SlideShare uma empresa Scribd logo
Apresentação Institucional
Agosto de 2017
Visão Geral da Companhia
Nesses 37 anos de história...
• Lançamos mais de 334 mil unidades. A MRV
foi ainda a empresa que mais construiu em
2016, de acordo com o Ranking ITC.
• 120 mil chaves entregues nos últimos 3
anos, com a importante marca de 1 chave
entregue a cada 3 minutos.
• Uma das 60 marcas mais valiosas do Brasil,
segundo a Isto É Dinheiro.
• Presente em 148 cidades e 22 estados.
• 1 em cada 200 brasileiros é cliente da MRV.
• Mais de 22 mil empregados, que juntos
produzem 1 apartamento a cada 3
minutos.
• Empresa certificada:
• ISO 14001, OHSAS 18001
• GHG Protocol,
• Selo MRV+Verde e Obra Verde MRV
A MRV é a maior empresa de construção residencial no Brasil e uma das maiores do mundo, e nesses 37 anos atingimos
importantes marcas
• A MRV cresce mas sem esquecer do seu
compromisso com as pessoas e meio
ambiente.
3
• Em 2017, a MRV foi a grande premiada pelo
Ranking Marcas Mais do Estadão entre as
construtoras.
40.000 unidades por ano
ADRs Level1
37 anos de história
Fundação
da MRV
Início
Relacionamento
Início da
Diversificação
Geográfica
Legislação
Alienação
Fiduciária
Bancos
retomam
financiamento
imobiliário
Private Equity
IPO
1º
Correspondente
Negocial
Criação da
MRV LOG
Equity Follow-On
MCMV 1
MCMV 2
MCMV 3
3.000 unidades por ano 25.000 unidades por ano
4
ADRs Level1
Estrutura Acionária
O free float representa
64% do capital total.
444.139.684 ações ordinárias
* Data base: 01/08/2017
Novo Mercado,
o mais alto nível de Governança Corporativa.
BM&FBovespa Novo Mercado : MRVE3
ADR OTC PINK : MRVNY
MRVNY
Cusip 553479106
ISIN US5534791067
Média diária de negociação em 2T17 – R$ 48,9 milhões
5
Setor de Atuação
7
Modelo de Negócio – Foco em baixa renda
Imóveis - Baixa Renda Imóveis – Média/Alta Renda
Racional de compra Prestação menor que aluguel -
Motivo da compra Necessidade (1º imóvel) Upgrade
Funding Abundante e taxas inalteradas
(FGTS)
Escasso e recente aumento de
taxas (Poupança)
Produto Padronizado Exclusivo
Repasse de financiamento Ao longo da obra Pós-chaves
Fluxo de Caixa Recebimento de acordo com a
construção
Parcela financiamento pós-obra
Preço Em linha com a inflação ~4x maior que a inflação
Fonte : BO MRV – Crédito Imobiliário em 07/2017.
1) Salário Mínimo 2017: R$ 937,00
 Busca do primeiro imóvel para formação de família
 77% dos clientes são solteiros/noivos
 Faixa de renda: 61% possuem renda de até R$ 2.700
 Clientes jovens: 50% têm até 30 anos
 LTV de 75%
8
Perfil dos Clientes
Baixa Renda
Preço
24%
Localização
23%
Facilidade de
Pagamento
19%
Segurança
10%
Confiançana
Construtora
9%
Qualidadedos
Materiais
7%
Outros
9%
O que nossos clientes procuram?
Média/Alta Renda
 Casais
 56% são solteiros e 52% têm filhos
 A renda média mensal é de R$ 8.390, sendo que 41% ganham
acima de R$ 10 mil.
 LTV médio de 62%
Fonte: Inteligência de Mercado Lopes 2015, ACEBIP e BACEN.
O que os clientes procuram?
9
Produtos
Baixa Renda Média/Alta Renda
• Padronizado
• 45m²
• Preço Médio: R$ 150 mil (*US$ 45 mil)
• 2 dormitórios
• 1 vaga de garagem
• Área de lazer
• Condomínio fechado, com baixo custo
• Localizadas em áreas que possuem infraestrutura comercial
(região metropolitana)
• Exclusivo
• Acima de 80m²
• Preço a partir de R$ 300 mil (*US$ 90 mil)
• 3 a 4 dormitórios
• 2 ou mais vagas de garagem
• Área de lazer completa
• Torre única ou em números reduzidos, alto custo de
condomínio
• Localizadas em áreas centrais
*Dólar Ptax em 30/06/2017: US$1,00 = R$3,3079
10Fonte: Imóvel Popular: Preço Médio MRV, em 2017 o preço foi ajustado pela inflação
Imóvel Média/Alta Renda: Variação FIPE Zap (em 2017, queda no preço real dos imóveis).
Segmento Econômico: foco na aquisição da 1ª moradia, onde não há especulação e apresenta grande déficit habitacional.
Apreciação em linha com a inflação e baixo custo de financiamento produzem uma redução significativa dos LTV’s (inflação maior que TR).
Evolução dos Preços dos Imóveis
A evolução de preços de imóvel popular tem menor volatilidade e mais consistência do que a média/alta renda, impedindo a criação
de bolha imobiliária.
 Baixa oferta de imóveis populares e elevada demanda
 Condições do MCMV:
 Renda e preço de venda limitados
 Venda de 1 imóvel por CPF
 Impossibilidade de revender a unidade dentro do MCMV
Oportunidades do Mercado
SFH - Sistema Financeiro Habitacional
Empregadores depositam
8% do salário mensal de
todos os trabalhadores (Nov/16)
Fonte: Caixa
Saldo de R$
502 bilhões
Os mutuários podem utilizar o
saldo da conta vinculada ao
FGTS para:
Financiamento Imobiliário
Demissão sem justa causa
Aposentadoria
Outros
12%
66%
14%
8%
Taxa de Juros de 5
a 9,16% a.a + TR Valor Máximo do
Imóvel:
R$ 300 mil
SBPE
Depósitos feitos nas
poupanças dos bancos
comerciais
Crédito Imobiliário
Reservas Legais
Recursos Livres
65%
30%
5%
Recursos SBPE
Taxa de Mercado
Taxa de Juros de
9,75% 1 a 11% +TR
Valor Máximo do Imóvel:
De R$300.000 a
R$950.000*
Os mutuários podem ir a qualquer
banco e solicitar um financiamento
imobiliário de acordo com o seu
rating de crédito
Taxa de Juros a partir
de 12,25% 2 +TR
Imóvel a partir de:
R$950.000
Notes:
1) Se o cliente possui conta salário na CEF a taxa de juros pode ser de 9,75%. No BB a taxa de 9,65%+TR.
