SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
O palhaço Tristoleto História adaptada a partir do livro “ O palhaço Tristoleto ” de Lourdes Custódio (Gailivro) por Maria Jesus Sousa - Juca
Era uma vez um palhaço muito engraçado – usava calções que segurava com uns suspensórios e uma camisa com mil cores e grandes botões! Tinha um nariz abatatado, pintado de vermelho e a sua cara branca estava emoldurada por uma farta cabeleira verde. Chamava-se Tristoleto.
Mas o Tristoleto tinha um problema… é verdade!  Tristoleto era um palhaço triste! A sério, não conseguia rir… No palco dava cambalhotas, tocava flauta, falava alto e fazia disparates com piada. Conseguia por as crianças a rir à gargalhada!
Mas, logo que o espectáculo acabava, Tristoleto ficava com uma cara tristonha… nem parecia o mesmo!
Um dia, resolveu descansar à porta do circo. Deitou-se no chão e descalçou os sapatões. Tinha mesmo acabado de adormecer, quando por ali passou uma palhacita de vestido às bolas e suspensórios às riscas. Tinha uma borboleta pintada na bochecha e o seu cabelo às cores parecia o arco-íris. Como era muito bem disposta, começou a fazer cócegas nos pés do Tristoleto…
Tristoleto não percebia o que se passava, mas começou a rir… e quanto mais se ria, mais cócegas ela lhe fazia! Graças à palhacita Risoleta, a partir deste dia Tristoleto ficou curado. E foi a rir que ele a convidou para ficar no circo!
Ela aceitou, tornaram-se grandes amigos e nunca mais se separaram. Até já me disseram que são namorados… Acham que será verdade???

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conto torrado nuvem.caracol_Clara
Conto torrado nuvem.caracol_ClaraConto torrado nuvem.caracol_Clara
Conto torrado nuvem.caracol_Clara
Clara Sousa
 
A magia da estrela do outono
A magia da estrela do outonoA magia da estrela do outono
A magia da estrela do outono
Carla Ferreira
 
O baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhosO baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhos
Danyela25
 
Natal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreNatal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempre
Marisol Santos
 
A castanha lili-
A castanha lili-A castanha lili-
A castanha lili-
labeques
 
A ovelhinha dá me lã - apresentação
A ovelhinha dá me lã - apresentaçãoA ovelhinha dá me lã - apresentação
A ovelhinha dá me lã - apresentação
Fátima Lares Correia
 
Historia ouriço mal_ penteado
Historia ouriço mal_ penteadoHistoria ouriço mal_ penteado
Historia ouriço mal_ penteado
Natalia Pina
 

Mais procurados (20)

Conto torrado nuvem.caracol_Clara
Conto torrado nuvem.caracol_ClaraConto torrado nuvem.caracol_Clara
Conto torrado nuvem.caracol_Clara
 
O Sebastião e o seu nariz - pré mourão
O Sebastião e o seu nariz - pré mourãoO Sebastião e o seu nariz - pré mourão
O Sebastião e o seu nariz - pré mourão
 
A Sopa Verde
A Sopa VerdeA Sopa Verde
A Sopa Verde
 
A magia da estrela do outono
A magia da estrela do outonoA magia da estrela do outono
A magia da estrela do outono
 
O baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhosO baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhos
 
O OuriçO Artur
O OuriçO ArturO OuriçO Artur
O OuriçO Artur
 
O nariz do palhaço
O nariz do palhaçoO nariz do palhaço
O nariz do palhaço
 
Natal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreNatal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempre
 
Caracol e caracola
Caracol e caracolaCaracol e caracola
Caracol e caracola
 
Destrava linguas
Destrava linguasDestrava linguas
Destrava linguas
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonado O sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
A castanha lili-
A castanha lili-A castanha lili-
A castanha lili-
 
A velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natalA velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natal
 
O meu pai
O meu paiO meu pai
O meu pai
 
A minha mae
A minha maeA minha mae
A minha mae
 
A ovelhinha dá me lã - apresentação
A ovelhinha dá me lã - apresentaçãoA ovelhinha dá me lã - apresentação
A ovelhinha dá me lã - apresentação
 
