SlideShare uma empresa Scribd logo
REDE DERVISH, O NOSSO JEITO DE TRABALHAR.
“O nosso mundo está grávido de outro mundo.” 
Eduardo Galeano
Qual é a nossa causa? 
As marcas podem criar movimentos culturais 
que tornem o mundo um lugar melhor.
O que buscamos? 
Nova visão sobre as marcas 
Time de transição - hackers do sistema 
Ampliação de consciência 
Novos valores emergentes
Somos uma rede de cultural hackers que constrói marcas com propósito 
para um mundo em transição inspiradas em novos valores emergentes.
O que queremos ser?
Queremos ser a melhor consultoria 
de marcas para este novo mundo.
Do que vamos precisar? 
Atrair uma nova geração de planners 
talentosos e apaixonados pela causa.
Como conseguiremos isso? 
#1 Criar uma nova relação de trabalho, em rede 
#2 (des)aprender, criar uma “(un)school”
Por que criar uma rede? 
A rede é a configuração entre as pessoas 
que empodera e respeita o individual de cada um 
e ao mesmo tempo, cultiva conexões abundantes 
através do coletivo. 
“I need we to be fully I”. Carl Jung
O novo mundo aberto e 
as redes descentralizadas
A Cultura Open
A Cultura Hacker
Os 3 princípios do “open culture” 
#Universal access 
#Loosely coordinated participants 
#Improvements
Os Valores da Cultura Open 
TRANSPARÊNCIA 
COLABORAÇÃO 
PROTAGONISMO
A migração para redes mais distribuídas
A abudância das redes
Questionamento de todos os 
sistemas centralizados e 
hierárquicos
“As we scaled, we noticed that the bureaucracy we were all used to was getting in the way of adaptability,"
As redes que estão surgindo
As redes que estão surgindo
A REDE DERVISH
O que é a Rede Dervish? 
Ecossistema de indivíduos e empresas que 
acreditam na causa da Dervish. A causa é o 
elemento que une os integrantes da rede.
Como a Rede Dervish se sustenta? 
Para se sustentar, a Rede Dervish precisa viver 
em função de projetos. Os integrantes devem 
estar a serviço de projetos. É a única forma de 
obtermos ganhos coletivos.
Os princípios da rede 
ABERTURA 
INCLUSÃO 
COLABORAÇÃO 
CONFIANÇA 
FÉ 
Princípios emprestados da Rede Ubuntu
A quem se destina? 
Valoriza autonomia e liberdade 
Busca o pertencimento 
Gosta de colaborar 
Senso de empreendedorismo 
Respeita a liberdade do outro
O funcionamento da rede
Formas de participar da rede 
Namoro 
Integrante (sem renda) 
Integrante participante de projetos 
Integrante que traz novos projetos
Virou integrante 
Conteúdos Dervish no Dropbox (todos os projetos) 
Participação no grupo fechado do Facebook 
Participação dos encontros internos 
Compartilhamento de conhecimento
Encontros da rede 
Dervish Pulso - gestão da rede (1x por mês) 
Dervish Giro - papo com convidado (1x por mês) 
Dervish Unschool
Troca financeira 
1) Participação nos projetos: a combinar 
2) Indicação de projetos: recebe 10% do faturamento 
3) Novos projetos: contribui c/ 15% do faturamento 
dos quais: 
#50% administração rede (site, espaço, dropbox) 
#50% fundadores
Prospecção 
Ninguém é obrigado. 
Nós daremos apoio nas prospeções. 
Não adianta ficar na rede apenas esperando por projetos. 
Oportunidades aumentam com a força do coletivo.
Participação na gestão da Rede Dervish 
A participação na gestão é voluntária. 
Cada pessoa decide como quer contribuir. 
Decisões são compartilhadas.
Responsabilidades perante os clientes 
Empresas contratam indivíduos, 
membros de uma rede que inspiram uma filosofia.
Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Branding for soulful brands - Dervish Cultural Insights para Yunus Negócios S...
Branding for soulful brands - Dervish Cultural Insights para Yunus Negócios S...Branding for soulful brands - Dervish Cultural Insights para Yunus Negócios S...
Branding for soulful brands - Dervish Cultural Insights para Yunus Negócios S...
Max Nolan Shen
 
