SlideShare uma empresa Scribd logo
INTRODUÇÃO
O sistema sensorial integra uma parte do sistema nervoso e é formado por um conjunto de
orgãos que apresentam receptores sensorias capazes de identificar informações do meio
externo e do nosso corpo, transmitindo para o sistema nervoso cental (SNC) que processa
esses estimulos e gera uma resposta adequada.
São exemplos de tipos de estimulos captados pelo sistema sensorial:
 TOQUE
 ODOR
 LUZ
 SONS
 DOR
 TEMPERATURA
 SUBSTANCIAS QUIMICAS
 PRESSÃO
Os orgãos sensorias PELE, OLHOS, LINGUA, NARIZ e OUVIDOS são responsaveis pelos sentidos
sensoriais do TATO, VISÃO, PALADAR, OLFATO E AUDIÇÃO.
RECEPTORES SENSORIAS
A informação sensorial chega ao Sistema Nervoso Central através dos Nervos Periféricos e é
conduzida imediatamente para o sistema nervoso central. Um receptor sensorial é a estrutura
que reconhece um estímulo no ambiente interno ou externo, localizam-se nos órgãos dos
sentidos e são terminais nervosos com a capacidade de receber um determinado estímulo e
transformá-lo em impulso nervoso. Esses receptores são classificados de acordo com a
natureza do estímulo para os quais são sensíveis.
 Quimiorreceptores: sensíveis à presença ou concentração de determinadas
substâncias, como os responsáveis pelo paladar e olfato,
 Fotorreceptores: sensíveis à luz, responsavel pela visão,
 Termorreceptores: sensíveis às mudanças da temperatura,
 Mecanorreceptores: responsáveis pelas sensações tácteis e auditivas.
Visão
A visão é captada pelos nossos olhos, onde há a presença de fotorreceptores capazes de
responder a estímulos luminosos. Esses receptores estão localizados mais precisamente na
retina e podem ser classificados em bastonetes e cones. Os bastonetes são sensíveis à luz, mas
não são capazes de perceber as cores. Os cones, por sua vez, possibilitam a visão em cores e são
menos sensíveis à luz.
Audição
A audição, capacidade de perceber sons, é possível graças à orelha humana, que possui
mecanorreceptores capazes de captar as ondas sonoras. Esses receptores estão localizados na
cóclea, uma estrutura em forma de tubo cônico localizada na orelha interna.
Tato
O tato é responsável por perceber vibrações, captar a pressão, além de perceber a dor e as
diferenças de temperatura. Diferentemente dos outros sentidos, ele não está localizado em um
único local, pois está presente em praticamente todas as regiões do corpo, uma vez que os
receptores localizam-se na pele.
Olfato
O olfato está relacionado com a capacidade de perceber odores. Essa percepção é possível
graças à estimulação do epitélio olfatório, localizado no teto das cavidades nasais. Esse epitélio
é rico em células nervosas, mais precisamente em quimiorreceptores.
Paladar
O paladar, juntamente ao olfato, é responsável por garantir a percepção do sabor e textura dos
alimentos. A boca é o local onde esse sentido é percebido, o que acontece em virtude da
presença de saliências conhecidas como papilas gustatórias, que são capazes de perceber
sensações táteis, além dos sabores doce, azedo, salgado, amargo.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a sistema sensorial.pdf

Sistemasensorial 130627135240-phpapp01
Sistemasensorial 130627135240-phpapp01Sistemasensorial 130627135240-phpapp01
Sistemasensorial 130627135240-phpapp01
Gabriel Dias
 
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
Fernando Graeff
 
Os 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cãoOs 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cão
Hospital Veterinário do Porto
 
sistema_sensorial.pptx
sistema_sensorial.pptxsistema_sensorial.pptx
sistema_sensorial.pptx
EduWillame
 
ProcessosPsicBasicos.ppt
ProcessosPsicBasicos.pptProcessosPsicBasicos.ppt
ProcessosPsicBasicos.ppt
Paulo Pedro P. R. Costa
 
Sensação.percep
Sensação.percepSensação.percep
Sensação.percep
Scriba Digital
 
Sentidos
SentidosSentidos
Os sentidos biologia
Os sentidos biologiaOs sentidos biologia
Os sentidos biologia
Nábila Quennet
 
Apresentação de ciências
Apresentação de ciênciasApresentação de ciências
Apresentação de ciências
Reinaldo Baptista De Oliveira
 
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
Alcino Castro
 
Aulasenacbh
AulasenacbhAulasenacbh
Aulasenacbh
Anderson Silva
 
Sistema sensorial - anatomia humana
Sistema sensorial - anatomia humanaSistema sensorial - anatomia humana
Sistema sensorial - anatomia humana
Marília Gomes
 
Psicofisiologia
Psicofisiologia Psicofisiologia
Psicofisiologia
Silvia Revez
 
Tecnica da-mediunidade-4
Tecnica da-mediunidade-4Tecnica da-mediunidade-4
Sistema sensorial .. anatomia
Sistema sensorial   .. anatomiaSistema sensorial   .. anatomia
Sistema sensorial .. anatomia
Alenice Aliane
 
Os 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cãoOs 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cão
Hospital Veterinário do Porto
 
Sistema sensorial fisiologia
Sistema sensorial   fisiologiaSistema sensorial   fisiologia
Sistema sensorial fisiologia
Malu Correia
 
Sistema olfactivo
Sistema olfactivoSistema olfactivo
Sistema olfactivo
Ana Gomes
 
Sistema Sensorial Completo
Sistema Sensorial CompletoSistema Sensorial Completo
Sistema Sensorial Completo
Renata Oliveira
 
