SlideShare uma empresa Scribd logo
27/06/2022 14:32 Portal Educacional
https://portaleducacional.redeclaretiano.edu.br/provas/9834820/gabarito 1/2
Gabarito
Questão Resposta Correta Feedback
1 - [298906] A primeira expressão de vida consagrada secular são as Irmãs
Ursulinas, fundadas por Angela de Mérici (1474-1540), na primeira parte do
século num tempo em que as guerras franco- -itálicas provocavam a
degradação dos costumes, Mérici criou uma instituição que, sem tirar as jovens
da sua família, garantia uma contínua assistência, promovendo o ideal da
castidade. O primeiro reconhecimento por parte da Santa Sé ocorre com o Motu
Próprio Primo Feliciter (1947) de Pio XII, que apresenta a vida consagrada
secular usando as metáforas evangélicas do sal da terra e luz do mundo. Os
institutos seculares nascidos no século 20 apresentam-se inovadores. A vida
consagrada secular se caracteriza (assinale a alternativa correta):
E D 
2 - [298898] O monaquismo é um fenômeno universal por se encontrar
presente na maior parte das grandes religiões, ainda que não receba tal nome.
Portanto, não é algo próprio do cristianismo, embora a vida cristã apresentou
algumas motivações fundamentais para o seu surgimento. Dentre as
alternativas abaixo, assinale a que não corresponde a uma motivação própria
da vida cristã para o monaquismo:
E E 
3 - [298902] A originalidade de São Domingos consiste em apresentar, por
meio da Ordem dos Pregadores, uma nova concepção da vida religiosa
inspirada na vida monástica. A espiritualidade dominicana baseia-se em cinco
pilares fundamentais:
I. Na contemplação, que busca estar em equilíbrio com a intelectualidade,
buscam uma intelectualidade contemplante; o frade, na pregação, transmite aos
outros os frutos da própria contemplação.
II. Na pobreza vivida à imitação de Cristo pobre, torna-se um protesto aos
abusos da Igreja do seu tempo e um meio para ser reconhecido como autêntico
pregador do Evangelho.
III. Na vida litúrgica, conservada da vida monástica, incluído o Ofício Divino,
embora desenvolveu um modo próprio de expressá-la junto ao estudo e à
pregação.
IV. Na pregação, que busca responder aos desafios pastorais de seu tempo por
meio do discurso religioso.
V. No estudo, sobretudo da Sagrada Escritura, considerado fundamental para
uma pregação eficaz.
Sobre as afirmações acima, é correto o que se diz em:
C C 
27/06/2022 14:32 Portal Educacional
https://portaleducacional.redeclaretiano.edu.br/provas/9834820/gabarito 2/2
Questão Resposta Correta Feedback
4 - [298900] O monaquismo ocidental teve origem autônoma. No século 4º,
conhece-se a existência de mosteiros masculinos e femininos em Roma, assim
como no resto da Itália, Gália e na Península Ibérica. Foi fortemente
influenciado pelo Oriente por meio de escritos e viagens realizadas pelos
próprios monges. Várias formas de vida monástica surgiram ao longo da
história. Entretanto, há três Regras que são consideradas inspiradoras para a
influência de novas comunidades monásticas ao longo de toda a Idade Média.
Quais são elas?
B A 
© 2022 Claretiano - Rede de Educação

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Teologia a Espiritualidade Ciclo 4.pdf

eclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptx
eclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptxeclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptx
eclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptx
Belmirofil
 
Aula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL I
Aula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL IAula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL I
Aula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL I
Israel serique
 
O processo de secularização
O processo de secularizaçãoO processo de secularização
O processo de secularização
João Carlos Nara Júnior
 
Ciencia e Fe.pdf
Ciencia e Fe.pdfCiencia e Fe.pdf
Ciencia e Fe.pdf
CultagriLda
 
(10) teologia da libertação
(10) teologia da libertação(10) teologia da libertação
(10) teologia da libertação
Afonso Murad (FAJE)
 
34
3434
Ecumenismo
EcumenismoEcumenismo
Ecumenismo
deyaasilva
 
Idade media licao 3
Idade media licao 3Idade media licao 3
Idade media licao 3
Renato Santos
 
Identidade Nazarena - M1
Identidade Nazarena - M1 Identidade Nazarena - M1
Identidade Nazarena - M1
semnazarenovirtual
 
