SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
Como se processa a diferenciação
              celular?
• Os organismos multicelulares são, geralmente,
  formados por diferentes tipos de células, que
  estão organizadas em tecidos, os quais formam
  órgãos e sistemas de órgãos.
• Para que, a partir de uma célula inicial se obtenha
  uma variedade tão grande de células, é
  necessário que ocorra um processo de
  diferenciação.
• A diferenciação ocorre porque alguns genes são
  activados, enquanto outros são bloqueados.
• Uma célula destinada a ser uma célula
  muscular inicia um processo de produção de
  grandes quantidades de proteínas contrácteis,
  enquanto outras que se tornarão células
  nervosas, começam a exprimir genes
  responsáveis pela produção de
  neurotransmissores.

• Cada célula especializada desempenhará, num
  determinado tecido, uma função, de acordo
  com as características que apresenta.
O que são células totipotentes?
O tipo de célula estaminal com maior potencial de diferenciação é o ovo
fertilizado ou zigoto que dá origem aos tecidos que constituem o embrião e aos
tecidos essenciais no desenvolvimento embrionário, como o cordão umbilical e a
placenta.
Este tipo de célula é designada por totipotente.
O que são células estaminais: História e Desenvolvimento

As células estaminais são células indiferenciadas que possuem a capacidade de se
dividir indefinidamente, dando origem a diversos tipos de linhagens celulares.
Possuem potencial para se transformarem em células com características e
funções especializadas, como por exemplo células do sistema sanguíneo e
imunitários (eritrócitos ou glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas),
células do fígado e neurónios.
Células estaminais embrionárias vs células estaminais adultas

De uma forma simples, e de acordo com a sua origem, podem
dividir-se as células estaminais em dois grandes grupos: células
estaminais embrionárias e células estaminais adultas.



                                           A medula óssea, a retina, a
                                           córnea, a polpa gengival, a
                                           pele, o fígado, o tracto
                                           gastrointestinal e o pâncreas
                                           constituem fontes de células
                                           estaminais adultas. Estas
                                           células têm a capacidade de
                                           se auto-renovar durante toda
                                           a vida do organismo.
• As células estaminais embrionárias existem numa
fase inicial do desenvolvimento embrionário, o
blastocisto (3 a 5 dias após a fertilização do ovo),
anterior à sua implantação na parede do útero. Estas
células são pluripotentes, ou seja, podem diferenciar-
se em células derivadas das diferentes camadas
embrionárias (mesoderme, endoderme e ectoderme).
• Cada uma destas camadas dá origem a diferentes
tipos de tecidos especializados.
• As células estaminais adultas são células não
diferenciadas que se encontram em tecidos
diferenciados e especializados. Estas células têm a
capacidade de se auto-renovar durante toda a vida do
organismo.
Ovelha
Dolly
Clonagem
Diferenciação celular e erros
• Durante o processo de divisão e diferenciação
  celulares, ocorre, por vezes erros que
  conduzem à produção de células anormais.
Sites e manuais consultados:

•   http://medtempus.com/wpcontent/uploads/Fotos5/dolly1.jpg
•   http://www.medinfar.pt/NR/rdonlyres/6F0E828D-561C-464B-9AF6-
    539D5C8130DB/0/cytothera_stemcell.jpg
•   http://www.ghente.org/imagens/temas/clonagem/clonagem_dolly.gif
•   http://www.asd-cr.com/ASD-Pub/News/Nw0001/Clones.JPG
•   http://a.abcnews.com/images/Technology/abc_embryo_080117_ms.jpg
•   http://www.todafruta.com.br/todafruta/imgsis/12495.jpg
•   http://www.chanceandchoice.com/ChanceandChoice/spanish/4-celulas.gif
•   http://pwp.netcabo.pt/sistema.imune/tumor.gif

•   Silva,A. ; e outros (2004). Terra, Universo de Vida. 1ªedição. Porto Editora. Porto.

•   Amabis,J.; Martho, G. (1994). Biologia dos organismos. Editora Moderna. São
    Paulo.

