SlideShare uma empresa Scribd logo
FONTE: Ministério da Saúde, Departamento da Atenção Básica, 2015. Disponível em: dab.saude.gov.br
1º Ciclo (2011/2012) 2º Ciclo (2013/2014)
3.965 municípios 71,2% 5.070 municípios 91,0 %
17.482 Equipes de Atenção
Básica e Saúde Bucal
53,1% 30.522 Equipes de Atenção Básica 88,7 %
- - 19.946 Equipes de Saúde Bucal 89,6%
- - 1.813 NASF 93,0%
- - 860 CEO 94,2%
Adesões ao 1º e 2º ciclos do PMAQ
(2011 e 2013)
FONTE: Ministério da Saúde, Departamento da Atenção Básica, 2015. Disponível em: dab.saude.gov.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...
Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...
Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Novas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-AB
Novas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-ABNovas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-AB
Novas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-AB
Leonardo Savassi
 
Texto 2 amaq
Texto 2   amaqTexto 2   amaq
Texto 2 amaq
comunidadedepraticas
 
Pmaq geres 01
Pmaq geres 01Pmaq geres 01
Pmaq geres 01
gerenciaeq
 
PMAQ Oficina BA
PMAQ Oficina BAPMAQ Oficina BA
PMAQ Oficina BA
tmunicipal
 
Maternidade Balbina Mestrinho
Maternidade Balbina MestrinhoMaternidade Balbina Mestrinho
Maternidade Balbina Mestrinho
Portal da Inovação em Saúde
 
Amq exemplo matriz intervenção (1)
Amq exemplo matriz intervenção (1)Amq exemplo matriz intervenção (1)
Amq exemplo matriz intervenção (1)
Janice Paulino
 
O papel dos Protocolos de Enfermagem no município de Jaraguá do Sul (SC) co...
O papel dos Protocolos de  Enfermagem no município de  Jaraguá do Sul (SC) co...O papel dos Protocolos de  Enfermagem no município de  Jaraguá do Sul (SC) co...
O papel dos Protocolos de Enfermagem no município de Jaraguá do Sul (SC) co...
Portal da Inovação em Saúde
 
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira Jorge
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira JorgePor uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira Jorge
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira Jorge
comunidadedepraticas
 
7ª ASSEMBLEIA – APRIMORAMENTO DA PNAB
7ª ASSEMBLEIA – APRIMORAMENTO DA PNAB7ª ASSEMBLEIA – APRIMORAMENTO DA PNAB
7ª ASSEMBLEIA – APRIMORAMENTO DA PNAB
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Curso de Capacitação Continuada para Agentes Comunitários de Saúde
Curso de Capacitação Continuada para Agentes Comunitários de SaúdeCurso de Capacitação Continuada para Agentes Comunitários de Saúde
Curso de Capacitação Continuada para Agentes Comunitários de Saúde
Educ&Saude
 
Apresentação natal 20_03_2014
Apresentação natal 20_03_2014Apresentação natal 20_03_2014
Amaq nasf (1)
Amaq nasf (1)Amaq nasf (1)
Amaq nasf (1)
ivone guedes borges
 
A ORGANIZAÇÃO DA ATENÇÃO PRIMÁRIA A SAÚDE: A EXPERIÊNCIA DE FORTALEZA
A ORGANIZAÇÃO  DA  ATENÇÃO PRIMÁRIA A SAÚDE:  A EXPERIÊNCIA DE FORTALEZAA ORGANIZAÇÃO  DA  ATENÇÃO PRIMÁRIA A SAÚDE:  A EXPERIÊNCIA DE FORTALEZA
A ORGANIZAÇÃO DA ATENÇÃO PRIMÁRIA A SAÚDE: A EXPERIÊNCIA DE FORTALEZA
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Produzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge Zepeda
Produzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge ZepedaProduzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge Zepeda
Produzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge Zepeda
comunidadedepraticas
 
Laboratório de Planificação da APS no município de Tauá/CE
Laboratório de Planificação da APS no município de Tauá/CELaboratório de Planificação da APS no município de Tauá/CE
Laboratório de Planificação da APS no município de Tauá/CE
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Planejamento Regional Integrado
Planejamento Regional IntegradoPlanejamento Regional Integrado
PlanificaSUS
PlanificaSUSPlanificaSUS
Atenção básica no município de Osório
Atenção básica no município de OsórioAtenção básica no município de Osório
Atenção básica no município de Osório
Educ&Saude
 
A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...
A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...
A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 

Mais procurados (20)

Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...
Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...
Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...
 