Visão
VisãoVisão
Vis%80%a0%a6%e3o
Vis%80%a0%a6%e3oVis%80%a0%a6%e3o
Mobilização nas redes sociais
Mobilização nas redes sociaisMobilização nas redes sociais
Mobilização nas redes sociais
Alynne Cid
 
Apresentação inteligência coletiva
Apresentação inteligência coletivaApresentação inteligência coletiva
Apresentação inteligência coletiva
comunidadedepraticas
 
Bibi Tex
Bibi TexBibi Tex
Bibi Tex
bibiananick
 
Interação: ensinando e aprendendo na CdP
Interação: ensinando e aprendendo na CdPInteração: ensinando e aprendendo na CdP
Interação: ensinando e aprendendo na CdP
comunidadedepraticas
 
Abertura do Segundo Encontro
Abertura do Segundo EncontroAbertura do Segundo Encontro
Abertura do Segundo Encontro
renascidade
 
TEIAS APRESENTACAO
TEIAS APRESENTACAOTEIAS APRESENTACAO
TEIAS APRESENTACAO
minasinvest
 
Apresentação - Histórico CdP
Apresentação - Histórico CdPApresentação - Histórico CdP
Apresentação - Histórico CdP
comunidadedepraticas
 
Aprendizagem Colaborativa
Aprendizagem ColaborativaAprendizagem Colaborativa
Aprendizagem colaborativa às CDP_2011
Aprendizagem colaborativa às CDP_2011Aprendizagem colaborativa às CDP_2011
Aprendizagem colaborativa às CDP_2011
silvadelina
 
Apresentando ppp completa abr10
Apresentando ppp completa abr10Apresentando ppp completa abr10
Apresentando ppp completa abr10
vanessacultura
 
@Rca comum adelina_silva
@Rca comum adelina_silva@Rca comum adelina_silva
@Rca comum adelina_silva
Adelina Silva
 
180hub - Inovação x Educação
180hub - Inovação x Educação180hub - Inovação x Educação
180hub - Inovação x Educação
Guilherme Sarkis
 
Apresentacao Hub Rio
Apresentacao Hub RioApresentacao Hub Rio
Apresentacao Hub Rio
Estefania Lima
 
Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04
Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04
Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04
Fábio Nogueira, PhD
 
ppt complementar - como potencializar a criação do conhecimento
ppt complementar - como potencializar a criação do conhecimentoppt complementar - como potencializar a criação do conhecimento
ppt complementar - como potencializar a criação do conhecimento
comunidadedepraticas
 
Para Onde Estamos Indo?
Para Onde Estamos Indo?Para Onde Estamos Indo?
Para Onde Estamos Indo?
Ricardo Jordão Magalhaes
 
TRYBE - DECK DE CULTURA V1
TRYBE - DECK DE CULTURA V1TRYBE - DECK DE CULTURA V1
TRYBE - DECK DE CULTURA V1
Matheus Goyas
 

Mais procurados (20)

Branding for soulful brands - Dervish Cultural Insights para Yunus Negócios S...
Branding for soulful brands - Dervish Cultural Insights para Yunus Negócios S...Branding for soulful brands - Dervish Cultural Insights para Yunus Negócios S...
Branding for soulful brands - Dervish Cultural Insights para Yunus Negócios S...
 
