SlideShare uma empresa Scribd logo
Principais Certificações em TIC
overview
FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA
Professor Cloves Rocha
PhD Student in Computer Science
MSc. in Computer Science
Agenda
1. Objetivos Gerais;
2. COBIT 5;
3. Certificação ITIL;
4. Certificação CBPP;
5. Certificação CISSP;
6. Oracle Certified Professional Advanced PL/SQL;
7. Certificação DELL EMC;
8. VMware VCP-Cloud;
9. Certificações MCSD;
10. CCIE;
11. Certificação PMP;
12. AWS Certified Solutions Architect – Associate;
13. Certified in the Governance of Enterprise IT (CGEIT);
14. ...
Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview
Agenda
1. Microsoft Office Specialist (MOS);
2. Microsoft Certified Solutions Expert (MCSE);
3. Microsoft Certified Solutions Developer (MCSD);
4. Certified Information Systems Auditor (CISA);
5. Certified Information Security Manager (CISM);
6. Certified in Risk and Information Systems Control (CRISC);
7. Certified in the Governance of Enterprise IT (CGEIT);
8. MCSE: Cloud Platform and Infrastructure;
9. VCP6 - DCV;
10. AWS Certified Solutions Architect - Professional;
11. Certified Associate in Project Management (CAPM);
12. Project Management Professional (PMP);
13. Certified Scrum Master (CSM);
14. Bibliografia.
Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview
Objetivos Gerais
★ Compreender a importância da obtenção de uma certificação
profissional para o desenvolvimento da carreira e valorização do
mercado;
★ Conhecer a certificação proposta na disciplina.
Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview
O que é COBIT?
O Cobit é um Framework de boas
práticas criado pela ISACA (Information
Systems Audit and Control Association).
Mas o que é Governança Corporativa
de TI?
A norma ISO/IEC 38500, que estabelece
um modelo para a Governança
Corporativa de TI no qual o COBIT 5 se
baseia, define Governança Corporativa de
TI como:
“O sistema pelo qual o uso atual e futuro
da TI é dirigido e controlado. A governança
corporativa de TI envolve a avaliação e a
direção do uso da TI para dar suporte à
organização no alcance de seus objetivos
estratégicos e monitorar seu uso para
realizar os planos.
A governança inclui a estratégia e as
políticas para o uso de TI dentro de uma
organização.”
Mas o que é Governança Corporativa
de TI?
A norma orienta que os diretores da
organização governem a TI por meio de
três tarefas principais:
● Avaliar o uso atual e futuro da TI;
● Orientar a preparação e a
implementação de planos e políticas
para garantir que o uso da TI atenda
aos objetivos do negócio;
● Monitorar o cumprimento das
políticas e o desempenho em relação
aos planos.
Mas o que é Governança Corporativa
de TI?
Segundo a norma, Avaliar (Evaluate) significa
que os diretores devem avaliar o uso atual e
futuro da TI, incluindo as estratégias, propostas
e arranjos de fornecimento (interno, externo ou
ambos).
Dirigir (Direct) significa que os diretores devem
atribuir responsabilidades para a preparação e
implementação dos planos e políticas que
estabelecem o direcionamento dos investimentos
nos projetos e operações de TI.
Monitorar (Monitor) significa que os diretores
devem monitorar o desempenho da TI por
meio de sistemas de mensuração apropriados,
garantindo que esse desempenho esteja de
acordo com os planos e objetivos de negócio
e que a TI esteja em conformidade com as
