SlideShare uma empresa Scribd logo
Sistema Cardiovascular
Sistema cardiovascular ou circulatório  -  vasta rede de tubos de vários tipos e  calibres (vasos) que põe em  comunicação todas as partes  do corpo.   Dentro desses tubos  circula o sangue, impulsionado  pelas contrações rítmicas  do coração.
Componentes:   coração;  vasos sanguíneos:  artérias,  veias,  capilares.
 sangue:  plasma;  elementos figurados:  hemácias, eritrócitos ou glóbulos vermelhos;  leucócitos ou glóbulos brancos;  plaquetas ou trombócitos
 
Funções
 CORAÇÃO:  órgão muscular oco que se localiza no meio do peito, sob o osso esterno, ligeiramente deslocado para a esquerda:  músculo cardíaco   miocárdio   tecido muscular estriado esquelético.  apresenta quatro cavidades:  duas superiores   átrios ;  duas inferiores   ventrículos .
 
 Válvulas Cardíacas:  Válvula tricúspide   comunica átrio e ventrículo direitos.  Válvula bicúspide ou mitral   comunica átrio e ventrículo esquerdos.  Função   garantir que o sangue siga uma única direção, sempre dos átrios para os ventrículos.  Válvulas semilunares  pulmonar (direita) e aórtica (esquerda).  Função   impedir o refluxo de sangue.
 
 
 Sístole e Diástole Cardíacas:  As câmaras cardíacas contraem-se e dilatam-se alternadamente 70 vezes por minuto, em média:  contração   sístole ;  relaxamento   diástole   acontece entre uma sístole e a seguinte.
 
Ciclo cardíaco:  ciclo completo de contração (sístole) e  relaxamento (diástole) das câmaras cardíacas   corresponde a um batimento cardíaco. Freqüência cardíaca:  Quantidade de ciclos ou batimentos por minuto.  Débito cardíaco:  volume de sangue bombeado pelo coração por minuto   aproximadamente 5 litros/minuto em um adulto em repouso   também chamado  volume-minuto cardíaco
 Pressão Arterial:  É a pressão exercida pelo sangue contra a parede das artérias.  Medição:  esfigmomanômetro .  Em um adulto com boa saúde, a pressão nas artérias durante a sístole ventricular – pressão sistólica ou máxima – é da ordem de 120 mmHg (milímetros de mercúrio).  Durante a diástole, a pressão diminui, ficando em torno de 80 mmHg; essa é a pressão diastólica ou mínima.
 
