SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
Relatório de Chance
de Cura da Mastite Clínica
Qual a chance de cura da mastite clínica
em função do antibiótico intramamário utilizado?
Perguntas frequentes (F.A.Q.)
1. Qual é o objetivo da OnFarm com a divulgação de informações dos
protocolos de tratamento mais usados pela comunidade dos OnFarmers?
O principal objetivo é empoderar o produtor, permitindo o acesso com transparência
das informações geradas pela própria comunidade dos OnFarmers. Queremos
contribuir para a comunidade gerar e consumir informação de alta qualidade, cada
vez mais robustas e personalizadas conforme as características de região, rebanho e
características específicas da vaca e do caso clínico.
O propósito desta iniciativa é fornecer informações que auxiliem na tomada de
decisões, com base na coleta de dados informados pelos OnFarmers. A
disponibilidade de informações confiáveis é um dos pilares para a adequada tomada
de decisões no dia a dia da fazenda leiteira, e assim, incentivamos que a comunidade
forneça dados com critérios necessários, que podem gerar benefício para todos os
OnFarmers.
2. Os resultados obtidos são comparáveis aos de estudos clínicos com
condições controladas?
Não. Como as informações são geradas pelos próprios OnFarmers, não é possível
garantir as mesmas condições controladas necessárias para um estudo clínico. Desta
forma, ressaltamos que as informações geradas não devem ser interpretadas como
comprovações científicas de eficácias, mas sim como resultados de campo
informados pela comunidade OnFarmers. Destacamos ainda, que cada fazenda
apresenta características próprias, e assim, não se pode garantir a obtenção dos
mesmos resultados em condições individuais de rebanho.
3. De onde vem esses dados? Como e por quem são feitas as coletas das
informações?
Os dados são coletados por meio OnFarmAPP, a partir das informações lançadas
pelas fazendas que usam o sistema OnFarm, tais como:
➔ Lançamento de caso de mastite clínica (brinco, quarto mamário, grau da
mastite);
➔ Diagnóstico microbiológico do caso;
➔ Informação do protocolo realizado para tratamento;
➔ Informação se houve cura clínica ou não do caso, ou retorno de sintomas
(exemplo: grumos); no mesmo quarto em menos de 21 dias a partir do primeiro caso
registrado.
4. O que significa chance de cura clínica?
Significa que após o episódio de mastite clínica (aparecimento de sintomas clínicos,
tais como grumo e/ou edema), houve desaparecimento dos sintomas clínicos no
quarto mamário acometido e não houve retorno de qualquer um destes sintomas
durante um período de 21 dias no mesmo quarto mamário. Por outro lado, a cura
microbiológica é baseada em análises microbiológicas pós-tratamento, para avaliar se
o agente causador isolado previamente ao tratamento foi ou não eliminado do
quarto afetado.
5. A OnFarm recomenda o uso de algum dos medicamentos divulgados?
Não. A recomendação e o uso de medicamentos são de responsabilidade do Médico
Veterinário e das fazendas, as quais devem ser baseadas nas características do
rebanho e do animal acometido, assim como em informações adicionais de estudos
clínicos a critério dos responsáveis pelo rebanho.
7. Essa publicação recebeu apoio financeiro de alguma empresa?
Não. A OnFarm não recebeu nenhum incentivo para a geração destes relatórios.
8. Além dos protocolos de tratamentos, quais outros fatores podem
influenciar na chance de cura da mastite clínica?
Para análise estatística dos dados foi utilizado um modelo de regressão logística
multivariada, o qual considerou o histórico de casos clínicos da vaca, associação de
terapia combinada com antimicrobiano por via intramuscular e uso de
anti-inflamatórios associados, grupo de agentes, grau de mastite clínica e dias de
tratamento com intramamário.
9. Todos os intramamários disponíveis no mercado entraram na análise?
Quais foram os critérios mínimos para a inclusão de um protocolo de
tratamento?
Não. Foram avaliados protocolos de tratamento de 1441 casos clínicos de mastite,
oriundos de 137 diferentes fazendas das regiões sul, sudeste e centro-oeste, que
apresentaram dados completos, como histórico de mastite da vaca, características do
caso clínico (quarto acometido, grau da mastite e resultado de cultura microbiológica
e informação sobre cura clínica), durante o período de agosto 2020 a janeiro 2021.
Neste levantamento de dados, entraram somente os resultados de intramamários
informados pelos OnFarmers, com mínimo de 40 casos clínicos de mastite clínica e
que estavam foram utilizados em pelo menos 5 diferentes fazendas.
10. Qual a frequência de publicação dos resultados dos protocolos de
tratamento da comunidade dos OnFarmers?
Está programada a atualização semestral, que permitirá a inclusão de dados
adicionais informados no período, o que torna a análise de dados mais robusta.
Conforme a disponibilidade e do volume de dados, a publicação de novas edições
pode permitir a inclusão de informações adicionais, como novos produtos, região
avaliada, tamanho de rebanho, sistema de produção e demais fatores e
características que possam ser relevantes para a interpretação dos resultados.
11. Como divulgar e usar essas informações?
A OnFarm acredita que ter informações relevantes é um diferencial para a tomada de
decisões na fazenda, e assim permite a divulgação e uso das informações, desde que
citada a fonte. No entanto, a OnFarm não endossa ou recomenda nenhum produto e
não se responsabiliza sobre interpretações equivocadas das informações geradas.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Relatório de Chance de Mastite Clínica

