O slideshow foi denunciado.

Projeto esportivo - Bola no pé, caderno na mão.

2.612 visualizações

Publicada em

Publicada em: Esportes
  • Seja o primeiro a comentar

Projeto esportivo - Bola no pé, caderno na mão.

  1. 1. Apenas uma coincidência! Ela tem o mesmo formato dos planetas que silenciosamente giram em busca de um imaginário inalcançável. Qualquer semelhança com o equilíbrio é mera especulação, pois a bola não tem face, em face da sua beleza simétrica. Os povos se unem na dor alheia e na alegria coletiva. A bola ameniza a dor e incendeia essa alegria coletiva. Um simples artefato de couro, cromo, plástico. Por heresia, comparado aqui com um planeta silencioso, pois a bola é capaz de calar uma multidão que acredita poder controlar sua trajetória. Um antibiótico para a dor de todos os males, e o mal maior quando por rebeldia se afasta dos nossos desejos. O futebol é talvez a mais fiel das línguas universais. Um ponto de equilí- brio entre raças, credos e frustrações demasiadamente necessárias. Um time de futebol pode representar uma Nação, na qualidade de Nação pacífica e acolhedora como o Brasil. A Associação São José reverencia a bola, o planeta, o povo brasileiro e suas paixões. Por isso concebeu um Projeto Esportivo para abrilhantar ainda mais suas conquistas, possibilitadas por esse mesmo povo acolhedor. Umtimedebravosquevemconquistandotítuloseganhandoreconhecimento porondeatua,nãoapenaspelaconquistanoscampossagradospermitidos pelosDeusesdofutebol,mastambémpelahonrariadelevarsuascoresesuas intençõesaoíntimodestaNação. O verdadeiro vencedor é aquele que acredita numa idéia, numa fórmula, num sonho. É assim que pensamos! E, como escreveu certa vez o maior dos nossos poetas da bola, Armando Nogueira: “Quando buscamos a vitória com determinação, a área de uma toalha de mesa se torna um latifúndio”. No mundo da Lua... No mundo da Bola! NO MUNDO DA LUA, OU DA BOLA “Na força de sua paixão, uma criança – ao chutar uma bola – lança com talento a energia para transformar sua vida”
  2. 2. Fruto da paixão de um grupo de amigos amantes do esporte, em especial o fute- bol, assim surgia oficialmente em 20/12/2001, na cidade de Rio dos Cedros – SC. A Associação sempre foi presente na comunidade através de ações esportivas, num primeiro momento integrando jovens e adultos, e a partir de 2006, nascia o Projeto Esportivo-Educativo denominado “Bola no Pé, Caderno na Mão”, intensificando suas ações com garotos de 06 a 17 anos, investindo em treinamentos esportivos aliados a palestras sócio-educativas relacionadas a temas como drogas, meio ambiente, disciplina, alimentação saudável, entre muitos outros assuntos, sempre buscando repassar infor- mações que auxiliem no desenvolvimento do caráter. O acompanhamento das notas e frequência escolar são outro ponto importante no Projeto, haja visto que existe uma troca de informações com os diretores das escolas. ASSOCIAcÃO ESPORTIVA COMUNIDADE SÃO JOSÉ AAssociação entende que o futebol é um potente instrumento de inclusão social, pois pode auxiliar muitos jovens a ter um futuro promissor sendo um atleta profissional; e para os que buscarem outras profissões, com certeza aproveitarão as lições que a convivência em grupo, o respeito, a disciplina exigidos no Projeto lhes propõe no dia-a-dia.
  3. 3. 2006 Implementação do Projeto Esportivo-Educativo denominado “Projeto Bola no Pé, Caderno na Mão”, iniciando em Agosto de 2006, com 6 garotos. 2007 – Visitação às escolas para divulgação do Projeto, ampliando para 80 garotos durante o ano de 2007; – Lançamento oficial do Projeto, com presença de autoridades, empresários, pais e garotos do Projeto, explicando os reais objetivos do mesmo, assim como divulgação do recebimento de recursos do Fundesporte; – Realização de diversas atividades durante o ano, com destaque para a Integração Esportiva na Cidade de Araranguá/SC, organizada pelo Instituto Casalar, onde foi condecorada com o Título de Agremiação mais Disciplinada do Evento. 