 
O sangue… … é um líquido que circula pelo sistema sanguíneo dos animais vertebrados; … é produzido na medula óssea vermelha; … tem como função a manutenção da vida do organismo através do transporte de nutrientes, toxinas, oxigênio e dióxido de carbono.
Constituição
Constituição O sangue tem um papel central no transporte de substâncias como nutrientes, oxigênio e substâncias tóxicas como o dióxido de carbono. É formado por uma parte “sólida” e uma parte “líquida”.
Observação microscópica Hemácia ou  Glóbulo Vermelho Leucócito ou  Glóbulo Branco Plasma
Constituição
Hemácias As Hemácias ou Glóbulos Vermelhos, s ão células simples,  sem núcleo  e com a forma de um  disco achatado; Produzidos no baço e no interior dos ossos ; Têm cor vermelha devido à  hemoglobina . Esta substância permite-lhes  transportar o oxigênio e algum dióxido de carbono.
Hemácias As Hemácias ou Glóbulos Vermelhos, s ão células simples,  sem núcleo  e com a forma de um  disco achatado;
Leucócitos Os Leucócitos ou Glóbulos Brancos são células com núcleo, maiores que os glóbulos vermelhos; Produzidos nos  mesmos locais  dos glóbulos vermelhos e, também nos  gânglios linfáticos; Têm função de  defesa.
Leucócitos Os Leucócitos ou Glóbulos Brancos são células com núcleo, maiores que os glóbulos vermelhos;
Plaquetas sanguíneas São  fragmentos celulares , de  pequena dimensão , com a  forma ovóide  e  sem núcleo .  São responsáveis pela  coagulação  do sangue.
Plaquetas sanguíneas São  fragmentos celulares , de  pequena dimensão , com a  forma ovóide  e  sem núcleo .  São responsáveis pela  coagulação  do sangue.
Plasma É um líquido constituído por 90 a 95% de  água, por   sais minerais  e  por  substâncias   orgânicas . É responsável pelo transporte  das células sanguíneas ,  nutrientes ,  produtos tóxicos e medicamentos.
Funções do Sangue 1ª Transporte: A –  Troca de substâncias  nos diferentes órgãos (células ) B  -  Filtragem do sangue nos rins.
C – Hematose pulmonar D – Absorção dos nutrientes Funções do Sangue
Os leucócitos produzem antitoxinas que anulam os venenos - toxinas Fagocitose = Após atravessarem a parede dos vasos sanguíneos  (diapedese ), os glóbulos brancos aproximam-se dos micróbios, envolvem-nos com o corpo e destroem-nos. Defesa do organismo
A- Após o corte, os micróbios aproximam-se. B- Os micróbios entram pela ferida C- Diapedese dos glóbulos brancos em direção aos invasores. D- Os micróbios são atacados e destruídos
O sangue é formado por uma parte líquida  (plasma) e por células diferenciadas (hemácias, leucócitos e plaquetas). O plasma é constituído por substâncias dissolvidas. Transporta substâncias, como os nutrientes, o dióxido de carbono e os produtos eliminados no metabolismo celular. As hemácias são células com forma de disco, achatadas e sem núcleo. Possuem hemoglobina que lhes permite transportar oxigênio e algum dióxido de carbono. Conclusões
Os leucócitos são células com núcleo de forma variada e são responsáveis pela defesa do nosso organismo contra o ataque de micróbios invasores. As plaquetas são fragmentos de células responsáveis pela coagulação do sangue, parando, assim as hemorragias. Conclusões
Vasos sanguíneos O sangue circula em estruturas chamadas vasos sanguíneos; Artérias, Veias e Capilares; As  artérias  são vasos sanguíneos que conduzem o sangue do coração para todas as partes do nosso corpo.  As  veias  têm a função de conduzir o sangue de volta ao coração.
Capilares sanguíneos Os  capilares sanguíneos , ou  capilares , são vasos sanguíneos de pequeníssimo diâmetro.  Constituem a rede de distribuição e recolha do sangue nas células.  Estão em comunicação, por um lado, com ramificações originárias das artérias e, por outro, com as veias de menor dimensão.  Existem em grande quantidade no nosso corpo.
Vasos sanguíneos
Rede de capilares Os capilares estão em permanente comunicação, por um lado, com ramificações originárias das artérias e, por outro, com as veias de menor dimensão.
Válvulas As veias possuem válvulas que impedem o retrocesso do sangue. Devido à menor pressão existente nestes vasos, o sangue poderia retroceder. As válvulas evitam que isto suceda ao longo do percurso.
Veias e artérias
Coração 1- Artéria aorta 2- Artéria pulmonar 3- Veias cavas (superior e inferior) 4- Veia pulmonar 5- Aurícula esquerda 6- Ventrículo esquerdo 7- Aurícula direita 8- Ventrículo direito
Circulação sanguínea O sangue circula por todo o corpo conduzindo nutrientes e oxigênio às células e dióxido de carbono e outras substâncias tóxicas para serem eliminadas.  Sangue arterial – rico em oxigênio (vermelho) Sangue venoso – rico em dióxido de carbono (azul)
Circulação sanguínea Pequena circulação: O sangue  venoso  entra na aurícula direita, através das veias cavas superior e inferior; Passa para o ventrículo direito; Saindo pela artéria pulmonar segue para os pulmões, onde ocorre a hematose, passando de  venoso  a  arterial ; Regressa ao coração pela veia pulmonar, entrando pela aurícula esquerda.
Circulação sanguínea Grande circulação: Depois de passar da aurícula esquerda para o ventrículo esquerdo, o sangue  arterial  sai do coração seguindo pela artéria aorta para todo o corpo; O sangue  arterial  percorre todo o corpo e regressa,  venoso , ao coração pelas veias cavas superior e inferior, entrando pela aurícula direita.
Doenças Arteriosclerose  é um processo degenerativo do qual resulta o endurecimento e espessamento da parede das artérias. É quase universal na velhice e principalmente no sexo masculino. É a principal causa de morte no ocidente. Aterosclerose  é a doença inflamatória crônica na qual ocorre a formação de ateromas dentro dos vasos sanguíneos. A aterosclerose em geral é fatal quando afeta as artérias do coração ou do cérebro, órgãos que resistem apenas poucos minutos sem oxigênio.
A  hipertensão arterial  é uma das doenças com maior prevalência no mundo moderno e é caracterizada pelo aumento da pressão arterial. Tem como causas a hereditariedade, a obesidade, o sedentarismo, o alcoolismo, o excesso de sal na alimentação, o stress e outras. É considerada uma doença silenciosa, pois na maioria dos casos não são observados quaisquer sintomas no paciente. Quando surgem, são vagos e comuns a outras doenças, tais como dor de cabeça, tonturas, cansaço, enjôos, falta de ar e hemorragias nasais.
Saúde do sistema circulatório Praticar exercício físico; Não fumar; Evitar bebidas alcoólicas; Evitar as gorduras na alimentação; Reduzir o consumo de sal; Não usar roupa muito justa; Evitar o sedentarismo; Controlar o colesterol.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
escolaodeteribaroli
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
Cláudia Moura
 