Visão
VisãoVisão
Visão
 
Vis%80%a0%a6%e3o
Vis%80%a0%a6%e3oVis%80%a0%a6%e3o
Vis%80%a0%a6%e3o
 
Mobilização nas redes sociais
Mobilização nas redes sociaisMobilização nas redes sociais
Mobilização nas redes sociais
 
Apresentação inteligência coletiva
Apresentação inteligência coletivaApresentação inteligência coletiva
Apresentação inteligência coletiva
 
Bibi Tex
Bibi TexBibi Tex
Bibi Tex
 
Interação: ensinando e aprendendo na CdP
Interação: ensinando e aprendendo na CdPInteração: ensinando e aprendendo na CdP
Interação: ensinando e aprendendo na CdP
 
Abertura do Segundo Encontro
Abertura do Segundo EncontroAbertura do Segundo Encontro
Abertura do Segundo Encontro
 
TEIAS APRESENTACAO
TEIAS APRESENTACAOTEIAS APRESENTACAO
TEIAS APRESENTACAO
 
Apresentação - Histórico CdP
Apresentação - Histórico CdPApresentação - Histórico CdP
Apresentação - Histórico CdP
 
Aprendizagem Colaborativa
Aprendizagem ColaborativaAprendizagem Colaborativa
Aprendizagem Colaborativa
 
Aprendizagem colaborativa às CDP_2011
Aprendizagem colaborativa às CDP_2011Aprendizagem colaborativa às CDP_2011
Aprendizagem colaborativa às CDP_2011
 
Apresentando ppp completa abr10
Apresentando ppp completa abr10Apresentando ppp completa abr10
Apresentando ppp completa abr10
 
@Rca comum adelina_silva
@Rca comum adelina_silva@Rca comum adelina_silva
@Rca comum adelina_silva
 
180hub - Inovação x Educação
180hub - Inovação x Educação180hub - Inovação x Educação
180hub - Inovação x Educação
 
Apresentacao Hub Rio
Apresentacao Hub RioApresentacao Hub Rio
Apresentacao Hub Rio
 
Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04
Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04
Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04
 
ppt complementar - como potencializar a criação do conhecimento
ppt complementar - como potencializar a criação do conhecimentoppt complementar - como potencializar a criação do conhecimento
ppt complementar - como potencializar a criação do conhecimento
 
Para Onde Estamos Indo?
Para Onde Estamos Indo?Para Onde Estamos Indo?
Para Onde Estamos Indo?
 
TRYBE - DECK DE CULTURA V1
TRYBE - DECK DE CULTURA V1TRYBE - DECK DE CULTURA V1
TRYBE - DECK DE CULTURA V1
 

Destaque

Trace Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Trace Lessons Learned H4Dip Stanford 2016 Trace Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Trace Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Stanford University
 
Aggregate db Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Aggregate db Lessons Learned H4Dip Stanford 2016Aggregate db Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Aggregate db Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Stanford University
 
Peacekeeping Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Peacekeeping Lessons Learned H4Dip Stanford 2016Peacekeeping Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Peacekeeping Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Stanford University
 
Space Evaders Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Space Evaders Lessons Learned H4Dip Stanford 2016Space Evaders Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Space Evaders Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Stanford University
 
Exodus Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Exodus Lessons Learned H4Dip Stanford 2016Exodus Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Exodus Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Stanford University
 
Hacking CT Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Hacking CT Lessons Learned H4Dip Stanford 2016Hacking CT Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Hacking CT Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Stanford University
 
Building A Strong Engineering Culture - my talk from BBC Develop 2013
Building A Strong Engineering Culture - my talk from BBC Develop 2013Building A Strong Engineering Culture - my talk from BBC Develop 2013
Building A Strong Engineering Culture - my talk from BBC Develop 2013
Kevin Goldsmith
 
Fatal journeys (Team 621) Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Fatal journeys (Team 621) Lessons Learned H4Dip Stanford 2016Fatal journeys (Team 621) Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Fatal journeys (Team 621) Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Stanford University
 
The Little Book of IDEO: Values
The Little Book of IDEO: ValuesThe Little Book of IDEO: Values
The Little Book of IDEO: Values
Tim Brown
 
