SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
8ª SEMANA – ATIVIDADE DE LEITURA
ENSINO FUNDAMENTAL ENVIO: 22/06/2020.
LÍNGUA PORTUGUESA – ADRIANNA NÓBREGA LUSTOZA
TEXTO 01: ÉTICA NA INTERNET. PRECISAMOS FALAR DISSO! DE LETÍCIA
MALINOSKI
Em um ambiente tão cheio de
informações e conexões, como seria a forma ética
mais esperada no comportamento virtual de cada
um de nós?
Ética ou ser ético, de acordo com o
dicionário Aurélio, tem por definição possuir um
comportamento de acordo com a índole e a moral
esperada de um indivíduo em determinado grupo
social. Dentro da nossa sociedade, significa agir
de uma forma justa e honesta com nossas ações,
sempre priorizando o respeito com as atividades
e ações de outras pessoas.
Dentro de redes sociais é sempre importante discutir ética e como ela deve fazer parte
das muitas situações que a conectividade da internet nos dá, principalmente por ser um ambiente
onde temos o risco de nos deparar com fake news (notícias falsas), propagandas enganosas
(que prometem algo, mas não cumprem com integridade), propagandas ilusórias (que parecem
prometer algo, mas na realidade prometem outro) e discussões acerca de determinado assunto
e plágio de conteúdos pessoais ou corporativos.
Com fake news e as propagandas enganosas, a falta de ética está por parte de quem
cria esses tipos de conteúdo, disseminando informações erradas que podem induzir várias
pessoas ao erro, como por exemplo o boato de que o uso de vacinas poderia aumentar a chances
de desenvolvimento de autismo, que resultou num surto de sarampo na Europa, pois foram várias
pessoas pararam de fazer a prevenção por vacinação. Para impedir o aumento desse tipo de
desinformação, deve-se verificar sempre o dado repassado com outras fontes confiáveis
disponíveis na rede. Isso é possível a partir de uma pesquisa rápida.
Discussões provindas de temas compartilhados na internet são positivas quando feitas
de forma respeitosa e construtiva, de acordo com os princípios éticos. O problema se apresenta
quando duas opiniões se confrontam e a partir disso surgem críticas e mais críticas que
transformam a discussão em conflito, trazendo uma situação desconfortável e inconclusiva. Agir
de acordo com a ética também implica saber respeitar e ouvir opiniões diferentes, abrindo espaço
para um ambiente onde possam ser desenvolvidas novas ideias e opiniões acerca de um tema,
sem que nenhum pensamento seja instantaneamente reprimido.
Situações onde se comprova um plágio, isto é, alguém apresentar um trabalho (texto,
pesquisa, ilustração, reportagem, etc.) feito por outro como se fosse seu, foram sempre
problemáticas dentro de áreas acadêmicas e artísticas. A internet trouxe uma revolução que
deixou disponível os mais diversos tipos de informação a cliques de distância, o que aumentou
casos de plágio das mais diversas formas e em diferentes áreas de atuação. Além de ser um ato
de falta de ética, plágio pode ser considerado crime! Sempre deve-se referenciar corretamente
o autor ou fonte selecionada, sem que haja cópia da ideia que foi desenvolvida por esta fonte.
São ações por muitas vezes simples, mas que contribuem para tornar o ambiente virtual
das redes sociais e digitais cada vez mais próximo do que se idealizou: uma área onde é possível
interagir e compartilhar informações como forma de propagar conhecimento. O importante é que
cada um possa fazer sua parte, tomando a iniciativa de agir sempre dentro dos princípios da
ética.
8ª SEMANA – ATIVIDADE DE LEITURA
ENSINO FUNDAMENTAL ENVIO: 22/06/2020.
LÍNGUA PORTUGUESA – ADRIANNA NÓBREGA LUSTOZA
TEXTO 02: COMO AS REDES SOCIAIS ESTÃO ADOECENDO OS JOVENS?
POR ANALICE GIGLIOTTI
A internet armou um ciclo vicioso e nocivo que tem castigado a saúde mental dos
adolescentes
Quem foi criança entre os anos 70 e 90 passou boas horas diante da televisão. A “babá
eletrônica” era um entretenimento barato e acessível, apesar da disputa pelo controle remoto.
Mas com o surgimento da internet e, mais recentemente, das redes sociais, tudo mudou. A
televisão começou a dividir a atenção dos jovens com outras telas, como tablets, computadores
e celulares. Passados alguns anos, a ciência é categórica: as redes sociais estão deixando
nossos jovens doentes.
Diante de evidências do aumento de casos de depressão e suicídio, especialistas foram
investigar e identificaram que a causa do comportamento dos jovens é o uso excessivo de
internet. E não ficou por aí: as horas online também se mostraram responsáveis pelo crescimento
de ocorrências de transtorno alimentar e comportamento agressivo entre os jovens.
A média de tempo de acesso desta faixa etária é de seis a oito horas, cerca de um terço
do dia! Os estudos concluíram que a questão não é o tipo de mídia social que frequentam –
Tinder, Youtube, Facebook, Instagram, jogos on-line -, mas a quantidade de horas gastas nelas.
Pesquisa pioneira da Universidade Federal do Espírito Santo, realizada em 2019 com
2 mil adolescentes entre 15 e 19, mostrou que 25,3% são dependentes moderados ou graves de
