SlideShare uma empresa Scribd logo
Pele
Estrutura da Pele
Estrutura da Pele


            Pele




 Epiderme          Derme
Origem da Pele

               Ectoderme




    Epiderme           Glândulas da
                           pele




               Mesoderme




                  Derme
Estrutura da epiderme

É um epitélio
pavimentoso
estratificado
Estrutura da epiderme
Estrutura da epiderme



                                                       Epiderme




                                                                 Cél.
                      Queratinócitos          Melanócitos                              Cel Merkel
                                                              Langerhans




              Sintetizam a          Mais       Produzem            Detetam     Mecano-        Sensibilidade
               queratina         abundantes    melanina           antigénios   recetores          tátil




  firmeza à                                    Protege das
                     Impermeabilização                             Defesa
  epiderme                                    radiações UV
Estrutura da epiderme
Estrutura da derme
Estrutura da derme
Anexos da Pele


Células da epiderme
dividem-se




Mergulham na derme



Originando os anexos
da pele
Estrutura do pelo
Origem do pelo

                                Pelo


              Origem                              Estrutura


 Divisão mitótica    Que se
  das células da    afunda na      Externa                      Interna
    epiderme        mesoderme

 As células da
    papila                             Folículo
queratinizam-se             Eixo        piloso       Cutícula   Córtex    Medula
                                        (raíz)

   Migrando
    para a
   superfície
Estrutura da unha
Origem da unha




O primórdio da unha é um espessamento da epiderme, o campo ungueal
(figura A) que se desenvolve a partir da placa ungueal que cresce em
direção à ponta do dedo (figura B). A unha alcança a extremidade do
dedo antes do nascimento (figura C).
Glândulas sebácea
Glândulas sudorípara
Envelhecimento da pele


                                     Envelhecimento
                                         da pele




               bebé                                               Com a idade




                      Camada muito     A derme e a                          A irrigação
 Camada mais                                          Perde a gordura
                         fina de        epiderme                           sanguínea da
  grossa de                                              do estrato                       Pele mais seca
                        queratina    tornam-se mais                        pele também
   gordura.                                             subcutâneo,
                        protetora         finas                               diminui




A pele tem tendência para sofrer alterações ao longo da vida do
indivíduo.
Causas do envelhecimento da pele

O envelhecimento natural (sob influência genética e
hormonal)




O envelhecimento associado ao meio ambiente (sol,
poluição, alimentação, álcool e tabaco)
Características da pele envelhecida



                       Pele
                    envelhecida



                                                   Lesões
                                  Alteração da
Pele seca   Rugas    Flacidez                    provocadas
                                  pigmentação
                                                   pelo sol
Envelhecimento



                          Envelhecimento
                            intrínseco




Alterações na    Colagénio tipo
                                       Perda        Aumento da
  estrutura          III é
                                   progressiva da    fragilidade
 química das    substituído por
                                     espessura        cutânea.
  proteínas     colagénio tipo I
Envelhecimento

               Fotoenvelhecimento




           Efeito da
        exposição aos      Características
          raios ultra




                                                   Com manchas
Superfície                               Textura
                 Sulcos e rugas                    e de coloração
 irregular                               espessa
                                                     amarelada
Alterações dermatológicas do
envelhecimento
 Fatores hormonais (diminuição dos níveis de estrogénio e da
 progesterona)




 Fatores genéticos (envelhecimento cronológico- devido à idade)




 Fatores ambientais (sol – fotoenvelhecimento)
Alterações dermatológicas do
envelhecimento
 Hábitos da paciente (fumo, abuso do álcool,
 atividade física, alimentação)


 Condições Gerais dos outros órgãos (hepatite,
 aterosclerose)




 Doenças cutâneas ou sistêmicos associados
 (Diabetes, hipotiroidismo, melanoma, cancro).
A diminuição do Estrógeno
Diminuição atividade mitótica (capacidade
regeneração da pele).



Diminuição da síntese de colagénio (flacidez,
rugas).



Pele mais fina, diminuindo a resistência aos
choques mecânicos (hematomas).



Áreas com maior quantidade de queratina
(espessamento da sola dos pés, joelho e
cotovelo).
A diminuição do Estrógeno

Após os 60 anos de idade, o colagénio torna-
se mais rígido e deixa manchas roxas nos
braços.




Nos primeiros cinco anos de privação
estrogénica (climatério), a mulher perde de
30% a 40% do colagénio.