Desafio Operações Unitárias
Desafio Operações UnitáriasDesafio Operações Unitárias
Desafio Operações Unitárias
henriquetabosa
 
Assistencia farmaceutica
Assistencia farmaceuticaAssistencia farmaceutica
Assistencia farmaceutica
jlpgemeinder
 
Etica 06 boas praticas clinicas documento das americas bpc
Etica 06   boas praticas clinicas documento das americas bpcEtica 06   boas praticas clinicas documento das americas bpc
Etica 06 boas praticas clinicas documento das americas bpc
gisa_legal
 
éTica 06 boas práticas clínicas documento das americas bpc
éTica 06   boas práticas clínicas documento das americas bpcéTica 06   boas práticas clínicas documento das americas bpc
éTica 06 boas práticas clínicas documento das americas bpc
gisa_legal
 

Semelhante a Relatório de Chance de Mastite Clínica (20)

Desafio Operações Unitárias
Desafio Operações UnitáriasDesafio Operações Unitárias
Desafio Operações Unitárias
 
Phibro - Saúde, produção e qualidade do leite final
Phibro - Saúde, produção e qualidade do leite finalPhibro - Saúde, produção e qualidade do leite final
Phibro - Saúde, produção e qualidade do leite final
 
SAE - CIPE.pdf
SAE - CIPE.pdfSAE - CIPE.pdf
SAE - CIPE.pdf
 
SLIDES Farmácia Hospitalar.pdf
SLIDES Farmácia Hospitalar.pdfSLIDES Farmácia Hospitalar.pdf
SLIDES Farmácia Hospitalar.pdf
 
Assistencia farmaceutica
Assistencia farmaceuticaAssistencia farmaceutica
Assistencia farmaceutica
 
Protocolo meta de controle de dados autonomos.
Protocolo meta de controle de dados autonomos.Protocolo meta de controle de dados autonomos.
Protocolo meta de controle de dados autonomos.
 
Dermatologia em cães e gatos
Dermatologia em cães e gatos Dermatologia em cães e gatos
Dermatologia em cães e gatos
 
[Pdf] dermatologia em cães e gatos
[Pdf] dermatologia em cães e gatos[Pdf] dermatologia em cães e gatos
[Pdf] dermatologia em cães e gatos
 
Ii congresso mineiro de farmacia competências farmacêutico_final
Ii congresso mineiro de farmacia competências farmacêutico_finalIi congresso mineiro de farmacia competências farmacêutico_final
Ii congresso mineiro de farmacia competências farmacêutico_final
 
vigilancia sanitaria animal
vigilancia sanitaria animalvigilancia sanitaria animal
vigilancia sanitaria animal
 
Apresentação Prof. Dra. Maria Lucia Dagli: testes pré-clínicos e agências r...
Apresentação Prof. Dra. Maria Lucia Dagli: testes pré-clínicos e agências r...Apresentação Prof. Dra. Maria Lucia Dagli: testes pré-clínicos e agências r...
Apresentação Prof. Dra. Maria Lucia Dagli: testes pré-clínicos e agências r...
 
