SlideShare uma empresa Scribd logo
OLHO HUMANO
 Defeitos de Visão
DIVISÃO DO OLHO HUMANO
•   Cristalino: Parte frontal do olho que funciona como uma lente convergente, do tipo
    biconvexa;
•   Pupila: comporta-se como um diafragma, controlando a quantidade de luz que penetra no
    olho;
•   Retina: é a parte sensível à luz, onde são projetadas as imagens formadas pelo cristalino
    e enviadas ao cérebro;
•   Músculos ciliares: comprimem convenientemente o cristalino, alterando a distância focal.
•   O olho humano pode apresentar algumas anormalidades que levam a dificuldades de
    enxergar em algumas situações.
•   Essas anormalidades podem ser: Miopia, Hipermetropia, Astigmatismo, Presbiopia e
    Estrabismo.
MIOPIA
•   É uma anomalia da visão que consiste em um alongamento do globo ocular;
•   Nesse caso há um afastamento da retina em relação ao cristalino, fazendo que a imagem
    seja formada antes da retina, tornando-a não nítida;
•   O míope tem grandes dificuldades de enxergar objetos distantes;
•   A correção da miopia é feita comumente com a utilização de lentes divergentes ou pela
    realização de cirurgia;
HIPERMETROPIA
•   A hipermetropia é um defeito
    oposto à miopia, ou seja, aqui
    existe uma diminuição do globo
    ocular;
•   A imagem de objetos próximos é
    formada além da retina, fazendo
    aquelas imagens não sejam
    formadas com nitidez;
•   A correção desse defeito é
    possível através da utilização de
    uma lente convergente ou por
    uma cirurgia;
ASTIGMATISMO
•   As superfícies que compõem o globo
    ocular apresentam diferentes raios de
    curvatura, ocasionando uma falta de
    simetria de revolução em torno do eixo
    óptico;
•   Este desajuste faz com que a luz se
    refrata por vários pontos da retina em
    vez de se focar em apenas um;
•   Para as pessoas que sofrem de
    astigmatismo, todos os objetos, próximos
    ou distantes, ficam distorcidos;
•   A correção é feita com a utilização de
    lentes cilíndricas capazes de compensar
    tais diferenças entre os raios de
    curvatura ou por cirurgia;
PRESBIOPIA
•   Anomalia da visão semelhante à hipermetropia, que ocorre com o envelhecimento da
    pessoa, ocasionando o relaxamento dos músculos;
•   Se a acomodação muscular for muito grande, o presbíope também terá problemas de
    visão a longa distância, o problema se torna semelhante ao da miopia;
•   A correção nesse caso se dá com a utilização de lentes bifocais (convergentes e
    divergentes).
ESTRABISMO
•   Tal anomalia consiste no desvio do eixo óptico do globo ocular;
•   Vulgarmente chamado de “vesgo”;
•   A correção é feita com o uso de lentes prismáticas ou por cirurgias.
CÍCERO, GABRIEL R., JOÃO E RODRIGO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Biofísica da visão
Biofísica da visãoBiofísica da visão
Biofísica da visão
Laíz Coutinho
 
O olho humano, 9º ano
O olho humano, 9º anoO olho humano, 9º ano
O olho humano, 9º ano
samuelmaiaalves
 
14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervoso
Rebeca Vale
 
Olho e visão
Olho e visãoOlho e visão
Olho e visão
Xupiscovisk
 
Sistema sensorial - anatomia humana
Sistema sensorial - anatomia humanaSistema sensorial - anatomia humana
Sistema sensorial - anatomia humana
Marília Gomes
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
fisicaatual
 
V.1 órgãos dos sentidos.
V.1 órgãos dos sentidos.V.1 órgãos dos sentidos.
V.1 órgãos dos sentidos.
Rebeca Vale
 
Trabalho de Anatomia sobre visão
Trabalho de Anatomia sobre visão Trabalho de Anatomia sobre visão
Trabalho de Anatomia sobre visão
Georgea Achaval Ferreira
 
Sistema cardiovascular e linfático - anatomia humana
Sistema cardiovascular e linfático - anatomia humanaSistema cardiovascular e linfático - anatomia humana
Sistema cardiovascular e linfático - anatomia humana
Marília Gomes
 
Biofísica da visão
Biofísica da visãoBiofísica da visão
Biofísica da visão
x.x Costa
 
Biofísica da visão
Biofísica da visãoBiofísica da visão
Biofísica da visão
grazy luz
 
