SlideShare uma empresa Scribd logo
Grupo de Estudos de Qabalah
Com: Frater Goya (Anderson Rosa)
Aula 01 – Os princípios
A Qabalah
Tradição Oral, Misticismo Hebraico, Interpretação da Torah e os
Livros dos Profetas.
A palavra Qabalah quer dizer tradição, assim como Caibalion.
Qabalah também quer dizer aquilo que foi recebido e é transmitido
que na verdade corresponde a palavra tradição que antigamente
queria designar a LEI (Torah) que foi implantada por Moisés.
Tradição ou aquilo que é recebido. Antigamente – A Lei de Moisés
(mosaica).
Ou ainda, a busca pelo equilíbrio entre o desejo de Deus de dar e o
de receber do homem.
As duas Escolas:
Primeiro, a escola judaica;
A principal diferença entre as duas é que a escola judaica impede
que se faça qualquer representação, para impedir a formação de
idolatria.
Para eles a Qabalah é uma ferramenta de conhecimento intelectual,
que os ajuda e decifrar a Torah escrita (Torah shebichtáv) e a Torah
oral (Torah shebealpê)
Segundo, a escola Hermética.
A escola hermética difere
principalmente e justamente
na liberdade ao utilizar-se
ferramentas gráficas, como a
Árvore das Vidas, e a capa da
apostila.
Existindo ainda diferenças sutis
entre ambas, que poderão ser
vistas futuramente por cada
indivíduo, ao longo do nosso
estudo
“A Qabalah , do ponto de vista histórico, pode ser definida como
um produto da interpenetração entre o gnosticismo judaico e o
neoplatonismo”
Gershon Scholen, Kabalah.
A origem histórica da Qabalah vem da criação do que se
chama de Merkabah (carruagem), Merkabah é a descrição
de Ezequiel em relação ao carro de Deus. É a carruagem
que carregava o trono de Deus da esfera celeste.
A crença comum é que este carro ia e vinha entre o céu e a
terra e tinha um determinado conhecimento místico
potencial para explicar o Merkabah. A partir deste momento
é que se foram se desenvolvendo outras estruturas como a
Árvore das Vidas.
A Qabalah não é somente um conjunto de coisas absurdas.
Devemos que vê-la como uma chave capaz de elucidar o
que nós não podemos responder sozinhos.
A visão do
Carro de
Deus
(Merkaba)
Origem Histórica – Merkabah ( carruagem)
É a carruagem que transportou o trono de Deus ou o Trono do mundo.
Como todas as “ciências e escolas esotéricas”, a Qabalah tem uma origem
tradicional e uma origem histórica, e necessariamente a origem tradicional
não coincide com a histórica.
Segundo a origem tradicional, a Qabalah foi ensinada pelos anjos a Adão
para que Adão, através do estudo e da utilização cabalística pudesse
retornar ao paraíso.
Adão passou a Abraão, Abraão levou estes ensinamentos até o Egito eles
absorveram parcialmente a Qabalah.
Mais tarde, Moisés aprendeu esse conhecimento e aprimorou esse
conhecimento no deserto, durante os quarenta anos que por lá perambulou.
Essa é a origem tradicional, também se dizendo que ele foi ajudado por
anjos no deserto, existindo todo um folclore sobre isto.
As Quatro Categorias da Qabalah
1) A qabalah prática - que trata da Magia Talismânica,
Cerimonial, e do tarot.
2) A qabalah dogmática - que consiste na literatura
Qabalística;
3) A qabalah literal - que trata do uso das letras e dos
números – possui subdivisões;
4) A qabalah não-escrita - que consiste no conhecimento
correto da maneira pela qual os sistemas simbólicos estão
dispostos na Árvore das Vidas.
A Qabalah Literal divide-se em três partes:
1) A Gematria - que baseia-se nos valores das palavras;
2) O Notariqon - que baseia-se nas letras de uma palavra que
formam as iniciais de outras palavras, formando uma sentença;
3) A Temura - ou permutação, sendo esta a substituição de uma
letra por outra que a precede no alfabeto.
A Qabalah Literal divide-se em três partes:
1) A Gematria - que baseia-se nos valores das palavras;
2) O Notariqon - que baseia-se nas letras de uma palavra que
formam as iniciais de outras palavras, formando uma sentença;
3) A Temura - ou permutação, sendo esta a substituição de uma
letra por outra que a precede no alfabeto.
Gematria
A Gematria
Em hebraico, os termos Serpente do Gênesis (Nechesh xjn), e
Messias (Messiach hyxm), ambos somam 358;
União (achad dha) vale 13;
Amor (ahbh hbha) vale 13;
Logo, o amor manifesta-se na unidade, ou a unidade no amor.
O nome de Deus em hebraico ( hwhy ), equivale a 26, que é a
soma de 13+13. Logo, Deus manifesta-se na unidade do amor.
Todas as sefiroth recebem energia
vinda dos planos superiores, além
da Árvore, de Ein Soph Aur.
No entanto, as sefiroth 7 e 8,
Netzach e Hod respectivamente,
tem sua energia debilitada, uma
vez que sua posição estã muito
abaixo das Supernas e também
estão fora do Pilar do Meio.
No conjunto, podemos
entender que somos a
esfera do pinball, que circula
ou rebate nas sephiroth, de
forma dinâmica. O
entendimento das regras da
Árvore das Vidas, não torna
o mundo real num processo
sequencial.
1=4=7=10
Adição Teosófica ou os valores místicos dos números
Axioma: A cada 4 números retorna a unidade, conforme o exemplo abaixo:
Para encontrar a adição de um número, soma-se o valor e os precedentes até chegar na
unidade.
Por ex.:
1=1
2=2+1=3
3=3+2+1=6
4=4+3+2+1=10=1
5=5+4+3+2+1=15=6
6=6+5+4+3+2+1=21=3
7=7+6+5+4+3+2+1=28=10=1
8=8+7+6+5+4+3+2+1=36=9
9=9+8+7+6+5+4+3+2+1=45=9
10=10+9+8+7+6+5+4+3+2+1=55=10=1
11=11+10+9+8+7+6+5+4+3+2+1=66=12=3
12=12+11+10+9+8+7+6+5+4+3+2+1=78=15=6
Esses valores também
São obtidos pela equação:
N*(1+N)/2
Qabalah 01 apresentacao_geral