Culture
CultureCulture
Culture
Reed Hastings
 
Design in Tech Report 2017
Design in Tech Report 2017Design in Tech Report 2017
Design in Tech Report 2017
John Maeda
 

Destaque (11)

Trace Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Trace Lessons Learned H4Dip Stanford 2016 Trace Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Trace Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
 
Aggregate db Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Aggregate db Lessons Learned H4Dip Stanford 2016Aggregate db Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Aggregate db Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
 
Peacekeeping Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Peacekeeping Lessons Learned H4Dip Stanford 2016Peacekeeping Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Peacekeeping Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
 
Space Evaders Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Space Evaders Lessons Learned H4Dip Stanford 2016Space Evaders Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Space Evaders Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
 
Exodus Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Exodus Lessons Learned H4Dip Stanford 2016Exodus Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Exodus Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
 
Hacking CT Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Hacking CT Lessons Learned H4Dip Stanford 2016Hacking CT Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Hacking CT Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
 
Building A Strong Engineering Culture - my talk from BBC Develop 2013
Building A Strong Engineering Culture - my talk from BBC Develop 2013Building A Strong Engineering Culture - my talk from BBC Develop 2013
Building A Strong Engineering Culture - my talk from BBC Develop 2013
 
Fatal journeys (Team 621) Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Fatal journeys (Team 621) Lessons Learned H4Dip Stanford 2016Fatal journeys (Team 621) Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
Fatal journeys (Team 621) Lessons Learned H4Dip Stanford 2016
 
The Little Book of IDEO: Values
The Little Book of IDEO: ValuesThe Little Book of IDEO: Values
The Little Book of IDEO: Values
 
Culture
CultureCulture
Culture
 
Design in Tech Report 2017
Design in Tech Report 2017Design in Tech Report 2017
Design in Tech Report 2017
 

Semelhante a Por que trabalhar em rede nos dias de hoje? O modelo colaborativo da Rede Dervish.

Workshop Tecna PUCRS // Gestão por projetos em rede (Maio 2015)
Workshop Tecna PUCRS // Gestão por projetos em rede (Maio 2015)Workshop Tecna PUCRS // Gestão por projetos em rede (Maio 2015)
Workshop Tecna PUCRS // Gestão por projetos em rede (Maio 2015)
TransLAB - Laboratório Cidadão
 
Teia deEmpreendedores com impacto na sociedade
Teia deEmpreendedores com impacto na sociedadeTeia deEmpreendedores com impacto na sociedade
Teia deEmpreendedores com impacto na sociedade
minasinvest
 
Trabalho colaborativo em UCs
Trabalho colaborativo em UCsTrabalho colaborativo em UCs
Netweaving na Comunicação Organizacional Online
Netweaving na Comunicação Organizacional OnlineNetweaving na Comunicação Organizacional Online
Netweaving na Comunicação Organizacional Online
PaperCliQ Comunicação
 
Workshop de Netweaving na Comunicação Organizacional
Workshop de Netweaving na Comunicação OrganizacionalWorkshop de Netweaving na Comunicação Organizacional
Workshop de Netweaving na Comunicação Organizacional
Marcel Ayres
 
Dicas para Netweavers
Dicas para NetweaversDicas para Netweavers
Dicas para Netweavers
Luis Fernando Guggenberger
 
IxDA Natal
IxDA NatalIxDA Natal
IxDA Natal
Andrei Gurgel
 
Slide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em redeSlide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em rede
IsabelleVasques
 
Slide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em redeSlide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em rede
IsabelleVasques
 
Slide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em redeSlide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em rede
IsabelleVasques
 
Slide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em redeSlide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em rede
IsabelleVasques
 
Netweaving
NetweavingNetweaving
Netweaving
Sinapse
 
O gestor de comunidades é o novo gestor de marketing?
O gestor de comunidades é o novo gestor de marketing?O gestor de comunidades é o novo gestor de marketing?
O gestor de comunidades é o novo gestor de marketing?
PabloVieira31
 
