SlideShare uma empresa Scribd logo
Rugby
O rugby foi inventado em 1823 por um estudante inglês William Webb Ellis, da escola de
rugby. O jogo surgiu quando, William Ellis pegou numa bola rudimentar de futebol, desporto
que se praticava e começou a jogar com ela mas com a bola na mão. Já se conheciam
antecedentes de realizações de jogos que se utilizavam as mãos em actividade de jogos
lúdicos como por exemplo que se jogava, no séc.XV, o hurling da Irlanda.Em 1871 fundou –
se a União de Futebol e Rugby e neste mesmo ano se realizou um primeiro encontro pois já
se tinha definido as regras de este desporto, especialmente nas Universidades e Escolas e a
partir de 1872 começaram – se a realizar eventos anuais, entre Cambridge e Oxford, com
excepção durante a Primeira Guerra Mundial.

Primeiro jogo internacional
O primeiro jogo internacional de rugby foi disputado no Raeburn
Place em andrew's na Escócia em 27 de março de 1871 entre Escócia e Inglaterra. O jogo
foi vencido pela Escócia por 1 gol e 1 try contra 1 try da Inglaterra.

Regras do Rugby
1- O jogo ocorre num campo de relva, de dimensões semelhantes às de um
campo de futebol, que é demarcado conforme a figura abaixo.
2- A bola é de couro e de formato oval (maior e mais pesada que uma bola
de futebol americano e sem costura).
3- Cada equipa é constituída por 15 jogadores, podendo tomar as posições
avançados e/ou três quartos ("3/4").
4- O objectivo é colocar a bola no in goal adversário. O in goal é a área
localizada imediatamente após a linha de fundo. É sempre necessário
colocar a bola no chão, não serve apenas entrar com a bola na mão ou
atira-la ao solo.
5- Pode-se rematar a bola ou passá-la com as mãos. No caso do passe, a
bola só pode ser lançada para trás, no caso do remate, pode-se rematar
para frente. Porém, na equipa que ataca, quem estiver à frente do
rematador estará impedido (fora de jogo) até que seja ultrapassado pelo
rematador ou até a jogada ser concluída ( é infracção grave se o jogador
impedido placar o jogador adversário que apanhar a bola).
6- O acto de derrubar o outro jogador chama-se placagem ou placar. Só é
permitido derrubar o jogador que estiver na posse da bola.
Constitui infracção grave derrubar com as pernas ou passar rasteira a
qualquer jogador, inclusive o que estiver com a bola.
7- O jogo é interrompido quando a bola sai pela lateral, quando é cometida
alguma infracção ou quando é marcado ensaio.
8- Sempre que estiverem 3 ou mais jogadores em pé em contacto com a
bola, ou quando um jogador for placado por outro, a bola divide o campo
em duas metades, estando impedido (fora de jogo) o jogador que estiver
à frente da metade correspondente ao seu campo de defesa. Os
jogadores devem dar a volta nessa linha imaginária e avançar passando
por cima da bola.

Kripali Veneraz 9ºC nº 11
9-

São infracções: Passar a bola para a frente, derrubar um jogador que não
esteja em posse da bola, segurar a bola se o jogador em questão estiver
deitado no chão, dentre outras.
10- As formações básicas são:
-MELE (8 jogadores de cada lado e a bola é introduzida no meio da formação
saindo para um dos lados)
-TOUCHE ( é o lateral, uma fila de jogadores de cada lado, a bola é lançada no
meio e disputada)
-RUCK (durante o jogo, os jogadores passam por cima da bola imóvel no solo)
-MAUL (durante o jogo, jogadores disputam bola em pé)

Bola

A bola de rugby é de formato oval, de couro ou de material sintético apropriado.
Ela pode ser tratada de modo a torná-la resistente à água e facilitar a aderência.
O comprimento vária de 28,0 cm a 30,0 cm, com uma circunferência total de
74,0 cm a 77,0 cm, e de seção transversão de 58,0 cm à 62,0 cm, a pressão deve
estar entre 65,71 e 68,75 kPa, tendo assim, entre 410 a 460 gramas. Bolas
menores podem ser utilizadas para jogadores mais novos.