Aula 08 sistema sensorial - anatomia e fisiologia
Aula 08   sistema sensorial - anatomia e fisiologiaAula 08   sistema sensorial - anatomia e fisiologia
Aula 08 sistema sensorial - anatomia e fisiologia
Hamilton Nobrega
 

Semelhante a sistema sensorial.pdf (20)

Sistemasensorial 130627135240-phpapp01
Sistemasensorial 130627135240-phpapp01Sistemasensorial 130627135240-phpapp01
Sistemasensorial 130627135240-phpapp01
 
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
 
Os 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cãoOs 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cão
 
sistema_sensorial.pptx
sistema_sensorial.pptxsistema_sensorial.pptx
sistema_sensorial.pptx
 
ProcessosPsicBasicos.ppt
ProcessosPsicBasicos.pptProcessosPsicBasicos.ppt
ProcessosPsicBasicos.ppt
 
Sensação.percep
Sensação.percepSensação.percep
Sensação.percep
 
Sentidos
SentidosSentidos
Sentidos
 
Os sentidos biologia
Os sentidos biologiaOs sentidos biologia
Os sentidos biologia
 
Apresentação de ciências
Apresentação de ciênciasApresentação de ciências
Apresentação de ciências
 
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
 
Aulasenacbh
AulasenacbhAulasenacbh
Aulasenacbh
 
Sistema sensorial - anatomia humana
Sistema sensorial - anatomia humanaSistema sensorial - anatomia humana
Sistema sensorial - anatomia humana
 
Psicofisiologia
Psicofisiologia Psicofisiologia
Psicofisiologia
 
Tecnica da-mediunidade-4
Tecnica da-mediunidade-4Tecnica da-mediunidade-4
Tecnica da-mediunidade-4
 
Sistema sensorial .. anatomia
Sistema sensorial   .. anatomiaSistema sensorial   .. anatomia
Sistema sensorial .. anatomia
 
Os 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cãoOs 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cão
 
Sistema sensorial fisiologia
Sistema sensorial   fisiologiaSistema sensorial   fisiologia
Sistema sensorial fisiologia
 
Sistema olfactivo
Sistema olfactivoSistema olfactivo
Sistema olfactivo
 
Sistema Sensorial Completo
Sistema Sensorial CompletoSistema Sensorial Completo
Sistema Sensorial Completo
 
Aula 08 sistema sensorial - anatomia e fisiologia
Aula 08   sistema sensorial - anatomia e fisiologiaAula 08   sistema sensorial - anatomia e fisiologia
Aula 08 sistema sensorial - anatomia e fisiologia
 

Último

Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 

Último (20)

Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 

sistema sensorial.pdf

  • 1. INTRODUÇÃO O sistema sensorial integra uma parte do sistema nervoso e é formado por um conjunto de orgãos que apresentam receptores sensorias capazes de identificar informações do meio externo e do nosso corpo, transmitindo para o sistema nervoso cental (SNC) que processa esses estimulos e gera uma resposta adequada. São exemplos de tipos de estimulos captados pelo sistema sensorial:  TOQUE  ODOR  LUZ  SONS  DOR  TEMPERATURA  SUBSTANCIAS QUIMICAS  PRESSÃO Os orgãos sensorias PELE, OLHOS, LINGUA, NARIZ e OUVIDOS são responsaveis pelos sentidos sensoriais do TATO, VISÃO, PALADAR, OLFATO E AUDIÇÃO. RECEPTORES SENSORIAS A informação sensorial chega ao Sistema Nervoso Central através dos Nervos Periféricos e é conduzida imediatamente para o sistema nervoso central. Um receptor sensorial é a estrutura que reconhece um estímulo no ambiente interno ou externo, localizam-se nos órgãos dos sentidos e são terminais nervosos com a capacidade de receber um determinado estímulo e transformá-lo em impulso nervoso. Esses receptores são classificados de acordo com a natureza do estímulo para os quais são sensíveis.  Quimiorreceptores: sensíveis à presença ou concentração de determinadas substâncias, como os responsáveis pelo paladar e olfato,  Fotorreceptores: sensíveis à luz, responsavel pela visão,  Termorreceptores: sensíveis às mudanças da temperatura,  Mecanorreceptores: responsáveis pelas sensações tácteis e auditivas. Visão A visão é captada pelos nossos olhos, onde há a presença de fotorreceptores capazes de responder a estímulos luminosos. Esses receptores estão localizados mais precisamente na retina e podem ser classificados em bastonetes e cones. Os bastonetes são sensíveis à luz, mas não são capazes de perceber as cores. Os cones, por sua vez, possibilitam a visão em cores e são menos sensíveis à luz.
  • 2. Audição A audição, capacidade de perceber sons, é possível graças à orelha humana, que possui mecanorreceptores capazes de captar as ondas sonoras. Esses receptores estão localizados na cóclea, uma estrutura em forma de tubo cônico localizada na orelha interna. Tato O tato é responsável por perceber vibrações, captar a pressão, além de perceber a dor e as diferenças de temperatura. Diferentemente dos outros sentidos, ele não está localizado em um único local, pois está presente em praticamente todas as regiões do corpo, uma vez que os receptores localizam-se na pele. Olfato O olfato está relacionado com a capacidade de perceber odores. Essa percepção é possível graças à estimulação do epitélio olfatório, localizado no teto das cavidades nasais. Esse epitélio é rico em células nervosas, mais precisamente em quimiorreceptores. Paladar O paladar, juntamente ao olfato, é responsável por garantir a percepção do sabor e textura dos alimentos. A boca é o local onde esse sentido é percebido, o que acontece em virtude da presença de saliências conhecidas como papilas gustatórias, que são capazes de perceber sensações táteis, além dos sabores doce, azedo, salgado, amargo.