SlideShare uma empresa Scribd logo
Relatório de
Sustentabilidade
2014
Mensagem do Presidente
Perfil da Organização – A Bombril
Desempenho Financeiro
Dimensão Ambiental
Sobre este Relatório
Governança Corporativa
Dimensão Social
Índice Remissivo GRI
Créditos
Índice
Mensagem
do Presidente
(GRI 1.1)
Consolidando o comprometimento da Bombril com o cres-
cimento sustentável, temos prazer em anunciar nosso se-
gundo Relatório de Sustentabilidade. Há um ano e meio
à frente da Presidência da Bombril, mantive o foco em
promover melhorias na performance em toda a cadeia de
operação e seguir firme na rota de crescimento da com-
panhia. Além do plano arrojado de expansão para 2015,
demos continuidade a todas as nossas ações, estrutura-
dos em três pilares fundamentais: inovação, modernidade
e foco em ações de protagonismo da mulher brasileira.
Enquanto o mercado se retrai, a Bombril continua cres-
cendo na casa dos dois dígitos.Registramos em 2014,re-
ceita bruta de R$ 1,62 bilhão com crescimento de 84,5%
no resultado operacional da empresa. Superamos nossa
meta e melhoramos 80,8% do EBITDA da companhia, e
nosso alvo é continuar o crescimento na casa de 20% do
lucro líquido em 2015, dobrando o resultado operacional.
Estamos investindo em tecnologia da informação e na
aquisição de maquinários para melhorar os processos in-
ternos e, assim, ampliar o crescimento operacional e os
indicadores de produtividade. E para alinharmos nossas
metas do planejamento estratégico com nossos colabo-
radores, renomeamos a área de Recursos Humano, que
passa a se chamar Desenvolvimento Organizacional &
Carreira, com uma nova filosofia e foco no crescimento
profissional de cada colaborador; e a área de Governança
& Cidadania, que tem como missão potencializar o equi-
líbrio entre pessoas, economia e meio ambiente. Vamos
investir em atividades com foco em qualidade de vida, ati-
tude e valores voltados à sustentabilidade e solidariedade.
A Bombril tem muito orgulho de ser uma empresa brasi-
leira que faz parte da cultura popular e que conquistou,
ao longo de seis décadas, a confiança de milhões de con-
sumidores. Neste ano, vamos lançar nossa maior e mais
arrojada campanha de mídia e o nosso garoto Bombril,
Carlos Moreno, vai ganhar um reforço triplo na bancada
de produtos: Ivete Sangalo, a embaixadora da marca em
2015, Dani Calabresa e Mônica Iozzi. O time de estrelas
vai apresentar ao público o conceito “Toda Brasileira é
uma Diva” e compartilhar o que descobrimos em uma
pesquisa feita com mulheres de todo o território nacional:
que a diva é a mulher comum, que batalha, conquista seu
espaço e, sobretudo, tem atitude.
Para 2015, apesar das incertezas do mercado, a Bombril
vai continuar trabalhando com metas agressivas de cres-
cimento e com o espírito de superação. Vamos buscar
soluções nas adversidades para cumprir nossa meta, que
é a de crescer dois dígitos em faturamento, além de am-
pliar nossa participação de mercado.
Um abraço!
Marcos Scaldelai
Diretor-Presidente da Bombril
Relatório de
Sustentabilidade
2014
Diretoria Executiva de 2015 (da esquerda para a direita):
Luis Blecher, Guilherme Henriques, Marcos Scaldelai e Lineu Oliveira
4
(GRI 3.1,3.2,3.3,3.4,3.5,3.6,3.7,3.8,4.14,4.15)
Sobre este
Relatório
Este é o segundo ano consecutivo em que a Bombril publica seu Relatório de Sustentabilidade
baseado na metodologia da Global Reporting Initiative (GRI), versão 3.1. O documento se clas-
sifica no nível C de aplicação das diretrizes da GRI, autodeclarado e contém XX indicadores de
Desempenho, além dos indicadores de Perfil.
O Relatório de Sustentabilidade Bombril destaca as principais práticas adotadas pela compa-
nhia entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2014, bem como seus respectivos resultados
nos aspectos econômico, social e ambiental. Os indicadores GRI são apresentados ao longo
do texto e o índice remissivo está disponível no final da publicação.
Este relato abrange os dados relativos à Bombril S.A., empresa de capital aberto, que conta
com uma sede administrativa e três unidades industriais, todas no Brasil. O documento não
contempla as ações e resultados da Bril Cosméticos.
O conteúdo foi definido e validado pelo Comitê de Sustentabilidade e pela alta gestão da em-
presa, com base no histórico de relatos e na análise da relevância de temas e indicadores para
o negócio. Para a empresa, questões ambientais, sociais e de produtos são extremamente
relevantes e, por isso, recebem destaque neste documento.
Foi mantida a definição de públicos estratégicos, realizada pelo Comitê de Sustentabilidade em
2013 a partir da análise dos principais impactos para o negócio:funcionários,investidores,forne-
cedores,clientes,consumidores,governo e órgãos regulamentadores.Com foco nesses públicos,
o Relatório de Sustentabilidade coloca-se como uma ferramenta de divulgação do compromisso
de tratar, de forma transparente, os desafios a serem superados e as evoluções já conquistadas.
A periodicidade do Relatório de Sustentabilidade da Bombril é anual e a empresa coloca-se à
disposição para mais informações pelo e-mail: sustentabilidade@bombril.com.br.
76
(GRI 2.1,2.2,2.3,2.4,2.5,2.6,2.7,2.8,2.10,4.8)
Perfil da Organização
A Bombril
98
Estrutura acionária
(GRI 2.6, 2.8)
(GRI 2.1, 2.2)
A história da Bombril teve início em 14 de janeiro de 1948,
quando foi inaugurada a empresa que revolucionaria o tra-
balho das donas de casa no Brasil, sob o nome Abrasivos
Bombril Ltda.
O produto, que é o carro chefe da marca até hoje, servia
para tantos fins que ficou conhecido como “1001 utilida-
des”. A marca ganhou tamanha força no país que “lã de
aço” passou a ser chamada, corriqueiramente, de Bom Bril.
Mas a inovação não parou por aí. Novas demandas sur-
giam com rapidez por parte dos consumidores e a Bombril
tratou de supri-las com novos produtos, conquistando o
posto de uma das maiores empresas de soluções de higie-
ne e limpeza no país ao oferecer inovações que facilitam
as tarefas de casa.
Atualmente, os produtos Bombril estão presentes em prati-
camente 100% dos lares brasileiros.A marca conta com um
portfólio de mais de 500 itens de limpeza doméstica, distri-
buídos entre 27 marcas e 70 categorias – como lãs e es-
ponjas de aço, detergentes, sabões em barra, saponáceos,
desinfetantes, limpadores, esponjas sintéticas, amaciantes,
lava roupas líquidos, facilitadores de passar roupa, sachês
perfumados e desodorizadores.
Suas principais marcas são: Bom Bril, Limpol, Lysoform,
Ecobril, Mon Bijou, Pinho Bril, Polibril, Pratice, Sapólio Ra-
dium, Tanto, Vantage.
Para garantir esse amplo acesso a seus produtos, a Bom-
bril conta com três complexos industriais, localizados nas
cidades de São Bernardo do Campo (SP), Abreu e Lima
(PE) e Sete Lagoas (MG), terminando o ano de 2014 com
2.964 funcionários próprios, que produziram 460 mil to-
neladas de produtos.
Unidades
(GRI 2.3 e 2.4)
BBA (Bombril Anchieta)
São Bernardo do Campo (SP)
Além de sede da companhia, possui uma unidade fabril, que
produz lã de aço, amaciantes, saponáceos, detergentes,
limpadores, desodorizadores, pó de aço e água sanitária.
BBM (Bombril Minas)
Sete Lagoas (MG)
Unidade industrial onde são produzidos lã de aço, saponá-
ceos, detergentes e limpadores.
BBN (Bombril Nordeste)
Abreu e Lima (PE)
Unidade industrial onde são produzidos lã de aço, desinfe-
tantes, amaciantes, detergentes e limpadores.
Porte e Estrutura Acionária
(GRI 2.6, 2.8)
A Bombril é uma empresa brasileira de capital aberto, lis-
tada na BM&FBovespa sob o Ativo BOBR4, classificada no
segmento Tradicional.
Em 31 de dezembro de 2014, a companhia contava com
um quadro de 3.486 colaboradores, entre próprios, estagiá-
rios e terceiros. Sua receita bruta atingiu R$ 1,62 bilhão no
ano e ativo total de R$ 755 milhões.
Em 2014, as ações preferenciais da empresa sofreram
alterações.
Perfil da Organização
Relatório de
Sustentabilidade
2014
newco international
65,4%
BDH Participações
34,6%
ordinárias
20.000.000
MINERAÇÃO BURITIRAMA
11,3%
PREVI
21,9%
BNDESPAR
16,9%
EWZ INVESTIMENTS
13,9%
OUTROS
14,4%
newco international
21,6%
PREFERENCIAIS
34.064.588
10 11
Perfil da Organização
Mercado de Atuação
(GRI 2.5, 2.7, 2.8)
Além de atuar em todo o território nacional, a Bombril
exporta para 21 países, dentre os quais se destacam
México (26,7%), Paraguai (23%), Angola (22,11%), Bél-
gica (9,52%), Bolívia (7%) e outros, como Cuba, Peru,
Uruguai e Japão.
No Brasil, o maior destaque é a região Sudeste, que repre-
senta 52% de todo o mercado nacional.
País/região Vendas/receita por países (R$)
México 2.741.544,72
Paraguai 2.456.372,17
Angola 2.359.913,81
Bélgica 909.121,51
Bolívia 747.875,29
Cuba 523.531,85
Relatório de
Sustentabilidade
2014
Missão, Visão e Valores
(GRI 4.8)
Missão
Ser a maior e melhor empresa brasileira de higiene e limpeza,
com marcas que oferecem uma completa linha de produtos
que facilitam o dia a dia e melhoram a qualidade de vida dos
consumidores.
Visão
Consumidor
Inspirar confiança e estabelecer vínculos com consumidores
por meio de nossa marca e assegurar a qualidade dos pro-
dutos.
Resultados
Gerar resultados consistentes e crescentes, garantindo nossa
solidez.
Pessoas
Reter e atrair profissionais competentes e comprometidos,
que possibilitem a efetiva geração de resultados. Proporcio-
nar oportunidades de crescimento profissional.
Negócios
Desenvolver e manter relações de credibilidade e reciprocida-
de com clientes e fornecedores.
Liderança
Autoridade com responsabilidade, foco em resultados, liderar
por meio de exemplos e desenvolver novos líderes.
Responsabilidade Social
Ser agente na transformação e melhoria da sociedade a par-
tir das ações voltadas à comunidade e à sustentabilidade do
meio ambiente.
Valores
Em 2014, a Bombril revisitou seus valores e os sintetizou em
quatro importantes competências:
Empreendedorismo
Ter paixão pelo que faz sempre pensando à frente,assumindo
riscos e entregando o máximo de resultados.
- Ter visão de dono.
- Focar na solução e não no problema.
- Inovar e buscar sempre o impossível.
- Ter o DNA da empresa no sangue.
Senso de urgência
Ter atitude proativa impondo um ritmo de trabalho dinâmico
que contagie a todos.
- Antecipar-se às demandas.
- Ser flexível.
- Pensar sempre no todo em busca dos mesmos objetivos.
- Fazer acontecer.
Excelência
Ter o foco em resultados, trabalhando com alta performance
e comprometido com produtividade.
- Ter autoconfiança e ser perseverante.
- Preocupar-se com os detalhes.
- Ser lutador, não desistir nunca.
Brilho no olhos
Fazer diferença, sendo um agente de inspiração, referência e
carisma. Encantar pelo exemplo.
- Valorizar os relacionamentos.
- Ter bom humor.
- Ter poder de persuasão.
- Ter luz própria.
Mercados atendidos no Brasil, por região
NORTE
9%
Acre
Rondônia
Amazonas
Roraima
Pará
Amapá
Maranhão
CENTRO-OESTE
11%
Tocantins
Goiás
Mato Grosso
Mato Grosso do Sul
SUL
14%
Rio Grande do Sul
Santa Catarina
Paraná
sudeste
52%
São Paulo
Rio de Janeiro
Espírito Santo
Minas Gerais
NORDESTE
14%
Bahia
Piauí
Ceará
Rio Grande do Norte
Paraíba
Pernambuco
Alagoas
Sergipe
12 13
Perfil da Organização
Mudanças e desafios
Como qualquer empresa de grande porte, a história da
Bombril é recheada de sucessos e desafios. Com a morte
de seu fundador, Roberto Sampaio Ferreira na década de
80, a empresa passou por uma fase de inflexão, abriu seu
capital e passou a ter ações negociadas na bolsa de valores,
transformando-se em Bombril S.A.
A década de 90 foi um tempo difícil, quando o grupo italiano
Ferruzzi adquiriu dois terços de suas ações e a Cragnotti &
Partners obteve seu controle acionário. A partir de então, a
companhia ingressou no mercado de sabão em pó e passou
por diversas mudanças em seu quadro acionário.
Nesse período, a história da Bombril foi marcada por episó-
dios turbulentos, como a quebra de acordo entre acionistas,
fraudes financeiras e regime de administração judicial. Os
tributos gerados na época ainda estão sendo regularizados
pela companhia.
Mesmo assim, a empresa permaneceu ativa, apoiada em
uma marca forte, com um produto de popularidade incon-
testável.Até hoje, o Brasil concentra dois terços do mercado
mundial de lã de aço, representando o país onde o produto
teve sua maior assimilação pela população.
Foi em 2006 que a empresa iniciou sua recuperação, sob
a liderança de Ronaldo Sampaio Ferreira, o único entre os
três herdeiros do fundador que conseguiu, judicialmente,
reaver o controle do negócio. Atualmente, é controlador e
presidente do Conselho de Acionistas, dando continuidade
ao processo de desenvolvimento e expansão de uma com-
panhia que tem orgulho de ser brasileira.
História recente
2012
É lançado o portal Bombril Mulheres, a fim de se aproximar
ainda mais de suas consumidoras.
A companhia realiza diversos patrocínios e apoios, dentre os
quais se destacam:
- patrocínio da escola de samba Vai-Vai, com o enredo “Mu-
lheres Que Brilham”;
- patrocínio do projeto Gira Brasil, movimento artístico de
reciclagem urbana;
- patrocínio do time de futebol Corinthians, na final da Copa
Libertadores da América;
- lançamento do quadro Mulheres que Brilham no SBT,
um projeto especial que revela novos talentos femininos
da música.
2013
A Bombril mantém sua estratégia de comunicação baseada
no bom humor e direcionada ao público jovem feminino.
Ao longo do ano, a companhia dedica-se à elaboração de
seu primeiro Relatório de Sustentabilidade.
No segundo semestre, a Bombril passa por forte reestru-
turação, com mudanças significativas no corpo diretor da
empresa e um novo direcionamento estratégico.
A Bombril desenvolveu o Workshop de Inovação, projeto de
pesquisa em parceria com as alunas da Casa Bombril para
identificar oportunidades de inovação em seu portfólio de
produtos.
A companhia apoia a campanha Pense Rosa, movimento
internacional que busca engajar a população na luta contra
o câncer de mama.
Relatório de
Sustentabilidade
2014
2014
Com a estruturação na nova diretoria, presidida por Marcos
Scaldelai, a Bombril reitera o compromisso de rejuvenesci-
mento da marca.
Na área Industrial, a companhia investe em significativas
melhorias de processo para atender a uma nova gama de
produtos e ao constante crescimento da marca.
A Bombril inicia parceria com a nova embaixadora da mar-
ca, Ivete Sangalo, fortalecendo o trabalho de valorização da
mulher brasileira.
Com a Copa do Mundo no Brasil, a Bombril lança edições
especiais de produtos como o Bom Bril Bom de Bola.
Criação da TV Bombril, dentro do site da Bombril, que reúne:
“Virozzi”, vlog da Monica Iozzi; Jornal 1001, com Dani Cala-
bresa e Carlinhos Moreno; e dicas da Casa Bombril.
Campanha Presidenciáveis foi sucesso nas redes sociais. A
Campanha que começou com os três principais concorrente
à Presidência do Brasil, representados pelo eterno garoto
propaganda Bombril, Carlos Moreno, voltou no segundo tur-
no com os candidatos Aécio Neves e Dilma Rousseff, após
grande sucesso e reconhecimento nas redes sociais. Foram
mais de 1,2 milhão de visualizações no Youtube em menos
de um mês e no Facebook o alcance total foi superior a 176
mil interações.A campanha online trouxe vídeos com as en-
trevistas aos candidatos realizadas por Dani Calabresa. E a
campanha impressa, englobou anúncios nas principais re-
vistas do Brasil, relembrando os famosos anúncios da em-
presa de alguns anos atrás, que traziam o garoto Bombril
travestido de personalidades.
A Bombril participa de quadros em diversos programas na
televisão: “A Melhor Doméstica do Brasil” e “Mulheres que
Brilham”, no Programa Raul Gil e Okay pessoal!!!, com Otá-
vio Mesquita, no SBT; Programa Mega Senha, com Marcelo
Carvalho; Luciana by Night, com Luciana Gimenez e Com-
panhia de Viagem, com Márcio Morais, na Rede TV.
Presença da Bombril em diferentes tipos de mídias on line:
430 mil fãs no Facebook e mais de 4,5 milhões de visuali-
zações no canal da companhia no Youtube.
A companhia realiza diversos patrocínios ao esporte:
- a Bia Figueiredo, piloto da Stock Car;
- ao Torneio Internacional de Futebol Feminino;
- à Liga de Basquete Feminino.
Ivete, Bombril e uma seleção
de primeira. Desse jeito,
não há adversário que resista.
Chegou a hora. Ninguém segura a nossa seleção.
Pode vir a gordura, o limo e qualquer outro adversário.
A Bombril tem todos os produtos para chutar a sujeira
pra bem longe e uma torcida que faz bonito para
o Brasil brilhar cada vez mais. Vai Bombril! Vai Brasil!
A TV Bombril está cheia de novidades pra você
que é brasileiro, com muito orgulho, com muito
amor e muito brilho. Acesse bombril.com.br
Bombril. Os produtos que evoluíram com as mulheres.
BOM-0001-14i_An_Copa_bomdebola_42x27.5_AF.indd 1 4/28/14 2:51 PM
14 15
Perfil da Organização
Reconhecimento – Prêmios e Conquistas
(GRI 2.10)
Líderes do Brasil
Vencedora na Categoria
Produto de Higiene e Limpeza
O prêmio reconhece as empresas e gestores que de-
monstram o valor da livre iniciativa e alcançam bons re-
sultados, com eficiência e governança, sem desistir dian-
te de adversidades.
São 69 premiados, em 23 categorias do setor privado e
cada uma com três nomes indicados pelo Júri Oficial.
Prêmio LIDE de Empreendedorismo 2014
Empresa Empreendedora em Sustentabilidade
O projeto Casa Bombril recebeu o prêmio, como reconhe-
cimento para as empresas e empresários que detêm, no
dia a dia, uma forma especial e inovadora de se dedicar às
atividades da organização.
Anuário Época Negócios 360º
Melhor do Setor em Práticas de RH
Com uma metodologia inédita, o anuário da revista Épo-
ca Negócios avaliou mais de duas mil empresas, levando
em conta não apenas a análise financeira, mas também
governança corporativa, responsabilidade socioambiental,
recursos humanos, capacidade de inovação e habilidade
de projetar e planejar o futuro.
Vencedora do Prêmio
ROE Award (Return on Environment)
concedido pela empresa GE Power  Water.
Em 2014 a empresa GE Power  Water elegeu a Bombril
como vencedora do prêmio ROE Award (Return on Environ-
ment) por melhorias implantadas no reuso e reciclagem da
água de processo, na linha Limpol. O prêmio ROE Award
reconhece clientes por melhorias ambientais significativas
na área Industrial.
Em 2014,a Bombril mantém o apoio à campanha Pense Rosa.
O IRSF, por meio do projeto Casa Bombril, forma quase 2 mil
domésticas desde sua criação, em agosto de 2011.
Participação deAlice Ferreira,Presidente do Conselho Delibera-
tivo do IRSF, na quarta edição do Fórum Momento Mulher, uma
iniciativa da jornalistaAna Paula Padrão,que reúne executivos e
empresas atuantes na causa do protagonismo feminino.
IRSF e Bombril firmam parceria com AACD (Associação
de Assistência à Criança Deficiente):
- Capacitação profissional - Em 2014, o IRSF iniciou o
projeto de capacitação profissional para às mães de pacien-
tes da instituição, com o objetivo de ampliar as oportuni-
dades profissionais e pessoais deste público. As aulas de
capacitação aconteceram na Casa Bombril e contaram com
duas turmas piloto, totalizando 25 mulheres.
- Doação de um veículo - Para viabilizar ainda mais a re-
alização desta parceria, a Bombril e o IRSF, em um esforço
conjunto que contou com a participação dos funcionários e
fornecedores da empresa, realizaram a doação de uma van
à instituição, para a locomoção das mães e pacientes entre
a sede da AACD e a Casa Bombril.
- Teleton - A compra do automóvel somou-se a quantia de
R$ 388 mil em dinheiro que foi doada pelo presidente da
Bombril, Marcos Scaldelai, durante o Programa Teleton.
Além de Marcos Scaldelai, Alice Ferreira, presidente do
Conselho Deliberativo do IRSF, também compareceu ao pro-
grama, juntamente com a presidente Voluntária da AACD,
Regina Helena Scripilliti Velloso.
Relatório de
Sustentabilidade
2014
16 17
Governança
Corporativa
(GRI 4.1,4.2,4.3,4.4,4.6,4.9)
1918
Governança Corporativa
Relatório de
Sustentabilidade
2014
Estrutura Organizacional
Conselho de
Administração
Conselho
Fiscal
Diretor Presidente
Diretoria
Industrial
Diretoria Financeira
e de Relações com
Investidores
Diretoria Jurídica e de
Relações Institucionais
(GRI 4.1, 4.2, 4.3, 4.4, 4.6, 4.9)
A Bombril é uma empresa de capital aberto, e tem como
mais alto órgão de governança o Conselho de Administra-
ção, acompanhado pela Diretoria Executiva e pelo Conselho
Fiscal. O presidente do Conselho de Administração não ocu-
pa nenhum cargo executivo na empresa.
A Bombril segue os princípios da boa governança e as
normas estabelecidas pela comissão de valores mobiliá-
rios (CVM). A companhia divulga periodicamente suas de-
monstrações financeiras, fatos relevantes e atas de reunião
para conhecimento público, disponibilizando dois canais de
comunicação com stakeholders externos, acessíveis por te-
lefone e e-mail. Um deles é direcionado a acionistas, para
tratar do relacionamento com investidores e o outro, se re-
fere à área de sustentabilidade.
A Bombril garante a participação de acionistas minoritários,
permitindo que expressem opiniões e considerações sobre
os resultados da empresa.
Em setembro de 2014, Marcos Scaldelai completou um ano
na presidência da companhia. O período foi marcado por im-
portantes mudanças na estrutura organizacional, com o ob-
jetivo de promover uma maior coesão na liderança e, assim,
melhorar o desempenho econômico e produtivo do negócio.
Nesse período, foi criado o departamento de Governança e
Cidadania, a partir da consolidação dos trabalhos e da cres-
cente demanda da diretoria da companhia para assuntos
voltados aos temas de governança.
A área é responsável pelas atividades envolvendo comuni-
cação interna, sustentabilidade e campanhas de voluntaria-
do com colaboradores.
A criação do novo departamento está alinhada à nova visão da
Bombril de reforçar a sustentabilidade empresarial como um dos
pilares da companhia.Como uma importante meta para 2015,a
equipe assumiu o compromisso de implantar o Código de Con-
duta da Bombril e oficializar o canal de ouvidoria da empresa.
A área de Recursos Humanos também foi remodelada no
último ano, dando origem ao departamento de Desenvolvi-
mento Organizacional e Carreira (DOC).
Esses dois departamentos trabalham em conjunto para que
a nova visão de sustentabilidade seja enraizada e fortalecida
entre os colaboradores da empresa,tornando cada membro da
organização um agente multiplicador dessa nova mentalidade.
Durante o ano de 2014, todos os temas relativos à susten-
tabilidade foram gerenciados pelo Comitê de Sustentabili-
dade e apoiados pelo IRSF.
Como uma importante
meta para 2015, a equipe
assumiu o compromisso
de implantar o Código
de Conduta da Bombril
2120
Conselho de Administração
O Conselho de Administração é responsável por formular e
implantar as políticas e diretrizes gerais do negócio, incluindo
as estratégias de longo prazo.Trata-se de um órgão de delibe-
ração colegiada,formado por quatro membros independentes.
O Departamento Jurídico reviu, em 2014, todos os proce-
dimentos e políticas da empresa. Além disso, o Conselho
não possui membros que possam gerar qualquer espécie
de conflito de interesse.
Membros do Conselho de Administração
Ronaldo Sampaio Ferreira
Cargo: Presidente (Abril/14 - Abril/16)
Celio de Melo Almada Neto
Cargo: Conselheiro (Abril/14 - Abril/16)
Vitor Barbosa de Castro	
Cargo: Conselheiro (Abril/14 - Abril/16)
Fernando Antonio Cardoso de Rezende
Cargo: Conselheiro (Abril/14 - Abril/16)
Diretoria Executiva
Os membros da Diretoria Executiva possuem cargos estatu-
tários e são os representantes legais da Bombril. O órgão é
responsável pela administração cotidiana e implantação de
políticas e diretrizes gerais estabelecidas pelo Conselho de
Administração.
Membros do Conselho de Administração
Marcos Henrique Scaldelai
Cargo: Diretor Presidente (Fevereiro/14 - Fevereiro/15)
Pedro de Souza Dias Brandi
Cargo: Diretor Financeiro e de Relação com Investidores
(Fevereiro/14 - Fevereiro/15)
Lineu Bueno de Oliveira Filho	
Cargo: Diretor Industrial (Fevereiro/14 - Fevereiro/15)
Conselho Fiscal
O Conselho Fiscal existe para fiscalizar e rever todas as de-
monstrações financeiras da companhia, bem como reportar
suas conclusões para os acionistas. Em conformidade com
a Lei das Sociedades por Ações, o Conselho é composto por
seis membros independentes, que recebem remuneração
mínima de 10% do pagamento anual recebido pelos direto-
res da empresa.
Membros do Conselho FISCAL
Diogo Rogério Xavier da S. Talochi
Cargo: Conselheiro Efetivo (Abril/14 - Abril/15)
Renata Nunes Guimarães Hubenet
Cargo: Conselheiro Efetivo (Abril/14 - Abril/15)
Newton Moscatello
Cargo: Conselheiro Efetivo (Abril/14 - Abril/15)
Endrigo de Pieri Perfetti
Cargo: Conselheiro Suplente (Abril/14 - Abril/15)
Fávio Stamm
Cargo: Conselheiro Suplente (Abril/14 - Abril/15)
José Donizetti de Sousa
Cargo: Conselheiro Suplente (Abril/14 - Abril/15)
Código de Conduta
O Código de Conduta Bombril será implantado em 2015
pela área de Governança e Cidadania e tratará de questões
como assédio, conflito de interesses, corrupção, discrimina-
ção, veracidade nas informações e responsabilidade com
fornecedores.
Contará também com um canal de ouvidoria externo e inde-
pendente, possibilitando que denuncias sejam feitas inclu-
sive de forma anônima.
Comitê de Investimentos
	