Equipa
Uma equipe de rugby contém 15 jogadores titulares e, normalmente, 7 suplentes.
A posição dos jogadores em campo geralmente é composta em linha paralela,
sendo que os jogadores não podem se posicionar à frente da bola em jogo.

Equipamento
No rugby são usadas apenas proteções flexíveis, feitas geralmente de tecido,
espuma ou borracha. Algumas delas são obrigatórias.



Chuteira - Utiliza-se chuteiras exclusivas do desporto, com travas maiores.
Shoulder pad - Espécie de colete com partes amaciadas. Existem modelos
que protegem os ombros, o abdômen, o peitoral, as costas e o bíceps, ou
apenas algumas dessas partes. O uso é feito por debaixo da camisa, então o
protetor não é visto pelas pessoas.

Kripali Veneraz 9ºC nº 11




Boqueira - Proteção para os dentes. Sendo mais comum apenas a proteção
única (apenas para os dentes superiores), pois não atrapalha a respiração,
nem a comunicação entre os jogadores.
Scrum cap - Espécie de capacete com partes amaciadas para proteger o
crânio de impactos de pequena e média força. O principal uso é de proteção
para as orelhas, evitando o atrito dessas e possível deformação das
mesmas. O scrum cap é mais utilizado pelos Avançados do que pelos
Linhas. Este não é obrigatório e a maioria dos jogadores não a utilizam.

Pontuação


Ensaio ou Try (5 pontos) - É marcado quando um jogador consegue apoiar a bola
com uma das mãos no chão (toque-no-solo) dentro da "área de validação"
adversária, que corresponde a área após a linha dos postes.


Conversão (2 pontos) - Sempre após o try, a equipa marcadora tem a
possibilidade de chutar em direção aos postes do ponto paralelo dentro do
campo de jogo àquele em que a bola foi apoiada na "área de validação",
tentando fazer com que a bola passe por cima da trave e entre os postes da
equipe adversária.



Pontapé de ressalto ou Drop goal (3 pontos) - Durante a partida, um jogador pode
desferir um chuto tentando fazer a bola passar por cima da trave e entre os
postes da equipe adversária. O jogador deve obrigatoriamente fazer a bola tocar
no chão e no retorno fazer um chuto imediato.



Pontapé de Penalidade ou Penalty Goal (3 pontos) - Ao sofrer uma falta a equipa
pode optar por tentar fazer um chuto aos postes no local onde ocorreu a
infracção.

O sistema de pontuação de torneios geralmente usa o seguinte esquema:


Vitória - 4 pontos



Empate - 2 pontos



Derrota - 0 pontos



Ponto bônus - independentemente do resultado do jogo um time pode ganhar um
ponto de bônus através dos seguintes critérios:


Marcar pelo menos 4 tries no jogo



Perder por uma diferença de 7 ou menos pontos

Penalidades
Existem 4 formas de se cobrar uma penalidade:
Punt - Um chuto para frente, fazendo a bola sair pela linha lateral. Neste lineout a equipa
que cobrou a penalidade terá a posse de bola.
Scrum - Formação de um scrum, com a equipe ofendida pondo a bola no túnel

Kripali Veneraz 9ºC nº 11
Run - Simplesmente correr com a posse de bola
Penalty Goal - Tentativa de chuto entre as traves, para marcar pontos

Arbitragem
No rugby existem três ou quatro árbitros, sendo três de campo. O principal árbitro apita
e conduz o jogo em campo e outros dois são os laterais como no futebol. Em
competições internacionais ou dentro das grandes ligas, existe ainda o árbitro de vídeo,
que assiste a partida pela televisão e tem acesso a recursos para conferir jogadas nas
quais os três árbitros têm dúvida ou não chegam a um consenso. Serve também para
advertir ou punir jogadores que cometeram agressões contra os adversários durante a
partida.
Algo interessante no rugby é que os jogadores não podem falar, discutir e jamais
insultar os árbitros. Somente os capitães podem se dirigir ao árbitro, que pode punir um
jogador e/ou o time caso tal regra seja desrespeitada.
Existem dois tipos de cartões:
Cartão amarelo - expulsão temporária por 10 minutos.
Cartão vermelho - expulsão permanente do jogo.

