SlideShare uma empresa Scribd logo
Salvador (BA), 9 de maio de 2014
Oportunidades e
Potencialidades dos Mercados
Internacionais para a Bahia –
América do Sul: Argentina, Chile
e Uruguai
OBJETIVOS ESTRATÉGICOS DA EMBRATUR
• Aprimorar e ter resultados de longo prazo no trabalho de promoção turística
internacional do Brasil
• Envolver o setor público e privado na estratégia unificada de promoção do país
para o exterior
• Aproveitar a realização dos grandes eventos esportivos mundiais para fazer o Brasil
mais conhecido pelo mundo como destino turístico
• Maximizar os resultados de imagem para o País
Estados Unidos
Argentina
Chile
Peru
Colômbia
Paraguai
México
Espanha
Reino Unido
França
Itália
AlemanhaHolanda
Portugal
Japão
Países Prioritários 2014
Uruguai
Canadá
Rússia
Bolívia
China
 Acordo de Cooperação MERCOSUL: ações
promocionais conjuntas no Japão, China, Rússia,
África do Sul , Índia, Cingapura e Emirados Árabes.
 Outros mercados: ações promocionais via Internet
(países classificados para a Copa 2014)
Principais emissores de turistas para
o Brasil
PROMOÇÃO INTERNACIONAL
Principais Ferramentas de Promoção
Megaeventos Esportivos
Oportunidades para a Promoção do Brasil
Megaeventos Esportivos
Eixos de atuação da Embratur
 Promoção e imagem internacional do
Brasil como destino turístico
 Ampliação da oferta de destinos nos
roteiros turísticos, especialmente
durante o evento
 Consolidação da Marca Brasil
 Apoio à comercialização dos destinos e
produtos turísticos brasileiros no
mercado internacional
Públicos-alvo:
 Trade internacional (operadores
de turismo e agentes de viagem)
 Imprensa
 Consumidor final (turista
potencial)
Fonte: Pesquisa Perfil do Turista da Copa do Mundo, África do Sul 2010 - Ministério do Turismo/Fundação Getúlio
Vargas. Amostra: 4.835 entrevistados.
 Primeira visita à África do Sul: 87%
 Turismo Adicional: 83%
(Permanência média: 18,1 dias)
 Visitou mais de uma cidade: 92%
(Média: 3,8 cidades)
 Onde será a próxima Copa? Brasil: 92%
 Nunca visitou o Brasil: 80%
Perfil dos Visitantes Estrangeiros
Copa do Mundo da FIFATM África do Sul 2010
65,6% dos entrevistados vieram ao
Brasil pela primeira vez
73,4% dos torcedores e 86,0%
dos jornalistas se hospedaram em hotéis
Principais atividades de lazer realizadas nas cidades sede:
• Visita a bairros/regiões atrativas
• Museus, Casas de Cultura e Monumentos
Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013
Avaliação dos Turistas
Fonte: Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 - EMBRATUR/Instituto
Methodus. Amostra: 454 entrevistados.
Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013
Perfil dos Turistas
62.4% 19.4% 12.9%5.4%
Quais outras atividades veio realizar
no Brasil?
Lazer Negócios Eventos e convenções Outros
Cidades visitadas
nesta estada:
Rio de Janeiro
São Paulo
Salvador
Sim
76,6%
Não
23,4%
Veio exclusivamente para a Copa das
Confederações?
Fonte: Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 - EMBRATUR/Instituto
Methodus. Amostra: 454 entrevistados.
Permanência média dos torcedores
14,7 dias
Itens mais bem avaliados:
• Aeroportos (7,6%)
• Serviço de Táxi (7,3%)
• Segurança Pública (7,0%)
Itens pior avaliados:
• Transporte Público (6,4%)
• Limpeza Pública (6,6%)
Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013
Avaliação dos Turistas
Infraestrutura
Fonte: Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 - EMBRATUR/Instituto
Methodus. Amostra: 454 entrevistados.
81,2% ficaram satisfeitos ou muito
satisfeitos com a estada
no Brasil
Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013
Avaliação dos Turistas
81,9% pretendem retornar para a
Copa do Mundo de 2014
97,4% dos entrevistados
pretendem retornar ao Brasil em
outra ocasião
Fonte: Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 - EMBRATUR/Instituto
Methodus. Amostra: 454 entrevistados.
• A Copa das Confederações gerou um impacto total de R$ 740 milhões na economia do
Brasil, sendo R$ 321 milhões apenas de gastos diretos dos turistas
• A Jornada Mundial da Juventude trouxe R$ 1,2 bilhão à economia do Rio de Janeiro e
do país, dos quais R$ 658 milhões foram gastos diretamente pelos turistas do evento
• Na Copa do Mundo de 2014 os turistas nacionais e estrangeiros irão gastar R$ 25
bilhões durante os 30 dias do evento
Turismo o grande beneficiário
• No caso de Salvador, a Copa das Confederações gerou um impacto de R$ 38,2 milhões
na economia, com uma permanência média de quase uma semana dos turistas
estrangeiros, cujos gastos na cidade somaram R$ 7 milhões.
• No ano passado, durante a realização da Copa das Confederações, Salvador recebeu
47,2 mil turistas, dos quais 4.100 eram estrangeiros, conforme pesquisa feita nas seis
cidades-sedes do evento pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisa Econômica) para o
Ministério do Turismo.
O ganho na Bahia
Legado de Imagem
 A realização de grandes eventos coloca o Brasil em evidência na mídia internacional
 Oportunidade única de apresentar ao mundo novos destinos turísticos
 Associar à promoção do Brasil as manifestações culturais mais representativas como
ferramenta para fortalecer a imagem do país como destino de experiência e
singularidade
 Intensificar as ações de promoção internacional e apoio a comercialização do
turismo brasileiro
 Ampliar e fortalecer o relacionamento com a mídia internacional, levando
informações atualizadas sobre a evolução da implantação de nova
infraestrutura, que beneficia o desenvolvimento do país e do turismo brasileiro
Benefícios para o Turismo do Brasil
• Duplicar a receita em divisas até 2020;
• Alcançar 10 milhões de turistas estrangeiros em 2020;
• Receber 600 mil turistas adicionais no Brasil, no período da Copa 2014; e crescer
15% em 2016, ano dos Jogos Olímpicos, em relação ao ano anterior;
• Manter um crescimento sustentado de entrada de turistas, acima da média
mundial.
Metas do Turismo Brasileiro
*O Brasil recebeu 5,67 milhões de visitantes internacionais em 2012. crescimento de 4,5%, aumento
acima da média mundial, que segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT), foi de 3,8%.
Turismo Internacional e Copa do Mundo
O que já foi realizado2010-2012
Turismo Internacional e Copa do Mundo
2013/2014 - O que já foi realizado
Turismo Internacional e Copa do Mundo
2014
Ações de
marketing
promocional