O comitê tem a tarefa de discutir os investimentos que a em-
presa considera necessários e seus impactos financeiros sobre
o negócio, contribuindo assim para uma boa governança cor-
porativa. Composto por diretores e gerentes de diversas áreas,
foi consolidado em 2013 para avaliar a relevância das solicita-
ções e a disponibilidade de orçamento na companhia, sempre
utilizando critérios claros e objetivos para suas decisões.
Comitê de Sustentabilidade
O Comitê de Sustentabilidade, criado em 2012, desenvol-
veu, no último ano, um plano de ação baseado nos princi-
pais riscos e oportunidades identificados por meio da aná-
lise do Relatório de Sustentabilidade da empresa. Manteve
reuniões periódicas e atuou junto aos subcomitês para a
realização de suas tarefas.
Comunicação com a
Governança da Bombril
A Bombril possui diversos canais de comunicação com a
alta gestão e órgão de governança.
Para promover a integração do público interno com a di-
retoria executiva, a empresa conta com os programas “De
papo com a Gente” e “Almoço com o Presidente”. O pri-
meiro permite que colaboradores se inscrevam para um
encontro com o presidente executivo, membros da diretoria
e da área de Desenvolvimento Organizacional e Carreira,
possibilitando a aproximação entre eles, assim como um
maior conhecimento sobre a gestão corporativa. No segun-
do, o presidente convida, mensalmente, os colaboradores
de alguma área para um almoço. O principal objetivo dessa
ação é criar um ambiente descontraído para uma conversa
franca, quando as pessoas podem perguntar sobre a orga-
nização, resultados, entre outras informações.
	