O rugby em Portugal
A Federação Portuguesa de Rugby é a entidade máxima do Rugby em Portugal, ela foi
fundada em 1957 na cidade de Lisboa. Em 2007 foi possível assistir à estreia
da Seleção (também chamados "Os Lobos") no Campeonato Mundial de Râguebi,
composta apenas por jogadores amadores. "Os Lobos" perderam todos os jogos, tendo
sofrido 3 derrotas nos 3 primeiros jogos, mas ficaram muito perto de vencer a Seleção
Romena de Râguebi no último jogo, e conseguiram marcar sempre um ensaio (try) em
cada desafio. As grandes equipas portuguesas de râguebi concentram-se na sua maioria
na região de Lisboa, mas o jogo é praticado em toda a extensão do território, desde o
Norte de Portugal, com equipas no Minho e Trás-os-Montes, até ao Algarve.

Kripali Veneraz 9ºC nº 11
Kripali Veneraz 9ºC nº 11

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
smigano
 
Rugby
RugbyRugby
Rugby
evandrolhp
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
ana pinho
 
Regras do Andebol
Regras do AndebolRegras do Andebol
Regras do Andebol
João Machado
 
Voleibol (regras, gestos técnicos, etc...)
Voleibol (regras, gestos técnicos, etc...)Voleibol (regras, gestos técnicos, etc...)
Voleibol (regras, gestos técnicos, etc...)
Margarida Ferreira
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
Diogo Silva
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
Luis
 
Andebol educação física
Andebol educação físicaAndebol educação física
Andebol educação física
Daniela Aguiar
 
BASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdf
BASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdfBASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdf
BASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdf
Sílvio Cardoso
 
Apresentação basquetebol
Apresentação basquetebol Apresentação basquetebol
Apresentação basquetebol
Paula Silva Silva
 
Tenis de-campo
Tenis de-campoTenis de-campo
Tenis de-campo
Marcos Dieison
 
Voleibol trabalho
Voleibol trabalhoVoleibol trabalho
Voleibol trabalho
Historiando
 
Andebol - tudo
Andebol - tudoAndebol - tudo
Andebol - tudo
HugoSousa93
 
Apresentação andebol
Apresentação andebol Apresentação andebol
Apresentação andebol
Debora Tavares
 
Trabalho de volei
Trabalho de voleiTrabalho de volei
Trabalho de volei
Harrison Sodre Melônio
 
Andebol - Nível Introdução
Andebol - Nível IntroduçãoAndebol - Nível Introdução
Andebol - Nível Introdução
Maria João Vasconcelos
 
O Basquete
O BasqueteO Basquete
O Basquete
Aandréa Rodrigues
 
Andebol b regras do jogo
Andebol b regras do jogoAndebol b regras do jogo
Andebol b regras do jogo
Escola Secundaria Moura
 
Voleibol: História, regras e fundamentos
Voleibol: História, regras e fundamentosVoleibol: História, regras e fundamentos
Voleibol: História, regras e fundamentos
Prof. Saulo Bezerra
 
Regras basquetebol
Regras basquetebolRegras basquetebol
Regras basquetebol
Danilo Ruivo de oliveira
 

Mais procurados (20)

Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Rugby
RugbyRugby
Rugby
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
 
Regras do Andebol
Regras do AndebolRegras do Andebol
Regras do Andebol
 
Voleibol (regras, gestos técnicos, etc...)
Voleibol (regras, gestos técnicos, etc...)Voleibol (regras, gestos técnicos, etc...)
Voleibol (regras, gestos técnicos, etc...)
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Andebol educação física
Andebol educação físicaAndebol educação física
Andebol educação física
 
BASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdf
BASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdfBASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdf
BASQUETEBOL-APOIO TEORICO.pdf
 
Apresentação basquetebol
Apresentação basquetebol Apresentação basquetebol
Apresentação basquetebol
 
Tenis de-campo
Tenis de-campoTenis de-campo
Tenis de-campo
 
Voleibol trabalho
Voleibol trabalhoVoleibol trabalho
Voleibol trabalho
 
Andebol - tudo
Andebol - tudoAndebol - tudo
Andebol - tudo
 
Apresentação andebol
Apresentação andebol Apresentação andebol
Apresentação andebol
 
Trabalho de volei
Trabalho de voleiTrabalho de volei
Trabalho de volei
 
Andebol - Nível Introdução
Andebol - Nível IntroduçãoAndebol - Nível Introdução
Andebol - Nível Introdução
 
O Basquete
O BasqueteO Basquete
O Basquete
 
Andebol b regras do jogo
Andebol b regras do jogoAndebol b regras do jogo
Andebol b regras do jogo
 
Voleibol: História, regras e fundamentos
Voleibol: História, regras e fundamentosVoleibol: História, regras e fundamentos
Voleibol: História, regras e fundamentos
 
Regras basquetebol
Regras basquetebolRegras basquetebol
Regras basquetebol
 

Semelhante a Rugby

Handebol
HandebolHandebol
Handebol
Hugo Fialho
 
Andebol, joão s
Andebol, joão sAndebol, joão s
Andebol, joão s
joaosantosterrivel
 
Voleibol e futsal
Voleibol e futsalVoleibol e futsal
Voleibol e futsal
TicoM22
 
Trabalho Completo Sobre handebol
Trabalho Completo Sobre handebolTrabalho Completo Sobre handebol
Trabalho Completo Sobre handebol
Vinicius Bueno
 
Word 9 d_11
Word 9 d_11Word 9 d_11
Word 9 d_11
pedrofranciscotic
 
Andebol regras
Andebol regras Andebol regras
Andebol regras
Maria Sequeira
 
Andebol 101209122214-phpapp01 2
Andebol 101209122214-phpapp01 2Andebol 101209122214-phpapp01 2
Andebol 101209122214-phpapp01 2
Maria Sequeira
 
Handebol teórica
Handebol   teóricaHandebol   teórica
Handebol teórica
NetKids
 
Slide handebol
Slide handebolSlide handebol
Slide handebol
Gelcimar Educ Física
 
Handebol
Handebol Handebol
Handebol
Daniele Gomes
 
O basquete
O basquete O basquete
O basquete
Anna Ramos
 
Voleibol&futebol&atletismo 18 valores
Voleibol&futebol&atletismo 18 valoresVoleibol&futebol&atletismo 18 valores
Voleibol&futebol&atletismo 18 valores
Diogo Malafaia
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
bbpn
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
bbpn
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
Vitor Dalcégio
 
Olimpíadas
OlimpíadasOlimpíadas
Olimpíadas
Marina Stefanny
 
Voleibol 7º Ano.pptx
Voleibol 7º Ano.pptxVoleibol 7º Ano.pptx
Voleibol 7º Ano.pptx
Jean de Sousa
 
Andebol
Andebol Andebol
Apostila de flagbol_5x5 apfa
Apostila de flagbol_5x5 apfaApostila de flagbol_5x5 apfa
Apostila de flagbol_5x5 apfa
Débora Medeiros
 
This is BASKETBALL!
This is BASKETBALL!This is BASKETBALL!
This is BASKETBALL!
Jocasta Luiza
 

Semelhante a Rugby (20)

Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Andebol, joão s
Andebol, joão sAndebol, joão s
Andebol, joão s
 
Voleibol e futsal
Voleibol e futsalVoleibol e futsal
Voleibol e futsal
 
Trabalho Completo Sobre handebol
Trabalho Completo Sobre handebolTrabalho Completo Sobre handebol
Trabalho Completo Sobre handebol
 