O Pássaro Encantado
O Pássaro EncantadoO Pássaro Encantado
O Pássaro Encantado
 
A lagartinha comilona
A lagartinha comilonaA lagartinha comilona
A lagartinha comilona
 
O livro dos corações
O livro dos coraçõesO livro dos corações
O livro dos corações
 
Historia ouriço mal_ penteado
Historia ouriço mal_ penteadoHistoria ouriço mal_ penteado
Historia ouriço mal_ penteado
 

Destaque

O circo - P/Educação infantil - maternal I
O circo - P/Educação infantil - maternal IO circo - P/Educação infantil - maternal I
O circo - P/Educação infantil - maternal I
suzanaputon
 
História do palhaço titão
História do palhaço titãoHistória do palhaço titão
História do palhaço titão
jivermil
 
Sequencia didatica e o palhaço o que é
Sequencia didatica e o palhaço o que éSequencia didatica e o palhaço o que é
Sequencia didatica e o palhaço o que é
Professora Cida
 

Destaque (20)

O Palhacinho
O PalhacinhoO Palhacinho
O Palhacinho
 
Tem bicho no circo
Tem bicho no circoTem bicho no circo
Tem bicho no circo
 
Pingo de gente vai ao circo
Pingo de gente vai ao circoPingo de gente vai ao circo
Pingo de gente vai ao circo
 
História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
 
O circo - P/Educação infantil - maternal I
O circo - P/Educação infantil - maternal IO circo - P/Educação infantil - maternal I
O circo - P/Educação infantil - maternal I
 
Projeto Circo (em word)
Projeto Circo (em word)Projeto Circo (em word)
Projeto Circo (em word)
 
Historia palhaço geométrico
Historia palhaço geométricoHistoria palhaço geométrico
Historia palhaço geométrico
 
Quem roubou a alegria do palhaço
Quem roubou a alegria do palhaçoQuem roubou a alegria do palhaço
Quem roubou a alegria do palhaço
 
História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
 
Projeto Circo na Escola
Projeto Circo na EscolaProjeto Circo na Escola
Projeto Circo na Escola
 
Projeto circo blog
Projeto circo   blogProjeto circo   blog
Projeto circo blog
 
Sonhos de um palhaço
Sonhos de um palhaçoSonhos de um palhaço
Sonhos de um palhaço
 
Apostila dia do circo – vol 2 simone helen drumond
Apostila dia do circo – vol 2 simone helen drumondApostila dia do circo – vol 2 simone helen drumond
Apostila dia do circo – vol 2 simone helen drumond
 
Trabalhando o Gênero Tirinhas
Trabalhando o Gênero TirinhasTrabalhando o Gênero Tirinhas
Trabalhando o Gênero Tirinhas
 
História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
 
História do palhaço titão
História do palhaço titãoHistória do palhaço titão
História do palhaço titão
 
Apresentação slide circo
Apresentação slide circoApresentação slide circo
Apresentação slide circo
 
A história do circo simone helen drumond
A história do circo simone helen drumondA história do circo simone helen drumond
A história do circo simone helen drumond
 
Sequencia didatica e o palhaço o que é
Sequencia didatica e o palhaço o que éSequencia didatica e o palhaço o que é
Sequencia didatica e o palhaço o que é
 
Uma história de carnaval
Uma história de carnavalUma história de carnaval
Uma história de carnaval
 

Semelhante a O Palhaco Tristoleto[1] (8)

O palhaco-tristoleto1-100127193107-phpapp02
O palhaco-tristoleto1-100127193107-phpapp02O palhaco-tristoleto1-100127193107-phpapp02
O palhaco-tristoleto1-100127193107-phpapp02
 
O palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoletoO palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoleto
 
O palhaço-tristoleto
O palhaço-tristoletoO palhaço-tristoleto
O palhaço-tristoleto
 
O Palhaco Tristoleto
O Palhaco TristoletoO Palhaco Tristoleto
O Palhaco Tristoleto
 
O palhac3a7o-tristoleto
O palhac3a7o-tristoletoO palhac3a7o-tristoleto
O palhac3a7o-tristoleto
 