No caso da área de operações, a Bombril conta com um
programa de reuniões com o diretor, nas quais são apre-
sentados os indicadores de eficiência operacional e de-
sempenho e são realizadas palestras sobre as ações de
sustentabilidade.
E para completar, o programa #eufaçoparte, lançado em
2014, promove a participação de colaboradores na melho-
ria de processos de gestão. Nesses encontros, todos são
convidados a pensarem em melhorias, seja para sua própria
área de atuação, áreas de relacionamento ou mesmo para
a Bombril em geral. Todas as sugestões são encaminhadas
ao gestor da área.
Instituto Roberto Sampaio Ferreira (IRSF)
(GRI SO1, SO10)
Lançado em março de 2011, o IRSF é uma Organização da
Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) sem fins eco-
nômicos.
O IRSF se reporta ao Conselho Deliberativo, formado por
executivos da Bombril e membros externos de renome na
área, contando com equipe própria para a manutenção de
suas atividades sociais nas seguintes frentes de trabalho:
- Orientar e qualificar o investimento social externo da
Bombril;
- Auxiliar na construção e solidificação da imagem da
marca.
Governança Corporativa
Relatório de
Sustentabilidade
2014
22 23
Desempenho
Financeiro
(GRI EC1)
2524
Desempenho Financeiro
Relatório de
Sustentabilidade
2014
(GRI SO1, SO10)
O volume de produtos vendidos no ano de 2014 atingiu a soma
de 488 mil toneladas,apresentando um crescimento de 10,4%
em comparação com o exercício anterior (442 mil toneladas).
A Receita Bruta de vendas da companhia no ano de 2014
atingiu a cifra de R$ 1,62 bilhão (consolidado), e mante-
ve-se equiparada à receita do exercício anterior (R$ 1,61
bilhão), apesar de todas as dificuldades do mercado.
Os custos operacionais de produção foram reduzidos em
2,6% em comparação ao exercício anterior, superando fa-
tores altamente negativos, como a alta do dólar, inflação e
consequente elevação dos custos de matérias primas. Esta
redução foi possível mediante a forte atuação sobre a es-
tratégia de redução de custos e negociação de preços junto
aos fornecedores demonstrando que companhia é constan-
temente ativa perante a estratégia de redução dos custos
de produção e mão de obra, tendo em vista a expectativa
negativa gerada por fatores externos.
O resultado bruto (receita líquida menos custo dos produtos
vendidos) também foi maior no ano de 2014 (R$ 523,3 mi-
lhões em 2014 contra R$ 513,8 milhões em 2013).
As despesas operacionais (Comerciais e Administrativas) to-
talizaram R$ 466,2 milhões no ano de 2014, representando
um aumento de 5,0% em relação ao mesmo período no exer-
cício anterior (R$ 443,7 milhões), impactadas principalmente
pela continuidade da reestruturação contemplada no novo
plano estratégico da Companhia e uma forte concorrência de
Mercado. Entretanto e apesar de apresentar um leve acrésci-
mo, os índices ficaram abaixo da inflação do período.
O LAJIDA (lucro antes de juros, imposto de renda e con-
tribuição social sobre o lucro líquido, depreciação e amor-
tização) apresentou um aumento de R$ 46,6 milhões (R$
104,3 milhões no, exercício de 2014) quando comparado
a R$ 57,7 milhões no exercício de 2013, representando
respectivamente, 9,0% e 4,9% da Receita líquida. A mar-
gem LAJIDA foi impactada pela redução de outras despesas
operacionais, redução dos custos operacionais e principal-
mente pelas ações tomadas no plano estratégico iniciado
no segundo semestre de 2013 e durante o ano de 2014.
O resultado financeiro líquido foi de R$ 125,3 milhões (ne-
gativo) ao término de 2014, apresentando uma considerável
melhora quando comparado a R$ 187,8 milhões (negativo)
do exercício anterior. O resultado continua a ser impactado
principalmente pela variação cambial, porém é importan-
te ressaltar que tal fato não afeta o patrimônio líquido da
companhia, por tratar-se de relação Intercompany.A alta da
Selic também contribuiu onerando juros sobre as operações
financeiras e a correção dos parcelamentos de tributos.
O resultado líquido da Companhia foi de R$ 57,5 milhões
(prejuízo) no exercício findo de 2014, apresentando uma
considerável melhora de R$ 96,5 milhões em relação ao
exercício anterior cujo resultado apresentado foi de R$ 154
milhões (prejuízo). Os fatores que contribuíram para melho-
ria do resultado foram a redução das despesas financeiras
e das outras despesas / receitas operacionais.A companhia
chega ao fim de 2014 já sinalizando resultados satisfatórios
e continua atuando fortemente na redução dos custos, des-
pesas fixas e operacionais.
Os investimentos realizados no exercício encontram-se na
ordem de R$ 42,7 milhões destinados principalmente à
ampliação e modernização do seu parque industrial e na
atualização da estrutura de tecnologia da informação.
O endividamento bancário líquido (excluindo-se o saldo em
caixa e equivalentes de caixa) da companhia encerrou o
exercício de 2014 em R$ 90,4 milhões versus R$ 129,5
milhões em dezembro de 2013. Esse movimento está em-
basado na estratégia da companhia visando a redução das
despesas financeiras e consequentemente trazer um resul-
tado final cada vez mais positivo. A porção do endividamen-
to, não considerando o saldo disponível em caixa, no curto
prazo reduziu de 74% para 58%.
O patrimônio líquido da Bombril, que era negativo em R$
123,9 milhões em dezembro de 2013, terminou o ano
de 2014 apresentando uma considerável melhora e atin-
gindo R$ 60,3 milhões (negativo) no final do exercício,
influenciado pela redução do prejuízo e pela emissão das
debêntures no período.
O endividamento bancário líquido (excluindo-se o saldo em cai-
xa e equivalentes de caixa) da Companhia encerrou o terceiro
trimestre de 2014 em R$ 74,8 milhões versus R$ 129,5 mi-
lhões em dezembro de 2013.Esse movimento está embasado
na estratégia de redução das despesas financeiras e conse-
quentemente em um resultado final cada vez mais positivo. A
porção do endividamento,não considerando o saldo disponível
em caixa, no curto prazo foi reduzida de 74% para 60%.
Demonstração de valor adicionado (em %) %
Colaboradores (remuneração e benefícios para empregados) 38,00
Governo 42,79
Lucro retido -13,71
Juros e aluguéis (custos de operação) 32,93
Demonstração do valor adicionado Em mil Reais
1-RECEITAS 1.607.094
1.1) Vendas de mercadorias, produtos e serviços 1.556.186
1.2) Provisão para devedores duvidosos; Reversão/Constituição -1.589
1.3) Não operacionais 52.497
INSUMOS ADQUIRIDOS DE TERCEIROS (inclui ICMS e IPI) -1.165.932
2.1) Custos das mercadorias e serviços vendidos -808.537
2.2) Materiais, energia, serviços de terceiros e outros -356.955
2.3) Perda/Recuperação de valores ativos -440
VALOR ADICIONADO BRUTO 441.162
4 - RETENÇÕES -22.441
4.1) Depreciação, amortização e exaustão -22.441
5 -VALOR ADICIONADO LÍQUIDO PRODUZIDO PELA ENTIDADE 418.721
6 - VALOR ADICIONADO RECEBIDO EM TRANSFERÊNCIA 583
6.1) Receitas financeiras 583
7 - VALOR ADICIONADO TOTAL A DISTRIBUIR 419.304
8 - DISTRIBUIÇÃO DO VALOR ADICIONADO 419.304
8.1) Pessoal e encargos 159.332
8.2) Impostos, taxas e contribuições 179.409
8.3) Juros e aluguéis 138.067
8.4) Lucros retidos / prejuízo do exercício -57.504
26 27
Dimensão
Social
(GRI 4.12,4.13,EC5,EC6,LA1,LA2,LA4,LA6,LA7,
LA10,LA14,HR4,HR6,HR7,SO1,PR3,PR4,PR5,PR6,PR9)
2928
A Bombril considera que o relacionamento com seus
diversos públicos é a essência de seu negócio, por isso
mantém e procura aprimorar continuamente o diálogo
com seus stakeholders.
Público Interno
(GRI LA1 LA4)
A Bombril acredita que uma equipe motivada trabalha com
mais satisfação e qualidade de vida. Por isso, promove um
ambiente organizacional que valoriza os indivíduos, seja por
meio de capacitações, ações motivacionais, remuneração
adequada ou benefícios diferenciados.
Em dezembro de 2014, a Bombril contava com 3.486 co-
laboradores, sendo 2.885 funcionários próprios; 22 esta-
giários; 57 aprendizes, 81 temporários e 441 terceirizados.
A companhia não considera os funcionários temporários
como funcionários próprios.
Os 2.964 funcionários foram abrangidos por acordos de ne-
gociação coletiva, 99,26% dos funcionários próprios, des-
considerando apenas estagiários.
Funcionários, por tipo e gênero (GRI LA1)
2013 2014
Próprios Terceirizados Próprios Terceiros**
Masculino Feminino Masculino Feminino Masculino Feminino Masculino Feminino
2.038 847 334 197 1.987 856 * *
2.885 531 2.843 492
3.416 3.335
* A Bombril não possuiu a informação sobre funcionários terceirizados por gênero. Os números da tabela correspondem ao valor da média de funcionários de 2014.
** Os dados de terceiros refletem terceiros somados aos funcionários com contratos temporários.
MAPEAMENTO DOS FUNCIONÁRIOS
(GRI LA1)
Para melhor interpretação dos indicadores, nos quadros abaixo foi utilizada a média anual de funcionários, referente ao período
de janeiro à dezembro de 2014.
Funcionários próprios, por tipo de jornada e gênero (GRI LA1)
2013 2014
Masculino Feminino Total Masculino Feminino Total
Jornada integral 2.005 839 2.844 1.987 856 2.843
Jornada de meio período 33 8 41 40 17 57
Rotatividade
(GRI LA2)
A Bombril monitora as taxas de rotatividade em seu qua-
dro funcional, pois acredita que essas informações são
de fundamental importância para avaliação de sua gestão
de pessoas.
A partir de 2013, foi iniciada uma otimização do quadro de
funcionários da empresa, de acordo com o novo direciona-
mento estratégico assumido pela companhia. Como con-
sequência do processo de reestruturação iniciado no ano
anterior, foi observada uma taxa de rotatividade, que, em
2014, ficou em 17,11%, contra 16,5%, em 2013.
Vale lembrar que a Bombril calcula sua taxa de rotatividade
com base em padrões nacionais de mercado, utilizando a
seguinte fórmula:
Número de admissões + Número de demissões
2
Headcount Médio Anual
Para a contabilização do headcount, considera-se: Funcio-
nários Efetivos Ativos + Funcionários de Licença-Materni-
dade + Funcionários do Sindicato. Todos os outros são ex-
cluídos, como afastados, desligados, estagiários e terceiros.
Diversidade
(GRI HR4)
Equidade é um termo presente no dia a dia da Bombril na
execução de suas tarefas cotidianas.
Em 2014, a empresa não identificou nenhum caso de dis-
criminação interna e pretende implantar, em 2015, o serviço
oficial do Canal de Ética para receber reclamações e de-
núncias em diversas áreas, incluindo questões relacionadas
a direitos humanos. Atualmente, os colaboradores podem
relatar suas preocupações a um superior ou diretamente ao
departamento de DOC.
Dimensão Social
Relatório de
Sustentabilidade
2014
Funcionários próprios com contrato de tempo
indeterminado, por categoria funcional (GRI LA1)
2013 2014
Diretor 5 4
Gerente 33 31
Coordenador/especialista 51 52
Técnico/administrativo/comercial 477 477
Operacional 2.255 2.258
Estagiário/aprendiz 64 78
Funcionários próprios, por tipo de contrato (GRI LA1)
2013 2014
Contrato de tempo determinado 64 81
Contrato de tempo indeterminado 2.821 2.843
Funcionários próprios contratados por
tempo indeterminado, por faixa etária (GRI LA1)
2013 2014
Até 20 anos 84 50
De 21 a 30 anos 862 827
De 31 a 40 anos 51 52
De 41 a 50 anos 1.044 1.060
Acima de 50 anos 636 643
Acima de 50 anos 259 263
Funcionários próprios, por região (GRI LA1)
2013 2014
São Bernardo do Campo (SP) 1.151 1.153
Abreu e Lima (PE) 534 516
Sete Lagoas (MG) 401 383
Regional Comercial 799 791
Turnover (GRI LA2)
2013 2014
Admissões 435 531
Demissões 500 442
Turnover geral (%) 16,50% 17,11%
Headcount 2.833 2.843
30 31
Remuneração e Benefícios
(GRI EC5, LA14)
Ciente da importância de atrair e reter talentos para o
bom desempenho da companhia, a Bombril mantém
uma política de remuneração atrelada ao desempenho
de seus colaboradores. Com exceção de estagiários, to-
dos os outros colaboradores, ou seja, 99,26% possuem
contrato de trabalho regido pela Consolidação das Leis
Trabalhistas (CLT).
Em 2014, o menor salário praticado pela empresa, tanto
para homens, quanto mulheres, foi de R$ 806,00, repre-
sentando uma proporção de 111% em relação ao salário
mínimo nacional (R$ 724,00).
Assim como em 2013, não existe nenhuma distinção en-
tre gêneros com relação ao menor salário oferecido, que
é igual para ambos.
Atualmente, a Bombril possui diferença salarial entre ho-
mens e mulheres, especialmente em função do tempo de
trabalho de alguns colaboradores. O fato de contar com
uma quantidade maior de homens com mais tempo de
serviço, faz com que, em diversos casos, a média salarial
masculina seja superior à feminina.
Reconhecendo esta realidade, a Bombril passou a moni-
torar as promoções oferecidas aos funcionários, objeti-
vando melhorar a equidade salarial. Em 2014, foram 259
promoções no total, sendo 175 pra homens e 84 para
mulheres. A empresa está atenta a esta informação para
buscar um equilíbrio.
Em 2014, a Bombril estendeu a licença maternidade
para seis meses a todas as suas colaboradoras.
Treinamento
(GRI LA10)
A Bombril considera o desenvolvimento de seus colabo-
radores um aspecto chave para o desempenho dos ne-
gócios. Por isso, a companhia promove um ambiente de
trabalho estimulante, que valoriza o indivíduo e promove
o aprimoramento de suas habilidades.
Com essa perspectiva, em 2014, foram oferecidas mais de
35 mil horas de treinamentos, com 5.134 participações,
sendo 60% homens e 40% mulheres.
Dentre essas atividades, mil horas foram dedicadas exclu-
sivamente a treinamentos com foco em saúde e segurança
no trabalho. Além disso, foram oferecidos outros 155 cur-
sos com essa temática. O principal objetivo dessas ações é
reduzir os números de acidentes de trabalho e melhorar a
qualidade de vida dos colaboradores.
Desde 2013 a empresa passou a monitorar o grau de es-
colaridade dos integrantes de seu quadro funcional, com o
objetivo de avaliar os tipos e cursos que podem ser mais
interessantes para seus profissionais. Percebeu-se que a
grande maioria possui graduação no ensino médio, com
apenas uma minoria tendo cursado uma pós-graduação.
Além de intensificar a parcerias de mais de 5 anos com o
SESI (Serviço Social da Indústria) para ensino médio e cur-
sos técnicos, a Bombril, a partir de 2014, investiu também
em FAC (Formação Acadêmica Comercial) com bolsas para
funcionários de até 70% de desconto para formação de en-
sino superior.
As principais ações de treinamento e desenvolvimento que
aconteceram durante o ano foram:
- PDC – Programa de Desenvolvimento Contínuo, para
todos os níveis de liderança;
- E-learning para a área Comercial;
- Treinamentos obrigatórios para a área Industrial;
- Programa de cursos técnicos;
- Geração Brilhante – desenvolvimento de funcionários
deficientes.
- Mulheres em Foco – desenvolvimento de mulheres em
potencial para assumirem cargos de liderança.
MULHERES EM FOCO
O programa Mulheres em Foco foi desenvolvido com obje-
tivo de identificar mulheres em potencial na empresa, que
possamocuparcargosdeliderançaouposiçõesmaioresna
escala hierárquica. Mulheres em Foco está alinhado à es-
tratégia da companhia sobre o Protagonismo Feminino e a
função da mulher na sociedade. Em 2014 o programa
teve a participação de 68 mulheres, sendo que 48% das
participantes obtiveram movimentação de cargo/salário
neste período.
(GRI LA10)
(GRI LA10)
Dimensão Social
Relatório de
Sustentabilidade
2014
Número de horas de treinamento
e cursos referentes ao tema saúde
e segurança do trabalho oferecidos
aos funcionários.
Saúde
Segurança
do trabalho
Número de cursos referentes ao
tema saúde e segurança do trabalho
oferecidos aos funcionários.
Relate o número de funcionários
participantes destes treinamentos/cursos.
28
5
55
972
150
3.225
Menor salário praticado pela empresa
(Em moeda local e em 31 de dezembro)
Salário Mínimo em moeda local estabelecido
pelo governo em 31 de dezembro (utilizar
como referência o Salário mínimo nacional)
Proporção do menor salário praticado
pela empresa em relação ao salário mínimo
806,00
724,00
1,11
$
Proporção entre o salário-base de funcionários
mulheres e homens, por categoria funcional (GRI LA14)
Categoria funcional*
Proporção salarial feminina
comparada à masculina
2013 2014
Gerente 0,96 0,96
Coordenador/especialista 0,85 0,83
Técnico/administrativo 0,84 0,87
Operacional 0,75 0,75
Estagiário/aprendiz 1,21 1,17
* A Bombril optou por não divulgar dados sobre a diretoria.
Categoria funcional Carga horária
2013 2014
Diretor 26 0
Gerente 527 272
Coordenador/especialista 1.066 7.092
Técnico /administrativo 10.510 10.437
Operacional 33.362 17.025
Estagiário/aprendiz 625 482
Total 46.116 35.308
Proporção entre o salário-base de funcionários
mulheres e homens, por região* (GRI LA14)
Região
Proporção salarial feminina
comparada à masculina
2014
São Bernardo do Campo (SP) 0,90
Abreu e Lima (PE) 0,89
Sete Lagoas (MG) 0,85
Regional Comercial 0,89
* Esta informação ainda não era compilada nos anos anteriores
68
participantes
48%
de movimentações
de cargo/salário
32 33
Programa Educação Bombril
O Programa Educação Bombril foi criado em 2009 com o
objetivo de auxiliar colaboradores a ingressar em cursos
técnicos, oferecendo bolsas de estudos.
Aqueles que possuem ensino médio completo podem se
candidatar, indicando a instituição de ensino na qual pre-
tendem estudar e o curso pelo qual têm interesse. A con-
cessão do benefício se dá apenas para os cursos atrelados
à função do profissional na Bombril e está condicionada ao
cumprimento de critérios estabelecidos pela companhia,
após consulta aos supervisores.
Em 2014, o Programa Educação Bombril concedeu bolsas a
59 colaboradores,já em 2013 foram 40 pessoas beneficiadas.
Grau de escolaridade dos funcionários
Ensino fundamental 205
Ensino médio 2370
Graduação completa 320
Pós Graduação 64
Mestrado 5
Doutorado 0
*Números referentes a 31 de dezembro de 2014
Programa Interagindo
O Programa Interagindo é uma iniciativa da área Industrial
voltada à comunicação direta com os funcionários da fábri-
ca, que promove o encontro entre diversos níveis hierárqui-
cos da companhia, a troca de informações e a importância
do trabalho em equipe.
Em 2014, foram abordados assuntos como apresentação
pessoal e de resultados da empresa, gerenciamento de ro-
tina, ferramentas de qualidade e ações relacionadas à sus-
tentabilidade dentro da empresa.
As reuniões mensais com as equipes operacionais conta-
ram com a participação de 264 pessoas nas três unidades
durante o ano.
Programa Jovem Bombril
Voltado para o desenvolvimento de aprendizes e estagiá-
rios, o programa foi criado na Bombril em 2013, com base
em três pilares: reflexão; experimentação e implantação e
mensuração.
No último ano, foi oferecida uma carga horária de 10 ho-
ras de treinamentos para os 57 aprendizes e 21 estagiários
participantes. No ano anterior, o programa havia formado
um total de 49 estagiários e aprendizes, o que já demonstra
um crescimento significativo.
Saúde a Segurança
(GRI LA6, LA7)
A Bombril se preocupa com a saúde e a segurança de seus
colaboradores, cuidando para que tenham acesso a todas
as ferramentas necessárias para a realização de seu traba-
lho de forma segura e saudável.
Para garantir a conformidade das condições de saúde e se-
gurança, a empresa mantém um acompanhamento mensal
dos indicadores relacionados ao tema.
O último ano foi marcado por uma reformulação na ges-
tão de Segurança do Trabalho, cujo departamento passou
a contar com uma nova plataforma de ação, que beneficiou
todas as unidades fabris da companhia.
Também foi planejado, em 2014, o acompanhamento de
colaboradores fumantes acima do peso, com o objetivo
de elaborar ações que promovam uma melhor qualidade
de vida para essas pessoas. Estão previstas melhorias na
gestão da empresa nessa área, para que seja possível mo-
nitorar os dados relativos a esses funcionários. Atualmente,
já é realizada uma orientação por meio de atendimento com
médico do trabalho, em exame periódico.
Para promover a saúde e a qualidade de vida entre seus
colaboradores, a companhia também possui uma academia
e uma quadra poliesportiva dentro de suas dependências.
Todas as unidades da Bombril contam com a Associação
Desportiva Classista da Bombril (ADC), que incentiva a práti-
ca do esporte e de atividades físicas. A associação também
promove campeonatos internos e realiza a inscrição de co-
laboradores em campeonatos externos.
Todas as unidades da Bombril contam com Comissão
Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), com a parti-
cipação de 3% do quadro de funcionários. Sua principal
função é prevenir acidentes, por meio de diálogos e cam-
panhas como a Semana Interna de Prevenção de Aciden-
tes do Trabalho e Meio Ambiente (SIPATMA) e realizar as
inspeções do programa Rally SOL.
Com essa abordagem voltada para uma atuação pre-
ventiva, a companhia também mede e acompanha ta-
xas de lesões, doenças ocupacionais, dias perdidos e
absenteísmo.
(GRI LA7)
Em 2014,apesar de haver uma redução no número de aciden-
tes, alguns ocorridos tiveram uma gravidade maior ocasionan-
do um aumento dos dias perdidos em relação ao ano anterior.
Rally SOL
O projeto implementado em 2014 estabelece uma competição saudável entre as áreas da companhia, promovendo
ações de segurança, organização e limpeza. Com a participação de toda a equipe e apoio da diretoria, o projeto promo-
ve o envolvimento dos colaboradores do nível operacional com itens relacionados à organização e à limpeza dos postos
de trabalho. Além disso, a competição interna resulta em uma atuação mais participativa por parte das lideranças. As
áreas com melhor desempenho receberam troféu da diretoria, promovendo visibilidade e motivação da equipe.
Dimensão Social
Relatório de
Sustentabilidade
2014
Lesões, doenças ocupacionais, absenteísmo e dias perdidos
relacionados ao trabalho, por gênero (GRI LA7)
Funcionários próprios
2014
Total Homem Mulher
2.843 1.987 856
Taxa de lesões (%) 8,17 6,24 1,93
Número de lesões 224 171 53
Taxa de doenças ocupacionais (%) 0,04 0,04 0
Número de doenças ocupacionais 1 1 0
Taxa de dias perdidos (%) 44,43 36,10 8,27
Número de dias perdidos 1.280 991 227
Número de óbitos 0 0 0
Obs.: Para a definição das taxas de acidentes foi aplicada a fórmula (n° de lesões x
200.00)/HHT. As informações são referentes aos colaboradores próprios das unidades,
incluindo as regionais de vendas. * A Bombril não dispõe da informação sobre absente-
ísmo e dias programados para trabalhar divididos por gênero.
2014 Total
São Bernardo
do Campo (SP)
Abreu e Lima
(PE)
Sete Lagoas
(MG)
Regional
Comercial
Funcionários próprios 2.843 1.153 516 383 791
Lesões
Taxa de lesões (%) 8,17 6,02 1,42 0,44 0,29
Número de lesões 224 165 39 12 8
Doenças ocupacionais
Taxa de doenças ocupacionais (%) 0,04 0 0,04 0 0
Número de doenças ocupacionais 1 0 1 0 0
Dias perdidos
Taxa de dias perdidos (%) 44,43 33,45 6,79 1,09 3,10
Número de dias perdidos 1218 917 186 30 85
Óbitos
Número de óbitos 0 0 0 0 0
Obs.: Para a definição das taxas de acidentes foi aplicado a fórmula (n° de lesões x 200.00)/HHT. As informações são referentes aos colaboradores próprios das unidades, incluindo as
regionais de vendas. * A Bombril não dispõe de informações sobre taxa de absenteísmo separadas por unidade.
34 35
Consumidores
(GRI PR3, PR4, PR5, PR6, PR9)
A marca Bombril sempre foi o alicerce da empresa no de-
correr de sua história. Afinal, a credibilidade junto a seus
consumidores foi conquistada por meio de um trabalho con-
sistente, que garante à companhia a liderança em várias
categorias de produtos. Graças a sua busca constante pela
excelência no atendimento, a Bombril já foi premiada diver-
sas vezes como empresa que mais respeita o consumidor.
Atendimento ao consumidor
Em 2014, a empresa recebeu 22.859 contatos por meio
de seu Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), dos
quais 50% foram pedidos de informações ou reclamações.
Aproveitando esse canal de relacionamento, foi realizada
pesquisa de satisfação, com envio de 1.427 questionários,
uma amostra de 12,5% do total das manifestações.
Alcançou-se o número de 475 respostas, o que represen-
ta 33% de retorno. Nas perguntas, são analisados três as-
pectos: solução da manifestação, agente de atendimento
e percentual de pessoas que recomendaria os produtos
da empresa.
Os indicadores e metas de melhoria são acordados com
a presidência da empresa, que estipulou KPIs (Key Perfor-
mance Indicators) para o SAC, com o objetivo de aumentar
as vendas e a rentabilidade da empresa por meio da fideli-
zação do consumidor.
Geralmente, as marcas que recebem o maior número de
contatos são as de limpeza e manutenção de roupas, em
especial Mon Bijou e Vantage. Os itens de maiores vendas
também são citados com frequência, como: detergente
Limpol e lã de aço Bom Bril.
Em 2014, as categorias que receberam maior número de
contatos foram: detergente regular, amaciantes, esponja de
lã de aço, pré-lavagem e aerosol. Os produtos mais elogia-
dos e procurados foram: Ecobril e Vantage.
Informações sobre Produtos
A Bombril assume o compromisso de manter os consu-
midores bem informados sobre seus produtos, com seus
rótulos de acordo com a legislação da Agência Nacional de
Vigilância Sanitária (Anvisa) vigente para cada categoria.
Nos rótulos de seus produtos constam informações sobre
modo de uso, precauções e advertências, além da compo-
sição por sua função, princípios ativos pelo nome químico
e também o apontamento daqueles que possam gerar um
impacto ambiental ou de saúde.As embalagens ainda apre-
sentam o símbolo de reciclagem e a identificação do tipo de
material utilizado, bem como informações sobre o descarte
correto do produto.
Mesmo com todo esse cuidado, em 2014, ocorreram 32
casos de não conformidade com regulamentos sobre ro-
tulagem. Dentre eles, 31 foram referentes às auditorias
do INMETRO/IPEM aos produtos químicos e lãs de aço. A
empresa recebeu autuações sobre controle metrológico no
valor de R$ 300 mil.
A diferença de volume em produtos químicos pode ocorrer,
pois as embalagens não são lacradas, podendo ser manu-
seadas pelos consumidores ou clientes antes de uma pos-
sível aferição das auditorias. Já a lã de aço pode ter uma
variação de volume devido aos processos de produção. Com
o objetivo de reduzir tais diferenças, a Bombril investirá, em
2015, na aquisição de balanças para aferir os pesos dos
produtos em todas as linhas de produção.
O último caso de não conformidade se deu pela falta da
simbologia no frasco para deficientes visuais de um dos
produtos da companhia, conforme exigido por lei.A questão
já foi solucionada em 2014.
No caso de quaisquer questionamentos ou preocupações
relativas a produtos, o primeiro passo é a avaliação com o
intuito de averiguar se o aspecto é pertinente àquela cate-
goria e se o item em questão está de acordo com a legis-
lação vigente. Em seguida, são tomadas ações, de acordo
com cada caso, sempre respondendo ao consumidor.
A Bombril é contra a realização de testes em animais e está
engajada na busca de soluções para sua eliminação defi-
nitiva. Porém, no caso dos inseticidas, a Anvisa determina
que é necessário o teste em cobaias para que assegure
sua eficácia. Em 2014, 0,67% de todos os questionamentos
recebidos pelo SAC foram referentes ao assunto.
Vale ressaltar que 0,29% de todos os contatos recebidos
foram relacionados a inovações em produtos.
Fornecedores
(GRI EC6, HR6, HR7)
A Bombril preza por relações construtivas e de parceria.
Por isso é atenta a sua responsabilidade como indutora
de desenvolvimento na cadeia produtiva que envolve seu
negócio, atuando como agente modificador da sociedade
brasileira.
Oferecer produtos de qualidade, produzidos a partir de
boas práticas sociais e ambientais, requer fornecedo-
res que estejam alinhados às políticas e diretrizes da
empresa. Com essa consciência, a companhia mantém
relacionamentos duradouros e de confiança mútua com
esse público.
A Bombril é absolutamente contrária à utilização de mão
de obra infantil, forçada ou análoga à escrava, tanto em
suas instalações como em sua cadeia produtiva, não ten-
do registrado, em 2014, nenhum trabalho nessas condi-
ções. Para garantir que isso se mantenha, a companhia
inclui, em todos os contratos, cláusulas que proíbem tais
situações junto a seus fornecedores.
Apesar de ainda não contar com uma política formal para
identificar essas práticas entre seus parceiros, a empre-
sa está se preparando internamente para que em 2015
possa realizar auditorias com o objetivo de avaliar o aten-
dimento aos critérios pré-definidos. Além disso, a Bombril
procura trabalhar com fornecedores atuantes no mercado,
que possuam conduta idônea, sem precedentes de traba-
lho infantil ou análogo ao escravo. Caso seja averiguada
qualquer inconformidade nesse sentido, a empresa toma-
rá as medidas necessárias.
Dimensão Social
Relatório de
Sustentabilidade
2014
36 37
Fornecedores locais
A Bombril entende que a qualificação de fornecedores
locais é essencial para estimular o desenvolvimento das
regiões onde atua, além de melhorar o fluxo logístico da
cadeia produtiva para atender às demandas em tempo
hábil, conforme as necessidades de cada um das plantas
da companhia.
Por isso, a área de Suprimentos procura direcionar as
compras de materiais para fornecedores locais, sempre
em busca das melhores condições, atendendo às expec-
tativas da companhia e seus procedimentos internos.
Em 2104, 23,75% do orçamento da empresa foi utilizado
em gastos com fornecedores locais em unidades ope-
racionais importantes. Foram considerados fornecedores
locais aqueles cujo faturamento ocorreu em cidades com
distância de até 85 km das unidades de negócios da
Bombril. A empresa tomou a decisão interna de voltar
seus esforços para o desenvolvimento de cidades nos
arredores de suas três unidades de negócios, localizadas
em: São Bernardo do Campo (SP) – excluindo a cidade
de São Paulo em função de seu alto desenvolvimento,
Sete Lagoas (MG) e Abreu e Lima (PE).
Sociedade
(GRI SO1)
Como estratégia de negócio e contrapartida social, a
Bombril decidiu investir na mulher para as suas ações de
responsabilidade social. A escolha tem como premissa o
fato de que o empoderamento feminino também promove
o desenvolvimento de seu ambiente familiar e da comu-
nidade, otimizando assim a iniciativa. Dados demonstram
que, atualmente, 40% das famílias brasileiras são geridas
por mulheres.
Foi com esse enfoque que a companhia criou em 2010,
o Instituto Roberto Sampaio Ferreira (IRSF) e seu principal
projeto, a Casa Bombril, em 2011. O objetivo do instituto
é potencializar e dar foco estratégico às iniciativas sociais
da empresa, enquanto a Casa Bombril nasceu com o intui-
to de tornar-se um centro de referência do protagonismo
feminino.
Ações de empoderamento feminino
(GRI SO1)
Casa Bombril - Universidade das domésticas
Dentre as atividades da Casa Bombril, destaca-se o progra-
ma de capacitação de domésticas. Com foco na profissio-
nalização dessas mulheres, são oferecidos cursos gratuitos
desenvolvidos em parceria com o Senac/São Paulo (Servi-
ço Nacional de Aprendizagem Comercial – Administração
Regional no Estado de São Paulo) que, em quatro anos, já
formou aproximadamente 2 mil beneficiadas.
O programa vai muito além de um treinamento específico
para a área de serviço doméstico. O objetivo é também
investir no desenvolvimento humano, viabilizando o empo-
deramento financeiro da mulher, aumentando seu repertó-
rio cultural e agregando conhecimento a uma importante
parcela da população que enfrenta inúmeros desafios. Isso
porque a Bombril valoriza e reconhece a importância social
e econômica que a profissão representa para o país.
Prova do sucesso crescente do projeto é o aumento do nú-
mero de participantes. Em 2014, 414 mulheres concluíram
o curso, um acréscimo de 38% em relação ao ano anterior.
Movimento Mulher 360
(GRI 4.12)
A Bombril, comprometida com os princípios de empodera-
mento das mulheres, da Organização das Nações Unidas
(ONU), aderiu, em 2011, ao Movimento + Mulher 360, pri-
meira iniciativa empresarial brasileira nessa área.
O Movimento conta com o apoio de organizações aca-
dêmicas, governamentais e da sociedade civil, além de
empresas de todos os segmentos da economia, com o
objetivo de promover o desenvolvimento econômico de
mulheres em todo o país.
Atualmente, a Bombril é um dos membros do Conselho De-
liberativo e da diretoria voluntária.
Associações do Setor
(GRI 4.12, 4.13)
A Bombril mantém uma atuação participativa em discus-
sões e ações de seu setor. Ao participar de associações e
outras organizações, a empresa se vê representada e ativa
nacionalmente.
A companhia integra a Associação Brasileira das Indústrias
de Produtos de Limpeza e Afins (ABIPLA), fazendo parte de
sua diretoria e vice-presidência. A associação representa
o setor de produtos de limpeza doméstica profissional e
institucional, trabalhando para propor alternativas técni-
cas viáveis a fim de atender às exigências atribuídas à
indústria e garantir a eficácia e segurança dos produtos
oferecidos aos consumidores. Dessa forma, a ABIPLA tem
interlocução junto às autoridades responsáveis pela regu-
lamentação setorial.
Além disso, a Bombril participa do LIDE, grupo formado por
empresas brasileiras e multinacionais, com faturamento
igual ou superior a R$ 200 milhões anuais. Em 2014 patro-
cinou as reuniões do Lide Mulher, Lide Family e Lide Varejo.
Programa Dê a Mão para o Futuro
(GRI 4.13)
Desde 2011, a Bombril participa do Programa Dê a Mão
para o Futuro, uma iniciativa conjunta da ABIPLA e da Asso-
ciação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfuma-
ria e Cosméticos (ABIHPEC), no qual a Bombril é associada
pela Bril Cosméticos, que visa atender à Política Nacional
de Resíduos Sólidos, promovendo a profissionalização de
cooperativas de reciclagem.
Assim, as empresas associadas assumem sua responsabi-
lidade de realizar iniciativas visando o direcionamento pós-
consumo das embalagens de seus produtos.
Dimensão Social
Relatório de
Sustentabilidade
2014
38 39
Dimensão
Ambiental
(GRI EN1,EN2,EN3,EN4,EN8,EN21,EN22)
4140
Dimensão Ambiental
Relatório de
Sustentabilidade
2014
Com um papel de relevância para as estratégias da compa-
nhia, a dimensão ambiental recebe constante atenção nos
processos de reestruturação organizacional da Bombril.
O ano de 2014 foi marcado por trabalhos intensos nessa
área, com implantação de novas ferramentas, consolidação
dos resultados das mudanças iniciadas pela área Industrial
no ano anterior e início de processos estruturais relevantes
como a busca pela certificação ISO 14001.
A metodologia utilizada para o desenvolvimento de ferra-
mentas voltadas para a qualidade possibilitaram o estabele-
cimento de metas e indicadores, a identificação de anoma-
lias e a formalização de processos.
A gestão de Meio Ambiente foi reformulada, com a criação
de uma nova estrutura hierárquica, reforçando a importân-
cia da área, que mesmo com os desafios decorrentes de
um crescimento significativo do quadro operacional da em-
presa, promoveu avanços não só para o departamento, mas
também para todas as suas unidades.
Outro destaque do ano foi o fortalecimento dos Subcomitês
de Sustentabilidade. Tratam-se de quatro grupos de tra-
balho, divididos entre os seguintes temas: Água; Energia;
Resíduos; e Pessoas  Processos. Criados inicialmente na
unidade Anchieta (BBA), que concentra 70% da produção
da Bombril, os subcomitês têm o objetivo de avaliar riscos
e impactos sustentáveis para cada um desses aspectos. A
ideia é propor mudanças que possam melhorar o processo
produtivo, incentivando, por exemplo, a utilização de maté-
rias primas mais eficientes. Em 2014, os grupos mantive-
ram a realização de reuniões mensais, envolvendo gerentes
e coordenadores.
Ao mesmo tempo, a Bombril trabalha fortemente para
atender às legislações federais, estaduais e municipais,
com atenção especial às questões ambientais. Buscan-
do um melhor controle de todas as leis relevantes para
a organização, foi implantado na empresa, em 2014, o
software Sistema Operacional de Gestão Integrada - SOGI.
A ferramenta permite aprimorar a gestão dos requisitos
legais de meio ambiente, saúde e segurança no traba-
lho, aplicáveis ao seu ramo de atividade. O software já
é utilizado por mais de 1.300 empresas e é reconhecido
pelo mercado como o sistema mais completo de gestão
integrada do país.
Durante o ano, foi realizada uma grande força tarefa dentro
da empresa no intuito de adequar todos os produtos e ope-
rações às normas aplicáveis à companhia. Nesse sentido, o
SOGI representou uma grande ajuda, permitindo organizar
e padronizar todas as licenças necessárias. Esse intenso
trabalho resultou em diversos planos de ação, que estão em
fase de planejamento e execução.
Outra ferramenta importante implantada em 2014 foi o
Sistema de Indicadores de Sustentabilidade (SIS), que
permite acompanhar a gestão de sustentabilidade de ma-
neira eficiente, concreta e tangível, por meio de indicado-
res específicos.
Em 2014 a Bombril iniciou o processo de implantação da
norma ISO 14001 de gestão ambiental, na unidade sede
(BBA). Como uma atitude inovadora, foi estabelecido que
toda a fase de implantação dos processos voltados para a
certificação será elaborada, coordenada e gerenciada inter-
namente.Apenas a certificação ficará a cargo de órgão cre-
denciado externo, para garantir maior credibilidade. A ação
começou em janeiro de 2014 e tem previsão de término
ao fim de 2016. Durante esse primeiro ano, foi essencial
estabelecer as bases para estruturação da nova cultura da
companhia, definindo aspectos e impactos relevantes na
área de meio ambiente.
Em 2014, a Bombril verificou um aumento no consumo
de algumas matérias-primas, decorrente de um incre-
mento produtivo de 11,27% em toneladas, represen-
tando um aumento de volume produtivo de 12,58% em
relação a 2013.
A companhia implantou 32 projetos voltados para efi-
ciência e otimização de recursos no último ano. Dentre
eles, 22 foram focados em melhorias e 10 direcionados
a novos lançamentos, visando a internalizações, redução
de massa de embalagens, substituição de ativos, resinas
e insumos e busca de novas matérias primas.
Outra importante decisão durante o ano foi internalizar a
gestão de resíduos e estação de tratamento de efluen-
tes (ETE), antes gerenciadas por empresas contratadas.
A decisão tem o objetivo de melhorar o controle sobre
processos e procedimentos, o que está de acordo com o
posicionamento da empresa de assumir cada vez mais a
responsabilidade sobre temas relacionados à sustentabi-
lidade. Esta internalização de processos também diminui
os riscos sobre eventuais não cumprimentos a normas
e legislações ambientais, além de possibilitar inúmeras
oportunidades de melhorias, com um mapeamento mais
detalhado sobre todo o ciclo de vida de seus produtos.
Consumo de Materiais e Gestão de Resíduos
(GRI EN1, EN2, EN22)
Produção em volume, por unidade
2013
Unidade Total Químicos Cresc. % Total Lã de Aço Cresc. % Total Geral Unid. Cresc. %
Total Geral BBA 25.966.331 - 1.224.108 - 27.190.439 -
Total Geral BBN 6.561.224 - 722.680 - 7.283.904 -
Total Geral BBM 2.225.995 - 928.233 - 3.154.228 -
Total Geral Bombril 34.753.550 - 2.875.021 - 37.628.571 -
2014
Unidade Total Químicos Cresc. % Total Lã de Aço Cresc. % Total Geral Unid. Cresc. %
Total Geral BBA 29.286.437 12,79% 1.273.200 4,01% 30.559.637 12,39%
Total Geral BBN 7.613.273 16,03% 722.113 -0,08% 8.335.386 14,44%
Total Geral BBM 2.586.024 16,17% 880.155 -5,18% 3.466.179 9,98%
Total Geral Bombril 39.485.734 13,62% 2.875.468 0,02% 42.361.202 12,58%
42 43
Atenta aos impactos ambientais de embalagens e resíduos,
a Bombril utiliza PET reciclado em sua produção. Devido
a aperfeiçoamentos no processo, o uso do material prove-
niente de reaproveitamento aumentou em comparação ao
ano anterior, chegando a 96,3% de toda a resina de PET
utilizada pela empresa.
(GRI EN22)
Foi descartado um total de 5.622 toneladas de resíduos
durante o ano, dos quais 5.508 toneladas foram destina-
das à reciclagem e aterro industrial, classificados como não
perigosos. Os resíduos perigosos totalizaram 114 toneladas
e tiveram três tipos de disposição: aterro industrial, copro-
cessamento e incineração.
Dimensão Ambiental
Relatório de
Sustentabilidade
2014
Água
(GRI EN8, EN21)
A Bombril tem buscado formas de melhorar a gestão do
uso da água em todas as suas unidades e conseguiu atingir
suas metas de crescimento operacional em conjunto com
um eficiente uso da água.
Com ajuda do Subcomitê de Água, criado em 2013, fo-
ram realizados projetos de reutilização de água de setup
e espaçamentos maiores entre as lavagens do Mycro Pull.
Com isso, 272 toneladas de produtos derivados de águas
de setup foram reutilizadas e 2.200 m3
de água derivadas
dos maiores espaçamentos do Mycro Pull, deixaram de
ser enviadas à ETE. O subcomitê é formado por colabo-
radores de diversas áreas, incluindo operacional, enge-
nharia, meio ambiente e outras, permitindo, assim, que o
tema seja discutido em toda a companhia e não apenas
em uma área específica.
Volume total de água retirada
por fonte (m³) (GRI EN8)
2013 2014
Água subterrânea 518.282 496.008
Abastecimento de água municipal
ou de outros serviços de água
103.554 129.785
Total 621.836 625.793
Em 2013, o
consumo foi de
1,50
M3
/ton
produzida
Em 2014, o
consumo foi de
1,36
m3
/ton
produzida
Em relação ao volume de água descartada,a diminuição dos
efluentes industriais ocorreu devido à redução de passivo de
químicos estocados nas áreas fabris e à nova política de
doação de produtos químicos, evitando que uma quantida-
de de produto significativa chegasse ao vencimento dentro
das áreas fabris. O aumento de efluentes sanitários ocorreu
devido ao aumento de 23 dias trabalhados em 2014.
O ano de 2014 foi de amadurecimento das ações de otimi-
zação do uso desse importante recurso natural e os projetos
previstos para 2015 são ainda mais desafiadores. A pro-
dução de químicos, grande responsável pelo consumo de
água, cresceu 13,6% em volume em 2014, e o consumo
de água da companhia foi apenas 0,6% maior do que em
2013, o que comprova uma economia de aproximadamente
70 mil m3
de água no período.
Volume total de água descartada * (GRI EN21)
Tipo 2014 (m³) Destinação
Industrial 5.435
Tratamento físico-químico
e lançamento na rede da
Sabesp
Sanitário 64.303
Lançamento na rede
coletora da Sabesp
Volume total descartado 69.738
* Dados referentes à unidade de São Bernardo do Campo (SP). As demais unidades
não possuem medidor.
Energia
(GRI EN3, EN4)
Consumo de combustíveis / energia (GJ) (GRI EN3, EN4)
Tipo de combustíveis 2014
GLP 10.908
GN 823
Diesel 1
Total 10.909
Eletricidade 215.512
Em 2013, o
consumo foi de
135,27
kwh/ton
produzida
Em 2014, o
consumo foi de
131,64
kwh/ton
produzida
Devido a um melhor planejamento operacional, isto é, maior
eficiência de novos maquinários e menor tempo de máqui-
nas ligadas sem produzir, houve uma economia significativa
do consumo de energia considerando o aumento de produ-
ção da Bombril em 2014.
Materiais não renováveis (GRI EN1) 2013 2014
Nome do material Tipo de materiais Volume/peso
Aço Arame de aço - diversas medidas (ton) 31.042 31.996
Plástico Polietileno de alta densidade (PEAD) para frasco (ton) 11.386 9.323
Plástico Politereftalato de etileno (PET) virgem (ton) 144 154
Plástico Frascos (Mi) 754.750 812.799
Plástico Tampas (Mi) 604.085 633.682
Químico Lauril éter sulfato de sódio (ton) 15.596 17.712
Químico Alquilbenzeno linear sulfonado 96,5% (ton) 12.756 14.405
Químico Sulfato de magnésio heptahidratado (ton) 4.043 4.580
Químico Quaternário de amônio 75% (Ton) 3.207 3.484
Químico Soda cáustica líquida (ton) 3.235 3.627
Químico Corantes (ton) 10 10
Químico Pigmentos (ton) 1 1
Químico Óleo emulsionável (m³) 143 148
Químico Álcool 96º GL (m³) 332 462
Embalagem Filmes em geral (ton) 2.066 2.251
Embalagem Fita adesiva - caixa 28 mm x 1200 m (m) 30.374.224 35.807.171
Embalagem Fita gomada - diversas (m) 4.564.629 7.304.060
Papel e papelão Embalagens em geral (MI) 69.431 531.703