internet. O número de casos de ansiedade é duas vezes maior (34%) entre os dependentes
tecnológicos.
Adolescentes estão sempre em busca de novidades – e é bom que seja assim -, mas
também são mais sensíveis a elas: têm menos controle decisório e capacidade de arbitrar o que
é bom e o que não é. A formação total do cérebro só acontece entre os 20 e 25 anos e isso
transforma os adolescentes em um alvo perfeito a ser explorado, já que o grande ativo das mídias
sociais é a captação de dados dos seus usuários. Quanto mais tempo passam conectados, mais
dados são apreendidos: assim está armado o ciclo vicioso e nocivo que tem vitimado a saúde
mental dos jovens.
Nessa corrida do ouro para que os usuários permaneçam conectados o maior tempo
possível, lançam-se mão de todas as ferramentas e algoritmos. Quando temos uma experiência
prazerosa, o cérebro ativa um neurotransmissor chamado dopamina. Isso acontece, por
exemplo, quando alguém come
chocolate, pratica exercício físico, faz
sexo, usa drogas ou… ganha likes na
rede social. E o oposto também é real:
sabe aquela sensação frustrante de
caprichar na foto e ter poucas curtidas?
É esse “cassino emocional” que está
adoecendo os adolescentes. (O uso da
palavra “cassino” aqui é proposital: já
reparou que o movimento de arrastar a
tela do celular para baixo, com a
intenção de atualizar a página, é o
mesmo das máquinas de caça níquel?)
8ª SEMANA – ATIVIDADE DE LEITURA
ENSINO FUNDAMENTAL ENVIO: 22/06/2020.
LÍNGUA PORTUGUESA – ADRIANNA NÓBREGA LUSTOZA
Mais do que se utilizar de estratagemas para engajar novos usuários, o que vemos são
recursos bastante questionáveis para o “enganchamento”: uma vez preso à rede social, é difícil
sair dela. Jaron Lanier, considerado o pai da realidade virtual e uma das maiores referências em
tecnologia no Vale do Silício, é bastante objetivo no livro “Dez argumentos para você deletar
agora suas redes sociais” (Editora Intrínseca):
“Evito as redes sociais pela mesma razão que evito as drogas. ”
Trata-se de uma mudança de paradigma de comportamento que exige readequação de
todos nós. Até há bem pouco tempo, não tínhamos uma educação digital. Nossa sociedade foi
lançada há um mundo violento de informação e novidades em escala algorítmica, sem saber o
que nos esperava. Nenhum pai sabia quais seriam as consequências de expor os _lhos a tantas
telas. Mas hoje sabemos.
O resultado das muitas horas conectados à internet aparece nos consultórios: jovens
desacostumados da vivência de frustração. Gosto da imagem das antigas salas de espera de
médicos, onde não havia nada a fazer a não ser… esperar. Viver os tempos mortos. Isso acabou.
É uma geração ocupada o tempo todo pela falsa companhia de um aparelho celular. São
adolescentes que não se conectam consigo mesmos, preocupados com as aparências, com o
externo a eles, com o que mostram nas telas. A vida reduzida a uma vitrine para os outros.
A consequência é um vazio gigantesco: eles não estão preenchidos por nada.
Por outro lado, seria ingenuidade imaginar um jovem sem celular ou sem conexão à
internet. É naquele ambiente que parte das suas vidas acontecem. É no universo online que
muitos descobrem não estar sozinhos em uma fase difícil da vida, de descobrimento de traços
da personalidade, como a sexualidade. No campo vasto da internet, todas as tribos se
encontram. Ela não é, por si só, uma inimiga. Mas a internet requer moderação.
Este é o ponto: a medida certa. Não é razoável expô-los completamente à tecnologia e
essa supervisão cabe aos pais ou responsáveis.
A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda que de zero a dois anos a criança
não tenha qualquer exposição a telas. Entre dois e cinco anos, no máximo 1 hora diante de tela.
De seis a 10 anos, entre 1 e 2 horas ao dia. E dos 11 aos 18 anos, exposição máxima de 3 horas
por dia diante de telas, incluindo videogame, e mesmo assim, equilibrando com a prática de
atividade física.
Outra orientação aos pais é não permitir que o jovem se isole no quarto com
computador, smartphone, tablete ou celular; o uso deve ser em áreas comuns da casa. O horário
das refeições deve ser respeitado, sem acesso ao celular à mesa. Especialistas também
sugerem que se adote um “dia sem conexão”, em que todos deixam os gadgets de lado por
algumas horas, para estimular o convívio em família.
É fundamental que os adultos também façam um uso racional de computadores,
celulares e redes sociais em nome da saúde dos próprios filhos. Dar o exemplo não é a melhor
maneira de educar os outros. É a única.
Analice Gigliotti é Mestre em Psiquiatria pela Unifesp; professora da Escola Médica de Pós-Graduação
da PUCRio; chefe do setor de Dependências Químicas e Comportamentais da Santa Casa do Rio de
Janeiro e diretora do Espaço Clif de Psiquiatria e Dependência Química.
Fonte: https://vejario.abril.com.br/blog/manual-de-sobrevivencia-no-seculo-21/redes-sociais-adoecendo-jovens/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Puc tp 1 - tecnófobos
Puc tp 1 - tecnófobos Puc tp 1 - tecnófobos
Puc tp 1 - tecnófobos gersonos
 