2008 – Ampliação do número de garotos participantes, chegando a 110, demonstrando um aumentodograudeconfiançadacomunidade; – Nova contemplação com recursos do Fundesporte; – Diversas atividades esportivas. 2009 – O Projeto auxiliou na realização da XX Copa Sul-Americana de Futebol de Campo, integrando 820 garotos e jovens do país, bem como Paraguai e Chile, refletindo claramente no movimento do comércio da cidade, em especial hotéis, padarias, restaurantes e supermercados; – Destaque para realização da palestra “ O SEGREDO INCORPÓREO “ com a pre- sença de 244 pessoas, em especial muitos pais dos garotos (palestra emocionante envolvendo relacionamento familiar, drogas e outros assuntos pertinentes); – Nova contemplação com recursos do Fundesporte. 2010 – Grande Gincana de Integração esportiva entre os garotos do Projeto e atividades esportivas envolvendo os pais; – Diversas atividades esportivas; – Palestra sobre as aves e sua importância para o ecossistema; – Distribuição dos kits esportivos e apresentação dos materiais adquiridos pelo Projeto com recursos do Fundesporte 2010. BREVE HISTÓRICO CRONOLÓGICO DO PROJETO
  4. 4. A Associação desenvolve o Projeto objetivando que garotos sadios – física e mentalmente – busquem seu crescimento na escola, nas atividades esportivas, e principalmente afastando-se do mundo das drogas e de outras ações não-saudáveis. A participação no Projeto é isenta de qualquer mensalidade, justamente para propiciar a participação de garotos de baixa renda, para que possam desenvol- verem-se cada vez mais dentro do conceito de atleta-cidadão. Organizamos eventos e convidamos profissionais para proferirem palestras educativas e orientativas, com diversos temas, no intuito de passar uma mensagem positiva e construtiva para os garotos, seus pais e a comunidade em geral. Organização de Campanhas do Agasalho para as famílias carentes do Projeto e do município de Rio dos Cedros, bem como organização de Campanha de Natal, com a distribuição de brinquedos arrecadados. Síntese
  5. 5. O Projeto BOLA NO PÉ, CADERNO NA MÃO, teve seu início em 2006, focando a prática de ações esportivas e educativas, principalmente para garotos de 6 a 17 anos, e que devem obrigatoriamente estar matriculados na rede de ensino público ou particular. Visando a integração e inclusão social através do esporte, entendemos que as ações podem servir como meio de formação e aprimoramento do caráter, conduzindo os garotos por caminhos “sadios”, além de incentivar seu futuro profissional, seja no meio esportivo ou em outra profissão. As ações trabalham no sentido de prevenção e orientação, baseados no conceito de atleta-cidadão, pois é sabido que remediar sempre tem um custo maior para o estado e a sociedade como um todo. Atualmente o projeto conta com 3 profissionais envolvidos, na qualidade de estagiários e orientadores, os quais dão suporte ao trabalho que é realizado, haja visto o crescimento das atividades desenvolvidas. Entendemos que grandes transformações positivas vão ocorrer no esporte brasileiro, com a programação da Copa do Mundo em 2014 e Olimpíadas em 2016, onde já é possível notar os incentivos esportivos cada vez mais crescentes nos estados bem como através do Ministério do Esporte, objetivando ações consistentes com o objetivo de identificar e fomentar talentos esportivos para o país, consolidando assim o Brasil como uma grande potência esportiva. O Projeto
  6. 6. Nosso foco são garotos de 6 a 17 anos que, obrigatoriamente, estejam estudando. Atualmente, são atendidos aproximadamente 250 garotos de forma gratuita, através de equipes de futebol. Essas equipes representam a Associação e o Projeto, dentro do município e também fora dele, onde participam de campeonatos e torneios esportivos. As palestras realizadas pelo projeto buscam trabalhar temas relacionados à importância dos estudos, respeito, persistência, fé e mudança dos hábitos alimentares, além de exemplos de determinação de atletas paraolímpicos. Todososgarotoscontribuembimestralmentecom1kgdealimento.Nofinal de cada período, famílias carentes da comunidade são selecionadas para receber as doações; além disso, realizamos também Campanhas do Agasalho e de Natal. A Quem Atendemos