O olho humano
O olho humanoO olho humano
O olho humano
luis costa
 
Defeitos da Visão
Defeitos da VisãoDefeitos da Visão
Defeitos da Visão
perezgabriel_
 
O olho humano
O olho humanoO olho humano
O olho humano
Colégio Nahim Ahmad
 
Microscopia
MicroscopiaMicroscopia
Microscopia
Catir
 
Temperatura e Calor
Temperatura e Calor Temperatura e Calor
Temperatura e Calor
Renato Brasil
 
Sistema sensorial humano
Sistema sensorial humanoSistema sensorial humano
Sistema sensorial humano
Elisa Margarita Orlandi
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
Gabriela Bruno
 
Células
CélulasCélulas
Células
Killer Max
 
O Olho Humano. slideshare 1
O Olho Humano. slideshare 1O Olho Humano. slideshare 1
O Olho Humano. slideshare 1
Herman Ramos
 

Mais procurados (20)

Biofísica da visão
Biofísica da visãoBiofísica da visão
Biofísica da visão
 
O olho humano, 9º ano
O olho humano, 9º anoO olho humano, 9º ano
O olho humano, 9º ano
 
14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervoso
 
Olho e visão
Olho e visãoOlho e visão
Olho e visão
 
Sistema sensorial - anatomia humana
Sistema sensorial - anatomia humanaSistema sensorial - anatomia humana
Sistema sensorial - anatomia humana
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
 
V.1 órgãos dos sentidos.
V.1 órgãos dos sentidos.V.1 órgãos dos sentidos.
V.1 órgãos dos sentidos.
 
Trabalho de Anatomia sobre visão
Trabalho de Anatomia sobre visão Trabalho de Anatomia sobre visão
Trabalho de Anatomia sobre visão
 
Sistema cardiovascular e linfático - anatomia humana
Sistema cardiovascular e linfático - anatomia humanaSistema cardiovascular e linfático - anatomia humana
Sistema cardiovascular e linfático - anatomia humana
 
Biofísica da visão
Biofísica da visãoBiofísica da visão
Biofísica da visão
 
Biofísica da visão
Biofísica da visãoBiofísica da visão
Biofísica da visão
 
O olho humano
O olho humanoO olho humano
O olho humano
 
Defeitos da Visão
Defeitos da VisãoDefeitos da Visão
Defeitos da Visão
 
O olho humano
O olho humanoO olho humano
O olho humano
 
Microscopia
MicroscopiaMicroscopia
Microscopia
 
Temperatura e Calor
Temperatura e Calor Temperatura e Calor
Temperatura e Calor
 
Sistema sensorial humano
Sistema sensorial humanoSistema sensorial humano
Sistema sensorial humano
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
O Olho Humano. slideshare 1
O Olho Humano. slideshare 1O Olho Humano. slideshare 1
O Olho Humano. slideshare 1
 

Destaque

Cristalino
CristalinoCristalino
Cristalino
Joseph Vlad
 
óPtica da visão olho humano
óPtica da visão   olho humanoóPtica da visão   olho humano
óPtica da visão olho humano
zaidanmn
 
Teoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalinoTeoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalino
Fernando Santos
 
Fisiologia del cristalino
Fisiologia del cristalinoFisiologia del cristalino
Fisiologia del cristalino
Juli Caesar
 
Cristalino
CristalinoCristalino
Patologia del cristalino
Patologia del cristalinoPatologia del cristalino
Patologia del cristalino
oftalmologiaug
 
Anatomia e Fisiologia Ocular - Iris e Pupila
Anatomia e Fisiologia Ocular - Iris e PupilaAnatomia e Fisiologia Ocular - Iris e Pupila
Anatomia e Fisiologia Ocular - Iris e Pupila
carla v leite
 
Cristalino Úvea - Catarata e Uveíte
Cristalino  Úvea  - Catarata e UveíteCristalino  Úvea  - Catarata e Uveíte
Cristalino Úvea - Catarata e Uveíte
Michel Bittencourt
 
Anatomia del Cristalino
Anatomia del CristalinoAnatomia del Cristalino
Anatomia del Cristalino
Juli Caesar
 

Destaque (9)

Cristalino
CristalinoCristalino
Cristalino
 
óPtica da visão olho humano
óPtica da visão   olho humanoóPtica da visão   olho humano
óPtica da visão olho humano
 
Teoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalinoTeoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalino
 
Fisiologia del cristalino
Fisiologia del cristalinoFisiologia del cristalino
Fisiologia del cristalino
 
Cristalino
CristalinoCristalino
Cristalino
 
Patologia del cristalino
Patologia del cristalinoPatologia del cristalino
Patologia del cristalino
 
Anatomia e Fisiologia Ocular - Iris e Pupila
Anatomia e Fisiologia Ocular - Iris e PupilaAnatomia e Fisiologia Ocular - Iris e Pupila
Anatomia e Fisiologia Ocular - Iris e Pupila
 
Cristalino Úvea - Catarata e Uveíte
Cristalino  Úvea  - Catarata e UveíteCristalino  Úvea  - Catarata e Uveíte
Cristalino Úvea - Catarata e Uveíte
 
Anatomia del Cristalino
Anatomia del CristalinoAnatomia del Cristalino
Anatomia del Cristalino
 

Semelhante a Olho Humano

Miopia, hipermetropia e astigmatismo FQ
Miopia, hipermetropia e astigmatismo FQMiopia, hipermetropia e astigmatismo FQ
Miopia, hipermetropia e astigmatismo FQ
24261josecastro
 
Miopia, hipermetropia e astigmatismo
Miopia, hipermetropia e astigmatismoMiopia, hipermetropia e astigmatismo
Miopia, hipermetropia e astigmatismo
fredmacedo2000
 
Biofísica do olho humano
Biofísica do olho humanoBiofísica do olho humano
Biofísica do olho humano
Diogo Alves
 
óptica da visão
óptica da visãoóptica da visão
óptica da visão
rosana_maia
 
● PROBLEMAS DE VISÃO (FÍSICO-QUÍMICA) ●
● PROBLEMAS DE VISÃO (FÍSICO-QUÍMICA) ●● PROBLEMAS DE VISÃO (FÍSICO-QUÍMICA) ●
● PROBLEMAS DE VISÃO (FÍSICO-QUÍMICA) ●
inesofia26
 
Física - Miopia-1.pptx
Física - Miopia-1.pptxFísica - Miopia-1.pptx
Física - Miopia-1.pptx
LilitaLage
 
Problemas de visão
Problemas de visão Problemas de visão
Problemas de visão
dragonfire1999
 
Trabalho de fisica e quimica
Trabalho de fisica e quimicaTrabalho de fisica e quimica
Trabalho de fisica e quimica
Duarte Antunes
 
Óptica da visão
Óptica da visãoÓptica da visão
Óptica da visão
Marco Antonio Sanches
 
Os nossos olhos e defeitos
Os nossos olhos e defeitosOs nossos olhos e defeitos
Os nossos olhos e defeitos
Russinha-9
 
Apr2°anoOlho Humano defeitos apresentadaodos
Apr2°anoOlho Humano defeitos apresentadaodosApr2°anoOlho Humano defeitos apresentadaodos
Apr2°anoOlho Humano defeitos apresentadaodos
CiroRobertoDaros2
 
Constituição do olho e seus defeitos
Constituição do olho e seus defeitosConstituição do olho e seus defeitos
Constituição do olho e seus defeitos
Nuno Câmara
 
Trabalho de óptica (unip)
Trabalho de óptica (unip)Trabalho de óptica (unip)
Trabalho de óptica (unip)
Alberto Campos
 
olho humano-defeitos_visao
olho humano-defeitos_visaoolho humano-defeitos_visao
olho humano-defeitos_visao
nunofq
 
Problemas de Visão e Lentes
Problemas de Visão e LentesProblemas de Visão e Lentes
Problemas de Visão e Lentes
J0anaG0mes
 
Biofísica da Visãƒo
Biofísica da Visãƒo Biofísica da Visãƒo
Biofísica da Visãƒo
Marcelo Silva
 
Lentes marista parte 2
Lentes marista parte 2Lentes marista parte 2
Lentes marista parte 2
Yasmin Amorim
 
Óptica da visão professor waldir montenegro
Óptica da visão professor  waldir montenegroÓptica da visão professor  waldir montenegro
Óptica da visão professor waldir montenegro
Waldir Montenegro
 
Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.
Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.
Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.
Ajudar Pessoas
 
Aula 6-optica-da-visao.pptx
Aula 6-optica-da-visao.pptxAula 6-optica-da-visao.pptx
Aula 6-optica-da-visao.pptx
MuriloMartins47
 