Apoio a
Comercialização
Publicidade
Comunicação
Digital
Relações
Públicas
Eventos promocionais no exterior e Ação promocional de
boas-vindas aos torcedores e visitantes estrangeiros
Feiras Internacionais de Turismo e Goal to Brasil - Encontros
Brasileiros
Campanha publicitária e Distribuição de material promocional
Ações interativas, Aplicativos mobile, Internete inovação em
tecnologia para promoção do Brasil
Intensificação das ações: Atendimento a imprensa, Press
Tripse Agência de Notícias durante a Copa do Mundo 2014
Monitoramento/Pesquisa
 Segundo o IPK 2012 (InternationalTourism Consulting Group), esses
mercados emitiram 7 milhões, 1,8 milhão, 1, 1 milhão turistas
internacionais, respectivamente, em um total de 9,9 milhões de
turistas para o mundo.
 Considerando uma média dos três países, 68% das viagens realizadas
foram para os países da América do Sul. Detalhando ainda mais,
temos uma média de 24,2% do total de viagens realizadas para o
Brasil no ano de 2012.
 Ainda nesse contexto, o segmento de Sol e Praia aliado com cultura
são os mais procurados pelos turistas dos três países.
Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai
Potencial de turismo
 De acordo com os dados do Panrotas (Abril
2014), há 370 voos diretos ligando os três
países ao Brasil com 64 mil assentos
ofertados por semana.
 Desse total, a capital baiana recebe apenas 3
frequências semanais vindos de Santiago do
Chile e há a previsão de mais 4 frequências
semanais provenientes de Montevidéu e
Córdoba (2 frequências de cada destino).
 Ainda há a previsão de mais um voo ligando a
capital Argentina a Salvador
Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai
Potencial de turismo
Participação da Bahia na BTL
 Por meio do programa de consultores da Embratur (EBTs), foi possível
identificar nos catálogos dos operadores dos mercados Argentino, Chileno
e Uruguaio que o segmento de maior representatividade é o Sol e Praia,
contemplando quase toda a costa Brasileira.
 A duração média dos pacotes ofertados é de 8 dias, havendo um aumento
para 14 dias na alta temporada. Ainda na temporada de verão, os
mercados demandam voos fretados para Salvador e Porto Seguro para
suprir a demanda.
 Ainda no programa dos consultores, foi apontado fortemente no mercado
Argentino, a tendência de viagens para resorts com sistema all inclusive.
Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai
Potencial de turismo
 Segundo o Perfil da demanda
turística internacional - Principais
emissores: Argentina - 2004-2012,
no ano de 2012, os Argentinos
apresentaram alto grau de
fidelização aos destinos que visitam
mantendo os destinos do sul como
os mais visitados (Santa Catarina, Rio
de Janeiro, Paraná e Rio Grande do
Sul).
Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai
Potencial de turismo
Participação da Bahia na feira Mundo Abreu
 O escritório é responsável por apresentar ao continente asiático as possibilidades
turísticas do continente sul-americano. Diferente dos outros 12 Escritórios Brasileiros de
Turismo- instalados na América do Sul, na América do Norte e na Europa - , no Japão, a
promoção do Brasil como destino turístico é feita em conjunto com os outros países do
Mercosul (Argentina, Uruguai e Paraguai). A ideia principal desta representação é unir
esforços para atrair turistas de países longínquos que têm dificuldades de acesso à
América do Sul.
 O escritório é responsável por apresentar ao continente asiático as possibilidades
turísticas do continente sul-americano. Diferente dos outros 12 Escritórios Brasileiros de
Turismo - que estão sendo instalados na América do Sul, na América do Norte e na
Europa - , no Japão, a promoção do Brasil como destino turístico é feita em conjunto
com os outros países do Mercosul (Argentina, Uruguai e Paraguai). A ideia principal
desta representação é unir esforços para atrair turistas de países longínquos que têm
dificuldades de acesso à América do Sul.
EBT Japão – Promoção do Mercosul
 Para além dos destinos dos Estados mencionados, a pesquisa aponta
Salvador como principal destino visitado. De acordo com a o Sistema PAXIs
da IATA, a capital soteropolitana encontra-se em 3º lugar (ficando atrás de
Rio de Janeiro e São Paulo) no número de bilhetes aéreos emitidos no
período de Julho de 2013 a Março de 2014 provenientes da soma dos três
países (Argentina, Chile e Uruguai).
 O crescimento do fluxo entre julho (baixa temporada) e janeiro/fevereiro é
de 607% e 565%, respectivamente.
Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai
Potencial de turismo
 De acordo com a ficha do estado, documento referencial da Embratur com
base no Plano Aquarela 2020, onde são indicados os principais produtos
aptos para a promoção internacional aponta o Estado da Bahia com
variados tipos de produtos a serem ofertados para os seus visitantes dando
um total de 19 produtos.
 Portanto, o Estado oferta produtos competitivos e atrativos para o público
internacional conforme lista a seguir
Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai
Potencial de turismo
Produtos competitivos na Bahia
- Centro Histórico de Salvador -
Patrimônio Mundial
- O Dia-a-dia da Negra Bahia
- Praias de Salvador
- Costa dos Coqueiros
- Ecoturismo na Praia do Forte
- Parque Nacional da Chapada
Diamantina
- Aventura na Chapada
Diamantina Centro Histórico de Salvador
Produtos competitivos na Bahia
- Aventura em Itacaré
- Costa do Descobrimento
- Praia da Costa das Baleias
- Mergulho no Parque
Nacional Marinho de
Abrolhos
- Observação de Baleias no
Sul da Bahia
- Esporte na Ilha de
Comandatuba
Produtos competitivos na Bahia
- Golfe em Trancoso
- Charme na Costa do
Descobrimento
- Ecoturismo na Península de
Maraú
- Praias de Barra
Grande, Boipeba,
- Morro
SP, Canavieiras, Itacaré
- Conjunto Arquitetônico e
Paisagístico de Lençóis
(IPHAN)
Vicente Neto
Presidente da Embratur
Tel.: (61) 2023-8502
presidencia@embratur.gov.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O que a COPA nos deixou de lição para os Jogos Olímpicos?Jun Yamamoto – Diret...
O que a COPA nos deixou de lição para os Jogos Olímpicos?Jun Yamamoto – Diret...O que a COPA nos deixou de lição para os Jogos Olímpicos?Jun Yamamoto – Diret...
O que a COPA nos deixou de lição para os Jogos Olímpicos?Jun Yamamoto – Diret...
sheila freire
 