Adolescentes dependentes de Internet
Adolescentes dependentes de Internet Adolescentes dependentes de Internet
Adolescentes dependentes de Internet Cínthia Demaria
 
Influência das tecnologias da informação e comunicação 12
Influência das tecnologias da informação e comunicação  12Influência das tecnologias da informação e comunicação  12
Influência das tecnologias da informação e comunicação 12Sônia Marques
 
LITERACIA - OS IDOSOS E A INTERNET semime 2015
LITERACIA - OS IDOSOS E A INTERNET semime 2015LITERACIA - OS IDOSOS E A INTERNET semime 2015
LITERACIA - OS IDOSOS E A INTERNET semime 2015ISCSP
 
Tecnologias da Informacao e seu Impacto na Sociedade
Tecnologias da Informacao e seu Impacto na SociedadeTecnologias da Informacao e seu Impacto na Sociedade
Tecnologias da Informacao e seu Impacto na SociedadeAdriana de Oliveira
 
A criança atual frente as telinhas resumo
A criança atual frente as telinhas resumoA criança atual frente as telinhas resumo
A criança atual frente as telinhas resumoSussu Ca
 
Atualidades 1 - 9º ano
Atualidades 1 - 9º anoAtualidades 1 - 9º ano
Atualidades 1 - 9º anoTaisly Mazza
 