Word 9 d_11
Word 9 d_11Word 9 d_11
Word 9 d_11
 
Andebol regras
Andebol regras Andebol regras
Andebol regras
 
Andebol 101209122214-phpapp01 2
Andebol 101209122214-phpapp01 2Andebol 101209122214-phpapp01 2
Andebol 101209122214-phpapp01 2
 
Handebol teórica
Handebol   teóricaHandebol   teórica
Handebol teórica
 
Slide handebol
Slide handebolSlide handebol
Slide handebol
 
Handebol
Handebol Handebol
Handebol
 
O basquete
O basquete O basquete
O basquete
 
Voleibol&futebol&atletismo 18 valores
Voleibol&futebol&atletismo 18 valoresVoleibol&futebol&atletismo 18 valores
Voleibol&futebol&atletismo 18 valores
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
 
Olimpíadas
OlimpíadasOlimpíadas
Olimpíadas
 
Voleibol 7º Ano.pptx
Voleibol 7º Ano.pptxVoleibol 7º Ano.pptx
Voleibol 7º Ano.pptx
 
Andebol
Andebol Andebol
Andebol
 
Apostila de flagbol_5x5 apfa
Apostila de flagbol_5x5 apfaApostila de flagbol_5x5 apfa
Apostila de flagbol_5x5 apfa
 
This is BASKETBALL!
This is BASKETBALL!This is BASKETBALL!
This is BASKETBALL!
 

Mais de kyzinha

Organizações Governamentais e Não Governamentais
Organizações Governamentais e Não GovernamentaisOrganizações Governamentais e Não Governamentais
Organizações Governamentais e Não Governamentais
kyzinha
 
Nestlé
NestléNestlé
Nestlé
kyzinha
 
Letónia
LetóniaLetónia
Letónia
kyzinha
 
Globalização e Turismo
Globalização e TurismoGlobalização e Turismo
Globalização e Turismo
kyzinha
 
As famílias Portuguesas
As famílias PortuguesasAs famílias Portuguesas
As famílias Portuguesas
kyzinha
 
Animais em extinção
Animais em extinçãoAnimais em extinção
Animais em extinção
kyzinha
 
Nestlé- Uma empresa Suíça no mundo
Nestlé- Uma empresa Suíça no mundoNestlé- Uma empresa Suíça no mundo
Nestlé- Uma empresa Suíça no mundo
kyzinha
 
Arte gótica
Arte gótica Arte gótica
Arte gótica
kyzinha
 
Arquitectura Românica dos Castelos
Arquitectura Românica dos Castelos  Arquitectura Românica dos Castelos
Arquitectura Românica dos Castelos
kyzinha
 
E
EE
Educação Física
Educação Física   Educação Física
Educação Física
kyzinha
 
Caldas da Rainha
Caldas da Rainha Caldas da Rainha
Caldas da Rainha
kyzinha
 
Nestlé
NestléNestlé
Nestlé
kyzinha
 
Nestle
NestleNestle
Nestle
kyzinha
 
9º ano Desenvolvimento Sustentavel
9º ano Desenvolvimento Sustentavel9º ano Desenvolvimento Sustentavel
9º ano Desenvolvimento Sustentavel
kyzinha
 
9º-ano Interdependencias
9º-ano Interdependencias9º-ano Interdependencias
9º-ano Interdependencias
kyzinha
 
9º-ano paises desenvolvidos e paises em desenvolvimento
9º-ano paises desenvolvidos e paises em desenvolvimento9º-ano paises desenvolvidos e paises em desenvolvimento
9º-ano paises desenvolvidos e paises em desenvolvimento
kyzinha
 
Delfines de Amor
Delfines de AmorDelfines de Amor
Delfines de Amorkyzinha
 
Relatorio de Simulação de Processos de Fossilização
Relatorio de Simulação de Processos de FossilizaçãoRelatorio de Simulação de Processos de Fossilização
Relatorio de Simulação de Processos de Fossilização
kyzinha
 