obrigações externas e práticas internas de
trabalho.
Governança de TI e Gestão de TI não é
a mesma coisa?
A governança corporativa de TI não pode ser
confundida com o conceito de gestão de TI.
A governança corporativa de TI está inserida
na governança corporativa da organização e
é dirigida por esta, e busca o direcionamento da
TI para atender ao negócio e o monitoramento
para verificar a conformidade com o
direcionamento tomado pela administração da
organização.
A governança corporativa de TI não é de
responsabilidade exclusiva dos gestores de
TI e, sim, da alta administração (board).
Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview
Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview
Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview
O Exame para a Certificação Cobit 5 Foundation
A O Exame Cobit 5 Foundation é
aplicado pela APMG International e com
ela é possível obter três níveis de
certificação Cobit:
● Cobit 5 Foundation;
● Cobit 5 Implementação;
● Cobit 5 Assessor.
A prova é composta de 50 questões
objetivas, e o candidato precisa
responder corretamente metade das
perguntas em 40 minutos para obter a
aprovação.
Não existe nenhum requisito específico
para a realização do Exame Cobit 5
Foundation, apenas o pagamento da taxa
de inscrição ($300,00 Dólares). A prova
também pode ser feita online inclusive em
português.
A Certificação Cobit 5 Foundation é ideal
para auxiliar os Gestores de TI a
controlar os serviços de TI fornecidos
internamente ou por terceiros, bem como os
auditores de sistemas e opiniões a respeito
dos controles internos.
Missão Lunar...
Estudo de Caso I
● Simule em equipe uma consultoria e
implantação do COBIT em um novo
projeto LUNAR da NASA. Questões
importantes que devem ser
desenvolvidas e/ou respondidas:
○ Quais são os benefícios do
COBIT 5 para a NASA?
○ Como esses benefícios podem
ser obtidos a fim de criar valor
para os stakeholders (partes
interessadas) da NASA?
Critério.: Tempo de 30min para
desenvolvimento deste projeto.
Ao final dos 30min cada equipe
apresenta o projeto (5min para cada
equipe).
Bibliografia
BROOKSHEAR, J. Glenn. Ciência da Computação: Uma Visão Abrangente, 11th edição. Bookman, 04/2013. [Minha Biblioteca].
CARVALHO, André C. P. L. de, LORENA, Ana Carolina. Introdução à Computação - Hardware, Software e Dados. LTC, 11/2016.
[Minha Biblioteca].
GERSTING, Judith L. Fundamentos Matemáticos para a Ciência da Computação, 7ª edição. LTC, 12/2016. [Minha Biblioteca].
CARVALHO, F. C. A. Gestão de Projetos. [Recurso eletrônico, Biblioteca Virtual Universitária]. 1ª ed. PEARSON, 2015.
DALTON, V. Moderno Gerenciamento de Projetos. [Recurso eletrônico, Biblioteca Virtual Universitária 3.0]. 2ª ed. PEARSON, 2015.
XAVIER, C. M. Gerenciamento de Projetos – Como definir e controlar o Escopo do projeto. [Recurso eletrônico, Minha Biblioteca]. 3ª
ed. SARAIVA, 2016.
STALLINGS, Willian. Arquitetura e Organização de Computadores: projeto para o desempenho.8.ed.São Paulo. Pearson Pratice Hall,
2010. (Disponível na Biblioteca Virtual -Person)
TANENBAUM, Andrew S., Organização Estruturada de Computadores. 6.ed. São Paulo. Pearson Pratice Hall, 2013. (Disponível na
Biblioteca Virtual -Person)
Obrigado! Thank you!
Dúvidas?
Sentimentos?
<?php
print("ACESSO AO MATERIAL");
Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Principais Certificações em TIC