Plano de Comunicação Ecos Turismo
Plano de Comunicação Ecos TurismoPlano de Comunicação Ecos Turismo
Plano de Comunicação Ecos Turismo
Alan Alves
 
Sebrae na Copa 2014
Sebrae na Copa 2014Sebrae na Copa 2014
Sebrae na Copa 2014
Flavio Marinho
 
MAS/ESPM Campanhas Integradas - Job2 Incentivo ao Turismo
MAS/ESPM Campanhas Integradas - Job2 Incentivo ao TurismoMAS/ESPM Campanhas Integradas - Job2 Incentivo ao Turismo
MAS/ESPM Campanhas Integradas - Job2 Incentivo ao Turismo
Plínio Okamoto
 
Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014
Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014
Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Plano de comunicação Ecos
Plano de comunicação Ecos Plano de comunicação Ecos
Plano de comunicação Ecos
Alan Alves
 
Relatório de resultados - São João 2014
Relatório de resultados - São João 2014 Relatório de resultados - São João 2014
Relatório de resultados - São João 2014
Secretaria de Turismo da Bahia
 
7° Festival Internacional do Chocolate
7° Festival Internacional do Chocolate7° Festival Internacional do Chocolate
7° Festival Internacional do Chocolate
Secretaria de Turismo da Bahia
 

Mais procurados (8)

O que a COPA nos deixou de lição para os Jogos Olímpicos?Jun Yamamoto – Diret...
O que a COPA nos deixou de lição para os Jogos Olímpicos?Jun Yamamoto – Diret...O que a COPA nos deixou de lição para os Jogos Olímpicos?Jun Yamamoto – Diret...
O que a COPA nos deixou de lição para os Jogos Olímpicos?Jun Yamamoto – Diret...
 
Plano de Comunicação Ecos Turismo
Plano de Comunicação Ecos TurismoPlano de Comunicação Ecos Turismo
Plano de Comunicação Ecos Turismo
 
Sebrae na Copa 2014
Sebrae na Copa 2014Sebrae na Copa 2014
Sebrae na Copa 2014
 
MAS/ESPM Campanhas Integradas - Job2 Incentivo ao Turismo
MAS/ESPM Campanhas Integradas - Job2 Incentivo ao TurismoMAS/ESPM Campanhas Integradas - Job2 Incentivo ao Turismo
MAS/ESPM Campanhas Integradas - Job2 Incentivo ao Turismo
 
Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014
Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014
Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014
 
Plano de comunicação Ecos
Plano de comunicação Ecos Plano de comunicação Ecos
Plano de comunicação Ecos
 
Relatório de resultados - São João 2014
Relatório de resultados - São João 2014 Relatório de resultados - São João 2014
Relatório de resultados - São João 2014
 
7° Festival Internacional do Chocolate
7° Festival Internacional do Chocolate7° Festival Internacional do Chocolate
7° Festival Internacional do Chocolate
 

Semelhante a Salão baiano do turismo

Webinar “Os Jogos Olímpicos chegaram, e agora?" - Painel 2: O que a COPA nos ...
Webinar “Os Jogos Olímpicos chegaram, e agora?" - Painel 2: O que a COPA nos ...Webinar “Os Jogos Olímpicos chegaram, e agora?" - Painel 2: O que a COPA nos ...
Webinar “Os Jogos Olímpicos chegaram, e agora?" - Painel 2: O que a COPA nos ...
Anna Albernaz
 
Megaevento copa filosofia
Megaevento  copa filosofiaMegaevento  copa filosofia
Megaevento copa filosofia
professorarnaldojunior
 