Manual de exames 2013 hermes-pardini
Manual de exames 2013 hermes-pardiniManual de exames 2013 hermes-pardini
Manual de exames 2013 hermes-pardini
 
AULA HOSPITALAR sistema de distribuição de medicamentos.pdf
AULA HOSPITALAR sistema de distribuição de  medicamentos.pdfAULA HOSPITALAR sistema de distribuição de  medicamentos.pdf
AULA HOSPITALAR sistema de distribuição de medicamentos.pdf
 
Etica 06 boas praticas clinicas documento das americas bpc
Etica 06   boas praticas clinicas documento das americas bpcEtica 06   boas praticas clinicas documento das americas bpc
Etica 06 boas praticas clinicas documento das americas bpc
 
éTica 06 boas práticas clínicas documento das americas bpc
éTica 06   boas práticas clínicas documento das americas bpcéTica 06   boas práticas clínicas documento das americas bpc
éTica 06 boas práticas clínicas documento das americas bpc
 
M1-Milkone. Saúde Animal. Leite de Qualidade
M1-Milkone. Saúde Animal. Leite de QualidadeM1-Milkone. Saúde Animal. Leite de Qualidade
M1-Milkone. Saúde Animal. Leite de Qualidade
 
Medicamentos potencialmente perigosos: contaminação de superfícies, risco amb...
Medicamentos potencialmente perigosos: contaminação de superfícies, risco amb...Medicamentos potencialmente perigosos: contaminação de superfícies, risco amb...
Medicamentos potencialmente perigosos: contaminação de superfícies, risco amb...
 
3a. Aula Planejamento dos Resultados Esperados.pptx
3a. Aula Planejamento dos Resultados Esperados.pptx3a. Aula Planejamento dos Resultados Esperados.pptx
3a. Aula Planejamento dos Resultados Esperados.pptx
 
Farmcia clnica.apostila pdf
Farmcia clnica.apostila pdfFarmcia clnica.apostila pdf
Farmcia clnica.apostila pdf
 
metodo clinicopara atencao farmaceutica
 metodo clinicopara atencao farmaceutica metodo clinicopara atencao farmaceutica
metodo clinicopara atencao farmaceutica
 

Mais de AgriPoint

REGULAMENTO E CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA E COMPRA POR LEILÕES PROMOVIDOS POR E...
REGULAMENTO E CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA E COMPRA POR LEILÕES PROMOVIDOS POR E...REGULAMENTO E CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA E COMPRA POR LEILÕES PROMOVIDOS POR E...
REGULAMENTO E CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA E COMPRA POR LEILÕES PROMOVIDOS POR E...
AgriPoint
 
E book gratuito - Vacas em transição
E book gratuito - Vacas em transiçãoE book gratuito - Vacas em transição
E book gratuito - Vacas em transição
AgriPoint
 

Mais de AgriPoint (20)

Abordagem inovadora no tratamento das mastites
Abordagem inovadora no tratamento das mastitesAbordagem inovadora no tratamento das mastites
Abordagem inovadora no tratamento das mastites
 
RESUMO DE MERCADO: PREÇOS NOMINAIS - CADEIA PRODUTIVA
RESUMO DE MERCADO: PREÇOS NOMINAIS - CADEIA PRODUTIVARESUMO DE MERCADO: PREÇOS NOMINAIS - CADEIA PRODUTIVA
RESUMO DE MERCADO: PREÇOS NOMINAIS - CADEIA PRODUTIVA
 
REGULAMENTO E CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA E COMPRA POR LEILÕES PROMOVIDOS POR E...
REGULAMENTO E CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA E COMPRA POR LEILÕES PROMOVIDOS POR E...REGULAMENTO E CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA E COMPRA POR LEILÕES PROMOVIDOS POR E...
REGULAMENTO E CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA E COMPRA POR LEILÕES PROMOVIDOS POR E...
 
Boletim Técnico Vol. 1 - Verminoses x Desenv. Gl. Mamária
Boletim Técnico Vol. 1 - Verminoses x Desenv. Gl. MamáriaBoletim Técnico Vol. 1 - Verminoses x Desenv. Gl. Mamária
Boletim Técnico Vol. 1 - Verminoses x Desenv. Gl. Mamária
 
INTERNATIONAL WORKSHOP ON ADVANCES OF PROBIOTICS AND PREBIOTICS (IWAPP)
INTERNATIONAL WORKSHOP ON ADVANCES OF PROBIOTICS AND PREBIOTICS (IWAPP) INTERNATIONAL WORKSHOP ON ADVANCES OF PROBIOTICS AND PREBIOTICS (IWAPP)
INTERNATIONAL WORKSHOP ON ADVANCES OF PROBIOTICS AND PREBIOTICS (IWAPP)
 
Iniciando no Leite - Nutrição
Iniciando no Leite - NutriçãoIniciando no Leite - Nutrição
Iniciando no Leite - Nutrição
 
Ebook - Top100 2020
Ebook - Top100 2020Ebook - Top100 2020
Ebook - Top100 2020
 
Manual técnico - Boostin
Manual técnico - BoostinManual técnico - Boostin
Manual técnico - Boostin
 
CASAMENTO DE INTERESSES: A utilização de Essential traz benefícios financeiro...
CASAMENTO DE INTERESSES: A utilização de Essential traz benefícios financeiro...CASAMENTO DE INTERESSES: A utilização de Essential traz benefícios financeiro...
CASAMENTO DE INTERESSES: A utilização de Essential traz benefícios financeiro...
 