Após esse período a mulher passa a perder
2% de colagénio, sendo o envelhecimento
mais lento.
A diminuição de Progesterona




     Aumento da ação
                       nas glândulas        pelos do corpo e
        hormonas
                         sebáceas            couro cabeludo
       masculinas




                                       oleosidade nos
      queda de cabelo
                                           cabelos
Alterações dermatológicas do
envelhecimento

     Epiderme               torna-se fina                aumento da queratina




       Derme     diminuição de fibras                               diminuição de
                                        desidratação da pele
                    de colagénio                                      mastócitos




     Glândulas                      diminuição
     Sebáceas    número                                 Pele mais
                                        da
                 normal                                   seca
                                     secreção
Alterações dermatológicas do
envelhecimento

                           crescem           sem brilho          cor mais
         Unhas               mais                e              amarelada
                           devagar          quebradiças          e opaca




        Pigmentação                  manchas                   e/ou
                                     escuras              esbranquiçadas




  Órgãos terminais (Meissner, Vater Pacini e Merckel) têm diminuição em número e
  volume o que leva a uma diminuição da sensibilidade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Técnica de indução de colágeno
Técnica de indução de colágeno Técnica de indução de colágeno
Técnica de indução de colágeno
Amanda Hamaue
 
Acne Fisioterapia Dermatofuncional
Acne Fisioterapia DermatofuncionalAcne Fisioterapia Dermatofuncional
Acne Fisioterapia Dermatofuncional
Universidade Norte do Paraná
 
Sistema Tegumentar
Sistema TegumentarSistema Tegumentar
Sistema Tegumentar
Giulio Bonanno
 
Aula: Pele, Glândulas, Pelos e Unhas
Aula: Pele, Glândulas, Pelos e UnhasAula: Pele, Glândulas, Pelos e Unhas
Aula: Pele, Glândulas, Pelos e Unhas
Herbert Cristian de Souza
 
Limpeza de Pele
Limpeza de PeleLimpeza de Pele
Limpeza de Pele
Julie Christie Do Brasil
 
E Book Microagulhamento
E Book MicroagulhamentoE Book Microagulhamento
E Book Microagulhamento
ICosmetologia Educacional
 
microagulhamento
microagulhamentomicroagulhamento
microagulhamento
julianadosanjosmedei
 
Tipos de pele
Tipos de peleTipos de pele
Tipos de pele
Rosi Dias
 
Apostila curso limpeza de pele e tratamento de acne - edduc
Apostila curso limpeza de pele e tratamento de acne - edducApostila curso limpeza de pele e tratamento de acne - edduc
Apostila curso limpeza de pele e tratamento de acne - edduc
edduc
 
Tricologia
TricologiaTricologia
Tricologia
Marciomimoto
 
Estrutura e Funções da Pele - Reacções de Hipersensibilidade Associadas à Ú...
Estrutura e Funções da Pele - Reacções de Hipersensibilidade Associadas à Ú...Estrutura e Funções da Pele - Reacções de Hipersensibilidade Associadas à Ú...
Estrutura e Funções da Pele - Reacções de Hipersensibilidade Associadas à Ú...
Elcos&Ulcus - Sociedade Feridas
 
Tricologia
TricologiaTricologia
Tricologia
Bosco Magalhaex
 
Epilação e depilação
Epilação e depilaçãoEpilação e depilação
Epilação e depilação
Teresa Castilho
 
Manual de Orientação e Tratamento para Hipercromia
Manual de Orientação e Tratamento para Hipercromia Manual de Orientação e Tratamento para Hipercromia
Manual de Orientação e Tratamento para Hipercromia
Dagoberto Azevedo
 
Cosmetologia corporal Fisioterapia Dermato Funcional
Cosmetologia corporal   Fisioterapia Dermato FuncionalCosmetologia corporal   Fisioterapia Dermato Funcional
Cosmetologia corporal Fisioterapia Dermato Funcional
Mayara Rodrigues
 
O alta freqüência.
O alta freqüência.O alta freqüência.
O alta freqüência.
Míriam Ferreira
 
Depilação a laser
Depilação a laserDepilação a laser
Depilação a laser
Wando Pagani
 
TREINAMENTO UF3.pptx
TREINAMENTO UF3.pptxTREINAMENTO UF3.pptx
TREINAMENTO UF3.pptx
SulLaserLocaes1
 