Sistema Circulatório....
Sistema Circulatório....Sistema Circulatório....
Sistema Circulatório....
Gabriela Bruno
 
Sistema Circulatório por Marcio Colucci
Sistema Circulatório por Marcio ColucciSistema Circulatório por Marcio Colucci
Sistema Circulatório por Marcio Colucci
Marcio Colucci
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
Rosa Pereira
 
Sistema Circulatório
Sistema CirculatórioSistema Circulatório
Sistema Circulatório
Projecto Alunos Inovadores
 
Sistema circulatorio powerpoint
Sistema circulatorio powerpointSistema circulatorio powerpoint
Sistema circulatorio powerpoint
isabelalexandrapinto
 
Cap 04 circulação e excreção
Cap 04 circulação e excreçãoCap 04 circulação e excreção
Cap 04 circulação e excreção
Grazielly Katarinni Gomes Lemos
 
Sistema circulatorio
Sistema circulatorioSistema circulatorio
Sistema circulatorio
Fernando Moreira
 
Sistema Circulatorio
Sistema CirculatorioSistema Circulatorio
Sistema Circulatorio
António Pires
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
Marcos Albuquerque
 
Aulas sistema cardiovascular_1
Aulas sistema cardiovascular_1Aulas sistema cardiovascular_1
Aulas sistema cardiovascular_1
Maria Santos
 
Sistema cardiovascular e o sangue
Sistema cardiovascular e o sangueSistema cardiovascular e o sangue
Sistema cardiovascular e o sangue
robioprof
 
Sistema Circulatório na Educação Física
Sistema Circulatório na Educação FísicaSistema Circulatório na Educação Física
Sistema Circulatório na Educação Física
guest7ea51f
 
Aula sistema circulatorio
Aula sistema circulatorioAula sistema circulatorio
Aula sistema circulatorio
Luciano Quadros
 
Sistema circulatório apresentação 2
Sistema circulatório   apresentação 2Sistema circulatório   apresentação 2
Sistema circulatório apresentação 2
Darlene Santana
 
Sistema circulatorio 9º
Sistema circulatorio 9ºSistema circulatorio 9º
Sistema circulatorio 9º
Carla Scala
 
Transporte De Nutrientes E OxigéNio Até àS CéLulas Sangue
Transporte De Nutrientes E OxigéNio Até àS CéLulas SangueTransporte De Nutrientes E OxigéNio Até àS CéLulas Sangue
Transporte De Nutrientes E OxigéNio Até àS CéLulas Sangue
Helena Borralho
 

Mais procurados (18)

Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Sistema Circulatório....
Sistema Circulatório....Sistema Circulatório....
Sistema Circulatório....
 
