SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Baixar para ler offline
AGÊNCIA GOIANA DE ESPORTE E LAZER

                   - AGEL -




                   PROJETO




    FORMANDO CIDADÃOS ATRAVÉS
           DO ESPORTE

                   - GOIÁS –



                  JUNHO - 2008




:                                          1
PROJETO PARTICIPAÇÃO ESPORTIVA

SUMÁRIO                                     PAGINA

1. Introdução                                 03

1.1. Justificativa                            03

1.2. Metodologias                             03

1.3. Objetivos                                04

1.4. Metas                                    04


2. Projetos                                   05

2.1. Comunidade em Movimento                  05

2.2. Iniciação Esportiva                      14


3. Fontes de Recursos                         17

3.1. Orçamento Municipal                      17

3.2. Fundo Municipal do Esporte                17

3.3. Convênios e Parcerias                     17

3.4. Fundo de Participação dos Municípios      17


Conclusão                                      18

Anexos




:                                                    2
1. Introdução

Cidades! Qualidade de vida ideal!

Considerando que para ter-se uma cidade com qualidade de vida ideal, deve-se
compreender que tal qualidade está diretamente formada pelos interesses de cada
indivíduo junto à sua formação ética e cívica, de conhecimento ao seu habitat.
Sendo que a compreensão de sociedade, e de comunidade para este indivíduo
deve estar ancorada como base das ações de servir ao próximo conforme as
capacidades delegadas ao dom de cada ser.

Para Ferreira (2001), a qualidade de vida nas cidades, é uma referência constante
do discurso político, esta também presente, ainda que com entendimentos
distintos, nos desejos e aspirações dos indivíduos dessas cidades.

Deve-se ter a definição de que a Qualidade de vida, não é simplesmente a melhor
condição de bem estar momentâneo de um indivíduo ou de um grupo, mas sim da
potencialidade das transformações que o indivíduo, um grupo ou uma comunidade
podem gerar na melhoria de condições que facilitem o alcance desta para todos.

Conforme Lyndon Johnson(1964), a qualidade de vida está dentro de um contexto
global, “que os objetivos não podem ser medidos através dos balanços dos
bancos. Eles só podem ser medidos através da qualidade de vida que
proporcionam às pessoas (WHO, 1998).




1.1- Justificativa

O esporte é uma ferramenta de auxílio no processo de desenvolvimento
educacional, social e de saúde do ser humano. Jovens e adultos de nossos dias,
carentes de valores éticos e morais encontram no esporte incentivo a essas
conquistas aliadas a sentimento de cooperação e amizade.

Ante estas necessidades, a AGEL e o Ministério Público do Estado de Goiás
propõem desenvolver políticas públicas no âmbito da iniciação esportiva e de
atividade física, para serem aplicadas nos Municípios Goianos que demonstrarem
interesse em aderir ao plano a ser desenvolvido.




:                                                                              3
Metodologias

A Agência Goiana de Esporte e Lazer, nesta etapa, propõem duas iniciativas para
implantação nos municípios, através da parceira com o Ministério Público
Estadual, sendo elas: Centros de Iniciação Esportiva e a Comunidade em
Movimento.

A cooperação por parte da Agência se daria na formulação destas políticas e no
acompanhamento técnico-científico e de consultoria às Secretarias Municipais de
Esporte, bem como ao Ministério Público. Disponibilizando profissionais e técnicos
para o suporte necessário às atividades propostas.

Objetivos

Massificar a prática de esportes através das atividades de iniciação esportiva bem
como oportunizar a atividade física a pessoas interessadas. Contribuindo com o
desenvolvimento humano, social e esportivo, bem como a redução de índices de
criminalidade, transformação social e melhoramento da qualidade de vida.




1.4- Metas

Atender a totalidade dos municípios goianos no prazo de cinco anos.




:                                                                               4
2.1. PROJETO COMUNIDADE EM MOVIMENTO

Desenvolver junto a comunidade do Município, através da cultura corporal, uma
transformação social, dando aos participantes uma melhor qualidade de vida


Atividade 1 – CAMINHADA SAUDÁVEL




Figura 01 – Área para caminhadas


Metodologia para as atividades:

Instalações Físicas

Utilização de uma praça da cidade ou as vias urbanas adequadas para realização
de caminhadas e corridas. Indica-se que o percurso ideal para a atividade esteja
na faixa de no mínimo 1500 metros.


Recursos Humanos

01 Professor de Educação Física (ou estagiário) para ministrar as atividades
designado pelas secretarias municipais de esporte. Acompanhamento, através
das secretarias municipais de saúde, de profissional capacitado (auxiliar de
enfermagem) para prestar auxílio e monitoramento (pressão, freqüência cardíaca,
acompanhamentos próprios) aos participantes. Inteiração de outras secretarias
para desenvolvimento de programas paralelos, como a assistência social,
cidadania, entre outros.


Conteúdo a ser ministrado

Orientar os participantes para os benefícios da atividade física e condições de
realizá-la de forma segura. Esclarecer os cuidados com a postura e desenvolver a
técnica da caminhada dentro da velocidade, ritmo e intensidade. Mostrar a



:                                                                             5
importância do controle da freqüência cardíaca e os cuidados com a pressão
arterial.


Horário das Atividades

As atividades deverão ser desenvolvidas no período matutino e vespertino, de
segunda a sábado. Devendo o participante freqüentar 02 ou 03 vezes na semana.

Matutino: De 06h30min as 08h00min
Vespertino: De 18h00min às 20h30min


Alunos por Turma: Média de 30 alunos.


Faixa Etária: Acima de 17 anos



Atividade 2 – GINÁSTICA PARA TODOS (Ginástica Localizada)

O avanço tecnológico propiciou uma elevação do nível de conforto, gerando um
maior número de sedentários, levando a um impacto negativo na qualidade de
vida das pessoas. O incentivo à prática da atividade física como meio de
prevenção das doenças hipocinéticas, é uma forma de mostrar às pessoas que
todas são capazes de fazer atividades físicas, com propostas simples e naturais,
sem utilização de grandes recursos ou equipamentos, levando a pessoa a fazer
da pratica do exercício, um hábito de vida.




Figura 02 – Quadro Ilustrativo




:                                                                             6
Metodologia para as atividades


Instalações Físicas

Utilizar de forma diferencial, espaços mais amplos como Praça de Esportes,
Ginásio, Praças Públicas, Cepal ou Salão Comunitário. Dessa forma a
comunidade é levada a participar e interagir com criatividade.


Recursos Humanos

01 Professor de Educação Física (ou estagiário) para ministrar as atividades
designado pelas Secretarias Municipais de Esportes.
01 profissional da saúde (auxiliar de enfermagem) designado pela Secretaria de
Saúde, para acompanhamento programado dos participantes.
Realização de convênio com Academia de Ginástica local e o seu professor de
Educação Física para as atividades.


Conteúdo a ser ministrado

As atividades devem possuir enfoque sociabilizante, trabalhar com exercícios
articulares, alongamento, equilíbrio, coordenação e ritmo, com fácil execução,
onde todos possam participar, respeitando possíveis problemas de saúde, que
ainda permitam a prática saudável de atividades físicas.


Horário das atividades

As atividades deverão ser desenvolvidas no período matutino e vespertino, de
segunda a sábado. Devendo o participante freqüentar 02 ou 03 vezes por semana.

Matutino: De 06h30min as 10h00min
Vespertino: De 15h00min as 20h00min


Alunos por turma: Media de 30 alunos.


Faixa Etária: Acima de 17 anos.



Materiais necessários

Colchonetes de uso individual adquirido pelo aluno.




:                                                                           7
Atividade 3 – AMIGOS EM MOVIMENTO


È praticamente um consenso entre os profissionais da área da saúde que a
atividade física é um fator determinante no processo de envelhecimento, sendo
que, a qualidade da vida do idoso é determinada pelo grau de autonomia, ou seja,
a capacidade de determinar e executar seus próprios desígnios.




Figura 03 – Descrição dos Exercícios


Metodologia para as atividades

Instalações Físicas

Utilização de Ginásios, Associação de Bairros, Salão Paroquial, Clubes Esportivos
e Academias (em convenio) que possuem equipamentos.


Recursos Humanos

Professor de Educação Física da Secretaria Municipal de Esporte e oportunizar a
capacitação de novos profissionais, para uma ação eficiente na área do
envelhecimento, podendo ser da área da saúde, ação social e educação.


Conteúdo a ser ministrado

Consistem em atividades sistemáticas de ginásticas, jogos e dança. Proporcionar
também palestras informativas sobre: temas relacionados saúde, comportamento
e atividade física, como também eventos sociais e recreativos, levando em
consideração a disponibilidade de local e recursos humanos, promover passeios,
cafés da manhã, semana do idoso, festa junina, festival de dança e bailes.




:                                                                              8
Figura 04 – Foto ilustrativa

Horário das atividades

As atividades deverão ser desenvolvidas no período matutino e vespertino, de
segunda a sábado. Devendo o participante freqüentar 02 ou 03 vezes por semana.