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Quiromancia - O Destino Expresso pelas Mãos
Quiromancia - O Destino Expresso pelas MãosQuiromancia - O Destino Expresso pelas Mãos
Quiromancia - O Destino Expresso pelas Mãos
Paulo Viana
 
Tratado de numerologia cabalistica
Tratado de numerologia cabalisticaTratado de numerologia cabalistica
Tratado de numerologia cabalistica
Anderson Santana
 
Os 12 signos como expressão dos anjos criadores
Os 12 signos como expressão dos anjos criadoresOs 12 signos como expressão dos anjos criadores
Os 12 signos como expressão dos anjos criadores
Paulo Viana
 
Carlos Rebouças Jr - Karuna ki 2
Carlos Rebouças Jr - Karuna ki 2Carlos Rebouças Jr - Karuna ki 2
Carlos Rebouças Jr - Karuna ki 2
Carlos Junior
 
Estudo sobre Exus
Estudo sobre ExusEstudo sobre Exus
Estudo sobre Exus
Eduardo Henrique Marçal
 
22 raios
22 raios22 raios
A magia e beleza do fantástico baralho cigano e os orixás
A magia e beleza do fantástico baralho cigano e os orixásA magia e beleza do fantástico baralho cigano e os orixás
A magia e beleza do fantástico baralho cigano e os orixás
Patrick François Jarwoski
 
A flor da vida e a geometria sagrada
A flor da vida e a geometria sagradaA flor da vida e a geometria sagrada
A flor da vida e a geometria sagrada
Ligia Rodrigues
 
Thoth 12 pirâmides
Thoth   12 pirâmidesThoth   12 pirâmides
Thoth 12 pirâmides
Paulo Nunes
 
Fraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionica
Fraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionicaFraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionica
Fraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionica
Eliane Pereira
 
