SlideShare uma empresa Scribd logo
TRABALHO
CIENTÍFICO
ESCOLAANGÉLICAVIEIRA
PROF. MARCOS SANTOS
ESTRUTURA DOTRABALHO
CIENTÍFICO
■ CAPA;
■ DEDICATÓRIA (opcional);
■ SUMÁRIO;
■ APRESENTAÇÃO ou INTRODUÇÃO;
■ DESENVOLVIMENTO;
■ CONCLUSÃO;
■ REFERÊNCIAS;
■ ANEXOS (opcional).
CAPA
A capa é a parte que apresenta o trabalho e antecede as demais.
Destina-se a proteger e identificar o trabalho e deve conter informações
na ordem a seguir:
■ Nome completo da escola: Deve ser escrito em letra maiúscula,
alinhado à esquerda na parte superior da folha;
■ Disciplina: O nome da matéria deve ser escrito logo abaixo do nome da
escola;
■ Professor: Deve ser escrito abaixo da disciplina;
■ Título do trabalho: Deve ser destacado no centro da folha;
■ Nome e série do (a) aluno (a) ou da equipe: Deve ser escrito logo
abaixo do título, do lado direito da folha;
■ Local: O nome da cidade de apresentação do trabalho deve ser escrito
centralizado na parte inferior da folha;
■ Ano: O ano de apresentação do trabalho deve constar logo abaixo da
cidade, também centralizado.
MODELO DE CAPA
SUMÁRIO
No contexto do trabalho é fundamental a existência de um sumário, por
meio dele é possível visualizar todos os assuntos abordados, bem como sua
extensão. Deve apresentar as principais divisões do assunto do trabalho na
ordem do número de página.
O sumário é constituído pelos seguintes itens:
■ Títulos: com todas as letras maiúsculas;
■ Páginas.
■ A palavra ”SUMÁRIO” deverá ficar posicionada na parte superior da
folha, centralizada, obedecendo ao seguinte modelo:
MODELO DE
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO OU INTRODUÇÃO
■ A introdução tem como finalidade apresentar e inserir o leitor ao tema
central do trabalho. Sua elaboração deve ser sintética e tratar
exclusivamente do assunto proposto como tema. Observações: Só faça
a introdução depois de terminada a pesquisa. Não escreva no verso da
página da introdução. Conte a página como um, mas não coloque o nº.
■ A palavra “INTRODUÇÃO” deve ser colocada na parte superior da folha.
DESENVOLVIMENTO
■ Esta parte é o trabalho propriamente dito, sua redação necessita
ser estruturada de acordo com o roteiro proposto na pesquisa, de
modo que atinja todos os assuntos propostos. Em caso de cópias
de partes de textos, o trecho copiado deve ser colocado ENTRE
ASPAS, mencionando o autor ou autores no final do trabalho
(referências bibliográficas).
SE FOR DIGITADO
O desenvolvimento do trabalho deve seguir os seguintes
padrões:
MARGENS
- Superior: 3cm
- Inferior: 2cm
- Esquerda: 3cm
- Direita: 2cm
PARÁGRAFO
- 3cm a partir da margem
- Alinhamento justificado
FONTE
- Arial
-Tamanho: 12
TÍTULO DAS SEÇÕES
- Fonte:Arial
-Tamanho: 12
- Caixa alta e negrito
SUBTÍTULO DAS SEÇÕES
- Fonte:Arial
-Tamanho; 12
- Negrito
MODELO DE
PÁGINA PARA
DESENVOLVIMENT
O
CONCLUSÃO
■ Na conclusão retoma-se, sinteticamente, os resultados do
trabalho. Pode-se, nessa etapa, manifestar opiniões sobre os
resultados ou expor uma opinião crítica.
REFERÊNCIAS ou BIBLIOGRAFIA
Esta é a última etapa do trabalho. Ela deve conter todos os materiais
utilizados na pesquisa para o desenvolvimento do corpo do texto.
A bibliografia pode ser constituída pelos seguintes materiais: livros,
revistas, jornais, enciclopédias e internet. No entanto, existe uma ordem
especial para serem listados, sendo: sobrenome do autor, nome do autor,
título, local, editora, ano e página. Sua apresentação deve acontecer
conforme os modelos que seguem:
■ LIVRO:
ALENCAR, José de. A moreninha. Rio de Janeiro: Pollis, 1968. 215p.
■ INTERNET:
UNIVERSIDADE Estadual de Londrina.Curso de Biblioteconomia.
Londrina: UEL, 1999. Disponível em: http://www.uel.br.Acesso feito em:
01/03/2006.
ANEXOS
■ São desenhos, fotos, tabelas e/ou outros elementos que
ilustram ou completam o trabalho.
■ Não há necessidade de colocá-los no final do trabalho. Você
pode colocá-los de acordo com o desenvolvimento do corpo do
texto.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatorio pronto
Relatorio prontoRelatorio pronto
Relatorio pronto
Diego Moura
 