2) Se o cliente possui conta salário no banco de financiamento a taxa de juros pode chegar a 10,7%+TR.
3) 20% de depósitos compulsórios (remunerados pela SELIC) e 10% para o adicional compulsório (corrigido pela TR)
* Estados do DF, MG, RJ, SP: R$ 950.000; outros estados: R$ 750.000.
12
TR + 3%
FGTS – Principal fonte de recurso para financiamento dos clientes MRV
De 2017 a 2020 o FGTS tem orçado R$ 261 bilhões
para ser investido em Habitação
Obs: Em 2007 os saques por aposentadoria cresceram consideravelemente em função da aprovação pelo STF da
aposentadoria espontânea, reduzindo assim a arrecadação líquida do período.
FGTS
Fonte: IBGE, CAGED e FGTS
Arrecadação Líquida (R$ bilhões)
13
¹ Até 2011 utiliza-se a Taxa de Desemprego PME e a partir de 2012 a PNAD por sua maior sensibilidade e abrangência.
Saques por Modalidade (R$ bilhões)
Orçamento (R$ bilhões)
Discriminação 2017 2018 2019 2020
Habitação 70,50 63,50 63,50 63,50
Saneamento Básico 7,00 9,50 9,75 9,75
Infraestrutura 9,00 8,00 8,00 7,00
Outros 0,50 0,50 0,50 0,50
TOTAL 87,00 81,50 81,75 80,75
Entrada
3% Carteira MRV
15%
Subsídios
7%
Financiamento
Bancário (CEF e BB)
75%
14
Detalhe de Pagamento: Cliente MRV
MCMV Faixa 2
Preço médio: R$ 150.000
• Saldo FGTS
• Poupança
10% antes das chaves
5% após entrega de chaves
DE ONDE VEM O SUBSÍDIO?
0,7% OGU (Orçamento Geral da União)
6,3% FGTS
Imposto sobre a Receita de unidades vendidas 4%
(RET)
4,0%
RET
0,7%
Subsídios
Balanço
Fiscal
MCMV
positivo
3,3%
Cliente MRV: Detalhe de Pagamento
O imposto acima não inclui outros impostos indiretos
como ISS, Contribuição Social e outros.
Diferenciais de Mercado
Diferencial de Mercado e Potencial de Crescimento
Nota: *Informação retirada do estudo do Centro de Estatística e Informações (CEI), da Fundação João Pinheiro.
16
Habitantes MRV x Landbank em VGV
1,5 milhões
(R$ 2,8 bi)
2,4 milhões
(R$ 4,8 bi)
11,5 milhões
(R$ 28,6 bi)
3,5 milhões
(R$ 6,8 bi)
Sudeste
Sul
Centro-Oeste
Nordeste
DIVERSIFICAÇÃO GEOGRÁFICA
- Presente em 22 estados e no Distrito Federal
- 148 cidades atendidas pela Companhia
Crescimento # cidades x Margem Bruta
17
Estratégia de Negócio – Dispersão
DISPERSÃO: LOJAS E TERRENOS
Land bank 2016Land bank 2013
Fortaleza Fortaleza
Fortaleza
DISPERSÃO: LOJAS E TERRENOS
A estratégia consiste em possuirmos número suficiente de terrenos para abastecer cada região das cidades
onde identificamos demanda.
Potencial de Crescimento - ex.: Landbank Goiânia
18
SãoJosédoRioPreto
População:446.649
Goiânia
Média Vendas/mês: 126
Estoque médio: 1.334
Média Vendas/mês : 99
Estoque médio: 1.256
Média Vendas/mês : 110
Estoque médio: 1.457
2015 2016 2017
Goiânia
População:1.448.639
O abastecimento das lojas impacta diretamente em vendas.
Maior dispersão entre as
lojas
Mais lançamentos
Mais estoque
Mais vendas
Média Vendas/mês: 27
Estoque médio: 572
Média Vendas/mês : 45
Estoque médio: 1.219
Média Vendas/mês : 128
Estoque médio: 1.652
Diferencial de Mercado – Líderança de Mercado no Brasil
19
Lançamentos %MRV (R$ milhões)
Vendas Contratadas %MRV (R$ milhões)
7,7
10,8
8,5
6,7
6,1
5,2
5,7
6,6
1,7
7,4
10,5
7,6
4,6
3,3
4,0
5,8
6,6
1,7
2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017
MCMV (Faixas 1, 2 e 3) MCMV (Faixas 2 e 3)
Diferencial de Mercado – Líderança de Mercado no Brasil
Lançamentos elegíveis ao MCMV
Valores Nominais (em R$ bilhões) (Faixas II e III)
No 1T17, a MRV obteve importantes marcas entre as
empresas listadas:
 68% de participação no total de lançamentos das
faixas II e III do MCMV;
 46% no total de lançamentos do trimestre.
* Os dados são estimados baseados nos relatórios das Companhias listadas.
20
Diferenciais Operacionais
Diferencial Operacional – Landbank
22
DIFERENCIAS COMPETITIVOS
• A Companhia está retornando às capitais e regiões metropolitanas,
onde está concentrada a maior demanda.
• Para atender essa demanda, aumentamos nosso landbank em 74%
nas capitais e regiões metropolitanas.
ALVARÁS E REGISTROS DE INCORPORAÇÃO
• Desde 2014, a Companhia tem investido uma parcela significativa do caixa para o
crescimento do VGV de landbank.
• Nossa estratégia é obter vantagens da queda nos preços de terrenos afim de
aumentar nossa participação em mercados onde já operamos.
• Desde então, acumulamos 46 mil alvarás e 16 mil registros, os quais serão lançados
no mercado assim que forem obtidas as aprovações pelos bancos.
Diferencial Operacional – Equipe de produção experiente
 Aproximadamente 18 mil pessoas dedicadas à Produção
 Os colaboradores que exercem cargos de liderança (diretores, gestores e
coordenadores) possuem em média 9 anos empresa.
 No momento temos 202 obras em andamento, nas seguintes localidades:
Nordeste 27 (13,6%)
Centro Oeste
10 (5,1%)
Sul 37 (18,7%)
Sudeste 124 (62,6%)
23
Data-base: Jun/2017
Data-base: Maio/2017
11
Diretores
25 Gestores
47 Coordenadores
369 Engenheiros
509 Auxiliares de Engenharia e
Técnicos em Edificações
539 estagiários
18.267 demais cargos, sendo 9.874 próprios e
8.393 terceirizados.
Diferencial Operacional – Mecanização e novas tecnologias
Kit Hidráulico e Chicote
Menor quantidade de mão de obra
Menos resíduos
Maior racionalização da produção
Maior organização do canteiro
Padronização de Projetos
Maior Velocidade de produção
Equipe estratégica de equipamentos
Simplificação dos projetos
Economicamente viável
Maior sustentabilidade ambiental