Cultivando discípulos do futuro
Cultivando discípulos do futuroCultivando discípulos do futuro
Cultivando discípulos do futuroGiba Canto
 
Palestra: Internet, Tecnologia, Pais e Filhos - Colégio São José - Bauru (Red...
Palestra: Internet, Tecnologia, Pais e Filhos - Colégio São José - Bauru (Red...Palestra: Internet, Tecnologia, Pais e Filhos - Colégio São José - Bauru (Red...
Palestra: Internet, Tecnologia, Pais e Filhos - Colégio São José - Bauru (Red...Paulo Milreu
 
Internet segura
Internet seguraInternet segura
Internet segurajulia811
 
Navegar com seguranã
Navegar com seguranãNavegar com seguranã
Navegar com seguranãguestef4b7e
 
Navegar com Segurança na Internet
Navegar com Segurança na InternetNavegar com Segurança na Internet
Navegar com Segurança na Internetc.susaninha
 

Mais procurados (15)

Puc tp 1 - tecnófobos
Puc tp 1 - tecnófobos Puc tp 1 - tecnófobos
Puc tp 1 - tecnófobos
 
Adolescentes dependentes de Internet
Adolescentes dependentes de Internet Adolescentes dependentes de Internet
Adolescentes dependentes de Internet
 
Carla guerra
Carla guerraCarla guerra
Carla guerra
 
Influência das tecnologias da informação e comunicação 12
Influência das tecnologias da informação e comunicação  12Influência das tecnologias da informação e comunicação  12
Influência das tecnologias da informação e comunicação 12
 
LITERACIA - OS IDOSOS E A INTERNET semime 2015
LITERACIA - OS IDOSOS E A INTERNET semime 2015LITERACIA - OS IDOSOS E A INTERNET semime 2015
LITERACIA - OS IDOSOS E A INTERNET semime 2015
 
Tecnologias da Informacao e seu Impacto na Sociedade
Tecnologias da Informacao e seu Impacto na SociedadeTecnologias da Informacao e seu Impacto na Sociedade
Tecnologias da Informacao e seu Impacto na Sociedade
 
A criança atual frente as telinhas resumo
A criança atual frente as telinhas resumoA criança atual frente as telinhas resumo
A criança atual frente as telinhas resumo
 
the web we want
the web we wantthe web we want
the web we want
 
Atualidades 1 - 9º ano
Atualidades 1 - 9º anoAtualidades 1 - 9º ano
Atualidades 1 - 9º ano
 
Cultivando discípulos do futuro
Cultivando discípulos do futuroCultivando discípulos do futuro
Cultivando discípulos do futuro
 
Palestra: Internet, Tecnologia, Pais e Filhos - Colégio São José - Bauru (Red...
Palestra: Internet, Tecnologia, Pais e Filhos - Colégio São José - Bauru (Red...Palestra: Internet, Tecnologia, Pais e Filhos - Colégio São José - Bauru (Red...
Palestra: Internet, Tecnologia, Pais e Filhos - Colégio São José - Bauru (Red...
 
Cidadania digital
Cidadania digitalCidadania digital
Cidadania digital
 
Internet segura
Internet seguraInternet segura
Internet segura
 
Navegar com seguranã
Navegar com seguranãNavegar com seguranã
Navegar com seguranã
 
Navegar com Segurança na Internet
Navegar com Segurança na InternetNavegar com Segurança na Internet
Navegar com Segurança na Internet
 

Semelhante a Texto informativos.

Anonimato em Evidência
Anonimato em EvidênciaAnonimato em Evidência
Anonimato em Evidênciaoliviahamada
 
2011 guia internet e família - wan
2011   guia internet e família - wan2011   guia internet e família - wan
2011 guia internet e família - wanO Diário Na Escola
 
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADO
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADOTECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADO
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADOJILAN C. GERAL
 
Quais os perigos da tecnologia na infância?
Quais os perigos da tecnologia na infância?Quais os perigos da tecnologia na infância?
Quais os perigos da tecnologia na infância?diogofranciscorocha
 