Matutino: De 06h30min as 09h00min
Vespertino: De 15h00min as 19h00min

Alunos por turma: Média de 30 alunos.
Faixa Etária: Acima de 50 anos.


Atividade 4 – MUSCULAÇÃO PARA TODOS

A prática da musculação é direcionada ao bem estar e ao condicionamento físico
geral e especialmente o aumento da força, atividade também considerada um
tratamento para diversas afecções do organismo, tais como obesidade, magreza,
distúrbios posturais, dores das articulações e da coluna vertebral e outros. Sendo
uma atividade propícia para toda pessoa adulta, por proporcionar mudanças no
comportamento, perante as situações do cotidiano.




Figura 05 – Equipamento Público Completo


:                                                                               9
Metodologia para das atividades

Instalações Físicas

Desenvolver as atividades físicas em locais conveniados com a Secretaria
Municipal de Esporte, sendo Academias, Clubes Esportivos que possibilitem
condições de equipamentos para as atividades e/ou em Praças Públicas, onde
serão instalados os materiais necessários.




Figura 06 – Descrição dos Exercícios


Recursos Humanos

01 professor de Educação Física (ou estagiário) para ministrar as atividades,
designado pela Secretaria Municipal de Esportes ou contratado por ela para
prestar serviço na atividade.




Figura 07 – Foto Ilustrativa




:                                                                         10
Conteúdo a ser ministrado

As atividades com os participantes devem se concentrar em quatro exigências
básicas, exercícios de condicionamento cardiovascular, de flexibilidade, de
resistência e de desenvolvimento muscular. Predominando o objetivo de
atividades para a quebra de tensão, provinda do cotidiano, como higiene mental e/
ou como prática de lazer.




Figura 08 – Foto Ilustrativa


Horário das atividades

As atividades deverão ser desenvolvidas no período matutino e vespertino, de
segunda a sábado. Devendo o participante freqüentar 02 ou 03 vezes por semana.

Matutino: De 06h30min as 09h00min
Vespertino: De 18h00min as 20h30min

Alunos por turma: Média de 30 alunos.

Faixa Etária: Acima de 17 anos.


Materiais necessários

A aparelhagem à disposição para as atividades dará mais flexibilidade para o
professor escolher os exercícios a serem utilizados pelos participantes.
Considerando equipamentos para uma Praça pública, orientamos pranchas de
cimento para abdominais com alturas variadas do chão, bancos de cimento
próprio para ginástica, barras fixas com altura variada e barra paralela com altura
variada.




:                                                                               11
Atividade 5 – RUA DE LAZER OU LAZER ITINERANTE


Na dimensão lúdica, o homem se torna verdadeiramente humano quando brinca.
Para isso é preciso buscar no homem e na sua realidade social, na dimensão
social do conhecimento estabelecida entre ele e sua sociedade, na maneira como
expressa esse conhecimento e como cria, faz e transforma a compreensão do
sentido humano do brincar.




Figura 09 – Foto Ilustrativa


Metodologia para as atividades

Instalações Físicas

Utilização de 02 tendas 10x10 m ou 12x12 m, e 01 tenda 6x6 m, em espaços
públicos adequados ou vias urbanas.




Figura 10 – Foto Ilustrativa




:                                                                          12
Recursos Humanos

Profissionais ligados a educação física, educação, serviço social, saúde ou que
tenham aptidões na área de recreação e lazer, cultura, etc. Quantitativo sugerido,
mínimo 06 profissionais.

Conteúdo a ser ministrado

Promover a integração entre os participantes, através de atividades lúdicas e
entretenimento, envolvendo pessoas de todas as idades, através de jogos de rua
(Basquete, Peteca, Futebol, Voleibol), gincanas esportivas, culturais e ambientais,
tênis de mesa, teatro, jogos corporativos, truco, dama, xadrez, respeitando as
características e idade de cada indivíduo ou grupos de pessoas.
Nessas atividades devem contar sempre com a participação de grupo de idosos,
alunos do PETI, apresentação de grupos de dança e capoeira.
Sempre que possível envolver as polícias (Civil e Militar), Corpo de Bombeiros, no
sentindo de promover a integração da polícia com a comunidade através do
esporte e lazer.
A apresentação de bandas de música ou fanfarras é de suma importância para
despertar o civismo na comunidade (abertura com hino nacional e a participação
de toda a sociedade organizada).




Figura 11 – Foto Ilustrativa


Horário das atividades

Aos sábados e domingos ou datas comemorativas, das 08:00 às 18:00 h.

Alunos por turma: Participação aberta

Faixa Etária: Pessoas de todas as idades




:                                                                               13
Materiais necessários

02 mesas de tênis de mesa (raquetes, redes e bolinhas), 01 jogo de tabela móvel
de basquete, 01 cama elástica, 01 pula-pula ou piscina de bolinhas, 01 palco, 01
aparelhagem de som completa (mesa de som, microfones, caixas de som
amplificada, aparelho de DVD), 01 telão 3.000 lumes com tela, tinta guache
solúvel em água(cores variadas) e pincéis para pintura, balões coloridos, sacos de
linhagem ou similar, baralhos, mesas e cadeiras para truco, dama, dominó,
xadrez, prendedor de roupas em varal, baldes plásticos, pratinhos descartáveis,
colheres, copos descartáveis para água, bolas de todas modalidades (voleibol,
basquete, futebol, futsal, handebol), redes das modalidades, peteca e rede, água,
sempre que possível fornecer lanche aos participantes.




2.2. PROJETO INICIAÇÃO ESPORTIVA


Desenvolvimento dos esportes através do ensino dos fundamentos técnicos e
táticos e de movimentos para o desenvolvimento motor.




Figura 12 – Foto Ilustrativa



HANDEBOL, BASQUETEBOL, VOLEIBOL, FUTSAL E FUTEBOL

(MASCULINO E FEMININO).




:                                                                              14
Figura 13 – Foto Ilustrativa


       Metodologia para as atividades:

Nas modalidades de: VOLEIBOL, FUTSAL, BASQUETEBOL E HANDEBOL.

Instalações Físicas

As atividades poderão ser desenvolvidas nos ginásios de esportes das cidades,
praças esportivas ou convênios com colégios estaduais ou municipais, que
tenham quadras esportivas. Adequando-se a realidade das cidades.

Na modalidade de: FUTEBOL

Instalações Físicas

As atividades físico-esportivas deverão acontecer nos estádios das cidades ou nas
praças de esporte e/ou campos de várzea. Para a implantação desta modalidade
a prioridade será realizar em espaço gramado, ou em espaço de terra. Em caso
de dificuldades de oferecer atividades em campo oficial, poderá ser oferecido em
campo society.

Conteúdo a ser ministrado

Em todas as modalidades de iniciação esportiva os conhecimentos a serem
trabalhados estarão voltados para os fundamentos técnicos e táticos, aos
exercícios que irão desenvolver coordenação motora e as qualidades sociais
importantes para formar um cidadão como, respeito, cooperação, participação,
liderança, entre outros.




:                                                                             15
Recursos Humanos

Professores de Educação Física (ou estagiário), para ministrar as atividades,
designado pelas secretarias municipais de esporte. Contratados especificamente
para prestar serviços no projeto.

Horário das Atividades

As atividades deverão ser desenvolvidas no período matutino e vespertino, de
segunda a sábado. Devendo o participante freqüentar 02 ou 03 vezes por semana.

Matutino: 07h00min às 11h00min
Vespertino: 15h00min às 19h00min

Alunos por Turma: Média de 30 alunos.

Faixa Etária: De 08 a 14 anos

Inscrições: As inscrições ficarão a critério do município que determinará o local,
dias, e horários para as inscrições.

Divulgação: A divulgação das atividades deverá ser feita pelo município através
dos meios de comunicação adequados para cada cidade.

Observações Gerais:
Em todas as instalações selecionadas os vestiários e sanitários deverão estar em
condições adequadas para os participantes.

Materiais necessários

Voleibol – 15 bolas oficiais, 02 redes, 20 cordas de nylon ou sizal, 15 cones, 20
coletes (duas cores), 01 saco para bolas, 01 bomba, 02 bicos e 01 corda elástica.

Basquetebol – 15 bolas oficiais, 01 par de tabelas oficial, 02 redes, 20 cordas de
nylon ou sizal, 15 cones, 20 coletes (duas cores), 01 saco para bolas, 01 bomba,
02 bicos e 01 corda elástica.

Handebol – 15 bolas oficiais, 02 redes, 20 cordas de nylon ou sizal, 15 cones, 20
coletes (duas cores), 01 saco para bolas, 01 bomba, 02 bicos e 01 corda elástica.

Futsal – 15 bolas oficiais, 02 redes, 20 cordas de nylon ou sizal, 15 cones, 20
coletes (duas cores), 01 saco para bolas, 01 bomba, 02 bicos e 01 corda elástica.

