SlideShare uma empresa Scribd logo
Trabalho de
Fisiologia I
2º enfermagem-
matutino
Os cincos
sentidos.
Ouvido Humano
• Cada parte tem uma função
específica para interpretar os sons.
Basicamente ocorre o seguinte: O
ouvido externo serve para coletar o
som e levá-lo pelo canal ao ouvido
médio. No ouvido médio ocorre a
• transformação da energia de uma
onda sonora em vibrações internas da
estrutura óssea do ouvido médio,
• estas vibrações, por sua vez, formam
uma onda de compressão no ouvido
interno. O ouvido interno transforma
a energia da onda de compressão ,
em impulsos nervosos que podem ser
transmitidos ao cérebro.
• O tubo de Eustáquio (Trompa de
Eustáquio) é um canal o qual permite
que a cavidade do tímpano fique
cheia de ar. Sua função é equilibrar a
pressão atmosférica no ouvido médio.
Olfato
O olfato (juntamente com o paladar ) quimiocepção -
um sentido que pode detectar substâncias químicas.
O sentido do olfato também detecta moléculas, ou
minúsculas partículas,conhecidas como odorantes
que flutuam no ar.Nos seres humanos, o olfato é
muito mais sensível que o paladar e é capaz de
distinguir mais de 10.000 odores.
O tecido epitelial especializado promove uma zona
de olfato conhecida como epitélio olfatório, no teto
da cavidade nasal.. Alem de alertar para perigos
como fumaça, gás venosos, o olfato presta uma
importante contribuição á apreciação de alimentos e
bebias. O sentido do olfato tende a se deteriorar com
a idade, por isto crianças e adulto, jovens são capazes
de distinguir uma gama mais ampla de odores e têm
neles uma experiência mais vivida que pessoas mais
velhas.
Paladar
Os sentidos gustativo e olfativo são chamados
sentidos químicos, porque seus receptores são
excitados por estimulantes químicos. Os receptores
gustativos são excitados por substâncias químicas
existentes nos alimentos, enquanto que os
receptores olfativos são excitados por substâncias
químicas do ar. Esses sentidos trabalham
conjuntamente na percepção dos sabores. O centro
do olfato e do gosto no cérebro combina a
informação sensorial da língua e do nariz.
O receptor sensorial do paladar é a papila
gustativa. É constituída por células epiteliais
localizadas em torno de um poro central na
membrana mucosa basal da língua. Na superfície
de cada uma das células gustativas observam-se
prolongamentos finos como pêlos, projetando-se
em direção da cavidade bucal; são chamados
microvilosidades. Essas estruturas fornecem a
superfície receptora para o paladar.
Observa-se entre as células gustativas de uma
papila uma rede com duas ou três fibras nervosas
gustativas, as quais são estimuladas pelas
próprias células gustativas.
Para que se possa sentir o gosto de uma
substância, ela deve primeiramente ser dissolvida
no líquido bucal e difundida através do poro
gustativo em torno das microvilosidades.
Portanto substâncias altamente solúveis e
difusíveis, como sais ou outros compostos que
têm moléculas pequenas, geralmente fornecem
graus gustativos mais altos do que substâncias
pouco solúveis difusíveis, como proteínas e
outras que possuam moléculas maiores.
Até os últimos anos acreditava-se que existiam quatro tipos
inteiramente diferentes de papila gustativa, cada qual
detectando uma das sensações gustativas primárias
particular. Sabe-se agora que todas as papilas gustativas
possuem alguns graus de sensibilidade para cada uma das
sensações gustativas primárias. Entretanto, cada papila
normalmente tem maior grau de sensibilidade para uma ou
duas das sensações gustativas. O cérebro detecta o tipo de
gosto pela relação (razão) de estimulação entre as diferentes
papilas gustativas. Isto é, se uma papila que detecta
principalmente salinidade é estimulada com maior
intensidade que as papilas que respondem mais a outros
gostos, o cérebro interpreta a sensação como de salinidade,
embora outras papilas tenham sido estimuladas, em menor
extensão, ao mesmo tempo.
tato
O tato é um dos cinco sentidos. O órgão responsável
por esse sentido é o maior órgão do corpo humano:
a pele. Os mecanismos responsáveis pelo tato estão
na segunda camada da pele, a derme. O tato é o
primeiro sentido a se desenvolver no embrião
humano.
Na pele existem diversos tipos de receptores de
estímulos táteis.
São esses receptores que recebem e transmitem ao
cérebro a sensação de toque. Alguns desses
receptores são terminações nervosas livres, que
reagem a estímulos mecânicos, químicos e térmicos,
sobretudo os dolorosos.
Outros receptores são organizados em forma de
corpúsculos, ou seja, são células especializadas que
estão em contato com terminações nervosas. Os
corpúsculos sensoriais podem ser
mecanorreceptores ou termoreceptores.
Mecanorreceptores são responsáveis pela percepção
do toque:
Corpúsculos de Meissner - percepção de pressões de
frequência diferente.
Discos de Merkel – percepção de movimentações e
pressões leves.
Corpúsculos de Vater - Pacini – percepção de
pressões. Presentes em grande número na ponta dos
dedos.
Corpúsculos de Ruffini - percepção de distensões na
pele e calor.
Termorreceptores são responsáveis pela percepção do
calor e do frio, e reagem de acordo ao estimulo
externo, seja ele frio ou quente
Para impedir a sensação de dor durante uma
intervenção cirúrgica, um tratamento dentário ou
exames invasivos, é usada a anestesia, que pode ser
geral (estado de inconsciência); regional, ou peridural
(aplicada próximo a medula, sendo que o paciente
pode ficar acordado ou não); ou local (apenas
na região onde ocorrerá a intervenção). Em qualquer
dos casos, a anestesia impede que os impulsos
nervosos gerados pelos receptores da dor sejam
transmitidos pelos nervos, não chegando, dessa
forma, ao cérebro.
O alfabeto Braile, que permite que deficientes
visuais leiam por meio do tato, foi criado
considerando a capacidade existente na polpa
dos dedos de perceber, de uma só vez, cerca de
seis impressões táteis.
As partes do corpo mais sensíveis ao toque são
as mãos, os dedos dos pés, o rosto,
lábios, língua e região genital, tanto masculina
quanto feminino
Fim
Walquiria Silva Souza
Juliana Soares Pastina
Vania Bonis Ferreira
Claudia Santana
Karina Aparecida
Tainane Sousa da Costa
Obrigada Pela Atenção...
Prof: Heloisa Tofoli