Peeling Básico Instituto Keynes
Peeling Básico Instituto KeynesPeeling Básico Instituto Keynes
Peeling Básico Instituto Keynes
Instituto Keynes
 
Estruturas capilares e cores
Estruturas capilares e coresEstruturas capilares e cores
Estruturas capilares e cores
thalyta
 

Mais procurados (20)

Técnica de indução de colágeno
Técnica de indução de colágeno Técnica de indução de colágeno
Técnica de indução de colágeno
 
Acne Fisioterapia Dermatofuncional
Acne Fisioterapia DermatofuncionalAcne Fisioterapia Dermatofuncional
Acne Fisioterapia Dermatofuncional
 
Sistema Tegumentar
Sistema TegumentarSistema Tegumentar
Sistema Tegumentar
 
Aula: Pele, Glândulas, Pelos e Unhas
Aula: Pele, Glândulas, Pelos e UnhasAula: Pele, Glândulas, Pelos e Unhas
Aula: Pele, Glândulas, Pelos e Unhas
 
Limpeza de Pele
Limpeza de PeleLimpeza de Pele
Limpeza de Pele
 
E Book Microagulhamento
E Book MicroagulhamentoE Book Microagulhamento
E Book Microagulhamento
 
microagulhamento
microagulhamentomicroagulhamento
microagulhamento
 
Tipos de pele
Tipos de peleTipos de pele
Tipos de pele
 
Apostila curso limpeza de pele e tratamento de acne - edduc
Apostila curso limpeza de pele e tratamento de acne - edducApostila curso limpeza de pele e tratamento de acne - edduc
Apostila curso limpeza de pele e tratamento de acne - edduc
 
Tricologia
TricologiaTricologia
Tricologia
 
Estrutura e Funções da Pele - Reacções de Hipersensibilidade Associadas à Ú...
Estrutura e Funções da Pele - Reacções de Hipersensibilidade Associadas à Ú...Estrutura e Funções da Pele - Reacções de Hipersensibilidade Associadas à Ú...
Estrutura e Funções da Pele - Reacções de Hipersensibilidade Associadas à Ú...
 
Tricologia
TricologiaTricologia
Tricologia
 
Epilação e depilação
Epilação e depilaçãoEpilação e depilação
Epilação e depilação
 
Manual de Orientação e Tratamento para Hipercromia
Manual de Orientação e Tratamento para Hipercromia Manual de Orientação e Tratamento para Hipercromia
Manual de Orientação e Tratamento para Hipercromia
 
Cosmetologia corporal Fisioterapia Dermato Funcional
Cosmetologia corporal   Fisioterapia Dermato FuncionalCosmetologia corporal   Fisioterapia Dermato Funcional
Cosmetologia corporal Fisioterapia Dermato Funcional
 
O alta freqüência.
O alta freqüência.O alta freqüência.
O alta freqüência.
 
Depilação a laser
Depilação a laserDepilação a laser
Depilação a laser
 
TREINAMENTO UF3.pptx
TREINAMENTO UF3.pptxTREINAMENTO UF3.pptx
TREINAMENTO UF3.pptx
 
Peeling Básico Instituto Keynes
Peeling Básico Instituto KeynesPeeling Básico Instituto Keynes
Peeling Básico Instituto Keynes
 
Estruturas capilares e cores
Estruturas capilares e coresEstruturas capilares e cores
Estruturas capilares e cores
 

Destaque

Fotos fantásticas
Fotos fantásticasFotos fantásticas
Fotos fantásticas
Jorge Alberto Araujo
 
A pele tiago lopes
A pele   tiago lopesA pele   tiago lopes
A pele tiago lopes
profgaspar
 
Pele e anexos
Pele e anexosPele e anexos
Pele e anexos
kassiel
 
Aula 3 Anatomia - Pele e Anexos
Aula 3 Anatomia - Pele e Anexos Aula 3 Anatomia - Pele e Anexos
Aula 3 Anatomia - Pele e Anexos
Julia Berardo
 
Cuidados de rosto
Cuidados de rostoCuidados de rosto
Cuidados de rosto
Alexandra Teixeira
 
Aprenda alguns habitos que rejuvenescem a sua pele
Aprenda alguns habitos que rejuvenescem a sua peleAprenda alguns habitos que rejuvenescem a sua pele
Aprenda alguns habitos que rejuvenescem a sua pele
Dr. Bem Estar
 