Materiais Não renováveis Provenientes de Reciclagem (GRI EN2)
Nome do Material Tipo de Material 2013 2014
Plástico PET Reciclado (ton) 3.419 4.121
Peso dos resíduos (ton) 2014 Método de disposição
Resíduos perigosos
50,34 Reciclagem
4,41 Incineração
1,26 Aterro Industrial
42,65 Coprocessamento
Resíduos não perigosos
4.340,75 Reciclagem
1.167,40 Aterro Industrial
Total descartado 5.606,81
44 45
4746
ÍNDICE REMISSIVO
GRI
(GRI 3.12)
ESTRATÉGIA E ANÁLISE
1.1 4
PERFIL ORGANIZACIONAL
2.1 Nome da organização. 10
2.2 Principais marcas, produtos e/ou serviços. 10
2.3 Estrutura operacional da organização. 10
2.4 Localização da sede da organização. 10
2.5 Número de países em que a organização opera. 12
2.6 Tipo e natureza jurídica da propriedade. 10
2.7 Mercados atendidos. 12
2.8 Porte da organização. 10, 12
2.9
Principais mudanças referentes a porte,
estrutura ou participação acionária.
Em 2014 não houve mudança
significativa, abertura ou fechamento
de unidades da Bombril.
2.10 Prêmios recebidos. 17
Índice Remissivo GRI
Relatório de
Sustentabilidade
2014
PARÂMETROS DO RELATÓRIO
3.1 Período coberto pelo relatório. 6, 7
3.2 Data do relatório anterior mais recente. 6, 7
3.3 Ciclo de emissão de relatórios. 6, 7
3.4
Dados para contato em caso de perguntas
relativas ao relatório ou seu conteúdo.
6, 7
3.5 Processo para definição do conteúdo do relatório. 6, 7
3.6 Limite do relatório. 6, 7
3.7
Declaração sobre quaisquer limitações específicas
quanto ao escopo ou limite do relatório.
6, 7
3.8
Base para o relatório no que se refere a outras instalações
que possam afetar significativamente a comparabilidade
entre períodos e/ou entre organizações.
6, 7
3.10
Explicação das consequências de quaisquer reformulações de
informações fornecidas em relatórios anteriores.
Em 2014, não houve alteração
em relação ao relatório anterior.
3.11
Mudanças significativas em comparação com anos anteriores no que se
refere a escopo, limite ou métodos de medição aplicados no relatório.
Em 2014, não houve alteração
em relação ao relatório anterior.
3.12 Tabela que identifica a localização das informações no relatório. 47
3.13
Política e prática atual relativa à busca
de verificação externa para o relatório.
Em 2014, o relatório não foi
submetido à verificação externa.
Indicador Descrição Observação/Página no RelatórioIndicador Descrição Observação/Página no Relatório
48 49
Indicador Descrição Observação/Página no Relatório
Índice Remissivo GRI
Relatório de
Sustentabilidade
2014
GOVERNANÇA, COMPROMISSO E ENGAJAMENTO
4.1 Estrutura de governança da organização. 20
4.2
Indicação caso o presidente do mais alto órgão de
governança também seja um diretor executivo.
20
4.3
Para organizações com uma estrutura de administração
unitária, declaração de número de membros independentes
ou não executivos do mais alto órgão de governança.
20
4.4
Mecanismos para que acionistas e empregados façam recomendações
ou deem orientações ao mais alto órgão de governança.
20
4.6
Processos em vigor no mais alto órgão de governança
para assegurar que conflitos de interesse sejam evitados.
20
4.8
Declarações de missão e valores,
códigos de conduta e princípios internos.
13
4.9
Procedimentos do mais alto órgão de governança
para supervisionar a identificação e gestão por parte da
organização do desempenho econômico, ambiental e social.
20
4.12
Cartas, princípios, ou outras iniciativas desenvolvidas externamente de
caráter econômico, ambiental e social que a organização subscreve ou
endossa.
39
4.13
Participação em associações (como federações de indústrias) e/ou
organismos nacionais/internacionais de defesa em que a organização:
- possui assento em grupos responsáveis
pela governança corporativa;
- integra projetos ou comitês;
- contribui com recursos de monta além
da taxa básica como organização associada;
- considera estratégica sua atuação como associada.
Isso se refere principalmente à participação
como associada do ponto de vista da organização.
39
4.14 Relação de grupos de stakeholders engajados pela organização. 6, 7
4.15
Base para a identificação e seleção de
stakeholders com os quais engajar-se.
6, 7
DESEMPENHO ECONÔMICO
EC1
Valor econômico direto gerado e distribuído, incluindo receitas,
custos operacionais, remuneração de empregados, doações
e outros investimentos na comunidade, lucros acumulados
e pagamentos para provedores de capital e governos.
26
EC5
Variação da proporção do salário mais baixo comparado ao
salário mínimo local em unidades operacionais importantes.
32
EC6
Políticas, práticas e proporção de gastos com fornecedores
locais em unidades operacionais importantes.
37
DESEMPENHO AMBIENTAL
EN1 Materiais usados por peso ou volume. 43
EN2 Percentual dos materiais usados provenientes de reciclagem. 43
EN3 Consumo de energia direta discriminado por fonte de energia primária. 45
EN4 Consumo de energia indireta discriminado por fonte primária. 45
EN6
Iniciativas para fornecer produtos e serviços com baixo consumo
de energia, ou que usem energia gerada por recursos renováveis,
e redução na necessidade de energia resultante dessas iniciativas.
A Bombril não possui sistema para controle
de energia para produtos e serviços.
EN8 Total de retirada de água por fonte. 45
EN10 Percentual e volume total de água reciclada/reutilizada.
A Bombril não possui sistema de
reciclagem ou reutilização de água.
Indicador Descrição Observação/Página no Relatório
50 51
Índice Remissivo GRI
Relatório de
Sustentabilidade
2014
EN21 Descarte total de água, por qualidade e destinação. 45
EN22 Peso total de resíduos, por tipo e método de disposição. 43
RELAÇÕES TRABALHISTAS
LA1
Total de trabalhadores por tipo de emprego,
contrato de trabalho e região.
30
LA2
Número total e taxa de rotatividade de
empregados por faixa etária, gênero e região.
31
LA4
Percentual de empregados abrangidos
por acordos de negociação coletiva.
30
LA6
Percentual dos empregados representados em comitês formais
de segurança e saúde, compostos por gestores e trabalhadores,
que ajudam no monitoramento e aconselhamento sobre programas
de segurança e saúde ocupacional.
34
LA7
Taxas de lesões, doenças ocupacionais, dias perdidos, absenteísmo
e óbitos relacionados ao trabalho, por região e por gênero.
34
LA10
Média de horas de treinamento por ano, por empregado,
discriminadas por categoria funcional e por gênero.
32
LA14
Proporção de salário base entre homens e mulheres, discriminados
por categoria funcional e por operações em locais significativos.
32
DIREITOS HUMANOS
HR4
Número total de casos de discriminação
e as medidas corretivas tomadas.
31
HR6
Operações e fornecedores significativos identificados como de
risco significativo de ocorrência de trabalho infantil e medidas
tomadas para contribuir para a efetiva abolição do trabalho infantil.
37
HR7
Operações e fornecedores significativos identificados como de risco
significativo de ocorrência de trabalho forçado ou análogo ao escravo
e as medidas tomadas para contribuir para a erradicação de todas
as formas de trabalho forçado ou análogo ao escravo.
37
SOCIEDADE
SO1
Natureza, escopo e eficácia de quaisquer programas e práticas
para avaliar e gerir os impactos das operações nas comunidades,
incluindo a entrada, operação e saída.
23, 38
SO4 Medidas tomadas em resposta a casos de corrupção.
Em 2014, não foram identificados
casos de corrupção na Bombril.
SO10
Medidas de prevenção e mitigação implementadas
em operações com impactos negativos significativos
potenciais ou reais em comunidades locais.
23
RESPONSABILIDADE PELO PRODUTO
PR2
Número total de casos de não conformidade com regulamentos
e códigos voluntários relacionados aos impactos causados por
produtos e serviços na saúde e segurança, durante o ciclo de
vida, discriminados por tipo e resultado.
Em 2014, não ocorreram casos de não
conformidades com os regulamentos e
códigos voluntários por produtos e serviços.
PR3
Tipo de informação sobre produtos e serviços exigido por
procedimentos de rotulagem, e o percentual de produtos e
serviços sujeitos a tais exigências.
36
PR4
Número total de casos de não conformidade com regulamentos
e códigos voluntários relacionados a informações e rotulagem
de produtos e serviços, discriminados por tipo de resultado.
36
PR5
Práticas relacionadas à satisfação do cliente, incluindo
resultados de pesquisas que medem essa satisfação.
36
PR6
Programas de adesão às leis, normas e códigos
voluntários relacionados a comunicações de marketing,
incluindo publicidade, promoção e patrocínio.
36
PR7
Número total de casos de não conformidade com regulamentos e
códigos voluntários relativos a comunicações de marketing, incluindo
publicidade, promoção e patrocínio, discriminados por tipo de resultado.
Em 2014, não houve casos de não
conformidade com os regulamentos
relativos à comunicação de marketing.
PR9
Valor monetário de multas (significativas) por não
conformidade com leis e regulamentos relativos
ao fornecimento e uso de produtos e serviços.
36
Indicador Descrição Observação/Página no RelatórioIndicador Descrição Observação/Página no Relatório
52 53
Realização
Bombril
Coordenação
Bombril
Luciana de Freitas Rego
Thiago Rodrigues de Souza Lopes
Priscila Guimarães
Conteúdo Técnico GRI e Redação
Visão Sustentável – www.visaosustentavel.com.br
José Pascowitch, Andrea Fumo,
Carolina Besse, Ana Lucia Berndt.
Projeto Gráfico
Bombril S.A
Debora Ambar
S+G Comunicação - www.smaisg.com.br
Fotos
Roger Panhan
Esta publicação é de responsabilidade da Bombril.
Endereço:
Marginal da Via Anchieta, km 14
São Bernardo do Campo (SP)
www.bombril.com.br
Para informações, sugestões, críticas ou comentários,
favor entrar em contato pelo canal:
sustentabilidade@bombril.com.br
Créditos
Relatório de
Sustentabilidade
2014
5454
BomBril S.A.
Marginal da Via Anchieta, Km 14
São Bernardo do Campo · SP
www.bombril.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

modelo de Carnê missionário talões
modelo de Carnê missionário talõesmodelo de Carnê missionário talões
modelo de Carnê missionário talões
Wanderson-Kássia Custódio
 
Jogral
JogralJogral
Direitos e deveres do aluno
Direitos e deveres do alunoDireitos e deveres do aluno
Direitos e deveres do aluno
Dulcilene Figueiredo
 
Apresentação de Marketing - empresa McDonald's
Apresentação de Marketing - empresa McDonald's Apresentação de Marketing - empresa McDonald's
Apresentação de Marketing - empresa McDonald's
Roberta Muniz
 
História da Cacau Show
História da Cacau ShowHistória da Cacau Show
História da Cacau Show
ENNED ADRIAN PETERSEN
 
Atividades Iluminismo
Atividades   IluminismoAtividades   Iluminismo
Atividades Iluminismo
Eduardo Mariño Rial
 
Campanha Cacau Show
Campanha Cacau ShowCampanha Cacau Show
Campanha Cacau Show
Talita Tata
 
Marketing de vinhos Dão
Marketing de vinhos DãoMarketing de vinhos Dão
Marketing de vinhos Dão
Paulo de Matos Graça Ramos
 
Marketing - Kopenhagen
Marketing - KopenhagenMarketing - Kopenhagen
Marketing - Kopenhagen
Jaques Projetos
 
Gestão de produtos e marcas
Gestão de produtos e marcasGestão de produtos e marcas
Gestão de produtos e marcas
Charles Bezerra
 
Empresa Natura
Empresa NaturaEmpresa Natura
Empresa Natura
Denise Marinho
 
Curriculum Vitae Viviana Teran | Gerente de Marketing | Gerente Sênior de Pro...
Curriculum Vitae Viviana Teran | Gerente de Marketing | Gerente Sênior de Pro...Curriculum Vitae Viviana Teran | Gerente de Marketing | Gerente Sênior de Pro...
Curriculum Vitae Viviana Teran | Gerente de Marketing | Gerente Sênior de Pro...
Viviana Teran
 
Principais Tratados Ambientais
Principais Tratados AmbientaisPrincipais Tratados Ambientais
Principais Tratados Ambientais
ciacinco
 
ATIVIDADE 8° ANO REVOLTAS COLONIAIS.docx
ATIVIDADE 8° ANO REVOLTAS COLONIAIS.docxATIVIDADE 8° ANO REVOLTAS COLONIAIS.docx
ATIVIDADE 8° ANO REVOLTAS COLONIAIS.docx
Aparecida Maia
 
Petróleo no brasil
Petróleo no brasilPetróleo no brasil
Petróleo no brasil
Salageo Cristina
 
Relacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoalRelacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoal
Atividades Diversas Cláudia
 
Controle da poluição hídrica
Controle da poluição hídricaControle da poluição hídrica
Controle da poluição hídrica
Maria Hogan Teves
 
História – brasil ditadura militar 01 – 2013 – ifba
História – brasil ditadura militar 01 – 2013 – ifbaHistória – brasil ditadura militar 01 – 2013 – ifba
História – brasil ditadura militar 01 – 2013 – ifba
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
Cruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouroCruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouro
Talita Barreto
 
Campanha contra a homofobia na escola
Campanha contra a homofobia na escolaCampanha contra a homofobia na escola
Campanha contra a homofobia na escola
Rafael Oliveira
 

Mais procurados (20)

modelo de Carnê missionário talões
modelo de Carnê missionário talõesmodelo de Carnê missionário talões
modelo de Carnê missionário talões
 
Jogral
JogralJogral
Jogral
 
Direitos e deveres do aluno
Direitos e deveres do alunoDireitos e deveres do aluno
Direitos e deveres do aluno
 
Apresentação de Marketing - empresa McDonald's
Apresentação de Marketing - empresa McDonald's Apresentação de Marketing - empresa McDonald's
Apresentação de Marketing - empresa McDonald's
 
História da Cacau Show
História da Cacau ShowHistória da Cacau Show
História da Cacau Show
 
Atividades Iluminismo
Atividades   IluminismoAtividades   Iluminismo
Atividades Iluminismo
 
Campanha Cacau Show
Campanha Cacau ShowCampanha Cacau Show
Campanha Cacau Show
 
Marketing de vinhos Dão
Marketing de vinhos DãoMarketing de vinhos Dão
Marketing de vinhos Dão
 
Marketing - Kopenhagen
Marketing - KopenhagenMarketing - Kopenhagen
Marketing - Kopenhagen
 
Gestão de produtos e marcas
Gestão de produtos e marcasGestão de produtos e marcas
Gestão de produtos e marcas
 
Empresa Natura
Empresa NaturaEmpresa Natura
Empresa Natura
 
Curriculum Vitae Viviana Teran | Gerente de Marketing | Gerente Sênior de Pro...
Curriculum Vitae Viviana Teran | Gerente de Marketing | Gerente Sênior de Pro...Curriculum Vitae Viviana Teran | Gerente de Marketing | Gerente Sênior de Pro...
Curriculum Vitae Viviana Teran | Gerente de Marketing | Gerente Sênior de Pro...
 
Principais Tratados Ambientais
Principais Tratados AmbientaisPrincipais Tratados Ambientais
Principais Tratados Ambientais
 
ATIVIDADE 8° ANO REVOLTAS COLONIAIS.docx
ATIVIDADE 8° ANO REVOLTAS COLONIAIS.docxATIVIDADE 8° ANO REVOLTAS COLONIAIS.docx
ATIVIDADE 8° ANO REVOLTAS COLONIAIS.docx
 
Petróleo no brasil
Petróleo no brasilPetróleo no brasil
Petróleo no brasil
 
Relacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoalRelacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoal
 
Controle da poluição hídrica
Controle da poluição hídricaControle da poluição hídrica
Controle da poluição hídrica
 
História – brasil ditadura militar 01 – 2013 – ifba
História – brasil ditadura militar 01 – 2013 – ifbaHistória – brasil ditadura militar 01 – 2013 – ifba
História – brasil ditadura militar 01 – 2013 – ifba
 
Cruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouroCruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouro
 
Campanha contra a homofobia na escola
Campanha contra a homofobia na escolaCampanha contra a homofobia na escola
Campanha contra a homofobia na escola
 

Destaque

Impsa relatório de sustentabilidade 2010-12
Impsa   relatório de sustentabilidade 2010-12Impsa   relatório de sustentabilidade 2010-12
Impsa relatório de sustentabilidade 2010-12
wesleyfteixeira
 
Relatorio de Sustentabilidade Ampla 2008
Relatorio de Sustentabilidade Ampla 2008Relatorio de Sustentabilidade Ampla 2008
Relatorio de Sustentabilidade Ampla 2008
Endesa Brasil
 
Relatorio anual-gerdau-2014
Relatorio anual-gerdau-2014Relatorio anual-gerdau-2014
Relatorio anual-gerdau-2014
Daniel Reis Duarte Pousa
 
RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DA ORGANIZAÇÃO DA CONFERÊNCIA RIO+20
RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DA ORGANIZAÇÃO DA CONFERÊNCIA RIO+20RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DA ORGANIZAÇÃO DA CONFERÊNCIA RIO+20
RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DA ORGANIZAÇÃO DA CONFERÊNCIA RIO+20
EMERGING MARKETS RESEARCH & CONSULTING
 
Relatório de Sustentabilidade 2012 Hospital Sírio-Libanês
Relatório de Sustentabilidade 2012   Hospital Sírio-LibanêsRelatório de Sustentabilidade 2012   Hospital Sírio-Libanês
Relatório de Sustentabilidade 2012 Hospital Sírio-Libanês
Nathália Camargo
 
Aula 1 orçamento empresarial
Aula 1   orçamento empresarialAula 1   orçamento empresarial
Aula 1 orçamento empresarial
PAULO Leal
 
Planejamento Orçamentário em Eventos 2
Planejamento Orçamentário em Eventos 2Planejamento Orçamentário em Eventos 2
Planejamento Orçamentário em Eventos 2
mairamed
 
Aula teste orçamento empresarial
Aula teste orçamento empresarialAula teste orçamento empresarial
Aula teste orçamento empresarial
duartedebora
 
Aula 2 noções de orçamentos
Aula 2   noções de orçamentosAula 2   noções de orçamentos
Aula 2 noções de orçamentos
ISMENIA10
 
ORÇAMENTO EMPRESARIAL
ORÇAMENTO EMPRESARIALORÇAMENTO EMPRESARIAL
ORÇAMENTO EMPRESARIAL
Juliane Aparecida Alves
 
Curso redes sociais cidade rio 24012011
Curso redes sociais cidade rio 24012011Curso redes sociais cidade rio 24012011
Curso redes sociais cidade rio 24012011
Fernando Flessati
 
Thomson 368
Thomson 368Thomson 368
Thomson 368
skywu26
 
Verismo per zacademy
Verismo per zacademyVerismo per zacademy
Verismo per zacademy
marziafontana
 
Teorias
TeoriasTeorias
Teorias
brenellyj
 
Presentación1
Presentación1Presentación1
Presentación1
pamela andrango
 
Teorias
TeoriasTeorias
Teorias
brenellyj
 
HTML Básico 2
HTML Básico 2HTML Básico 2
HTML Básico 2
ProfessorLuiz
 
Celebracao da vida
Celebracao da vidaCelebracao da vida
Celebracao da vida
Mensagens Virtuais
 
Gaceta 241 ley_822_ley_de_concertación_tributaria_del_17-dic-2012
Gaceta 241 ley_822_ley_de_concertación_tributaria_del_17-dic-2012Gaceta 241 ley_822_ley_de_concertación_tributaria_del_17-dic-2012
Gaceta 241 ley_822_ley_de_concertación_tributaria_del_17-dic-2012
AUDITORIA Y CONSULTORIA, S.A.
 