Jovens e mídia paloma cristina
Jovens e mídia   paloma cristinaJovens e mídia   paloma cristina
Jovens e mídia paloma cristinaRedeci Uftm
 
POWERPOINT SOBRE SIGURANÇA INTERNET
POWERPOINT SOBRE SIGURANÇA INTERNETPOWERPOINT SOBRE SIGURANÇA INTERNET
POWERPOINT SOBRE SIGURANÇA INTERNETTEODORO SOARES
 
Sociedade de informação
Sociedade de informaçãoSociedade de informação
Sociedade de informaçãomluisavalente
 
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADO
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADOTECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADO
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADOJILAN C. GERAL
 
Criancas e jovens na internet
Criancas e jovens na internetCriancas e jovens na internet
Criancas e jovens na internetBenedilosn
 
Apresentação tcc jornada
Apresentação tcc jornadaApresentação tcc jornada
Apresentação tcc jornadaLoyane Fernandes
 
Identidade Digital
Identidade DigitalIdentidade Digital
Identidade DigitalPaula Peres
 
Cenários futuros de uma sociedade participante
Cenários futuros de uma sociedade participanteCenários futuros de uma sociedade participante
Cenários futuros de uma sociedade participanteDawison Calheiros
 
Redes de Aprendizagem- Asandrade unid2 ativ2
Redes de Aprendizagem- Asandrade unid2 ativ2Redes de Aprendizagem- Asandrade unid2 ativ2
Redes de Aprendizagem- Asandrade unid2 ativ2Alexsandra Andrade
 
Os perigos escondidos nas redes sociais
Os perigos escondidos nas redes sociaisOs perigos escondidos nas redes sociais
Os perigos escondidos nas redes sociaismarcosfarias30
 
OS PRINCIPAIS RISCOS À SAÚDE ASSOCIADOS AO USO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS: O P...
OS PRINCIPAIS RISCOS À SAÚDE ASSOCIADOS AO USO DAS  TECNOLOGIAS DIGITAIS: O P...OS PRINCIPAIS RISCOS À SAÚDE ASSOCIADOS AO USO DAS  TECNOLOGIAS DIGITAIS: O P...
OS PRINCIPAIS RISCOS À SAÚDE ASSOCIADOS AO USO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS: O P...Universidade Estadual do Ceará
 
Trabalho 3o periodo
Trabalho 3o periodoTrabalho 3o periodo
Trabalho 3o periodomw2Pro
 

Semelhante a Texto informativos. (20)

Apresentação oficial de etica na net
Apresentação oficial de etica na netApresentação oficial de etica na net
Apresentação oficial de etica na net
 
Direito e Psicologia - Internet e relações
Direito e Psicologia - Internet e relaçõesDireito e Psicologia - Internet e relações
Direito e Psicologia - Internet e relações
 
Anonimato em Evidência
Anonimato em EvidênciaAnonimato em Evidência
Anonimato em Evidência
 
2011 guia internet e família - wan
2011   guia internet e família - wan2011   guia internet e família - wan
2011 guia internet e família - wan
 
ATUALIDADES - AULA 17-08.pptx
ATUALIDADES - AULA 17-08.pptxATUALIDADES - AULA 17-08.pptx
ATUALIDADES - AULA 17-08.pptx
 
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADO
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADOTECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADO
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADO
 
Quais os perigos da tecnologia na infância?
Quais os perigos da tecnologia na infância?Quais os perigos da tecnologia na infância?
Quais os perigos da tecnologia na infância?
 