Regiões Brasileiras - Centro-Oeste
Regiões Brasileiras - Centro-OesteRegiões Brasileiras - Centro-Oeste
Regiões Brasileiras - Centro-Oeste
André Zambon
 
Ficha de avaliação de seminário
Ficha de avaliação de seminárioFicha de avaliação de seminário
Ficha de avaliação de seminário
Roberto Rorras Moura
 
Aula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aulaAula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aula
Karlla Costa
 
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicosNormas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Patrícia Éderson Dias
 
Aula ABNT finalizada.pptx
Aula ABNT finalizada.pptxAula ABNT finalizada.pptx
Aula ABNT finalizada.pptx
EvanderMarcosFreitas
 
A capa de um trabalho escolar
A capa de um trabalho escolarA capa de um trabalho escolar
A capa de um trabalho escolar
Elizete Lopes
 
Modelo relatorio
Modelo relatorioModelo relatorio
Modelo relatorio
rsaloes
 
Modelo de relatório de aula prática
Modelo de relatório de aula práticaModelo de relatório de aula prática
Modelo de relatório de aula prática
TEYSON VASCONCELOS
 
Formação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroFormação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiro
feraps
 
Modelo padrao relatorio
Modelo padrao relatorioModelo padrao relatorio
Modelo padrao relatorio
Camila Neitzke
 
Modelo de relatório experimental.pdf fim
Modelo de relatório experimental.pdf fimModelo de relatório experimental.pdf fim
Modelo de relatório experimental.pdf fim
renataiatsunik
 
Mudanças Climáticas
Mudanças ClimáticasMudanças Climáticas
01 estudos orientados eo 2022
01 estudos orientados   eo 202201 estudos orientados   eo 2022
01 estudos orientados eo 2022
LEODINEIAGAMA
 
061 relatorio modelo
061 relatorio modelo061 relatorio modelo
061 relatorio modelo
Marcos Azevedo
 
Modelo do paper uniasselvi
Modelo do paper uniasselviModelo do paper uniasselvi
Modelo do paper uniasselvi
Elisabete Oliveira
 
Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanos
Fatima Freitas
 
Projeto de pesquisa exemplo
Projeto de pesquisa   exemploProjeto de pesquisa   exemplo
Projeto de pesquisa exemplo
Felipe Pereira
 
Orientação de estudos
Orientação de estudosOrientação de estudos
Orientação de estudos
portalfernao
 
Tcc exemplo - Esqueleto
Tcc   exemplo - EsqueletoTcc   exemplo - Esqueleto
Tcc exemplo - Esqueleto
Kátia Silva da Costa
 

Mais procurados (20)

Relatorio pronto
Relatorio prontoRelatorio pronto
Relatorio pronto
 
Regiões Brasileiras - Centro-Oeste
Regiões Brasileiras - Centro-OesteRegiões Brasileiras - Centro-Oeste
Regiões Brasileiras - Centro-Oeste
 
Ficha de avaliação de seminário
Ficha de avaliação de seminárioFicha de avaliação de seminário
Ficha de avaliação de seminário
 
Aula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aulaAula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aula
 
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicosNormas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
 
Aula ABNT finalizada.pptx
Aula ABNT finalizada.pptxAula ABNT finalizada.pptx
Aula ABNT finalizada.pptx
 
A capa de um trabalho escolar
A capa de um trabalho escolarA capa de um trabalho escolar
A capa de um trabalho escolar
 