Descubra suas letras hebraicas de poder
Descubra suas letras hebraicas de poderDescubra suas letras hebraicas de poder
Descubra suas letras hebraicas de poder
Paulo Viana
 
conexao
conexaoconexao
conexao
Izabela Matos
 
Exus
ExusExus
77227181 principais-graficos-utilizados-em-radiestesia
77227181 principais-graficos-utilizados-em-radiestesia77227181 principais-graficos-utilizados-em-radiestesia
77227181 principais-graficos-utilizados-em-radiestesia
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
(7) os reinos de vida
(7) os reinos de vida(7) os reinos de vida
(7) os reinos de vida
Graciette Andrade
 
Radiestesia pratica
Radiestesia praticaRadiestesia pratica
Radiestesia pratica
Cíntia Garcia
 
Lemuria e Atlantida
Lemuria e AtlantidaLemuria e Atlantida
Lemuria e Atlantida
Silvana
 
Atlantida e-atlantes
Atlantida e-atlantesAtlantida e-atlantes
Atlantida e-atlantes
Marcos Peixoto
 
Lista de Trabalho Radiestesia
Lista de Trabalho RadiestesiaLista de Trabalho Radiestesia
Lista de Trabalho Radiestesia
Leandro_Roque
 
apostila-do-curso-de-radiestesia-completo-doc-pdf
  apostila-do-curso-de-radiestesia-completo-doc-pdf  apostila-do-curso-de-radiestesia-completo-doc-pdf
apostila-do-curso-de-radiestesia-completo-doc-pdf
ricardoterapeuta
 

Mais procurados (20)

Quiromancia - O Destino Expresso pelas Mãos
Quiromancia - O Destino Expresso pelas MãosQuiromancia - O Destino Expresso pelas Mãos
Quiromancia - O Destino Expresso pelas Mãos
 
Tratado de numerologia cabalistica
Tratado de numerologia cabalisticaTratado de numerologia cabalistica
Tratado de numerologia cabalistica
 
Os 12 signos como expressão dos anjos criadores
Os 12 signos como expressão dos anjos criadoresOs 12 signos como expressão dos anjos criadores
Os 12 signos como expressão dos anjos criadores
 
Carlos Rebouças Jr - Karuna ki 2
Carlos Rebouças Jr - Karuna ki 2Carlos Rebouças Jr - Karuna ki 2
Carlos Rebouças Jr - Karuna ki 2
 
Estudo sobre Exus
Estudo sobre ExusEstudo sobre Exus
Estudo sobre Exus
 
22 raios
22 raios22 raios
22 raios
 
A magia e beleza do fantástico baralho cigano e os orixás
A magia e beleza do fantástico baralho cigano e os orixásA magia e beleza do fantástico baralho cigano e os orixás
A magia e beleza do fantástico baralho cigano e os orixás
 
A flor da vida e a geometria sagrada
A flor da vida e a geometria sagradaA flor da vida e a geometria sagrada
A flor da vida e a geometria sagrada
 
Thoth 12 pirâmides
Thoth   12 pirâmidesThoth   12 pirâmides
Thoth 12 pirâmides
 
Fraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionica
Fraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionicaFraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionica
Fraternidade dos-12-raios-radiestesia-e-mesa-radionica
 
Descubra suas letras hebraicas de poder
Descubra suas letras hebraicas de poderDescubra suas letras hebraicas de poder
Descubra suas letras hebraicas de poder
 
conexao
conexaoconexao
conexao
 
Exus
ExusExus
Exus
 
77227181 principais-graficos-utilizados-em-radiestesia
77227181 principais-graficos-utilizados-em-radiestesia77227181 principais-graficos-utilizados-em-radiestesia
77227181 principais-graficos-utilizados-em-radiestesia
 
(7) os reinos de vida
(7) os reinos de vida(7) os reinos de vida
(7) os reinos de vida
 
Radiestesia pratica
Radiestesia praticaRadiestesia pratica
Radiestesia pratica
 
Lemuria e Atlantida
Lemuria e AtlantidaLemuria e Atlantida
Lemuria e Atlantida
 
Atlantida e-atlantes
Atlantida e-atlantesAtlantida e-atlantes
Atlantida e-atlantes
 