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

OS 5 SENTIDOS DO CORPO HUMANO
OS 5 SENTIDOS  DO CORPO HUMANOOS 5 SENTIDOS  DO CORPO HUMANO
OS 5 SENTIDOS DO CORPO HUMANO
Grazi Grazi
 
Órgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidos Órgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidos
Matheus Faria do Valle
 
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
Estude Mais
 
Trabalho de ciencias.pptx
Trabalho de ciencias.pptxTrabalho de ciencias.pptx
Trabalho de ciencias.pptx
seducangela
 
Órgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidosÓrgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidos
robioprof
 
óRgãOs Do Sentido
óRgãOs Do SentidoóRgãOs Do Sentido
óRgãOs Do Sentido
gueste74a91
 
Os 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cãoOs 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cão
Hospital Veterinário do Porto
 
Trabalho de Anatomia - Sistema Sensora
Trabalho de Anatomia - Sistema SensoraTrabalho de Anatomia - Sistema Sensora
Trabalho de Anatomia - Sistema Sensora
Mayara Felipe
 
Orgãos dos Sentidos
Orgãos dos SentidosOrgãos dos Sentidos
Orgãos dos Sentidos
Yolanda Moura
 
Sistema olfactivo
Sistema olfactivoSistema olfactivo
Sistema olfactivo
Ana Gomes
 
Órgãos dos Sentidos
Órgãos dos SentidosÓrgãos dos Sentidos
Órgãos dos Sentidos
Daniela José Arozi
 
Histologia vegetal
Histologia vegetalHistologia vegetal
Histologia vegetal
Adrian Rafael Macedo
 
Os 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cãoOs 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cão
Hospital Veterinário do Porto
 
