SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Escola Secundária c/3CEB de Ponte de Sor Curso Profissional Técnico de Multimédia Português Espaço Físico  Espaço Social Módulo 11 Caracterização pelo carácter das personagens que o “habita”  Felizmente Há Luar Trabalho elaborado por: Marco Jesus nº11 12ºH | Tiago Pinheiro nº16 12ºH
Felizmente Há Luar Espaço Físico  Lisboa - Macro espaço A Baixa – sede da Regência O Rato – casa de Gomes Freire Campo de Sant’ Ana – local das execuções Serra de Santo António – local onde se avista S. Julião da Barra.
Felizmente Há Luar Espaço Social Contexto Histórico- social – Invasões francesas, Conselho de Regência, Gomes Freire e a Maçonaria, Repressão Política… Espaço social – Clima de opressão social, pobreza, revolta popular… O meio social em que estão inseridas as personagens distingue-se através do vestuário, linguagem e adereços.
Felizmente Há Luar As Personagens da Obra são: Povo: Manuel, Rita, Antigo Soldado, Outros Populares Traidores do povo: Vicente, Andrade Corvo, Morais Sarmento, Dois Polícias. Governantes: Principal Sousa, D. Miguel de Forjaz, Marechal Beresford.
Felizmente Há Luar Gomes Freire Protagonista, embora nunca apareça é evocado através da esperança do povo, das perseguições dos governadores e da revolta da sua mulher e amigos. É acusado de ser o “grão- mestre” da maçonaria, estrangeirado, soldado brilhante, idolatrado pelo povo. Acredita na justiça e luta pela liberdade. É apresentado como o defensor do povo oprimido. Herói (no entanto, ele acaba como o anti-herói, o herói falhado). Símbolo de esperança e liberdade
Felizmente Há Luar D. Miguel Forjaz Primo de Gomes Freire Carácter megalómano Prepotente; autoritário, mas servil. Cobarde e calculista político. Corrompido pelo poder Vingativo. Simboliza a decadência do país que governa
Felizmente Há Luar Principal Sousa Defensor do obscurantismo Fanático religioso Hipócrita Autocrático e dogmático Representa o poder eclesiástico Odeia os franceses
Felizmente Há Luar William Beresford Cínico em relação aos portugueses, a Portugal e à sua situação Oportunista; autoritário, mas bom estratega militar Consegue ser minimamente franco e honesto, pois tem a coragem de dizer o que realmente quer, ao contrário dos dois governadores portugueses. É poderoso, interesseiro, calculista. Trocista e sarcástico
Felizmente Há Luar Vicente Sarcástico, demagogo, falso e servil Oportunista (move-se pelo interesse da recompensa material) Hipócrita, traidor, desleal, despreza a sua origem e o seu passado. Delator que age dessa maneira porque está revoltado com a sua condição social
Felizmente Há Luar Matilde de Melo Corajosa, exprime romanticamente o seu amor Reage violentamente perante o ódio e as suas injustiças Sincera Ora desanima, ora se enfurece, ora se revolta, mas luta sempre Representa uma denuncia da hipocrisia do mundo e dos interesses que se instalem em volta do poder. Apresenta-se como mulher dedicada de Gomes Freire, que, numa situação crítica como esta, tem um discurso tanto marcado pelo amor, como pelo ódio
Felizmente Há Luar Sousa Falcão Inseparável amigo, sofre junto da Matilde e assume as mesmas ideias que Gomes Freire Não teve a coragem do general Representa a amizade e a fidelidade, mas também a impotência perante o despotismo
Felizmente Há Luar Frei Diogo Homem sério e honesto Representante do clero – é o contraposto do Principal Sousa Confessor de Gomes Freire
Denuncia a opressão a que o povo está sujeito Protagoniza a consciência do povo É  corajoso Metáfora do povo português Felizmente Há Luar Manuel
Felizmente Há Luar Populares Representam o povo oprimido Funcionam como coro Pobres A ironia é a sua arma

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As personagens de felizmente há luar caracterização
As personagens de felizmente há luar caracterizaçãoAs personagens de felizmente há luar caracterização
As personagens de felizmente há luar caracterização
Catarina Barbosa
 
(4)personagens documento quatro
(4)personagens documento quatro(4)personagens documento quatro
(4)personagens documento quatro
becresforte
 
Felizmente Há Luar!
Felizmente Há Luar!Felizmente Há Luar!
Felizmente Há Luar!
guest9d8027
 
Filipe luis personagem ausente gomes freire e o seu caracter simbolico
Filipe luis personagem ausente gomes freire e o seu caracter simbolicoFilipe luis personagem ausente gomes freire e o seu caracter simbolico
Filipe luis personagem ausente gomes freire e o seu caracter simbolico
Ana Tapadas
 