Conjutivos especiais
Conjutivos especiaisConjutivos especiais
Conjutivos especiais
letyap
 
Areas Referencia no Tratamento de Imagens com Photoshop
Areas Referencia no Tratamento de Imagens com PhotoshopAreas Referencia no Tratamento de Imagens com Photoshop
Areas Referencia no Tratamento de Imagens com Photoshop
dualpixel
 
Jacques Dequecker
Jacques DequeckerJacques Dequecker
Jacques Dequecker
Angelo Bonini
 
Catálogo Maquiagem Arcancil - 28 setembro 2013
Catálogo Maquiagem Arcancil - 28 setembro 2013Catálogo Maquiagem Arcancil - 28 setembro 2013
Catálogo Maquiagem Arcancil - 28 setembro 2013
Meus Cosméticos
 
Turnê 2016 de Maquiagem Profissional com Henrique Foizzer | Brasil
Turnê 2016 de Maquiagem Profissional com Henrique Foizzer | BrasilTurnê 2016 de Maquiagem Profissional com Henrique Foizzer | Brasil
Turnê 2016 de Maquiagem Profissional com Henrique Foizzer | Brasil
Instituto Foizzer
 
Palestra Planejando A Abertura de sua Empresa 2009
Palestra Planejando A Abertura de sua Empresa 2009Palestra Planejando A Abertura de sua Empresa 2009
Palestra Planejando A Abertura de sua Empresa 2009
SEBRAE MS
 
Negócios da beleza
Negócios da belezaNegócios da beleza
CUIDAR DA PELE EM 3 PASSOS. Tenha uma pele saudável e linda.
CUIDAR DA PELE EM 3 PASSOS. Tenha uma pele saudável e linda.CUIDAR DA PELE EM 3 PASSOS. Tenha uma pele saudável e linda.
CUIDAR DA PELE EM 3 PASSOS. Tenha uma pele saudável e linda.
Carla Araujo
 
Curso de Pele e Maquiagem
Curso de Pele e MaquiagemCurso de Pele e Maquiagem
Curso de Pele e Maquiagem
Bruna Taiss
 
Maquiagem descartavel ariovaldo cipriano
Maquiagem descartavel   ariovaldo ciprianoMaquiagem descartavel   ariovaldo cipriano
Maquiagem descartavel ariovaldo cipriano
Ani Inventores
 
Curso básico p iniciantes na maquiagem
Curso básico p iniciantes na maquiagemCurso básico p iniciantes na maquiagem
Curso básico p iniciantes na maquiagem
Sharlenne Turitcheva Oliveira Da Silva
 
Maquiagem São José do Rio Preto, site de maquiagem, blog de maquiagem e loja ...
Maquiagem São José do Rio Preto, site de maquiagem, blog de maquiagem e loja ...Maquiagem São José do Rio Preto, site de maquiagem, blog de maquiagem e loja ...
Maquiagem São José do Rio Preto, site de maquiagem, blog de maquiagem e loja ...
Maquiagem Rio Preto
 
Tipos de pincéis
Tipos de pincéisTipos de pincéis
Tipos de pincéis
Sumara Gil
 
SemióTica Das Cores
SemióTica Das CoresSemióTica Das Cores
SemióTica Das Cores
João Costa
 

Destaque (20)

Fotos fantásticas
Fotos fantásticasFotos fantásticas
Fotos fantásticas
 
A pele tiago lopes
A pele   tiago lopesA pele   tiago lopes
A pele tiago lopes
 
Pele e anexos
Pele e anexosPele e anexos
Pele e anexos
 
Aula 3 Anatomia - Pele e Anexos
Aula 3 Anatomia - Pele e Anexos Aula 3 Anatomia - Pele e Anexos
Aula 3 Anatomia - Pele e Anexos
 
Cuidados de rosto
Cuidados de rostoCuidados de rosto
Cuidados de rosto
 
Aprenda alguns habitos que rejuvenescem a sua pele
Aprenda alguns habitos que rejuvenescem a sua peleAprenda alguns habitos que rejuvenescem a sua pele
Aprenda alguns habitos que rejuvenescem a sua pele
 
Conjutivos especiais
Conjutivos especiaisConjutivos especiais
Conjutivos especiais
 
Areas Referencia no Tratamento de Imagens com Photoshop
Areas Referencia no Tratamento de Imagens com PhotoshopAreas Referencia no Tratamento de Imagens com Photoshop
Areas Referencia no Tratamento de Imagens com Photoshop
 