•   Matias, O.; Martins, P. (2004).Biologia. 1ª edição. Areal Editores. Lisboa.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Célula eucariótica
Célula eucarióticaCélula eucariótica
Célula eucarióticaluam1969
 
Biologia 11 ciclo celular
Biologia 11   ciclo celularBiologia 11   ciclo celular
Biologia 11 ciclo celularNuno Correia
 
Biologia 11 reprodução sexuada
Biologia 11   reprodução sexuadaBiologia 11   reprodução sexuada
Biologia 11 reprodução sexuadaNuno Correia
 
Desenvolvimento Embrionário!
Desenvolvimento Embrionário!Desenvolvimento Embrionário!
Desenvolvimento Embrionário!Rosalia Azambuja
 
Aula 8 ciclo celular mitose e meiose
Aula 8   ciclo celular mitose e meioseAula 8   ciclo celular mitose e meiose
Aula 8 ciclo celular mitose e meioseMARCIAMP
 
Embriologia - Super Super Med
Embriologia - Super Super MedEmbriologia - Super Super Med
Embriologia - Super Super Medemanuel
 
CéLulas Tronco (Power Point)
CéLulas Tronco (Power Point)CéLulas Tronco (Power Point)
CéLulas Tronco (Power Point)Bio
 
A Terra, um planeta em mudança
A Terra, um planeta em mudançaA Terra, um planeta em mudança
A Terra, um planeta em mudançaMarta Espada
 
EvoluçãO BiolóGica
EvoluçãO BiolóGicaEvoluçãO BiolóGica
EvoluçãO BiolóGicaanabernardes
 
Anelídeos, Moluscos e Artrópodos (Power Point)
Anelídeos, Moluscos e Artrópodos (Power Point)Anelídeos, Moluscos e Artrópodos (Power Point)
Anelídeos, Moluscos e Artrópodos (Power Point)Bio
 

Mais procurados (20)

Célula eucariótica
Célula eucarióticaCélula eucariótica
Célula eucariótica
 
Biologia 11 ciclo celular
Biologia 11   ciclo celularBiologia 11   ciclo celular
Biologia 11 ciclo celular
 
Transporte nas plantas
Transporte nas plantasTransporte nas plantas
Transporte nas plantas
 
Embriologia animal
Embriologia animalEmbriologia animal
Embriologia animal
 
Biologia 11 reprodução sexuada
Biologia 11   reprodução sexuadaBiologia 11   reprodução sexuada
Biologia 11 reprodução sexuada
 
Desenvolvimento Embrionário!
Desenvolvimento Embrionário!Desenvolvimento Embrionário!
Desenvolvimento Embrionário!
 
Histologia vegetal
Histologia vegetalHistologia vegetal
Histologia vegetal
 
Aula 8 ciclo celular mitose e meiose
Aula 8   ciclo celular mitose e meioseAula 8   ciclo celular mitose e meiose
Aula 8 ciclo celular mitose e meiose
 
Células Tronco
Células TroncoCélulas Tronco
Células Tronco
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Reprodução - Biologia
Reprodução - BiologiaReprodução - Biologia
Reprodução - Biologia
 
Embriologia - Super Super Med
Embriologia - Super Super MedEmbriologia - Super Super Med
Embriologia - Super Super Med
 
Ciclo celular
Ciclo celularCiclo celular
Ciclo celular
 
CéLulas Tronco (Power Point)
CéLulas Tronco (Power Point)CéLulas Tronco (Power Point)
CéLulas Tronco (Power Point)
 
Aula sobre células
Aula sobre célulasAula sobre células
Aula sobre células
 
A Terra, um planeta em mudança
A Terra, um planeta em mudançaA Terra, um planeta em mudança
A Terra, um planeta em mudança
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Filos do Reino Animalia
Filos do Reino AnimaliaFilos do Reino Animalia
Filos do Reino Animalia
 
