SlideShare uma empresa Scribd logo
1 
PPRROOTTEEÇÇÃÃOO DDOOSS 
CCOONNHHEECCIIMMEENNTTOOSS CCIIEENNTTÍÍFFIICCOOSS 
EE TTEECCNNOOLLÓÓGGIICCOOSS 
JJoosséé RReennaattoo CCaarrvvaallhhoo GGoommeess 
IInnssttiittuuttoo NNaacciioonnaall ddaa PPrroopprriieeddaaddee IInndduussttrriiaall –– IINNPPII 
Chefe do Escritório de Difusão Regional Sudeste I – DIREG/MG 
SSIIMMIINNOOVVEE 
VVII SSeemmiinnáárriioo ddee EEmmpprreeeennddeeddoorriissmmoo ee IInnoovvaaççããoo 
UUFFJJFF 
JJuuiizz ddee FFoorraa,, AAggoossttoo ddee 22001144
AA iinnoovvaaççããoo tteeccnnoollóóggiiccaa ee oo 
ddeesseennvvoollvviimmeennttoo ddaa 
hhuummaanniiddaaddee//ccaappiittaalliissmmoo
Capitalismo Comercial (século XV)
Capitalismo Industrial (primeira metade do século XVIII)
Capitalismo Monopolista/Financeiro (final do século XIX-início 
do século XX)
Capitalismo da Inovação Tecnológica (metade de século 
XX)
Entãooo… ppaarraa qquuee iinnoovvaarr??
A INOVAÇÃO é fundamental, pois: 
- é o motor do desenvolvimento; 
- promove o crescimento da empresa com um 
layout de novos produtos de menor custo de 
produção e maior valor agregado; 
- constitui um pilar de sustentação da 
competitividade, com impacto na qualidade, na 
diversidade e na produtividade;
VVeejjaamm aa iimmppoorrttâânncciiaa ddaa iinnoovvaaççããoo!!!!!!
Armazenamento de dados: 
1GB de 1987 a 2007
“O aparelho de três lâminas móveis já possuia 70 patentes. A versão Mach 
3 Turbo acrescentou outras 52 patentes”. 
Fonte: Isto é Dinheiro, 10/8/2010.
Logo... 
Todas as criações do intelecto humano 
conduzem, de alguma maneira, a um 
movimento inovador.
Então... 
Como proteger 
as criações 
inovadoras?
AAttrraavvééss ddooss aattiivvooss 
oorriiuunnddooss ddaa PPrroopprriieeddaaddee 
IInndduussttrriiaall!!!!!!!!
18
Fonte: Isto é Dinheiro
BBrraassiill nnoo CCoonntteexxttoo 
CCiieennttííffiiccoo//TTeeccnnoollóóggiiccoo MMuunnddiiaall
23 
Artigos BR publicados em relação ao mundo: 1996 à 2012 
Fonte: http://www.mct.gov.br
24 
Artigos BR publicados em relação ao mundo e AL: 1996 à 2012 
Fonte: http://www.mct.gov.br
25 
Depósito de pedidos de patentes no INPI: 2000 à 2012 
Fonte: http://www.mct.gov.br
Depósito de pedidos de patentes no INPI segundo a origem do depositante: 2000 à 2012 
26 
Fonte: http://www.mct.gov.br
Fonte: Thomson Reuters Web of Science
Fonte: Thomson Reuters Web of Science
Dispêndio em P&D em relação ao PIB: 2000 à 2012 
Fonte: http://www.mct.gov.br
Para pensar... 
Os governos de todo o mundo estão reconhecendo cada vez 
mais a importância da inovação como o principal 
motor do crescimento econômico.
Nos EUA, o presidente Obama declarou em seu discurso de 
Estado da União em 2011: 
“Na América, a inovação não apenas muda as 
nossas vidas. Ela é a maneira como nós ganhamos 
a vida.”
Na Europa, o presidente da União Europeia afirmou: 
“A inovação é o pilar da Estratégia Europa 2020, o 
nosso projeto europeu para recolocar a economia no 
caminho certo ao longo da década. Na verdade, 
trata-se de transformar novas ideias em crescimento, 
prosperidade, emprego e bem-estar.”
No Reino Unido, o governo introduziu 
recentemente o programa “Patentbox”, uma 
legislação tributária que se destina a incentivar a 
inovação no Reino Unido, fornecendo incentivos 
fiscais para lucros provenientes da venda de 
produtos e processos patenteados.
34 
OObbrriiggaaddoo!! 
jjrreennaattoo@@iinnppii..ggoovv..bbrr 
TTeell:: ((3311))33229911--55661144 
Observação: as imagens usadas para ilustrar esta apresentação 
não têm qualquer pretensão publicitária. Servem tão somente 
para fins didáticos.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Palestra VI SIMINOVE: Proteção do conhecimento cientifico e tecnológico - José Renato (INPI)