Novas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-AB
Novas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-ABNovas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-AB
Novas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-AB
 
Texto 2 amaq
Texto 2   amaqTexto 2   amaq
Texto 2 amaq
 
Pmaq geres 01
Pmaq geres 01Pmaq geres 01
Pmaq geres 01
 
PMAQ Oficina BA
PMAQ Oficina BAPMAQ Oficina BA
PMAQ Oficina BA
 
Maternidade Balbina Mestrinho
Maternidade Balbina MestrinhoMaternidade Balbina Mestrinho
Maternidade Balbina Mestrinho
 
Amq exemplo matriz intervenção (1)
Amq exemplo matriz intervenção (1)Amq exemplo matriz intervenção (1)
Amq exemplo matriz intervenção (1)
 
O papel dos Protocolos de Enfermagem no município de Jaraguá do Sul (SC) co...
O papel dos Protocolos de  Enfermagem no município de  Jaraguá do Sul (SC) co...O papel dos Protocolos de  Enfermagem no município de  Jaraguá do Sul (SC) co...
O papel dos Protocolos de Enfermagem no município de Jaraguá do Sul (SC) co...
 
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira Jorge
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira JorgePor uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira Jorge
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira Jorge
 
7ª ASSEMBLEIA – APRIMORAMENTO DA PNAB
7ª ASSEMBLEIA – APRIMORAMENTO DA PNAB7ª ASSEMBLEIA – APRIMORAMENTO DA PNAB
7ª ASSEMBLEIA – APRIMORAMENTO DA PNAB
 
Curso de Capacitação Continuada para Agentes Comunitários de Saúde
Curso de Capacitação Continuada para Agentes Comunitários de SaúdeCurso de Capacitação Continuada para Agentes Comunitários de Saúde
Curso de Capacitação Continuada para Agentes Comunitários de Saúde
 
Apresentação natal 20_03_2014
Apresentação natal 20_03_2014Apresentação natal 20_03_2014
Apresentação natal 20_03_2014
 
Amaq nasf (1)
Amaq nasf (1)Amaq nasf (1)
Amaq nasf (1)
 
A ORGANIZAÇÃO DA ATENÇÃO PRIMÁRIA A SAÚDE: A EXPERIÊNCIA DE FORTALEZA
A ORGANIZAÇÃO  DA  ATENÇÃO PRIMÁRIA A SAÚDE:  A EXPERIÊNCIA DE FORTALEZAA ORGANIZAÇÃO  DA  ATENÇÃO PRIMÁRIA A SAÚDE:  A EXPERIÊNCIA DE FORTALEZA
A ORGANIZAÇÃO DA ATENÇÃO PRIMÁRIA A SAÚDE: A EXPERIÊNCIA DE FORTALEZA
 
Produzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge Zepeda
Produzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge ZepedaProduzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge Zepeda
Produzindo movimentos locais na relação com o PMAQ - Jorge Zepeda
 
Laboratório de Planificação da APS no município de Tauá/CE
Laboratório de Planificação da APS no município de Tauá/CELaboratório de Planificação da APS no município de Tauá/CE
Laboratório de Planificação da APS no município de Tauá/CE
 
Planejamento Regional Integrado
Planejamento Regional IntegradoPlanejamento Regional Integrado
Planejamento Regional Integrado
 
PlanificaSUS
PlanificaSUSPlanificaSUS
PlanificaSUS
 
Atenção básica no município de Osório
Atenção básica no município de OsórioAtenção básica no município de Osório
Atenção básica no município de Osório
 
A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...
A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...
A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO ÀS CONDIÇÕES CRÔNICAS (LI...
 

Último

Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 

Último (20)

Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 

Pmaq curso apresentação4_equipes participantes pmaq

  • 1. FONTE: Ministério da Saúde, Departamento da Atenção Básica, 2015. Disponível em: dab.saude.gov.br
  • 2. 1º Ciclo (2011/2012) 2º Ciclo (2013/2014) 3.965 municípios 71,2% 5.070 municípios 91,0 % 17.482 Equipes de Atenção Básica e Saúde Bucal 53,1% 30.522 Equipes de Atenção Básica 88,7 % - - 19.946 Equipes de Saúde Bucal 89,6% - - 1.813 NASF 93,0% - - 860 CEO 94,2% Adesões ao 1º e 2º ciclos do PMAQ (2011 e 2013) FONTE: Ministério da Saúde, Departamento da Atenção Básica, 2015. Disponível em: dab.saude.gov.br