Aula 2.0 governança de ti
Aula 2.0 governança de tiAula 2.0 governança de ti
Aula 2.0 governança de ti
lcumaio
 
Simulado cobit41
Simulado cobit41Simulado cobit41
Simulado cobit41
Roginho Correa
 
Gestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TI
Gestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TIGestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TI
Gestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TI
Alessandro Almeida
 
TESI - Apresentação Final
TESI - Apresentação FinalTESI - Apresentação Final
TESI - Apresentação Final
Kharylim Machado Sea
 
Apresentação Final
Apresentação FinalApresentação Final
Apresentação Final
Thadeu Henrique
 
Gerenciamento de Projetos de TI em Sao Paulo
Gerenciamento de Projetos de TI em Sao PauloGerenciamento de Projetos de TI em Sao Paulo
Gerenciamento de Projetos de TI em Sao Paulo
Grupo Treinar
 
ApresentaçãO Petic
ApresentaçãO PeticApresentaçãO Petic
ApresentaçãO Petic
guestb6d0707
 
Aula 5 semana
Aula 5 semanaAula 5 semana
Aula 5 semana
Jorge Ávila Miranda
 
Curso COBIT 4.1 Foundation em Alphaville - Synercorp
Curso COBIT 4.1 Foundation em Alphaville - SynercorpCurso COBIT 4.1 Foundation em Alphaville - Synercorp
Curso COBIT 4.1 Foundation em Alphaville - Synercorp
Grupo Treinar
 
Curso COBIT 4.1 Foundation em Sao Paulo - Synercorp
Curso COBIT 4.1 Foundation em Sao Paulo - SynercorpCurso COBIT 4.1 Foundation em Sao Paulo - Synercorp
Curso COBIT 4.1 Foundation em Sao Paulo - Synercorp
Grupo Treinar
 
Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5
Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5
Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Apresentação Cobit
Apresentação CobitApresentação Cobit
Apresentação Cobit
Marcus Waldson Freitas
 
COBIT 5
COBIT 5 COBIT 5
COBIT 5
Eder Nogueira
 
Apresentação Petic
Apresentação PeticApresentação Petic
Apresentação Petic
Kharylim Machado Sea
 
Gestão da TI (26/02/2015)
Gestão da TI (26/02/2015)Gestão da TI (26/02/2015)
Gestão da TI (26/02/2015)
Alessandro Almeida
 
O Segredo para o Sucesso das Equipes de Mehoria Contínua
O Segredo para o Sucesso das Equipes de Mehoria ContínuaO Segredo para o Sucesso das Equipes de Mehoria Contínua
O Segredo para o Sucesso das Equipes de Mehoria Contínua
Gerisval Pessoa
 
Modelos e Ferramentas para a Governança de TIC
Modelos e Ferramentas para a Governança de TICModelos e Ferramentas para a Governança de TIC
Modelos e Ferramentas para a Governança de TIC
Daniel Barreto
 
Anteprojeto Governança de TI
Anteprojeto Governança de TIAnteprojeto Governança de TI
Anteprojeto Governança de TI
Fernando Palma
 
Contribuições do modelo COBIT para a Governança Corporativa e de Tecnologia d...
Contribuições do modelo COBIT para a Governança Corporativa e de Tecnologia d...Contribuições do modelo COBIT para a Governança Corporativa e de Tecnologia d...
Contribuições do modelo COBIT para a Governança Corporativa e de Tecnologia d...
Fernando Palma
 
Os Segredos para o Sucesso das Equipes de Melhoria Contínua nas Organizações
Os Segredos para o Sucesso das Equipes de Melhoria Contínua nas OrganizaçõesOs Segredos para o Sucesso das Equipes de Melhoria Contínua nas Organizações
Os Segredos para o Sucesso das Equipes de Melhoria Contínua nas Organizações
Gerisval Pessoa
 

Semelhante a Principais Certificações em TIC (20)

Aula 2.0 governança de ti
Aula 2.0 governança de tiAula 2.0 governança de ti
Aula 2.0 governança de ti
 
Simulado cobit41
Simulado cobit41Simulado cobit41
Simulado cobit41
 
Gestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TI
Gestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TIGestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TI
Gestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TI
 
TESI - Apresentação Final
TESI - Apresentação FinalTESI - Apresentação Final
TESI - Apresentação Final
 