Futebol – 20 bolas oficiais (nº 05), 02 redes, 20 cordas de nylon ou sizal, 15
cones, 44 coletes (duas cores), 01 saco para bolas, 01 bomba, 02 bicos e 01
corda elástica.



:                                                                              16
3. Fontes de Recursos


3.1. Orçamento Municipal

Verificar se no PPA (Plano Plurianual) consta programa específico para o
desenvolvimento do Esporte e Lazer. Fazer constar na LDO artigo específico para
o desenvolvimento das ações planejadas e que serão adotas pelo município, para
efetiva aprovação da LOA.



3, 2. Fundo Municipal do Esporte

Criar um fundo específico para o esporte. Podendo captar parte da receita de
transferência do ICMS para financiar as atividades pretendidas, como também
verificar se nos municípios existem projetos de implantação de grandes empresas
(principalmente energia renovável) e incentivar como parte do PBA (Plano Básico
Ambiental) o financiamento do esporte.



3.3. Convênios e Parcerias

Buscar o acesso à informação para utilização de verbas federais nos programas
oferecidos pelo Ministério do Esporte. A Agel poderá oferecer as informações
necessárias aos municípios para cumprirem as exigências necessárias.
Parcerias poderão acontecer também com a iniciativa privada para busca de
recursos.



3.4. Fundo de Participação dos Municípios

Utilizar parte das transferências constitucionais para financiar as atividades
pretendidas.




:                                                                           17
CONCLUSÃO

Este Projeto de Participação Esportiva surge em um contexto histórico no qual se
evidencia a necessidade de informações relativas à saúde e qualidade de vida.
Para se concretizar este processo, é necessário que aconteça readequação e
criação dos espaços para as atividades e constante incentivo dos programas
estabelecidos. Sendo este projeto uma verdadeira política de esporte, lazer e
promoção da saúde e da qualidade de vida que um município pode oferecer aos
seus habitantes.
Para concretização do Projeto basicamente será necessário a disponibilidade de
RH, já que se propõe a mínima utilização de equipamentos, aproveitando o
existente no município.
O material esportivo poderá ser requisitado junto ao Ministério do Esporte
(www.esporte.gov.br), programa pintando a liberdade. Nas ações de iniciação
esportiva é conveniente uma parceria com as secretarias municipais e estadual de
educação para que seja feito um controle de aproveitamento escolar.
Portanto, a Agência Goiana de Esporte Lazer – AGEL se apresenta com parceira
formulando estas políticas esportivas para os municípios, oferecendo consultoria
técnica e orientações para a busca dos recursos financeiros que deverão financiar
as atividades propostas.




COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PROJETO NA AGEL:



Prof. Paulo Cesar Ferreira

Prof. João Eduardo Batista

Econ. Moacyr Augusto Salomão




:                                                                             18
ANEXOS




:            19
PROJETO COMUNIDADE EM MOVIMENTO


Atividade 1 – CAMINHADA SAUDÁVEL

CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade)

01 Professor de Educação Física              R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho)
01 Auxiliar de Enfermagem                    R$ 415,00 (Por 04 horas/trabalho)
01 Aparelho Medidor de Pressão Digital Pulso
(Marca - G-TECH )                             R$ 155,00


Atividade 2 – GINÁSTICA PARA TODOS

CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade)

01 Professor de Educação Física              R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho)
01 Auxiliar de Enfermagem                    R$ 415,00 (Por 04 horas/trabalho)
01 Colchonete Individual (marca “Deveras”)   R$ 21,00


Atividade 3 - AMIGOS EM MOVIMENTO

CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade)

01 Professor de Educação Física              R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho)
01 Aparelho Medidor de Pressão (G-TECH)      R$155,00


Atividade 4 – MUSCULAÇÃO PARA TODOS

CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade)

01 Professor de Educação Física              R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho)

Os equipamentos necessários para a prática das atividades nas Praças Públicas
poderão ser construídos pela Prefeitura Municipal, orientamos:

Pranchas de cimento para abdominais
Bancos de cimento
Barras Fixas e
Barra Paralela

Observação: Todos os equipamentos com alturas variadas. Sendo que para a
construção dos materiais, a AGEL poderá ser consultada.


:                                                                           20
Atividade 5 – RUA DE LAZER ou LAZER ITINERANTE


CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade)

01 Professor de Educação Física e/ou Monitor        R$ 25,00 (Por período)
01 Tenda 12x12m (El Shadai)                          R$7, 700,00
01 Tenda 6X6 m (El Shadai)                          R$3, 100,00
01 Mesa de Tênis de Mesa (Procópio)                  R$ 490,00
01 Rede de Tênis de Mesa (Procópio)                  R$ 14,00
01 Poste para Rede de Tênis de Mesa (Aster)          R$ 11,00
01 Bola de Tênis de Mesa (Shiel)                     R$ 1,20
01 Jogo de Tabela Móvel de Basquete Obs. Pedir ao Projeto Pintando a
Liberdade.
01 Mesa de Som (Aparelho DVD, caixa de amplificada) R$2, 350,00
01 Microfone (Beringer)                              R$ 169,00
01 Telão 2.300 lumes com Projetor                    R$3,315,00
01 Bola de Voleibol (Penalty – MG 3500)               R$ 49,00
01 Bola de Basquete (Penalty)                         R$ 39,90
01 Bola de Futebol (Umbro)                            R$ 36,00
01 Bola Futsal (Penalty – Atletic/Futsal)             R$ 54,00
01 Bola de Handebol (Penalty – H3L)                   R$ 39,00
01 Rede de Peteca (Irama / algodão)                   R$ 49,00
01 Rede de Voleibol (Irama/uma faixa de algodão)     R$ 28,00
01 Rede de Basquete (Irama/nylon)                     R$ 6,00
01 Rede de Futsal (Irama/nylon)                        R$39,80

Observação:

Outros materiais serão utilizados nas atividades com quantidades variadas,
dependendo do número de participantes, tais como:
Tinta guache solúvel em água (cores variadas), pincéis para pintura, balões
coloridos, sacos de linhagem ou similar, baralhos, mesas e cadeiras para truco,
dama, dominó, colheres, xadrez, prendedor de roupas, baldes plásticos, pratinhos
descartáveis e copos descartáveis.




:                                                                            21
PROJETO INICIAÇÃO ESPORTIIVA


Modalidade de Voleibol:

CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade)

01 Professor de Educação Física               R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho)

01 Bola de Voleibol (Penalty – MG 3500)       R$ 49,00

01 Rede de voleibol (Irama – Uma faixa/algodão) R$ 28,00

01 Corda de nylon (Irama)                      R$ 4,50

01 Cone (Zona livre)                           R$ 16,00

01 colete (Contra-ataque/dupla face)            R$ 10,50

01 Saco para Bola (Transpo-nylon)               R$28,00

01 Bomba para encher bola (poker)                R$ 11,00

01 Bico para Bola (Deveras/borracha)             R$1,90



Modalidade de Basquete:


CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade)

01 Professor de Educação Física               R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho)

01 Bola de Basquete (Penalty)                 R$ 39,90

01 Par de Redes (Irama- nylon)                R$6,00

01 Corda de nylon (Irama)                     R$ 4,50

01 Cone (Zona livre)                          R$ 16,00

01 Colete (Contra-ataque/dupla face)          R$ 10,50

01 Saco para Bola (Transpo-nylon)              R$28,00

01 Bomba para encher bola (Poker)              R$11,00

01 Bico para encher Bola (Deveras/borracha)   R$ 1,90


:                                                                            22
Modalidade de Handebol:


CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade)

01professor de Educação Física                R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho)

01 Bola de Handebol (Penalty-H3L)             R$ 39,00

01 Rede de Handebol (Irama-nylon)             R$ 39,80

01 Corda de Nylon (Irama)                     R$ 4,50

01 Cone (Zona livre)                           R$ 16,00

01 Colete (Contra-ataque/dupla face)           R$ 10,50

01 Saco para Bolas (Transpo-nylon)             R$ 28,00

01 Bomba para encher Bola (Poker)              R$ 11,00

01 Bico para encher bola (Deveras/borracha)   R$ 1,90



Modalidade de Futsal


CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade)

01 Professor de Educação Física               R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho)

01 Bola de Futsal (Penalty – Atletc/futsal)    R$ 54,00

01 Rede de Futsal (Irama-nylon)                R$ 39,80

01 Corda de nylon (Irama-nylon)                 R$ 4,50

01 Cone (Zona Livre)                             R$ 16,00

01 Colete (Contra-ataque/dupla face)             R$10,50

01 Saco para Bola (Transpo-nylon)                R$28,00

01 Bomba para encher bola (Poker)                R$ 11,00

01 Bico para encher bola (Deveras/borracha)      R$ 1,90




:                                                                             23
Modalidade de Futebol


CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade)