Lista de Trabalho Radiestesia
Lista de Trabalho RadiestesiaLista de Trabalho Radiestesia
Lista de Trabalho Radiestesia
 
apostila-do-curso-de-radiestesia-completo-doc-pdf
  apostila-do-curso-de-radiestesia-completo-doc-pdf  apostila-do-curso-de-radiestesia-completo-doc-pdf
apostila-do-curso-de-radiestesia-completo-doc-pdf
 

Destaque

Qabalah 15 arcanos_menores
Qabalah 15 arcanos_menoresQabalah 15 arcanos_menores
Qabalah 15 arcanos_menores
Anderson Rosa
 
Sidur LOS CAMINOS DE LA TORA Nusaj Sefardí Antiguo
Sidur LOS CAMINOS DE LA TORA Nusaj Sefardí Antiguo Sidur LOS CAMINOS DE LA TORA Nusaj Sefardí Antiguo
Sidur LOS CAMINOS DE LA TORA Nusaj Sefardí Antiguo
Yair Ben Chavez
 
Judaismo
JudaismoJudaismo
Judaismo
Milton Camargo
 
Enochiano
EnochianoEnochiano
Enochiano
Anderson Rosa
 
Eremita
EremitaEremita
A aventura do herói em sua autodescoberta o imperador
A aventura do herói em sua autodescoberta  o imperadorA aventura do herói em sua autodescoberta  o imperador
A aventura do herói em sua autodescoberta o imperador
Emanuel J Santos
 
Carruagem
CarruagemCarruagem
Carruagem
Emanuel J Santos
 
Roda da Fortuna
Roda da FortunaRoda da Fortuna
Roda da Fortuna
Emanuel J Santos
 
A jornada do herói o louco
A jornada do herói   o loucoA jornada do herói   o louco
A jornada do herói o louco
Emanuel J Santos
 
O Enforcado
O EnforcadoO Enforcado
O Enforcado
Emanuel J Santos
 
Workshop descubra os arcanos do tarot que regem sua vida
Workshop descubra os arcanos do tarot que regem sua vidaWorkshop descubra os arcanos do tarot que regem sua vida
Workshop descubra os arcanos do tarot que regem sua vida
Paulo Viana
 
Força
ForçaForça
Letra sefer tora mundial para criancas em jerusalem centro judaico novo ho...
Letra sefer tora mundial  para criancas em jerusalem   centro judaico novo ho...Letra sefer tora mundial  para criancas em jerusalem   centro judaico novo ho...
Letra sefer tora mundial para criancas em jerusalem centro judaico novo ho...
OKTUPLUS Distribuidora - Segurança, Network, Iluminação LED, Telefonia e Telecom
 
Medicina tradicional
Medicina tradicionalMedicina tradicional
Medicina tradicional
Anderson Rosa
 
Terapia dos Anjos
Terapia dos AnjosTerapia dos Anjos
Terapia dos Anjos
Lívia e Thiago Princhets
 
Historia de israel aula 44 festa dos tabernáculos [modo de compatibilidade]
Historia de israel aula 44 festa dos tabernáculos [modo de compatibilidade]Historia de israel aula 44 festa dos tabernáculos [modo de compatibilidade]
Historia de israel aula 44 festa dos tabernáculos [modo de compatibilidade]
RICARDO CARDOSO
 
Curso de angelologia
Curso de angelologiaCurso de angelologia
Curso de angelologia
Arnaldo Batista Rodrigues
 
Parashiot - Torah & Brit Chadashah
Parashiot - Torah & Brit ChadashahParashiot - Torah & Brit Chadashah
Parashiot - Torah & Brit Chadashah
Talmidei Yeshua HaMashiach
 
Mitologia
MitologiaMitologia
Mitologia
ElvisMania
 
Tarot 2
Tarot 2Tarot 2
Tarot 2
juanabrugil
 

Destaque (20)

Qabalah 15 arcanos_menores
Qabalah 15 arcanos_menoresQabalah 15 arcanos_menores
Qabalah 15 arcanos_menores
 
Sidur LOS CAMINOS DE LA TORA Nusaj Sefardí Antiguo
Sidur LOS CAMINOS DE LA TORA Nusaj Sefardí Antiguo Sidur LOS CAMINOS DE LA TORA Nusaj Sefardí Antiguo
Sidur LOS CAMINOS DE LA TORA Nusaj Sefardí Antiguo
 