Guia da Política de Governança Pública
Guia da Política de Governança PúblicaGuia da Política de Governança Pública
Guia da Política de Governança Pública
Colaborativismo
 
Manual inovação v 6.1
Manual inovação v 6.1Manual inovação v 6.1
Manual inovação v 6.1
Eduardo Grizendi
 
Ceo Forum - 4th edition - final version for june 16, 2016
Ceo Forum - 4th edition - final version for june 16, 2016Ceo Forum - 4th edition - final version for june 16, 2016
Ceo Forum - 4th edition - final version for june 16, 2016
Daniel de Carvalho Luz
 
Manual inovação v 6.2
Manual inovação v 6.2Manual inovação v 6.2
Manual inovação v 6.2
Eduardo Grizendi
 
Manual inovação v 7.0
Manual inovação v 7.0Manual inovação v 7.0
Manual inovação v 7.0
Eduardo Grizendi
 
Dados Gerais da China
Dados Gerais da ChinaDados Gerais da China
Dados Gerais da China
EnsinoGeo
 
Sistema firjan-industria-4.0-2016
Sistema firjan-industria-4.0-2016Sistema firjan-industria-4.0-2016
Sistema firjan-industria-4.0-2016
Luiz Correia
 
sistema-firjan-industria-4.0-2016 (1).pdf
sistema-firjan-industria-4.0-2016 (1).pdfsistema-firjan-industria-4.0-2016 (1).pdf
sistema-firjan-industria-4.0-2016 (1).pdf
MarceloSouza932269
 
A Indústria e o Brasil - Uma agenda para crescer mais e melhor
A Indústria e o Brasil - Uma agenda para crescer mais e melhorA Indústria e o Brasil - Uma agenda para crescer mais e melhor
A Indústria e o Brasil - Uma agenda para crescer mais e melhor
Confederação Nacional da Indústria
 
Encontro Econômico Brasil Alemanha 2011
Encontro Econômico Brasil Alemanha 2011Encontro Econômico Brasil Alemanha 2011
Encontro Econômico Brasil Alemanha 2011
Confederação Nacional da Indústria
 
Seminário - O Comércio Exterior e a Indústira
Seminário - O Comércio Exterior e a IndústiraSeminário - O Comércio Exterior e a Indústira
Seminário - O Comércio Exterior e a Indústira
Ana Paula Passos Ferreira
 
Macrotendencias mundiais até 2040.pdf
Macrotendencias mundiais até 2040.pdfMacrotendencias mundiais até 2040.pdf
Macrotendencias mundiais até 2040.pdf
Eduardo520968
 
O mundo em 2016 rumo à depressão e ao totalitarismo
O mundo em 2016 rumo à depressão e ao totalitarismoO mundo em 2016 rumo à depressão e ao totalitarismo
O mundo em 2016 rumo à depressão e ao totalitarismo
Fernando Alcoforado
 
Palestra perspectivas para 2012
Palestra perspectivas para 2012Palestra perspectivas para 2012
Palestra perspectivas para 2012
Vitor Vargas
 
Boletim de economia e política internacional 12
Boletim de economia e política internacional   12Boletim de economia e política internacional   12
Boletim de economia e política internacional 12
Fabricio Rocha
 
COMO O GOVERNO LULA PODERÁ REINDUSTRIALIZAR O BRASIL.pdf
COMO O GOVERNO LULA PODERÁ REINDUSTRIALIZAR O BRASIL.pdfCOMO O GOVERNO LULA PODERÁ REINDUSTRIALIZAR O BRASIL.pdf
COMO O GOVERNO LULA PODERÁ REINDUSTRIALIZAR O BRASIL.pdf
Faga1939
 