Modelo relatorio
Modelo relatorioModelo relatorio
Modelo relatorio
 
Modelo de relatório de aula prática
Modelo de relatório de aula práticaModelo de relatório de aula prática
Modelo de relatório de aula prática
 
Formação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroFormação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiro
 
Modelo padrao relatorio
Modelo padrao relatorioModelo padrao relatorio
Modelo padrao relatorio
 
Modelo de relatório experimental.pdf fim
Modelo de relatório experimental.pdf fimModelo de relatório experimental.pdf fim
Modelo de relatório experimental.pdf fim
 
Mudanças Climáticas
Mudanças ClimáticasMudanças Climáticas
Mudanças Climáticas
 
01 estudos orientados eo 2022
01 estudos orientados   eo 202201 estudos orientados   eo 2022
01 estudos orientados eo 2022
 
061 relatorio modelo
061 relatorio modelo061 relatorio modelo
061 relatorio modelo
 
Modelo do paper uniasselvi
Modelo do paper uniasselviModelo do paper uniasselvi
Modelo do paper uniasselvi
 
Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanos
 
Projeto de pesquisa exemplo
Projeto de pesquisa   exemploProjeto de pesquisa   exemplo
Projeto de pesquisa exemplo
 
Orientação de estudos
Orientação de estudosOrientação de estudos
Orientação de estudos
 
Tcc exemplo - Esqueleto
Tcc   exemplo - EsqueletoTcc   exemplo - Esqueleto
Tcc exemplo - Esqueleto
 

Semelhante a Orientações para trabalho científico escolar

Organização trabalhos escritos
Organização trabalhos escritosOrganização trabalhos escritos
Organização trabalhos escritos
Anaigreja
 
Guia prático redigir e apresentar trabalhos
Guia prático redigir e apresentar trabalhos Guia prático redigir e apresentar trabalhos
Guia prático redigir e apresentar trabalhos
AE Infanta D. Mafalda
 
Guia trabalhos
Guia trabalhosGuia trabalhos
Guia trabalhos
António Teixeira
 
Guia prático redigir e apresentar trabalhos escritos
Guia prático redigir e apresentar trabalhos escritosGuia prático redigir e apresentar trabalhos escritos
Guia prático redigir e apresentar trabalhos escritos
Biblioteca Infanta D. Mafalda
 
Normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunos
Normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunosNormas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunos
Normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunos
helenavf1
 
Ppt normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunos
Ppt   normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunosPpt   normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunos
Ppt normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunos
helenavf1
 
Regras de metodologia científica para produção de trabalhos científicos
Regras de metodologia científica para produção de trabalhos científicosRegras de metodologia científica para produção de trabalhos científicos
Regras de metodologia científica para produção de trabalhos científicos
Liliane Ennes
 
4 estrutura do trabalho acadêmico tcc
4 estrutura do trabalho acadêmico   tcc4 estrutura do trabalho acadêmico   tcc
4 estrutura do trabalho acadêmico tcc
diemili
 
trabalhos escolares
trabalhos escolarestrabalhos escolares
trabalhos escolares
Onésimo Remígio
 
Modelo de TCE
Modelo de TCEModelo de TCE
Modelo de TCE
Eduardo Quintino
 
Modelo para formatacao de trabalhos academicos da utfpr vs8.1
Modelo para formatacao de trabalhos academicos da utfpr vs8.1Modelo para formatacao de trabalhos academicos da utfpr vs8.1
Modelo para formatacao de trabalhos academicos da utfpr vs8.1
Elson Ribeiro
 
Tce modc vl
Tce modc vlTce modc vl
Tce modc vl
Eduardo Quintino
 
Tce modcvl
Tce modcvlTce modcvl
Tce modcvl
Eduardo Quintino
 
Normas trabalhos escritos 18 19
Normas trabalhos escritos 18 19Normas trabalhos escritos 18 19
Normas trabalhos escritos 18 19
AELPB
 
Manualtrabalho escolar
Manualtrabalho escolarManualtrabalho escolar
Manualtrabalho escolar
richeli
 
Normas abnt (1)
Normas abnt (1)Normas abnt (1)
Normas abnt (1)
Abel Oliveira
 
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumalFormatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Estado do RS
 