Judaismo
JudaismoJudaismo
Judaismo
 
Enochiano
EnochianoEnochiano
Enochiano
 
Eremita
EremitaEremita
Eremita
 
A aventura do herói em sua autodescoberta o imperador
A aventura do herói em sua autodescoberta  o imperadorA aventura do herói em sua autodescoberta  o imperador
A aventura do herói em sua autodescoberta o imperador
 
Carruagem
CarruagemCarruagem
Carruagem
 
Roda da Fortuna
Roda da FortunaRoda da Fortuna
Roda da Fortuna
 
A jornada do herói o louco
A jornada do herói   o loucoA jornada do herói   o louco
A jornada do herói o louco
 
O Enforcado
O EnforcadoO Enforcado
O Enforcado
 
Workshop descubra os arcanos do tarot que regem sua vida
Workshop descubra os arcanos do tarot que regem sua vidaWorkshop descubra os arcanos do tarot que regem sua vida
Workshop descubra os arcanos do tarot que regem sua vida
 
Força
ForçaForça
Força
 
Letra sefer tora mundial para criancas em jerusalem centro judaico novo ho...
Letra sefer tora mundial  para criancas em jerusalem   centro judaico novo ho...Letra sefer tora mundial  para criancas em jerusalem   centro judaico novo ho...
Letra sefer tora mundial para criancas em jerusalem centro judaico novo ho...
 
Medicina tradicional
Medicina tradicionalMedicina tradicional
Medicina tradicional
 
Terapia dos Anjos
Terapia dos AnjosTerapia dos Anjos
Terapia dos Anjos
 
Historia de israel aula 44 festa dos tabernáculos [modo de compatibilidade]
Historia de israel aula 44 festa dos tabernáculos [modo de compatibilidade]Historia de israel aula 44 festa dos tabernáculos [modo de compatibilidade]
Historia de israel aula 44 festa dos tabernáculos [modo de compatibilidade]
 
Curso de angelologia
Curso de angelologiaCurso de angelologia
Curso de angelologia
 
Parashiot - Torah & Brit Chadashah
Parashiot - Torah & Brit ChadashahParashiot - Torah & Brit Chadashah
Parashiot - Torah & Brit Chadashah
 
Mitologia
MitologiaMitologia
Mitologia
 
Tarot 2
Tarot 2Tarot 2
Tarot 2
 

Semelhante a Qabalah 01 apresentacao_geral

Aleph
AlephAleph
Curso qabalah
Curso qabalahCurso qabalah
Curso qabalah
Anderson Santana
 
O Tetragrama
O TetragramaO Tetragrama
O Tetragrama
HOME
 
Curso breve de qabalah (circulo iniciatico de hermes)
Curso breve de qabalah (circulo iniciatico de hermes)Curso breve de qabalah (circulo iniciatico de hermes)
Curso breve de qabalah (circulo iniciatico de hermes)
RODRIGO ORION
 
Kabalah_Hermética_2_(2).pdf
Kabalah_Hermética_2_(2).pdfKabalah_Hermética_2_(2).pdf
Kabalah_Hermética_2_(2).pdf
VIEIRA RESENDE
 
Cabala
CabalaCabala
Cabala
HOME
 
Simbologias Hebraicas
Simbologias HebraicasSimbologias Hebraicas
Simbologias Hebraicas
Biblioteca Virtual
 
A Cabala Aspecto Do Oculto
A Cabala   Aspecto Do OcultoA Cabala   Aspecto Do Oculto
A Cabala Aspecto Do Oculto
Perillo Jose Sabino Nunes
 
Cabala
CabalaCabala
Cabala
Bhanny2
 
O Canivete Suíço da Kabalah
O Canivete Suíço da KabalahO Canivete Suíço da Kabalah
O Canivete Suíço da Kabalah
guestffc0d6
 
A unidade da_tradicao_frater_oxi_ziredo
A unidade da_tradicao_frater_oxi_ziredoA unidade da_tradicao_frater_oxi_ziredo
A unidade da_tradicao_frater_oxi_ziredo
Andre Fernandez
 