EvoluçãO BiolóGica
EvoluçãO BiolóGicaEvoluçãO BiolóGica
EvoluçãO BiolóGica
 
Anelídeos, Moluscos e Artrópodos (Power Point)
Anelídeos, Moluscos e Artrópodos (Power Point)Anelídeos, Moluscos e Artrópodos (Power Point)
Anelídeos, Moluscos e Artrópodos (Power Point)
 

Semelhante a Como ocorre a diferenciação celular

Poligrafo 2014 histologia basica
Poligrafo 2014 histologia basicaPoligrafo 2014 histologia basica
Poligrafo 2014 histologia basicaReginaReiniger
 
Células tronco (2012)
Células tronco (2012)Células tronco (2012)
Células tronco (2012)maariane27
 
Células-tronco (2ª webquest de Informática)
Células-tronco (2ª webquest de Informática)Células-tronco (2ª webquest de Informática)
Células-tronco (2ª webquest de Informática)Cinthya Nayara
 
Células Tronco
Células TroncoCélulas Tronco
Células Tronco342014
 
Revisão cryopraxis outubro 2013
Revisão cryopraxis outubro 2013Revisão cryopraxis outubro 2013
Revisão cryopraxis outubro 2013Cryopraxis
 
Apresentação final
Apresentação finalApresentação final
Apresentação finalaffsss2010
 
UCM-FCS-Enfermagem-Palestra de Gametogenese-Filipe Gustavo, Enf..pptx
UCM-FCS-Enfermagem-Palestra de Gametogenese-Filipe Gustavo, Enf..pptxUCM-FCS-Enfermagem-Palestra de Gametogenese-Filipe Gustavo, Enf..pptx
UCM-FCS-Enfermagem-Palestra de Gametogenese-Filipe Gustavo, Enf..pptxFilipe Francisco
 
Células-tronco derivadas de tecido adiposo: isolamento, cultivo in vitro e pe...
Células-tronco derivadas de tecido adiposo: isolamento, cultivo in vitro e pe...Células-tronco derivadas de tecido adiposo: isolamento, cultivo in vitro e pe...
Células-tronco derivadas de tecido adiposo: isolamento, cultivo in vitro e pe...MAIQUELE SANTANA
 
Apresentação de biologia
Apresentação de biologiaApresentação de biologia
Apresentação de biologiaRoberto Bagatini
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivosSarah Lemes
 

Semelhante a Como ocorre a diferenciação celular (20)

Células tronco
Células troncoCélulas tronco
Células tronco
 
Poligrafo 2014 histologia basica
Poligrafo 2014 histologia basicaPoligrafo 2014 histologia basica
Poligrafo 2014 histologia basica
 
3S- Resumo celulas tronco
3S- Resumo celulas  tronco3S- Resumo celulas  tronco
3S- Resumo celulas tronco
 
7) resumo cels tronco
7) resumo cels tronco7) resumo cels tronco
7) resumo cels tronco
 
Aula02
Aula02Aula02
Aula02
 
7ºb
7ºb7ºb
7ºb
 
Aula celulas tronco
Aula celulas troncoAula celulas tronco
Aula celulas tronco
 
Células tronco (2012)
Células tronco (2012)Células tronco (2012)
Células tronco (2012)
 
Células-tronco (2ª webquest de Informática)
Células-tronco (2ª webquest de Informática)Células-tronco (2ª webquest de Informática)
Células-tronco (2ª webquest de Informática)
 
Células tronco
Células troncoCélulas tronco
Células tronco
 
Células Tronco
Células TroncoCélulas Tronco
Células Tronco
 
As células que curam
As células que curamAs células que curam
As células que curam
 
Revisão cryopraxis outubro 2013
Revisão cryopraxis outubro 2013Revisão cryopraxis outubro 2013
Revisão cryopraxis outubro 2013
 
Apresentação final
Apresentação finalApresentação final
Apresentação final
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
UCM-FCS-Enfermagem-Palestra de Gametogenese-Filipe Gustavo, Enf..pptx
UCM-FCS-Enfermagem-Palestra de Gametogenese-Filipe Gustavo, Enf..pptxUCM-FCS-Enfermagem-Palestra de Gametogenese-Filipe Gustavo, Enf..pptx
UCM-FCS-Enfermagem-Palestra de Gametogenese-Filipe Gustavo, Enf..pptx
 
Células-tronco derivadas de tecido adiposo: isolamento, cultivo in vitro e pe...
Células-tronco derivadas de tecido adiposo: isolamento, cultivo in vitro e pe...Células-tronco derivadas de tecido adiposo: isolamento, cultivo in vitro e pe...
Células-tronco derivadas de tecido adiposo: isolamento, cultivo in vitro e pe...
 