Português - Felizmente ha luar
Português - Felizmente ha luarPortuguês - Felizmente ha luar
Português - Felizmente ha luar
guestd8e2b4
 
Felizmente Há Luar
Felizmente Há LuarFelizmente Há Luar
Felizmente Há Luar
Ana Tapadas
 
Luis de sttau monteiro – vida e obra
Luis de sttau monteiro – vida e obraLuis de sttau monteiro – vida e obra
Luis de sttau monteiro – vida e obra
Maria Batista
 

Mais procurados (20)

Portugues
PortuguesPortugues
Portugues
 
Felizmente Há Luar
Felizmente Há LuarFelizmente Há Luar
Felizmente Há Luar
 
Felizmente Ha Luar 2003 Final
Felizmente Ha Luar 2003 FinalFelizmente Ha Luar 2003 Final
Felizmente Ha Luar 2003 Final
 
As personagens de felizmente há luar caracterização
As personagens de felizmente há luar caracterizaçãoAs personagens de felizmente há luar caracterização
As personagens de felizmente há luar caracterização
 
FELIZMENTE HÁ LUAR!
FELIZMENTE HÁ LUAR!FELIZMENTE HÁ LUAR!
FELIZMENTE HÁ LUAR!
 
Felizmente há luar - Personagens
Felizmente há luar - PersonagensFelizmente há luar - Personagens
Felizmente há luar - Personagens
 
(4)personagens documento quatro
(4)personagens documento quatro(4)personagens documento quatro
(4)personagens documento quatro
 
Felizmente há Luar
Felizmente há LuarFelizmente há Luar
Felizmente há Luar
 
Comentário felizmente há luar
Comentário felizmente há luarComentário felizmente há luar
Comentário felizmente há luar
 
Felizmente Há Luar!
Felizmente Há Luar!Felizmente Há Luar!
Felizmente Há Luar!
 
Resumos de Português: Felizmente há luar!
Resumos de Português: Felizmente há luar!Resumos de Português: Felizmente há luar!
Resumos de Português: Felizmente há luar!
 
Felizmente Há Luar- Resumo da Obra
 Felizmente Há Luar- Resumo da Obra Felizmente Há Luar- Resumo da Obra
Felizmente Há Luar- Resumo da Obra
 
Filipe luis personagem ausente gomes freire e o seu caracter simbolico
Filipe luis personagem ausente gomes freire e o seu caracter simbolicoFilipe luis personagem ausente gomes freire e o seu caracter simbolico
Filipe luis personagem ausente gomes freire e o seu caracter simbolico
 
Português - Felizmente ha luar
Português - Felizmente ha luarPortuguês - Felizmente ha luar
Português - Felizmente ha luar
 
Felizmente Há Luar
Felizmente Há LuarFelizmente Há Luar
Felizmente Há Luar
 
Felizmente há luar
Felizmente há luarFelizmente há luar
Felizmente há luar
 
Felizmente Há Luar
Felizmente Há LuarFelizmente Há Luar
Felizmente Há Luar
 
Felizmente há luar! o paralelismo histórico (1)
Felizmente há luar! o paralelismo histórico (1)Felizmente há luar! o paralelismo histórico (1)
Felizmente há luar! o paralelismo histórico (1)
 
Felizmente há luar
Felizmente há luarFelizmente há luar
Felizmente há luar
 
Luis de sttau monteiro – vida e obra
Luis de sttau monteiro – vida e obraLuis de sttau monteiro – vida e obra
Luis de sttau monteiro – vida e obra
 

Semelhante a Felizmente Há Luar

Felizmente há luar carolina morna
Felizmente há luar   carolina mornaFelizmente há luar   carolina morna
Felizmente há luar carolina morna
guestd8e2b4
 
Felizmente há luar carolina morna
Felizmente há luar   carolina mornaFelizmente há luar   carolina morna
Felizmente há luar carolina morna
guestd8e2b4
 
Felizmente há luar carolina morna
Felizmente há luar   carolina mornaFelizmente há luar   carolina morna
Felizmente há luar carolina morna
guestd8e2b4
 
Felizmente há luar carolina morna
Felizmente há luar   carolina mornaFelizmente há luar   carolina morna
Felizmente há luar carolina morna
guest57586
 
O CORTIÇO
O CORTIÇO O CORTIÇO
O CORTIÇO
NexusLanhouse1
 
Respostas do roteiro de a cidade e as serras
Respostas do roteiro de a cidade e as serrasRespostas do roteiro de a cidade e as serras
Respostas do roteiro de a cidade e as serras
BriefCase
 
Amar, verbo intransitivo, de mário de andrade
Amar, verbo intransitivo, de mário de andradeAmar, verbo intransitivo, de mário de andrade
Amar, verbo intransitivo, de mário de andrade
carinemorossino74
 

Semelhante a Felizmente Há Luar (20)

(3)felizm..
(3)felizm..(3)felizm..
(3)felizm..
 