Seminário 03 plano aquarela-2020
Seminário 03   plano aquarela-2020Seminário 03   plano aquarela-2020
Seminário 03 plano aquarela-2020
Bruno Muniz de Brito
 
Turismo SC- Desafios e Oportunidades por Anita Pires
Turismo SC- Desafios e Oportunidades por Anita PiresTurismo SC- Desafios e Oportunidades por Anita Pires
Turismo SC- Desafios e Oportunidades por Anita Pires
Pires e Associados
 
Tecnoturis 2010 - Apresentação de José Zuquim
Tecnoturis 2010 - Apresentação de José ZuquimTecnoturis 2010 - Apresentação de José Zuquim
Tecnoturis 2010 - Apresentação de José Zuquim
Blog 1A - Amadeus Brasil
 
Plano nacional Turismo 2013
Plano nacional Turismo 2013Plano nacional Turismo 2013
Plano nacional Turismo 2013
Marcelo Felipozzi
 
QVIDQ365: Guarujá, maior destino turístico para qualidade de vida
QVIDQ365: Guarujá, maior destino turístico para qualidade de vidaQVIDQ365: Guarujá, maior destino turístico para qualidade de vida
QVIDQ365: Guarujá, maior destino turístico para qualidade de vida
Rui Silva
 
Proposta de patrocíncio campeonato de moto aquatica
Proposta de patrocíncio  campeonato de moto aquaticaProposta de patrocíncio  campeonato de moto aquatica
Proposta de patrocíncio campeonato de moto aquatica
Diego Vera
 
Apresentação Setur Agenda Bahia
Apresentação Setur Agenda BahiaApresentação Setur Agenda Bahia
Apresentação Setur Agenda Bahia
Daniel Meira
 
Palestra Jeanine Pires sobre Turismo e Eventos Esportivos
Palestra Jeanine Pires sobre Turismo e Eventos EsportivosPalestra Jeanine Pires sobre Turismo e Eventos Esportivos
Palestra Jeanine Pires sobre Turismo e Eventos Esportivos
Jeanine Pires
 
Plano promocao brasil
Plano promocao brasilPlano promocao brasil
Plano promocao brasil
Diógenes "Dhonas" Cordeiro
 
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Aristides Faria
 
Agenda Bahia - Turismo
Agenda Bahia - TurismoAgenda Bahia - Turismo
Agenda Bahia - Turismo
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Apresentação Agenda Bahia
Apresentação Agenda BahiaApresentação Agenda Bahia
Apresentação Agenda Bahia
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Forum de turismo 2010 Setur
Forum de turismo 2010 SeturForum de turismo 2010 Setur
Forum de turismo 2010 Setur
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Teoria e técnica profissional 3
Teoria e técnica profissional 3Teoria e técnica profissional 3
Teoria e técnica profissional 3
Vinicius Raszl
 
Captação de Recursos para o Turismo
Captação de Recursos para o TurismoCaptação de Recursos para o Turismo
Captação de Recursos para o Turismo
PFC Internacional
 
Brasil sedia 6ª conferência internacional sobre turismo responsável
Brasil sedia 6ª conferência internacional sobre turismo responsávelBrasil sedia 6ª conferência internacional sobre turismo responsável
Brasil sedia 6ª conferência internacional sobre turismo responsável
Marilia Ramachoti
 
Caracterização e dimensionamento do turismo receptivo na Bahia
Caracterização e dimensionamento do turismo receptivo na BahiaCaracterização e dimensionamento do turismo receptivo na Bahia
Caracterização e dimensionamento do turismo receptivo na Bahia
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Dimensionamento Do Turismo Receptivo
Dimensionamento Do Turismo ReceptivoDimensionamento Do Turismo Receptivo
Dimensionamento Do Turismo Receptivo
Secretaria de Turismo da Bahia
 

Semelhante a Salão baiano do turismo (20)

Webinar “Os Jogos Olímpicos chegaram, e agora?" - Painel 2: O que a COPA nos ...
Webinar “Os Jogos Olímpicos chegaram, e agora?" - Painel 2: O que a COPA nos ...Webinar “Os Jogos Olímpicos chegaram, e agora?" - Painel 2: O que a COPA nos ...
Webinar “Os Jogos Olímpicos chegaram, e agora?" - Painel 2: O que a COPA nos ...
 
Megaevento copa filosofia
Megaevento  copa filosofiaMegaevento  copa filosofia
Megaevento copa filosofia
 
Seminário 03 plano aquarela-2020
Seminário 03   plano aquarela-2020Seminário 03   plano aquarela-2020
Seminário 03 plano aquarela-2020
 
Turismo SC- Desafios e Oportunidades por Anita Pires
Turismo SC- Desafios e Oportunidades por Anita PiresTurismo SC- Desafios e Oportunidades por Anita Pires
Turismo SC- Desafios e Oportunidades por Anita Pires
 
Tecnoturis 2010 - Apresentação de José Zuquim
Tecnoturis 2010 - Apresentação de José ZuquimTecnoturis 2010 - Apresentação de José Zuquim
Tecnoturis 2010 - Apresentação de José Zuquim
 
Plano nacional Turismo 2013
Plano nacional Turismo 2013Plano nacional Turismo 2013
Plano nacional Turismo 2013
 
QVIDQ365: Guarujá, maior destino turístico para qualidade de vida
QVIDQ365: Guarujá, maior destino turístico para qualidade de vidaQVIDQ365: Guarujá, maior destino turístico para qualidade de vida
QVIDQ365: Guarujá, maior destino turístico para qualidade de vida
 