Aumento da segurança do trabalho
Padronização, Mecanização e
Processos Inteligentes
Concretagem Porta Pronta
Parede de Concreto Laje Içada
24
Anos Nº dados Média Desvio Padrão Coeficiente de Variação (%)
2012 107 30,36 4,977 16,39%
2013 152 29,69 4,270 14,38%
2014 135 29,73 4,581 15,41%
2015 99 28,70 4,093 14,26%
2016 108 27,33 4,794 17,54%
2T17 40 25,65 2,810 10,96%
É possível verificar a redução da média do custo, sendo a
menor dos últimos 5 anos.
Ou seja, nossas obras estão com maior eficiência operacional.
Diferencial Operacional – Aumento da Eficiência Produtiva
Aumento da eficiência que repercute em:
 Menos discrepância nos custos e na qualidade;
 Menor custo de execução. 25
Data-base: Julho 2017
IP (Índice de Produtividade): Demonstra quantas pessoas são necessárias para produzir uma unidade. A orientação é quanto menor o indicador, melhor o resultado.
VP (Velocidade de Produção): Demostra o % executado por mês das obras em andamento. A orientação é quanto maior o indicador, melhor o resultado.
 Aumento da capacidade produtiva em 2017, refletindo uma redução de 27% no IP (Índice de produtividade) quando comparado 2016.
 Aumento de 41% no VP (Velocidade de produção) em 2017, comparando a 2016.
 Produção em 2017: 17.473 unidades.
Diferencial Operacional – Eficiência na Execução
26
Melhor
PAREDE DE CONCRETO
+ de R$ 60 milhões investidos nos últimos anos
+Qualidade
+Padronização
+ Agilidade
Em Jun/2017, 55,5% das unidades foram produzidas com Fôrmas de Alumínio
HISTÓRICO IP x VP
melhor
melhor
* Informações até Jun.17
Destaque para a evolução na Margem Bruta em função de:
• Renegociação com Fornecedores
• Aumento na Produtividade (IP)
• Redução da discrepância entre projetos
• Melhores Condições para compra de Terrenos.
Diferencial Operacional – Evolução na Margem Bruta
.
27
• R$ 4,5 Bilhões em pagamentos em 2016
• 55.819 Notas fiscais processadas em
dezembro/2016
• 20.520 Funcionários pagos/mês.
• 260 Colaboradores.
Diretoria de CSC
• + 5 milhões de Views dos vídeos
#MeuMundoMelhor.
• + 1,4 milhões de Acessos no Portal
de Relacionamento em 2016
• 54 Mil : média de chamadas
atendidas em 2016
• 166 mil clientes ativos
• R$ 400 milhões arrecadados /mês
• + de 3 Mil contas correntes conciliadas/mês
• + 3 Mil Novos contratos registrados/mês
• 218 Colaboradores
• R$ 80 milhões de investimento em
TI (5 anos)
• Mais de 5.500 estações de trabalho
• 33 milhões de documentos
digitalizados desde 2010
• Mais de 300 tablets nas obras
Estrutura Administrativa Eficiente
Menor
G&A/ROL
do setor
Rel. Clientes e
Comunicação Interna
Tecnologia da
informação
Diretoria de Serviços
Especializados
28
Produtividade - G&A / ROL – 1T17
Diferencial Operacional – Estrutura Administrativa Eficiente
.
Devida a nossa robusta e
eficiente operação,
conseguimos diluir nossas
despesas e apresentamos a
melhor relação do
G&A/Receita Líquida do setor.
29
3,41x
3,00x
2,96x
2,86x
2,25x
2,06x
1,91x
1,76x
1,01x
1,59x
Diferenciais Financeiros
Diferencial Financeiro – Crédito Associativo
Desde o início das vendas simultâneas, a MRV reduziu
consideravelmente o seu fluxo de recebíveis, contribuindo assim
para uma menor necessidade de capital de giro por projeto lançado.
Nota: PMR – Prazo Médio de Recebimento / PMP – Prazo Médio de Pagamento / NCG – Necessidade de Capital de Giro 31
Destaques:
Maior rating corporativo do setor (brAA-) pela Fitch e Standard & Poor´s.
Melhoria de sistemas e processos da CEF em 2011 → benefícios a partir de 2012;
Crescimento das operações do BB no modelo “Crédito Associativo”, iniciada em 2013;
Diferencial Financeiro – Consistente Geração de Caixa e baixa
alavancagem
20 trimestres de geração recorrente
32
Consistência e estabilidade nos Yields da Companhia
33
Indicadores Financeiros
34
Receita Líquida
(R$ milhões)
Margem Bruta %
Indicadores Financeiros
35
Lucro Líquido (R$ milhões)
Margem Líquida %
*Gafisa 4T16: ex-operação descontinuada Tenda (R$ 683milhões)
Perfil da Dívida
Detalhamento da Dívida
37
Detalhamento da Dívida e Covenants Financeiros
> 1,6
Recebíveis + Receita a apropriar + Estoques_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Dívida líquida + Imóveis a pagar + Custo a Apropriar < 0,65Dívida Líquida + Imóveis a Pagar___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Patrimônio Líquido
Covenants: 1T08 a 4T12 – consolidação proporcional; 1T13 a 1T17 – CPC 19 – IFRS 11.
Nota: “Dívida líquida” exclui financiamentos SFH. “Imóveis a pagar” exclui terrenos parcela relativa à permuta
Dívida Total
Covenant
brAA- AA-(br)
Rating Corporativo
38
Rating x (Dívida Líquida / PL) – Fitch Ratings
Fonte:
DL / PL: Resultados das Companhias – CVM
Volume de Dívida Líquida
39
Rating x (Dívida Líquida / PL) – Standard & Poors
Fonte:
DL / PL: Resultados das Companhias – CVM
Volume de Dívida Líquida
40
41
Leonardo Corrêa
Diretor Executivo de Finanças e Relações com Investidores
Ricardo Paixão
Diretor de Relações com Investidores e Planejamento Financeiro
Matheus Torga
Gerente Executivo de Relações com Investidores
Tel.: (+55 31) 3615-8153
E-mail: ri@mrv.com.br
Esta apresentação encontra-se disponível em nosso site:
ri.mrv.com.br
Contatos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação APIMEC - SP
Apresentação APIMEC - SPApresentação APIMEC - SP
Apresentação APIMEC - SP
DirecionalRI
 
