 1994 e 1998, quando perdeu para Fernando Henrique Cardoso.
  • 14. A Trajetória Política ● Em 1995, deixou a presidência do PT e tornou-se presidente de honra do partido. Em 2002, foi eleito presidente do Brasil com votação recorde de 50 milhões de votos.
  • 15. A Trajetória Política ● Reelegeu-se em 2006, vencendo, em segundo turno, o candidato do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Geraldo Alckmin.
  • 16. A Trajetória Política ●Na presidência, a gestão de Lula seguiu a política econômica de seu antecessor, conseguindo com isso colocar o país no rumo do desenvolvimento econômico.
  • 17. A Trajetória Política ● Lula também surpreendeu os observadores da cena política por conseguir manter altos índices de aprovação e popularidade, descolando-se das denúncias de corrupção que atingiram seus auxiliares mais
  • 18. A Trajetória Política ● É inédito na história do Brasil o fato de um presidente concluir seu segundo mandato com um índice de popularidade de 87% (pesquisa CNT/Sensus). Trata-se de um recorde mundial.
  • 19. A Trajetória Política ● Fiel ao estilo que marcou seu governo, Lula se despediu da Presidência com choro e nos braços da multidão.
  • 20. Transmissão da Faixa ● Tendo sido o centro das atenções na cerimônia de entrega da faixa à sucessora Dilma Rousseff
  • 21. Pós- Presidência De volta ao Instituto Cidadania, agora convertido em Instituto Lula, mas ainda instalado no mesmo endereço em que estava antes do governo, no bairro paulistano do Ipiranga, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva assume uma AGENDA internacional de chefe de estado, realizando palestras e promovendo seminários em diversos países. A integração da América Latina e o combate à fome na África estão entre as novas prioridades do Instituto, bem como a elaboração de estratégias capazes de promover o crescimento econômico sem sacrificar a justiça social, a distribuição de renda, o desenvolvimento e o consumo.
  • 22. Pós- Presidência ● Em 2012, Lula supera um câncer na laringe que fora diagnosticado no ano anterior. E, desde junho de 2013, publica um artigo mensal, distribuído a dezenas de países pela agência de notícias do diário americano New York Times.