Sistema Circulatório por Marcio Colucci
Sistema Circulatório por Marcio ColucciSistema Circulatório por Marcio Colucci
Sistema Circulatório por Marcio Colucci
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Sistema Circulatório
Sistema CirculatórioSistema Circulatório
Sistema Circulatório
 
Sistema circulatorio powerpoint
Sistema circulatorio powerpointSistema circulatorio powerpoint
Sistema circulatorio powerpoint
 
Cap 04 circulação e excreção
Cap 04 circulação e excreçãoCap 04 circulação e excreção
Cap 04 circulação e excreção
 
Sistema circulatorio
Sistema circulatorioSistema circulatorio
Sistema circulatorio
 
Sistema Circulatorio
Sistema CirculatorioSistema Circulatorio
Sistema Circulatorio
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Aulas sistema cardiovascular_1
Aulas sistema cardiovascular_1Aulas sistema cardiovascular_1
Aulas sistema cardiovascular_1
 
Sistema cardiovascular e o sangue
Sistema cardiovascular e o sangueSistema cardiovascular e o sangue
Sistema cardiovascular e o sangue
 
Sistema Circulatório na Educação Física
Sistema Circulatório na Educação FísicaSistema Circulatório na Educação Física
Sistema Circulatório na Educação Física
 
Aula sistema circulatorio
Aula sistema circulatorioAula sistema circulatorio
Aula sistema circulatorio
 
Sistema circulatório apresentação 2
Sistema circulatório   apresentação 2Sistema circulatório   apresentação 2
Sistema circulatório apresentação 2
 
Sistema circulatorio 9º
Sistema circulatorio 9ºSistema circulatorio 9º
Sistema circulatorio 9º
 
Transporte De Nutrientes E OxigéNio Até àS CéLulas Sangue
Transporte De Nutrientes E OxigéNio Até àS CéLulas SangueTransporte De Nutrientes E OxigéNio Até àS CéLulas Sangue
Transporte De Nutrientes E OxigéNio Até àS CéLulas Sangue
 

Destaque

Cardiovascular
CardiovascularCardiovascular
Cardiovascular
Nathalia Fuga
 
M2 fev
M2 fevM2 fev
M2 fev
Estela Costa
 
Sistema circulatorio
Sistema circulatorioSistema circulatorio
Sistema circulatorio
jofragara
 
Sistema Cardiovascular ou Circulatório
Sistema Cardiovascular ou CirculatórioSistema Cardiovascular ou Circulatório
Sistema Cardiovascular ou Circulatório
Giovana Pimentel
 
Fisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Fisiologia Humana 5 - Sistema CardiovascularFisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Fisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Herbert Santana
 
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
Bio Sem Limites
 
Grupo 3 (Aterosclerose)
Grupo 3 (Aterosclerose)Grupo 3 (Aterosclerose)
Grupo 3 (Aterosclerose)
AngeloGoncalves102
 
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascular  Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
Eliete Santos
 
M 1fev
M 1fevM 1fev
M 1fev
Estela Costa
 
Proporcionalidade Direta, Escalas e Percentagens
Proporcionalidade Direta, Escalas e PercentagensProporcionalidade Direta, Escalas e Percentagens
Proporcionalidade Direta, Escalas e Percentagens
Isabel21Pinto
 
Proporcionalidade direta
Proporcionalidade diretaProporcionalidade direta
Proporcionalidade direta
ESEIG
 
9ºano 5.2 vasos sanguíneos
9ºano 5.2 vasos sanguíneos9ºano 5.2 vasos sanguíneos
9ºano 5.2 vasos sanguíneos
Maria Rocha R
 
Aterosclerose [ETEC KK]
Aterosclerose [ETEC KK]Aterosclerose [ETEC KK]
Aterosclerose [ETEC KK]
Vinicius Lopes
 
Sistema circulatorio y excretor
Sistema circulatorio y excretor Sistema circulatorio y excretor
Sistema circulatorio y excretor
blogdebiologia
 
Sistema cardiovascular - vasos sanguíneos
Sistema cardiovascular - vasos sanguíneosSistema cardiovascular - vasos sanguíneos
Sistema cardiovascular - vasos sanguíneos
Ana Castro
 
Sistema cardiovascular: sangue
Sistema cardiovascular:   sangueSistema cardiovascular:   sangue
Sistema cardiovascular: sangue
Ana Castro
 
Cardiovascular
CardiovascularCardiovascular
Cardiovascular
Rafael Portela
 
Sangue sistema circulatório
Sangue sistema circulatórioSangue sistema circulatório
Sangue sistema circulatório
Margarida Catarro
 
Farmacologia cardiovascular. enfermeria
Farmacologia cardiovascular. enfermeriaFarmacologia cardiovascular. enfermeria
Farmacologia cardiovascular. enfermeria
Orlando Campuzano
 