Proposta de patrocíncio campeonato de moto aquatica
Proposta de patrocíncio  campeonato de moto aquaticaProposta de patrocíncio  campeonato de moto aquatica
Proposta de patrocíncio campeonato de moto aquatica
 
Apresentação Setur Agenda Bahia
Apresentação Setur Agenda BahiaApresentação Setur Agenda Bahia
Apresentação Setur Agenda Bahia
 
Palestra Jeanine Pires sobre Turismo e Eventos Esportivos
Palestra Jeanine Pires sobre Turismo e Eventos EsportivosPalestra Jeanine Pires sobre Turismo e Eventos Esportivos
Palestra Jeanine Pires sobre Turismo e Eventos Esportivos
 
Plano promocao brasil
Plano promocao brasilPlano promocao brasil
Plano promocao brasil
 
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
 
Agenda Bahia - Turismo
Agenda Bahia - TurismoAgenda Bahia - Turismo
Agenda Bahia - Turismo
 
Apresentação Agenda Bahia
Apresentação Agenda BahiaApresentação Agenda Bahia
Apresentação Agenda Bahia
 
Forum de turismo 2010 Setur
Forum de turismo 2010 SeturForum de turismo 2010 Setur
Forum de turismo 2010 Setur
 
Teoria e técnica profissional 3
Teoria e técnica profissional 3Teoria e técnica profissional 3
Teoria e técnica profissional 3
 
Captação de Recursos para o Turismo
Captação de Recursos para o TurismoCaptação de Recursos para o Turismo
Captação de Recursos para o Turismo
 
Brasil sedia 6ª conferência internacional sobre turismo responsável
Brasil sedia 6ª conferência internacional sobre turismo responsávelBrasil sedia 6ª conferência internacional sobre turismo responsável
Brasil sedia 6ª conferência internacional sobre turismo responsável
 
Caracterização e dimensionamento do turismo receptivo na Bahia
Caracterização e dimensionamento do turismo receptivo na BahiaCaracterização e dimensionamento do turismo receptivo na Bahia
Caracterização e dimensionamento do turismo receptivo na Bahia
 
Dimensionamento Do Turismo Receptivo
Dimensionamento Do Turismo ReceptivoDimensionamento Do Turismo Receptivo
Dimensionamento Do Turismo Receptivo
 

Mais de Gabriela Otto

Fohb 2019
Fohb 2019Fohb 2019
Fohb 2019
Gabriela Otto
 
Global Powers Luxury 2017
Global Powers Luxury 2017Global Powers Luxury 2017
Global Powers Luxury 2017
Gabriela Otto
 
Bcg true luxury global cons insight 2017 - presentata
Bcg true luxury global cons insight 2017 - presentataBcg true luxury global cons insight 2017 - presentata
Bcg true luxury global cons insight 2017 - presentata
Gabriela Otto
 
Understanding the travel consumers path to purchase
Understanding the travel consumers path to purchaseUnderstanding the travel consumers path to purchase
Understanding the travel consumers path to purchase
Gabriela Otto
 
Hotel Trend Report 2020
Hotel Trend Report 2020Hotel Trend Report 2020
Hotel Trend Report 2020
Gabriela Otto
 
Revenue management-manual-xotels
Revenue management-manual-xotelsRevenue management-manual-xotels
Revenue management-manual-xotels
Gabriela Otto
 
The power of the latin american traveller - ILTM
The power of the latin american traveller - ILTMThe power of the latin american traveller - ILTM
The power of the latin american traveller - ILTM
Gabriela Otto
 
Hotel Yearbook 2015
Hotel Yearbook 2015Hotel Yearbook 2015
Hotel Yearbook 2015
Gabriela Otto
 
Wealth report (Relatório sobre o Mercado de Luxo) 2015-2016
Wealth report (Relatório sobre o Mercado de Luxo) 2015-2016Wealth report (Relatório sobre o Mercado de Luxo) 2015-2016
Wealth report (Relatório sobre o Mercado de Luxo) 2015-2016
Gabriela Otto
 
Leadership in Revenue management - Xotels
Leadership in Revenue management - XotelsLeadership in Revenue management - Xotels
Leadership in Revenue management - Xotels
Gabriela Otto
 
True Luxury - 2014/2015 - BCG
True Luxury - 2014/2015 - BCGTrue Luxury - 2014/2015 - BCG
True Luxury - 2014/2015 - BCG
Gabriela Otto
 
Future of Travel 2020 -Skift
Future of Travel 2020 -SkiftFuture of Travel 2020 -Skift
Future of Travel 2020 -Skift
Gabriela Otto
 
Faster Smarter Better - Carlson Wagonlit about Distribution 2015
Faster Smarter Better - Carlson Wagonlit about Distribution 2015Faster Smarter Better - Carlson Wagonlit about Distribution 2015
Faster Smarter Better - Carlson Wagonlit about Distribution 2015
Gabriela Otto
 
Luxury traveler x social media 2014 iltm americas 2014(3)
Luxury traveler x social media 2014   iltm americas 2014(3)Luxury traveler x social media 2014   iltm americas 2014(3)
Luxury traveler x social media 2014 iltm americas 2014(3)
Gabriela Otto
 
Fohb - Ocupação no Período da Copa 2014
Fohb - Ocupação no Período da Copa 2014Fohb - Ocupação no Período da Copa 2014
Fohb - Ocupação no Período da Copa 2014
Gabriela Otto
 
Panrotas fabio coelho inovação e consumidor hiperconectado panrotas
Panrotas fabio coelho   inovação e consumidor hiperconectado panrotasPanrotas fabio coelho   inovação e consumidor hiperconectado panrotas
Panrotas fabio coelho inovação e consumidor hiperconectado panrotas
Gabriela Otto
 