Mrv apresentação institucional mai16 - por
Mrv apresentação institucional   mai16 - porMrv apresentação institucional   mai16 - por
Mrv apresentação institucional mai16 - por
MRVRI
 
Csu Er 2 T09 Port
Csu Er 2 T09 PortCsu Er 2 T09 Port
Csu Er 2 T09 Port
OrlandoNeto
 
Cc 4 t15 por
Cc 4 t15 porCc 4 t15 por
Cc 4 t15 por
Kianne Paganini
 
Mrv apresentação renda fixa 08.2017
Mrv apresentação renda fixa 08.2017Mrv apresentação renda fixa 08.2017
Mrv apresentação renda fixa 08.2017
cinthia_volpani
 
Teleconferência 3T10
Teleconferência 3T10Teleconferência 3T10
Teleconferência 3T10
Valid S.A.
 
Apresentação institucional 4T15
Apresentação institucional 4T15Apresentação institucional 4T15
Apresentação institucional 4T15
Kianne Paganini
 
Cc 3 t15_por
Cc 3 t15_porCc 3 t15_por
Cc 3 t15_por
Kianne Paganini
 
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2008.
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2008.Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2008.
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2008.
MRVRI
 
Apresentação Reunião APIMEC SP 2010
Apresentação Reunião APIMEC SP 2010Apresentação Reunião APIMEC SP 2010
Apresentação Reunião APIMEC SP 2010
Kianne Paganini
 
Teleconferência de Resultados 2T12
Teleconferência de Resultados 2T12Teleconferência de Resultados 2T12
Teleconferência de Resultados 2T12
Kianne Paganini
 
Teleconferência 1_T15 - português
Teleconferência 1_T15 - portuguêsTeleconferência 1_T15 - português
Teleconferência 1_T15 - português
Kianne Paganini
 
Mrv apresentação renda fixa 08.2017
Mrv apresentação renda fixa 08.2017Mrv apresentação renda fixa 08.2017
Mrv apresentação renda fixa 08.2017
cinthia_volpani
 
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2010
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2010Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2010
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2010
MRVRI
 
Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2008.
Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2008.Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2008.
Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2008.
MRVRI
 
Apresentação de resultados do 2 t08
Apresentação de resultados do 2 t08Apresentação de resultados do 2 t08
Apresentação de resultados do 2 t08
CSURIWEB
 
Apresentação 2T09
Apresentação 2T09Apresentação 2T09
Apresentação 2T09
RiRossi
 
Teleconferência de Resultados 2T10
Teleconferência de Resultados 2T10Teleconferência de Resultados 2T10
Teleconferência de Resultados 2T10
Kianne Paganini
 
Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2007.
Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2007.Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2007.
Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2007.
MRVRI
 
Teleconferência de Resultados 4T10
Teleconferência de Resultados 4T10Teleconferência de Resultados 4T10
Teleconferência de Resultados 4T10
Kianne Paganini
 

Mais procurados (20)

Apresentação APIMEC - SP
Apresentação APIMEC - SPApresentação APIMEC - SP
Apresentação APIMEC - SP
 
Mrv apresentação institucional mai16 - por
Mrv apresentação institucional   mai16 - porMrv apresentação institucional   mai16 - por
Mrv apresentação institucional mai16 - por
 
Csu Er 2 T09 Port
Csu Er 2 T09 PortCsu Er 2 T09 Port
Csu Er 2 T09 Port
 
Cc 4 t15 por
Cc 4 t15 porCc 4 t15 por
Cc 4 t15 por
 
Mrv apresentação renda fixa 08.2017
Mrv apresentação renda fixa 08.2017Mrv apresentação renda fixa 08.2017
Mrv apresentação renda fixa 08.2017
 
Teleconferência 3T10
Teleconferência 3T10Teleconferência 3T10
Teleconferência 3T10
 
Apresentação institucional 4T15
Apresentação institucional 4T15Apresentação institucional 4T15
Apresentação institucional 4T15
 
Cc 3 t15_por
Cc 3 t15_porCc 3 t15_por
Cc 3 t15_por
 
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2008.
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2008.Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2008.
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2008.
 
Apresentação Reunião APIMEC SP 2010
Apresentação Reunião APIMEC SP 2010Apresentação Reunião APIMEC SP 2010
Apresentação Reunião APIMEC SP 2010
 
Teleconferência de Resultados 2T12
Teleconferência de Resultados 2T12Teleconferência de Resultados 2T12
Teleconferência de Resultados 2T12
 
Teleconferência 1_T15 - português
Teleconferência 1_T15 - portuguêsTeleconferência 1_T15 - português
Teleconferência 1_T15 - português
 
Mrv apresentação renda fixa 08.2017
Mrv apresentação renda fixa 08.2017Mrv apresentação renda fixa 08.2017
Mrv apresentação renda fixa 08.2017
 
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2010
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2010Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2010
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2010
 
Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2008.
Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2008.Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2008.
Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2008.
 
Apresentação de resultados do 2 t08
Apresentação de resultados do 2 t08Apresentação de resultados do 2 t08
Apresentação de resultados do 2 t08
 
Apresentação 2T09
Apresentação 2T09Apresentação 2T09
Apresentação 2T09
 
Teleconferência de Resultados 2T10
Teleconferência de Resultados 2T10Teleconferência de Resultados 2T10
Teleconferência de Resultados 2T10
 
Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2007.
Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2007.Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2007.
Apresentação dos Resultados do Terceiro Trimestre de 2007.
 