Jovens e mídia paloma cristina
Jovens e mídia   paloma cristinaJovens e mídia   paloma cristina
Jovens e mídia paloma cristina
 
POWERPOINT SOBRE SIGURANÇA INTERNET
POWERPOINT SOBRE SIGURANÇA INTERNETPOWERPOINT SOBRE SIGURANÇA INTERNET
POWERPOINT SOBRE SIGURANÇA INTERNET
 
Sociedade de informação
Sociedade de informaçãoSociedade de informação
Sociedade de informação
 
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADO
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADOTECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADO
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO MUNDO GLOBALIZADO
 
43 878
43 87843 878
43 878
 
Criancas e jovens na internet
Criancas e jovens na internetCriancas e jovens na internet
Criancas e jovens na internet
 
Apresentação tcc jornada
Apresentação tcc jornadaApresentação tcc jornada
Apresentação tcc jornada
 
Identidade Digital
Identidade DigitalIdentidade Digital
Identidade Digital
 
Cenários futuros de uma sociedade participante
Cenários futuros de uma sociedade participanteCenários futuros de uma sociedade participante
Cenários futuros de uma sociedade participante
 
Redes de Aprendizagem- Asandrade unid2 ativ2
Redes de Aprendizagem- Asandrade unid2 ativ2Redes de Aprendizagem- Asandrade unid2 ativ2
Redes de Aprendizagem- Asandrade unid2 ativ2
 
Os perigos escondidos nas redes sociais
Os perigos escondidos nas redes sociaisOs perigos escondidos nas redes sociais
Os perigos escondidos nas redes sociais
 
OS PRINCIPAIS RISCOS À SAÚDE ASSOCIADOS AO USO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS: O P...
OS PRINCIPAIS RISCOS À SAÚDE ASSOCIADOS AO USO DAS  TECNOLOGIAS DIGITAIS: O P...OS PRINCIPAIS RISCOS À SAÚDE ASSOCIADOS AO USO DAS  TECNOLOGIAS DIGITAIS: O P...
OS PRINCIPAIS RISCOS À SAÚDE ASSOCIADOS AO USO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS: O P...
 
Trabalho 3o periodo
Trabalho 3o periodoTrabalho 3o periodo
Trabalho 3o periodo
 

Último

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptElifabio Sobreira Pereira
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioWyngDaFelyzitahLamba
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 

Último (20)

Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 

Texto informativos.