Semelhante a Olho Humano (20)

Miopia, hipermetropia e astigmatismo FQ
Miopia, hipermetropia e astigmatismo FQMiopia, hipermetropia e astigmatismo FQ
Miopia, hipermetropia e astigmatismo FQ
 
Miopia, hipermetropia e astigmatismo
Miopia, hipermetropia e astigmatismoMiopia, hipermetropia e astigmatismo
Miopia, hipermetropia e astigmatismo
 
Biofísica do olho humano
Biofísica do olho humanoBiofísica do olho humano
Biofísica do olho humano
 
óptica da visão
óptica da visãoóptica da visão
óptica da visão
 
● PROBLEMAS DE VISÃO (FÍSICO-QUÍMICA) ●
● PROBLEMAS DE VISÃO (FÍSICO-QUÍMICA) ●● PROBLEMAS DE VISÃO (FÍSICO-QUÍMICA) ●
● PROBLEMAS DE VISÃO (FÍSICO-QUÍMICA) ●
 
Física - Miopia-1.pptx
Física - Miopia-1.pptxFísica - Miopia-1.pptx
Física - Miopia-1.pptx
 
Problemas de visão
Problemas de visão Problemas de visão
Problemas de visão
 
Trabalho de fisica e quimica
Trabalho de fisica e quimicaTrabalho de fisica e quimica
Trabalho de fisica e quimica
 
Óptica da visão
Óptica da visãoÓptica da visão
Óptica da visão
 
Os nossos olhos e defeitos
Os nossos olhos e defeitosOs nossos olhos e defeitos
Os nossos olhos e defeitos
 
Apr2°anoOlho Humano defeitos apresentadaodos
Apr2°anoOlho Humano defeitos apresentadaodosApr2°anoOlho Humano defeitos apresentadaodos
Apr2°anoOlho Humano defeitos apresentadaodos
 
Constituição do olho e seus defeitos
Constituição do olho e seus defeitosConstituição do olho e seus defeitos
Constituição do olho e seus defeitos
 
Trabalho de óptica (unip)
Trabalho de óptica (unip)Trabalho de óptica (unip)
Trabalho de óptica (unip)
 
olho humano-defeitos_visao
olho humano-defeitos_visaoolho humano-defeitos_visao
olho humano-defeitos_visao
 
Problemas de Visão e Lentes
Problemas de Visão e LentesProblemas de Visão e Lentes
Problemas de Visão e Lentes
 
Biofísica da Visãƒo
Biofísica da Visãƒo Biofísica da Visãƒo
Biofísica da Visãƒo
 
Lentes marista parte 2
Lentes marista parte 2Lentes marista parte 2
Lentes marista parte 2
 
Óptica da visão professor waldir montenegro
Óptica da visão professor  waldir montenegroÓptica da visão professor  waldir montenegro
Óptica da visão professor waldir montenegro
 
Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.
Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.
Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.
 
Aula 6-optica-da-visao.pptx
Aula 6-optica-da-visao.pptxAula 6-optica-da-visao.pptx
Aula 6-optica-da-visao.pptx
 

Mais de rodrigodalri

Clonagem Humana
Clonagem HumanaClonagem Humana
Clonagem Humana
rodrigodalri
 
O Uraguai
O UraguaiO Uraguai
O Uraguai
rodrigodalri
 
Vitamina A
Vitamina AVitamina A
Vitamina A
rodrigodalri
 
Sidarta Gautama
Sidarta GautamaSidarta Gautama
Sidarta Gautama
rodrigodalri
 
Pré-Cambriana
Pré-CambrianaPré-Cambriana
Pré-Cambriana
rodrigodalri
 
Pierre Auguste Renoir
Pierre Auguste RenoirPierre Auguste Renoir
Pierre Auguste Renoir
rodrigodalri
 
O Espelho
O EspelhoO Espelho
O Espelho
rodrigodalri
 
Mudança Social
Mudança SocialMudança Social
Mudança Social
rodrigodalri
 
Machado de Assis
Machado de AssisMachado de Assis
Machado de Assis
rodrigodalri
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
rodrigodalri
 
Fenômenos - Física
Fenômenos - FísicaFenômenos - Física
Fenômenos - Física
rodrigodalri
 
Estado e Welfare State
Estado e Welfare StateEstado e Welfare State
Estado e Welfare State
rodrigodalri
 
Contos Gauchescos
Contos GauchescosContos Gauchescos
Contos Gauchescos
rodrigodalri
 