Estudo accao personagens_contexto
Estudo accao personagens_contextoEstudo accao personagens_contexto
Estudo accao personagens_contexto
 
Trabalho hemerson 2014
Trabalho hemerson 2014Trabalho hemerson 2014
Trabalho hemerson 2014
 
Felizmente há luar carolina morna
Felizmente há luar   carolina mornaFelizmente há luar   carolina morna
Felizmente há luar carolina morna
 
Felizmente há luar carolina morna
Felizmente há luar   carolina mornaFelizmente há luar   carolina morna
Felizmente há luar carolina morna
 
Felizmente há luar carolina morna
Felizmente há luar   carolina mornaFelizmente há luar   carolina morna
Felizmente há luar carolina morna
 
Felizmente há luar carolina morna
Felizmente há luar   carolina mornaFelizmente há luar   carolina morna
Felizmente há luar carolina morna
 
Felizmente há luar - trabalho de carolina morna
Felizmente há luar  - trabalho de  carolina mornaFelizmente há luar  - trabalho de  carolina morna
Felizmente há luar - trabalho de carolina morna
 
O cortiço material de aula
O cortiço   material de aulaO cortiço   material de aula
O cortiço material de aula
 
Feliz luar power point
Feliz luar power pointFeliz luar power point
Feliz luar power point
 
Prova de literatura
Prova de literaturaProva de literatura
Prova de literatura
 
O CORTIÇO
O CORTIÇO O CORTIÇO
O CORTIÇO
 
Respostas do roteiro de a cidade e as serras
Respostas do roteiro de a cidade e as serrasRespostas do roteiro de a cidade e as serras
Respostas do roteiro de a cidade e as serras
 
O Cortiço.ppt
O Cortiço.pptO Cortiço.ppt
O Cortiço.ppt
 
Amar, verbo intransitivo, de mário de andrade
Amar, verbo intransitivo, de mário de andradeAmar, verbo intransitivo, de mário de andrade
Amar, verbo intransitivo, de mário de andrade
 
aecam1116_ppt_7.pptx.pdf FREI LUIS DE SOUSA
aecam1116_ppt_7.pptx.pdf FREI LUIS DE SOUSAaecam1116_ppt_7.pptx.pdf FREI LUIS DE SOUSA
aecam1116_ppt_7.pptx.pdf FREI LUIS DE SOUSA
 
Policarpo
PolicarpoPolicarpo
Policarpo
 
ocortio-150628201435-lva1-app6891 (2).pdf
ocortio-150628201435-lva1-app6891 (2).pdfocortio-150628201435-lva1-app6891 (2).pdf
ocortio-150628201435-lva1-app6891 (2).pdf
 
O cortiço
O cortiçoO cortiço
O cortiço
 
Português " Os Maias"
Português " Os Maias"Português " Os Maias"
Português " Os Maias"
 

Mais de Ana Tapadas

Mais de Ana Tapadas (20)

Otono en la_patagonia argentina
Otono en la_patagonia argentinaOtono en la_patagonia argentina
Otono en la_patagonia argentina
 
China
ChinaChina
China
 
Filipe e ..
Filipe e ..Filipe e ..
Filipe e ..
 
Guimarães Rosa
Guimarães RosaGuimarães Rosa
Guimarães Rosa
 
China lexiaguo
China   lexiaguoChina   lexiaguo
China lexiaguo
 
Fernandoppppppp ..
Fernandoppppppp ..Fernandoppppppp ..
Fernandoppppppp ..
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando Pessoa
 
F pessoa l..
F pessoa l..F pessoa l..
F pessoa l..
 
Florbela Espanca
Florbela EspancaFlorbela Espanca
Florbela Espanca
 
Miguel Torga - Poemas
Miguel Torga - PoemasMiguel Torga - Poemas
Miguel Torga - Poemas
 
A Hora Do Nada
A Hora Do NadaA Hora Do Nada
A Hora Do Nada
 
Padre Ant..
Padre Ant..Padre Ant..
Padre Ant..
 
Escrevi M..
Escrevi M..Escrevi M..
Escrevi M..
 
Os Lusíadas
Os LusíadasOs Lusíadas
Os Lusíadas
 
Cal,+José..
Cal,+José..Cal,+José..
Cal,+José..
 