[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf
[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf
[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf
FbioCervone1
 
BRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADE
BRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADEBRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADE
BRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADE
amiltonp
 
World Economic Forum on Latin America
World Economic Forum on Latin AmericaWorld Economic Forum on Latin America
World Economic Forum on Latin America
Patricia Moore
 
Geopolítica do petróleo - Perspectivas Econômicas na Indústria Petrolífera
Geopolítica do petróleo - Perspectivas Econômicas na Indústria PetrolíferaGeopolítica do petróleo - Perspectivas Econômicas na Indústria Petrolífera
Geopolítica do petróleo - Perspectivas Econômicas na Indústria Petrolífera
Lincoln Weinhardt
 

Semelhante a Palestra VI SIMINOVE: Proteção do conhecimento cientifico e tecnológico - José Renato (INPI) (20)

Guia da Política de Governança Pública
Guia da Política de Governança PúblicaGuia da Política de Governança Pública
Guia da Política de Governança Pública
 
Manual inovação v 6.1
Manual inovação v 6.1Manual inovação v 6.1
Manual inovação v 6.1
 
Ceo Forum - 4th edition - final version for june 16, 2016
Ceo Forum - 4th edition - final version for june 16, 2016Ceo Forum - 4th edition - final version for june 16, 2016
Ceo Forum - 4th edition - final version for june 16, 2016
 
Manual inovação v 6.2
Manual inovação v 6.2Manual inovação v 6.2
Manual inovação v 6.2
 
Manual inovação v 7.0
Manual inovação v 7.0Manual inovação v 7.0
Manual inovação v 7.0
 
Dados Gerais da China
Dados Gerais da ChinaDados Gerais da China
Dados Gerais da China
 
Sistema firjan-industria-4.0-2016
Sistema firjan-industria-4.0-2016Sistema firjan-industria-4.0-2016
Sistema firjan-industria-4.0-2016
 
sistema-firjan-industria-4.0-2016 (1).pdf
sistema-firjan-industria-4.0-2016 (1).pdfsistema-firjan-industria-4.0-2016 (1).pdf
sistema-firjan-industria-4.0-2016 (1).pdf
 
A Indústria e o Brasil - Uma agenda para crescer mais e melhor
A Indústria e o Brasil - Uma agenda para crescer mais e melhorA Indústria e o Brasil - Uma agenda para crescer mais e melhor
A Indústria e o Brasil - Uma agenda para crescer mais e melhor
 
Encontro Econômico Brasil Alemanha 2011
Encontro Econômico Brasil Alemanha 2011Encontro Econômico Brasil Alemanha 2011
Encontro Econômico Brasil Alemanha 2011
 
Seminário - O Comércio Exterior e a Indústira
Seminário - O Comércio Exterior e a IndústiraSeminário - O Comércio Exterior e a Indústira
Seminário - O Comércio Exterior e a Indústira
 
Macrotendencias mundiais até 2040.pdf
Macrotendencias mundiais até 2040.pdfMacrotendencias mundiais até 2040.pdf
Macrotendencias mundiais até 2040.pdf
 
O mundo em 2016 rumo à depressão e ao totalitarismo
O mundo em 2016 rumo à depressão e ao totalitarismoO mundo em 2016 rumo à depressão e ao totalitarismo
O mundo em 2016 rumo à depressão e ao totalitarismo
 
Palestra perspectivas para 2012
Palestra perspectivas para 2012Palestra perspectivas para 2012
Palestra perspectivas para 2012
 
Boletim de economia e política internacional 12
Boletim de economia e política internacional   12Boletim de economia e política internacional   12
Boletim de economia e política internacional 12
 
COMO O GOVERNO LULA PODERÁ REINDUSTRIALIZAR O BRASIL.pdf
COMO O GOVERNO LULA PODERÁ REINDUSTRIALIZAR O BRASIL.pdfCOMO O GOVERNO LULA PODERÁ REINDUSTRIALIZAR O BRASIL.pdf
COMO O GOVERNO LULA PODERÁ REINDUSTRIALIZAR O BRASIL.pdf
 
[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf
[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf
[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf
 
BRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADE
BRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADEBRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADE
BRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADE
 