Forbes usaee lecture lehigh university nov 5 2015
Forbes usaee lecture    lehigh university nov 5 2015Forbes usaee lecture    lehigh university nov 5 2015
Forbes usaee lecture lehigh university nov 5 2015
Kevin Forbes
 

Destaque (20)

Impsa relatório de sustentabilidade 2010-12
Impsa   relatório de sustentabilidade 2010-12Impsa   relatório de sustentabilidade 2010-12
Impsa relatório de sustentabilidade 2010-12
 
Relatorio de Sustentabilidade Ampla 2008
Relatorio de Sustentabilidade Ampla 2008Relatorio de Sustentabilidade Ampla 2008
Relatorio de Sustentabilidade Ampla 2008
 
Relatorio anual-gerdau-2014
Relatorio anual-gerdau-2014Relatorio anual-gerdau-2014
Relatorio anual-gerdau-2014
 
RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DA ORGANIZAÇÃO DA CONFERÊNCIA RIO+20
RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DA ORGANIZAÇÃO DA CONFERÊNCIA RIO+20RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DA ORGANIZAÇÃO DA CONFERÊNCIA RIO+20
RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DA ORGANIZAÇÃO DA CONFERÊNCIA RIO+20
 
Relatório de Sustentabilidade 2012 Hospital Sírio-Libanês
Relatório de Sustentabilidade 2012   Hospital Sírio-LibanêsRelatório de Sustentabilidade 2012   Hospital Sírio-Libanês
Relatório de Sustentabilidade 2012 Hospital Sírio-Libanês
 
Aula 1 orçamento empresarial
Aula 1   orçamento empresarialAula 1   orçamento empresarial
Aula 1 orçamento empresarial
 
Planejamento Orçamentário em Eventos 2
Planejamento Orçamentário em Eventos 2Planejamento Orçamentário em Eventos 2
Planejamento Orçamentário em Eventos 2
 
Aula teste orçamento empresarial
Aula teste orçamento empresarialAula teste orçamento empresarial
Aula teste orçamento empresarial
 
Aula 2 noções de orçamentos
Aula 2   noções de orçamentosAula 2   noções de orçamentos
Aula 2 noções de orçamentos
 
ORÇAMENTO EMPRESARIAL
ORÇAMENTO EMPRESARIALORÇAMENTO EMPRESARIAL
ORÇAMENTO EMPRESARIAL
 
Curso redes sociais cidade rio 24012011
Curso redes sociais cidade rio 24012011Curso redes sociais cidade rio 24012011
Curso redes sociais cidade rio 24012011
 
Thomson 368
Thomson 368Thomson 368
Thomson 368
 
Verismo per zacademy
Verismo per zacademyVerismo per zacademy
Verismo per zacademy
 
Teorias
TeoriasTeorias
Teorias
 
Presentación1
Presentación1Presentación1
Presentación1
 
Teorias
TeoriasTeorias
Teorias
 
HTML Básico 2
HTML Básico 2HTML Básico 2
HTML Básico 2
 
Celebracao da vida
Celebracao da vidaCelebracao da vida
Celebracao da vida
 
Gaceta 241 ley_822_ley_de_concertación_tributaria_del_17-dic-2012
Gaceta 241 ley_822_ley_de_concertación_tributaria_del_17-dic-2012Gaceta 241 ley_822_ley_de_concertación_tributaria_del_17-dic-2012
Gaceta 241 ley_822_ley_de_concertación_tributaria_del_17-dic-2012
 
Forbes usaee lecture lehigh university nov 5 2015
Forbes usaee lecture    lehigh university nov 5 2015Forbes usaee lecture    lehigh university nov 5 2015
Forbes usaee lecture lehigh university nov 5 2015
 

Semelhante a Relatório de Sustentabilidade Bombril 2014

2013 04 12_expo money curitiba
2013 04 12_expo money curitiba2013 04 12_expo money curitiba
2013 04 12_expo money curitiba
Providência
 
2013 04 12_expo money curitiba en
2013 04 12_expo money curitiba en2013 04 12_expo money curitiba en
2013 04 12_expo money curitiba en
Providência
 
Análise: Os vendedores de beleza
Análise: Os vendedores de belezaAnálise: Os vendedores de beleza
Análise: Os vendedores de beleza
Miti Inteligência
 
Como a bombril se reinventou
Como a bombril se reinventouComo a bombril se reinventou
Como a bombril se reinventou
Moises Ribeiro
 
Relatório anual 2012 (pt) melhor resolução (site)
Relatório anual 2012 (pt) melhor resolução (site)Relatório anual 2012 (pt) melhor resolução (site)
Relatório anual 2012 (pt) melhor resolução (site)
brpharma
 
13_02_2012
13_02_201213_02_2012
13_02_2012
Ricardo Pastore
 
Agência limonada Briefing Dolly
Agência limonada Briefing DollyAgência limonada Briefing Dolly
Agência limonada Briefing Dolly
pablonaba
 
Adm atividade estratégia va-2014_2_vf
Adm   atividade estratégia va-2014_2_vfAdm   atividade estratégia va-2014_2_vf
Adm atividade estratégia va-2014_2_vf
katiagomide
 
Adm atividade estratégia va-2014_2_vf
Adm   atividade estratégia va-2014_2_vfAdm   atividade estratégia va-2014_2_vf
Adm atividade estratégia va-2014_2_vf
katiagomide
 
Adm atividade estratégia va-2014_2_vf
Adm   atividade estratégia va-2014_2_vfAdm   atividade estratégia va-2014_2_vf
Adm atividade estratégia va-2014_2_vf
katiagomide
 
multimedia.pdf
multimedia.pdfmultimedia.pdf
multimedia.pdf
alessandrasilvaarauj
 
Plano de produto da Empresa Natura
Plano de produto da Empresa NaturaPlano de produto da Empresa Natura
Plano de produto da Empresa Natura
France Michel Ferreira
 
WeLive
WeLiveWeLive
WeLive
Lucasferes
 
WeLive
WeLiveWeLive
WeLive
Lucasferes
 
Estudo: A sustentabilidade no mundo corporativo
Estudo: A sustentabilidade no mundo corporativoEstudo: A sustentabilidade no mundo corporativo
Estudo: A sustentabilidade no mundo corporativo
Miti Inteligência
 
Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código
Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código
Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código
GS1 Brasil
 
Apresentacao Lideres Belcorp
Apresentacao Lideres BelcorpApresentacao Lideres Belcorp
Apresentacao Lideres Belcorp
BelCorp Brasil
 
Aliança Estratégica Perdigão E Unilever[1](3)
Aliança Estratégica   Perdigão E Unilever[1](3)Aliança Estratégica   Perdigão E Unilever[1](3)
Aliança Estratégica Perdigão E Unilever[1](3)
GrupoPerdigaoUnilever
 
Apresentação Líderes BELCORP
Apresentação Líderes BELCORPApresentação Líderes BELCORP
Apresentação Líderes BELCORP
Renata C R Ferreira
 
Trabalho sobre Slim Sal
Trabalho sobre Slim SalTrabalho sobre Slim Sal
Trabalho sobre Slim Sal
Rodrigo De Vincenzo Monteiro
 

Semelhante a Relatório de Sustentabilidade Bombril 2014 (20)

2013 04 12_expo money curitiba
2013 04 12_expo money curitiba2013 04 12_expo money curitiba
2013 04 12_expo money curitiba
 
2013 04 12_expo money curitiba en
2013 04 12_expo money curitiba en2013 04 12_expo money curitiba en
2013 04 12_expo money curitiba en
 
Análise: Os vendedores de beleza
Análise: Os vendedores de belezaAnálise: Os vendedores de beleza
Análise: Os vendedores de beleza
 
Como a bombril se reinventou
Como a bombril se reinventouComo a bombril se reinventou
Como a bombril se reinventou
 
Relatório anual 2012 (pt) melhor resolução (site)
Relatório anual 2012 (pt) melhor resolução (site)Relatório anual 2012 (pt) melhor resolução (site)
Relatório anual 2012 (pt) melhor resolução (site)
 
13_02_2012
13_02_201213_02_2012
13_02_2012
 
Agência limonada Briefing Dolly
Agência limonada Briefing DollyAgência limonada Briefing Dolly
Agência limonada Briefing Dolly
 
Adm atividade estratégia va-2014_2_vf
Adm   atividade estratégia va-2014_2_vfAdm   atividade estratégia va-2014_2_vf
Adm atividade estratégia va-2014_2_vf
 
Adm atividade estratégia va-2014_2_vf
Adm   atividade estratégia va-2014_2_vfAdm   atividade estratégia va-2014_2_vf
Adm atividade estratégia va-2014_2_vf
 
Adm atividade estratégia va-2014_2_vf
Adm   atividade estratégia va-2014_2_vfAdm   atividade estratégia va-2014_2_vf
Adm atividade estratégia va-2014_2_vf
 
multimedia.pdf
multimedia.pdfmultimedia.pdf
multimedia.pdf
 
Plano de produto da Empresa Natura
Plano de produto da Empresa NaturaPlano de produto da Empresa Natura
Plano de produto da Empresa Natura
 
WeLive
WeLiveWeLive
WeLive
 
WeLive
WeLiveWeLive
WeLive
 
Estudo: A sustentabilidade no mundo corporativo
Estudo: A sustentabilidade no mundo corporativoEstudo: A sustentabilidade no mundo corporativo
Estudo: A sustentabilidade no mundo corporativo
 
Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código
Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código
Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código
 
Apresentacao Lideres Belcorp
Apresentacao Lideres BelcorpApresentacao Lideres Belcorp
Apresentacao Lideres Belcorp
 
Aliança Estratégica Perdigão E Unilever[1](3)
Aliança Estratégica   Perdigão E Unilever[1](3)Aliança Estratégica   Perdigão E Unilever[1](3)
Aliança Estratégica Perdigão E Unilever[1](3)
 
Apresentação Líderes BELCORP
Apresentação Líderes BELCORPApresentação Líderes BELCORP
Apresentação Líderes BELCORP
 
Trabalho sobre Slim Sal
Trabalho sobre Slim SalTrabalho sobre Slim Sal
Trabalho sobre Slim Sal
 