Teleconferência de Resultados 4T10
Teleconferência de Resultados 4T10Teleconferência de Resultados 4T10
Teleconferência de Resultados 4T10
 

Semelhante a Mrv apresentação renda fixa 08.2017

Mrv apresentação renda fixa 08.2017
Mrv apresentação renda fixa 08.2017Mrv apresentação renda fixa 08.2017
Mrv apresentação renda fixa 08.2017
cinthia_volpani
 
Apresentação institucional 11 2017
Apresentação institucional 11 2017Apresentação institucional 11 2017
Apresentação institucional 11 2017
cinthia_volpani
 
Apresentação 1T07
Apresentação 1T07Apresentação 1T07
Apresentação 1T07
RiRossi
 
Apresentação Reunião Pública 2016
Apresentação Reunião Pública 2016Apresentação Reunião Pública 2016
Apresentação Reunião Pública 2016
DirecionalRI
 
Apresentação - Estratégia Rossi para o Segmento Econômico 2009/2010
Apresentação - Estratégia Rossi para o Segmento Econômico 2009/2010Apresentação - Estratégia Rossi para o Segmento Econômico 2009/2010
Apresentação - Estratégia Rossi para o Segmento Econômico 2009/2010
RiRossi
 
Equity Rio R50x 2021 4T.pdf
Equity Rio R50x 2021 4T.pdfEquity Rio R50x 2021 4T.pdf
Equity Rio R50x 2021 4T.pdf
brunopauletti2
 
Equity Rio R50x 2021 3T.pdf
Equity Rio R50x 2021 3T.pdfEquity Rio R50x 2021 3T.pdf
Equity Rio R50x 2021 3T.pdf
brunopauletti2
 
Teleconferência de Resultados 4T11
Teleconferência de Resultados 4T11Teleconferência de Resultados 4T11
Teleconferência de Resultados 4T11
Kianne Paganini
 
Apresentação Institucional 3T11
Apresentação Institucional 3T11Apresentação Institucional 3T11
Apresentação Institucional 3T11
Kianne Paganini
 
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Fernando Moura
 
Franchising como estratégia de crescimento
Franchising como estratégia de crescimentoFranchising como estratégia de crescimento
Franchising como estratégia de crescimento
Gigatron Computer Center
 
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2007.
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2007.Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2007.
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2007.
MRVRI
 
Carlosthadeuap020713 recife-130702154717-phpapp02
Carlosthadeuap020713 recife-130702154717-phpapp02Carlosthadeuap020713 recife-130702154717-phpapp02
Carlosthadeuap020713 recife-130702154717-phpapp02
CNC
 
O Mercado de Capitais é o Futuro
O Mercado de Capitais é o FuturoO Mercado de Capitais é o Futuro
O Mercado de Capitais é o Futuro
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Apresentação da Teleconferência sobre os Resultados do 1T14
Apresentação da Teleconferência sobre os Resultados do 1T14Apresentação da Teleconferência sobre os Resultados do 1T14
Apresentação da Teleconferência sobre os Resultados do 1T14
RiRossi
 
Apresentação Corporativa – Dezembro de 2008
Apresentação Corporativa – Dezembro de 2008Apresentação Corporativa – Dezembro de 2008
Apresentação Corporativa – Dezembro de 2008
RiRossi
 
Geralnews12mai
Geralnews12maiGeralnews12mai
Geralnews12mai
geralinvestimentos
 
Cenários - Eduardo Miras
Cenários - Eduardo Miras Cenários - Eduardo Miras
Cenários - Eduardo Miras
ExpoGestão
 
_Download da apresentação.pdf
_Download da apresentação.pdf_Download da apresentação.pdf
_Download da apresentação.pdf
ssuser28273b
 
Apresentação Reunião APIMEC BH 2010
Apresentação Reunião APIMEC BH 2010Apresentação Reunião APIMEC BH 2010
Apresentação Reunião APIMEC BH 2010
Kianne Paganini
 

Semelhante a Mrv apresentação renda fixa 08.2017 (20)

Mrv apresentação renda fixa 08.2017
Mrv apresentação renda fixa 08.2017Mrv apresentação renda fixa 08.2017
Mrv apresentação renda fixa 08.2017
 
Apresentação institucional 11 2017
Apresentação institucional 11 2017Apresentação institucional 11 2017
Apresentação institucional 11 2017
 
Apresentação 1T07
Apresentação 1T07Apresentação 1T07
Apresentação 1T07
 
Apresentação Reunião Pública 2016
Apresentação Reunião Pública 2016Apresentação Reunião Pública 2016
Apresentação Reunião Pública 2016
 
Apresentação - Estratégia Rossi para o Segmento Econômico 2009/2010
Apresentação - Estratégia Rossi para o Segmento Econômico 2009/2010Apresentação - Estratégia Rossi para o Segmento Econômico 2009/2010
Apresentação - Estratégia Rossi para o Segmento Econômico 2009/2010
 
Equity Rio R50x 2021 4T.pdf
Equity Rio R50x 2021 4T.pdfEquity Rio R50x 2021 4T.pdf
Equity Rio R50x 2021 4T.pdf
 
Equity Rio R50x 2021 3T.pdf
Equity Rio R50x 2021 3T.pdfEquity Rio R50x 2021 3T.pdf
Equity Rio R50x 2021 3T.pdf
 
Teleconferência de Resultados 4T11
Teleconferência de Resultados 4T11Teleconferência de Resultados 4T11
Teleconferência de Resultados 4T11
 
Apresentação Institucional 3T11
Apresentação Institucional 3T11Apresentação Institucional 3T11
Apresentação Institucional 3T11
 
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
 
Franchising como estratégia de crescimento
Franchising como estratégia de crescimentoFranchising como estratégia de crescimento
Franchising como estratégia de crescimento
 
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2007.
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2007.Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2007.
Apresentação dos Resultados do Segundo Trimestre de 2007.
 
Carlosthadeuap020713 recife-130702154717-phpapp02
Carlosthadeuap020713 recife-130702154717-phpapp02Carlosthadeuap020713 recife-130702154717-phpapp02
Carlosthadeuap020713 recife-130702154717-phpapp02
 
O Mercado de Capitais é o Futuro
O Mercado de Capitais é o FuturoO Mercado de Capitais é o Futuro
O Mercado de Capitais é o Futuro
 
Apresentação da Teleconferência sobre os Resultados do 1T14
Apresentação da Teleconferência sobre os Resultados do 1T14Apresentação da Teleconferência sobre os Resultados do 1T14
Apresentação da Teleconferência sobre os Resultados do 1T14
 
Apresentação Corporativa – Dezembro de 2008
Apresentação Corporativa – Dezembro de 2008Apresentação Corporativa – Dezembro de 2008
Apresentação Corporativa – Dezembro de 2008
 
Geralnews12mai
Geralnews12maiGeralnews12mai
Geralnews12mai
 
Cenários - Eduardo Miras
Cenários - Eduardo Miras Cenários - Eduardo Miras
Cenários - Eduardo Miras
 