Jacques Dequecker
Jacques DequeckerJacques Dequecker
Jacques Dequecker
 
Catálogo Maquiagem Arcancil - 28 setembro 2013
Catálogo Maquiagem Arcancil - 28 setembro 2013Catálogo Maquiagem Arcancil - 28 setembro 2013
Catálogo Maquiagem Arcancil - 28 setembro 2013
 
Turnê 2016 de Maquiagem Profissional com Henrique Foizzer | Brasil
Turnê 2016 de Maquiagem Profissional com Henrique Foizzer | BrasilTurnê 2016 de Maquiagem Profissional com Henrique Foizzer | Brasil
Turnê 2016 de Maquiagem Profissional com Henrique Foizzer | Brasil
 
Palestra Planejando A Abertura de sua Empresa 2009
Palestra Planejando A Abertura de sua Empresa 2009Palestra Planejando A Abertura de sua Empresa 2009
Palestra Planejando A Abertura de sua Empresa 2009
 
Negócios da beleza
Negócios da belezaNegócios da beleza
Negócios da beleza
 
CUIDAR DA PELE EM 3 PASSOS. Tenha uma pele saudável e linda.
CUIDAR DA PELE EM 3 PASSOS. Tenha uma pele saudável e linda.CUIDAR DA PELE EM 3 PASSOS. Tenha uma pele saudável e linda.
CUIDAR DA PELE EM 3 PASSOS. Tenha uma pele saudável e linda.
 
Curso de Pele e Maquiagem
Curso de Pele e MaquiagemCurso de Pele e Maquiagem
Curso de Pele e Maquiagem
 
Maquiagem descartavel ariovaldo cipriano
Maquiagem descartavel   ariovaldo ciprianoMaquiagem descartavel   ariovaldo cipriano
Maquiagem descartavel ariovaldo cipriano
 
Curso básico p iniciantes na maquiagem
Curso básico p iniciantes na maquiagemCurso básico p iniciantes na maquiagem
Curso básico p iniciantes na maquiagem
 
Maquiagem São José do Rio Preto, site de maquiagem, blog de maquiagem e loja ...
Maquiagem São José do Rio Preto, site de maquiagem, blog de maquiagem e loja ...Maquiagem São José do Rio Preto, site de maquiagem, blog de maquiagem e loja ...
Maquiagem São José do Rio Preto, site de maquiagem, blog de maquiagem e loja ...
 
Tipos de pincéis
Tipos de pincéisTipos de pincéis
Tipos de pincéis
 
SemióTica Das Cores
SemióTica Das CoresSemióTica Das Cores
SemióTica Das Cores
 

Semelhante a Pele

Treinamento Nivea Visage
Treinamento Nivea VisageTreinamento Nivea Visage
Treinamento Nivea Visage
CiaPromo Comunicação Integrada
 
Sistema tegumentar
Sistema tegumentarSistema tegumentar
Sistema tegumentar
Maisa Bruna
 
UFCD-pele e a sua integridade - ensino profissional.pdf
UFCD-pele e a sua integridade -  ensino profissional.pdfUFCD-pele e a sua integridade -  ensino profissional.pdf
UFCD-pele e a sua integridade - ensino profissional.pdf
Isaura Mourão
 
Exame físico Pele e Fâneros.pdf
Exame físico Pele e Fâneros.pdfExame físico Pele e Fâneros.pdf
Exame físico Pele e Fâneros.pdf
douglas870578
 
Estrias atróficas
Estrias atróficas  Estrias atróficas
Estrias atróficas
Tatiane F. S. Medeiros
 
Simpósio Buona Vita 2011 Bases Biocompatíveis
Simpósio Buona Vita 2011 Bases BiocompatíveisSimpósio Buona Vita 2011 Bases Biocompatíveis
Simpósio Buona Vita 2011 Bases Biocompatíveis
Buona Vita
 
Aula 1.pdf
Aula 1.pdfAula 1.pdf
Curso clareamento de manchas - Edduc
Curso clareamento de manchas - EdducCurso clareamento de manchas - Edduc
Curso clareamento de manchas - Edduc
edduc
 
Aula 1. A pele.ppt
Aula 1. A pele.pptAula 1. A pele.ppt
Aula 1. A pele.ppt
JssicaMendes88
 
Tipos de Pele.pptx
Tipos de Pele.pptxTipos de Pele.pptx
Tipos de Pele.pptx
jcmmcoelho
 