Relatorio de Simulação de Erupções Vulcânicas
Relatorio de Simulação de Erupções VulcânicasRelatorio de Simulação de Erupções Vulcânicas
Relatorio de Simulação de Erupções Vulcânicas
kyzinha
 

Mais de kyzinha (20)

Organizações Governamentais e Não Governamentais
Organizações Governamentais e Não GovernamentaisOrganizações Governamentais e Não Governamentais
Organizações Governamentais e Não Governamentais
 
Nestlé
NestléNestlé
Nestlé
 
Letónia
LetóniaLetónia
Letónia
 
Globalização e Turismo
Globalização e TurismoGlobalização e Turismo
Globalização e Turismo
 
As famílias Portuguesas
As famílias PortuguesasAs famílias Portuguesas
As famílias Portuguesas
 
Animais em extinção
Animais em extinçãoAnimais em extinção
Animais em extinção
 
Nestlé- Uma empresa Suíça no mundo
Nestlé- Uma empresa Suíça no mundoNestlé- Uma empresa Suíça no mundo
Nestlé- Uma empresa Suíça no mundo
 
Arte gótica
Arte gótica Arte gótica
Arte gótica
 
Arquitectura Românica dos Castelos
Arquitectura Românica dos Castelos  Arquitectura Românica dos Castelos
Arquitectura Românica dos Castelos
 
E
EE
E
 
Educação Física
Educação Física   Educação Física
Educação Física
 
Caldas da Rainha
Caldas da Rainha Caldas da Rainha
Caldas da Rainha
 
Nestlé
NestléNestlé
Nestlé
 
Nestle
NestleNestle
Nestle
 
9º ano Desenvolvimento Sustentavel
9º ano Desenvolvimento Sustentavel9º ano Desenvolvimento Sustentavel
9º ano Desenvolvimento Sustentavel
 
9º-ano Interdependencias
9º-ano Interdependencias9º-ano Interdependencias
9º-ano Interdependencias
 
9º-ano paises desenvolvidos e paises em desenvolvimento
9º-ano paises desenvolvidos e paises em desenvolvimento9º-ano paises desenvolvidos e paises em desenvolvimento
9º-ano paises desenvolvidos e paises em desenvolvimento
 
Delfines de Amor
Delfines de AmorDelfines de Amor
Delfines de Amor
 
Relatorio de Simulação de Processos de Fossilização
Relatorio de Simulação de Processos de FossilizaçãoRelatorio de Simulação de Processos de Fossilização
Relatorio de Simulação de Processos de Fossilização
 
Relatorio de Simulação de Erupções Vulcânicas
Relatorio de Simulação de Erupções VulcânicasRelatorio de Simulação de Erupções Vulcânicas
Relatorio de Simulação de Erupções Vulcânicas
 

Último

Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 

Último (20)

Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 

Rugby

  • 1. Rugby O rugby foi inventado em 1823 por um estudante inglês William Webb Ellis, da escola de rugby. O jogo surgiu quando, William Ellis pegou numa bola rudimentar de futebol, desporto que se praticava e começou a jogar com ela mas com a bola na mão. Já se conheciam antecedentes de realizações de jogos que se utilizavam as mãos em actividade de jogos lúdicos como por exemplo que se jogava, no séc.XV, o hurling da Irlanda.Em 1871 fundou – se a União de Futebol e Rugby e neste mesmo ano se realizou um primeiro encontro pois já se tinha definido as regras de este desporto, especialmente nas Universidades e Escolas e a partir de 1872 começaram – se a realizar eventos anuais, entre Cambridge e Oxford, com excepção durante a Primeira Guerra Mundial. Primeiro jogo internacional O primeiro jogo internacional de rugby foi disputado no Raeburn Place em andrew's na Escócia em 27 de março de 1871 entre Escócia e Inglaterra. O jogo foi vencido pela Escócia por 1 gol e 1 try contra 1 try da Inglaterra. Regras do Rugby 1- O jogo ocorre num campo de relva, de dimensões semelhantes às de um campo de futebol, que é demarcado conforme a figura abaixo. 2- A bola é de couro e de formato oval (maior e mais pesada que uma bola de futebol americano e sem costura). 3- Cada equipa é constituída por 15 jogadores, podendo tomar as posições avançados e/ou três quartos ("3/4"). 4- O objectivo é colocar a bola no in goal adversário. O in goal é a área localizada imediatamente após a linha de fundo. É sempre necessário colocar a bola no chão, não serve apenas entrar com a bola na mão ou atira-la ao solo. 5- Pode-se rematar a bola ou passá-la com as mãos. No caso do passe, a bola só pode ser lançada para trás, no caso do remate, pode-se rematar para frente. Porém, na equipa que ataca, quem estiver à frente do rematador estará impedido (fora de jogo) até que seja ultrapassado pelo rematador ou até a jogada ser concluída ( é infracção grave se o jogador impedido placar o jogador adversário que apanhar a bola). 6- O acto de derrubar o outro jogador chama-se placagem ou placar. Só é permitido derrubar o jogador que estiver na posse da bola. Constitui infracção grave derrubar com as pernas ou passar rasteira a qualquer jogador, inclusive o que estiver com a bola. 7- O jogo é interrompido quando a bola sai pela lateral, quando é cometida alguma infracção ou quando é marcado ensaio. 8- Sempre que estiverem 3 ou mais jogadores em pé em contacto com a bola, ou quando um jogador for placado por outro, a bola divide o campo em duas metades, estando impedido (fora de jogo) o jogador que estiver à frente da metade correspondente ao seu campo de defesa. Os jogadores devem dar a volta nessa linha imaginária e avançar passando por cima da bola. Kripali Veneraz 9ºC nº 11
  • 2. 9- São infracções: Passar a bola para a frente, derrubar um jogador que não esteja em posse da bola, segurar a bola se o jogador em questão estiver deitado no chão, dentre outras. 10- As formações básicas são: -MELE (8 jogadores de cada lado e a bola é introduzida no meio da formação saindo para um dos lados) -TOUCHE ( é o lateral, uma fila de jogadores de cada lado, a bola é lançada no meio e disputada) -RUCK (durante o jogo, os jogadores passam por cima da bola imóvel no solo) -MAUL (durante o jogo, jogadores disputam bola em pé) Bola A bola de rugby é de formato oval, de couro ou de material sintético apropriado. Ela pode ser tratada de modo a torná-la resistente à água e facilitar a aderência. O comprimento vária de 28,0 cm a 30,0 cm, com uma circunferência total de 74,0 cm a 77,0 cm, e de seção transversão de 58,0 cm à 62,0 cm, a pressão deve estar entre 65,71 e 68,75 kPa, tendo assim, entre 410 a 460 gramas. Bolas menores podem ser utilizadas para jogadores mais novos. Equipa Uma equipe de rugby contém 15 jogadores titulares e, normalmente, 7 suplentes. A posição dos jogadores em campo geralmente é composta em linha paralela, sendo que os jogadores não podem se posicionar à frente da bola em jogo. Equipamento No rugby são usadas apenas proteções flexíveis, feitas geralmente de tecido, espuma ou borracha. Algumas delas são obrigatórias.   Chuteira - Utiliza-se chuteiras exclusivas do desporto, com travas maiores. Shoulder pad - Espécie de colete com partes amaciadas. Existem modelos que protegem os ombros, o abdômen, o peitoral, as costas e o bíceps, ou apenas algumas dessas partes. O uso é feito por debaixo da camisa, então o protetor não é visto pelas pessoas. Kripali Veneraz 9ºC nº 11