Cabala taro-abordagem-pratica
Cabala taro-abordagem-praticaCabala taro-abordagem-pratica
Cabala taro-abordagem-pratica
Mariangela Albuquerque
 
Introdução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo TestamentoIntrodução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo Testamento
Joabe Souza
 
Pr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblica
Pr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblicaPr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblica
Pr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblica
Pastor W. Costa
 
Umbanda
UmbandaUmbanda
Umbandã e a apometria
Umbandã e a apometriaUmbandã e a apometria
Símbolos religiosos diversos.ppt
Símbolos religiosos diversos.pptSímbolos religiosos diversos.ppt
Símbolos religiosos diversos.ppt
GIEZEKARNOSKI1
 
orixa-reiki-tronados-os-guerreiros-em-nossa-defesa
orixa-reiki-tronados-os-guerreiros-em-nossa-defesaorixa-reiki-tronados-os-guerreiros-em-nossa-defesa
orixa-reiki-tronados-os-guerreiros-em-nossa-defesa
Carol Fontoura
 
A teosofia do sinal da cruz h.p. blavatsky
A teosofia do sinal da cruz  h.p. blavatskyA teosofia do sinal da cruz  h.p. blavatsky
A teosofia do sinal da cruz h.p. blavatsky
Rosana Dalla Piazza
 
Livros Poéticos - Provérbios.pptx
Livros Poéticos - Provérbios.pptxLivros Poéticos - Provérbios.pptx
Livros Poéticos - Provérbios.pptx
DouglasMoraes54
 

Semelhante a Qabalah 01 apresentacao_geral (20)

Aleph
AlephAleph
Aleph
 
Curso qabalah
Curso qabalahCurso qabalah
Curso qabalah
 
O Tetragrama
O TetragramaO Tetragrama
O Tetragrama
 
Curso breve de qabalah (circulo iniciatico de hermes)
Curso breve de qabalah (circulo iniciatico de hermes)Curso breve de qabalah (circulo iniciatico de hermes)
Curso breve de qabalah (circulo iniciatico de hermes)
 
Kabalah_Hermética_2_(2).pdf
Kabalah_Hermética_2_(2).pdfKabalah_Hermética_2_(2).pdf
Kabalah_Hermética_2_(2).pdf
 
Cabala
CabalaCabala
Cabala
 
Simbologias Hebraicas
Simbologias HebraicasSimbologias Hebraicas
Simbologias Hebraicas
 
A Cabala Aspecto Do Oculto
A Cabala   Aspecto Do OcultoA Cabala   Aspecto Do Oculto
A Cabala Aspecto Do Oculto
 
Cabala
CabalaCabala
Cabala
 
O Canivete Suíço da Kabalah
O Canivete Suíço da KabalahO Canivete Suíço da Kabalah
O Canivete Suíço da Kabalah
 
A unidade da_tradicao_frater_oxi_ziredo
A unidade da_tradicao_frater_oxi_ziredoA unidade da_tradicao_frater_oxi_ziredo
A unidade da_tradicao_frater_oxi_ziredo
 
Cabala taro-abordagem-pratica
Cabala taro-abordagem-praticaCabala taro-abordagem-pratica
Cabala taro-abordagem-pratica
 
Introdução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo TestamentoIntrodução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo Testamento
 
Pr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblica
Pr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblicaPr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblica
Pr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblica
 
Umbanda
UmbandaUmbanda
Umbanda
 
Umbandã e a apometria
Umbandã e a apometriaUmbandã e a apometria
Umbandã e a apometria
 
Símbolos religiosos diversos.ppt
Símbolos religiosos diversos.pptSímbolos religiosos diversos.ppt
Símbolos religiosos diversos.ppt
 
orixa-reiki-tronados-os-guerreiros-em-nossa-defesa
orixa-reiki-tronados-os-guerreiros-em-nossa-defesaorixa-reiki-tronados-os-guerreiros-em-nossa-defesa
orixa-reiki-tronados-os-guerreiros-em-nossa-defesa
 
A teosofia do sinal da cruz h.p. blavatsky
A teosofia do sinal da cruz  h.p. blavatskyA teosofia do sinal da cruz  h.p. blavatsky
A teosofia do sinal da cruz h.p. blavatsky
 