Ciência da pele
Ciência da peleCiência da pele
Ciência da pele
menudemaquiagem
 
Anatomia da estrutura da pele
Anatomia da estrutura da peleAnatomia da estrutura da pele
Anatomia da estrutura da pele
MAYCONABENICIO
 
Anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - Estácio.ppt
Anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - Estácio.pptAnatomia e fisiologia do sistema tegumentar - Estácio.ppt
Anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - Estácio.ppt
FranciscoAudisio2
 
DISTURBIOS DE PIGMENTACAO
DISTURBIOS DE PIGMENTACAODISTURBIOS DE PIGMENTACAO
DISTURBIOS DE PIGMENTACAO
AmandaVanelli1
 
Depeeling
DepeelingDepeeling
Depeeling
Viver Bem
 
Aula 2 EA- Semiologia, Anamnese e Fotos de Face - 22-2.pptx
Aula 2 EA- Semiologia, Anamnese e Fotos de Face - 22-2.pptxAula 2 EA- Semiologia, Anamnese e Fotos de Face - 22-2.pptx
Aula 2 EA- Semiologia, Anamnese e Fotos de Face - 22-2.pptx
RenataDaCostaPereira1
 
Anatomia - sistema tegumentar
Anatomia -  sistema tegumentarAnatomia -  sistema tegumentar
Anatomia - sistema tegumentar
Luis Antonio Cezar Junior
 

Semelhante a Pele (17)

Treinamento Nivea Visage
Treinamento Nivea VisageTreinamento Nivea Visage
Treinamento Nivea Visage
 
Sistema tegumentar
Sistema tegumentarSistema tegumentar
Sistema tegumentar
 
UFCD-pele e a sua integridade - ensino profissional.pdf
UFCD-pele e a sua integridade -  ensino profissional.pdfUFCD-pele e a sua integridade -  ensino profissional.pdf
UFCD-pele e a sua integridade - ensino profissional.pdf
 
Exame físico Pele e Fâneros.pdf
Exame físico Pele e Fâneros.pdfExame físico Pele e Fâneros.pdf
Exame físico Pele e Fâneros.pdf
 
Estrias atróficas
Estrias atróficas  Estrias atróficas
Estrias atróficas
 
Simpósio Buona Vita 2011 Bases Biocompatíveis
Simpósio Buona Vita 2011 Bases BiocompatíveisSimpósio Buona Vita 2011 Bases Biocompatíveis
Simpósio Buona Vita 2011 Bases Biocompatíveis
 
Aula 1.pdf
Aula 1.pdfAula 1.pdf
Aula 1.pdf
 
Curso clareamento de manchas - Edduc
Curso clareamento de manchas - EdducCurso clareamento de manchas - Edduc
Curso clareamento de manchas - Edduc
 
Aula 1. A pele.ppt
Aula 1. A pele.pptAula 1. A pele.ppt
Aula 1. A pele.ppt
 
Tipos de Pele.pptx
Tipos de Pele.pptxTipos de Pele.pptx
Tipos de Pele.pptx
 
Ciência da pele
Ciência da peleCiência da pele
Ciência da pele
 
Anatomia da estrutura da pele
Anatomia da estrutura da peleAnatomia da estrutura da pele
Anatomia da estrutura da pele
 
Anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - Estácio.ppt
Anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - Estácio.pptAnatomia e fisiologia do sistema tegumentar - Estácio.ppt
Anatomia e fisiologia do sistema tegumentar - Estácio.ppt
 
DISTURBIOS DE PIGMENTACAO
DISTURBIOS DE PIGMENTACAODISTURBIOS DE PIGMENTACAO
DISTURBIOS DE PIGMENTACAO
 
Depeeling
DepeelingDepeeling
Depeeling
 
Aula 2 EA- Semiologia, Anamnese e Fotos de Face - 22-2.pptx
Aula 2 EA- Semiologia, Anamnese e Fotos de Face - 22-2.pptxAula 2 EA- Semiologia, Anamnese e Fotos de Face - 22-2.pptx
Aula 2 EA- Semiologia, Anamnese e Fotos de Face - 22-2.pptx
 
Anatomia - sistema tegumentar
Anatomia -  sistema tegumentarAnatomia -  sistema tegumentar
Anatomia - sistema tegumentar
 