Invertebrados
InvertebradosInvertebrados
Invertebrados
Keilha Barroca
 

Destaque (20)

Cardiovascular
CardiovascularCardiovascular
Cardiovascular
 
M2 fev
M2 fevM2 fev
M2 fev
 
Sistema circulatorio
Sistema circulatorioSistema circulatorio
Sistema circulatorio
 
Sistema Cardiovascular ou Circulatório
Sistema Cardiovascular ou CirculatórioSistema Cardiovascular ou Circulatório
Sistema Cardiovascular ou Circulatório
 
Fisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Fisiologia Humana 5 - Sistema CardiovascularFisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Fisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
 
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
 
Grupo 3 (Aterosclerose)
Grupo 3 (Aterosclerose)Grupo 3 (Aterosclerose)
Grupo 3 (Aterosclerose)
 
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascular  Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
 
M 1fev
M 1fevM 1fev
M 1fev
 
Proporcionalidade Direta, Escalas e Percentagens
Proporcionalidade Direta, Escalas e PercentagensProporcionalidade Direta, Escalas e Percentagens
Proporcionalidade Direta, Escalas e Percentagens
 
Proporcionalidade direta
Proporcionalidade diretaProporcionalidade direta
Proporcionalidade direta
 
9ºano 5.2 vasos sanguíneos
9ºano 5.2 vasos sanguíneos9ºano 5.2 vasos sanguíneos
9ºano 5.2 vasos sanguíneos
 
Aterosclerose [ETEC KK]
Aterosclerose [ETEC KK]Aterosclerose [ETEC KK]
Aterosclerose [ETEC KK]
 
Sistema circulatorio y excretor
Sistema circulatorio y excretor Sistema circulatorio y excretor
Sistema circulatorio y excretor
 
Sistema cardiovascular - vasos sanguíneos
Sistema cardiovascular - vasos sanguíneosSistema cardiovascular - vasos sanguíneos
Sistema cardiovascular - vasos sanguíneos
 
Sistema cardiovascular: sangue
Sistema cardiovascular:   sangueSistema cardiovascular:   sangue
Sistema cardiovascular: sangue
 
Cardiovascular
CardiovascularCardiovascular
Cardiovascular
 
Sangue sistema circulatório
Sangue sistema circulatórioSangue sistema circulatório
Sangue sistema circulatório
 
Farmacologia cardiovascular. enfermeria
Farmacologia cardiovascular. enfermeriaFarmacologia cardiovascular. enfermeria
Farmacologia cardiovascular. enfermeria
 
Invertebrados
InvertebradosInvertebrados
Invertebrados
 

Semelhante a Texto cardiovascular

Sistema circulatorio para estudo
Sistema circulatorio para estudoSistema circulatorio para estudo
Sistema circulatorio para estudo
Pedro Moura
 
sistemacirculatorioelinfatico.pdf
sistemacirculatorioelinfatico.pdfsistemacirculatorioelinfatico.pdf
sistemacirculatorioelinfatico.pdf
HelgaMello2
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
Gabi Saldanha
 
UFCD 6568- Noções Gerais do Sistema Circulatório e.pptx
UFCD 6568- Noções Gerais do Sistema Circulatório e.pptxUFCD 6568- Noções Gerais do Sistema Circulatório e.pptx
UFCD 6568- Noções Gerais do Sistema Circulatório e.pptx
Nome Sobrenome
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
Pedro Torres
 
sistema_circulatorio_2.ppt
sistema_circulatorio_2.pptsistema_circulatorio_2.ppt
sistema_circulatorio_2.ppt
ElisMaria15
 
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
MariaJoão Agualuza
 
25309070 1202258760-sistema-circulatorio
25309070 1202258760-sistema-circulatorio25309070 1202258760-sistema-circulatorio
25309070 1202258760-sistema-circulatorio
Pelo Siro
 
127
127127
1202258760 sistema circulatorio
1202258760 sistema circulatorio1202258760 sistema circulatorio
1202258760 sistema circulatorio
Pelo Siro
 
Sistema circulatório andreia
 Sistema circulatório  andreia Sistema circulatório  andreia
Sistema circulatório andreia
Andreia Margarido
 