Apresentação de biologia
Apresentação de biologiaApresentação de biologia
Apresentação de biologia
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
 
Stem cells
Stem cells Stem cells
Stem cells
 

Mais de silvia_lfr

Teste de avaliação n.º2 versão b
Teste de avaliação n.º2 versão bTeste de avaliação n.º2 versão b
Teste de avaliação n.º2 versão bsilvia_lfr
 
Teste de avaliação n.º 4 versão a
Teste de avaliação n.º 4 versão aTeste de avaliação n.º 4 versão a
Teste de avaliação n.º 4 versão asilvia_lfr
 
Teste de avaliação n.º 3 versão a
Teste de avaliação n.º 3 versão aTeste de avaliação n.º 3 versão a
Teste de avaliação n.º 3 versão asilvia_lfr
 
Teste de avaliação n.º 2 versão a
Teste de avaliação n.º 2 versão aTeste de avaliação n.º 2 versão a
Teste de avaliação n.º 2 versão asilvia_lfr
 
Teste de avaliação n.º 1 versão b
Teste de avaliação n.º 1 versão bTeste de avaliação n.º 1 versão b
Teste de avaliação n.º 1 versão bsilvia_lfr
 
Teste de avaliação n.º 1 versão a
Teste de avaliação n.º 1 versão aTeste de avaliação n.º 1 versão a
Teste de avaliação n.º 1 versão asilvia_lfr
 
Taxa de variação média e derivada num ponto
Taxa de variação média e derivada num pontoTaxa de variação média e derivada num ponto
Taxa de variação média e derivada num pontosilvia_lfr
 
Soluções teste de avaliação n.º1 versão a
Soluções teste de avaliação n.º1 versão aSoluções teste de avaliação n.º1 versão a
Soluções teste de avaliação n.º1 versão asilvia_lfr
 
Soluções teste de avaliação n.º 4 versão a
Soluções teste de avaliação n.º 4 versão aSoluções teste de avaliação n.º 4 versão a
Soluções teste de avaliação n.º 4 versão asilvia_lfr
 
Soluções teste de avaliação n.º 3 versão a
Soluções teste de avaliação n.º 3 versão aSoluções teste de avaliação n.º 3 versão a
Soluções teste de avaliação n.º 3 versão asilvia_lfr
 
Soluções taxa de variação média e derivada num ponto
Soluções taxa de variação média e derivada num pontoSoluções taxa de variação média e derivada num ponto
Soluções taxa de variação média e derivada num pontosilvia_lfr
 
Soluções operações com funções
Soluções operações com funçõesSoluções operações com funções
Soluções operações com funçõessilvia_lfr
 
Soluções noção de limite
Soluções noção de limiteSoluções noção de limite
Soluções noção de limitesilvia_lfr
 
Soluções funções racionais. hipérbole.
Soluções funções racionais. hipérbole.Soluções funções racionais. hipérbole.
Soluções funções racionais. hipérbole.silvia_lfr
 
Soluções funções irracionais
Soluções funções irracionaisSoluções funções irracionais
Soluções funções irracionaissilvia_lfr
 
Soluções função inversa
Soluções função inversaSoluções função inversa
Soluções função inversasilvia_lfr
 
Soluções ficha de apoio ao 4.º teste
Soluções ficha de apoio ao 4.º testeSoluções ficha de apoio ao 4.º teste
Soluções ficha de apoio ao 4.º testesilvia_lfr
 