Retrato da leitura no brasil
Retrato da leitura no brasilRetrato da leitura no brasil
Retrato da leitura no brasil
Gabriela Otto
 
Euromonitor's wtm global travel trends report 2012
Euromonitor's wtm global travel trends report 2012Euromonitor's wtm global travel trends report 2012
Euromonitor's wtm global travel trends report 2012
Gabriela Otto
 
Atarde 9 setembro_2012-1
Atarde 9 setembro_2012-1Atarde 9 setembro_2012-1
Atarde 9 setembro_2012-1
Gabriela Otto
 
Semana de design editora globo
Semana de design   editora globoSemana de design   editora globo
Semana de design editora globo
Gabriela Otto
 

Mais de Gabriela Otto (20)

Fohb 2019
Fohb 2019Fohb 2019
Fohb 2019
 
Global Powers Luxury 2017
Global Powers Luxury 2017Global Powers Luxury 2017
Global Powers Luxury 2017
 
Bcg true luxury global cons insight 2017 - presentata
Bcg true luxury global cons insight 2017 - presentataBcg true luxury global cons insight 2017 - presentata
Bcg true luxury global cons insight 2017 - presentata
 
Understanding the travel consumers path to purchase
Understanding the travel consumers path to purchaseUnderstanding the travel consumers path to purchase
Understanding the travel consumers path to purchase
 
Hotel Trend Report 2020
Hotel Trend Report 2020Hotel Trend Report 2020
Hotel Trend Report 2020
 
Revenue management-manual-xotels
Revenue management-manual-xotelsRevenue management-manual-xotels
Revenue management-manual-xotels
 
The power of the latin american traveller - ILTM
The power of the latin american traveller - ILTMThe power of the latin american traveller - ILTM
The power of the latin american traveller - ILTM
 
Hotel Yearbook 2015
Hotel Yearbook 2015Hotel Yearbook 2015
Hotel Yearbook 2015
 
Wealth report (Relatório sobre o Mercado de Luxo) 2015-2016
Wealth report (Relatório sobre o Mercado de Luxo) 2015-2016Wealth report (Relatório sobre o Mercado de Luxo) 2015-2016
Wealth report (Relatório sobre o Mercado de Luxo) 2015-2016
 
Leadership in Revenue management - Xotels
Leadership in Revenue management - XotelsLeadership in Revenue management - Xotels
Leadership in Revenue management - Xotels
 
True Luxury - 2014/2015 - BCG
True Luxury - 2014/2015 - BCGTrue Luxury - 2014/2015 - BCG
True Luxury - 2014/2015 - BCG
 
Future of Travel 2020 -Skift
Future of Travel 2020 -SkiftFuture of Travel 2020 -Skift
Future of Travel 2020 -Skift
 
Faster Smarter Better - Carlson Wagonlit about Distribution 2015
Faster Smarter Better - Carlson Wagonlit about Distribution 2015Faster Smarter Better - Carlson Wagonlit about Distribution 2015
Faster Smarter Better - Carlson Wagonlit about Distribution 2015
 
Luxury traveler x social media 2014 iltm americas 2014(3)
Luxury traveler x social media 2014   iltm americas 2014(3)Luxury traveler x social media 2014   iltm americas 2014(3)
Luxury traveler x social media 2014 iltm americas 2014(3)
 
Fohb - Ocupação no Período da Copa 2014
Fohb - Ocupação no Período da Copa 2014Fohb - Ocupação no Período da Copa 2014
Fohb - Ocupação no Período da Copa 2014
 
Panrotas fabio coelho inovação e consumidor hiperconectado panrotas
Panrotas fabio coelho   inovação e consumidor hiperconectado panrotasPanrotas fabio coelho   inovação e consumidor hiperconectado panrotas
Panrotas fabio coelho inovação e consumidor hiperconectado panrotas
 
Retrato da leitura no brasil
Retrato da leitura no brasilRetrato da leitura no brasil
Retrato da leitura no brasil
 
Euromonitor's wtm global travel trends report 2012
Euromonitor's wtm global travel trends report 2012Euromonitor's wtm global travel trends report 2012
Euromonitor's wtm global travel trends report 2012
 
Atarde 9 setembro_2012-1
Atarde 9 setembro_2012-1Atarde 9 setembro_2012-1
Atarde 9 setembro_2012-1
 
Semana de design editora globo
Semana de design   editora globoSemana de design   editora globo
Semana de design editora globo
 

Último

Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Carlos Eduardo Coan Junior
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Renan Batista Bitcoin
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Dantas
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
AlfeuBuriti1
 

Último (8)

Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
 

Salão baiano do turismo

  • 1. Salvador (BA), 9 de maio de 2014 Oportunidades e Potencialidades dos Mercados Internacionais para a Bahia – América do Sul: Argentina, Chile e Uruguai
  • 2. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS DA EMBRATUR • Aprimorar e ter resultados de longo prazo no trabalho de promoção turística internacional do Brasil • Envolver o setor público e privado na estratégia unificada de promoção do país para o exterior • Aproveitar a realização dos grandes eventos esportivos mundiais para fazer o Brasil mais conhecido pelo mundo como destino turístico • Maximizar os resultados de imagem para o País
  • 3. Estados Unidos Argentina Chile Peru Colômbia Paraguai México Espanha Reino Unido França Itália AlemanhaHolanda Portugal Japão Países Prioritários 2014 Uruguai Canadá Rússia Bolívia China  Acordo de Cooperação MERCOSUL: ações promocionais conjuntas no Japão, China, Rússia, África do Sul , Índia, Cingapura e Emirados Árabes.  Outros mercados: ações promocionais via Internet (países classificados para a Copa 2014)
  • 4. Principais emissores de turistas para o Brasil
  • 7. Megaeventos Esportivos Eixos de atuação da Embratur  Promoção e imagem internacional do Brasil como destino turístico  Ampliação da oferta de destinos nos roteiros turísticos, especialmente durante o evento  Consolidação da Marca Brasil  Apoio à comercialização dos destinos e produtos turísticos brasileiros no mercado internacional Públicos-alvo:  Trade internacional (operadores de turismo e agentes de viagem)  Imprensa  Consumidor final (turista potencial)
  • 8. Fonte: Pesquisa Perfil do Turista da Copa do Mundo, África do Sul 2010 - Ministério do Turismo/Fundação Getúlio Vargas. Amostra: 4.835 entrevistados.  Primeira visita à África do Sul: 87%  Turismo Adicional: 83% (Permanência média: 18,1 dias)  Visitou mais de uma cidade: 92% (Média: 3,8 cidades)  Onde será a próxima Copa? Brasil: 92%  Nunca visitou o Brasil: 80% Perfil dos Visitantes Estrangeiros Copa do Mundo da FIFATM África do Sul 2010
  • 9. 65,6% dos entrevistados vieram ao Brasil pela primeira vez 73,4% dos torcedores e 86,0% dos jornalistas se hospedaram em hotéis Principais atividades de lazer realizadas nas cidades sede: • Visita a bairros/regiões atrativas • Museus, Casas de Cultura e Monumentos Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 Avaliação dos Turistas Fonte: Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 - EMBRATUR/Instituto Methodus. Amostra: 454 entrevistados.
  • 10. Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 Perfil dos Turistas 62.4% 19.4% 12.9%5.4% Quais outras atividades veio realizar no Brasil? Lazer Negócios Eventos e convenções Outros Cidades visitadas nesta estada: Rio de Janeiro São Paulo Salvador Sim 76,6% Não 23,4% Veio exclusivamente para a Copa das Confederações? Fonte: Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 - EMBRATUR/Instituto Methodus. Amostra: 454 entrevistados.
  • 11. Permanência média dos torcedores 14,7 dias Itens mais bem avaliados: • Aeroportos (7,6%) • Serviço de Táxi (7,3%) • Segurança Pública (7,0%) Itens pior avaliados: • Transporte Público (6,4%) • Limpeza Pública (6,6%) Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 Avaliação dos Turistas Infraestrutura Fonte: Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 - EMBRATUR/Instituto Methodus. Amostra: 454 entrevistados.
  • 12. 81,2% ficaram satisfeitos ou muito satisfeitos com a estada no Brasil Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 Avaliação dos Turistas 81,9% pretendem retornar para a Copa do Mundo de 2014 97,4% dos entrevistados pretendem retornar ao Brasil em outra ocasião Fonte: Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 - EMBRATUR/Instituto Methodus. Amostra: 454 entrevistados.
  • 13. • A Copa das Confederações gerou um impacto total de R$ 740 milhões na economia do Brasil, sendo R$ 321 milhões apenas de gastos diretos dos turistas • A Jornada Mundial da Juventude trouxe R$ 1,2 bilhão à economia do Rio de Janeiro e do país, dos quais R$ 658 milhões foram gastos diretamente pelos turistas do evento • Na Copa do Mundo de 2014 os turistas nacionais e estrangeiros irão gastar R$ 25 bilhões durante os 30 dias do evento Turismo o grande beneficiário
  • 14. • No caso de Salvador, a Copa das Confederações gerou um impacto de R$ 38,2 milhões na economia, com uma permanência média de quase uma semana dos turistas estrangeiros, cujos gastos na cidade somaram R$ 7 milhões. • No ano passado, durante a realização da Copa das Confederações, Salvador recebeu 47,2 mil turistas, dos quais 4.100 eram estrangeiros, conforme pesquisa feita nas seis cidades-sedes do evento pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisa Econômica) para o Ministério do Turismo. O ganho na Bahia
  • 15. Legado de Imagem  A realização de grandes eventos coloca o Brasil em evidência na mídia internacional  Oportunidade única de apresentar ao mundo novos destinos turísticos  Associar à promoção do Brasil as manifestações culturais mais representativas como ferramenta para fortalecer a imagem do país como destino de experiência e singularidade  Intensificar as ações de promoção internacional e apoio a comercialização do turismo brasileiro  Ampliar e fortalecer o relacionamento com a mídia internacional, levando informações atualizadas sobre a evolução da implantação de nova infraestrutura, que beneficia o desenvolvimento do país e do turismo brasileiro Benefícios para o Turismo do Brasil
  • 16. • Duplicar a receita em divisas até 2020; • Alcançar 10 milhões de turistas estrangeiros em 2020; • Receber 600 mil turistas adicionais no Brasil, no período da Copa 2014; e crescer 15% em 2016, ano dos Jogos Olímpicos, em relação ao ano anterior; • Manter um crescimento sustentado de entrada de turistas, acima da média mundial. Metas do Turismo Brasileiro *O Brasil recebeu 5,67 milhões de visitantes internacionais em 2012. crescimento de 4,5%, aumento acima da média mundial, que segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT), foi de 3,8%.
  • 17. Turismo Internacional e Copa do Mundo O que já foi realizado2010-2012