Sistemas gustatório e olfatório
Sistemas gustatório e olfatórioSistemas gustatório e olfatório
Sistemas gustatório e olfatório
Danillo Paulo da Silva
 
Sistema sensorial - anatomia animal
Sistema sensorial - anatomia animalSistema sensorial - anatomia animal
Sistema sensorial - anatomia animal
Marília Gomes
 
Sistema Sensorial
Sistema SensorialSistema Sensorial
Sistema Sensorial
profatatiana
 
Os cinco sentidos
Os cinco sentidosOs cinco sentidos
Os cinco sentidos
Joice04
 
Neurofisiologia - sentidos especiais - Paladar - aula 8 capítulo 5
Neurofisiologia - sentidos especiais - Paladar - aula 8 capítulo 5Neurofisiologia - sentidos especiais - Paladar - aula 8 capítulo 5
Neurofisiologia - sentidos especiais - Paladar - aula 8 capítulo 5
Cleanto Santos Vieira
 
Apresentação de ciências
Apresentação de ciênciasApresentação de ciências
Apresentação de ciências
Reinaldo Baptista De Oliveira
 
Neurofisiologia - sentidos especiais - Olfato - aula 7 capítulo 5
Neurofisiologia - sentidos especiais - Olfato - aula 7 capítulo 5Neurofisiologia - sentidos especiais - Olfato - aula 7 capítulo 5
Neurofisiologia - sentidos especiais - Olfato - aula 7 capítulo 5
Cleanto Santos Vieira
 

Mais procurados (20)

OS 5 SENTIDOS DO CORPO HUMANO
OS 5 SENTIDOS  DO CORPO HUMANOOS 5 SENTIDOS  DO CORPO HUMANO
OS 5 SENTIDOS DO CORPO HUMANO
 
Órgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidos Órgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidos
 
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
 
Trabalho de ciencias.pptx
Trabalho de ciencias.pptxTrabalho de ciencias.pptx
Trabalho de ciencias.pptx
 
Órgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidosÓrgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidos
 
óRgãOs Do Sentido
óRgãOs Do SentidoóRgãOs Do Sentido
óRgãOs Do Sentido
 
Os 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cãoOs 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cão
 
Trabalho de Anatomia - Sistema Sensora
Trabalho de Anatomia - Sistema SensoraTrabalho de Anatomia - Sistema Sensora
Trabalho de Anatomia - Sistema Sensora
 
Orgãos dos Sentidos
Orgãos dos SentidosOrgãos dos Sentidos
Orgãos dos Sentidos
 
Sistema olfactivo
Sistema olfactivoSistema olfactivo
Sistema olfactivo
 
Órgãos dos Sentidos
Órgãos dos SentidosÓrgãos dos Sentidos
Órgãos dos Sentidos
 
Histologia vegetal
Histologia vegetalHistologia vegetal
Histologia vegetal
 
Os 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cãoOs 5 sentidos do cão
Os 5 sentidos do cão
 
Sistemas gustatório e olfatório
Sistemas gustatório e olfatórioSistemas gustatório e olfatório
Sistemas gustatório e olfatório
 
Sistema sensorial - anatomia animal
Sistema sensorial - anatomia animalSistema sensorial - anatomia animal
Sistema sensorial - anatomia animal
 
Sistema Sensorial
Sistema SensorialSistema Sensorial
Sistema Sensorial
 
Os cinco sentidos
Os cinco sentidosOs cinco sentidos
Os cinco sentidos
 
Neurofisiologia - sentidos especiais - Paladar - aula 8 capítulo 5
Neurofisiologia - sentidos especiais - Paladar - aula 8 capítulo 5Neurofisiologia - sentidos especiais - Paladar - aula 8 capítulo 5
Neurofisiologia - sentidos especiais - Paladar - aula 8 capítulo 5
 
Apresentação de ciências
Apresentação de ciênciasApresentação de ciências
Apresentação de ciências
 
Neurofisiologia - sentidos especiais - Olfato - aula 7 capítulo 5
Neurofisiologia - sentidos especiais - Olfato - aula 7 capítulo 5Neurofisiologia - sentidos especiais - Olfato - aula 7 capítulo 5
Neurofisiologia - sentidos especiais - Olfato - aula 7 capítulo 5
 