Relatório de Sustentabilidade Bombril 2014

  • 2. Mensagem do Presidente Perfil da Organização – A Bombril Desempenho Financeiro Dimensão Ambiental Sobre este Relatório Governança Corporativa Dimensão Social Índice Remissivo GRI Créditos Índice
  • 3. Mensagem do Presidente (GRI 1.1) Consolidando o comprometimento da Bombril com o cres- cimento sustentável, temos prazer em anunciar nosso se- gundo Relatório de Sustentabilidade. Há um ano e meio à frente da Presidência da Bombril, mantive o foco em promover melhorias na performance em toda a cadeia de operação e seguir firme na rota de crescimento da com- panhia. Além do plano arrojado de expansão para 2015, demos continuidade a todas as nossas ações, estrutura- dos em três pilares fundamentais: inovação, modernidade e foco em ações de protagonismo da mulher brasileira. Enquanto o mercado se retrai, a Bombril continua cres- cendo na casa dos dois dígitos.Registramos em 2014,re- ceita bruta de R$ 1,62 bilhão com crescimento de 84,5% no resultado operacional da empresa. Superamos nossa meta e melhoramos 80,8% do EBITDA da companhia, e nosso alvo é continuar o crescimento na casa de 20% do lucro líquido em 2015, dobrando o resultado operacional. Estamos investindo em tecnologia da informação e na aquisição de maquinários para melhorar os processos in- ternos e, assim, ampliar o crescimento operacional e os indicadores de produtividade. E para alinharmos nossas metas do planejamento estratégico com nossos colabo- radores, renomeamos a área de Recursos Humano, que passa a se chamar Desenvolvimento Organizacional & Carreira, com uma nova filosofia e foco no crescimento profissional de cada colaborador; e a área de Governança & Cidadania, que tem como missão potencializar o equi- líbrio entre pessoas, economia e meio ambiente. Vamos investir em atividades com foco em qualidade de vida, ati- tude e valores voltados à sustentabilidade e solidariedade. A Bombril tem muito orgulho de ser uma empresa brasi- leira que faz parte da cultura popular e que conquistou, ao longo de seis décadas, a confiança de milhões de con- sumidores. Neste ano, vamos lançar nossa maior e mais arrojada campanha de mídia e o nosso garoto Bombril, Carlos Moreno, vai ganhar um reforço triplo na bancada de produtos: Ivete Sangalo, a embaixadora da marca em 2015, Dani Calabresa e Mônica Iozzi. O time de estrelas vai apresentar ao público o conceito “Toda Brasileira é uma Diva” e compartilhar o que descobrimos em uma pesquisa feita com mulheres de todo o território nacional: que a diva é a mulher comum, que batalha, conquista seu espaço e, sobretudo, tem atitude. Para 2015, apesar das incertezas do mercado, a Bombril vai continuar trabalhando com metas agressivas de cres- cimento e com o espírito de superação. Vamos buscar soluções nas adversidades para cumprir nossa meta, que é a de crescer dois dígitos em faturamento, além de am- pliar nossa participação de mercado. Um abraço! Marcos Scaldelai Diretor-Presidente da Bombril Relatório de Sustentabilidade 2014 Diretoria Executiva de 2015 (da esquerda para a direita): Luis Blecher, Guilherme Henriques, Marcos Scaldelai e Lineu Oliveira 4
  • 4. (GRI 3.1,3.2,3.3,3.4,3.5,3.6,3.7,3.8,4.14,4.15) Sobre este Relatório Este é o segundo ano consecutivo em que a Bombril publica seu Relatório de Sustentabilidade baseado na metodologia da Global Reporting Initiative (GRI), versão 3.1. O documento se clas- sifica no nível C de aplicação das diretrizes da GRI, autodeclarado e contém XX indicadores de Desempenho, além dos indicadores de Perfil. O Relatório de Sustentabilidade Bombril destaca as principais práticas adotadas pela compa- nhia entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2014, bem como seus respectivos resultados nos aspectos econômico, social e ambiental. Os indicadores GRI são apresentados ao longo do texto e o índice remissivo está disponível no final da publicação. Este relato abrange os dados relativos à Bombril S.A., empresa de capital aberto, que conta com uma sede administrativa e três unidades industriais, todas no Brasil. O documento não contempla as ações e resultados da Bril Cosméticos. O conteúdo foi definido e validado pelo Comitê de Sustentabilidade e pela alta gestão da em- presa, com base no histórico de relatos e na análise da relevância de temas e indicadores para o negócio. Para a empresa, questões ambientais, sociais e de produtos são extremamente relevantes e, por isso, recebem destaque neste documento. Foi mantida a definição de públicos estratégicos, realizada pelo Comitê de Sustentabilidade em 2013 a partir da análise dos principais impactos para o negócio:funcionários,investidores,forne- cedores,clientes,consumidores,governo e órgãos regulamentadores.Com foco nesses públicos, o Relatório de Sustentabilidade coloca-se como uma ferramenta de divulgação do compromisso de tratar, de forma transparente, os desafios a serem superados e as evoluções já conquistadas. A periodicidade do Relatório de Sustentabilidade da Bombril é anual e a empresa coloca-se à disposição para mais informações pelo e-mail: sustentabilidade@bombril.com.br. 76
  • 6. Estrutura acionária (GRI 2.6, 2.8) (GRI 2.1, 2.2) A história da Bombril teve início em 14 de janeiro de 1948, quando foi inaugurada a empresa que revolucionaria o tra- balho das donas de casa no Brasil, sob o nome Abrasivos Bombril Ltda. O produto, que é o carro chefe da marca até hoje, servia para tantos fins que ficou conhecido como “1001 utilida- des”. A marca ganhou tamanha força no país que “lã de aço” passou a ser chamada, corriqueiramente, de Bom Bril. Mas a inovação não parou por aí. Novas demandas sur- giam com rapidez por parte dos consumidores e a Bombril tratou de supri-las com novos produtos, conquistando o posto de uma das maiores empresas de soluções de higie- ne e limpeza no país ao oferecer inovações que facilitam as tarefas de casa. Atualmente, os produtos Bombril estão presentes em prati- camente 100% dos lares brasileiros.A marca conta com um portfólio de mais de 500 itens de limpeza doméstica, distri- buídos entre 27 marcas e 70 categorias – como lãs e es- ponjas de aço, detergentes, sabões em barra, saponáceos, desinfetantes, limpadores, esponjas sintéticas, amaciantes, lava roupas líquidos, facilitadores de passar roupa, sachês perfumados e desodorizadores. Suas principais marcas são: Bom Bril, Limpol, Lysoform, Ecobril, Mon Bijou, Pinho Bril, Polibril, Pratice, Sapólio Ra- dium, Tanto, Vantage. Para garantir esse amplo acesso a seus produtos, a Bom- bril conta com três complexos industriais, localizados nas cidades de São Bernardo do Campo (SP), Abreu e Lima (PE) e Sete Lagoas (MG), terminando o ano de 2014 com 2.964 funcionários próprios, que produziram 460 mil to- neladas de produtos. Unidades (GRI 2.3 e 2.4) BBA (Bombril Anchieta) São Bernardo do Campo (SP) Além de sede da companhia, possui uma unidade fabril, que produz lã de aço, amaciantes, saponáceos, detergentes, limpadores, desodorizadores, pó de aço e água sanitária. BBM (Bombril Minas) Sete Lagoas (MG) Unidade industrial onde são produzidos lã de aço, saponá- ceos, detergentes e limpadores. BBN (Bombril Nordeste) Abreu e Lima (PE) Unidade industrial onde são produzidos lã de aço, desinfe- tantes, amaciantes, detergentes e limpadores. Porte e Estrutura Acionária (GRI 2.6, 2.8) A Bombril é uma empresa brasileira de capital aberto, lis- tada na BM&FBovespa sob o Ativo BOBR4, classificada no segmento Tradicional. Em 31 de dezembro de 2014, a companhia contava com um quadro de 3.486 colaboradores, entre próprios, estagiá- rios e terceiros. Sua receita bruta atingiu R$ 1,62 bilhão no ano e ativo total de R$ 755 milhões. Em 2014, as ações preferenciais da empresa sofreram alterações. Perfil da Organização Relatório de Sustentabilidade 2014 newco international 65,4% BDH Participações 34,6% ordinárias 20.000.000 MINERAÇÃO BURITIRAMA 11,3% PREVI 21,9% BNDESPAR 16,9% EWZ INVESTIMENTS 13,9% OUTROS 14,4% newco international 21,6% PREFERENCIAIS 34.064.588 10 11
  • 7. Perfil da Organização Mercado de Atuação (GRI 2.5, 2.7, 2.8) Além de atuar em todo o território nacional, a Bombril exporta para 21 países, dentre os quais se destacam México (26,7%), Paraguai (23%), Angola (22,11%), Bél- gica (9,52%), Bolívia (7%) e outros, como Cuba, Peru, Uruguai e Japão. No Brasil, o maior destaque é a região Sudeste, que repre- senta 52% de todo o mercado nacional. País/região Vendas/receita por países (R$) México 2.741.544,72 Paraguai 2.456.372,17 Angola 2.359.913,81 Bélgica 909.121,51 Bolívia 747.875,29 Cuba 523.531,85 Relatório de Sustentabilidade 2014 Missão, Visão e Valores (GRI 4.8) Missão Ser a maior e melhor empresa brasileira de higiene e limpeza, com marcas que oferecem uma completa linha de produtos que facilitam o dia a dia e melhoram a qualidade de vida dos consumidores. Visão Consumidor Inspirar confiança e estabelecer vínculos com consumidores por meio de nossa marca e assegurar a qualidade dos pro- dutos. Resultados Gerar resultados consistentes e crescentes, garantindo nossa solidez. Pessoas Reter e atrair profissionais competentes e comprometidos, que possibilitem a efetiva geração de resultados. Proporcio- nar oportunidades de crescimento profissional. Negócios Desenvolver e manter relações de credibilidade e reciprocida- de com clientes e fornecedores. Liderança Autoridade com responsabilidade, foco em resultados, liderar por meio de exemplos e desenvolver novos líderes. Responsabilidade Social Ser agente na transformação e melhoria da sociedade a par- tir das ações voltadas à comunidade e à sustentabilidade do meio ambiente. Valores Em 2014, a Bombril revisitou seus valores e os sintetizou em quatro importantes competências: Empreendedorismo Ter paixão pelo que faz sempre pensando à frente,assumindo riscos e entregando o máximo de resultados. - Ter visão de dono. - Focar na solução e não no problema. - Inovar e buscar sempre o impossível. - Ter o DNA da empresa no sangue. Senso de urgência Ter atitude proativa impondo um ritmo de trabalho dinâmico que contagie a todos. - Antecipar-se às demandas. - Ser flexível. - Pensar sempre no todo em busca dos mesmos objetivos. - Fazer acontecer. Excelência Ter o foco em resultados, trabalhando com alta performance e comprometido com produtividade. - Ter autoconfiança e ser perseverante. - Preocupar-se com os detalhes. - Ser lutador, não desistir nunca. Brilho no olhos Fazer diferença, sendo um agente de inspiração, referência e carisma. Encantar pelo exemplo. - Valorizar os relacionamentos. - Ter bom humor. - Ter poder de persuasão. - Ter luz própria. Mercados atendidos no Brasil, por região NORTE 9% Acre Rondônia Amazonas Roraima Pará Amapá Maranhão CENTRO-OESTE 11% Tocantins Goiás Mato Grosso Mato Grosso do Sul SUL 14% Rio Grande do Sul Santa Catarina Paraná sudeste 52% São Paulo Rio de Janeiro Espírito Santo Minas Gerais NORDESTE 14% Bahia Piauí Ceará Rio Grande do Norte Paraíba Pernambuco Alagoas Sergipe 12 13
  • 8. Perfil da Organização Mudanças e desafios Como qualquer empresa de grande porte, a história da Bombril é recheada de sucessos e desafios. Com a morte de seu fundador, Roberto Sampaio Ferreira na década de 80, a empresa passou por uma fase de inflexão, abriu seu capital e passou a ter ações negociadas na bolsa de valores, transformando-se em Bombril S.A. A década de 90 foi um tempo difícil, quando o grupo italiano Ferruzzi adquiriu dois terços de suas ações e a Cragnotti & Partners obteve seu controle acionário. A partir de então, a companhia ingressou no mercado de sabão em pó e passou por diversas mudanças em seu quadro acionário. Nesse período, a história da Bombril foi marcada por episó- dios turbulentos, como a quebra de acordo entre acionistas, fraudes financeiras e regime de administração judicial. Os tributos gerados na época ainda estão sendo regularizados pela companhia. Mesmo assim, a empresa permaneceu ativa, apoiada em uma marca forte, com um produto de popularidade incon- testável.Até hoje, o Brasil concentra dois terços do mercado mundial de lã de aço, representando o país onde o produto teve sua maior assimilação pela população. Foi em 2006 que a empresa iniciou sua recuperação, sob a liderança de Ronaldo Sampaio Ferreira, o único entre os três herdeiros do fundador que conseguiu, judicialmente, reaver o controle do negócio. Atualmente, é controlador e presidente do Conselho de Acionistas, dando continuidade ao processo de desenvolvimento e expansão de uma com- panhia que tem orgulho de ser brasileira. História recente 2012 É lançado o portal Bombril Mulheres, a fim de se aproximar ainda mais de suas consumidoras. A companhia realiza diversos patrocínios e apoios, dentre os quais se destacam: - patrocínio da escola de samba Vai-Vai, com o enredo “Mu- lheres Que Brilham”; - patrocínio do projeto Gira Brasil, movimento artístico de reciclagem urbana; - patrocínio do time de futebol Corinthians, na final da Copa Libertadores da América; - lançamento do quadro Mulheres que Brilham no SBT, um projeto especial que revela novos talentos femininos da música. 2013 A Bombril mantém sua estratégia de comunicação baseada no bom humor e direcionada ao público jovem feminino. Ao longo do ano, a companhia dedica-se à elaboração de seu primeiro Relatório de Sustentabilidade. No segundo semestre, a Bombril passa por forte reestru- turação, com mudanças significativas no corpo diretor da empresa e um novo direcionamento estratégico. A Bombril desenvolveu o Workshop de Inovação, projeto de pesquisa em parceria com as alunas da Casa Bombril para identificar oportunidades de inovação em seu portfólio de produtos. A companhia apoia a campanha Pense Rosa, movimento internacional que busca engajar a população na luta contra o câncer de mama. Relatório de Sustentabilidade 2014 2014 Com a estruturação na nova diretoria, presidida por Marcos Scaldelai, a Bombril reitera o compromisso de rejuvenesci- mento da marca. Na área Industrial, a companhia investe em significativas melhorias de processo para atender a uma nova gama de produtos e ao constante crescimento da marca. A Bombril inicia parceria com a nova embaixadora da mar- ca, Ivete Sangalo, fortalecendo o trabalho de valorização da mulher brasileira. Com a Copa do Mundo no Brasil, a Bombril lança edições especiais de produtos como o Bom Bril Bom de Bola. Criação da TV Bombril, dentro do site da Bombril, que reúne: “Virozzi”, vlog da Monica Iozzi; Jornal 1001, com Dani Cala- bresa e Carlinhos Moreno; e dicas da Casa Bombril. Campanha Presidenciáveis foi sucesso nas redes sociais. A Campanha que começou com os três principais concorrente à Presidência do Brasil, representados pelo eterno garoto propaganda Bombril, Carlos Moreno, voltou no segundo tur- no com os candidatos Aécio Neves e Dilma Rousseff, após grande sucesso e reconhecimento nas redes sociais. Foram mais de 1,2 milhão de visualizações no Youtube em menos de um mês e no Facebook o alcance total foi superior a 176 mil interações.A campanha online trouxe vídeos com as en- trevistas aos candidatos realizadas por Dani Calabresa. E a campanha impressa, englobou anúncios nas principais re- vistas do Brasil, relembrando os famosos anúncios da em- presa de alguns anos atrás, que traziam o garoto Bombril travestido de personalidades. A Bombril participa de quadros em diversos programas na televisão: “A Melhor Doméstica do Brasil” e “Mulheres que Brilham”, no Programa Raul Gil e Okay pessoal!!!, com Otá- vio Mesquita, no SBT; Programa Mega Senha, com Marcelo Carvalho; Luciana by Night, com Luciana Gimenez e Com- panhia de Viagem, com Márcio Morais, na Rede TV. Presença da Bombril em diferentes tipos de mídias on line: 430 mil fãs no Facebook e mais de 4,5 milhões de visuali- zações no canal da companhia no Youtube. A companhia realiza diversos patrocínios ao esporte: - a Bia Figueiredo, piloto da Stock Car; - ao Torneio Internacional de Futebol Feminino; - à Liga de Basquete Feminino. Ivete, Bombril e uma seleção de primeira. Desse jeito, não há adversário que resista. Chegou a hora. Ninguém segura a nossa seleção. Pode vir a gordura, o limo e qualquer outro adversário. A Bombril tem todos os produtos para chutar a sujeira pra bem longe e uma torcida que faz bonito para o Brasil brilhar cada vez mais. Vai Bombril! Vai Brasil! A TV Bombril está cheia de novidades pra você que é brasileiro, com muito orgulho, com muito amor e muito brilho. Acesse bombril.com.br Bombril. Os produtos que evoluíram com as mulheres. BOM-0001-14i_An_Copa_bomdebola_42x27.5_AF.indd 1 4/28/14 2:51 PM 14 15
  • 9. Perfil da Organização Reconhecimento – Prêmios e Conquistas (GRI 2.10) Líderes do Brasil Vencedora na Categoria Produto de Higiene e Limpeza O prêmio reconhece as empresas e gestores que de- monstram o valor da livre iniciativa e alcançam bons re- sultados, com eficiência e governança, sem desistir dian- te de adversidades. São 69 premiados, em 23 categorias do setor privado e cada uma com três nomes indicados pelo Júri Oficial. Prêmio LIDE de Empreendedorismo 2014 Empresa Empreendedora em Sustentabilidade O projeto Casa Bombril recebeu o prêmio, como reconhe- cimento para as empresas e empresários que detêm, no dia a dia, uma forma especial e inovadora de se dedicar às atividades da organização. Anuário Época Negócios 360º Melhor do Setor em Práticas de RH Com uma metodologia inédita, o anuário da revista Épo- ca Negócios avaliou mais de duas mil empresas, levando em conta não apenas a análise financeira, mas também governança corporativa, responsabilidade socioambiental, recursos humanos, capacidade de inovação e habilidade de projetar e planejar o futuro. Vencedora do Prêmio ROE Award (Return on Environment) concedido pela empresa GE Power Water. Em 2014 a empresa GE Power Water elegeu a Bombril como vencedora do prêmio ROE Award (Return on Environ- ment) por melhorias implantadas no reuso e reciclagem da água de processo, na linha Limpol. O prêmio ROE Award reconhece clientes por melhorias ambientais significativas na área Industrial. Em 2014,a Bombril mantém o apoio à campanha Pense Rosa. O IRSF, por meio do projeto Casa Bombril, forma quase 2 mil domésticas desde sua criação, em agosto de 2011. Participação deAlice Ferreira,Presidente do Conselho Delibera- tivo do IRSF, na quarta edição do Fórum Momento Mulher, uma iniciativa da jornalistaAna Paula Padrão,que reúne executivos e empresas atuantes na causa do protagonismo feminino. IRSF e Bombril firmam parceria com AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente): - Capacitação profissional - Em 2014, o IRSF iniciou o projeto de capacitação profissional para às mães de pacien- tes da instituição, com o objetivo de ampliar as oportuni- dades profissionais e pessoais deste público. As aulas de capacitação aconteceram na Casa Bombril e contaram com duas turmas piloto, totalizando 25 mulheres. - Doação de um veículo - Para viabilizar ainda mais a re- alização desta parceria, a Bombril e o IRSF, em um esforço conjunto que contou com a participação dos funcionários e fornecedores da empresa, realizaram a doação de uma van à instituição, para a locomoção das mães e pacientes entre a sede da AACD e a Casa Bombril. - Teleton - A compra do automóvel somou-se a quantia de R$ 388 mil em dinheiro que foi doada pelo presidente da Bombril, Marcos Scaldelai, durante o Programa Teleton. Além de Marcos Scaldelai, Alice Ferreira, presidente do Conselho Deliberativo do IRSF, também compareceu ao pro- grama, juntamente com a presidente Voluntária da AACD, Regina Helena Scripilliti Velloso. Relatório de Sustentabilidade 2014 16 17
  • 11. Governança Corporativa Relatório de Sustentabilidade 2014 Estrutura Organizacional Conselho de Administração Conselho Fiscal Diretor Presidente Diretoria Industrial Diretoria Financeira e de Relações com Investidores Diretoria Jurídica e de Relações Institucionais (GRI 4.1, 4.2, 4.3, 4.4, 4.6, 4.9) A Bombril é uma empresa de capital aberto, e tem como mais alto órgão de governança o Conselho de Administra- ção, acompanhado pela Diretoria Executiva e pelo Conselho Fiscal. O presidente do Conselho de Administração não ocu- pa nenhum cargo executivo na empresa. A Bombril segue os princípios da boa governança e as normas estabelecidas pela comissão de valores mobiliá- rios (CVM). A companhia divulga periodicamente suas de- monstrações financeiras, fatos relevantes e atas de reunião para conhecimento público, disponibilizando dois canais de comunicação com stakeholders externos, acessíveis por te- lefone e e-mail. Um deles é direcionado a acionistas, para tratar do relacionamento com investidores e o outro, se re- fere à área de sustentabilidade. A Bombril garante a participação de acionistas minoritários, permitindo que expressem opiniões e considerações sobre os resultados da empresa. Em setembro de 2014, Marcos Scaldelai completou um ano na presidência da companhia. O período foi marcado por im- portantes mudanças na estrutura organizacional, com o ob- jetivo de promover uma maior coesão na liderança e, assim, melhorar o desempenho econômico e produtivo do negócio. Nesse período, foi criado o departamento de Governança e Cidadania, a partir da consolidação dos trabalhos e da cres- cente demanda da diretoria da companhia para assuntos voltados aos temas de governança. A área é responsável pelas atividades envolvendo comuni- cação interna, sustentabilidade e campanhas de voluntaria- do com colaboradores. A criação do novo departamento está alinhada à nova visão da Bombril de reforçar a sustentabilidade empresarial como um dos pilares da companhia.Como uma importante meta para 2015,a equipe assumiu o compromisso de implantar o Código de Con- duta da Bombril e oficializar o canal de ouvidoria da empresa. A área de Recursos Humanos também foi remodelada no último ano, dando origem ao departamento de Desenvolvi- mento Organizacional e Carreira (DOC). Esses dois departamentos trabalham em conjunto para que a nova visão de sustentabilidade seja enraizada e fortalecida entre os colaboradores da empresa,tornando cada membro da organização um agente multiplicador dessa nova mentalidade. Durante o ano de 2014, todos os temas relativos à susten- tabilidade foram gerenciados pelo Comitê de Sustentabili- dade e apoiados pelo IRSF. Como uma importante meta para 2015, a equipe assumiu o compromisso de implantar o Código de Conduta da Bombril 2120
  • 12. Conselho de Administração O Conselho de Administração é responsável por formular e implantar as políticas e diretrizes gerais do negócio, incluindo as estratégias de longo prazo.Trata-se de um órgão de delibe- ração colegiada,formado por quatro membros independentes. O Departamento Jurídico reviu, em 2014, todos os proce- dimentos e políticas da empresa. Além disso, o Conselho não possui membros que possam gerar qualquer espécie de conflito de interesse. Membros do Conselho de Administração Ronaldo Sampaio Ferreira Cargo: Presidente (Abril/14 - Abril/16) Celio de Melo Almada Neto Cargo: Conselheiro (Abril/14 - Abril/16) Vitor Barbosa de Castro Cargo: Conselheiro (Abril/14 - Abril/16) Fernando Antonio Cardoso de Rezende Cargo: Conselheiro (Abril/14 - Abril/16) Diretoria Executiva Os membros da Diretoria Executiva possuem cargos estatu- tários e são os representantes legais da Bombril. O órgão é responsável pela administração cotidiana e implantação de políticas e diretrizes gerais estabelecidas pelo Conselho de Administração. Membros do Conselho de Administração Marcos Henrique Scaldelai Cargo: Diretor Presidente (Fevereiro/14 - Fevereiro/15) Pedro de Souza Dias Brandi Cargo: Diretor Financeiro e de Relação com Investidores (Fevereiro/14 - Fevereiro/15) Lineu Bueno de Oliveira Filho Cargo: Diretor Industrial (Fevereiro/14 - Fevereiro/15) Conselho Fiscal O Conselho Fiscal existe para fiscalizar e rever todas as de- monstrações financeiras da companhia, bem como reportar suas conclusões para os acionistas. Em conformidade com a Lei das Sociedades por Ações, o Conselho é composto por seis membros independentes, que recebem remuneração mínima de 10% do pagamento anual recebido pelos direto- res da empresa. Membros do Conselho FISCAL Diogo Rogério Xavier da S. Talochi Cargo: Conselheiro Efetivo (Abril/14 - Abril/15) Renata Nunes Guimarães Hubenet Cargo: Conselheiro Efetivo (Abril/14 - Abril/15) Newton Moscatello Cargo: Conselheiro Efetivo (Abril/14 - Abril/15) Endrigo de Pieri Perfetti Cargo: Conselheiro Suplente (Abril/14 - Abril/15) Fávio Stamm Cargo: Conselheiro Suplente (Abril/14 - Abril/15) José Donizetti de Sousa Cargo: Conselheiro Suplente (Abril/14 - Abril/15) Código de Conduta O Código de Conduta Bombril será implantado em 2015 pela área de Governança e Cidadania e tratará de questões como assédio, conflito de interesses, corrupção, discrimina- ção, veracidade nas informações e responsabilidade com fornecedores. Contará também com um canal de ouvidoria externo e inde- pendente, possibilitando que denuncias sejam feitas inclu- sive de forma anônima. Comitê de Investimentos O comitê tem a tarefa de discutir os investimentos que a em- presa considera necessários e seus impactos financeiros sobre o negócio, contribuindo assim para uma boa governança cor- porativa. Composto por diretores e gerentes de diversas áreas, foi consolidado em 2013 para avaliar a relevância das solicita- ções e a disponibilidade de orçamento na companhia, sempre utilizando critérios claros e objetivos para suas decisões. Comitê de Sustentabilidade O Comitê de Sustentabilidade, criado em 2012, desenvol- veu, no último ano, um plano de ação baseado nos princi- pais riscos e oportunidades identificados por meio da aná- lise do Relatório de Sustentabilidade da empresa. Manteve reuniões periódicas e atuou junto aos subcomitês para a realização de suas tarefas. Comunicação com a Governança da Bombril A Bombril possui diversos canais de comunicação com a alta gestão e órgão de governança. Para promover a integração do público interno com a di- retoria executiva, a empresa conta com os programas “De papo com a Gente” e “Almoço com o Presidente”. O pri- meiro permite que colaboradores se inscrevam para um encontro com o presidente executivo, membros da diretoria e da área de Desenvolvimento Organizacional e Carreira, possibilitando a aproximação entre eles, assim como um maior conhecimento sobre a gestão corporativa. No segun- do, o presidente convida, mensalmente, os colaboradores de alguma área para um almoço. O principal objetivo dessa ação é criar um ambiente descontraído para uma conversa franca, quando as pessoas podem perguntar sobre a orga- nização, resultados, entre outras informações. No caso da área de operações, a Bombril conta com um programa de reuniões com o diretor, nas quais são apre- sentados os indicadores de eficiência operacional e de- sempenho e são realizadas palestras sobre as ações de sustentabilidade. E para completar, o programa #eufaçoparte, lançado em 2014, promove a participação de colaboradores na melho- ria de processos de gestão. Nesses encontros, todos são convidados a pensarem em melhorias, seja para sua própria área de atuação, áreas de relacionamento ou mesmo para a Bombril em geral. Todas as sugestões são encaminhadas ao gestor da área. Instituto Roberto Sampaio Ferreira (IRSF) (GRI SO1, SO10) Lançado em março de 2011, o IRSF é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) sem fins eco- nômicos. O IRSF se reporta ao Conselho Deliberativo, formado por executivos da Bombril e membros externos de renome na área, contando com equipe própria para a manutenção de suas atividades sociais nas seguintes frentes de trabalho: - Orientar e qualificar o investimento social externo da Bombril; - Auxiliar na construção e solidificação da imagem da marca. Governança Corporativa Relatório de Sustentabilidade 2014 22 23