Soluções equações irracionais e resolução de problemas
Soluções equações irracionais e resolução de problemasSoluções equações irracionais e resolução de problemas
Soluções equações irracionais e resolução de problemassilvia_lfr
 
Soluções equações e inequações fracionárias
Soluções equações e inequações fracionáriasSoluções equações e inequações fracionárias
Soluções equações e inequações fracionáriassilvia_lfr
 
Soluções do teste de avaliação n.º1 versão b
Soluções do teste de avaliação n.º1 versão bSoluções do teste de avaliação n.º1 versão b
Soluções do teste de avaliação n.º1 versão bsilvia_lfr
 

Mais de silvia_lfr (20)

Teste de avaliação n.º2 versão b
Teste de avaliação n.º2 versão bTeste de avaliação n.º2 versão b
Teste de avaliação n.º2 versão b
 
Teste de avaliação n.º 4 versão a
Teste de avaliação n.º 4 versão aTeste de avaliação n.º 4 versão a
Teste de avaliação n.º 4 versão a
 
Teste de avaliação n.º 3 versão a
Teste de avaliação n.º 3 versão aTeste de avaliação n.º 3 versão a
Teste de avaliação n.º 3 versão a
 
Teste de avaliação n.º 2 versão a
Teste de avaliação n.º 2 versão aTeste de avaliação n.º 2 versão a
Teste de avaliação n.º 2 versão a
 
Teste de avaliação n.º 1 versão b
Teste de avaliação n.º 1 versão bTeste de avaliação n.º 1 versão b
Teste de avaliação n.º 1 versão b
 
Teste de avaliação n.º 1 versão a
Teste de avaliação n.º 1 versão aTeste de avaliação n.º 1 versão a
Teste de avaliação n.º 1 versão a
 
Taxa de variação média e derivada num ponto
Taxa de variação média e derivada num pontoTaxa de variação média e derivada num ponto
Taxa de variação média e derivada num ponto
 
Soluções teste de avaliação n.º1 versão a
Soluções teste de avaliação n.º1 versão aSoluções teste de avaliação n.º1 versão a
Soluções teste de avaliação n.º1 versão a
 
Soluções teste de avaliação n.º 4 versão a
Soluções teste de avaliação n.º 4 versão aSoluções teste de avaliação n.º 4 versão a
Soluções teste de avaliação n.º 4 versão a
 
Soluções teste de avaliação n.º 3 versão a
Soluções teste de avaliação n.º 3 versão aSoluções teste de avaliação n.º 3 versão a
Soluções teste de avaliação n.º 3 versão a
 
Soluções taxa de variação média e derivada num ponto
Soluções taxa de variação média e derivada num pontoSoluções taxa de variação média e derivada num ponto
Soluções taxa de variação média e derivada num ponto
 
Soluções operações com funções
Soluções operações com funçõesSoluções operações com funções
Soluções operações com funções
 
Soluções noção de limite
Soluções noção de limiteSoluções noção de limite
Soluções noção de limite
 
Soluções funções racionais. hipérbole.
Soluções funções racionais. hipérbole.Soluções funções racionais. hipérbole.
Soluções funções racionais. hipérbole.
 
Soluções funções irracionais
Soluções funções irracionaisSoluções funções irracionais
Soluções funções irracionais
 
Soluções função inversa
Soluções função inversaSoluções função inversa
Soluções função inversa
 
Soluções ficha de apoio ao 4.º teste
Soluções ficha de apoio ao 4.º testeSoluções ficha de apoio ao 4.º teste
Soluções ficha de apoio ao 4.º teste
 
Soluções equações irracionais e resolução de problemas
Soluções equações irracionais e resolução de problemasSoluções equações irracionais e resolução de problemas
Soluções equações irracionais e resolução de problemas
 
Soluções equações e inequações fracionárias
Soluções equações e inequações fracionáriasSoluções equações e inequações fracionárias
Soluções equações e inequações fracionárias
 
Soluções do teste de avaliação n.º1 versão b
Soluções do teste de avaliação n.º1 versão bSoluções do teste de avaliação n.º1 versão b
Soluções do teste de avaliação n.º1 versão b
 