01 Professor de Educação Física               R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho)

01 Bola de Futebol (Umbro)                    R$ 36,00

01 Rede de Futebol (Irama-nylon/fio 4)        R$ 180,00

01 Corda de nylon (Irama-nylon)                R$ 4,50

01 Cone (Zona livre)                           R$ 16,00

01 Colete (Contra-ataque/dupla face)           R$ 10,50

01 Saco para bolas (Transpo-nylon)             R$ 28,00

01 Bomba para encher bola (Poker)              R$ 11,00

01 Bico para encher bola (Deveras/borracha)     R$ 1,90




:                                                                            24

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Regulamento da gincana
Regulamento da gincanaRegulamento da gincana
Regulamento da gincanaraffaalecrim
 
Futuro FC - Apresentação para Atletas
Futuro FC - Apresentação para AtletasFuturo FC - Apresentação para Atletas
Futuro FC - Apresentação para AtletasPhelipe Johann
 
Projeto esportivo - Bola no pé, caderno na mão.
Projeto esportivo - Bola no pé, caderno na mão.Projeto esportivo - Bola no pé, caderno na mão.
Projeto esportivo - Bola no pé, caderno na mão.DFSGolBusiness
 
1º ano história da educação física roteiro de estudo pdf
1º ano história da educação física   roteiro de estudo pdf1º ano história da educação física   roteiro de estudo pdf
1º ano história da educação física roteiro de estudo pdfMaria carmem
 
Relatorio do Forum de Esportes 2015
Relatorio do Forum de Esportes 2015Relatorio do Forum de Esportes 2015
Relatorio do Forum de Esportes 2015Tarcio Oliveira
 
JOGOS POPULARES , JOGOS DE SALÃO E JOGOS ESPORTIVOS.ppt
JOGOS POPULARES , JOGOS DE SALÃO E JOGOS ESPORTIVOS.pptJOGOS POPULARES , JOGOS DE SALÃO E JOGOS ESPORTIVOS.ppt
JOGOS POPULARES , JOGOS DE SALÃO E JOGOS ESPORTIVOS.pptJordelOliveira1
 
A história de Lazer no Brasil
A história de Lazer no BrasilA história de Lazer no Brasil
A história de Lazer no BrasilDarlie Azevedo
 
Projeto De Patrocinio Sb Chase
Projeto De Patrocinio Sb ChaseProjeto De Patrocinio Sb Chase
Projeto De Patrocinio Sb ChaseDouglas Rodrigues
 
Proposta de Patrocínio Avaí F.C.
Proposta de Patrocínio Avaí F.C.Proposta de Patrocínio Avaí F.C.
Proposta de Patrocínio Avaí F.C.marketingavai
 
Jogos e Brincadeiras - Aula -01 Conceitos.pdf
Jogos e Brincadeiras - Aula -01 Conceitos.pdfJogos e Brincadeiras - Aula -01 Conceitos.pdf
Jogos e Brincadeiras - Aula -01 Conceitos.pdfGerardoMarcilioPinto
 
Apresentação Patrocínio Santos FC Goodyear
Apresentação Patrocínio Santos FC GoodyearApresentação Patrocínio Santos FC Goodyear
Apresentação Patrocínio Santos FC GoodyearZmaj marketing
 
Esportes coletivos caracterizacao - elementos comuns
Esportes coletivos   caracterizacao - elementos comunsEsportes coletivos   caracterizacao - elementos comuns
Esportes coletivos caracterizacao - elementos comunsCeliomar Queiros
 
Ed fisica adaptada
Ed fisica adaptadaEd fisica adaptada
Ed fisica adaptadalabuique
 
Futebol - Projeto Atlético de Sorocaba
Futebol - Projeto Atlético de SorocabaFutebol - Projeto Atlético de Sorocaba
Futebol - Projeto Atlético de SorocabaInnovateSports
 
Jogos cooperativos na escola
Jogos cooperativos na escolaJogos cooperativos na escola
Jogos cooperativos na escolaevandrolhp
 

Mais procurados (20)

Mep projeto imperial 2012
Mep   projeto imperial 2012Mep   projeto imperial 2012
Mep projeto imperial 2012
 
Regulamento da gincana
Regulamento da gincanaRegulamento da gincana
Regulamento da gincana
 
Projeto interclasses
Projeto interclassesProjeto interclasses
Projeto interclasses
 
Ed fisica escolar
Ed fisica escolarEd fisica escolar
Ed fisica escolar
 
Futuro FC - Apresentação para Atletas
Futuro FC - Apresentação para AtletasFuturo FC - Apresentação para Atletas
Futuro FC - Apresentação para Atletas
 
Projeto esportivo - Bola no pé, caderno na mão.
Projeto esportivo - Bola no pé, caderno na mão.Projeto esportivo - Bola no pé, caderno na mão.
Projeto esportivo - Bola no pé, caderno na mão.
 
1º ano história da educação física roteiro de estudo pdf
1º ano história da educação física   roteiro de estudo pdf1º ano história da educação física   roteiro de estudo pdf
1º ano história da educação física roteiro de estudo pdf
 
Relatorio do Forum de Esportes 2015
Relatorio do Forum de Esportes 2015Relatorio do Forum de Esportes 2015
Relatorio do Forum de Esportes 2015
 
JOGOS POPULARES , JOGOS DE SALÃO E JOGOS ESPORTIVOS.ppt
JOGOS POPULARES , JOGOS DE SALÃO E JOGOS ESPORTIVOS.pptJOGOS POPULARES , JOGOS DE SALÃO E JOGOS ESPORTIVOS.ppt
JOGOS POPULARES , JOGOS DE SALÃO E JOGOS ESPORTIVOS.ppt
 
A história de Lazer no Brasil
A história de Lazer no BrasilA história de Lazer no Brasil
A história de Lazer no Brasil
 
Projeto De Patrocinio Sb Chase
Projeto De Patrocinio Sb ChaseProjeto De Patrocinio Sb Chase
Projeto De Patrocinio Sb Chase
 
Proposta de Patrocínio Avaí F.C.
Proposta de Patrocínio Avaí F.C.Proposta de Patrocínio Avaí F.C.
Proposta de Patrocínio Avaí F.C.
 
Jogos e Brincadeiras - Aula -01 Conceitos.pdf
Jogos e Brincadeiras - Aula -01 Conceitos.pdfJogos e Brincadeiras - Aula -01 Conceitos.pdf
Jogos e Brincadeiras - Aula -01 Conceitos.pdf
 
Apresentação Patrocínio Santos FC Goodyear
Apresentação Patrocínio Santos FC GoodyearApresentação Patrocínio Santos FC Goodyear
Apresentação Patrocínio Santos FC Goodyear
 
Esporte na praça Grupo 4
Esporte na praça   Grupo 4Esporte na praça   Grupo 4
Esporte na praça Grupo 4
 
Esportes coletivos caracterizacao - elementos comuns
Esportes coletivos   caracterizacao - elementos comunsEsportes coletivos   caracterizacao - elementos comuns
Esportes coletivos caracterizacao - elementos comuns
 
Slide do projeto
Slide do projetoSlide do projeto
Slide do projeto
 
Ed fisica adaptada
Ed fisica adaptadaEd fisica adaptada
Ed fisica adaptada
 
Futebol - Projeto Atlético de Sorocaba
Futebol - Projeto Atlético de SorocabaFutebol - Projeto Atlético de Sorocaba
Futebol - Projeto Atlético de Sorocaba
 
Jogos cooperativos na escola
Jogos cooperativos na escolaJogos cooperativos na escola
Jogos cooperativos na escola
 

Destaque

Projetos Esportivos 2015
Projetos Esportivos 2015Projetos Esportivos 2015
Projetos Esportivos 2015Ricardo Maia
 
Como Elaborar Projetos Sociais
Como Elaborar Projetos SociaisComo Elaborar Projetos Sociais
Como Elaborar Projetos Sociaisafp.leite
 
Projeto Social - Modelo
Projeto Social - ModeloProjeto Social - Modelo
Projeto Social - ModeloDaniel Santos
 
Portfolio de Projetos Culturais, Sociais e Esportivos
Portfolio de Projetos Culturais, Sociais e EsportivosPortfolio de Projetos Culturais, Sociais e Esportivos
Portfolio de Projetos Culturais, Sociais e EsportivosPatrus Cult'ral
 
Projeto de lei de criação da secretaria municipal de cultura, esporte, lazer ...
Projeto de lei de criação da secretaria municipal de cultura, esporte, lazer ...Projeto de lei de criação da secretaria municipal de cultura, esporte, lazer ...
Projeto de lei de criação da secretaria municipal de cultura, esporte, lazer ...Antonio Rocha de Sousa
 
PROJETO SOCIAIS
PROJETO SOCIAISPROJETO SOCIAIS
PROJETO SOCIAISE1R2I3
 
Apresentação festival-ir-captação
Apresentação festival-ir-captaçãoApresentação festival-ir-captação
Apresentação festival-ir-captaçãoEfigenio Moura
 