_Download da apresentação.pdf
_Download da apresentação.pdf_Download da apresentação.pdf
_Download da apresentação.pdf
 
Apresentação Reunião APIMEC BH 2010
Apresentação Reunião APIMEC BH 2010Apresentação Reunião APIMEC BH 2010
Apresentação Reunião APIMEC BH 2010
 

Mrv apresentação renda fixa 08.2017

  • 2. Visão Geral da Companhia
  • 3. Nesses 37 anos de história... • Lançamos mais de 334 mil unidades. A MRV foi ainda a empresa que mais construiu em 2016, de acordo com o Ranking ITC. • 120 mil chaves entregues nos últimos 3 anos, com a importante marca de 1 chave entregue a cada 3 minutos. • Uma das 60 marcas mais valiosas do Brasil, segundo a Isto É Dinheiro. • Presente em 148 cidades e 22 estados. • 1 em cada 200 brasileiros é cliente da MRV. • Mais de 22 mil empregados, que juntos produzem 1 apartamento a cada 3 minutos. • Empresa certificada: • ISO 14001, OHSAS 18001 • GHG Protocol, • Selo MRV+Verde e Obra Verde MRV A MRV é a maior empresa de construção residencial no Brasil e uma das maiores do mundo, e nesses 37 anos atingimos importantes marcas • A MRV cresce mas sem esquecer do seu compromisso com as pessoas e meio ambiente. 3 • Em 2017, a MRV foi a grande premiada pelo Ranking Marcas Mais do Estadão entre as construtoras.
  • 4. 40.000 unidades por ano ADRs Level1 37 anos de história Fundação da MRV Início Relacionamento Início da Diversificação Geográfica Legislação Alienação Fiduciária Bancos retomam financiamento imobiliário Private Equity IPO 1º Correspondente Negocial Criação da MRV LOG Equity Follow-On MCMV 1 MCMV 2 MCMV 3 3.000 unidades por ano 25.000 unidades por ano 4 ADRs Level1
  • 5. Estrutura Acionária O free float representa 64% do capital total. 444.139.684 ações ordinárias * Data base: 01/08/2017 Novo Mercado, o mais alto nível de Governança Corporativa. BM&FBovespa Novo Mercado : MRVE3 ADR OTC PINK : MRVNY MRVNY Cusip 553479106 ISIN US5534791067 Média diária de negociação em 2T17 – R$ 48,9 milhões 5
  • 7. 7 Modelo de Negócio – Foco em baixa renda Imóveis - Baixa Renda Imóveis – Média/Alta Renda Racional de compra Prestação menor que aluguel - Motivo da compra Necessidade (1º imóvel) Upgrade Funding Abundante e taxas inalteradas (FGTS) Escasso e recente aumento de taxas (Poupança) Produto Padronizado Exclusivo Repasse de financiamento Ao longo da obra Pós-chaves Fluxo de Caixa Recebimento de acordo com a construção Parcela financiamento pós-obra Preço Em linha com a inflação ~4x maior que a inflação
  • 8. Fonte : BO MRV – Crédito Imobiliário em 07/2017. 1) Salário Mínimo 2017: R$ 937,00  Busca do primeiro imóvel para formação de família  77% dos clientes são solteiros/noivos  Faixa de renda: 61% possuem renda de até R$ 2.700  Clientes jovens: 50% têm até 30 anos  LTV de 75% 8 Perfil dos Clientes Baixa Renda Preço 24% Localização 23% Facilidade de Pagamento 19% Segurança 10% Confiançana Construtora 9% Qualidadedos Materiais 7% Outros 9% O que nossos clientes procuram? Média/Alta Renda  Casais  56% são solteiros e 52% têm filhos  A renda média mensal é de R$ 8.390, sendo que 41% ganham acima de R$ 10 mil.  LTV médio de 62% Fonte: Inteligência de Mercado Lopes 2015, ACEBIP e BACEN. O que os clientes procuram?
  • 9. 9 Produtos Baixa Renda Média/Alta Renda • Padronizado • 45m² • Preço Médio: R$ 150 mil (*US$ 45 mil) • 2 dormitórios • 1 vaga de garagem • Área de lazer • Condomínio fechado, com baixo custo • Localizadas em áreas que possuem infraestrutura comercial (região metropolitana) • Exclusivo • Acima de 80m² • Preço a partir de R$ 300 mil (*US$ 90 mil) • 3 a 4 dormitórios • 2 ou mais vagas de garagem • Área de lazer completa • Torre única ou em números reduzidos, alto custo de condomínio • Localizadas em áreas centrais *Dólar Ptax em 30/06/2017: US$1,00 = R$3,3079
  • 10. 10Fonte: Imóvel Popular: Preço Médio MRV, em 2017 o preço foi ajustado pela inflação Imóvel Média/Alta Renda: Variação FIPE Zap (em 2017, queda no preço real dos imóveis). Segmento Econômico: foco na aquisição da 1ª moradia, onde não há especulação e apresenta grande déficit habitacional. Apreciação em linha com a inflação e baixo custo de financiamento produzem uma redução significativa dos LTV’s (inflação maior que TR). Evolução dos Preços dos Imóveis A evolução de preços de imóvel popular tem menor volatilidade e mais consistência do que a média/alta renda, impedindo a criação de bolha imobiliária.  Baixa oferta de imóveis populares e elevada demanda  Condições do MCMV:  Renda e preço de venda limitados  Venda de 1 imóvel por CPF  Impossibilidade de revender a unidade dentro do MCMV
  • 12. SFH - Sistema Financeiro Habitacional Empregadores depositam 8% do salário mensal de todos os trabalhadores (Nov/16) Fonte: Caixa Saldo de R$ 502 bilhões Os mutuários podem utilizar o saldo da conta vinculada ao FGTS para: Financiamento Imobiliário Demissão sem justa causa Aposentadoria Outros 12% 66% 14% 8% Taxa de Juros de 5 a 9,16% a.a + TR Valor Máximo do Imóvel: R$ 300 mil SBPE Depósitos feitos nas poupanças dos bancos comerciais Crédito Imobiliário Reservas Legais Recursos Livres 65% 30% 5% Recursos SBPE Taxa de Mercado Taxa de Juros de 9,75% 1 a 11% +TR Valor Máximo do Imóvel: De R$300.000 a R$950.000* Os mutuários podem ir a qualquer banco e solicitar um financiamento imobiliário de acordo com o seu rating de crédito Taxa de Juros a partir de 12,25% 2 +TR Imóvel a partir de: R$950.000 Notes: 1) Se o cliente possui conta salário na CEF a taxa de juros pode ser de 9,75%. No BB a taxa de 9,65%+TR. 2) Se o cliente possui conta salário no banco de financiamento a taxa de juros pode chegar a 10,7%+TR. 3) 20% de depósitos compulsórios (remunerados pela SELIC) e 10% para o adicional compulsório (corrigido pela TR) * Estados do DF, MG, RJ, SP: R$ 950.000; outros estados: R$ 750.000. 12 TR + 3% FGTS – Principal fonte de recurso para financiamento dos clientes MRV