Apresentação texto base
Apresentação texto baseApresentação texto base
Apresentação texto base
André Müller
 
Educacao Teologica nas Assembleias de Deus
Educacao Teologica nas Assembleias de Deus Educacao Teologica nas Assembleias de Deus
Educacao Teologica nas Assembleias de Deus
Jose Ventura
 
CEBs: Comunidades de Comunidade a luz do Vaticano II
CEBs: Comunidades de Comunidade a luz do Vaticano IICEBs: Comunidades de Comunidade a luz do Vaticano II
CEBs: Comunidades de Comunidade a luz do Vaticano II
MARLI COSTA
 
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma ProtestanteLição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Éder Tomé
 
Um Pouco De HistóRia Das Ce Bs No Brasil
Um Pouco De HistóRia Das Ce Bs No BrasilUm Pouco De HistóRia Das Ce Bs No Brasil
Um Pouco De HistóRia Das Ce Bs No Brasil
Pastoral da Juventude
 
Texto 1 educação moderna e contemporânea - a educação no início dos tempos...
Texto 1  educação moderna e  contemporânea  - a educação no início dos tempos...Texto 1  educação moderna e  contemporânea  - a educação no início dos tempos...
Texto 1 educação moderna e contemporânea - a educação no início dos tempos...
SUPORTE EDUCACIONAL
 
FUNDAMENTOS POLÍTICOS E HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO
FUNDAMENTOS POLÍTICOS E HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃOFUNDAMENTOS POLÍTICOS E HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO
FUNDAMENTOS POLÍTICOS E HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO
SUPORTE EDUCACIONAL
 
EDUCAÇÃO MODERNA E CONTEPORANEA
EDUCAÇÃO MODERNA E CONTEPORANEAEDUCAÇÃO MODERNA E CONTEPORANEA
EDUCAÇÃO MODERNA E CONTEPORANEA
SUPORTE EDUCACIONAL
 
A secularizacao da igreja
A secularizacao da igrejaA secularizacao da igreja
A secularizacao da igreja
IPB706Sul
 
Congresso Lima
Congresso LimaCongresso Lima
Congresso Lima
Isaura Miike
 
Texto 1 educação moderna e contemporânea - a educação no início dos tempos...
Texto 1  educação moderna e  contemporânea  - a educação no início dos tempos...Texto 1  educação moderna e  contemporânea  - a educação no início dos tempos...
Texto 1 educação moderna e contemporânea - a educação no início dos tempos...
SUPORTE EDUCACIONAL
 

Semelhante a Teologia a Espiritualidade Ciclo 4.pdf (20)

eclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptx
eclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptxeclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptx
eclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptx
 
Aula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL I
Aula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL IAula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL I
Aula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL I
 
O processo de secularização
O processo de secularizaçãoO processo de secularização
O processo de secularização
 
Ciencia e Fe.pdf
Ciencia e Fe.pdfCiencia e Fe.pdf
Ciencia e Fe.pdf
 
(10) teologia da libertação
(10) teologia da libertação(10) teologia da libertação
(10) teologia da libertação
 
34
3434
34
 
Ecumenismo
EcumenismoEcumenismo
Ecumenismo
 
Idade media licao 3
Idade media licao 3Idade media licao 3
Idade media licao 3
 
Identidade Nazarena - M1
Identidade Nazarena - M1 Identidade Nazarena - M1
Identidade Nazarena - M1
 
Apresentação texto base
Apresentação texto baseApresentação texto base
Apresentação texto base
 
Educacao Teologica nas Assembleias de Deus
Educacao Teologica nas Assembleias de Deus Educacao Teologica nas Assembleias de Deus
Educacao Teologica nas Assembleias de Deus
 
CEBs: Comunidades de Comunidade a luz do Vaticano II
CEBs: Comunidades de Comunidade a luz do Vaticano IICEBs: Comunidades de Comunidade a luz do Vaticano II
CEBs: Comunidades de Comunidade a luz do Vaticano II
 
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma ProtestanteLição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
 
Um Pouco De HistóRia Das Ce Bs No Brasil
Um Pouco De HistóRia Das Ce Bs No BrasilUm Pouco De HistóRia Das Ce Bs No Brasil
Um Pouco De HistóRia Das Ce Bs No Brasil
 
Texto 1 educação moderna e contemporânea - a educação no início dos tempos...
Texto 1  educação moderna e  contemporânea  - a educação no início dos tempos...Texto 1  educação moderna e  contemporânea  - a educação no início dos tempos...
Texto 1 educação moderna e contemporânea - a educação no início dos tempos...
 