  7. 7. Estamos caminhando para o sexto ano do projeto em 2011. Orgulhosos por termos iniciado o projeto com 6 garotos, hoje continuamos o trabalho com 250 garotos; o que demonstra a confiança dos pais em deixarem seus filhos participarem das atividades esportivas e educativas e mostra também a seriedade do projeto. Os treinamentos e demais atividades fazem com que os garotos aprendam a respeitar-se, manter disciplina no projeto e na escola, além de mudarem seus hábitos, inclusive o de uma alimentação mais saudável. No período anterior ao projeto, quando a Associação realizava um trabalho informal conduzido por alguns pais e aos fins de semana, percebeu-se que, den- tre os 30 garotos que participavam, nenhum deles apresentava problemas com drogas. Dessa forma, entendemos que com uma estrutura melhor organizada, podemos ampliar os benefícios através das ações propostas. Os garotos do projeto participam de torneios de integração realizados in- ternamente, bem como representam o seu município em diversas competições no estado, levando o nome do município e do Projeto a diversas cidades. A prática esportiva, levada a sério, além de proporcionar oportunidades como atletas profissionais, auxilia a colher os frutos de uma semente que eles estão plan- tando através das atitudes, disciplina e seriedade. JUSTIFICATIVA:
  8. 8. Objetivo Geral: Trabalhamos o conceito de atleta cidadão, objetivando garotos sadios física e mentalmente, através de ações esportivas e educativas. Buscamos identificar ati- tudes e auxiliar, conduzir ou corrigir as mesmas, o que é muito importante para a vida e para o êxito profissional, seja no meio esportivo ou outra profissão. Objetivos Específicos: -Realizar treinamentos esportivos diários, com uma carga horária proporcional à idade dos envolvidos. -Manter a disciplina, observando a frequência e as notas na escola, bem como a frequência aos treinamentos. -Aplicação de palestras periodicamente. OBJETIVOS Profissionais de Educação Física envolvidos no projeto: NOME ATRIBUIÇÕES EDIMILSON RIBEIRO DA SILVA COORDENADOR ESPORTIVO DIOGO AUGUSTO MOSER ORIENTADOR ESPORTIVO EDUARDO JENNER TREINADOR ESPECIALIZADO
  9. 9. Entidade: ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA COMUNIDADE SÃO JOSÉ Qualificação: Pessoa Jurídica de Direito Privado Data de Fundação: 20 de Dezembro de 2001 CNPJ/MF: 05.017.779/0001-71 Inscrição Estadual: ISENTO CREFF/SC: Registro de Pessoa Jurídica nº 001375-PJ Entidade: Declarada de Utilidade Pública Municipal Endereço: Rua José Lenzi, S/Nº - CP 25 CEP: 89120-000 Bairro: São José Cidade: Rio dos Cedros Estado: SANTA CATARINA Telefone: (47) 9101 5178 Fax: (47) 3382-2884 Endereço eletrônico: theflash.marcos@tpa.com.br Dirigentes da Entidade: Diretor Financeiro: Alcir Amarildo Purim Presidente: Marcos Alexandre Valandro IDENTIFICAcÃO DA ENTIDADE
  10. 10. - Campeão do Torneio Brasil-Itália, realizado em B.H -Vice-Campeão da Copinha de Ipaussu – SP (Final - São José X Juventude – RS). - Campeão da ACEF – Associação Catarinense de Escolinhas de Futebol – SC Breve Campanha da Equipe Sub 13 da Associacão São José em 2010
  11. 11. No mês de Abril de 2011, a Associação São José realizou um feito inédito em sua história, participando de um campeonato de futebol Sub 14 na Europa, na cidade de Mennorca, Ilhas Baleares -Espanha. O Torneio denominado MECUP, foi organizado pela Mecup Eventos, sob coordenação do Sr Cristobal Tuduri, e teve a participação de 17 equipes nessa categoria, com destaque para Mallorca, Liverpool e Barcelona, onde contudo, nossa Associação conseguiu muito bom desempenho, alcançando o Bronze na Competição. Uma campanha promissora, pois vencemos 4 jogos e somente perdemos pelas duas equipes que chegaram a final, tais quais foram o Barcelona e o Mallorca. TORNEIO INTERCONTINENTAL 2011 - MENNORCA - ESPANHA