  • 13. De 2017 a 2020 o FGTS tem orçado R$ 261 bilhões para ser investido em Habitação Obs: Em 2007 os saques por aposentadoria cresceram consideravelemente em função da aprovação pelo STF da aposentadoria espontânea, reduzindo assim a arrecadação líquida do período. FGTS Fonte: IBGE, CAGED e FGTS Arrecadação Líquida (R$ bilhões) 13 ¹ Até 2011 utiliza-se a Taxa de Desemprego PME e a partir de 2012 a PNAD por sua maior sensibilidade e abrangência. Saques por Modalidade (R$ bilhões) Orçamento (R$ bilhões) Discriminação 2017 2018 2019 2020 Habitação 70,50 63,50 63,50 63,50 Saneamento Básico 7,00 9,50 9,75 9,75 Infraestrutura 9,00 8,00 8,00 7,00 Outros 0,50 0,50 0,50 0,50 TOTAL 87,00 81,50 81,75 80,75
  • 14. Entrada 3% Carteira MRV 15% Subsídios 7% Financiamento Bancário (CEF e BB) 75% 14 Detalhe de Pagamento: Cliente MRV MCMV Faixa 2 Preço médio: R$ 150.000 • Saldo FGTS • Poupança 10% antes das chaves 5% após entrega de chaves DE ONDE VEM O SUBSÍDIO? 0,7% OGU (Orçamento Geral da União) 6,3% FGTS Imposto sobre a Receita de unidades vendidas 4% (RET) 4,0% RET 0,7% Subsídios Balanço Fiscal MCMV positivo 3,3% Cliente MRV: Detalhe de Pagamento O imposto acima não inclui outros impostos indiretos como ISS, Contribuição Social e outros.
  • 16. Diferencial de Mercado e Potencial de Crescimento Nota: *Informação retirada do estudo do Centro de Estatística e Informações (CEI), da Fundação João Pinheiro. 16 Habitantes MRV x Landbank em VGV 1,5 milhões (R$ 2,8 bi) 2,4 milhões (R$ 4,8 bi) 11,5 milhões (R$ 28,6 bi) 3,5 milhões (R$ 6,8 bi) Sudeste Sul Centro-Oeste Nordeste DIVERSIFICAÇÃO GEOGRÁFICA - Presente em 22 estados e no Distrito Federal - 148 cidades atendidas pela Companhia Crescimento # cidades x Margem Bruta
  • 17. 17 Estratégia de Negócio – Dispersão DISPERSÃO: LOJAS E TERRENOS Land bank 2016Land bank 2013 Fortaleza Fortaleza Fortaleza DISPERSÃO: LOJAS E TERRENOS A estratégia consiste em possuirmos número suficiente de terrenos para abastecer cada região das cidades onde identificamos demanda.
  • 18. Potencial de Crescimento - ex.: Landbank Goiânia 18 SãoJosédoRioPreto População:446.649 Goiânia Média Vendas/mês: 126 Estoque médio: 1.334 Média Vendas/mês : 99 Estoque médio: 1.256 Média Vendas/mês : 110 Estoque médio: 1.457 2015 2016 2017 Goiânia População:1.448.639 O abastecimento das lojas impacta diretamente em vendas. Maior dispersão entre as lojas Mais lançamentos Mais estoque Mais vendas Média Vendas/mês: 27 Estoque médio: 572 Média Vendas/mês : 45 Estoque médio: 1.219 Média Vendas/mês : 128 Estoque médio: 1.652
  • 19. Diferencial de Mercado – Líderança de Mercado no Brasil 19 Lançamentos %MRV (R$ milhões) Vendas Contratadas %MRV (R$ milhões)
  • 20. 7,7 10,8 8,5 6,7 6,1 5,2 5,7 6,6 1,7 7,4 10,5 7,6 4,6 3,3 4,0 5,8 6,6 1,7 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 MCMV (Faixas 1, 2 e 3) MCMV (Faixas 2 e 3) Diferencial de Mercado – Líderança de Mercado no Brasil Lançamentos elegíveis ao MCMV Valores Nominais (em R$ bilhões) (Faixas II e III) No 1T17, a MRV obteve importantes marcas entre as empresas listadas:  68% de participação no total de lançamentos das faixas II e III do MCMV;  46% no total de lançamentos do trimestre. * Os dados são estimados baseados nos relatórios das Companhias listadas. 20
  • 22. Diferencial Operacional – Landbank 22 DIFERENCIAS COMPETITIVOS • A Companhia está retornando às capitais e regiões metropolitanas, onde está concentrada a maior demanda. • Para atender essa demanda, aumentamos nosso landbank em 74% nas capitais e regiões metropolitanas. ALVARÁS E REGISTROS DE INCORPORAÇÃO • Desde 2014, a Companhia tem investido uma parcela significativa do caixa para o crescimento do VGV de landbank. • Nossa estratégia é obter vantagens da queda nos preços de terrenos afim de aumentar nossa participação em mercados onde já operamos. • Desde então, acumulamos 46 mil alvarás e 16 mil registros, os quais serão lançados no mercado assim que forem obtidas as aprovações pelos bancos.
  • 23. Diferencial Operacional – Equipe de produção experiente  Aproximadamente 18 mil pessoas dedicadas à Produção  Os colaboradores que exercem cargos de liderança (diretores, gestores e coordenadores) possuem em média 9 anos empresa.  No momento temos 202 obras em andamento, nas seguintes localidades: Nordeste 27 (13,6%) Centro Oeste 10 (5,1%) Sul 37 (18,7%) Sudeste 124 (62,6%) 23 Data-base: Jun/2017 Data-base: Maio/2017 11 Diretores 25 Gestores 47 Coordenadores 369 Engenheiros 509 Auxiliares de Engenharia e Técnicos em Edificações 539 estagiários 18.267 demais cargos, sendo 9.874 próprios e 8.393 terceirizados.