FUNDAMENTOS POLÍTICOS E HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO
FUNDAMENTOS POLÍTICOS E HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃOFUNDAMENTOS POLÍTICOS E HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO
FUNDAMENTOS POLÍTICOS E HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO
 
EDUCAÇÃO MODERNA E CONTEPORANEA
EDUCAÇÃO MODERNA E CONTEPORANEAEDUCAÇÃO MODERNA E CONTEPORANEA
EDUCAÇÃO MODERNA E CONTEPORANEA
 
A secularizacao da igreja
A secularizacao da igrejaA secularizacao da igreja
A secularizacao da igreja
 
Congresso Lima
Congresso LimaCongresso Lima
Congresso Lima
 
Texto 1 educação moderna e contemporânea - a educação no início dos tempos...
Texto 1  educação moderna e  contemporânea  - a educação no início dos tempos...Texto 1  educação moderna e  contemporânea  - a educação no início dos tempos...
Texto 1 educação moderna e contemporânea - a educação no início dos tempos...
 

Mais de FreiSauloSilva

relatorio (5).pdf
relatorio (5).pdfrelatorio (5).pdf
relatorio (5).pdf
FreiSauloSilva
 
relatorio (4).pdf
relatorio (4).pdfrelatorio (4).pdf
relatorio (4).pdf
FreiSauloSilva
 
Teologia Ciclo 4.pdf
Teologia Ciclo 4.pdfTeologia Ciclo 4.pdf
Teologia Ciclo 4.pdf
FreiSauloSilva
 
Psicologia Ciclo 4.pdf
Psicologia Ciclo 4.pdfPsicologia Ciclo 4.pdf
Psicologia Ciclo 4.pdf
FreiSauloSilva
 
I. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdf
I. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdfI. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdf
I. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdf
FreiSauloSilva
 
como_deus_pode_e_vai_restaurar_seu_casamento_1_0.pdf
como_deus_pode_e_vai_restaurar_seu_casamento_1_0.pdfcomo_deus_pode_e_vai_restaurar_seu_casamento_1_0.pdf
como_deus_pode_e_vai_restaurar_seu_casamento_1_0.pdf
FreiSauloSilva
 
Introducao a Teologia Ciclo 4.pdf
Introducao a Teologia Ciclo 4.pdfIntroducao a Teologia Ciclo 4.pdf
Introducao a Teologia Ciclo 4.pdf
FreiSauloSilva
 
relatorio (3).pdf
relatorio (3).pdfrelatorio (3).pdf
relatorio (3).pdf
FreiSauloSilva
 
Psicologia Ciclo 4.pdf
Psicologia Ciclo 4.pdfPsicologia Ciclo 4.pdf
Psicologia Ciclo 4.pdf
FreiSauloSilva
 

Mais de FreiSauloSilva (9)

relatorio (5).pdf
relatorio (5).pdfrelatorio (5).pdf
relatorio (5).pdf
 
relatorio (4).pdf
relatorio (4).pdfrelatorio (4).pdf
relatorio (4).pdf
 
Teologia Ciclo 4.pdf
Teologia Ciclo 4.pdfTeologia Ciclo 4.pdf
Teologia Ciclo 4.pdf
 
Psicologia Ciclo 4.pdf
Psicologia Ciclo 4.pdfPsicologia Ciclo 4.pdf
Psicologia Ciclo 4.pdf
 
I. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdf
I. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdfI. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdf
I. CASAMENTO - Uma Aliança Instituída Por Deus.pdf
 
como_deus_pode_e_vai_restaurar_seu_casamento_1_0.pdf
como_deus_pode_e_vai_restaurar_seu_casamento_1_0.pdfcomo_deus_pode_e_vai_restaurar_seu_casamento_1_0.pdf
como_deus_pode_e_vai_restaurar_seu_casamento_1_0.pdf
 