  • 1. 8ª SEMANA – ATIVIDADE DE LEITURA ENSINO FUNDAMENTAL ENVIO: 22/06/2020. LÍNGUA PORTUGUESA – ADRIANNA NÓBREGA LUSTOZA TEXTO 01: ÉTICA NA INTERNET. PRECISAMOS FALAR DISSO! DE LETÍCIA MALINOSKI Em um ambiente tão cheio de informações e conexões, como seria a forma ética mais esperada no comportamento virtual de cada um de nós? Ética ou ser ético, de acordo com o dicionário Aurélio, tem por definição possuir um comportamento de acordo com a índole e a moral esperada de um indivíduo em determinado grupo social. Dentro da nossa sociedade, significa agir de uma forma justa e honesta com nossas ações, sempre priorizando o respeito com as atividades e ações de outras pessoas. Dentro de redes sociais é sempre importante discutir ética e como ela deve fazer parte das muitas situações que a conectividade da internet nos dá, principalmente por ser um ambiente onde temos o risco de nos deparar com fake news (notícias falsas), propagandas enganosas (que prometem algo, mas não cumprem com integridade), propagandas ilusórias (que parecem prometer algo, mas na realidade prometem outro) e discussões acerca de determinado assunto e plágio de conteúdos pessoais ou corporativos. Com fake news e as propagandas enganosas, a falta de ética está por parte de quem cria esses tipos de conteúdo, disseminando informações erradas que podem induzir várias pessoas ao erro, como por exemplo o boato de que o uso de vacinas poderia aumentar a chances de desenvolvimento de autismo, que resultou num surto de sarampo na Europa, pois foram várias pessoas pararam de fazer a prevenção por vacinação. Para impedir o aumento desse tipo de desinformação, deve-se verificar sempre o dado repassado com outras fontes confiáveis disponíveis na rede. Isso é possível a partir de uma pesquisa rápida. Discussões provindas de temas compartilhados na internet são positivas quando feitas de forma respeitosa e construtiva, de acordo com os princípios éticos. O problema se apresenta quando duas opiniões se confrontam e a partir disso surgem críticas e mais críticas que transformam a discussão em conflito, trazendo uma situação desconfortável e inconclusiva. Agir de acordo com a ética também implica saber respeitar e ouvir opiniões diferentes, abrindo espaço para um ambiente onde possam ser desenvolvidas novas ideias e opiniões acerca de um tema, sem que nenhum pensamento seja instantaneamente reprimido. Situações onde se comprova um plágio, isto é, alguém apresentar um trabalho (texto, pesquisa, ilustração, reportagem, etc.) feito por outro como se fosse seu, foram sempre problemáticas dentro de áreas acadêmicas e artísticas. A internet trouxe uma revolução que deixou disponível os mais diversos tipos de informação a cliques de distância, o que aumentou casos de plágio das mais diversas formas e em diferentes áreas de atuação. Além de ser um ato de falta de ética, plágio pode ser considerado crime! Sempre deve-se referenciar corretamente o autor ou fonte selecionada, sem que haja cópia da ideia que foi desenvolvida por esta fonte. São ações por muitas vezes simples, mas que contribuem para tornar o ambiente virtual das redes sociais e digitais cada vez mais próximo do que se idealizou: uma área onde é possível interagir e compartilhar informações como forma de propagar conhecimento. O importante é que cada um possa fazer sua parte, tomando a iniciativa de agir sempre dentro dos princípios da ética.
  • 2. 8ª SEMANA – ATIVIDADE DE LEITURA ENSINO FUNDAMENTAL ENVIO: 22/06/2020. LÍNGUA PORTUGUESA – ADRIANNA NÓBREGA LUSTOZA TEXTO 02: COMO AS REDES SOCIAIS ESTÃO ADOECENDO OS JOVENS? POR ANALICE GIGLIOTTI A internet armou um ciclo vicioso e nocivo que tem castigado a saúde mental dos adolescentes Quem foi criança entre os anos 70 e 90 passou boas horas diante da televisão. A “babá eletrônica” era um entretenimento barato e acessível, apesar da disputa pelo controle remoto. Mas com o surgimento da internet e, mais recentemente, das redes sociais, tudo mudou. A televisão começou a dividir a atenção dos jovens com outras telas, como tablets, computadores e celulares. Passados alguns anos, a ciência é categórica: as redes sociais estão deixando nossos jovens doentes. Diante de evidências do aumento de casos de depressão e suicídio, especialistas foram investigar e identificaram que a causa do comportamento dos jovens é o uso excessivo de internet. E não ficou por aí: as horas online também se mostraram responsáveis pelo crescimento de ocorrências de transtorno alimentar e comportamento agressivo entre os jovens. A média de tempo de acesso desta faixa etária é de seis a oito horas, cerca de um terço do dia! Os estudos concluíram que a questão não é o tipo de mídia social que frequentam – Tinder, Youtube, Facebook, Instagram, jogos on-line -, mas a quantidade de horas gastas nelas. Pesquisa pioneira da Universidade Federal do Espírito Santo, realizada em 2019 com 2 mil adolescentes entre 15 e 19, mostrou que 25,3% são