Semelhante a Trabalho de fisiologia

Aulasenacbh
AulasenacbhAulasenacbh
Aulasenacbh
Anderson Silva
 
Sentidos
SentidosSentidos
Estímulos Nervosos
Estímulos NervososEstímulos Nervosos
Estímulos Nervosos
marco :)
 
SLIDE OS SENTIDOS.pdf
SLIDE OS SENTIDOS.pdfSLIDE OS SENTIDOS.pdf
SLIDE OS SENTIDOS.pdf
JoyceSouza875857
 
ProcessosPsicBasicos.ppt
ProcessosPsicBasicos.pptProcessosPsicBasicos.ppt
ProcessosPsicBasicos.ppt
Paulo Pedro P. R. Costa
 
Sistemasensorial 130627135240-phpapp01
Sistemasensorial 130627135240-phpapp01Sistemasensorial 130627135240-phpapp01
Sistemasensorial 130627135240-phpapp01
Gabriel Dias
 
sistema sensorial.pdf
sistema sensorial.pdfsistema sensorial.pdf
sistema sensorial.pdf
ThulioEwerton1
 
Órgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidosÓrgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidos
ClaudiaFael1
 
Paladar e Tato
Paladar e TatoPaladar e Tato
Paladar e Tato
nayslides Sobrenome
 
Sentidos paladar
Sentidos paladarSentidos paladar
Sentidos paladar
Profissão Professor
 
Tecnica da-mediunidade-4
Tecnica da-mediunidade-4Tecnica da-mediunidade-4
Sensação.percep
Sensação.percepSensação.percep
Sensação.percep
Scriba Digital
 
RADIOLOGIA - MÓDULO II - ANATOMIA FISIO HUMANA II - SENSORIAL.pdf
RADIOLOGIA - MÓDULO II - ANATOMIA FISIO HUMANA II - SENSORIAL.pdfRADIOLOGIA - MÓDULO II - ANATOMIA FISIO HUMANA II - SENSORIAL.pdf
RADIOLOGIA - MÓDULO II - ANATOMIA FISIO HUMANA II - SENSORIAL.pdf
Raissaalves67
 
8 ano Tato, olfato e paladar
8 ano Tato, olfato e paladar8 ano Tato, olfato e paladar
8 ano Tato, olfato e paladar
Sarah Lemes
 
Slide Revisão e Sistema sensorial.pptx
Slide Revisão e Sistema sensorial.pptxSlide Revisão e Sistema sensorial.pptx
Slide Revisão e Sistema sensorial.pptx
rafaelbrandao22
 
Trabalho tato (1)
Trabalho tato (1)Trabalho tato (1)
Trabalho tato (1)
aryanebadaro
 
sistema_sensorial.pptx
sistema_sensorial.pptxsistema_sensorial.pptx
sistema_sensorial.pptx
EduWillame
 
Órgãos do Sentido.ppt
Órgãos do Sentido.pptÓrgãos do Sentido.ppt
Órgãos do Sentido.ppt
carlasuzane2
 
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
Alcino Castro
 
Trabalho sistema sensorial
Trabalho sistema sensorialTrabalho sistema sensorial
Trabalho sistema sensorial
Juliana Simas
 

Semelhante a Trabalho de fisiologia (20)

Aulasenacbh
AulasenacbhAulasenacbh
Aulasenacbh
 
Sentidos
SentidosSentidos
Sentidos
 
Estímulos Nervosos
Estímulos NervososEstímulos Nervosos
Estímulos Nervosos
 
SLIDE OS SENTIDOS.pdf
SLIDE OS SENTIDOS.pdfSLIDE OS SENTIDOS.pdf
SLIDE OS SENTIDOS.pdf
 
ProcessosPsicBasicos.ppt
ProcessosPsicBasicos.pptProcessosPsicBasicos.ppt
ProcessosPsicBasicos.ppt
 
Sistemasensorial 130627135240-phpapp01
Sistemasensorial 130627135240-phpapp01Sistemasensorial 130627135240-phpapp01
Sistemasensorial 130627135240-phpapp01
 
sistema sensorial.pdf
sistema sensorial.pdfsistema sensorial.pdf
sistema sensorial.pdf
 
Órgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidosÓrgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidos
 
Paladar e Tato
Paladar e TatoPaladar e Tato
Paladar e Tato
 
Sentidos paladar
Sentidos paladarSentidos paladar
Sentidos paladar
 
Tecnica da-mediunidade-4
Tecnica da-mediunidade-4Tecnica da-mediunidade-4
Tecnica da-mediunidade-4
 
Sensação.percep
Sensação.percepSensação.percep
Sensação.percep
 
RADIOLOGIA - MÓDULO II - ANATOMIA FISIO HUMANA II - SENSORIAL.pdf
RADIOLOGIA - MÓDULO II - ANATOMIA FISIO HUMANA II - SENSORIAL.pdfRADIOLOGIA - MÓDULO II - ANATOMIA FISIO HUMANA II - SENSORIAL.pdf
RADIOLOGIA - MÓDULO II - ANATOMIA FISIO HUMANA II - SENSORIAL.pdf
 
8 ano Tato, olfato e paladar
8 ano Tato, olfato e paladar8 ano Tato, olfato e paladar
8 ano Tato, olfato e paladar
 
Slide Revisão e Sistema sensorial.pptx
Slide Revisão e Sistema sensorial.pptxSlide Revisão e Sistema sensorial.pptx
Slide Revisão e Sistema sensorial.pptx
 
Trabalho tato (1)
Trabalho tato (1)Trabalho tato (1)
Trabalho tato (1)
 
sistema_sensorial.pptx
sistema_sensorial.pptxsistema_sensorial.pptx
sistema_sensorial.pptx
 
Órgãos do Sentido.ppt
Órgãos do Sentido.pptÓrgãos do Sentido.ppt
Órgãos do Sentido.ppt
 
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
 
Trabalho sistema sensorial
Trabalho sistema sensorialTrabalho sistema sensorial
Trabalho sistema sensorial
 

