O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Divisão celular mitose e meiose biologia

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 56 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Anúncio

Semelhante a Divisão celular mitose e meiose biologia (20)

Divisão celular mitose e meiose biologia

  1. 1. COLÉGIO ESTADUAL SÃO PAULO APÓSTOLO DIVISÃO CELULAR Prof. JAISON CHAVES 1º ano BIOLOGIA 2012
  2. 2. DIVISÃO CELULAR  É o processo pelo qual uma célula se transforma em duas células-filhas.  DIVIDIR=DUPLICAR
  3. 3. Qual a importância da divisão celular?
  4. 4. Serve para manter a vida em organismos Zigoto, a qual passa pluricelulares, para por duplicações gerar a vida em celulares sucessivas. organismos unicelulares Reposição de células mortas, regeneração de partes de tecidos danificados e órgãos.
  5. 5. DIVISÃO CELULAR O Ciclo de vida da célula é dividido em duas fases principais: Divisão celular Interfase 95% do tempo MITOSE CITOCINESE Divisão do núcleo Divisão do citoplasma 5% da duração total=menos de 1h
  6. 6. DIVISÃO CELULAR CICLO CELULAR · Interfase e Mitose Interfase – Fases G1 (DNA constante) S (duplicação do DNA) G2, inicia-se a mitose (quantidade de DNA retorna à quantidade inicial) A interfase é sempre a fase mais demorada do que a mitose, correspondendo a 90% a 95% do tempo total gasto por uma célula durante o seu ciclo.
  7. 7. CICLO CELULAR Consiste em duas etapas: •Aquela compeendida entre duas divisões, em que a célula Interfase cresce e se prepara para nova divisão. •É a etapa da divisão propriamente dita, pela qual se originam duas células-filhas e Mitose que se caracteriza pela divisão do núcleo, chamada cariocinese ou mitose, seguida pela divisão do citoplasma, ou citocinese.
  8. 8. FASES DO G2 M G0 CICLO CELULAR 1h 4h 8h S G1 12h
  9. 9. CICLO CELULAR Fase G1: crescimento. Fase S: DNA é replicado. Fase G2: preparação para a divisão celular. Fase M mitose e citocinese,
  10. 10. INTÉRFASE “Estágio de Repouso” CUIDADO.  Representa 90% do tempo de duração do C.C.  Estágio de trabalho e execução da célula.  Crescimento da célula.  DUPLICAÇÃO DOS CROMOSSOMOS.
  11. 11. FASES DA INTÉRFASE FASE G1  Intensa síntese de RNA e proteínas  Aumento do citoplasma  Pode durar horas, meses ou ser permanente (neurônios) FASE S  Duplicação do DNA  Síntese proteica FASE G2  Pequena síntese de RNA e proteínas
  12. 12. DURAÇÃO DOS PERÍODOS DO CICLO •Existem diferenças notáveis quanto à duração do ciclo celular segundo o organismo que está se observando. •O ciclo dura de 12 horas, em tecidos de mamíferos com crescimento muito rápido, e 24 horas em outros com crescimento mais lento. •De todas as fases que compõem o ciclo, G1é a mais variável na maioria das células animais e plantas.
  13. 13. MITOSE Mitose= é um tipo de divisão celular em que uma célula diplóide da origem a duas novas células geneticamente idênticas à célula mãe. É um processo de multiplicação da célula que se caracteriza por uma duplicação cromossômica e uma divisão celular. O resultado é que as células-filhas possuirão o mesmo número de cromossomos que a célula-mãe.
  14. 14. MITOSE Diplóide ou 2n=que possue 46 o número duplo de cromossomos 46 2n Células somáticas=células do 2n 46 corpo 2n
  15. 15. FASES DA MITOSE Pró fase Metá fase Aná fase Teló fase (PROMETE A ANA TELEFONAR)
  16. 16. PRÓ FASE -Espiralização da cromatina – individualização dos cromossomos -Afastamento dos centríolos para os pólos – formação do fuso acromático - Desaparecimento dos nucléolos e início da ruptura da membrana nuclear
  17. 17. - Fase mais longa;
  18. 18. - Cromossomos começam a se condensar; - Centríolo duplica-se.
  19. 19. - Formação do fuso acromático e ásteres