Oficina teia da vida por sueli mainine
Oficina teia da vida por sueli mainineOficina teia da vida por sueli mainine
Oficina teia da vida por sueli mainineWeb Currículo PUC-SP
 
Projeto de Lei de Incentivo ao esporte - Fundação Edmílson
Projeto de Lei de Incentivo ao esporte - Fundação EdmílsonProjeto de Lei de Incentivo ao esporte - Fundação Edmílson
Projeto de Lei de Incentivo ao esporte - Fundação EdmílsonInnovateSports
 
Projeto campeonato 2013
Projeto campeonato 2013Projeto campeonato 2013
Projeto campeonato 2013durvalmadalena
 
Recreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo Integral
Recreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo IntegralRecreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo Integral
Recreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo Integraldanilopipcbc
 
Plano de ação + educação
Plano de ação + educaçãoPlano de ação + educação
Plano de ação + educaçãoJackson Jara
 
Vôlei - Projeto do Floripa Vôlei
Vôlei - Projeto do Floripa VôleiVôlei - Projeto do Floripa Vôlei
Vôlei - Projeto do Floripa VôleiInnovateSports
 
Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2
Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2
Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2Fernando Zornitta
 

Destaque (20)

Projetos Esportivos 2015
Projetos Esportivos 2015Projetos Esportivos 2015
Projetos Esportivos 2015
 
Projeto pronto
Projeto prontoProjeto pronto
Projeto pronto
 
Como Elaborar Projetos Sociais
Como Elaborar Projetos SociaisComo Elaborar Projetos Sociais
Como Elaborar Projetos Sociais
 
Projeto Social - Modelo
Projeto Social - ModeloProjeto Social - Modelo
Projeto Social - Modelo
 
Portfolio de Projetos Culturais, Sociais e Esportivos
Portfolio de Projetos Culturais, Sociais e EsportivosPortfolio de Projetos Culturais, Sociais e Esportivos
Portfolio de Projetos Culturais, Sociais e Esportivos
 
Projeto de lei de criação da secretaria municipal de cultura, esporte, lazer ...
Projeto de lei de criação da secretaria municipal de cultura, esporte, lazer ...Projeto de lei de criação da secretaria municipal de cultura, esporte, lazer ...
Projeto de lei de criação da secretaria municipal de cultura, esporte, lazer ...
 
PROJETO SOCIAIS
PROJETO SOCIAISPROJETO SOCIAIS
PROJETO SOCIAIS
 
Apresentação festival-ir-captação
Apresentação festival-ir-captaçãoApresentação festival-ir-captação
Apresentação festival-ir-captação
 
Apresentação pelc
Apresentação pelcApresentação pelc
Apresentação pelc
 
Torneio de futsal
Torneio de futsalTorneio de futsal
Torneio de futsal
 
Oficina teia da vida por sueli mainine
Oficina teia da vida por sueli mainineOficina teia da vida por sueli mainine
Oficina teia da vida por sueli mainine
 
Projeto de Lei de Incentivo ao esporte - Fundação Edmílson
Projeto de Lei de Incentivo ao esporte - Fundação EdmílsonProjeto de Lei de Incentivo ao esporte - Fundação Edmílson
Projeto de Lei de Incentivo ao esporte - Fundação Edmílson
 
Projeto campeonato 2013
Projeto campeonato 2013Projeto campeonato 2013
Projeto campeonato 2013
 
Projeto Dança e Saúde
Projeto Dança e SaúdeProjeto Dança e Saúde
Projeto Dança e Saúde
 
Plano de ensino fundamentos da recreação
Plano de ensino fundamentos  da recreaçãoPlano de ensino fundamentos  da recreação
Plano de ensino fundamentos da recreação
 
Recreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo Integral
Recreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo IntegralRecreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo Integral
Recreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo Integral
 
Plano de ação + educação
Plano de ação + educaçãoPlano de ação + educação
Plano de ação + educação
 
Vôlei - Projeto do Floripa Vôlei
Vôlei - Projeto do Floripa VôleiVôlei - Projeto do Floripa Vôlei
Vôlei - Projeto do Floripa Vôlei
 
Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2
Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2
Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2
 
Esporte na praça Grupo 4
Esporte na praça   Grupo 4Esporte na praça   Grupo 4
Esporte na praça Grupo 4
 

Semelhante a Projeto formando cidadaos atraves do esporte iniciação esportiva

Painel 3 - Palestra Jorge Steinhilber
Painel 3 - Palestra Jorge SteinhilberPainel 3 - Palestra Jorge Steinhilber
Painel 3 - Palestra Jorge SteinhilberSistema CNC
 
Ginstica rtmica ação global
Ginstica rtmica ação globalGinstica rtmica ação global
Ginstica rtmica ação globalpassosgrd
 
Ginástica Rítmica Ação Global
Ginástica Rítmica Ação GlobalGinástica Rítmica Ação Global
Ginástica Rítmica Ação Globalpassosgrd
 
área de conhecimentos ef
área de conhecimentos efárea de conhecimentos ef
área de conhecimentos efDaniel Ribas
 
Projeto pilotouniversitario
Projeto pilotouniversitarioProjeto pilotouniversitario
Projeto pilotouniversitarioJoão Cássio
 
Trabalho de politicas publicas
Trabalho de politicas publicasTrabalho de politicas publicas
Trabalho de politicas publicasGiselle Rodrigues
 
Livro Verde da Aptidão Física
Livro Verde da Aptidão FísicaLivro Verde da Aptidão Física
Livro Verde da Aptidão FísicaJoao Alves
 
Ogd mod 5_conteúdos _ aula 1
Ogd mod 5_conteúdos _ aula 1Ogd mod 5_conteúdos _ aula 1
Ogd mod 5_conteúdos _ aula 1mitrablueaires
 
06 secertaria municipal de esportes e fundesport
06 secertaria municipal de esportes e fundesport06 secertaria municipal de esportes e fundesport
06 secertaria municipal de esportes e fundesportEdinho Silva
 
Proposta para a sesu pst universitário
Proposta para a sesu   pst universitárioProposta para a sesu   pst universitário
Proposta para a sesu pst universitárioJoão Cássio
 
Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)
Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)
Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)Edinho Silva
 
Unesco educação física de qualidade
Unesco   educação física de qualidadeUnesco   educação física de qualidade
Unesco educação física de qualidadeLúcio Aguiar
 
Princípios e diretrizes pelc
Princípios e diretrizes pelcPrincípios e diretrizes pelc
Princípios e diretrizes pelcLuciene Gomes
 

Semelhante a Projeto formando cidadaos atraves do esporte iniciação esportiva (20)

Projeto do campeonato pst 2014
Projeto do campeonato pst  2014Projeto do campeonato pst  2014
Projeto do campeonato pst 2014
 
Projeto do campeonato pst 2014
Projeto do campeonato pst  2014Projeto do campeonato pst  2014
Projeto do campeonato pst 2014
 
Piscina Municipal de Baião
Piscina Municipal de BaiãoPiscina Municipal de Baião
Piscina Municipal de Baião
 
Esporte é +
Esporte é +Esporte é +
Esporte é +
 
Painel 3 - Palestra Jorge Steinhilber
Painel 3 - Palestra Jorge SteinhilberPainel 3 - Palestra Jorge Steinhilber
Painel 3 - Palestra Jorge Steinhilber
 
Ginstica rtmica ação global
Ginstica rtmica ação globalGinstica rtmica ação global
Ginstica rtmica ação global
 
Ginástica Rítmica Ação Global
Ginástica Rítmica Ação GlobalGinástica Rítmica Ação Global
Ginástica Rítmica Ação Global
 
área de conhecimentos ef
área de conhecimentos efárea de conhecimentos ef
área de conhecimentos ef
 
Projeto pilotouniversitario
Projeto pilotouniversitarioProjeto pilotouniversitario
Projeto pilotouniversitario
 
Modulo I - OGD
Modulo I - OGDModulo I - OGD
Modulo I - OGD
 
Trabalho de politicas publicas
Trabalho de politicas publicasTrabalho de politicas publicas
Trabalho de politicas publicas
 
Livro Verde da Aptidão Física
Livro Verde da Aptidão FísicaLivro Verde da Aptidão Física
Livro Verde da Aptidão Física
 
Agente social
Agente socialAgente social
Agente social
 
Ogd mod 5_conteúdos _ aula 1
Ogd mod 5_conteúdos _ aula 1Ogd mod 5_conteúdos _ aula 1
Ogd mod 5_conteúdos _ aula 1
 
06 secertaria municipal de esportes e fundesport
06 secertaria municipal de esportes e fundesport06 secertaria municipal de esportes e fundesport
06 secertaria municipal de esportes e fundesport
 
Proposta para a sesu pst universitário
Proposta para a sesu   pst universitárioProposta para a sesu   pst universitário
Proposta para a sesu pst universitário
 
Samuel_Programa_atividade_fisica
Samuel_Programa_atividade_fisicaSamuel_Programa_atividade_fisica
Samuel_Programa_atividade_fisica
 
Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)
Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)
Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)
 
Unesco educação física de qualidade
Unesco   educação física de qualidadeUnesco   educação física de qualidade
Unesco educação física de qualidade
 
Princípios e diretrizes pelc
Princípios e diretrizes pelcPrincípios e diretrizes pelc
Princípios e diretrizes pelc
 

Projeto formando cidadaos atraves do esporte iniciação esportiva

  • 1. AGÊNCIA GOIANA DE ESPORTE E LAZER - AGEL - PROJETO FORMANDO CIDADÃOS ATRAVÉS DO ESPORTE - GOIÁS – JUNHO - 2008 : 1
  • 2. PROJETO PARTICIPAÇÃO ESPORTIVA SUMÁRIO PAGINA 1. Introdução 03 1.1. Justificativa 03 1.2. Metodologias 03 1.3. Objetivos 04 1.4. Metas 04 2. Projetos 05 2.1. Comunidade em Movimento 05 2.2. Iniciação Esportiva 14 3. Fontes de Recursos 17 3.1. Orçamento Municipal 17 3.2. Fundo Municipal do Esporte 17 3.3. Convênios e Parcerias 17 3.4. Fundo de Participação dos Municípios 17 Conclusão 18 Anexos : 2
  • 3. 1. Introdução Cidades! Qualidade de vida ideal! Considerando que para ter-se uma cidade com qualidade de vida ideal, deve-se compreender que tal qualidade está diretamente formada pelos interesses de cada indivíduo junto à sua formação ética e cívica, de conhecimento ao seu habitat. Sendo que a compreensão de sociedade, e de comunidade para este indivíduo deve estar ancorada como base das ações de servir ao próximo conforme as capacidades delegadas ao dom de cada ser. Para Ferreira (2001), a qualidade de vida nas cidades, é uma referência constante do discurso político, esta também presente, ainda que com entendimentos distintos, nos desejos e aspirações dos indivíduos dessas cidades. Deve-se ter a definição de que a Qualidade de vida, não é simplesmente a melhor condição de bem estar momentâneo de um indivíduo ou de um grupo, mas sim da potencialidade das transformações que o indivíduo, um grupo ou uma comunidade podem gerar na melhoria de condições que facilitem o alcance desta para todos. Conforme Lyndon Johnson(1964), a qualidade de vida está dentro de um contexto global, “que os objetivos não podem ser medidos através dos balanços dos bancos. Eles só podem ser medidos através da qualidade de vida que proporcionam às pessoas (WHO, 1998). 1.1- Justificativa O esporte é uma ferramenta de auxílio no processo de desenvolvimento educacional, social e de saúde do ser humano. Jovens e adultos de nossos dias, carentes de valores éticos e morais encontram no esporte incentivo a essas conquistas aliadas a sentimento de cooperação e amizade. Ante estas necessidades, a AGEL e o Ministério Público do Estado de Goiás propõem desenvolver políticas públicas no âmbito da iniciação esportiva e de atividade física, para serem aplicadas nos Municípios Goianos que demonstrarem interesse em aderir ao plano a ser desenvolvido. : 3
  • 4. Metodologias A Agência Goiana de Esporte e Lazer, nesta etapa, propõem duas iniciativas para implantação nos municípios, através da parceira com o Ministério Público Estadual, sendo elas: Centros de Iniciação Esportiva e a Comunidade em Movimento. A cooperação por parte da Agência se daria na formulação destas políticas e no acompanhamento técnico-científico e de consultoria às Secretarias Municipais de Esporte, bem como ao Ministério Público. Disponibilizando profissionais e técnicos para o suporte necessário às atividades propostas. Objetivos Massificar a prática de esportes através das atividades de iniciação esportiva bem como oportunizar a atividade física a pessoas interessadas. Contribuindo com o desenvolvimento humano, social e esportivo, bem como a redução de índices de criminalidade, transformação social e melhoramento da qualidade de vida. 1.4- Metas Atender a totalidade dos municípios goianos no prazo de cinco anos. : 4
  • 5. 2.1. PROJETO COMUNIDADE EM MOVIMENTO Desenvolver junto a comunidade do Município, através da cultura corporal, uma transformação social, dando aos participantes uma melhor qualidade de vida Atividade 1 – CAMINHADA SAUDÁVEL Figura 01 – Área para caminhadas Metodologia para as atividades: Instalações Físicas Utilização de uma praça da cidade ou as vias urbanas adequadas para realização de caminhadas e corridas. Indica-se que o percurso ideal para a atividade esteja na faixa de no mínimo 1500 metros. Recursos Humanos 01 Professor de Educação Física (ou estagiário) para ministrar as atividades designado pelas secretarias municipais de esporte. Acompanhamento, através das secretarias municipais de saúde, de profissional capacitado (auxiliar de enfermagem) para prestar auxílio e monitoramento (pressão, freqüência cardíaca, acompanhamentos próprios) aos participantes. Inteiração de outras secretarias para desenvolvimento de programas paralelos, como a assistência social, cidadania, entre outros. Conteúdo a ser ministrado Orientar os participantes para os benefícios da atividade física e condições de realizá-la de forma segura. Esclarecer os cuidados com a postura e desenvolver a técnica da caminhada dentro da velocidade, ritmo e intensidade. Mostrar a : 5
  • 6. importância do controle da freqüência cardíaca e os cuidados com a pressão arterial. Horário das Atividades As atividades deverão ser desenvolvidas no período matutino e vespertino, de segunda a sábado. Devendo o participante freqüentar 02 ou 03 vezes na semana. Matutino: De 06h30min as 08h00min Vespertino: De 18h00min às 20h30min Alunos por Turma: Média de 30 alunos. Faixa Etária: Acima de 17 anos Atividade 2 – GINÁSTICA PARA TODOS (Ginástica Localizada) O avanço tecnológico propiciou uma elevação do nível de conforto, gerando um maior número de sedentários, levando a um impacto negativo na qualidade de vida das pessoas. O incentivo à prática da atividade física como meio de prevenção das doenças hipocinéticas, é uma forma de mostrar às pessoas que todas são capazes de fazer atividades físicas, com propostas simples e naturais, sem utilização de grandes recursos ou equipamentos, levando a pessoa a fazer da pratica do exercício, um hábito de vida. Figura 02 – Quadro Ilustrativo : 6
  • 7. Metodologia para as atividades Instalações Físicas Utilizar de forma diferencial, espaços mais amplos como Praça de Esportes, Ginásio, Praças Públicas, Cepal ou Salão Comunitário. Dessa forma a comunidade é levada a participar e interagir com criatividade. Recursos Humanos 01 Professor de Educação Física (ou estagiário) para ministrar as atividades designado pelas Secretarias Municipais de Esportes. 01 profissional da saúde (auxiliar de enfermagem) designado pela Secretaria de Saúde, para acompanhamento programado dos participantes. Realização de convênio com Academia de Ginástica local e o seu professor de Educação Física para as atividades. Conteúdo a ser ministrado As atividades devem possuir enfoque sociabilizante, trabalhar com exercícios articulares, alongamento, equilíbrio, coordenação e ritmo, com fácil execução, onde todos possam participar, respeitando possíveis problemas de saúde, que ainda permitam a prática saudável de atividades físicas. Horário das atividades As atividades deverão ser desenvolvidas no período matutino e vespertino, de segunda a sábado. Devendo o participante freqüentar 02 ou 03 vezes por semana. Matutino: De 06h30min as 10h00min Vespertino: De 15h00min as 20h00min Alunos por turma: Media de 30 alunos. Faixa Etária: Acima de 17 anos. Materiais necessários Colchonetes de uso individual adquirido pelo aluno. : 7
  • 8. Atividade 3 – AMIGOS EM MOVIMENTO È praticamente um consenso entre os profissionais da área da saúde que a atividade física é um fator determinante no processo de envelhecimento, sendo que, a qualidade da vida do idoso é determinada pelo grau de autonomia, ou seja, a capacidade de determinar e executar seus próprios desígnios. Figura 03 – Descrição dos Exercícios Metodologia para as atividades Instalações Físicas Utilização de Ginásios, Associação de Bairros, Salão Paroquial, Clubes Esportivos e Academias (em convenio) que possuem equipamentos. Recursos Humanos Professor de Educação Física da Secretaria Municipal de Esporte e oportunizar a capacitação de novos profissionais, para uma ação eficiente na área do envelhecimento, podendo ser da área da saúde, ação social e educação. Conteúdo a ser ministrado Consistem em atividades sistemáticas de ginásticas, jogos e dança. Proporcionar também palestras informativas sobre: temas relacionados saúde, comportamento e atividade física, como também eventos sociais e recreativos, levando em consideração a disponibilidade de local e recursos humanos, promover passeios, cafés da manhã, semana do idoso, festa junina, festival de dança e bailes. : 8