Manual Técnico Boostin
Manual Técnico BoostinManual Técnico Boostin
Manual Técnico Boostin
 
Manual de Resíduos de Antibióticos no leite
Manual de Resíduos de Antibióticos no leiteManual de Resíduos de Antibióticos no leite
Manual de Resíduos de Antibióticos no leite
 
A internet como disseminadora da informação
A internet como disseminadora da informaçãoA internet como disseminadora da informação
A internet como disseminadora da informação
 
E book gratuito - Vacas em transição
E book gratuito - Vacas em transiçãoE book gratuito - Vacas em transição
E book gratuito - Vacas em transição
 
10 DICAS PARA FALAR EM PÚBLICO
10 DICAS PARA FALAR EM PÚBLICO10 DICAS PARA FALAR EM PÚBLICO
10 DICAS PARA FALAR EM PÚBLICO
 
5C's da Criação de Bezerras
5C's da Criação de Bezerras5C's da Criação de Bezerras
5C's da Criação de Bezerras
 
5CS da criação de bezerras
5CS da criação de bezerras5CS da criação de bezerras
5CS da criação de bezerras
 
Unopar - Guia para o consumidor de leite e derivados
Unopar - Guia para o consumidor de leite e derivados Unopar - Guia para o consumidor de leite e derivados
Unopar - Guia para o consumidor de leite e derivados
 
Top100 2018
Top100 2018Top100 2018
Top100 2018
 
Ebook Minerphos - Como minimizar prejuízos referentes a acidose e micotoxinas...
Ebook Minerphos - Como minimizar prejuízos referentes a acidose e micotoxinas...Ebook Minerphos - Como minimizar prejuízos referentes a acidose e micotoxinas...
Ebook Minerphos - Como minimizar prejuízos referentes a acidose e micotoxinas...
 
Ebook - Como minimizar prejuízos referentes a acidose e micotoxinas do seu re...
Ebook - Como minimizar prejuízos referentes a acidose e micotoxinas do seu re...Ebook - Como minimizar prejuízos referentes a acidose e micotoxinas do seu re...
Ebook - Como minimizar prejuízos referentes a acidose e micotoxinas do seu re...
 

Último

I.3 Proteção integrada.pptxppppaaaatttav
I.3 Proteção integrada.pptxppppaaaatttavI.3 Proteção integrada.pptxppppaaaatttav
I.3 Proteção integrada.pptxppppaaaatttav
Judite Silva
 
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
HELLEN CRISTINA
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
HELLEN CRISTINA
 

Último (16)

I.3 Proteção integrada.pptxppppaaaatttav
I.3 Proteção integrada.pptxppppaaaatttavI.3 Proteção integrada.pptxppppaaaatttav
I.3 Proteção integrada.pptxppppaaaatttav
 
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdfFazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
 
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
 
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdfApresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
 
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
 
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMAÁrea de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
 
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARESBIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
 
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
 
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdfAruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdf
 
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptxMACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
 
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
 
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...
 
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptxCEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
 
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptxapresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
 
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMPSEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
 