  20. 20. METÁFASE -Presença de fibrilas cromossômicas e fibrilas contínuas; - Cromossomos dispostos no plano equatorial da célula – placa equatorial
  21. 21. METÁFASE
  22. 22. ANÁFASE -Afastamento dos cromatídeos (cromossomas- filhos) para os pólos- ascensão polar -Aumento da distância entre os pólos da célula
  23. 23. TELÓFASE -Cromossomas-filhos atingem os pólos; -Desaparecimento do fuso mitótico; -Reorganização da membrana nuclear; -Descondensação dos cromossomas; -Reaparecimento dos nucléolos.
  24. 24. TELÓFASE
  25. 25. CITOCINESE
  26. 26. - Citocinese é a divisão do citoplasma no final da mitose; é centrípeta.
  27. 27. MEIOSE  Meiose= um tipo de divisão celular em que uma célula 2n dá origem a 4 novas células, geneticamete diferentes.  Ocorre nas células germinativas (sexuais). Da uma maior  variedade genética.
  28. 28. MEIOSE I
  29. 29. PRÓFASE I subdivisões: leptóteno zigóteno paquíteno diplóteno diacinese LEZIPADIDIA
  30. 30. LEPTÓTENO Começo da condensação cromossômica Surgimento dos cromômeros DIPLÓTENO  Separação dos homólogos  Surgimento dos quiasmas ZIGÓTENO Pareamento dos cromossomos homólogos SINAPSE DIACINESE Continua a separação dos homólogos PAQUÍTENO  Troca de segmentos equivalentes entre cromossomos homólogos : PERMUTAÇÃO ou CROSSING-OVER
  31. 31. Leptó teno -Cromossomos visíveis como delgado fios; -Começa a condensação; -Emaranhado de cromossomos; -Cromátides irmãs alinhadas;
  32. 32. Zigó teno (SINAPSE) -Combinação dos cromossomos homólogos; -Sinapse bem distinta.
  33. 33. Paquíteno (CROSSING-OVER) -Cromossomos tornam-se espiralados; -Pareamento completo; -“Crossing-over → troca!”
  34. 34. DIVISÃO CELULAR Tipos de divisão celular Meiose I – Prófase I  Crossing-over Tétrada cromatídica (um Forma-se um quiasma par de cromossomas entre os cromatídeos Ocorre quebra e troca de homólogos) formada adjacentes dos segmentos entre os durante a Profase I cromossomas homólogos. cromatídeos.
  35. 35. Dipló teno (QUIASMAS) -Afastamento dos cromossomos homólogos – constituindo bivalentes; -Dois cromossomos de cada bivalente mantêm-se unidos pelos quiasmas; -Quiasmas – regiões onde houveram troca
  36. 36. Diacinese (TERMINALIZAÇÃO) -Condensação máxima dos cromossomos; Condensação – Duas moléculas formam uma
  37. 37. METÁFASE I -Desaparecimento da membrana nuclear; -Formação do fuso; -Cromossomos alinhados;
  38. 38. ANÁFASE I -Separação dos cromossomos; -Cromátides irmãs puxadas para os pólos;
  39. 39. TELÓFASE I - Os dois conjuntos haplóides de cromossomos se agrupam nos pólos opostos da célula.
  40. 40. MEIOSE II Início nas células resultantes da telófase I, sem que ocorra a Intérfase
  41. 41. PRÓFASE II A partir da telófase I, depois da formação do fuso e desaparecimento da membrana, as células entram em metáfase II
  42. 42. METÁFASE II Os 23 cromossomos subdivididos em duas cromátides unidas por um centrômero prendem-se ao fuso.
  43. 43. ANÁFASE II Após a divisão dos centrômeros as cromátides de cada cromossomo migram para pólos opostos.
  44. 44. TELÓFASE II Forma-se uma membrana nuclear ao redor de cada conjunto de cromátides.
  45. 45. MEIOSE: CÉLULAS GAMÉTICAS MITOSE: CÉLULAS SOMÁTICAS MEIOSE: DUAS DIVISÕES MEIOSE: DIVISÃO REDUCIONAL MITOSE: UMA DIVISÃO MEIOSE: DURAÇÃO MEIOSE: RESULTADO MITOSE: DIVISÃO MITOSE: RESULTADO CELULARES CELULARCÉLULAS EQUACIONAL DUAS MAIS LONGA QUE A MITOSE QUATRO CÉLULAS VARIÁVEL, NO HOMEM 24 HAPLÓIDES DIPLÓIDES IGUAIS DIAS DIFERENTES (permutação e ( EXCETO POR NA MULHER independente = segregação ATÉ ANOS MUTAÇÕES) Variabilidade genética)
  46. 46. IMAGENS  MEIOSE:
  47. 47. MEIOSE I
  48. 48. MEIOSE II
  49. 49. DIVISÃO CELULAR CICLO CELULAR · Interfase e Mitose Mitose vegetal Celula animal Célula Vegetal Centríolo Cêntrica Acêntrica Áster Astral Anastral Citocines Centripeta Centrifuga e

×