Comunidades de Pratica
Comunidades de PraticaComunidades de Pratica
Comunidades de Pratica
Alcebíades Araújo, CBPP
 
Apresentação Templo
Apresentação TemploApresentação Templo
Apresentação Templo
Templo
 
Teias na midia social
Teias na midia socialTeias na midia social
Teias na midia social
minasinvest
 
Como cultivar a cultura de inovação dentro de uma empresa
Como cultivar a cultura de inovação dentro de uma empresaComo cultivar a cultura de inovação dentro de uma empresa
Como cultivar a cultura de inovação dentro de uma empresa
Gisa Lyra
 
2.3.4.
2.3.4. 2.3.4.
Muito além do encontro | #3 comunidade
Muito além do encontro | #3 comunidadeMuito além do encontro | #3 comunidade
Muito além do encontro | #3 comunidade
Anna Claudia Haddad
 
Sobre Social Business Design
Sobre Social Business DesignSobre Social Business Design
Sobre Social Business Design
Ana Barroso
 

Semelhante a Por que trabalhar em rede nos dias de hoje? O modelo colaborativo da Rede Dervish. (20)

Workshop Tecna PUCRS // Gestão por projetos em rede (Maio 2015)
Workshop Tecna PUCRS // Gestão por projetos em rede (Maio 2015)Workshop Tecna PUCRS // Gestão por projetos em rede (Maio 2015)
Workshop Tecna PUCRS // Gestão por projetos em rede (Maio 2015)
 
Teia deEmpreendedores com impacto na sociedade
Teia deEmpreendedores com impacto na sociedadeTeia deEmpreendedores com impacto na sociedade
Teia deEmpreendedores com impacto na sociedade
 
Trabalho colaborativo em UCs
Trabalho colaborativo em UCsTrabalho colaborativo em UCs
Trabalho colaborativo em UCs
 
Netweaving na Comunicação Organizacional Online
Netweaving na Comunicação Organizacional OnlineNetweaving na Comunicação Organizacional Online
Netweaving na Comunicação Organizacional Online
 
Workshop de Netweaving na Comunicação Organizacional
Workshop de Netweaving na Comunicação OrganizacionalWorkshop de Netweaving na Comunicação Organizacional
Workshop de Netweaving na Comunicação Organizacional
 
Dicas para Netweavers
Dicas para NetweaversDicas para Netweavers
Dicas para Netweavers
 
IxDA Natal
IxDA NatalIxDA Natal
IxDA Natal
 
Slide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em redeSlide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em rede
 
Slide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em redeSlide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em rede
 
Slide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em redeSlide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em rede
 
Slide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em redeSlide de atuaçao em rede
Slide de atuaçao em rede
 
Netweaving
NetweavingNetweaving
Netweaving
 
O gestor de comunidades é o novo gestor de marketing?
O gestor de comunidades é o novo gestor de marketing?O gestor de comunidades é o novo gestor de marketing?
O gestor de comunidades é o novo gestor de marketing?
 
Comunidades de Pratica
Comunidades de PraticaComunidades de Pratica
Comunidades de Pratica
 
Apresentação Templo
Apresentação TemploApresentação Templo
Apresentação Templo
 
Teias na midia social
Teias na midia socialTeias na midia social
Teias na midia social
 
Como cultivar a cultura de inovação dentro de uma empresa
Como cultivar a cultura de inovação dentro de uma empresaComo cultivar a cultura de inovação dentro de uma empresa
Como cultivar a cultura de inovação dentro de uma empresa
 
2.3.4.
2.3.4. 2.3.4.
2.3.4.
 
Muito além do encontro | #3 comunidade
Muito além do encontro | #3 comunidadeMuito além do encontro | #3 comunidade
Muito além do encontro | #3 comunidade
 
Sobre Social Business Design
Sobre Social Business DesignSobre Social Business Design
Sobre Social Business Design
 

Por que trabalhar em rede nos dias de hoje? O modelo colaborativo da Rede Dervish.