Livros Poéticos - Provérbios.pptx
Livros Poéticos - Provérbios.pptxLivros Poéticos - Provérbios.pptx
Livros Poéticos - Provérbios.pptx
 

Mais de Anderson Rosa

Tai chi e saude português
Tai chi e saude portuguêsTai chi e saude português
Tai chi e saude português
Anderson Rosa
 
Arvore da vida_tarot
Arvore da vida_tarotArvore da vida_tarot
Arvore da vida_tarot
Anderson Rosa
 
Chan si gong
Chan si gongChan si gong
Chan si gong
Anderson Rosa
 
Viagem na visao_espiritual
Viagem na visao_espiritualViagem na visao_espiritual
Viagem na visao_espiritual
Anderson Rosa
 
Magia egipcia sp
Magia egipcia spMagia egipcia sp
Magia egipcia sp
Anderson Rosa
 
Tarot sexual
Tarot sexualTarot sexual
Tarot sexual
Anderson Rosa
 
Energia vital
Energia vitalEnergia vital
Energia vital
Anderson Rosa
 
Scrying simposio final
Scrying simposio finalScrying simposio final
Scrying simposio final
Anderson Rosa
 

Mais de Anderson Rosa (8)

Tai chi e saude português
Tai chi e saude portuguêsTai chi e saude português
Tai chi e saude português
 
Arvore da vida_tarot
Arvore da vida_tarotArvore da vida_tarot
Arvore da vida_tarot
 
Chan si gong
Chan si gongChan si gong
Chan si gong
 
Viagem na visao_espiritual
Viagem na visao_espiritualViagem na visao_espiritual
Viagem na visao_espiritual
 
Magia egipcia sp
Magia egipcia spMagia egipcia sp
Magia egipcia sp
 
Tarot sexual
Tarot sexualTarot sexual
Tarot sexual
 
Energia vital
Energia vitalEnergia vital
Energia vital
 
Scrying simposio final
Scrying simposio finalScrying simposio final
Scrying simposio final
 

Último

Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 

Último (16)

Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 

Qabalah 01 apresentacao_geral

  • 1. Grupo de Estudos de Qabalah Com: Frater Goya (Anderson Rosa) Aula 01 – Os princípios
  • 2. A Qabalah Tradição Oral, Misticismo Hebraico, Interpretação da Torah e os Livros dos Profetas. A palavra Qabalah quer dizer tradição, assim como Caibalion. Qabalah também quer dizer aquilo que foi recebido e é transmitido que na verdade corresponde a palavra tradição que antigamente queria designar a LEI (Torah) que foi implantada por Moisés. Tradição ou aquilo que é recebido. Antigamente – A Lei de Moisés (mosaica). Ou ainda, a busca pelo equilíbrio entre o desejo de Deus de dar e o de receber do homem.
  • 3. As duas Escolas: Primeiro, a escola judaica; A principal diferença entre as duas é que a escola judaica impede que se faça qualquer representação, para impedir a formação de idolatria. Para eles a Qabalah é uma ferramenta de conhecimento intelectual, que os ajuda e decifrar a Torah escrita (Torah shebichtáv) e a Torah oral (Torah shebealpê)
  • 4. Segundo, a escola Hermética. A escola hermética difere principalmente e justamente na liberdade ao utilizar-se ferramentas gráficas, como a Árvore das Vidas, e a capa da apostila. Existindo ainda diferenças sutis entre ambas, que poderão ser vistas futuramente por cada indivíduo, ao longo do nosso estudo
  • 5. “A Qabalah , do ponto de vista histórico, pode ser definida como um produto da interpenetração entre o gnosticismo judaico e o neoplatonismo” Gershon Scholen, Kabalah.
  • 6. A origem histórica da Qabalah vem da criação do que se chama de Merkabah (carruagem), Merkabah é a descrição de Ezequiel em relação ao carro de Deus. É a carruagem que carregava o trono de Deus da esfera celeste. A crença comum é que este carro ia e vinha entre o céu e a terra e tinha um determinado conhecimento místico potencial para explicar o Merkabah. A partir deste momento é que se foram se desenvolvendo outras estruturas como a Árvore das Vidas. A Qabalah não é somente um conjunto de coisas absurdas. Devemos que vê-la como uma chave capaz de elucidar o que nós não podemos responder sozinhos.
  • 7. A visão do Carro de Deus (Merkaba)
  • 8. Origem Histórica – Merkabah ( carruagem) É a carruagem que transportou o trono de Deus ou o Trono do mundo. Como todas as “ciências e escolas esotéricas”, a Qabalah tem uma origem tradicional e uma origem histórica, e necessariamente a origem tradicional não coincide com a histórica. Segundo a origem tradicional, a Qabalah foi ensinada pelos anjos a Adão para que Adão, através do estudo e da utilização cabalística pudesse retornar ao paraíso. Adão passou a Abraão, Abraão levou estes ensinamentos até o Egito eles absorveram parcialmente a Qabalah. Mais tarde, Moisés aprendeu esse conhecimento e aprimorou esse conhecimento no deserto, durante os quarenta anos que por lá perambulou. Essa é a origem tradicional, também se dizendo que ele foi ajudado por anjos no deserto, existindo todo um folclore sobre isto.
  • 9. As Quatro Categorias da Qabalah 1) A qabalah prática - que trata da Magia Talismânica, Cerimonial, e do tarot. 2) A qabalah dogmática - que consiste na literatura Qabalística; 3) A qabalah literal - que trata do uso das letras e dos números – possui subdivisões; 4) A qabalah não-escrita - que consiste no conhecimento correto da maneira pela qual os sistemas simbólicos estão dispostos na Árvore das Vidas.
  • 10. A Qabalah Literal divide-se em três partes: 1) A Gematria - que baseia-se nos valores das palavras; 2) O Notariqon - que baseia-se nas letras de uma palavra que formam as iniciais de outras palavras, formando uma sentença; 3) A Temura - ou permutação, sendo esta a substituição de uma letra por outra que a precede no alfabeto.
  • 11. A Qabalah Literal divide-se em três partes: 1) A Gematria - que baseia-se nos valores das palavras; 2) O Notariqon - que baseia-se nas letras de uma palavra que formam as iniciais de outras palavras, formando uma sentença; 3) A Temura - ou permutação, sendo esta a substituição de uma letra por outra que a precede no alfabeto.
  • 13. A Gematria Em hebraico, os termos Serpente do Gênesis (Nechesh xjn), e Messias (Messiach hyxm), ambos somam 358; União (achad dha) vale 13; Amor (ahbh hbha) vale 13; Logo, o amor manifesta-se na unidade, ou a unidade no amor. O nome de Deus em hebraico ( hwhy ), equivale a 26, que é a soma de 13+13. Logo, Deus manifesta-se na unidade do amor.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19. Todas as sefiroth recebem energia vinda dos planos superiores, além da Árvore, de Ein Soph Aur. No entanto, as sefiroth 7 e 8, Netzach e Hod respectivamente, tem sua energia debilitada, uma vez que sua posição estã muito abaixo das Supernas e também estão fora do Pilar do Meio.
  • 20.
  • 21. No conjunto, podemos entender que somos a esfera do pinball, que circula ou rebate nas sephiroth, de forma dinâmica. O entendimento das regras da Árvore das Vidas, não torna o mundo real num processo sequencial.
  • 22. 1=4=7=10 Adição Teosófica ou os valores místicos dos números Axioma: A cada 4 números retorna a unidade, conforme o exemplo abaixo: Para encontrar a adição de um número, soma-se o valor e os precedentes até chegar na unidade. Por ex.: 1=1 2=2+1=3 3=3+2+1=6 4=4+3+2+1=10=1 5=5+4+3+2+1=15=6 6=6+5+4+3+2+1=21=3 7=7+6+5+4+3+2+1=28=10=1 8=8+7+6+5+4+3+2+1=36=9 9=9+8+7+6+5+4+3+2+1=45=9 10=10+9+8+7+6+5+4+3+2+1=55=10=1 11=11+10+9+8+7+6+5+4+3+2+1=66=12=3 12=12+11+10+9+8+7+6+5+4+3+2+1=78=15=6 Esses valores também São obtidos pela equação: N*(1+N)/2