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumalFormatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Estado do RS
 
Orientacoes monografia
Orientacoes monografiaOrientacoes monografia
Orientacoes monografia
Everton Retore Teixeira
 
30.08.2012 metodologia o trabalho científico
30.08.2012   metodologia o trabalho científico30.08.2012   metodologia o trabalho científico
30.08.2012 metodologia o trabalho científico
Direito2012sl08
 

Semelhante a Orientações para trabalho científico escolar (20)

Organização trabalhos escritos
Organização trabalhos escritosOrganização trabalhos escritos
Organização trabalhos escritos
 
Guia prático redigir e apresentar trabalhos
Guia prático redigir e apresentar trabalhos Guia prático redigir e apresentar trabalhos
Guia prático redigir e apresentar trabalhos
 
Guia trabalhos
Guia trabalhosGuia trabalhos
Guia trabalhos
 
Guia prático redigir e apresentar trabalhos escritos
Guia prático redigir e apresentar trabalhos escritosGuia prático redigir e apresentar trabalhos escritos
Guia prático redigir e apresentar trabalhos escritos
 
Normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunos
Normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunosNormas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunos
Normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunos
 
Ppt normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunos
Ppt   normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunosPpt   normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunos
Ppt normas de apresentação de trabalhos escritos resumo para alunos
 
Regras de metodologia científica para produção de trabalhos científicos
Regras de metodologia científica para produção de trabalhos científicosRegras de metodologia científica para produção de trabalhos científicos
Regras de metodologia científica para produção de trabalhos científicos
 
4 estrutura do trabalho acadêmico tcc
4 estrutura do trabalho acadêmico   tcc4 estrutura do trabalho acadêmico   tcc
4 estrutura do trabalho acadêmico tcc
 
trabalhos escolares
trabalhos escolarestrabalhos escolares
trabalhos escolares
 
Modelo de TCE
Modelo de TCEModelo de TCE
Modelo de TCE
 
Modelo para formatacao de trabalhos academicos da utfpr vs8.1
Modelo para formatacao de trabalhos academicos da utfpr vs8.1Modelo para formatacao de trabalhos academicos da utfpr vs8.1
Modelo para formatacao de trabalhos academicos da utfpr vs8.1
 
Tce modc vl
Tce modc vlTce modc vl
Tce modc vl
 
Tce modcvl
Tce modcvlTce modcvl
Tce modcvl
 
Normas trabalhos escritos 18 19
Normas trabalhos escritos 18 19Normas trabalhos escritos 18 19
Normas trabalhos escritos 18 19
 
Manualtrabalho escolar
Manualtrabalho escolarManualtrabalho escolar
Manualtrabalho escolar
 
Normas abnt (1)
Normas abnt (1)Normas abnt (1)
Normas abnt (1)
 
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumalFormatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
 
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumalFormatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
 
Orientacoes monografia
Orientacoes monografiaOrientacoes monografia
Orientacoes monografia
 
30.08.2012 metodologia o trabalho científico
30.08.2012   metodologia o trabalho científico30.08.2012   metodologia o trabalho científico
30.08.2012 metodologia o trabalho científico
 

Mais de Marcos Santos

Spaece 2015 aula 1 terra e universo e vida e ambiente
Spaece 2015 aula 1 terra e universo e vida e ambienteSpaece 2015 aula 1 terra e universo e vida e ambiente
Spaece 2015 aula 1 terra e universo e vida e ambiente
Marcos Santos
 
150 anos de paróquia caminhando com a juventude
150 anos de paróquia caminhando com a juventude150 anos de paróquia caminhando com a juventude
150 anos de paróquia caminhando com a juventude
Marcos Santos
 
Moluscos e anelídeos
Moluscos e anelídeosMoluscos e anelídeos
Moluscos e anelídeos
Marcos Santos
 
Conceitos em ecologia e ecossistemas
Conceitos em ecologia e ecossistemasConceitos em ecologia e ecossistemas
Conceitos em ecologia e ecossistemas
Marcos Santos
 
Principais verminoses humanas
Principais verminoses humanasPrincipais verminoses humanas
Principais verminoses humanas
Marcos Santos
 
Doenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoáriosDoenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoários
Marcos Santos
 