World Economic Forum on Latin America
World Economic Forum on Latin AmericaWorld Economic Forum on Latin America
World Economic Forum on Latin America
 
Geopolítica do petróleo - Perspectivas Econômicas na Indústria Petrolífera
Geopolítica do petróleo - Perspectivas Econômicas na Indústria PetrolíferaGeopolítica do petróleo - Perspectivas Econômicas na Indústria Petrolífera
Geopolítica do petróleo - Perspectivas Econômicas na Indústria Petrolífera
 

Mais de Sistema Mineiro de Inovação

Palestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo Horizonte
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo Horizonte
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo Horizonte
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo Horizonte
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro Preto
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro Preto
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra de Marcelo de Franco no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Marcelo de Franco no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Marcelo de Franco no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Marcelo de Franco no VII Siminove - Ouro Preto
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro Preto
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro Preto
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 - Moisés Ribeiro (Smarti9)
Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 -  Moisés Ribeiro (Smarti9) Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 -  Moisés Ribeiro (Smarti9)
Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 - Moisés Ribeiro (Smarti9)
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...
Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...
Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica: A cultura empreendedora ! - Cláu...
Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica:   A cultura empreendedora ! - Cláu...Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica:   A cultura empreendedora ! - Cláu...
Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica: A cultura empreendedora ! - Cláu...
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação - Adri...
Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação -  Adri...Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação -  Adri...
Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação - Adri...
Sistema Mineiro de Inovação
 
V SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STA
V SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STAV SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STA
V SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STA
Sistema Mineiro de Inovação
 
V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...
V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...
V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...
Sistema Mineiro de Inovação
 
V SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo Vilela
V SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo VilelaV SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo Vilela
V SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo Vilela
Sistema Mineiro de Inovação
 
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas AltmannV SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
Sistema Mineiro de Inovação
 
V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA - Dr. Hélio Lemos
V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA -  Dr. Hélio Lemos V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA -  Dr. Hélio Lemos
V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA - Dr. Hélio Lemos
Sistema Mineiro de Inovação
 

Mais de Sistema Mineiro de Inovação (20)

Palestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo Horizonte
 
Palestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo Horizonte
 
Palestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo Horizonte
 
Palestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo Horizonte
 
Palestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo Horizonte
 
Palestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo Horizonte
 
Palestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro Preto
 
Palestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro Preto
 
Palestra de Marcelo de Franco no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Marcelo de Franco no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Marcelo de Franco no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Marcelo de Franco no VII Siminove - Ouro Preto
 
Palestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro Preto
 
Palestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro Preto
 
Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 - Moisés Ribeiro (Smarti9)
Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 -  Moisés Ribeiro (Smarti9) Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 -  Moisés Ribeiro (Smarti9)
Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 - Moisés Ribeiro (Smarti9)
 
Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...
Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...
Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...
 
Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica: A cultura empreendedora ! - Cláu...
Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica:   A cultura empreendedora ! - Cláu...Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica:   A cultura empreendedora ! - Cláu...
Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica: A cultura empreendedora ! - Cláu...
 
Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação - Adri...
Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação -  Adri...Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação -  Adri...
Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação - Adri...
 
V SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STA
V SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STAV SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STA
V SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STA
 
V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...
V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...
V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...
 
V SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo Vilela
V SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo VilelaV SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo Vilela
V SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo Vilela
 
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas AltmannV SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
 
V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA - Dr. Hélio Lemos
V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA -  Dr. Hélio Lemos V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA -  Dr. Hélio Lemos
V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA - Dr. Hélio Lemos
 

Último

Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 

Último (20)

Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 

Palestra VI SIMINOVE: Proteção do conhecimento cientifico e tecnológico - José Renato (INPI)