  • 14. Desempenho Financeiro Relatório de Sustentabilidade 2014 (GRI SO1, SO10) O volume de produtos vendidos no ano de 2014 atingiu a soma de 488 mil toneladas,apresentando um crescimento de 10,4% em comparação com o exercício anterior (442 mil toneladas). A Receita Bruta de vendas da companhia no ano de 2014 atingiu a cifra de R$ 1,62 bilhão (consolidado), e mante- ve-se equiparada à receita do exercício anterior (R$ 1,61 bilhão), apesar de todas as dificuldades do mercado. Os custos operacionais de produção foram reduzidos em 2,6% em comparação ao exercício anterior, superando fa- tores altamente negativos, como a alta do dólar, inflação e consequente elevação dos custos de matérias primas. Esta redução foi possível mediante a forte atuação sobre a es- tratégia de redução de custos e negociação de preços junto aos fornecedores demonstrando que companhia é constan- temente ativa perante a estratégia de redução dos custos de produção e mão de obra, tendo em vista a expectativa negativa gerada por fatores externos. O resultado bruto (receita líquida menos custo dos produtos vendidos) também foi maior no ano de 2014 (R$ 523,3 mi- lhões em 2014 contra R$ 513,8 milhões em 2013). As despesas operacionais (Comerciais e Administrativas) to- talizaram R$ 466,2 milhões no ano de 2014, representando um aumento de 5,0% em relação ao mesmo período no exer- cício anterior (R$ 443,7 milhões), impactadas principalmente pela continuidade da reestruturação contemplada no novo plano estratégico da Companhia e uma forte concorrência de Mercado. Entretanto e apesar de apresentar um leve acrésci- mo, os índices ficaram abaixo da inflação do período. O LAJIDA (lucro antes de juros, imposto de renda e con- tribuição social sobre o lucro líquido, depreciação e amor- tização) apresentou um aumento de R$ 46,6 milhões (R$ 104,3 milhões no, exercício de 2014) quando comparado a R$ 57,7 milhões no exercício de 2013, representando respectivamente, 9,0% e 4,9% da Receita líquida. A mar- gem LAJIDA foi impactada pela redução de outras despesas operacionais, redução dos custos operacionais e principal- mente pelas ações tomadas no plano estratégico iniciado no segundo semestre de 2013 e durante o ano de 2014. O resultado financeiro líquido foi de R$ 125,3 milhões (ne- gativo) ao término de 2014, apresentando uma considerável melhora quando comparado a R$ 187,8 milhões (negativo) do exercício anterior. O resultado continua a ser impactado principalmente pela variação cambial, porém é importan- te ressaltar que tal fato não afeta o patrimônio líquido da companhia, por tratar-se de relação Intercompany.A alta da Selic também contribuiu onerando juros sobre as operações financeiras e a correção dos parcelamentos de tributos. O resultado líquido da Companhia foi de R$ 57,5 milhões (prejuízo) no exercício findo de 2014, apresentando uma considerável melhora de R$ 96,5 milhões em relação ao exercício anterior cujo resultado apresentado foi de R$ 154 milhões (prejuízo). Os fatores que contribuíram para melho- ria do resultado foram a redução das despesas financeiras e das outras despesas / receitas operacionais.A companhia chega ao fim de 2014 já sinalizando resultados satisfatórios e continua atuando fortemente na redução dos custos, des- pesas fixas e operacionais. Os investimentos realizados no exercício encontram-se na ordem de R$ 42,7 milhões destinados principalmente à ampliação e modernização do seu parque industrial e na atualização da estrutura de tecnologia da informação. O endividamento bancário líquido (excluindo-se o saldo em caixa e equivalentes de caixa) da companhia encerrou o exercício de 2014 em R$ 90,4 milhões versus R$ 129,5 milhões em dezembro de 2013. Esse movimento está em- basado na estratégia da companhia visando a redução das despesas financeiras e consequentemente trazer um resul- tado final cada vez mais positivo. A porção do endividamen- to, não considerando o saldo disponível em caixa, no curto prazo reduziu de 74% para 58%. O patrimônio líquido da Bombril, que era negativo em R$ 123,9 milhões em dezembro de 2013, terminou o ano de 2014 apresentando uma considerável melhora e atin- gindo R$ 60,3 milhões (negativo) no final do exercício, influenciado pela redução do prejuízo e pela emissão das debêntures no período. O endividamento bancário líquido (excluindo-se o saldo em cai- xa e equivalentes de caixa) da Companhia encerrou o terceiro trimestre de 2014 em R$ 74,8 milhões versus R$ 129,5 mi- lhões em dezembro de 2013.Esse movimento está embasado na estratégia de redução das despesas financeiras e conse- quentemente em um resultado final cada vez mais positivo. A porção do endividamento,não considerando o saldo disponível em caixa, no curto prazo foi reduzida de 74% para 60%. Demonstração de valor adicionado (em %) % Colaboradores (remuneração e benefícios para empregados) 38,00 Governo 42,79 Lucro retido -13,71 Juros e aluguéis (custos de operação) 32,93 Demonstração do valor adicionado Em mil Reais 1-RECEITAS 1.607.094 1.1) Vendas de mercadorias, produtos e serviços 1.556.186 1.2) Provisão para devedores duvidosos; Reversão/Constituição -1.589 1.3) Não operacionais 52.497 INSUMOS ADQUIRIDOS DE TERCEIROS (inclui ICMS e IPI) -1.165.932 2.1) Custos das mercadorias e serviços vendidos -808.537 2.2) Materiais, energia, serviços de terceiros e outros -356.955 2.3) Perda/Recuperação de valores ativos -440 VALOR ADICIONADO BRUTO 441.162 4 - RETENÇÕES -22.441 4.1) Depreciação, amortização e exaustão -22.441 5 -VALOR ADICIONADO LÍQUIDO PRODUZIDO PELA ENTIDADE 418.721 6 - VALOR ADICIONADO RECEBIDO EM TRANSFERÊNCIA 583 6.1) Receitas financeiras 583 7 - VALOR ADICIONADO TOTAL A DISTRIBUIR 419.304 8 - DISTRIBUIÇÃO DO VALOR ADICIONADO 419.304 8.1) Pessoal e encargos 159.332 8.2) Impostos, taxas e contribuições 179.409 8.3) Juros e aluguéis 138.067 8.4) Lucros retidos / prejuízo do exercício -57.504 26 27
  • 16. A Bombril considera que o relacionamento com seus diversos públicos é a essência de seu negócio, por isso mantém e procura aprimorar continuamente o diálogo com seus stakeholders. Público Interno (GRI LA1 LA4) A Bombril acredita que uma equipe motivada trabalha com mais satisfação e qualidade de vida. Por isso, promove um ambiente organizacional que valoriza os indivíduos, seja por meio de capacitações, ações motivacionais, remuneração adequada ou benefícios diferenciados. Em dezembro de 2014, a Bombril contava com 3.486 co- laboradores, sendo 2.885 funcionários próprios; 22 esta- giários; 57 aprendizes, 81 temporários e 441 terceirizados. A companhia não considera os funcionários temporários como funcionários próprios. Os 2.964 funcionários foram abrangidos por acordos de ne- gociação coletiva, 99,26% dos funcionários próprios, des- considerando apenas estagiários. Funcionários, por tipo e gênero (GRI LA1) 2013 2014 Próprios Terceirizados Próprios Terceiros** Masculino Feminino Masculino Feminino Masculino Feminino Masculino Feminino 2.038 847 334 197 1.987 856 * * 2.885 531 2.843 492 3.416 3.335 * A Bombril não possuiu a informação sobre funcionários terceirizados por gênero. Os números da tabela correspondem ao valor da média de funcionários de 2014. ** Os dados de terceiros refletem terceiros somados aos funcionários com contratos temporários. MAPEAMENTO DOS FUNCIONÁRIOS (GRI LA1) Para melhor interpretação dos indicadores, nos quadros abaixo foi utilizada a média anual de funcionários, referente ao período de janeiro à dezembro de 2014. Funcionários próprios, por tipo de jornada e gênero (GRI LA1) 2013 2014 Masculino Feminino Total Masculino Feminino Total Jornada integral 2.005 839 2.844 1.987 856 2.843 Jornada de meio período 33 8 41 40 17 57 Rotatividade (GRI LA2) A Bombril monitora as taxas de rotatividade em seu qua- dro funcional, pois acredita que essas informações são de fundamental importância para avaliação de sua gestão de pessoas. A partir de 2013, foi iniciada uma otimização do quadro de funcionários da empresa, de acordo com o novo direciona- mento estratégico assumido pela companhia. Como con- sequência do processo de reestruturação iniciado no ano anterior, foi observada uma taxa de rotatividade, que, em 2014, ficou em 17,11%, contra 16,5%, em 2013. Vale lembrar que a Bombril calcula sua taxa de rotatividade com base em padrões nacionais de mercado, utilizando a seguinte fórmula: Número de admissões + Número de demissões 2 Headcount Médio Anual Para a contabilização do headcount, considera-se: Funcio- nários Efetivos Ativos + Funcionários de Licença-Materni- dade + Funcionários do Sindicato. Todos os outros são ex- cluídos, como afastados, desligados, estagiários e terceiros. Diversidade (GRI HR4) Equidade é um termo presente no dia a dia da Bombril na execução de suas tarefas cotidianas. Em 2014, a empresa não identificou nenhum caso de dis- criminação interna e pretende implantar, em 2015, o serviço oficial do Canal de Ética para receber reclamações e de- núncias em diversas áreas, incluindo questões relacionadas a direitos humanos. Atualmente, os colaboradores podem relatar suas preocupações a um superior ou diretamente ao departamento de DOC. Dimensão Social Relatório de Sustentabilidade 2014 Funcionários próprios com contrato de tempo indeterminado, por categoria funcional (GRI LA1) 2013 2014 Diretor 5 4 Gerente 33 31 Coordenador/especialista 51 52 Técnico/administrativo/comercial 477 477 Operacional 2.255 2.258 Estagiário/aprendiz 64 78 Funcionários próprios, por tipo de contrato (GRI LA1) 2013 2014 Contrato de tempo determinado 64 81 Contrato de tempo indeterminado 2.821 2.843 Funcionários próprios contratados por tempo indeterminado, por faixa etária (GRI LA1) 2013 2014 Até 20 anos 84 50 De 21 a 30 anos 862 827 De 31 a 40 anos 51 52 De 41 a 50 anos 1.044 1.060 Acima de 50 anos 636 643 Acima de 50 anos 259 263 Funcionários próprios, por região (GRI LA1) 2013 2014 São Bernardo do Campo (SP) 1.151 1.153 Abreu e Lima (PE) 534 516 Sete Lagoas (MG) 401 383 Regional Comercial 799 791 Turnover (GRI LA2) 2013 2014 Admissões 435 531 Demissões 500 442 Turnover geral (%) 16,50% 17,11% Headcount 2.833 2.843 30 31
  • 17. Remuneração e Benefícios (GRI EC5, LA14) Ciente da importância de atrair e reter talentos para o bom desempenho da companhia, a Bombril mantém uma política de remuneração atrelada ao desempenho de seus colaboradores. Com exceção de estagiários, to- dos os outros colaboradores, ou seja, 99,26% possuem contrato de trabalho regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Em 2014, o menor salário praticado pela empresa, tanto para homens, quanto mulheres, foi de R$ 806,00, repre- sentando uma proporção de 111% em relação ao salário mínimo nacional (R$ 724,00). Assim como em 2013, não existe nenhuma distinção en- tre gêneros com relação ao menor salário oferecido, que é igual para ambos. Atualmente, a Bombril possui diferença salarial entre ho- mens e mulheres, especialmente em função do tempo de trabalho de alguns colaboradores. O fato de contar com uma quantidade maior de homens com mais tempo de serviço, faz com que, em diversos casos, a média salarial masculina seja superior à feminina. Reconhecendo esta realidade, a Bombril passou a moni- torar as promoções oferecidas aos funcionários, objeti- vando melhorar a equidade salarial. Em 2014, foram 259 promoções no total, sendo 175 pra homens e 84 para mulheres. A empresa está atenta a esta informação para buscar um equilíbrio. Em 2014, a Bombril estendeu a licença maternidade para seis meses a todas as suas colaboradoras. Treinamento (GRI LA10) A Bombril considera o desenvolvimento de seus colabo- radores um aspecto chave para o desempenho dos ne- gócios. Por isso, a companhia promove um ambiente de trabalho estimulante, que valoriza o indivíduo e promove o aprimoramento de suas habilidades. Com essa perspectiva, em 2014, foram oferecidas mais de 35 mil horas de treinamentos, com 5.134 participações, sendo 60% homens e 40% mulheres. Dentre essas atividades, mil horas foram dedicadas exclu- sivamente a treinamentos com foco em saúde e segurança no trabalho. Além disso, foram oferecidos outros 155 cur- sos com essa temática. O principal objetivo dessas ações é reduzir os números de acidentes de trabalho e melhorar a qualidade de vida dos colaboradores. Desde 2013 a empresa passou a monitorar o grau de es- colaridade dos integrantes de seu quadro funcional, com o objetivo de avaliar os tipos e cursos que podem ser mais interessantes para seus profissionais. Percebeu-se que a grande maioria possui graduação no ensino médio, com apenas uma minoria tendo cursado uma pós-graduação. Além de intensificar a parcerias de mais de 5 anos com o SESI (Serviço Social da Indústria) para ensino médio e cur- sos técnicos, a Bombril, a partir de 2014, investiu também em FAC (Formação Acadêmica Comercial) com bolsas para funcionários de até 70% de desconto para formação de en- sino superior. As principais ações de treinamento e desenvolvimento que aconteceram durante o ano foram: - PDC – Programa de Desenvolvimento Contínuo, para todos os níveis de liderança; - E-learning para a área Comercial; - Treinamentos obrigatórios para a área Industrial; - Programa de cursos técnicos; - Geração Brilhante – desenvolvimento de funcionários deficientes. - Mulheres em Foco – desenvolvimento de mulheres em potencial para assumirem cargos de liderança. MULHERES EM FOCO O programa Mulheres em Foco foi desenvolvido com obje- tivo de identificar mulheres em potencial na empresa, que possamocuparcargosdeliderançaouposiçõesmaioresna escala hierárquica. Mulheres em Foco está alinhado à es- tratégia da companhia sobre o Protagonismo Feminino e a função da mulher na sociedade. Em 2014 o programa teve a participação de 68 mulheres, sendo que 48% das participantes obtiveram movimentação de cargo/salário neste período. (GRI LA10) (GRI LA10) Dimensão Social Relatório de Sustentabilidade 2014 Número de horas de treinamento e cursos referentes ao tema saúde e segurança do trabalho oferecidos aos funcionários. Saúde Segurança do trabalho Número de cursos referentes ao tema saúde e segurança do trabalho oferecidos aos funcionários. Relate o número de funcionários participantes destes treinamentos/cursos. 28 5 55 972 150 3.225 Menor salário praticado pela empresa (Em moeda local e em 31 de dezembro) Salário Mínimo em moeda local estabelecido pelo governo em 31 de dezembro (utilizar como referência o Salário mínimo nacional) Proporção do menor salário praticado pela empresa em relação ao salário mínimo 806,00 724,00 1,11 $ Proporção entre o salário-base de funcionários mulheres e homens, por categoria funcional (GRI LA14) Categoria funcional* Proporção salarial feminina comparada à masculina 2013 2014 Gerente 0,96 0,96 Coordenador/especialista 0,85 0,83 Técnico/administrativo 0,84 0,87 Operacional 0,75 0,75 Estagiário/aprendiz 1,21 1,17 * A Bombril optou por não divulgar dados sobre a diretoria. Categoria funcional Carga horária 2013 2014 Diretor 26 0 Gerente 527 272 Coordenador/especialista 1.066 7.092 Técnico /administrativo 10.510 10.437 Operacional 33.362 17.025 Estagiário/aprendiz 625 482 Total 46.116 35.308 Proporção entre o salário-base de funcionários mulheres e homens, por região* (GRI LA14) Região Proporção salarial feminina comparada à masculina 2014 São Bernardo do Campo (SP) 0,90 Abreu e Lima (PE) 0,89 Sete Lagoas (MG) 0,85 Regional Comercial 0,89 * Esta informação ainda não era compilada nos anos anteriores 68 participantes 48% de movimentações de cargo/salário 32 33
  • 18. Programa Educação Bombril O Programa Educação Bombril foi criado em 2009 com o objetivo de auxiliar colaboradores a ingressar em cursos técnicos, oferecendo bolsas de estudos. Aqueles que possuem ensino médio completo podem se candidatar, indicando a instituição de ensino na qual pre- tendem estudar e o curso pelo qual têm interesse. A con- cessão do benefício se dá apenas para os cursos atrelados à função do profissional na Bombril e está condicionada ao cumprimento de critérios estabelecidos pela companhia, após consulta aos supervisores. Em 2014, o Programa Educação Bombril concedeu bolsas a 59 colaboradores,já em 2013 foram 40 pessoas beneficiadas. Grau de escolaridade dos funcionários Ensino fundamental 205 Ensino médio 2370 Graduação completa 320 Pós Graduação 64 Mestrado 5 Doutorado 0 *Números referentes a 31 de dezembro de 2014 Programa Interagindo O Programa Interagindo é uma iniciativa da área Industrial voltada à comunicação direta com os funcionários da fábri- ca, que promove o encontro entre diversos níveis hierárqui- cos da companhia, a troca de informações e a importância do trabalho em equipe. Em 2014, foram abordados assuntos como apresentação pessoal e de resultados da empresa, gerenciamento de ro- tina, ferramentas de qualidade e ações relacionadas à sus- tentabilidade dentro da empresa. As reuniões mensais com as equipes operacionais conta- ram com a participação de 264 pessoas nas três unidades durante o ano. Programa Jovem Bombril Voltado para o desenvolvimento de aprendizes e estagiá- rios, o programa foi criado na Bombril em 2013, com base em três pilares: reflexão; experimentação e implantação e mensuração. No último ano, foi oferecida uma carga horária de 10 ho- ras de treinamentos para os 57 aprendizes e 21 estagiários participantes. No ano anterior, o programa havia formado um total de 49 estagiários e aprendizes, o que já demonstra um crescimento significativo. Saúde a Segurança (GRI LA6, LA7) A Bombril se preocupa com a saúde e a segurança de seus colaboradores, cuidando para que tenham acesso a todas as ferramentas necessárias para a realização de seu traba- lho de forma segura e saudável. Para garantir a conformidade das condições de saúde e se- gurança, a empresa mantém um acompanhamento mensal dos indicadores relacionados ao tema. O último ano foi marcado por uma reformulação na ges- tão de Segurança do Trabalho, cujo departamento passou a contar com uma nova plataforma de ação, que beneficiou todas as unidades fabris da companhia. Também foi planejado, em 2014, o acompanhamento de colaboradores fumantes acima do peso, com o objetivo de elaborar ações que promovam uma melhor qualidade de vida para essas pessoas. Estão previstas melhorias na gestão da empresa nessa área, para que seja possível mo- nitorar os dados relativos a esses funcionários. Atualmente, já é realizada uma orientação por meio de atendimento com médico do trabalho, em exame periódico. Para promover a saúde e a qualidade de vida entre seus colaboradores, a companhia também possui uma academia e uma quadra poliesportiva dentro de suas dependências. Todas as unidades da Bombril contam com a Associação Desportiva Classista da Bombril (ADC), que incentiva a práti- ca do esporte e de atividades físicas. A associação também promove campeonatos internos e realiza a inscrição de co- laboradores em campeonatos externos. Todas as unidades da Bombril contam com Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), com a parti- cipação de 3% do quadro de funcionários. Sua principal função é prevenir acidentes, por meio de diálogos e cam- panhas como a Semana Interna de Prevenção de Aciden- tes do Trabalho e Meio Ambiente (SIPATMA) e realizar as inspeções do programa Rally SOL. Com essa abordagem voltada para uma atuação pre- ventiva, a companhia também mede e acompanha ta- xas de lesões, doenças ocupacionais, dias perdidos e absenteísmo. (GRI LA7) Em 2014,apesar de haver uma redução no número de aciden- tes, alguns ocorridos tiveram uma gravidade maior ocasionan- do um aumento dos dias perdidos em relação ao ano anterior. Rally SOL O projeto implementado em 2014 estabelece uma competição saudável entre as áreas da companhia, promovendo ações de segurança, organização e limpeza. Com a participação de toda a equipe e apoio da diretoria, o projeto promo- ve o envolvimento dos colaboradores do nível operacional com itens relacionados à organização e à limpeza dos postos de trabalho. Além disso, a competição interna resulta em uma atuação mais participativa por parte das lideranças. As áreas com melhor desempenho receberam troféu da diretoria, promovendo visibilidade e motivação da equipe. Dimensão Social Relatório de Sustentabilidade 2014 Lesões, doenças ocupacionais, absenteísmo e dias perdidos relacionados ao trabalho, por gênero (GRI LA7) Funcionários próprios 2014 Total Homem Mulher 2.843 1.987 856 Taxa de lesões (%) 8,17 6,24 1,93 Número de lesões 224 171 53 Taxa de doenças ocupacionais (%) 0,04 0,04 0 Número de doenças ocupacionais 1 1 0 Taxa de dias perdidos (%) 44,43 36,10 8,27 Número de dias perdidos 1.280 991 227 Número de óbitos 0 0 0 Obs.: Para a definição das taxas de acidentes foi aplicada a fórmula (n° de lesões x 200.00)/HHT. As informações são referentes aos colaboradores próprios das unidades, incluindo as regionais de vendas. * A Bombril não dispõe da informação sobre absente- ísmo e dias programados para trabalhar divididos por gênero. 2014 Total São Bernardo do Campo (SP) Abreu e Lima (PE) Sete Lagoas (MG) Regional Comercial Funcionários próprios 2.843 1.153 516 383 791 Lesões Taxa de lesões (%) 8,17 6,02 1,42 0,44 0,29 Número de lesões 224 165 39 12 8 Doenças ocupacionais Taxa de doenças ocupacionais (%) 0,04 0 0,04 0 0 Número de doenças ocupacionais 1 0 1 0 0 Dias perdidos Taxa de dias perdidos (%) 44,43 33,45 6,79 1,09 3,10 Número de dias perdidos 1218 917 186 30 85 Óbitos Número de óbitos 0 0 0 0 0 Obs.: Para a definição das taxas de acidentes foi aplicado a fórmula (n° de lesões x 200.00)/HHT. As informações são referentes aos colaboradores próprios das unidades, incluindo as regionais de vendas. * A Bombril não dispõe de informações sobre taxa de absenteísmo separadas por unidade. 34 35
  • 19. Consumidores (GRI PR3, PR4, PR5, PR6, PR9) A marca Bombril sempre foi o alicerce da empresa no de- correr de sua história. Afinal, a credibilidade junto a seus consumidores foi conquistada por meio de um trabalho con- sistente, que garante à companhia a liderança em várias categorias de produtos. Graças a sua busca constante pela excelência no atendimento, a Bombril já foi premiada diver- sas vezes como empresa que mais respeita o consumidor. Atendimento ao consumidor Em 2014, a empresa recebeu 22.859 contatos por meio de seu Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), dos quais 50% foram pedidos de informações ou reclamações. Aproveitando esse canal de relacionamento, foi realizada pesquisa de satisfação, com envio de 1.427 questionários, uma amostra de 12,5% do total das manifestações. Alcançou-se o número de 475 respostas, o que represen- ta 33% de retorno. Nas perguntas, são analisados três as- pectos: solução da manifestação, agente de atendimento e percentual de pessoas que recomendaria os produtos da empresa. Os indicadores e metas de melhoria são acordados com a presidência da empresa, que estipulou KPIs (Key Perfor- mance Indicators) para o SAC, com o objetivo de aumentar as vendas e a rentabilidade da empresa por meio da fideli- zação do consumidor. Geralmente, as marcas que recebem o maior número de contatos são as de limpeza e manutenção de roupas, em especial Mon Bijou e Vantage. Os itens de maiores vendas também são citados com frequência, como: detergente Limpol e lã de aço Bom Bril. Em 2014, as categorias que receberam maior número de contatos foram: detergente regular, amaciantes, esponja de lã de aço, pré-lavagem e aerosol. Os produtos mais elogia- dos e procurados foram: Ecobril e Vantage. Informações sobre Produtos A Bombril assume o compromisso de manter os consu- midores bem informados sobre seus produtos, com seus rótulos de acordo com a legislação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vigente para cada categoria. Nos rótulos de seus produtos constam informações sobre modo de uso, precauções e advertências, além da compo- sição por sua função, princípios ativos pelo nome químico e também o apontamento daqueles que possam gerar um impacto ambiental ou de saúde.As embalagens ainda apre- sentam o símbolo de reciclagem e a identificação do tipo de material utilizado, bem como informações sobre o descarte correto do produto. Mesmo com todo esse cuidado, em 2014, ocorreram 32 casos de não conformidade com regulamentos sobre ro- tulagem. Dentre eles, 31 foram referentes às auditorias do INMETRO/IPEM aos produtos químicos e lãs de aço. A empresa recebeu autuações sobre controle metrológico no valor de R$ 300 mil. A diferença de volume em produtos químicos pode ocorrer, pois as embalagens não são lacradas, podendo ser manu- seadas pelos consumidores ou clientes antes de uma pos- sível aferição das auditorias. Já a lã de aço pode ter uma variação de volume devido aos processos de produção. Com o objetivo de reduzir tais diferenças, a Bombril investirá, em 2015, na aquisição de balanças para aferir os pesos dos produtos em todas as linhas de produção. O último caso de não conformidade se deu pela falta da simbologia no frasco para deficientes visuais de um dos produtos da companhia, conforme exigido por lei.A questão já foi solucionada em 2014. No caso de quaisquer questionamentos ou preocupações relativas a produtos, o primeiro passo é a avaliação com o intuito de averiguar se o aspecto é pertinente àquela cate- goria e se o item em questão está de acordo com a legis- lação vigente. Em seguida, são tomadas ações, de acordo com cada caso, sempre respondendo ao consumidor. A Bombril é contra a realização de testes em animais e está engajada na busca de soluções para sua eliminação defi- nitiva. Porém, no caso dos inseticidas, a Anvisa determina que é necessário o teste em cobaias para que assegure sua eficácia. Em 2014, 0,67% de todos os questionamentos recebidos pelo SAC foram referentes ao assunto. Vale ressaltar que 0,29% de todos os contatos recebidos foram relacionados a inovações em produtos. Fornecedores (GRI EC6, HR6, HR7) A Bombril preza por relações construtivas e de parceria. Por isso é atenta a sua responsabilidade como indutora de desenvolvimento na cadeia produtiva que envolve seu negócio, atuando como agente modificador da sociedade brasileira. Oferecer produtos de qualidade, produzidos a partir de boas práticas sociais e ambientais, requer fornecedo- res que estejam alinhados às políticas e diretrizes da empresa. Com essa consciência, a companhia mantém relacionamentos duradouros e de confiança mútua com esse público. A Bombril é absolutamente contrária à utilização de mão de obra infantil, forçada ou análoga à escrava, tanto em suas instalações como em sua cadeia produtiva, não ten- do registrado, em 2014, nenhum trabalho nessas condi- ções. Para garantir que isso se mantenha, a companhia inclui, em todos os contratos, cláusulas que proíbem tais situações junto a seus fornecedores. Apesar de ainda não contar com uma política formal para identificar essas práticas entre seus parceiros, a empre- sa está se preparando internamente para que em 2015 possa realizar auditorias com o objetivo de avaliar o aten- dimento aos critérios pré-definidos. Além disso, a Bombril procura trabalhar com fornecedores atuantes no mercado, que possuam conduta idônea, sem precedentes de traba- lho infantil ou análogo ao escravo. Caso seja averiguada qualquer inconformidade nesse sentido, a empresa toma- rá as medidas necessárias. Dimensão Social Relatório de Sustentabilidade 2014 36 37