  • 9. Figura 04 – Foto ilustrativa Horário das atividades As atividades deverão ser desenvolvidas no período matutino e vespertino, de segunda a sábado. Devendo o participante freqüentar 02 ou 03 vezes por semana. Matutino: De 06h30min as 09h00min Vespertino: De 15h00min as 19h00min Alunos por turma: Média de 30 alunos. Faixa Etária: Acima de 50 anos. Atividade 4 – MUSCULAÇÃO PARA TODOS A prática da musculação é direcionada ao bem estar e ao condicionamento físico geral e especialmente o aumento da força, atividade também considerada um tratamento para diversas afecções do organismo, tais como obesidade, magreza, distúrbios posturais, dores das articulações e da coluna vertebral e outros. Sendo uma atividade propícia para toda pessoa adulta, por proporcionar mudanças no comportamento, perante as situações do cotidiano. Figura 05 – Equipamento Público Completo : 9
  • 10. Metodologia para das atividades Instalações Físicas Desenvolver as atividades físicas em locais conveniados com a Secretaria Municipal de Esporte, sendo Academias, Clubes Esportivos que possibilitem condições de equipamentos para as atividades e/ou em Praças Públicas, onde serão instalados os materiais necessários. Figura 06 – Descrição dos Exercícios Recursos Humanos 01 professor de Educação Física (ou estagiário) para ministrar as atividades, designado pela Secretaria Municipal de Esportes ou contratado por ela para prestar serviço na atividade. Figura 07 – Foto Ilustrativa : 10
  • 11. Conteúdo a ser ministrado As atividades com os participantes devem se concentrar em quatro exigências básicas, exercícios de condicionamento cardiovascular, de flexibilidade, de resistência e de desenvolvimento muscular. Predominando o objetivo de atividades para a quebra de tensão, provinda do cotidiano, como higiene mental e/ ou como prática de lazer. Figura 08 – Foto Ilustrativa Horário das atividades As atividades deverão ser desenvolvidas no período matutino e vespertino, de segunda a sábado. Devendo o participante freqüentar 02 ou 03 vezes por semana. Matutino: De 06h30min as 09h00min Vespertino: De 18h00min as 20h30min Alunos por turma: Média de 30 alunos. Faixa Etária: Acima de 17 anos. Materiais necessários A aparelhagem à disposição para as atividades dará mais flexibilidade para o professor escolher os exercícios a serem utilizados pelos participantes. Considerando equipamentos para uma Praça pública, orientamos pranchas de cimento para abdominais com alturas variadas do chão, bancos de cimento próprio para ginástica, barras fixas com altura variada e barra paralela com altura variada. : 11
  • 12. Atividade 5 – RUA DE LAZER OU LAZER ITINERANTE Na dimensão lúdica, o homem se torna verdadeiramente humano quando brinca. Para isso é preciso buscar no homem e na sua realidade social, na dimensão social do conhecimento estabelecida entre ele e sua sociedade, na maneira como expressa esse conhecimento e como cria, faz e transforma a compreensão do sentido humano do brincar. Figura 09 – Foto Ilustrativa Metodologia para as atividades Instalações Físicas Utilização de 02 tendas 10x10 m ou 12x12 m, e 01 tenda 6x6 m, em espaços públicos adequados ou vias urbanas. Figura 10 – Foto Ilustrativa : 12
  • 13. Recursos Humanos Profissionais ligados a educação física, educação, serviço social, saúde ou que tenham aptidões na área de recreação e lazer, cultura, etc. Quantitativo sugerido, mínimo 06 profissionais. Conteúdo a ser ministrado Promover a integração entre os participantes, através de atividades lúdicas e entretenimento, envolvendo pessoas de todas as idades, através de jogos de rua (Basquete, Peteca, Futebol, Voleibol), gincanas esportivas, culturais e ambientais, tênis de mesa, teatro, jogos corporativos, truco, dama, xadrez, respeitando as características e idade de cada indivíduo ou grupos de pessoas. Nessas atividades devem contar sempre com a participação de grupo de idosos, alunos do PETI, apresentação de grupos de dança e capoeira. Sempre que possível envolver as polícias (Civil e Militar), Corpo de Bombeiros, no sentindo de promover a integração da polícia com a comunidade através do esporte e lazer. A apresentação de bandas de música ou fanfarras é de suma importância para despertar o civismo na comunidade (abertura com hino nacional e a participação de toda a sociedade organizada). Figura 11 – Foto Ilustrativa Horário das atividades Aos sábados e domingos ou datas comemorativas, das 08:00 às 18:00 h. Alunos por turma: Participação aberta Faixa Etária: Pessoas de todas as idades : 13
  • 14. Materiais necessários 02 mesas de tênis de mesa (raquetes, redes e bolinhas), 01 jogo de tabela móvel de basquete, 01 cama elástica, 01 pula-pula ou piscina de bolinhas, 01 palco, 01 aparelhagem de som completa (mesa de som, microfones, caixas de som amplificada, aparelho de DVD), 01 telão 3.000 lumes com tela, tinta guache solúvel em água(cores variadas) e pincéis para pintura, balões coloridos, sacos de linhagem ou similar, baralhos, mesas e cadeiras para truco, dama, dominó, xadrez, prendedor de roupas em varal, baldes plásticos, pratinhos descartáveis, colheres, copos descartáveis para água, bolas de todas modalidades (voleibol, basquete, futebol, futsal, handebol), redes das modalidades, peteca e rede, água, sempre que possível fornecer lanche aos participantes. 2.2. PROJETO INICIAÇÃO ESPORTIVA Desenvolvimento dos esportes através do ensino dos fundamentos técnicos e táticos e de movimentos para o desenvolvimento motor. Figura 12 – Foto Ilustrativa HANDEBOL, BASQUETEBOL, VOLEIBOL, FUTSAL E FUTEBOL (MASCULINO E FEMININO). : 14
  • 15. Figura 13 – Foto Ilustrativa Metodologia para as atividades: Nas modalidades de: VOLEIBOL, FUTSAL, BASQUETEBOL E HANDEBOL. Instalações Físicas As atividades poderão ser desenvolvidas nos ginásios de esportes das cidades, praças esportivas ou convênios com colégios estaduais ou municipais, que tenham quadras esportivas. Adequando-se a realidade das cidades. Na modalidade de: FUTEBOL Instalações Físicas As atividades físico-esportivas deverão acontecer nos estádios das cidades ou nas praças de esporte e/ou campos de várzea. Para a implantação desta modalidade a prioridade será realizar em espaço gramado, ou em espaço de terra. Em caso de dificuldades de oferecer atividades em campo oficial, poderá ser oferecido em campo society. Conteúdo a ser ministrado Em todas as modalidades de iniciação esportiva os conhecimentos a serem trabalhados estarão voltados para os fundamentos técnicos e táticos, aos exercícios que irão desenvolver coordenação motora e as qualidades sociais importantes para formar um cidadão como, respeito, cooperação, participação, liderança, entre outros. : 15
  • 16. Recursos Humanos Professores de Educação Física (ou estagiário), para ministrar as atividades, designado pelas secretarias municipais de esporte. Contratados especificamente para prestar serviços no projeto. Horário das Atividades As atividades deverão ser desenvolvidas no período matutino e vespertino, de segunda a sábado. Devendo o participante freqüentar 02 ou 03 vezes por semana. Matutino: 07h00min às 11h00min Vespertino: 15h00min às 19h00min Alunos por Turma: Média de 30 alunos. Faixa Etária: De 08 a 14 anos Inscrições: As inscrições ficarão a critério do município que determinará o local, dias, e horários para as inscrições. Divulgação: A divulgação das atividades deverá ser feita pelo município através dos meios de comunicação adequados para cada cidade. Observações Gerais: Em todas as instalações selecionadas os vestiários e sanitários deverão estar em condições adequadas para os participantes. Materiais necessários Voleibol – 15 bolas oficiais, 02 redes, 20 cordas de nylon ou sizal, 15 cones, 20 coletes (duas cores), 01 saco para bolas, 01 bomba, 02 bicos e 01 corda elástica. Basquetebol – 15 bolas oficiais, 01 par de tabelas oficial, 02 redes, 20 cordas de nylon ou sizal, 15 cones, 20 coletes (duas cores), 01 saco para bolas, 01 bomba, 02 bicos e 01 corda elástica. Handebol – 15 bolas oficiais, 02 redes, 20 cordas de nylon ou sizal, 15 cones, 20 coletes (duas cores), 01 saco para bolas, 01 bomba, 02 bicos e 01 corda elástica. Futsal – 15 bolas oficiais, 02 redes, 20 cordas de nylon ou sizal, 15 cones, 20 coletes (duas cores), 01 saco para bolas, 01 bomba, 02 bicos e 01 corda elástica. Futebol – 20 bolas oficiais (nº 05), 02 redes, 20 cordas de nylon ou sizal, 15 cones, 44 coletes (duas cores), 01 saco para bolas, 01 bomba, 02 bicos e 01 corda elástica. : 16