Bactérias simples
Bactérias simplesBactérias simples
Bactérias simples
Marcos Santos
 
Angiospermas Prof. Marcos Santos
Angiospermas Prof. Marcos SantosAngiospermas Prof. Marcos Santos
Angiospermas Prof. Marcos Santos
Marcos Santos
 
Mamíferos 2º ano
Mamíferos 2º anoMamíferos 2º ano
Mamíferos 2º ano
Marcos Santos
 
Revisão 1º ano 2013.2
Revisão 1º ano 2013.2Revisão 1º ano 2013.2
Revisão 1º ano 2013.2
Marcos Santos
 
Revisão 2º ano - 4º PERÍODO - 2013
Revisão 2º ano - 4º PERÍODO - 2013Revisão 2º ano - 4º PERÍODO - 2013
Revisão 2º ano - 4º PERÍODO - 2013
Marcos Santos
 
Platyhelminthes
PlatyhelminthesPlatyhelminthes
Platyhelminthes
Marcos Santos
 
áLbum de fotografias 1º a
áLbum de fotografias 1º aáLbum de fotografias 1º a
áLbum de fotografias 1º a
Marcos Santos
 
Fungos 2º ano
Fungos 2º anoFungos 2º ano
Fungos 2º ano
Marcos Santos
 
Algas aula
Algas aulaAlgas aula
Algas aula
Marcos Santos
 
Biologia introdução
Biologia introduçãoBiologia introdução
Biologia introdução
Marcos Santos
 

Mais de Marcos Santos (17)

Spaece 2015 aula 1 terra e universo e vida e ambiente
Spaece 2015 aula 1 terra e universo e vida e ambienteSpaece 2015 aula 1 terra e universo e vida e ambiente
Spaece 2015 aula 1 terra e universo e vida e ambiente
 
150 anos de paróquia caminhando com a juventude
150 anos de paróquia caminhando com a juventude150 anos de paróquia caminhando com a juventude
150 anos de paróquia caminhando com a juventude
 
Moluscos e anelídeos
Moluscos e anelídeosMoluscos e anelídeos
Moluscos e anelídeos
 
Conceitos em ecologia e ecossistemas
Conceitos em ecologia e ecossistemasConceitos em ecologia e ecossistemas
Conceitos em ecologia e ecossistemas
 
Principais verminoses humanas
Principais verminoses humanasPrincipais verminoses humanas
Principais verminoses humanas
 
Viroses
VirosesViroses
Viroses
 
Doenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoáriosDoenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoários
 
Bactérias simples
Bactérias simplesBactérias simples
Bactérias simples
 
Angiospermas Prof. Marcos Santos
Angiospermas Prof. Marcos SantosAngiospermas Prof. Marcos Santos
Angiospermas Prof. Marcos Santos
 
Mamíferos 2º ano
Mamíferos 2º anoMamíferos 2º ano
Mamíferos 2º ano
 
Revisão 1º ano 2013.2
Revisão 1º ano 2013.2Revisão 1º ano 2013.2
Revisão 1º ano 2013.2
 
Revisão 2º ano - 4º PERÍODO - 2013
Revisão 2º ano - 4º PERÍODO - 2013Revisão 2º ano - 4º PERÍODO - 2013
Revisão 2º ano - 4º PERÍODO - 2013
 
Platyhelminthes
PlatyhelminthesPlatyhelminthes
Platyhelminthes
 
áLbum de fotografias 1º a
áLbum de fotografias 1º aáLbum de fotografias 1º a
áLbum de fotografias 1º a
 