  • 3.   Boqueira - Proteção para os dentes. Sendo mais comum apenas a proteção única (apenas para os dentes superiores), pois não atrapalha a respiração, nem a comunicação entre os jogadores. Scrum cap - Espécie de capacete com partes amaciadas para proteger o crânio de impactos de pequena e média força. O principal uso é de proteção para as orelhas, evitando o atrito dessas e possível deformação das mesmas. O scrum cap é mais utilizado pelos Avançados do que pelos Linhas. Este não é obrigatório e a maioria dos jogadores não a utilizam. Pontuação  Ensaio ou Try (5 pontos) - É marcado quando um jogador consegue apoiar a bola com uma das mãos no chão (toque-no-solo) dentro da "área de validação" adversária, que corresponde a área após a linha dos postes.  Conversão (2 pontos) - Sempre após o try, a equipa marcadora tem a possibilidade de chutar em direção aos postes do ponto paralelo dentro do campo de jogo àquele em que a bola foi apoiada na "área de validação", tentando fazer com que a bola passe por cima da trave e entre os postes da equipe adversária.  Pontapé de ressalto ou Drop goal (3 pontos) - Durante a partida, um jogador pode desferir um chuto tentando fazer a bola passar por cima da trave e entre os postes da equipe adversária. O jogador deve obrigatoriamente fazer a bola tocar no chão e no retorno fazer um chuto imediato.  Pontapé de Penalidade ou Penalty Goal (3 pontos) - Ao sofrer uma falta a equipa pode optar por tentar fazer um chuto aos postes no local onde ocorreu a infracção. O sistema de pontuação de torneios geralmente usa o seguinte esquema:  Vitória - 4 pontos  Empate - 2 pontos  Derrota - 0 pontos  Ponto bônus - independentemente do resultado do jogo um time pode ganhar um ponto de bônus através dos seguintes critérios:  Marcar pelo menos 4 tries no jogo  Perder por uma diferença de 7 ou menos pontos Penalidades Existem 4 formas de se cobrar uma penalidade: Punt - Um chuto para frente, fazendo a bola sair pela linha lateral. Neste lineout a equipa que cobrou a penalidade terá a posse de bola. Scrum - Formação de um scrum, com a equipe ofendida pondo a bola no túnel Kripali Veneraz 9ºC nº 11
  • 4. Run - Simplesmente correr com a posse de bola Penalty Goal - Tentativa de chuto entre as traves, para marcar pontos Arbitragem No rugby existem três ou quatro árbitros, sendo três de campo. O principal árbitro apita e conduz o jogo em campo e outros dois são os laterais como no futebol. Em competições internacionais ou dentro das grandes ligas, existe ainda o árbitro de vídeo, que assiste a partida pela televisão e tem acesso a recursos para conferir jogadas nas quais os três árbitros têm dúvida ou não chegam a um consenso. Serve também para advertir ou punir jogadores que cometeram agressões contra os adversários durante a partida. Algo interessante no rugby é que os jogadores não podem falar, discutir e jamais insultar os árbitros. Somente os capitães podem se dirigir ao árbitro, que pode punir um jogador e/ou o time caso tal regra seja desrespeitada. Existem dois tipos de cartões: Cartão amarelo - expulsão temporária por 10 minutos. Cartão vermelho - expulsão permanente do jogo. O rugby em Portugal A Federação Portuguesa de Rugby é a entidade máxima do Rugby em Portugal, ela foi fundada em 1957 na cidade de Lisboa. Em 2007 foi possível assistir à estreia da Seleção (também chamados "Os Lobos") no Campeonato Mundial de Râguebi, composta apenas por jogadores amadores. "Os Lobos" perderam todos os jogos, tendo sofrido 3 derrotas nos 3 primeiros jogos, mas ficaram muito perto de vencer a Seleção Romena de Râguebi no último jogo, e conseguiram marcar sempre um ensaio (try) em cada desafio. As grandes equipas portuguesas de râguebi concentram-se na sua maioria na região de Lisboa, mas o jogo é praticado em toda a extensão do território, desde o Norte de Portugal, com equipas no Minho e Trás-os-Montes, até ao Algarve. Kripali Veneraz 9ºC nº 11