Último

Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 

Pele

  • 3. Estrutura da Pele Pele Epiderme Derme
  • 4. Origem da Pele Ectoderme Epiderme Glândulas da pele Mesoderme Derme
  • 5. Estrutura da epiderme É um epitélio pavimentoso estratificado
  • 7. Estrutura da epiderme Epiderme Cél. Queratinócitos Melanócitos Cel Merkel Langerhans Sintetizam a Mais Produzem Detetam Mecano- Sensibilidade queratina abundantes melanina antigénios recetores tátil firmeza à Protege das Impermeabilização Defesa epiderme radiações UV
  • 11. Anexos da Pele Células da epiderme dividem-se Mergulham na derme Originando os anexos da pele
  • 13. Origem do pelo Pelo Origem Estrutura Divisão mitótica Que se das células da afunda na Externa Interna epiderme mesoderme As células da papila Folículo queratinizam-se Eixo piloso Cutícula Córtex Medula (raíz) Migrando para a superfície
  • 15. Origem da unha O primórdio da unha é um espessamento da epiderme, o campo ungueal (figura A) que se desenvolve a partir da placa ungueal que cresce em direção à ponta do dedo (figura B). A unha alcança a extremidade do dedo antes do nascimento (figura C).
  • 18. Envelhecimento da pele Envelhecimento da pele bebé Com a idade Camada muito A derme e a A irrigação Camada mais Perde a gordura fina de epiderme sanguínea da grossa de do estrato Pele mais seca queratina tornam-se mais pele também gordura. subcutâneo, protetora finas diminui A pele tem tendência para sofrer alterações ao longo da vida do indivíduo.
  • 19. Causas do envelhecimento da pele O envelhecimento natural (sob influência genética e hormonal) O envelhecimento associado ao meio ambiente (sol, poluição, alimentação, álcool e tabaco)
  • 20. Características da pele envelhecida Pele envelhecida Lesões Alteração da Pele seca Rugas Flacidez provocadas pigmentação pelo sol
  • 21. Envelhecimento Envelhecimento intrínseco Alterações na Colagénio tipo Perda Aumento da estrutura III é progressiva da fragilidade química das substituído por espessura cutânea. proteínas colagénio tipo I
  • 22. Envelhecimento Fotoenvelhecimento Efeito da exposição aos Características raios ultra Com manchas Superfície Textura Sulcos e rugas e de coloração irregular espessa amarelada
  • 23. Alterações dermatológicas do envelhecimento Fatores hormonais (diminuição dos níveis de estrogénio e da progesterona) Fatores genéticos (envelhecimento cronológico- devido à idade) Fatores ambientais (sol – fotoenvelhecimento)
  • 24. Alterações dermatológicas do envelhecimento Hábitos da paciente (fumo, abuso do álcool, atividade física, alimentação) Condições Gerais dos outros órgãos (hepatite, aterosclerose) Doenças cutâneas ou sistêmicos associados (Diabetes, hipotiroidismo, melanoma, cancro).
  • 25. A diminuição do Estrógeno Diminuição atividade mitótica (capacidade regeneração da pele). Diminuição da síntese de colagénio (flacidez, rugas). Pele mais fina, diminuindo a resistência aos choques mecânicos (hematomas). Áreas com maior quantidade de queratina (espessamento da sola dos pés, joelho e cotovelo).
  • 26. A diminuição do Estrógeno Após os 60 anos de idade, o colagénio torna- se mais rígido e deixa manchas roxas nos braços. Nos primeiros cinco anos de privação estrogénica (climatério), a mulher perde de 30% a 40% do colagénio. Após esse período a mulher passa a perder 2% de colagénio, sendo o envelhecimento mais lento.
  • 27. A diminuição de Progesterona Aumento da ação nas glândulas pelos do corpo e hormonas sebáceas couro cabeludo masculinas oleosidade nos queda de cabelo cabelos
  • 28. Alterações dermatológicas do envelhecimento Epiderme torna-se fina aumento da queratina Derme diminuição de fibras diminuição de desidratação da pele de colagénio mastócitos Glândulas diminuição Sebáceas número Pele mais da normal seca secreção
  • 29. Alterações dermatológicas do envelhecimento crescem sem brilho cor mais Unhas mais e amarelada devagar quebradiças e opaca Pigmentação manchas e/ou escuras esbranquiçadas Órgãos terminais (Meissner, Vater Pacini e Merckel) têm diminuição em número e volume o que leva a uma diminuição da sensibilidade