Fungos 2º ano
Fungos 2º anoFungos 2º ano
Fungos 2º ano
 
Algas aula
Algas aulaAlgas aula
Algas aula
 
Biologia introdução
Biologia introduçãoBiologia introdução
Biologia introdução
 

Último

Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 

Orientações para trabalho científico escolar

  • 2. ESTRUTURA DOTRABALHO CIENTÍFICO ■ CAPA; ■ DEDICATÓRIA (opcional); ■ SUMÁRIO; ■ APRESENTAÇÃO ou INTRODUÇÃO; ■ DESENVOLVIMENTO; ■ CONCLUSÃO; ■ REFERÊNCIAS; ■ ANEXOS (opcional).
  • 3. CAPA A capa é a parte que apresenta o trabalho e antecede as demais. Destina-se a proteger e identificar o trabalho e deve conter informações na ordem a seguir: ■ Nome completo da escola: Deve ser escrito em letra maiúscula, alinhado à esquerda na parte superior da folha; ■ Disciplina: O nome da matéria deve ser escrito logo abaixo do nome da escola; ■ Professor: Deve ser escrito abaixo da disciplina; ■ Título do trabalho: Deve ser destacado no centro da folha; ■ Nome e série do (a) aluno (a) ou da equipe: Deve ser escrito logo abaixo do título, do lado direito da folha; ■ Local: O nome da cidade de apresentação do trabalho deve ser escrito centralizado na parte inferior da folha; ■ Ano: O ano de apresentação do trabalho deve constar logo abaixo da cidade, também centralizado.
  • 5. SUMÁRIO No contexto do trabalho é fundamental a existência de um sumário, por meio dele é possível visualizar todos os assuntos abordados, bem como sua extensão. Deve apresentar as principais divisões do assunto do trabalho na ordem do número de página. O sumário é constituído pelos seguintes itens: ■ Títulos: com todas as letras maiúsculas; ■ Páginas. ■ A palavra ”SUMÁRIO” deverá ficar posicionada na parte superior da folha, centralizada, obedecendo ao seguinte modelo:
  • 7. APRESENTAÇÃO OU INTRODUÇÃO ■ A introdução tem como finalidade apresentar e inserir o leitor ao tema central do trabalho. Sua elaboração deve ser sintética e tratar exclusivamente do assunto proposto como tema. Observações: Só faça a introdução depois de terminada a pesquisa. Não escreva no verso da página da introdução. Conte a página como um, mas não coloque o nº. ■ A palavra “INTRODUÇÃO” deve ser colocada na parte superior da folha.
  • 8. DESENVOLVIMENTO ■ Esta parte é o trabalho propriamente dito, sua redação necessita ser estruturada de acordo com o roteiro proposto na pesquisa, de modo que atinja todos os assuntos propostos. Em caso de cópias de partes de textos, o trecho copiado deve ser colocado ENTRE ASPAS, mencionando o autor ou autores no final do trabalho (referências bibliográficas).
  • 9. SE FOR DIGITADO O desenvolvimento do trabalho deve seguir os seguintes padrões: MARGENS - Superior: 3cm - Inferior: 2cm - Esquerda: 3cm - Direita: 2cm PARÁGRAFO - 3cm a partir da margem - Alinhamento justificado FONTE - Arial -Tamanho: 12 TÍTULO DAS SEÇÕES - Fonte:Arial -Tamanho: 12 - Caixa alta e negrito SUBTÍTULO DAS SEÇÕES - Fonte:Arial -Tamanho; 12 - Negrito
  • 11. CONCLUSÃO ■ Na conclusão retoma-se, sinteticamente, os resultados do trabalho. Pode-se, nessa etapa, manifestar opiniões sobre os resultados ou expor uma opinião crítica.
  • 12. REFERÊNCIAS ou BIBLIOGRAFIA Esta é a última etapa do trabalho. Ela deve conter todos os materiais utilizados na pesquisa para o desenvolvimento do corpo do texto. A bibliografia pode ser constituída pelos seguintes materiais: livros, revistas, jornais, enciclopédias e internet. No entanto, existe uma ordem especial para serem listados, sendo: sobrenome do autor, nome do autor, título, local, editora, ano e página. Sua apresentação deve acontecer conforme os modelos que seguem: ■ LIVRO: ALENCAR, José de. A moreninha. Rio de Janeiro: Pollis, 1968. 215p. ■ INTERNET: UNIVERSIDADE Estadual de Londrina.Curso de Biblioteconomia. Londrina: UEL, 1999. Disponível em: http://www.uel.br.Acesso feito em: 01/03/2006.
  • 13. ANEXOS ■ São desenhos, fotos, tabelas e/ou outros elementos que ilustram ou completam o trabalho. ■ Não há necessidade de colocá-los no final do trabalho. Você pode colocá-los de acordo com o desenvolvimento do corpo do texto.