Apresentação Final
Apresentação FinalApresentação Final
Apresentação Final
 
Gerenciamento de Projetos de TI em Sao Paulo
Gerenciamento de Projetos de TI em Sao PauloGerenciamento de Projetos de TI em Sao Paulo
Gerenciamento de Projetos de TI em Sao Paulo
 
ApresentaçãO Petic
ApresentaçãO PeticApresentaçãO Petic
ApresentaçãO Petic
 
Aula 5 semana
Aula 5 semanaAula 5 semana
Aula 5 semana
 
Curso COBIT 4.1 Foundation em Alphaville - Synercorp
Curso COBIT 4.1 Foundation em Alphaville - SynercorpCurso COBIT 4.1 Foundation em Alphaville - Synercorp
Curso COBIT 4.1 Foundation em Alphaville - Synercorp
 
Curso COBIT 4.1 Foundation em Sao Paulo - Synercorp
Curso COBIT 4.1 Foundation em Sao Paulo - SynercorpCurso COBIT 4.1 Foundation em Sao Paulo - Synercorp
Curso COBIT 4.1 Foundation em Sao Paulo - Synercorp
 
Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5
Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5
Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5
 
Apresentação Cobit
Apresentação CobitApresentação Cobit
Apresentação Cobit
 
COBIT 5
COBIT 5 COBIT 5
COBIT 5
 
Apresentação Petic
Apresentação PeticApresentação Petic
Apresentação Petic
 
Gestão da TI (26/02/2015)
Gestão da TI (26/02/2015)Gestão da TI (26/02/2015)
Gestão da TI (26/02/2015)
 
O Segredo para o Sucesso das Equipes de Mehoria Contínua
O Segredo para o Sucesso das Equipes de Mehoria ContínuaO Segredo para o Sucesso das Equipes de Mehoria Contínua
O Segredo para o Sucesso das Equipes de Mehoria Contínua
 
Modelos e Ferramentas para a Governança de TIC
Modelos e Ferramentas para a Governança de TICModelos e Ferramentas para a Governança de TIC
Modelos e Ferramentas para a Governança de TIC
 
Anteprojeto Governança de TI
Anteprojeto Governança de TIAnteprojeto Governança de TI
Anteprojeto Governança de TI
 
Contribuições do modelo COBIT para a Governança Corporativa e de Tecnologia d...
Contribuições do modelo COBIT para a Governança Corporativa e de Tecnologia d...Contribuições do modelo COBIT para a Governança Corporativa e de Tecnologia d...
Contribuições do modelo COBIT para a Governança Corporativa e de Tecnologia d...
 
Os Segredos para o Sucesso das Equipes de Melhoria Contínua nas Organizações
Os Segredos para o Sucesso das Equipes de Melhoria Contínua nas OrganizaçõesOs Segredos para o Sucesso das Equipes de Melhoria Contínua nas Organizações
Os Segredos para o Sucesso das Equipes de Melhoria Contínua nas Organizações
 

Mais de Cloves da Rocha

Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdfMineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Cloves da Rocha
 
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresasLive: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Cloves da Rocha
 
Introdução a Machine Learning na Prática
Introdução a Machine Learning na PráticaIntrodução a Machine Learning na Prática
Introdução a Machine Learning na Prática
Cloves da Rocha
 
II JEDI 2019 - OUP e OPS
II JEDI 2019 - OUP e OPS II JEDI 2019 - OUP e OPS
II JEDI 2019 - OUP e OPS
Cloves da Rocha
 
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS) com ênfase em da...
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS)  com ênfase em da...Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS)  com ênfase em da...
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS) com ênfase em da...
Cloves da Rocha
 
Introdução à Engenharia de Testes de Software
Introdução à Engenharia de Testes de SoftwareIntrodução à Engenharia de Testes de Software
Introdução à Engenharia de Testes de Software
Cloves da Rocha
 
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertosObservatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Cloves da Rocha
 