Trabalho de fisiologia

  • 1. Trabalho de Fisiologia I 2º enfermagem- matutino
  • 3. Ouvido Humano • Cada parte tem uma função específica para interpretar os sons. Basicamente ocorre o seguinte: O ouvido externo serve para coletar o som e levá-lo pelo canal ao ouvido médio. No ouvido médio ocorre a • transformação da energia de uma onda sonora em vibrações internas da estrutura óssea do ouvido médio, • estas vibrações, por sua vez, formam uma onda de compressão no ouvido interno. O ouvido interno transforma a energia da onda de compressão , em impulsos nervosos que podem ser transmitidos ao cérebro. • O tubo de Eustáquio (Trompa de Eustáquio) é um canal o qual permite que a cavidade do tímpano fique cheia de ar. Sua função é equilibrar a pressão atmosférica no ouvido médio.
  • 4.
  • 5. Olfato O olfato (juntamente com o paladar ) quimiocepção - um sentido que pode detectar substâncias químicas. O sentido do olfato também detecta moléculas, ou minúsculas partículas,conhecidas como odorantes que flutuam no ar.Nos seres humanos, o olfato é muito mais sensível que o paladar e é capaz de distinguir mais de 10.000 odores.
  • 6. O tecido epitelial especializado promove uma zona de olfato conhecida como epitélio olfatório, no teto da cavidade nasal.. Alem de alertar para perigos como fumaça, gás venosos, o olfato presta uma importante contribuição á apreciação de alimentos e bebias. O sentido do olfato tende a se deteriorar com a idade, por isto crianças e adulto, jovens são capazes de distinguir uma gama mais ampla de odores e têm neles uma experiência mais vivida que pessoas mais velhas.
  • 7. Paladar Os sentidos gustativo e olfativo são chamados sentidos químicos, porque seus receptores são excitados por estimulantes químicos. Os receptores gustativos são excitados por substâncias químicas existentes nos alimentos, enquanto que os receptores olfativos são excitados por substâncias químicas do ar. Esses sentidos trabalham conjuntamente na percepção dos sabores. O centro do olfato e do gosto no cérebro combina a informação sensorial da língua e do nariz.
  • 8.
  • 9. O receptor sensorial do paladar é a papila gustativa. É constituída por células epiteliais localizadas em torno de um poro central na membrana mucosa basal da língua. Na superfície de cada uma das células gustativas observam-se prolongamentos finos como pêlos, projetando-se em direção da cavidade bucal; são chamados microvilosidades. Essas estruturas fornecem a superfície receptora para o paladar. Observa-se entre as células gustativas de uma papila uma rede com duas ou três fibras nervosas gustativas, as quais são estimuladas pelas próprias células gustativas.
  • 10. Para que se possa sentir o gosto de uma substância, ela deve primeiramente ser dissolvida no líquido bucal e difundida através do poro gustativo em torno das microvilosidades. Portanto substâncias altamente solúveis e difusíveis, como sais ou outros compostos que têm moléculas pequenas, geralmente fornecem graus gustativos mais altos do que substâncias pouco solúveis difusíveis, como proteínas e outras que possuam moléculas maiores.
  • 11.
  • 12. Até os últimos anos acreditava-se que existiam quatro tipos inteiramente diferentes de papila gustativa, cada qual detectando uma das sensações gustativas primárias particular. Sabe-se agora que todas as papilas gustativas possuem alguns graus de sensibilidade para cada uma das sensações gustativas primárias. Entretanto, cada papila normalmente tem maior grau de sensibilidade para uma ou duas das sensações gustativas. O cérebro detecta o tipo de gosto pela relação (razão) de estimulação entre as diferentes papilas gustativas. Isto é, se uma papila que detecta principalmente salinidade é estimulada com maior intensidade que as papilas que respondem mais a outros gostos, o cérebro interpreta a sensação como de salinidade, embora outras papilas tenham sido estimuladas, em menor extensão, ao mesmo tempo.
  • 13.
  • 14.
  • 15. tato O tato é um dos cinco sentidos. O órgão responsável por esse sentido é o maior órgão do corpo humano: a pele. Os mecanismos responsáveis pelo tato estão na segunda camada da pele, a derme. O tato é o primeiro sentido a se desenvolver no embrião humano. Na pele existem diversos tipos de receptores de estímulos táteis.
  • 16. São esses receptores que recebem e transmitem ao cérebro a sensação de toque. Alguns desses receptores são terminações nervosas livres, que reagem a estímulos mecânicos, químicos e térmicos, sobretudo os dolorosos. Outros receptores são organizados em forma de corpúsculos, ou seja, são células especializadas que estão em contato com terminações nervosas. Os corpúsculos sensoriais podem ser mecanorreceptores ou termoreceptores. Mecanorreceptores são responsáveis pela percepção do toque:
  • 17. Corpúsculos de Meissner - percepção de pressões de frequência diferente. Discos de Merkel – percepção de movimentações e pressões leves. Corpúsculos de Vater - Pacini – percepção de pressões. Presentes em grande número na ponta dos dedos. Corpúsculos de Ruffini - percepção de distensões na pele e calor. Termorreceptores são responsáveis pela percepção do calor e do frio, e reagem de acordo ao estimulo externo, seja ele frio ou quente
  • 18.
  • 19. Para impedir a sensação de dor durante uma intervenção cirúrgica, um tratamento dentário ou exames invasivos, é usada a anestesia, que pode ser geral (estado de inconsciência); regional, ou peridural (aplicada próximo a medula, sendo que o paciente pode ficar acordado ou não); ou local (apenas na região onde ocorrerá a intervenção). Em qualquer dos casos, a anestesia impede que os impulsos nervosos gerados pelos receptores da dor sejam transmitidos pelos nervos, não chegando, dessa forma, ao cérebro.
  • 20. O alfabeto Braile, que permite que deficientes visuais leiam por meio do tato, foi criado considerando a capacidade existente na polpa dos dedos de perceber, de uma só vez, cerca de seis impressões táteis. As partes do corpo mais sensíveis ao toque são as mãos, os dedos dos pés, o rosto, lábios, língua e região genital, tanto masculina quanto feminino
  • 21. Fim Walquiria Silva Souza Juliana Soares Pastina Vania Bonis Ferreira Claudia Santana Karina Aparecida Tainane Sousa da Costa Obrigada Pela Atenção... Prof: Heloisa Tofoli