  12. 12. A Associação possui um Termo de Cooperação Técnica, Cultural e Administrativa com a Sociedade Educacional Leonardo da Vinci S/S Ltda- Asselvi,visando o desenvolvimento de ações conjuntas nas áreas técnicas, cultural ,administrativa e esportiva, como fruto do reconhecimento dos trabalhos sociais realizados pela Associação São José, que é a gestora do Bola no Pé, Caderno na Mão.A Asselvi faz parte do Grupo Uniasselvi, que é o maior grupo de ensino superior de Santa Catarina e um dos maiores do Brasil, com mais de 65 mil acadêmicos,possuindo mais de 40 polos de apoio presencial distribuídos em 11 estados do Brasil. PARCEIROS GRUPO UNIASSELVI apoia o Projeto Bola no Pé A Associação Esportiva São José e a UNIASSELVI/FAMEBLU deram o pontapé inicial para uma grande parceria através da assinatura de um termo de cooperação técnica, cul- tural, administrativa e esportiva. O objetivo do acordo é dar assistência técnica e finan- ceira ao projeto Bola no Pé, integrando os garotos participantes do projeto às atividades da instituição e levando a comunidade acadêmica a trabalhar em prol de projetos sociais.
  13. 13. O Sonho Continua... – Projeto de Abertura de 2 Núcleos Esportivos-Educativos, nas cidades de Timbó e Blumenau. Projeto Biênio 2011 -2013 Atualmente o “Bola no Pé, Caderno na Mão”,contempla garotos da cidade de Rio dos Cedros, que é a Sede da Associação. Contudo, devido ao reconhecimento do trabalho, diversos pais de garotos da região nos procuram, de modo que seus filhos possam participar das atividades esportivas e educativas do Projeto, sendo que atualmente 40 garotos de fora da cidade se deslocam para participar das atividades do Projeto, sendo a maioria de Blumenau. Dessa forma, a Diretoria da Associação decidiu abranger mais garotos da região, em especial os de maior vulnerabilidade social, para os quais é oferecido um trabalho gratuito de prática de atividades esportivas com uma carga horária proporcional à idade do garoto. Além disso, programas de acompanhamento escolar, orientações alimentares e de saúde,palestras sobre drogas, meio ambiente, relacionamento familiar e demais assuntos que contribuam para o desenvolvimento integral do garoto são oferecidos, dentro de um conceito do Atleta-Cidadão. A opção pela cidade de Blumenau está no fato de diversos garotos dessa cidade participarem do Projeto, bem como ser a maior cidade da nossa Região do Vale do Itajaí, com aproximadamente 320.000 habitantes, cercada por mais 3 cidades , o que totaliza um contingente de aproximadamente 500.000 habitantes.
  14. 14. O Projeto 2011-2013 para a cidade de Blumenau será composto de diversos itens para oferecer uma estrutura adequada aos garotos, contando com uma equipe especializada em assuntos esportivos e educativos, locação de espaço apropriado para as atividades, além de materiais de treinamento, lanches e frutas, transporte e material permanente necessários ao bom funcionamento. Dessa forma, idealizamos um Projeto para 2 anos, conforme possibilidade oferecida pelo Ministério do Esporte, através da Lei de Incentivo ao Esporte (Lei Federal Nº 11.438/06), no qual precisamos apresentar carta (s) de intenção de doação de I.R por parte de em- presas do sistema Lucro Real, para na sequência o respectivo Ministério prosseguir com a avaliação do Projeto e assim autorizar a realização do mesmo.Os valores do Projeto constam nos anexos. Para que esse intento se torne realidade, a Associação São José busca parceiros para al- cançarmos com mais êxito os objetivos propostos, que tem como principal foco o esporte e a educação, pois são grandes aliados no desenvolvimento de cidadãos sadios, física e mentalmente. Cordialmente, Marcos A.Valandro Presidente da Associação

×