Gestão de Riscos em Processos de Negócios
Gestão de Riscos em Processos de NegóciosGestão de Riscos em Processos de Negócios
Gestão de Riscos em Processos de Negócios
Cloves da Rocha
 
Palestra GEOMARKETING
Palestra GEOMARKETINGPalestra GEOMARKETING
Palestra GEOMARKETING
Cloves da Rocha
 
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Cloves da Rocha
 
Aula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Aula 04 - Estudo de Caso AtacadãoAula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Aula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Cloves da Rocha
 
Café com André Menelau
Café com André MenelauCafé com André Menelau
Café com André Menelau
Cloves da Rocha
 
Engenharia de Requisitos
Engenharia de RequisitosEngenharia de Requisitos
Engenharia de Requisitos
Cloves da Rocha
 
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves RochaAPRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
Cloves da Rocha
 
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
Cloves da Rocha
 
XII Café e CODE - Provocações do Mestre
XII Café e CODE - Provocações do MestreXII Café e CODE - Provocações do Mestre
XII Café e CODE - Provocações do Mestre
Cloves da Rocha
 
Padrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Padrões de Projeto de Software Orientado a ObjetosPadrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Padrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Cloves da Rocha
 
XI Café e CODE - Provocações do Mestre
XI Café e CODE - Provocações do MestreXI Café e CODE - Provocações do Mestre
XI Café e CODE - Provocações do Mestre
Cloves da Rocha
 
Introdução à Qualidade de Software
Introdução à Qualidade de SoftwareIntrodução à Qualidade de Software
Introdução à Qualidade de Software
Cloves da Rocha
 
Árvore de Decisão | IA
Árvore de Decisão | IA Árvore de Decisão | IA
Árvore de Decisão | IA
Cloves da Rocha
 

Mais de Cloves da Rocha (20)

Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdfMineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
Mineração de Dados Um Estudo de Caso Real.pdf
 
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresasLive: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
Live: Inteligência Artificial (IA) para pequenas e médias empresas
 
Introdução a Machine Learning na Prática
Introdução a Machine Learning na PráticaIntrodução a Machine Learning na Prática
Introdução a Machine Learning na Prática
 
II JEDI 2019 - OUP e OPS
II JEDI 2019 - OUP e OPS II JEDI 2019 - OUP e OPS
II JEDI 2019 - OUP e OPS
 
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS) com ênfase em da...
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS)  com ênfase em da...Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS)  com ênfase em da...
Café.COM - OUP | Observatório de Projetos de Software (OPS) com ênfase em da...
 
Introdução à Engenharia de Testes de Software
Introdução à Engenharia de Testes de SoftwareIntrodução à Engenharia de Testes de Software
Introdução à Engenharia de Testes de Software
 
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertosObservatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
Observatório de Projetos de Software com ênfase em dados abertos
 
Gestão de Riscos em Processos de Negócios
Gestão de Riscos em Processos de NegóciosGestão de Riscos em Processos de Negócios
Gestão de Riscos em Processos de Negócios
 
Palestra GEOMARKETING
Palestra GEOMARKETINGPalestra GEOMARKETING
Palestra GEOMARKETING
 
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
Utilização de Ferramenta Para Monitoração de Desempenho Baseada em Métodos Ág...
 
Aula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Aula 04 - Estudo de Caso AtacadãoAula 04 - Estudo de Caso Atacadão
Aula 04 - Estudo de Caso Atacadão
 
Café com André Menelau
Café com André MenelauCafé com André Menelau
Café com André Menelau
 
Engenharia de Requisitos
Engenharia de RequisitosEngenharia de Requisitos
Engenharia de Requisitos
 
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves RochaAPRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
 
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
I Café ETE PORTO DIGITAL | EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO 21
 
XII Café e CODE - Provocações do Mestre
XII Café e CODE - Provocações do MestreXII Café e CODE - Provocações do Mestre
XII Café e CODE - Provocações do Mestre
 
Padrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Padrões de Projeto de Software Orientado a ObjetosPadrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
Padrões de Projeto de Software Orientado a Objetos
 
XI Café e CODE - Provocações do Mestre
XI Café e CODE - Provocações do MestreXI Café e CODE - Provocações do Mestre
XI Café e CODE - Provocações do Mestre
 
Introdução à Qualidade de Software
Introdução à Qualidade de SoftwareIntrodução à Qualidade de Software
Introdução à Qualidade de Software
 
Árvore de Decisão | IA
Árvore de Decisão | IA Árvore de Decisão | IA
Árvore de Decisão | IA
 

Último

Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
maria-oliveira
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 

Principais Certificações em TIC

  • 1. Principais Certificações em TIC overview FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA Professor Cloves Rocha PhD Student in Computer Science MSc. in Computer Science
  • 2. Agenda 1. Objetivos Gerais; 2. COBIT 5; 3. Certificação ITIL; 4. Certificação CBPP; 5. Certificação CISSP; 6. Oracle Certified Professional Advanced PL/SQL; 7. Certificação DELL EMC; 8. VMware VCP-Cloud; 9. Certificações MCSD; 10. CCIE; 11. Certificação PMP; 12. AWS Certified Solutions Architect – Associate; 13. Certified in the Governance of Enterprise IT (CGEIT); 14. ... Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview
  • 3. Agenda 1. Microsoft Office Specialist (MOS); 2. Microsoft Certified Solutions Expert (MCSE); 3. Microsoft Certified Solutions Developer (MCSD); 4. Certified Information Systems Auditor (CISA); 5. Certified Information Security Manager (CISM); 6. Certified in Risk and Information Systems Control (CRISC); 7. Certified in the Governance of Enterprise IT (CGEIT); 8. MCSE: Cloud Platform and Infrastructure; 9. VCP6 - DCV; 10. AWS Certified Solutions Architect - Professional; 11. Certified Associate in Project Management (CAPM); 12. Project Management Professional (PMP); 13. Certified Scrum Master (CSM); 14. Bibliografia. Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview
  • 4. Objetivos Gerais ★ Compreender a importância da obtenção de uma certificação profissional para o desenvolvimento da carreira e valorização do mercado; ★ Conhecer a certificação proposta na disciplina. Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview
  • 5. O que é COBIT? O Cobit é um Framework de boas práticas criado pela ISACA (Information Systems Audit and Control Association).
  • 6. Mas o que é Governança Corporativa de TI? A norma ISO/IEC 38500, que estabelece um modelo para a Governança Corporativa de TI no qual o COBIT 5 se baseia, define Governança Corporativa de TI como: “O sistema pelo qual o uso atual e futuro da TI é dirigido e controlado. A governança corporativa de TI envolve a avaliação e a direção do uso da TI para dar suporte à organização no alcance de seus objetivos estratégicos e monitorar seu uso para realizar os planos. A governança inclui a estratégia e as políticas para o uso de TI dentro de uma organização.”
  • 7. Mas o que é Governança Corporativa de TI? A norma orienta que os diretores da organização governem a TI por meio de três tarefas principais: ● Avaliar o uso atual e futuro da TI; ● Orientar a preparação e a implementação de planos e políticas para garantir que o uso da TI atenda aos objetivos do negócio; ● Monitorar o cumprimento das políticas e o desempenho em relação aos planos.