127
127127
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
Isabel Canova
 
Ciencias da natureza circulação
Ciencias da natureza circulaçãoCiencias da natureza circulação
Ciencias da natureza circulação
smssergio
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
mceducar
 
Trabalho ciencias
Trabalho cienciasTrabalho ciencias
Trabalho ciencias
davidjpereira
 
Sistema Circulatório
Sistema CirculatórioSistema Circulatório
Sistema Circulatório
MariaJoão Agualuza
 
Sistema cardiovascular biologia
Sistema cardiovascular biologiaSistema cardiovascular biologia
Sistema cardiovascular biologia
Uiles Martins
 
Sistema circulatorio powerpoint
Sistema circulatorio powerpointSistema circulatorio powerpoint
Sistema circulatorio powerpoint
isabelalexandrapinto
 
Sistema circulatorio powerpoint
Sistema circulatorio powerpointSistema circulatorio powerpoint
Sistema circulatorio powerpoint
isabelalexandrapinto
 

Semelhante a Texto cardiovascular (20)

Sistema circulatorio para estudo
Sistema circulatorio para estudoSistema circulatorio para estudo
Sistema circulatorio para estudo
 
sistemacirculatorioelinfatico.pdf
sistemacirculatorioelinfatico.pdfsistemacirculatorioelinfatico.pdf
sistemacirculatorioelinfatico.pdf
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
UFCD 6568- Noções Gerais do Sistema Circulatório e.pptx
UFCD 6568- Noções Gerais do Sistema Circulatório e.pptxUFCD 6568- Noções Gerais do Sistema Circulatório e.pptx
UFCD 6568- Noções Gerais do Sistema Circulatório e.pptx
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
sistema_circulatorio_2.ppt
sistema_circulatorio_2.pptsistema_circulatorio_2.ppt
sistema_circulatorio_2.ppt
 
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
 
25309070 1202258760-sistema-circulatorio
25309070 1202258760-sistema-circulatorio25309070 1202258760-sistema-circulatorio
25309070 1202258760-sistema-circulatorio
 
127
127127
127
 
1202258760 sistema circulatorio
1202258760 sistema circulatorio1202258760 sistema circulatorio
1202258760 sistema circulatorio
 
Sistema circulatório andreia
 Sistema circulatório  andreia Sistema circulatório  andreia
Sistema circulatório andreia
 
127
127127
127
 
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
 
Ciencias da natureza circulação
Ciencias da natureza circulaçãoCiencias da natureza circulação
Ciencias da natureza circulação
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Trabalho ciencias
Trabalho cienciasTrabalho ciencias
Trabalho ciencias
 
Sistema Circulatório
Sistema CirculatórioSistema Circulatório
Sistema Circulatório
 
Sistema cardiovascular biologia
Sistema cardiovascular biologiaSistema cardiovascular biologia
Sistema cardiovascular biologia
 
Sistema circulatorio powerpoint
Sistema circulatorio powerpointSistema circulatorio powerpoint
Sistema circulatorio powerpoint
 
Sistema circulatorio powerpoint
Sistema circulatorio powerpointSistema circulatorio powerpoint
Sistema circulatorio powerpoint
 

Último

Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 

Último (20)

Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 

Texto cardiovascular

  • 2. Sistema cardiovascular ou circulatório - vasta rede de tubos de vários tipos e calibres (vasos) que põe em comunicação todas as partes do corpo. Dentro desses tubos circula o sangue, impulsionado pelas contrações rítmicas do coração.
  • 3. Componentes:   coração;  vasos sanguíneos:  artérias,  veias,  capilares.
  • 4.  sangue:  plasma;  elementos figurados:  hemácias, eritrócitos ou glóbulos vermelhos;  leucócitos ou glóbulos brancos;  plaquetas ou trombócitos
  • 5.  
  • 7.  CORAÇÃO:  órgão muscular oco que se localiza no meio do peito, sob o osso esterno, ligeiramente deslocado para a esquerda:  músculo cardíaco  miocárdio  tecido muscular estriado esquelético.  apresenta quatro cavidades:  duas superiores  átrios ;  duas inferiores  ventrículos .
  • 8.  
  • 9.  Válvulas Cardíacas:  Válvula tricúspide  comunica átrio e ventrículo direitos.  Válvula bicúspide ou mitral  comunica átrio e ventrículo esquerdos.  Função  garantir que o sangue siga uma única direção, sempre dos átrios para os ventrículos.  Válvulas semilunares  pulmonar (direita) e aórtica (esquerda).  Função  impedir o refluxo de sangue.
  • 10.  
  • 11.  
  • 12.  Sístole e Diástole Cardíacas:  As câmaras cardíacas contraem-se e dilatam-se alternadamente 70 vezes por minuto, em média:  contração  sístole ;  relaxamento  diástole  acontece entre uma sístole e a seguinte.
  • 13.  
  • 14. Ciclo cardíaco: ciclo completo de contração (sístole) e relaxamento (diástole) das câmaras cardíacas  corresponde a um batimento cardíaco. Freqüência cardíaca: Quantidade de ciclos ou batimentos por minuto.  Débito cardíaco: volume de sangue bombeado pelo coração por minuto  aproximadamente 5 litros/minuto em um adulto em repouso  também chamado volume-minuto cardíaco
  • 15.  Pressão Arterial:  É a pressão exercida pelo sangue contra a parede das artérias.  Medição: esfigmomanômetro .  Em um adulto com boa saúde, a pressão nas artérias durante a sístole ventricular – pressão sistólica ou máxima – é da ordem de 120 mmHg (milímetros de mercúrio).  Durante a diástole, a pressão diminui, ficando em torno de 80 mmHg; essa é a pressão diastólica ou mínima.
  • 16.  
  • 17.  
  • 18. O sangue… … é um líquido que circula pelo sistema sanguíneo dos animais vertebrados; … é produzido na medula óssea vermelha; … tem como função a manutenção da vida do organismo através do transporte de nutrientes, toxinas, oxigênio e dióxido de carbono.
  • 20. Constituição O sangue tem um papel central no transporte de substâncias como nutrientes, oxigênio e substâncias tóxicas como o dióxido de carbono. É formado por uma parte “sólida” e uma parte “líquida”.
  • 21. Observação microscópica Hemácia ou Glóbulo Vermelho Leucócito ou Glóbulo Branco Plasma
  • 23. Hemácias As Hemácias ou Glóbulos Vermelhos, s ão células simples, sem núcleo e com a forma de um disco achatado; Produzidos no baço e no interior dos ossos ; Têm cor vermelha devido à hemoglobina . Esta substância permite-lhes transportar o oxigênio e algum dióxido de carbono.
  • 24. Hemácias As Hemácias ou Glóbulos Vermelhos, s ão células simples, sem núcleo e com a forma de um disco achatado;
  • 25. Leucócitos Os Leucócitos ou Glóbulos Brancos são células com núcleo, maiores que os glóbulos vermelhos; Produzidos nos mesmos locais dos glóbulos vermelhos e, também nos gânglios linfáticos; Têm função de defesa.
  • 26. Leucócitos Os Leucócitos ou Glóbulos Brancos são células com núcleo, maiores que os glóbulos vermelhos;
  • 27. Plaquetas sanguíneas São fragmentos celulares , de pequena dimensão , com a forma ovóide e sem núcleo . São responsáveis pela coagulação do sangue.
  • 28. Plaquetas sanguíneas São fragmentos celulares , de pequena dimensão , com a forma ovóide e sem núcleo . São responsáveis pela coagulação do sangue.
  • 29. Plasma É um líquido constituído por 90 a 95% de água, por sais minerais e por substâncias orgânicas . É responsável pelo transporte das células sanguíneas , nutrientes , produtos tóxicos e medicamentos.
  • 30. Funções do Sangue 1ª Transporte: A – Troca de substâncias nos diferentes órgãos (células ) B - Filtragem do sangue nos rins.
  • 31. C – Hematose pulmonar D – Absorção dos nutrientes Funções do Sangue
  • 32. Os leucócitos produzem antitoxinas que anulam os venenos - toxinas Fagocitose = Após atravessarem a parede dos vasos sanguíneos (diapedese ), os glóbulos brancos aproximam-se dos micróbios, envolvem-nos com o corpo e destroem-nos. Defesa do organismo