Relatório de Chance de Mastite Clínica

  • 1. Relatório de Chance de Cura da Mastite Clínica Qual a chance de cura da mastite clínica em função do antibiótico intramamário utilizado? Perguntas frequentes (F.A.Q.) 1. Qual é o objetivo da OnFarm com a divulgação de informações dos protocolos de tratamento mais usados pela comunidade dos OnFarmers? O principal objetivo é empoderar o produtor, permitindo o acesso com transparência das informações geradas pela própria comunidade dos OnFarmers. Queremos contribuir para a comunidade gerar e consumir informação de alta qualidade, cada vez mais robustas e personalizadas conforme as características de região, rebanho e características específicas da vaca e do caso clínico. O propósito desta iniciativa é fornecer informações que auxiliem na tomada de decisões, com base na coleta de dados informados pelos OnFarmers. A disponibilidade de informações confiáveis é um dos pilares para a adequada tomada de decisões no dia a dia da fazenda leiteira, e assim, incentivamos que a comunidade forneça dados com critérios necessários, que podem gerar benefício para todos os OnFarmers. 2. Os resultados obtidos são comparáveis aos de estudos clínicos com condições controladas? Não. Como as informações são geradas pelos próprios OnFarmers, não é possível garantir as mesmas condições controladas necessárias para um estudo clínico. Desta forma, ressaltamos que as informações geradas não devem ser interpretadas como comprovações científicas de eficácias, mas sim como resultados de campo informados pela comunidade OnFarmers. Destacamos ainda, que cada fazenda apresenta características próprias, e assim, não se pode garantir a obtenção dos mesmos resultados em condições individuais de rebanho.
  • 2. 3. De onde vem esses dados? Como e por quem são feitas as coletas das informações? Os dados são coletados por meio OnFarmAPP, a partir das informações lançadas pelas fazendas que usam o sistema OnFarm, tais como: ➔ Lançamento de caso de mastite clínica (brinco, quarto mamário, grau da mastite); ➔ Diagnóstico microbiológico do caso; ➔ Informação do protocolo realizado para tratamento; ➔ Informação se houve cura clínica ou não do caso, ou retorno de sintomas (exemplo: grumos); no mesmo quarto em menos de 21 dias a partir do primeiro caso registrado. 4. O que significa chance de cura clínica? Significa que após o episódio de mastite clínica (aparecimento de sintomas clínicos, tais como grumo e/ou edema), houve desaparecimento dos sintomas clínicos no quarto mamário acometido e não houve retorno de qualquer um destes sintomas durante um período de 21 dias no mesmo quarto mamário. Por outro lado, a cura microbiológica é baseada em análises microbiológicas pós-tratamento, para avaliar se o agente causador isolado previamente ao tratamento foi ou não eliminado do quarto afetado. 5. A OnFarm recomenda o uso de algum dos medicamentos divulgados? Não. A recomendação e o uso de medicamentos são de responsabilidade do Médico Veterinário e das fazendas, as quais devem ser baseadas nas características do rebanho e do animal acometido, assim como em informações adicionais de estudos clínicos a critério dos responsáveis pelo rebanho. 7. Essa publicação recebeu apoio financeiro de alguma empresa? Não. A OnFarm não recebeu nenhum incentivo para a geração destes relatórios. 8. Além dos protocolos de tratamentos, quais outros fatores podem influenciar na chance de cura da mastite clínica? Para análise estatística dos dados foi utilizado um modelo de regressão logística multivariada, o qual considerou o histórico de casos clínicos da vaca, associação de terapia combinada com antimicrobiano por via intramuscular e uso de anti-inflamatórios associados, grupo de agentes, grau de mastite clínica e dias de tratamento com intramamário.
  • 3. 9. Todos os intramamários disponíveis no mercado entraram na análise? Quais foram os critérios mínimos para a inclusão de um protocolo de tratamento? Não. Foram avaliados protocolos de tratamento de 1441 casos clínicos de mastite, oriundos de 137 diferentes fazendas das regiões sul, sudeste e centro-oeste, que apresentaram dados completos, como histórico de mastite da vaca, características do caso clínico (quarto acometido, grau da mastite e resultado de cultura microbiológica e informação sobre cura clínica), durante o período de agosto 2020 a janeiro 2021. Neste levantamento de dados, entraram somente os resultados de intramamários informados pelos OnFarmers, com mínimo de 40 casos clínicos de mastite clínica e que estavam foram utilizados em pelo menos 5 diferentes fazendas. 10. Qual a frequência de publicação dos resultados dos protocolos de tratamento da comunidade dos OnFarmers? Está programada a atualização semestral, que permitirá a inclusão de dados adicionais informados no período, o que torna a análise de dados mais robusta. Conforme a disponibilidade e do volume de dados, a publicação de novas edições pode permitir a inclusão de informações adicionais, como novos produtos, região avaliada, tamanho de rebanho, sistema de produção e demais fatores e características que possam ser relevantes para a interpretação dos resultados. 11. Como divulgar e usar essas informações? A OnFarm acredita que ter informações relevantes é um diferencial para a tomada de decisões na fazenda, e assim permite a divulgação e uso das informações, desde que citada a fonte. No entanto, a OnFarm não endossa ou recomenda nenhum produto e não se responsabiliza sobre interpretações equivocadas das informações geradas.