Abandonada
AbandonadaAbandonada
Abandonada
 
Uma Casa na Escuridão
Uma Casa na EscuridãoUma Casa na Escuridão
Uma Casa na Escuridão
 
Os Cinco e os Gémeos Silenciosos
Os Cinco e os Gémeos SilenciososOs Cinco e os Gémeos Silenciosos
Os Cinco e os Gémeos Silenciosos
 
Crepúsculo
CrepúsculoCrepúsculo
Crepúsculo
 
Cão como Nós
Cão como NósCão como Nós
Cão como Nós
 

Felizmente Há Luar

  • 1. Escola Secundária c/3CEB de Ponte de Sor Curso Profissional Técnico de Multimédia Português Espaço Físico Espaço Social Módulo 11 Caracterização pelo carácter das personagens que o “habita” Felizmente Há Luar Trabalho elaborado por: Marco Jesus nº11 12ºH | Tiago Pinheiro nº16 12ºH
  • 2. Felizmente Há Luar Espaço Físico Lisboa - Macro espaço A Baixa – sede da Regência O Rato – casa de Gomes Freire Campo de Sant’ Ana – local das execuções Serra de Santo António – local onde se avista S. Julião da Barra.
  • 3. Felizmente Há Luar Espaço Social Contexto Histórico- social – Invasões francesas, Conselho de Regência, Gomes Freire e a Maçonaria, Repressão Política… Espaço social – Clima de opressão social, pobreza, revolta popular… O meio social em que estão inseridas as personagens distingue-se através do vestuário, linguagem e adereços.
  • 4. Felizmente Há Luar As Personagens da Obra são: Povo: Manuel, Rita, Antigo Soldado, Outros Populares Traidores do povo: Vicente, Andrade Corvo, Morais Sarmento, Dois Polícias. Governantes: Principal Sousa, D. Miguel de Forjaz, Marechal Beresford.
  • 5. Felizmente Há Luar Gomes Freire Protagonista, embora nunca apareça é evocado através da esperança do povo, das perseguições dos governadores e da revolta da sua mulher e amigos. É acusado de ser o “grão- mestre” da maçonaria, estrangeirado, soldado brilhante, idolatrado pelo povo. Acredita na justiça e luta pela liberdade. É apresentado como o defensor do povo oprimido. Herói (no entanto, ele acaba como o anti-herói, o herói falhado). Símbolo de esperança e liberdade
  • 6. Felizmente Há Luar D. Miguel Forjaz Primo de Gomes Freire Carácter megalómano Prepotente; autoritário, mas servil. Cobarde e calculista político. Corrompido pelo poder Vingativo. Simboliza a decadência do país que governa
  • 7. Felizmente Há Luar Principal Sousa Defensor do obscurantismo Fanático religioso Hipócrita Autocrático e dogmático Representa o poder eclesiástico Odeia os franceses
  • 8. Felizmente Há Luar William Beresford Cínico em relação aos portugueses, a Portugal e à sua situação Oportunista; autoritário, mas bom estratega militar Consegue ser minimamente franco e honesto, pois tem a coragem de dizer o que realmente quer, ao contrário dos dois governadores portugueses. É poderoso, interesseiro, calculista. Trocista e sarcástico
  • 9. Felizmente Há Luar Vicente Sarcástico, demagogo, falso e servil Oportunista (move-se pelo interesse da recompensa material) Hipócrita, traidor, desleal, despreza a sua origem e o seu passado. Delator que age dessa maneira porque está revoltado com a sua condição social
  • 10. Felizmente Há Luar Matilde de Melo Corajosa, exprime romanticamente o seu amor Reage violentamente perante o ódio e as suas injustiças Sincera Ora desanima, ora se enfurece, ora se revolta, mas luta sempre Representa uma denuncia da hipocrisia do mundo e dos interesses que se instalem em volta do poder. Apresenta-se como mulher dedicada de Gomes Freire, que, numa situação crítica como esta, tem um discurso tanto marcado pelo amor, como pelo ódio
  • 11. Felizmente Há Luar Sousa Falcão Inseparável amigo, sofre junto da Matilde e assume as mesmas ideias que Gomes Freire Não teve a coragem do general Representa a amizade e a fidelidade, mas também a impotência perante o despotismo
  • 12. Felizmente Há Luar Frei Diogo Homem sério e honesto Representante do clero – é o contraposto do Principal Sousa Confessor de Gomes Freire
  • 13. Denuncia a opressão a que o povo está sujeito Protagoniza a consciência do povo É corajoso Metáfora do povo português Felizmente Há Luar Manuel
  • 14. Felizmente Há Luar Populares Representam o povo oprimido Funcionam como coro Pobres A ironia é a sua arma