  • 24. Diferencial Operacional – Mecanização e novas tecnologias Kit Hidráulico e Chicote Menor quantidade de mão de obra Menos resíduos Maior racionalização da produção Maior organização do canteiro Padronização de Projetos Maior Velocidade de produção Equipe estratégica de equipamentos Simplificação dos projetos Economicamente viável Maior sustentabilidade ambiental Aumento da segurança do trabalho Padronização, Mecanização e Processos Inteligentes Concretagem Porta Pronta Parede de Concreto Laje Içada 24
  • 25. Anos Nº dados Média Desvio Padrão Coeficiente de Variação (%) 2012 107 30,36 4,977 16,39% 2013 152 29,69 4,270 14,38% 2014 135 29,73 4,581 15,41% 2015 99 28,70 4,093 14,26% 2016 108 27,33 4,794 17,54% 2T17 40 25,65 2,810 10,96% É possível verificar a redução da média do custo, sendo a menor dos últimos 5 anos. Ou seja, nossas obras estão com maior eficiência operacional. Diferencial Operacional – Aumento da Eficiência Produtiva Aumento da eficiência que repercute em:  Menos discrepância nos custos e na qualidade;  Menor custo de execução. 25 Data-base: Julho 2017
  • 26. IP (Índice de Produtividade): Demonstra quantas pessoas são necessárias para produzir uma unidade. A orientação é quanto menor o indicador, melhor o resultado. VP (Velocidade de Produção): Demostra o % executado por mês das obras em andamento. A orientação é quanto maior o indicador, melhor o resultado.  Aumento da capacidade produtiva em 2017, refletindo uma redução de 27% no IP (Índice de produtividade) quando comparado 2016.  Aumento de 41% no VP (Velocidade de produção) em 2017, comparando a 2016.  Produção em 2017: 17.473 unidades. Diferencial Operacional – Eficiência na Execução 26 Melhor PAREDE DE CONCRETO + de R$ 60 milhões investidos nos últimos anos +Qualidade +Padronização + Agilidade Em Jun/2017, 55,5% das unidades foram produzidas com Fôrmas de Alumínio HISTÓRICO IP x VP melhor melhor * Informações até Jun.17
  • 27. Destaque para a evolução na Margem Bruta em função de: • Renegociação com Fornecedores • Aumento na Produtividade (IP) • Redução da discrepância entre projetos • Melhores Condições para compra de Terrenos. Diferencial Operacional – Evolução na Margem Bruta . 27
  • 28. • R$ 4,5 Bilhões em pagamentos em 2016 • 55.819 Notas fiscais processadas em dezembro/2016 • 20.520 Funcionários pagos/mês. • 260 Colaboradores. Diretoria de CSC • + 5 milhões de Views dos vídeos #MeuMundoMelhor. • + 1,4 milhões de Acessos no Portal de Relacionamento em 2016 • 54 Mil : média de chamadas atendidas em 2016 • 166 mil clientes ativos • R$ 400 milhões arrecadados /mês • + de 3 Mil contas correntes conciliadas/mês • + 3 Mil Novos contratos registrados/mês • 218 Colaboradores • R$ 80 milhões de investimento em TI (5 anos) • Mais de 5.500 estações de trabalho • 33 milhões de documentos digitalizados desde 2010 • Mais de 300 tablets nas obras Estrutura Administrativa Eficiente Menor G&A/ROL do setor Rel. Clientes e Comunicação Interna Tecnologia da informação Diretoria de Serviços Especializados 28
  • 29. Produtividade - G&A / ROL – 1T17 Diferencial Operacional – Estrutura Administrativa Eficiente . Devida a nossa robusta e eficiente operação, conseguimos diluir nossas despesas e apresentamos a melhor relação do G&A/Receita Líquida do setor. 29 3,41x 3,00x 2,96x 2,86x 2,25x 2,06x 1,91x 1,76x 1,01x 1,59x
  • 31. Diferencial Financeiro – Crédito Associativo Desde o início das vendas simultâneas, a MRV reduziu consideravelmente o seu fluxo de recebíveis, contribuindo assim para uma menor necessidade de capital de giro por projeto lançado. Nota: PMR – Prazo Médio de Recebimento / PMP – Prazo Médio de Pagamento / NCG – Necessidade de Capital de Giro 31
  • 32. Destaques: Maior rating corporativo do setor (brAA-) pela Fitch e Standard & Poor´s. Melhoria de sistemas e processos da CEF em 2011 → benefícios a partir de 2012; Crescimento das operações do BB no modelo “Crédito Associativo”, iniciada em 2013; Diferencial Financeiro – Consistente Geração de Caixa e baixa alavancagem 20 trimestres de geração recorrente 32
  • 33. Consistência e estabilidade nos Yields da Companhia 33
  • 35. Indicadores Financeiros 35 Lucro Líquido (R$ milhões) Margem Líquida % *Gafisa 4T16: ex-operação descontinuada Tenda (R$ 683milhões)
  • 38. Detalhamento da Dívida e Covenants Financeiros > 1,6 Recebíveis + Receita a apropriar + Estoques_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ Dívida líquida + Imóveis a pagar + Custo a Apropriar < 0,65Dívida Líquida + Imóveis a Pagar___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ Patrimônio Líquido Covenants: 1T08 a 4T12 – consolidação proporcional; 1T13 a 1T17 – CPC 19 – IFRS 11. Nota: “Dívida líquida” exclui financiamentos SFH. “Imóveis a pagar” exclui terrenos parcela relativa à permuta Dívida Total Covenant brAA- AA-(br) Rating Corporativo 38
  • 39. Rating x (Dívida Líquida / PL) – Fitch Ratings Fonte: DL / PL: Resultados das Companhias – CVM Volume de Dívida Líquida 39
  • 40. Rating x (Dívida Líquida / PL) – Standard & Poors Fonte: DL / PL: Resultados das Companhias – CVM Volume de Dívida Líquida 40
  • 41. 41 Leonardo Corrêa Diretor Executivo de Finanças e Relações com Investidores Ricardo Paixão Diretor de Relações com Investidores e Planejamento Financeiro Matheus Torga Gerente Executivo de Relações com Investidores Tel.: (+55 31) 3615-8153 E-mail: ri@mrv.com.br Esta apresentação encontra-se disponível em nosso site: ri.mrv.com.br Contatos