  • 1. 1 PPRROOTTEEÇÇÃÃOO DDOOSS CCOONNHHEECCIIMMEENNTTOOSS CCIIEENNTTÍÍFFIICCOOSS EE TTEECCNNOOLLÓÓGGIICCOOSS JJoosséé RReennaattoo CCaarrvvaallhhoo GGoommeess IInnssttiittuuttoo NNaacciioonnaall ddaa PPrroopprriieeddaaddee IInndduussttrriiaall –– IINNPPII Chefe do Escritório de Difusão Regional Sudeste I – DIREG/MG SSIIMMIINNOOVVEE VVII SSeemmiinnáárriioo ddee EEmmpprreeeennddeeddoorriissmmoo ee IInnoovvaaççããoo UUFFJJFF JJuuiizz ddee FFoorraa,, AAggoossttoo ddee 22001144
  • 2. AA iinnoovvaaççããoo tteeccnnoollóóggiiccaa ee oo ddeesseennvvoollvviimmeennttoo ddaa hhuummaanniiddaaddee//ccaappiittaalliissmmoo
  • 4. Capitalismo Industrial (primeira metade do século XVIII)
  • 5. Capitalismo Monopolista/Financeiro (final do século XIX-início do século XX)
  • 6. Capitalismo da Inovação Tecnológica (metade de século XX)
  • 8. A INOVAÇÃO é fundamental, pois: - é o motor do desenvolvimento; - promove o crescimento da empresa com um layout de novos produtos de menor custo de produção e maior valor agregado; - constitui um pilar de sustentação da competitividade, com impacto na qualidade, na diversidade e na produtividade;
  • 9.
  • 10. VVeejjaamm aa iimmppoorrttâânncciiaa ddaa iinnoovvaaççããoo!!!!!!
  • 11. Armazenamento de dados: 1GB de 1987 a 2007
  • 12.
  • 13.
  • 14. “O aparelho de três lâminas móveis já possuia 70 patentes. A versão Mach 3 Turbo acrescentou outras 52 patentes”. Fonte: Isto é Dinheiro, 10/8/2010.
  • 15. Logo... Todas as criações do intelecto humano conduzem, de alguma maneira, a um movimento inovador.
  • 16. Então... Como proteger as criações inovadoras?
  • 17. AAttrraavvééss ddooss aattiivvooss oorriiuunnddooss ddaa PPrroopprriieeddaaddee IInndduussttrriiaall!!!!!!!!
  • 18. 18
  • 19.
  • 20. Fonte: Isto é Dinheiro
  • 21.
  • 22. BBrraassiill nnoo CCoonntteexxttoo CCiieennttííffiiccoo//TTeeccnnoollóóggiiccoo MMuunnddiiaall
  • 23. 23 Artigos BR publicados em relação ao mundo: 1996 à 2012 Fonte: http://www.mct.gov.br
  • 24. 24 Artigos BR publicados em relação ao mundo e AL: 1996 à 2012 Fonte: http://www.mct.gov.br
  • 25. 25 Depósito de pedidos de patentes no INPI: 2000 à 2012 Fonte: http://www.mct.gov.br
  • 26. Depósito de pedidos de patentes no INPI segundo a origem do depositante: 2000 à 2012 26 Fonte: http://www.mct.gov.br
  • 27. Fonte: Thomson Reuters Web of Science
  • 28. Fonte: Thomson Reuters Web of Science
  • 29. Dispêndio em P&D em relação ao PIB: 2000 à 2012 Fonte: http://www.mct.gov.br
  • 30. Para pensar... Os governos de todo o mundo estão reconhecendo cada vez mais a importância da inovação como o principal motor do crescimento econômico.
  • 31. Nos EUA, o presidente Obama declarou em seu discurso de Estado da União em 2011: “Na América, a inovação não apenas muda as nossas vidas. Ela é a maneira como nós ganhamos a vida.”
  • 32. Na Europa, o presidente da União Europeia afirmou: “A inovação é o pilar da Estratégia Europa 2020, o nosso projeto europeu para recolocar a economia no caminho certo ao longo da década. Na verdade, trata-se de transformar novas ideias em crescimento, prosperidade, emprego e bem-estar.”
  • 33. No Reino Unido, o governo introduziu recentemente o programa “Patentbox”, uma legislação tributária que se destina a incentivar a inovação no Reino Unido, fornecendo incentivos fiscais para lucros provenientes da venda de produtos e processos patenteados.
  • 34. 34 OObbrriiggaaddoo!! jjrreennaattoo@@iinnppii..ggoovv..bbrr TTeell:: ((3311))33229911--55661144 Observação: as imagens usadas para ilustrar esta apresentação não têm qualquer pretensão publicitária. Servem tão somente para fins didáticos.