  • 17. 3. Fontes de Recursos 3.1. Orçamento Municipal Verificar se no PPA (Plano Plurianual) consta programa específico para o desenvolvimento do Esporte e Lazer. Fazer constar na LDO artigo específico para o desenvolvimento das ações planejadas e que serão adotas pelo município, para efetiva aprovação da LOA. 3, 2. Fundo Municipal do Esporte Criar um fundo específico para o esporte. Podendo captar parte da receita de transferência do ICMS para financiar as atividades pretendidas, como também verificar se nos municípios existem projetos de implantação de grandes empresas (principalmente energia renovável) e incentivar como parte do PBA (Plano Básico Ambiental) o financiamento do esporte. 3.3. Convênios e Parcerias Buscar o acesso à informação para utilização de verbas federais nos programas oferecidos pelo Ministério do Esporte. A Agel poderá oferecer as informações necessárias aos municípios para cumprirem as exigências necessárias. Parcerias poderão acontecer também com a iniciativa privada para busca de recursos. 3.4. Fundo de Participação dos Municípios Utilizar parte das transferências constitucionais para financiar as atividades pretendidas. : 17
  • 18. CONCLUSÃO Este Projeto de Participação Esportiva surge em um contexto histórico no qual se evidencia a necessidade de informações relativas à saúde e qualidade de vida. Para se concretizar este processo, é necessário que aconteça readequação e criação dos espaços para as atividades e constante incentivo dos programas estabelecidos. Sendo este projeto uma verdadeira política de esporte, lazer e promoção da saúde e da qualidade de vida que um município pode oferecer aos seus habitantes. Para concretização do Projeto basicamente será necessário a disponibilidade de RH, já que se propõe a mínima utilização de equipamentos, aproveitando o existente no município. O material esportivo poderá ser requisitado junto ao Ministério do Esporte (www.esporte.gov.br), programa pintando a liberdade. Nas ações de iniciação esportiva é conveniente uma parceria com as secretarias municipais e estadual de educação para que seja feito um controle de aproveitamento escolar. Portanto, a Agência Goiana de Esporte Lazer – AGEL se apresenta com parceira formulando estas políticas esportivas para os municípios, oferecendo consultoria técnica e orientações para a busca dos recursos financeiros que deverão financiar as atividades propostas. COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PROJETO NA AGEL: Prof. Paulo Cesar Ferreira Prof. João Eduardo Batista Econ. Moacyr Augusto Salomão : 18
  • 19. ANEXOS : 19
  • 20. PROJETO COMUNIDADE EM MOVIMENTO Atividade 1 – CAMINHADA SAUDÁVEL CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade) 01 Professor de Educação Física R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho) 01 Auxiliar de Enfermagem R$ 415,00 (Por 04 horas/trabalho) 01 Aparelho Medidor de Pressão Digital Pulso (Marca - G-TECH ) R$ 155,00 Atividade 2 – GINÁSTICA PARA TODOS CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade) 01 Professor de Educação Física R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho) 01 Auxiliar de Enfermagem R$ 415,00 (Por 04 horas/trabalho) 01 Colchonete Individual (marca “Deveras”) R$ 21,00 Atividade 3 - AMIGOS EM MOVIMENTO CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade) 01 Professor de Educação Física R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho) 01 Aparelho Medidor de Pressão (G-TECH) R$155,00 Atividade 4 – MUSCULAÇÃO PARA TODOS CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade) 01 Professor de Educação Física R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho) Os equipamentos necessários para a prática das atividades nas Praças Públicas poderão ser construídos pela Prefeitura Municipal, orientamos: Pranchas de cimento para abdominais Bancos de cimento Barras Fixas e Barra Paralela Observação: Todos os equipamentos com alturas variadas. Sendo que para a construção dos materiais, a AGEL poderá ser consultada. : 20
  • 21. Atividade 5 – RUA DE LAZER ou LAZER ITINERANTE CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade) 01 Professor de Educação Física e/ou Monitor R$ 25,00 (Por período) 01 Tenda 12x12m (El Shadai) R$7, 700,00 01 Tenda 6X6 m (El Shadai) R$3, 100,00 01 Mesa de Tênis de Mesa (Procópio) R$ 490,00 01 Rede de Tênis de Mesa (Procópio) R$ 14,00 01 Poste para Rede de Tênis de Mesa (Aster) R$ 11,00 01 Bola de Tênis de Mesa (Shiel) R$ 1,20 01 Jogo de Tabela Móvel de Basquete Obs. Pedir ao Projeto Pintando a Liberdade. 01 Mesa de Som (Aparelho DVD, caixa de amplificada) R$2, 350,00 01 Microfone (Beringer) R$ 169,00 01 Telão 2.300 lumes com Projetor R$3,315,00 01 Bola de Voleibol (Penalty – MG 3500) R$ 49,00 01 Bola de Basquete (Penalty) R$ 39,90 01 Bola de Futebol (Umbro) R$ 36,00 01 Bola Futsal (Penalty – Atletic/Futsal) R$ 54,00 01 Bola de Handebol (Penalty – H3L) R$ 39,00 01 Rede de Peteca (Irama / algodão) R$ 49,00 01 Rede de Voleibol (Irama/uma faixa de algodão) R$ 28,00 01 Rede de Basquete (Irama/nylon) R$ 6,00 01 Rede de Futsal (Irama/nylon) R$39,80 Observação: Outros materiais serão utilizados nas atividades com quantidades variadas, dependendo do número de participantes, tais como: Tinta guache solúvel em água (cores variadas), pincéis para pintura, balões coloridos, sacos de linhagem ou similar, baralhos, mesas e cadeiras para truco, dama, dominó, colheres, xadrez, prendedor de roupas, baldes plásticos, pratinhos descartáveis e copos descartáveis. : 21
  • 22. PROJETO INICIAÇÃO ESPORTIIVA Modalidade de Voleibol: CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade) 01 Professor de Educação Física R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho) 01 Bola de Voleibol (Penalty – MG 3500) R$ 49,00 01 Rede de voleibol (Irama – Uma faixa/algodão) R$ 28,00 01 Corda de nylon (Irama) R$ 4,50 01 Cone (Zona livre) R$ 16,00 01 colete (Contra-ataque/dupla face) R$ 10,50 01 Saco para Bola (Transpo-nylon) R$28,00 01 Bomba para encher bola (poker) R$ 11,00 01 Bico para Bola (Deveras/borracha) R$1,90 Modalidade de Basquete: CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade) 01 Professor de Educação Física R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho) 01 Bola de Basquete (Penalty) R$ 39,90 01 Par de Redes (Irama- nylon) R$6,00 01 Corda de nylon (Irama) R$ 4,50 01 Cone (Zona livre) R$ 16,00 01 Colete (Contra-ataque/dupla face) R$ 10,50 01 Saco para Bola (Transpo-nylon) R$28,00 01 Bomba para encher bola (Poker) R$11,00 01 Bico para encher Bola (Deveras/borracha) R$ 1,90 : 22
  • 23. Modalidade de Handebol: CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade) 01professor de Educação Física R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho) 01 Bola de Handebol (Penalty-H3L) R$ 39,00 01 Rede de Handebol (Irama-nylon) R$ 39,80 01 Corda de Nylon (Irama) R$ 4,50 01 Cone (Zona livre) R$ 16,00 01 Colete (Contra-ataque/dupla face) R$ 10,50 01 Saco para Bolas (Transpo-nylon) R$ 28,00 01 Bomba para encher Bola (Poker) R$ 11,00 01 Bico para encher bola (Deveras/borracha) R$ 1,90 Modalidade de Futsal CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade) 01 Professor de Educação Física R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho) 01 Bola de Futsal (Penalty – Atletc/futsal) R$ 54,00 01 Rede de Futsal (Irama-nylon) R$ 39,80 01 Corda de nylon (Irama-nylon) R$ 4,50 01 Cone (Zona Livre) R$ 16,00 01 Colete (Contra-ataque/dupla face) R$10,50 01 Saco para Bola (Transpo-nylon) R$28,00 01 Bomba para encher bola (Poker) R$ 11,00 01 Bico para encher bola (Deveras/borracha) R$ 1,90 : 23
  • 24. Modalidade de Futebol CUSTO ESTIMADO DAS ATIVIDADES – (Por Unidade) 01 Professor de Educação Física R$ 600,00 (Por 04 horas/trabalho) 01 Bola de Futebol (Umbro) R$ 36,00 01 Rede de Futebol (Irama-nylon/fio 4) R$ 180,00 01 Corda de nylon (Irama-nylon) R$ 4,50 01 Cone (Zona livre) R$ 16,00 01 Colete (Contra-ataque/dupla face) R$ 10,50 01 Saco para bolas (Transpo-nylon) R$ 28,00 01 Bomba para encher bola (Poker) R$ 11,00 01 Bico para encher bola (Deveras/borracha) R$ 1,90 : 24