O palhaco Tristoleto - pré mourão
O palhaco Tristoleto - pré mourãoO palhaco Tristoleto - pré mourão
O palhaco Tristoleto - pré mourão
 
O palhaço-tristoleto
O palhaço-tristoletoO palhaço-tristoleto
O palhaço-tristoleto
 
Pág.crianças 20 11-10
Pág.crianças 20 11-10Pág.crianças 20 11-10
Pág.crianças 20 11-10
 

Mais de Adelaide Oliveira (12)

Alimentação- Alimentos doces e salgados.pdf
Alimentação- Alimentos doces e salgados.pdfAlimentação- Alimentos doces e salgados.pdf
Alimentação- Alimentos doces e salgados.pdf
 
Alimentação Chá gelado de fruta.pdf
Alimentação Chá gelado de fruta.pdfAlimentação Chá gelado de fruta.pdf
Alimentação Chá gelado de fruta.pdf
 
As mãos não são para bater
As mãos não são para baterAs mãos não são para bater
As mãos não são para bater
 
História do tabaco
História do tabacoHistória do tabaco
História do tabaco
 
Poema Pictograma Carnaval
Poema Pictograma CarnavalPoema Pictograma Carnaval
Poema Pictograma Carnaval
 
O Palhaco Tristoleto
O Palhaco TristoletoO Palhaco Tristoleto
O Palhaco Tristoleto
 
Amiguinhos
AmiguinhosAmiguinhos
Amiguinhos
 
Será K A Joaninha Tem Uma Pilinha
Será K A Joaninha Tem Uma PilinhaSerá K A Joaninha Tem Uma Pilinha
Será K A Joaninha Tem Uma Pilinha
 
Para Onde Foi O ZéZinho.Ppt
Para Onde Foi O ZéZinho.PptPara Onde Foi O ZéZinho.Ppt
Para Onde Foi O ZéZinho.Ppt
 
Para Onde Foi O ZéZinho.Ppt
Para Onde Foi O ZéZinho.PptPara Onde Foi O ZéZinho.Ppt
Para Onde Foi O ZéZinho.Ppt
 
Bolo Rei Antonio Torrado
Bolo Rei Antonio TorradoBolo Rei Antonio Torrado
Bolo Rei Antonio Torrado
 
Lenda Do Bolo Rei
Lenda Do Bolo ReiLenda Do Bolo Rei
Lenda Do Bolo Rei
 

O Palhaco Tristoleto[1]

  • 1. O palhaço Tristoleto História adaptada a partir do livro “ O palhaço Tristoleto ” de Lourdes Custódio (Gailivro) por Maria Jesus Sousa - Juca
  • 2. Era uma vez um palhaço muito engraçado – usava calções que segurava com uns suspensórios e uma camisa com mil cores e grandes botões! Tinha um nariz abatatado, pintado de vermelho e a sua cara branca estava emoldurada por uma farta cabeleira verde. Chamava-se Tristoleto.
  • 3. Mas o Tristoleto tinha um problema… é verdade! Tristoleto era um palhaço triste! A sério, não conseguia rir… No palco dava cambalhotas, tocava flauta, falava alto e fazia disparates com piada. Conseguia por as crianças a rir à gargalhada!
  • 4. Mas, logo que o espectáculo acabava, Tristoleto ficava com uma cara tristonha… nem parecia o mesmo!
  • 5. Um dia, resolveu descansar à porta do circo. Deitou-se no chão e descalçou os sapatões. Tinha mesmo acabado de adormecer, quando por ali passou uma palhacita de vestido às bolas e suspensórios às riscas. Tinha uma borboleta pintada na bochecha e o seu cabelo às cores parecia o arco-íris. Como era muito bem disposta, começou a fazer cócegas nos pés do Tristoleto…
  • 6. Tristoleto não percebia o que se passava, mas começou a rir… e quanto mais se ria, mais cócegas ela lhe fazia! Graças à palhacita Risoleta, a partir deste dia Tristoleto ficou curado. E foi a rir que ele a convidou para ficar no circo!
  • 7. Ela aceitou, tornaram-se grandes amigos e nunca mais se separaram. Até já me disseram que são namorados… Acham que será verdade???