  • 20. Fornecedores locais A Bombril entende que a qualificação de fornecedores locais é essencial para estimular o desenvolvimento das regiões onde atua, além de melhorar o fluxo logístico da cadeia produtiva para atender às demandas em tempo hábil, conforme as necessidades de cada um das plantas da companhia. Por isso, a área de Suprimentos procura direcionar as compras de materiais para fornecedores locais, sempre em busca das melhores condições, atendendo às expec- tativas da companhia e seus procedimentos internos. Em 2104, 23,75% do orçamento da empresa foi utilizado em gastos com fornecedores locais em unidades ope- racionais importantes. Foram considerados fornecedores locais aqueles cujo faturamento ocorreu em cidades com distância de até 85 km das unidades de negócios da Bombril. A empresa tomou a decisão interna de voltar seus esforços para o desenvolvimento de cidades nos arredores de suas três unidades de negócios, localizadas em: São Bernardo do Campo (SP) – excluindo a cidade de São Paulo em função de seu alto desenvolvimento, Sete Lagoas (MG) e Abreu e Lima (PE). Sociedade (GRI SO1) Como estratégia de negócio e contrapartida social, a Bombril decidiu investir na mulher para as suas ações de responsabilidade social. A escolha tem como premissa o fato de que o empoderamento feminino também promove o desenvolvimento de seu ambiente familiar e da comu- nidade, otimizando assim a iniciativa. Dados demonstram que, atualmente, 40% das famílias brasileiras são geridas por mulheres. Foi com esse enfoque que a companhia criou em 2010, o Instituto Roberto Sampaio Ferreira (IRSF) e seu principal projeto, a Casa Bombril, em 2011. O objetivo do instituto é potencializar e dar foco estratégico às iniciativas sociais da empresa, enquanto a Casa Bombril nasceu com o intui- to de tornar-se um centro de referência do protagonismo feminino. Ações de empoderamento feminino (GRI SO1) Casa Bombril - Universidade das domésticas Dentre as atividades da Casa Bombril, destaca-se o progra- ma de capacitação de domésticas. Com foco na profissio- nalização dessas mulheres, são oferecidos cursos gratuitos desenvolvidos em parceria com o Senac/São Paulo (Servi- ço Nacional de Aprendizagem Comercial – Administração Regional no Estado de São Paulo) que, em quatro anos, já formou aproximadamente 2 mil beneficiadas. O programa vai muito além de um treinamento específico para a área de serviço doméstico. O objetivo é também investir no desenvolvimento humano, viabilizando o empo- deramento financeiro da mulher, aumentando seu repertó- rio cultural e agregando conhecimento a uma importante parcela da população que enfrenta inúmeros desafios. Isso porque a Bombril valoriza e reconhece a importância social e econômica que a profissão representa para o país. Prova do sucesso crescente do projeto é o aumento do nú- mero de participantes. Em 2014, 414 mulheres concluíram o curso, um acréscimo de 38% em relação ao ano anterior. Movimento Mulher 360 (GRI 4.12) A Bombril, comprometida com os princípios de empodera- mento das mulheres, da Organização das Nações Unidas (ONU), aderiu, em 2011, ao Movimento + Mulher 360, pri- meira iniciativa empresarial brasileira nessa área. O Movimento conta com o apoio de organizações aca- dêmicas, governamentais e da sociedade civil, além de empresas de todos os segmentos da economia, com o objetivo de promover o desenvolvimento econômico de mulheres em todo o país. Atualmente, a Bombril é um dos membros do Conselho De- liberativo e da diretoria voluntária. Associações do Setor (GRI 4.12, 4.13) A Bombril mantém uma atuação participativa em discus- sões e ações de seu setor. Ao participar de associações e outras organizações, a empresa se vê representada e ativa nacionalmente. A companhia integra a Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Limpeza e Afins (ABIPLA), fazendo parte de sua diretoria e vice-presidência. A associação representa o setor de produtos de limpeza doméstica profissional e institucional, trabalhando para propor alternativas técni- cas viáveis a fim de atender às exigências atribuídas à indústria e garantir a eficácia e segurança dos produtos oferecidos aos consumidores. Dessa forma, a ABIPLA tem interlocução junto às autoridades responsáveis pela regu- lamentação setorial. Além disso, a Bombril participa do LIDE, grupo formado por empresas brasileiras e multinacionais, com faturamento igual ou superior a R$ 200 milhões anuais. Em 2014 patro- cinou as reuniões do Lide Mulher, Lide Family e Lide Varejo. Programa Dê a Mão para o Futuro (GRI 4.13) Desde 2011, a Bombril participa do Programa Dê a Mão para o Futuro, uma iniciativa conjunta da ABIPLA e da Asso- ciação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfuma- ria e Cosméticos (ABIHPEC), no qual a Bombril é associada pela Bril Cosméticos, que visa atender à Política Nacional de Resíduos Sólidos, promovendo a profissionalização de cooperativas de reciclagem. Assim, as empresas associadas assumem sua responsabi- lidade de realizar iniciativas visando o direcionamento pós- consumo das embalagens de seus produtos. Dimensão Social Relatório de Sustentabilidade 2014 38 39
  • 22. Dimensão Ambiental Relatório de Sustentabilidade 2014 Com um papel de relevância para as estratégias da compa- nhia, a dimensão ambiental recebe constante atenção nos processos de reestruturação organizacional da Bombril. O ano de 2014 foi marcado por trabalhos intensos nessa área, com implantação de novas ferramentas, consolidação dos resultados das mudanças iniciadas pela área Industrial no ano anterior e início de processos estruturais relevantes como a busca pela certificação ISO 14001. A metodologia utilizada para o desenvolvimento de ferra- mentas voltadas para a qualidade possibilitaram o estabele- cimento de metas e indicadores, a identificação de anoma- lias e a formalização de processos. A gestão de Meio Ambiente foi reformulada, com a criação de uma nova estrutura hierárquica, reforçando a importân- cia da área, que mesmo com os desafios decorrentes de um crescimento significativo do quadro operacional da em- presa, promoveu avanços não só para o departamento, mas também para todas as suas unidades. Outro destaque do ano foi o fortalecimento dos Subcomitês de Sustentabilidade. Tratam-se de quatro grupos de tra- balho, divididos entre os seguintes temas: Água; Energia; Resíduos; e Pessoas Processos. Criados inicialmente na unidade Anchieta (BBA), que concentra 70% da produção da Bombril, os subcomitês têm o objetivo de avaliar riscos e impactos sustentáveis para cada um desses aspectos. A ideia é propor mudanças que possam melhorar o processo produtivo, incentivando, por exemplo, a utilização de maté- rias primas mais eficientes. Em 2014, os grupos mantive- ram a realização de reuniões mensais, envolvendo gerentes e coordenadores. Ao mesmo tempo, a Bombril trabalha fortemente para atender às legislações federais, estaduais e municipais, com atenção especial às questões ambientais. Buscan- do um melhor controle de todas as leis relevantes para a organização, foi implantado na empresa, em 2014, o software Sistema Operacional de Gestão Integrada - SOGI. A ferramenta permite aprimorar a gestão dos requisitos legais de meio ambiente, saúde e segurança no traba- lho, aplicáveis ao seu ramo de atividade. O software já é utilizado por mais de 1.300 empresas e é reconhecido pelo mercado como o sistema mais completo de gestão integrada do país. Durante o ano, foi realizada uma grande força tarefa dentro da empresa no intuito de adequar todos os produtos e ope- rações às normas aplicáveis à companhia. Nesse sentido, o SOGI representou uma grande ajuda, permitindo organizar e padronizar todas as licenças necessárias. Esse intenso trabalho resultou em diversos planos de ação, que estão em fase de planejamento e execução. Outra ferramenta importante implantada em 2014 foi o Sistema de Indicadores de Sustentabilidade (SIS), que permite acompanhar a gestão de sustentabilidade de ma- neira eficiente, concreta e tangível, por meio de indicado- res específicos. Em 2014 a Bombril iniciou o processo de implantação da norma ISO 14001 de gestão ambiental, na unidade sede (BBA). Como uma atitude inovadora, foi estabelecido que toda a fase de implantação dos processos voltados para a certificação será elaborada, coordenada e gerenciada inter- namente.Apenas a certificação ficará a cargo de órgão cre- denciado externo, para garantir maior credibilidade. A ação começou em janeiro de 2014 e tem previsão de término ao fim de 2016. Durante esse primeiro ano, foi essencial estabelecer as bases para estruturação da nova cultura da companhia, definindo aspectos e impactos relevantes na área de meio ambiente. Em 2014, a Bombril verificou um aumento no consumo de algumas matérias-primas, decorrente de um incre- mento produtivo de 11,27% em toneladas, represen- tando um aumento de volume produtivo de 12,58% em relação a 2013. A companhia implantou 32 projetos voltados para efi- ciência e otimização de recursos no último ano. Dentre eles, 22 foram focados em melhorias e 10 direcionados a novos lançamentos, visando a internalizações, redução de massa de embalagens, substituição de ativos, resinas e insumos e busca de novas matérias primas. Outra importante decisão durante o ano foi internalizar a gestão de resíduos e estação de tratamento de efluen- tes (ETE), antes gerenciadas por empresas contratadas. A decisão tem o objetivo de melhorar o controle sobre processos e procedimentos, o que está de acordo com o posicionamento da empresa de assumir cada vez mais a responsabilidade sobre temas relacionados à sustentabi- lidade. Esta internalização de processos também diminui os riscos sobre eventuais não cumprimentos a normas e legislações ambientais, além de possibilitar inúmeras oportunidades de melhorias, com um mapeamento mais detalhado sobre todo o ciclo de vida de seus produtos. Consumo de Materiais e Gestão de Resíduos (GRI EN1, EN2, EN22) Produção em volume, por unidade 2013 Unidade Total Químicos Cresc. % Total Lã de Aço Cresc. % Total Geral Unid. Cresc. % Total Geral BBA 25.966.331 - 1.224.108 - 27.190.439 - Total Geral BBN 6.561.224 - 722.680 - 7.283.904 - Total Geral BBM 2.225.995 - 928.233 - 3.154.228 - Total Geral Bombril 34.753.550 - 2.875.021 - 37.628.571 - 2014 Unidade Total Químicos Cresc. % Total Lã de Aço Cresc. % Total Geral Unid. Cresc. % Total Geral BBA 29.286.437 12,79% 1.273.200 4,01% 30.559.637 12,39% Total Geral BBN 7.613.273 16,03% 722.113 -0,08% 8.335.386 14,44% Total Geral BBM 2.586.024 16,17% 880.155 -5,18% 3.466.179 9,98% Total Geral Bombril 39.485.734 13,62% 2.875.468 0,02% 42.361.202 12,58% 42 43
  • 23. Atenta aos impactos ambientais de embalagens e resíduos, a Bombril utiliza PET reciclado em sua produção. Devido a aperfeiçoamentos no processo, o uso do material prove- niente de reaproveitamento aumentou em comparação ao ano anterior, chegando a 96,3% de toda a resina de PET utilizada pela empresa. (GRI EN22) Foi descartado um total de 5.622 toneladas de resíduos durante o ano, dos quais 5.508 toneladas foram destina- das à reciclagem e aterro industrial, classificados como não perigosos. Os resíduos perigosos totalizaram 114 toneladas e tiveram três tipos de disposição: aterro industrial, copro- cessamento e incineração. Dimensão Ambiental Relatório de Sustentabilidade 2014 Água (GRI EN8, EN21) A Bombril tem buscado formas de melhorar a gestão do uso da água em todas as suas unidades e conseguiu atingir suas metas de crescimento operacional em conjunto com um eficiente uso da água. Com ajuda do Subcomitê de Água, criado em 2013, fo- ram realizados projetos de reutilização de água de setup e espaçamentos maiores entre as lavagens do Mycro Pull. Com isso, 272 toneladas de produtos derivados de águas de setup foram reutilizadas e 2.200 m3 de água derivadas dos maiores espaçamentos do Mycro Pull, deixaram de ser enviadas à ETE. O subcomitê é formado por colabo- radores de diversas áreas, incluindo operacional, enge- nharia, meio ambiente e outras, permitindo, assim, que o tema seja discutido em toda a companhia e não apenas em uma área específica. Volume total de água retirada por fonte (m³) (GRI EN8) 2013 2014 Água subterrânea 518.282 496.008 Abastecimento de água municipal ou de outros serviços de água 103.554 129.785 Total 621.836 625.793 Em 2013, o consumo foi de 1,50 M3 /ton produzida Em 2014, o consumo foi de 1,36 m3 /ton produzida Em relação ao volume de água descartada,a diminuição dos efluentes industriais ocorreu devido à redução de passivo de químicos estocados nas áreas fabris e à nova política de doação de produtos químicos, evitando que uma quantida- de de produto significativa chegasse ao vencimento dentro das áreas fabris. O aumento de efluentes sanitários ocorreu devido ao aumento de 23 dias trabalhados em 2014. O ano de 2014 foi de amadurecimento das ações de otimi- zação do uso desse importante recurso natural e os projetos previstos para 2015 são ainda mais desafiadores. A pro- dução de químicos, grande responsável pelo consumo de água, cresceu 13,6% em volume em 2014, e o consumo de água da companhia foi apenas 0,6% maior do que em 2013, o que comprova uma economia de aproximadamente 70 mil m3 de água no período. Volume total de água descartada * (GRI EN21) Tipo 2014 (m³) Destinação Industrial 5.435 Tratamento físico-químico e lançamento na rede da Sabesp Sanitário 64.303 Lançamento na rede coletora da Sabesp Volume total descartado 69.738 * Dados referentes à unidade de São Bernardo do Campo (SP). As demais unidades não possuem medidor. Energia (GRI EN3, EN4) Consumo de combustíveis / energia (GJ) (GRI EN3, EN4) Tipo de combustíveis 2014 GLP 10.908 GN 823 Diesel 1 Total 10.909 Eletricidade 215.512 Em 2013, o consumo foi de 135,27 kwh/ton produzida Em 2014, o consumo foi de 131,64 kwh/ton produzida Devido a um melhor planejamento operacional, isto é, maior eficiência de novos maquinários e menor tempo de máqui- nas ligadas sem produzir, houve uma economia significativa do consumo de energia considerando o aumento de produ- ção da Bombril em 2014. Materiais não renováveis (GRI EN1) 2013 2014 Nome do material Tipo de materiais Volume/peso Aço Arame de aço - diversas medidas (ton) 31.042 31.996 Plástico Polietileno de alta densidade (PEAD) para frasco (ton) 11.386 9.323 Plástico Politereftalato de etileno (PET) virgem (ton) 144 154 Plástico Frascos (Mi) 754.750 812.799 Plástico Tampas (Mi) 604.085 633.682 Químico Lauril éter sulfato de sódio (ton) 15.596 17.712 Químico Alquilbenzeno linear sulfonado 96,5% (ton) 12.756 14.405 Químico Sulfato de magnésio heptahidratado (ton) 4.043 4.580 Químico Quaternário de amônio 75% (Ton) 3.207 3.484 Químico Soda cáustica líquida (ton) 3.235 3.627 Químico Corantes (ton) 10 10 Químico Pigmentos (ton) 1 1 Químico Óleo emulsionável (m³) 143 148 Químico Álcool 96º GL (m³) 332 462 Embalagem Filmes em geral (ton) 2.066 2.251 Embalagem Fita adesiva - caixa 28 mm x 1200 m (m) 30.374.224 35.807.171 Embalagem Fita gomada - diversas (m) 4.564.629 7.304.060 Papel e papelão Embalagens em geral (MI) 69.431 531.703 Materiais Não renováveis Provenientes de Reciclagem (GRI EN2) Nome do Material Tipo de Material 2013 2014 Plástico PET Reciclado (ton) 3.419 4.121 Peso dos resíduos (ton) 2014 Método de disposição Resíduos perigosos 50,34 Reciclagem 4,41 Incineração 1,26 Aterro Industrial 42,65 Coprocessamento Resíduos não perigosos 4.340,75 Reciclagem 1.167,40 Aterro Industrial Total descartado 5.606,81 44 45
  • 25. ESTRATÉGIA E ANÁLISE 1.1 4 PERFIL ORGANIZACIONAL 2.1 Nome da organização. 10 2.2 Principais marcas, produtos e/ou serviços. 10 2.3 Estrutura operacional da organização. 10 2.4 Localização da sede da organização. 10 2.5 Número de países em que a organização opera. 12 2.6 Tipo e natureza jurídica da propriedade. 10 2.7 Mercados atendidos. 12 2.8 Porte da organização. 10, 12 2.9 Principais mudanças referentes a porte, estrutura ou participação acionária. Em 2014 não houve mudança significativa, abertura ou fechamento de unidades da Bombril. 2.10 Prêmios recebidos. 17 Índice Remissivo GRI Relatório de Sustentabilidade 2014 PARÂMETROS DO RELATÓRIO 3.1 Período coberto pelo relatório. 6, 7 3.2 Data do relatório anterior mais recente. 6, 7 3.3 Ciclo de emissão de relatórios. 6, 7 3.4 Dados para contato em caso de perguntas relativas ao relatório ou seu conteúdo. 6, 7 3.5 Processo para definição do conteúdo do relatório. 6, 7 3.6 Limite do relatório. 6, 7 3.7 Declaração sobre quaisquer limitações específicas quanto ao escopo ou limite do relatório. 6, 7 3.8 Base para o relatório no que se refere a outras instalações que possam afetar significativamente a comparabilidade entre períodos e/ou entre organizações. 6, 7 3.10 Explicação das consequências de quaisquer reformulações de informações fornecidas em relatórios anteriores. Em 2014, não houve alteração em relação ao relatório anterior. 3.11 Mudanças significativas em comparação com anos anteriores no que se refere a escopo, limite ou métodos de medição aplicados no relatório. Em 2014, não houve alteração em relação ao relatório anterior. 3.12 Tabela que identifica a localização das informações no relatório. 47 3.13 Política e prática atual relativa à busca de verificação externa para o relatório. Em 2014, o relatório não foi submetido à verificação externa. Indicador Descrição Observação/Página no RelatórioIndicador Descrição Observação/Página no Relatório 48 49
  • 26. Indicador Descrição Observação/Página no Relatório Índice Remissivo GRI Relatório de Sustentabilidade 2014 GOVERNANÇA, COMPROMISSO E ENGAJAMENTO 4.1 Estrutura de governança da organização. 20 4.2 Indicação caso o presidente do mais alto órgão de governança também seja um diretor executivo. 20 4.3 Para organizações com uma estrutura de administração unitária, declaração de número de membros independentes ou não executivos do mais alto órgão de governança. 20 4.4 Mecanismos para que acionistas e empregados façam recomendações ou deem orientações ao mais alto órgão de governança. 20 4.6 Processos em vigor no mais alto órgão de governança para assegurar que conflitos de interesse sejam evitados. 20 4.8 Declarações de missão e valores, códigos de conduta e princípios internos. 13 4.9 Procedimentos do mais alto órgão de governança para supervisionar a identificação e gestão por parte da organização do desempenho econômico, ambiental e social. 20 4.12 Cartas, princípios, ou outras iniciativas desenvolvidas externamente de caráter econômico, ambiental e social que a organização subscreve ou endossa. 39 4.13 Participação em associações (como federações de indústrias) e/ou organismos nacionais/internacionais de defesa em que a organização: - possui assento em grupos responsáveis pela governança corporativa; - integra projetos ou comitês; - contribui com recursos de monta além da taxa básica como organização associada; - considera estratégica sua atuação como associada. Isso se refere principalmente à participação como associada do ponto de vista da organização. 39 4.14 Relação de grupos de stakeholders engajados pela organização. 6, 7 4.15 Base para a identificação e seleção de stakeholders com os quais engajar-se. 6, 7 DESEMPENHO ECONÔMICO EC1 Valor econômico direto gerado e distribuído, incluindo receitas, custos operacionais, remuneração de empregados, doações e outros investimentos na comunidade, lucros acumulados e pagamentos para provedores de capital e governos. 26 EC5 Variação da proporção do salário mais baixo comparado ao salário mínimo local em unidades operacionais importantes. 32 EC6 Políticas, práticas e proporção de gastos com fornecedores locais em unidades operacionais importantes. 37 DESEMPENHO AMBIENTAL EN1 Materiais usados por peso ou volume. 43 EN2 Percentual dos materiais usados provenientes de reciclagem. 43 EN3 Consumo de energia direta discriminado por fonte de energia primária. 45 EN4 Consumo de energia indireta discriminado por fonte primária. 45 EN6 Iniciativas para fornecer produtos e serviços com baixo consumo de energia, ou que usem energia gerada por recursos renováveis, e redução na necessidade de energia resultante dessas iniciativas. A Bombril não possui sistema para controle de energia para produtos e serviços. EN8 Total de retirada de água por fonte. 45 EN10 Percentual e volume total de água reciclada/reutilizada. A Bombril não possui sistema de reciclagem ou reutilização de água. Indicador Descrição Observação/Página no Relatório 50 51
  • 27. Índice Remissivo GRI Relatório de Sustentabilidade 2014 EN21 Descarte total de água, por qualidade e destinação. 45 EN22 Peso total de resíduos, por tipo e método de disposição. 43 RELAÇÕES TRABALHISTAS LA1 Total de trabalhadores por tipo de emprego, contrato de trabalho e região. 30 LA2 Número total e taxa de rotatividade de empregados por faixa etária, gênero e região. 31 LA4 Percentual de empregados abrangidos por acordos de negociação coletiva. 30 LA6 Percentual dos empregados representados em comitês formais de segurança e saúde, compostos por gestores e trabalhadores, que ajudam no monitoramento e aconselhamento sobre programas de segurança e saúde ocupacional. 34 LA7 Taxas de lesões, doenças ocupacionais, dias perdidos, absenteísmo e óbitos relacionados ao trabalho, por região e por gênero. 34 LA10 Média de horas de treinamento por ano, por empregado, discriminadas por categoria funcional e por gênero. 32 LA14 Proporção de salário base entre homens e mulheres, discriminados por categoria funcional e por operações em locais significativos. 32 DIREITOS HUMANOS HR4 Número total de casos de discriminação e as medidas corretivas tomadas. 31 HR6 Operações e fornecedores significativos identificados como de risco significativo de ocorrência de trabalho infantil e medidas tomadas para contribuir para a efetiva abolição do trabalho infantil. 37 HR7 Operações e fornecedores significativos identificados como de risco significativo de ocorrência de trabalho forçado ou análogo ao escravo e as medidas tomadas para contribuir para a erradicação de todas as formas de trabalho forçado ou análogo ao escravo. 37 SOCIEDADE SO1 Natureza, escopo e eficácia de quaisquer programas e práticas para avaliar e gerir os impactos das operações nas comunidades, incluindo a entrada, operação e saída. 23, 38 SO4 Medidas tomadas em resposta a casos de corrupção. Em 2014, não foram identificados casos de corrupção na Bombril. SO10 Medidas de prevenção e mitigação implementadas em operações com impactos negativos significativos potenciais ou reais em comunidades locais. 23 RESPONSABILIDADE PELO PRODUTO PR2 Número total de casos de não conformidade com regulamentos e códigos voluntários relacionados aos impactos causados por produtos e serviços na saúde e segurança, durante o ciclo de vida, discriminados por tipo e resultado. Em 2014, não ocorreram casos de não conformidades com os regulamentos e códigos voluntários por produtos e serviços. PR3 Tipo de informação sobre produtos e serviços exigido por procedimentos de rotulagem, e o percentual de produtos e serviços sujeitos a tais exigências. 36 PR4 Número total de casos de não conformidade com regulamentos e códigos voluntários relacionados a informações e rotulagem de produtos e serviços, discriminados por tipo de resultado. 36 PR5 Práticas relacionadas à satisfação do cliente, incluindo resultados de pesquisas que medem essa satisfação. 36 PR6 Programas de adesão às leis, normas e códigos voluntários relacionados a comunicações de marketing, incluindo publicidade, promoção e patrocínio. 36 PR7 Número total de casos de não conformidade com regulamentos e códigos voluntários relativos a comunicações de marketing, incluindo publicidade, promoção e patrocínio, discriminados por tipo de resultado. Em 2014, não houve casos de não conformidade com os regulamentos relativos à comunicação de marketing. PR9 Valor monetário de multas (significativas) por não conformidade com leis e regulamentos relativos ao fornecimento e uso de produtos e serviços. 36 Indicador Descrição Observação/Página no RelatórioIndicador Descrição Observação/Página no Relatório 52 53
  • 28. Realização Bombril Coordenação Bombril Luciana de Freitas Rego Thiago Rodrigues de Souza Lopes Priscila Guimarães Conteúdo Técnico GRI e Redação Visão Sustentável – www.visaosustentavel.com.br José Pascowitch, Andrea Fumo, Carolina Besse, Ana Lucia Berndt. Projeto Gráfico Bombril S.A Debora Ambar S+G Comunicação - www.smaisg.com.br Fotos Roger Panhan Esta publicação é de responsabilidade da Bombril. Endereço: Marginal da Via Anchieta, km 14 São Bernardo do Campo (SP) www.bombril.com.br Para informações, sugestões, críticas ou comentários, favor entrar em contato pelo canal: sustentabilidade@bombril.com.br Créditos Relatório de Sustentabilidade 2014 5454
  • 29. BomBril S.A. Marginal da Via Anchieta, Km 14 São Bernardo do Campo · SP www.bombril.com.br