  • 8. Mas o que é Governança Corporativa de TI? Segundo a norma, Avaliar (Evaluate) significa que os diretores devem avaliar o uso atual e futuro da TI, incluindo as estratégias, propostas e arranjos de fornecimento (interno, externo ou ambos). Dirigir (Direct) significa que os diretores devem atribuir responsabilidades para a preparação e implementação dos planos e políticas que estabelecem o direcionamento dos investimentos nos projetos e operações de TI. Monitorar (Monitor) significa que os diretores devem monitorar o desempenho da TI por meio de sistemas de mensuração apropriados, garantindo que esse desempenho esteja de acordo com os planos e objetivos de negócio e que a TI esteja em conformidade com as obrigações externas e práticas internas de trabalho.
  • 9. Governança de TI e Gestão de TI não é a mesma coisa? A governança corporativa de TI não pode ser confundida com o conceito de gestão de TI. A governança corporativa de TI está inserida na governança corporativa da organização e é dirigida por esta, e busca o direcionamento da TI para atender ao negócio e o monitoramento para verificar a conformidade com o direcionamento tomado pela administração da organização. A governança corporativa de TI não é de responsabilidade exclusiva dos gestores de TI e, sim, da alta administração (board).
  • 10. Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview
  • 11. Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview
  • 12. Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview O Exame para a Certificação Cobit 5 Foundation A O Exame Cobit 5 Foundation é aplicado pela APMG International e com ela é possível obter três níveis de certificação Cobit: ● Cobit 5 Foundation; ● Cobit 5 Implementação; ● Cobit 5 Assessor. A prova é composta de 50 questões objetivas, e o candidato precisa responder corretamente metade das perguntas em 40 minutos para obter a aprovação. Não existe nenhum requisito específico para a realização do Exame Cobit 5 Foundation, apenas o pagamento da taxa de inscrição ($300,00 Dólares). A prova também pode ser feita online inclusive em português. A Certificação Cobit 5 Foundation é ideal para auxiliar os Gestores de TI a controlar os serviços de TI fornecidos internamente ou por terceiros, bem como os auditores de sistemas e opiniões a respeito dos controles internos.
  • 13.
  • 15.
  • 16. Estudo de Caso I ● Simule em equipe uma consultoria e implantação do COBIT em um novo projeto LUNAR da NASA. Questões importantes que devem ser desenvolvidas e/ou respondidas: ○ Quais são os benefícios do COBIT 5 para a NASA? ○ Como esses benefícios podem ser obtidos a fim de criar valor para os stakeholders (partes interessadas) da NASA? Critério.: Tempo de 30min para desenvolvimento deste projeto. Ao final dos 30min cada equipe apresenta o projeto (5min para cada equipe).
  • 17. Bibliografia BROOKSHEAR, J. Glenn. Ciência da Computação: Uma Visão Abrangente, 11th edição. Bookman, 04/2013. [Minha Biblioteca]. CARVALHO, André C. P. L. de, LORENA, Ana Carolina. Introdução à Computação - Hardware, Software e Dados. LTC, 11/2016. [Minha Biblioteca]. GERSTING, Judith L. Fundamentos Matemáticos para a Ciência da Computação, 7ª edição. LTC, 12/2016. [Minha Biblioteca]. CARVALHO, F. C. A. Gestão de Projetos. [Recurso eletrônico, Biblioteca Virtual Universitária]. 1ª ed. PEARSON, 2015. DALTON, V. Moderno Gerenciamento de Projetos. [Recurso eletrônico, Biblioteca Virtual Universitária 3.0]. 2ª ed. PEARSON, 2015. XAVIER, C. M. Gerenciamento de Projetos – Como definir e controlar o Escopo do projeto. [Recurso eletrônico, Minha Biblioteca]. 3ª ed. SARAIVA, 2016. STALLINGS, Willian. Arquitetura e Organização de Computadores: projeto para o desempenho.8.ed.São Paulo. Pearson Pratice Hall, 2010. (Disponível na Biblioteca Virtual -Person) TANENBAUM, Andrew S., Organização Estruturada de Computadores. 6.ed. São Paulo. Pearson Pratice Hall, 2013. (Disponível na Biblioteca Virtual -Person)
  • 18. Obrigado! Thank you! Dúvidas? Sentimentos? <?php print("ACESSO AO MATERIAL"); Professor: Cloves Rocha | FUNDAMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO TÉCNICA - overview