Como ocorre a diferenciação celular

  • 1.
  • 2.
  • 3. Como se processa a diferenciação celular? • Os organismos multicelulares são, geralmente, formados por diferentes tipos de células, que estão organizadas em tecidos, os quais formam órgãos e sistemas de órgãos. • Para que, a partir de uma célula inicial se obtenha uma variedade tão grande de células, é necessário que ocorra um processo de diferenciação. • A diferenciação ocorre porque alguns genes são activados, enquanto outros são bloqueados.
  • 4. • Uma célula destinada a ser uma célula muscular inicia um processo de produção de grandes quantidades de proteínas contrácteis, enquanto outras que se tornarão células nervosas, começam a exprimir genes responsáveis pela produção de neurotransmissores. • Cada célula especializada desempenhará, num determinado tecido, uma função, de acordo com as características que apresenta.
  • 5. O que são células totipotentes? O tipo de célula estaminal com maior potencial de diferenciação é o ovo fertilizado ou zigoto que dá origem aos tecidos que constituem o embrião e aos tecidos essenciais no desenvolvimento embrionário, como o cordão umbilical e a placenta. Este tipo de célula é designada por totipotente.
  • 6. O que são células estaminais: História e Desenvolvimento As células estaminais são células indiferenciadas que possuem a capacidade de se dividir indefinidamente, dando origem a diversos tipos de linhagens celulares. Possuem potencial para se transformarem em células com características e funções especializadas, como por exemplo células do sistema sanguíneo e imunitários (eritrócitos ou glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas), células do fígado e neurónios.
  • 7. Células estaminais embrionárias vs células estaminais adultas De uma forma simples, e de acordo com a sua origem, podem dividir-se as células estaminais em dois grandes grupos: células estaminais embrionárias e células estaminais adultas. A medula óssea, a retina, a córnea, a polpa gengival, a pele, o fígado, o tracto gastrointestinal e o pâncreas constituem fontes de células estaminais adultas. Estas células têm a capacidade de se auto-renovar durante toda a vida do organismo.
  • 8. • As células estaminais embrionárias existem numa fase inicial do desenvolvimento embrionário, o blastocisto (3 a 5 dias após a fertilização do ovo), anterior à sua implantação na parede do útero. Estas células são pluripotentes, ou seja, podem diferenciar- se em células derivadas das diferentes camadas embrionárias (mesoderme, endoderme e ectoderme). • Cada uma destas camadas dá origem a diferentes tipos de tecidos especializados. • As células estaminais adultas são células não diferenciadas que se encontram em tecidos diferenciados e especializados. Estas células têm a capacidade de se auto-renovar durante toda a vida do organismo.
  • 11. Diferenciação celular e erros • Durante o processo de divisão e diferenciação celulares, ocorre, por vezes erros que conduzem à produção de células anormais.
  • 12. Sites e manuais consultados: • http://medtempus.com/wpcontent/uploads/Fotos5/dolly1.jpg • http://www.medinfar.pt/NR/rdonlyres/6F0E828D-561C-464B-9AF6- 539D5C8130DB/0/cytothera_stemcell.jpg • http://www.ghente.org/imagens/temas/clonagem/clonagem_dolly.gif • http://www.asd-cr.com/ASD-Pub/News/Nw0001/Clones.JPG • http://a.abcnews.com/images/Technology/abc_embryo_080117_ms.jpg • http://www.todafruta.com.br/todafruta/imgsis/12495.jpg • http://www.chanceandchoice.com/ChanceandChoice/spanish/4-celulas.gif • http://pwp.netcabo.pt/sistema.imune/tumor.gif • Silva,A. ; e outros (2004). Terra, Universo de Vida. 1ªedição. Porto Editora. Porto. • Amabis,J.; Martho, G. (1994). Biologia dos organismos. Editora Moderna. São Paulo. • Matias, O.; Martins, P. (2004).Biologia. 1ª edição. Areal Editores. Lisboa.