  • 18. Turismo Internacional e Copa do Mundo 2013/2014 - O que já foi realizado
  • 19. Turismo Internacional e Copa do Mundo 2014 Ações de marketing promocional Apoio a Comercialização Publicidade Comunicação Digital Relações Públicas Eventos promocionais no exterior e Ação promocional de boas-vindas aos torcedores e visitantes estrangeiros Feiras Internacionais de Turismo e Goal to Brasil - Encontros Brasileiros Campanha publicitária e Distribuição de material promocional Ações interativas, Aplicativos mobile, Internete inovação em tecnologia para promoção do Brasil Intensificação das ações: Atendimento a imprensa, Press Tripse Agência de Notícias durante a Copa do Mundo 2014 Monitoramento/Pesquisa
  • 20.  Segundo o IPK 2012 (InternationalTourism Consulting Group), esses mercados emitiram 7 milhões, 1,8 milhão, 1, 1 milhão turistas internacionais, respectivamente, em um total de 9,9 milhões de turistas para o mundo.  Considerando uma média dos três países, 68% das viagens realizadas foram para os países da América do Sul. Detalhando ainda mais, temos uma média de 24,2% do total de viagens realizadas para o Brasil no ano de 2012.  Ainda nesse contexto, o segmento de Sol e Praia aliado com cultura são os mais procurados pelos turistas dos três países. Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai Potencial de turismo
  • 21.  De acordo com os dados do Panrotas (Abril 2014), há 370 voos diretos ligando os três países ao Brasil com 64 mil assentos ofertados por semana.  Desse total, a capital baiana recebe apenas 3 frequências semanais vindos de Santiago do Chile e há a previsão de mais 4 frequências semanais provenientes de Montevidéu e Córdoba (2 frequências de cada destino).  Ainda há a previsão de mais um voo ligando a capital Argentina a Salvador Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai Potencial de turismo Participação da Bahia na BTL
  • 22.  Por meio do programa de consultores da Embratur (EBTs), foi possível identificar nos catálogos dos operadores dos mercados Argentino, Chileno e Uruguaio que o segmento de maior representatividade é o Sol e Praia, contemplando quase toda a costa Brasileira.  A duração média dos pacotes ofertados é de 8 dias, havendo um aumento para 14 dias na alta temporada. Ainda na temporada de verão, os mercados demandam voos fretados para Salvador e Porto Seguro para suprir a demanda.  Ainda no programa dos consultores, foi apontado fortemente no mercado Argentino, a tendência de viagens para resorts com sistema all inclusive. Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai Potencial de turismo
  • 23.  Segundo o Perfil da demanda turística internacional - Principais emissores: Argentina - 2004-2012, no ano de 2012, os Argentinos apresentaram alto grau de fidelização aos destinos que visitam mantendo os destinos do sul como os mais visitados (Santa Catarina, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul). Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai Potencial de turismo Participação da Bahia na feira Mundo Abreu
  • 24.  O escritório é responsável por apresentar ao continente asiático as possibilidades turísticas do continente sul-americano. Diferente dos outros 12 Escritórios Brasileiros de Turismo- instalados na América do Sul, na América do Norte e na Europa - , no Japão, a promoção do Brasil como destino turístico é feita em conjunto com os outros países do Mercosul (Argentina, Uruguai e Paraguai). A ideia principal desta representação é unir esforços para atrair turistas de países longínquos que têm dificuldades de acesso à América do Sul.  O escritório é responsável por apresentar ao continente asiático as possibilidades turísticas do continente sul-americano. Diferente dos outros 12 Escritórios Brasileiros de Turismo - que estão sendo instalados na América do Sul, na América do Norte e na Europa - , no Japão, a promoção do Brasil como destino turístico é feita em conjunto com os outros países do Mercosul (Argentina, Uruguai e Paraguai). A ideia principal desta representação é unir esforços para atrair turistas de países longínquos que têm dificuldades de acesso à América do Sul. EBT Japão – Promoção do Mercosul
  • 25.  Para além dos destinos dos Estados mencionados, a pesquisa aponta Salvador como principal destino visitado. De acordo com a o Sistema PAXIs da IATA, a capital soteropolitana encontra-se em 3º lugar (ficando atrás de Rio de Janeiro e São Paulo) no número de bilhetes aéreos emitidos no período de Julho de 2013 a Março de 2014 provenientes da soma dos três países (Argentina, Chile e Uruguai).  O crescimento do fluxo entre julho (baixa temporada) e janeiro/fevereiro é de 607% e 565%, respectivamente. Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai Potencial de turismo
  • 26.  De acordo com a ficha do estado, documento referencial da Embratur com base no Plano Aquarela 2020, onde são indicados os principais produtos aptos para a promoção internacional aponta o Estado da Bahia com variados tipos de produtos a serem ofertados para os seus visitantes dando um total de 19 produtos.  Portanto, o Estado oferta produtos competitivos e atrativos para o público internacional conforme lista a seguir Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai Potencial de turismo
  • 27. Produtos competitivos na Bahia - Centro Histórico de Salvador - Patrimônio Mundial - O Dia-a-dia da Negra Bahia - Praias de Salvador - Costa dos Coqueiros - Ecoturismo na Praia do Forte - Parque Nacional da Chapada Diamantina - Aventura na Chapada Diamantina Centro Histórico de Salvador
  • 28. Produtos competitivos na Bahia - Aventura em Itacaré - Costa do Descobrimento - Praia da Costa das Baleias - Mergulho no Parque Nacional Marinho de Abrolhos - Observação de Baleias no Sul da Bahia - Esporte na Ilha de Comandatuba
  • 29. Produtos competitivos na Bahia - Golfe em Trancoso - Charme na Costa do Descobrimento - Ecoturismo na Península de Maraú - Praias de Barra Grande, Boipeba, - Morro SP, Canavieiras, Itacaré - Conjunto Arquitetônico e Paisagístico de Lençóis (IPHAN)
  • 30. Vicente Neto Presidente da Embratur Tel.: (61) 2023-8502 presidencia@embratur.gov.br