Introducao a Teologia Ciclo 4.pdf
Introducao a Teologia Ciclo 4.pdfIntroducao a Teologia Ciclo 4.pdf
Introducao a Teologia Ciclo 4.pdf
 
relatorio (3).pdf
relatorio (3).pdfrelatorio (3).pdf
relatorio (3).pdf
 
Psicologia Ciclo 4.pdf
Psicologia Ciclo 4.pdfPsicologia Ciclo 4.pdf
Psicologia Ciclo 4.pdf
 

Último

a futura religião da nova ordem mundial.
a  futura religião da nova ordem mundial.a  futura religião da nova ordem mundial.
a futura religião da nova ordem mundial.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
claudiovieira83
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
André Luiz Marques
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicosSEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Salmo 91
Salmo 91Salmo 91
Salmo 91
Nilson Almeida
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdfEstudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
JaquelineSantosBasto
 

Último (15)

a futura religião da nova ordem mundial.
a  futura religião da nova ordem mundial.a  futura religião da nova ordem mundial.
a futura religião da nova ordem mundial.
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicosSEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
 
Salmo 91
Salmo 91Salmo 91
Salmo 91
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdfEstudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
 

Teologia a Espiritualidade Ciclo 4.pdf

  • 1. 27/06/2022 14:32 Portal Educacional https://portaleducacional.redeclaretiano.edu.br/provas/9834820/gabarito 1/2 Gabarito Questão Resposta Correta Feedback 1 - [298906] A primeira expressão de vida consagrada secular são as Irmãs Ursulinas, fundadas por Angela de Mérici (1474-1540), na primeira parte do século num tempo em que as guerras franco- -itálicas provocavam a degradação dos costumes, Mérici criou uma instituição que, sem tirar as jovens da sua família, garantia uma contínua assistência, promovendo o ideal da castidade. O primeiro reconhecimento por parte da Santa Sé ocorre com o Motu Próprio Primo Feliciter (1947) de Pio XII, que apresenta a vida consagrada secular usando as metáforas evangélicas do sal da terra e luz do mundo. Os institutos seculares nascidos no século 20 apresentam-se inovadores. A vida consagrada secular se caracteriza (assinale a alternativa correta): E D  2 - [298898] O monaquismo é um fenômeno universal por se encontrar presente na maior parte das grandes religiões, ainda que não receba tal nome. Portanto, não é algo próprio do cristianismo, embora a vida cristã apresentou algumas motivações fundamentais para o seu surgimento. Dentre as alternativas abaixo, assinale a que não corresponde a uma motivação própria da vida cristã para o monaquismo: E E  3 - [298902] A originalidade de São Domingos consiste em apresentar, por meio da Ordem dos Pregadores, uma nova concepção da vida religiosa inspirada na vida monástica. A espiritualidade dominicana baseia-se em cinco pilares fundamentais: I. Na contemplação, que busca estar em equilíbrio com a intelectualidade, buscam uma intelectualidade contemplante; o frade, na pregação, transmite aos outros os frutos da própria contemplação. II. Na pobreza vivida à imitação de Cristo pobre, torna-se um protesto aos abusos da Igreja do seu tempo e um meio para ser reconhecido como autêntico pregador do Evangelho. III. Na vida litúrgica, conservada da vida monástica, incluído o Ofício Divino, embora desenvolveu um modo próprio de expressá-la junto ao estudo e à pregação. IV. Na pregação, que busca responder aos desafios pastorais de seu tempo por meio do discurso religioso. V. No estudo, sobretudo da Sagrada Escritura, considerado fundamental para uma pregação eficaz. Sobre as afirmações acima, é correto o que se diz em: C C 
  • 2. 27/06/2022 14:32 Portal Educacional https://portaleducacional.redeclaretiano.edu.br/provas/9834820/gabarito 2/2 Questão Resposta Correta Feedback 4 - [298900] O monaquismo ocidental teve origem autônoma. No século 4º, conhece-se a existência de mosteiros masculinos e femininos em Roma, assim como no resto da Itália, Gália e na Península Ibérica. Foi fortemente influenciado pelo Oriente por meio de escritos e viagens realizadas pelos próprios monges. Várias formas de vida monástica surgiram ao longo da história. Entretanto, há três Regras que são consideradas inspiradoras para a influência de novas comunidades monásticas ao longo de toda a Idade Média. Quais são elas? B A  © 2022 Claretiano - Rede de Educação