dependentes moderados ou graves de internet. O número de casos de ansiedade é duas vezes maior (34%) entre os dependentes tecnológicos. Adolescentes estão sempre em busca de novidades – e é bom que seja assim -, mas também são mais sensíveis a elas: têm menos controle decisório e capacidade de arbitrar o que é bom e o que não é. A formação total do cérebro só acontece entre os 20 e 25 anos e isso transforma os adolescentes em um alvo perfeito a ser explorado, já que o grande ativo das mídias sociais é a captação de dados dos seus usuários. Quanto mais tempo passam conectados, mais dados são apreendidos: assim está armado o ciclo vicioso e nocivo que tem vitimado a saúde mental dos jovens. Nessa corrida do ouro para que os usuários permaneçam conectados o maior tempo possível, lançam-se mão de todas as ferramentas e algoritmos. Quando temos uma experiência prazerosa, o cérebro ativa um neurotransmissor chamado dopamina. Isso acontece, por exemplo, quando alguém come chocolate, pratica exercício físico, faz sexo, usa drogas ou… ganha likes na rede social. E o oposto também é real: sabe aquela sensação frustrante de caprichar na foto e ter poucas curtidas? É esse “cassino emocional” que está adoecendo os adolescentes. (O uso da palavra “cassino” aqui é proposital: já reparou que o movimento de arrastar a tela do celular para baixo, com a intenção de atualizar a página, é o mesmo das máquinas de caça níquel?)
  • 3. 8ª SEMANA – ATIVIDADE DE LEITURA ENSINO FUNDAMENTAL ENVIO: 22/06/2020. LÍNGUA PORTUGUESA – ADRIANNA NÓBREGA LUSTOZA Mais do que se utilizar de estratagemas para engajar novos usuários, o que vemos são recursos bastante questionáveis para o “enganchamento”: uma vez preso à rede social, é difícil sair dela. Jaron Lanier, considerado o pai da realidade virtual e uma das maiores referências em tecnologia no Vale do Silício, é bastante objetivo no livro “Dez argumentos para você deletar agora suas redes sociais” (Editora Intrínseca): “Evito as redes sociais pela mesma razão que evito as drogas. ” Trata-se de uma mudança de paradigma de comportamento que exige readequação de todos nós. Até há bem pouco tempo, não tínhamos uma educação digital. Nossa sociedade foi lançada há um mundo violento de informação e novidades em escala algorítmica, sem saber o que nos esperava. Nenhum pai sabia quais seriam as consequências de expor os _lhos a tantas telas. Mas hoje sabemos. O resultado das muitas horas conectados à internet aparece nos consultórios: jovens desacostumados da vivência de frustração. Gosto da imagem das antigas salas de espera de médicos, onde não havia nada a fazer a não ser… esperar. Viver os tempos mortos. Isso acabou. É uma geração ocupada o tempo todo pela falsa companhia de um aparelho celular. São adolescentes que não se conectam consigo mesmos, preocupados com as aparências, com o externo a eles, com o que mostram nas telas. A vida reduzida a uma vitrine para os outros. A consequência é um vazio gigantesco: eles não estão preenchidos por nada. Por outro lado, seria ingenuidade imaginar um jovem sem celular ou sem conexão à internet. É naquele ambiente que parte das suas vidas acontecem. É no universo online que muitos descobrem não estar sozinhos em uma fase difícil da vida, de descobrimento de traços da personalidade, como a sexualidade. No campo vasto da internet, todas as tribos se encontram. Ela não é, por si só, uma inimiga. Mas a internet requer moderação. Este é o ponto: a medida certa. Não é razoável expô-los completamente à tecnologia e essa supervisão cabe aos pais ou responsáveis. A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda que de zero a dois anos a criança não tenha qualquer exposição a telas. Entre dois e cinco anos, no máximo 1 hora diante de tela. De seis a 10 anos, entre 1 e 2 horas ao dia. E dos 11 aos 18 anos, exposição máxima de 3 horas por dia diante de telas, incluindo videogame, e mesmo assim, equilibrando com a prática de atividade física. Outra orientação aos pais é não permitir que o jovem se isole no quarto com computador, smartphone, tablete ou celular; o uso deve ser em áreas comuns da casa. O horário das refeições deve ser respeitado, sem acesso ao celular à mesa. Especialistas também sugerem que se adote um “dia sem conexão”, em que todos deixam os gadgets de lado por algumas horas, para estimular o convívio em família. É fundamental que os adultos também façam um uso racional de computadores, celulares e redes sociais em nome da saúde dos próprios filhos. Dar o exemplo não é a melhor maneira de educar os outros. É a única. Analice Gigliotti é Mestre em Psiquiatria pela Unifesp; professora da Escola Médica de Pós-Graduação da PUCRio; chefe do setor de Dependências Químicas e Comportamentais da Santa Casa do Rio de Janeiro e diretora do Espaço Clif de Psiquiatria e Dependência Química. Fonte: https://vejario.abril.com.br/blog/manual-de-sobrevivencia-no-seculo-21/redes-sociais-adoecendo-jovens/