  • 33. A- Após o corte, os micróbios aproximam-se. B- Os micróbios entram pela ferida C- Diapedese dos glóbulos brancos em direção aos invasores. D- Os micróbios são atacados e destruídos
  • 34. O sangue é formado por uma parte líquida (plasma) e por células diferenciadas (hemácias, leucócitos e plaquetas). O plasma é constituído por substâncias dissolvidas. Transporta substâncias, como os nutrientes, o dióxido de carbono e os produtos eliminados no metabolismo celular. As hemácias são células com forma de disco, achatadas e sem núcleo. Possuem hemoglobina que lhes permite transportar oxigênio e algum dióxido de carbono. Conclusões
  • 35. Os leucócitos são células com núcleo de forma variada e são responsáveis pela defesa do nosso organismo contra o ataque de micróbios invasores. As plaquetas são fragmentos de células responsáveis pela coagulação do sangue, parando, assim as hemorragias. Conclusões
  • 36. Vasos sanguíneos O sangue circula em estruturas chamadas vasos sanguíneos; Artérias, Veias e Capilares; As artérias são vasos sanguíneos que conduzem o sangue do coração para todas as partes do nosso corpo. As veias têm a função de conduzir o sangue de volta ao coração.
  • 37. Capilares sanguíneos Os capilares sanguíneos , ou capilares , são vasos sanguíneos de pequeníssimo diâmetro. Constituem a rede de distribuição e recolha do sangue nas células. Estão em comunicação, por um lado, com ramificações originárias das artérias e, por outro, com as veias de menor dimensão. Existem em grande quantidade no nosso corpo.
  • 39. Rede de capilares Os capilares estão em permanente comunicação, por um lado, com ramificações originárias das artérias e, por outro, com as veias de menor dimensão.
  • 40. Válvulas As veias possuem válvulas que impedem o retrocesso do sangue. Devido à menor pressão existente nestes vasos, o sangue poderia retroceder. As válvulas evitam que isto suceda ao longo do percurso.
  • 42. Coração 1- Artéria aorta 2- Artéria pulmonar 3- Veias cavas (superior e inferior) 4- Veia pulmonar 5- Aurícula esquerda 6- Ventrículo esquerdo 7- Aurícula direita 8- Ventrículo direito
  • 43. Circulação sanguínea O sangue circula por todo o corpo conduzindo nutrientes e oxigênio às células e dióxido de carbono e outras substâncias tóxicas para serem eliminadas. Sangue arterial – rico em oxigênio (vermelho) Sangue venoso – rico em dióxido de carbono (azul)
  • 44. Circulação sanguínea Pequena circulação: O sangue venoso entra na aurícula direita, através das veias cavas superior e inferior; Passa para o ventrículo direito; Saindo pela artéria pulmonar segue para os pulmões, onde ocorre a hematose, passando de venoso a arterial ; Regressa ao coração pela veia pulmonar, entrando pela aurícula esquerda.
  • 45. Circulação sanguínea Grande circulação: Depois de passar da aurícula esquerda para o ventrículo esquerdo, o sangue arterial sai do coração seguindo pela artéria aorta para todo o corpo; O sangue arterial percorre todo o corpo e regressa, venoso , ao coração pelas veias cavas superior e inferior, entrando pela aurícula direita.
  • 46. Doenças Arteriosclerose é um processo degenerativo do qual resulta o endurecimento e espessamento da parede das artérias. É quase universal na velhice e principalmente no sexo masculino. É a principal causa de morte no ocidente. Aterosclerose é a doença inflamatória crônica na qual ocorre a formação de ateromas dentro dos vasos sanguíneos. A aterosclerose em geral é fatal quando afeta as artérias do coração ou do cérebro, órgãos que resistem apenas poucos minutos sem oxigênio.
  • 47. A hipertensão arterial é uma das doenças com maior prevalência no mundo moderno e é caracterizada pelo aumento da pressão arterial. Tem como causas a hereditariedade, a obesidade, o sedentarismo, o alcoolismo, o excesso de sal na alimentação, o stress e outras. É considerada uma doença silenciosa, pois na maioria dos casos não são observados quaisquer sintomas no paciente. Quando surgem, são vagos e comuns a outras doenças, tais como dor de cabeça, tonturas, cansaço, enjôos, falta de ar e hemorragias nasais.
  • 48. Saúde do sistema circulatório Praticar exercício físico; Não fumar; Evitar bebidas alcoólicas; Evitar as gorduras na alimentação; Reduzir o consumo de sal; Não usar roupa muito justa; Evitar o sedentarismo; Controlar o colesterol.