  • 1. REDE DERVISH, O NOSSO JEITO DE TRABALHAR.
  • 2. “O nosso mundo está grávido de outro mundo.” Eduardo Galeano
  • 3. Qual é a nossa causa? As marcas podem criar movimentos culturais que tornem o mundo um lugar melhor.
  • 4. O que buscamos? Nova visão sobre as marcas Time de transição - hackers do sistema Ampliação de consciência Novos valores emergentes
  • 5. Somos uma rede de cultural hackers que constrói marcas com propósito para um mundo em transição inspiradas em novos valores emergentes.
  • 7. Queremos ser a melhor consultoria de marcas para este novo mundo.
  • 8. Do que vamos precisar? Atrair uma nova geração de planners talentosos e apaixonados pela causa.
  • 9. Como conseguiremos isso? #1 Criar uma nova relação de trabalho, em rede #2 (des)aprender, criar uma “(un)school”
  • 10. Por que criar uma rede? A rede é a configuração entre as pessoas que empodera e respeita o individual de cada um e ao mesmo tempo, cultiva conexões abundantes através do coletivo. “I need we to be fully I”. Carl Jung
  • 11. O novo mundo aberto e as redes descentralizadas
  • 14. Os 3 princípios do “open culture” #Universal access #Loosely coordinated participants #Improvements
  • 15. Os Valores da Cultura Open TRANSPARÊNCIA COLABORAÇÃO PROTAGONISMO
  • 16. A migração para redes mais distribuídas
  • 18. Questionamento de todos os sistemas centralizados e hierárquicos
  • 19.
  • 20. “As we scaled, we noticed that the bureaucracy we were all used to was getting in the way of adaptability,"
  • 21. As redes que estão surgindo
  • 22. As redes que estão surgindo
  • 24. O que é a Rede Dervish? Ecossistema de indivíduos e empresas que acreditam na causa da Dervish. A causa é o elemento que une os integrantes da rede.
  • 25. Como a Rede Dervish se sustenta? Para se sustentar, a Rede Dervish precisa viver em função de projetos. Os integrantes devem estar a serviço de projetos. É a única forma de obtermos ganhos coletivos.
  • 26. Os princípios da rede ABERTURA INCLUSÃO COLABORAÇÃO CONFIANÇA FÉ Princípios emprestados da Rede Ubuntu
  • 27. A quem se destina? Valoriza autonomia e liberdade Busca o pertencimento Gosta de colaborar Senso de empreendedorismo Respeita a liberdade do outro
  • 29. Formas de participar da rede Namoro Integrante (sem renda) Integrante participante de projetos Integrante que traz novos projetos
  • 30. Virou integrante Conteúdos Dervish no Dropbox (todos os projetos) Participação no grupo fechado do Facebook Participação dos encontros internos Compartilhamento de conhecimento
  • 31. Encontros da rede Dervish Pulso - gestão da rede (1x por mês) Dervish Giro - papo com convidado (1x por mês) Dervish Unschool
  • 32. Troca financeira 1) Participação nos projetos: a combinar 2) Indicação de projetos: recebe 10% do faturamento 3) Novos projetos: contribui c/ 15% do faturamento dos quais: #50% administração rede (site, espaço, dropbox) #50% fundadores
  • 33. Prospecção Ninguém é obrigado. Nós daremos apoio nas prospeções. Não adianta ficar na rede apenas esperando por projetos. Oportunidades aumentam com a força do coletivo.
  • 34. Participação na gestão da Rede Dervish A participação na gestão é voluntária. Cada pessoa decide como quer contribuir. Decisões são compartilhadas.
  • 35. Responsabilidades perante os clientes Empresas contratam indivíduos, membros de uma rede que inspiram uma filosofia.