Castro Alves
Castro AlvesCastro Alves
Castro Alves
rodrigodalri
 
África - Bioma
África - BiomaÁfrica - Bioma
África - Bioma
rodrigodalri
 

Mais de rodrigodalri (16)

Clonagem Humana
Clonagem HumanaClonagem Humana
Clonagem Humana
 
O Uraguai
O UraguaiO Uraguai
O Uraguai
 
Vitamina A
Vitamina AVitamina A
Vitamina A
 
Sidarta Gautama
Sidarta GautamaSidarta Gautama
Sidarta Gautama
 
Pré-Cambriana
Pré-CambrianaPré-Cambriana
Pré-Cambriana
 
Pradaria
PradariaPradaria
Pradaria
 
Pierre Auguste Renoir
Pierre Auguste RenoirPierre Auguste Renoir
Pierre Auguste Renoir
 
O Espelho
O EspelhoO Espelho
O Espelho
 
Mudança Social
Mudança SocialMudança Social
Mudança Social
 
Machado de Assis
Machado de AssisMachado de Assis
Machado de Assis
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Fenômenos - Física
Fenômenos - FísicaFenômenos - Física
Fenômenos - Física
 
Estado e Welfare State
Estado e Welfare StateEstado e Welfare State
Estado e Welfare State
 
Contos Gauchescos
Contos GauchescosContos Gauchescos
Contos Gauchescos
 
Castro Alves
Castro AlvesCastro Alves
Castro Alves
 
África - Bioma
África - BiomaÁfrica - Bioma
África - Bioma
 

Olho Humano

  • 2.
  • 3. DIVISÃO DO OLHO HUMANO • Cristalino: Parte frontal do olho que funciona como uma lente convergente, do tipo biconvexa; • Pupila: comporta-se como um diafragma, controlando a quantidade de luz que penetra no olho; • Retina: é a parte sensível à luz, onde são projetadas as imagens formadas pelo cristalino e enviadas ao cérebro; • Músculos ciliares: comprimem convenientemente o cristalino, alterando a distância focal.
  • 4. O olho humano pode apresentar algumas anormalidades que levam a dificuldades de enxergar em algumas situações. • Essas anormalidades podem ser: Miopia, Hipermetropia, Astigmatismo, Presbiopia e Estrabismo.
  • 5. MIOPIA • É uma anomalia da visão que consiste em um alongamento do globo ocular; • Nesse caso há um afastamento da retina em relação ao cristalino, fazendo que a imagem seja formada antes da retina, tornando-a não nítida; • O míope tem grandes dificuldades de enxergar objetos distantes; • A correção da miopia é feita comumente com a utilização de lentes divergentes ou pela realização de cirurgia;
  • 6.
  • 7. HIPERMETROPIA • A hipermetropia é um defeito oposto à miopia, ou seja, aqui existe uma diminuição do globo ocular; • A imagem de objetos próximos é formada além da retina, fazendo aquelas imagens não sejam formadas com nitidez; • A correção desse defeito é possível através da utilização de uma lente convergente ou por uma cirurgia;
  • 8.
  • 9. ASTIGMATISMO • As superfícies que compõem o globo ocular apresentam diferentes raios de curvatura, ocasionando uma falta de simetria de revolução em torno do eixo óptico; • Este desajuste faz com que a luz se refrata por vários pontos da retina em vez de se focar em apenas um; • Para as pessoas que sofrem de astigmatismo, todos os objetos, próximos ou distantes, ficam distorcidos; • A correção é feita com a utilização de lentes cilíndricas capazes de compensar tais diferenças entre os raios de curvatura ou por cirurgia;
  • 10.
  • 11. PRESBIOPIA • Anomalia da visão semelhante à hipermetropia, que ocorre com o envelhecimento da pessoa, ocasionando o relaxamento dos músculos; • Se a acomodação muscular for muito grande, o presbíope também terá problemas de visão a longa distância, o problema se torna semelhante ao da miopia; • A correção nesse caso se dá com a utilização de lentes bifocais (convergentes e divergentes).
  • 12. ESTRABISMO • Tal anomalia consiste no desvio do eixo óptico do globo ocular; • Vulgarmente chamado de “vesgo”; • A correção é feita com o uso de lentes prismáticas ou por cirurgias.
  • 13.
  • 14. CÍCERO, GABRIEL R., JOÃO E RODRIGO