SlideShare uma empresa Scribd logo
Centro Universitário de Patos de Minas
 Ézio Oliveira da Silva
 Luciano Alves da Silva
 Leandro Alves da Silva
 Matheus Antonio Camargos Maciel




           Centro Universitário de Patos de Minas
CATEGORIAS DE DISPOSITIVOS DE
COMPUTAÇÃO MÓVEL

  Temos diversas categorias de dispositivos que podemos
   considerar de computação móvel.O primeiro grupo é dos
   laptops (ou notebooks), que são computadores portáteis,
   com capacidade computacional equivalente a um desktop.




                Centro Universitário de Patos de Minas
CATEGORIAS DE DISPOSITIVOS DE
COMPUTAÇÃO MÓVEL

   Diminuindo de capacidade computacional, temos os
   PDAs. Eles possuem telas pequenas, mas seu poder de
   processamento é bem alto, se comparado com um telefone
   celular, mas baixo, se comparado aos notebooks. Têm
   suporte a aplicativos desenvolvidos com linguagens de
   programação de alto nível, recursos multimídia, acesso à
   rede etc.




                Centro Universitário de Patos de Minas
CATEGORIAS DE DISPOSITIVOS DE
COMPUTAÇÃO MÓVEL
  O terceiro grupo é o de telefones celulares. Antigamente,
   diríamos que os celulares têm telas minúsculas e quase
   nenhum recurso. Hoje, contudo, existem aparelhos com
   memória expansível, acesso à rede Bluetooth, suporte a
   Java etc. A tecnologia não pára. Alguns celulares mais
   avançados também são chamados de SmartPhones. Além
   dos recursos de telefones, eles incorporam diversos
   recursos dos PDAs.




                 Centro Universitário de Patos de Minas
HISTORICO DA COMPUTAÇÃO
MÓVEL
  Dentro do conceito de dispositivos móveis que discutimos
  anteriormente, podemos considerar que a computação
  móvel começou em meados de 1992, com a introdução no
  mercado de um handheld chamado Newton, pela Apple. O
  Newton chegou ao mercado com tela sensível ao toque,
  1MB de memória total, e capacidade de transmissão de
  dados de 38.5kbps. Este modelo não teve muita
  repercussão, mas é considerado o início dos dispositivos
  móveis.




                Centro Universitário de Patos de Minas
UTILIZAÇÃO DOS DISPOSITIVOS
MÓVEIS NAS EMPREZAS
  Hoje em dia, as organizações estão desenvolvendo grande
  parte de seus negócios em ambientes móveis. Com isso, os
  funcionários podem viajar para visitar seus clientes,
  trabalhar remotamente, utilizar dispositivos móveis para se
  comunicar enquanto se locomovem, estar conectados a
  recursos corporativos em um outro país, tudo isso de
  qualquer parte do mundo, não importando onde estejam
  Mundialmente, existem inúmeros exemplos de empresas
  que empregam as melhores práticas da indústria no uso de
  computadores portáteis. Esses casos de sucesso variam
  desde empresas de consultoria que implementam para seus
  clientes melhoria de processos com o uso de notebooks e
  PDAs, até empresas de pesquisa que compartilham em
  tempo real os resultados de uma votação presidencial.




                 Centro Universitário de Patos de Minas
PRINCIPAIS BENEFÍCIOS
  Funcionários    que têm o escritório como base ganham em
   produtividade com a mobilidade na medida em que têm a possibilidade
   de se deslocar dentro da estrutura da empresa e, assim, resolver
   problemas trocando informações com maior facilidade e agilidade.
  Nas grandes cidades brasileiras, como acontece em qualquer grande
   centro urbano do mundo, o deslocamento toma do executivo um tempo
   precioso e havendo a possibilidade de aproveitá-lo para resolver
   problemas, fechar negócios e ganhar mercado ampliando seu campo de
   ação com o apoio de um notebook, a empresa tem muito a ganhar.
  Em muitos casos, as estruturas são mais dinâmicas, o controle e
   comprometimento são ampliados e o poder de decisão dos empregados
   está aumentando naquelas empresas em que conquistar os melhores
   resultados é o principal objetivo. Com esse novo modelo de trabalho, as
   barreiras de tempo, distância ou localidade então sendo eliminadas. E
   isso dá a empresa e a seus empregados mais flexibilidade para fazer
   bons negócios.




                     Centro Universitário de Patos de Minas
SEGURANÇA
 Nos contatos com usuários e gestores de TI, a IDC Brasil
  costuma ouvir que existe um temor geral quanto à segurança da
  informação quando se usa dispositivos móveis e que a maior
  garantia que se pode ter é treinar os funcionários a detectar
  situações de risco, principalmente com relação ao correio
  eletrônico.
 As pequenas e médias empresas (PMEs) no Brasil,
  caracterizadas como companhias com até 999 funcionários,
  estão atentas para a questão da segurança da informação,
  conforme demonstra um estudo realizado pela AMI-Partners. A
  previsão é que o segmento invista US$ 260 milhões em
  soluções de segurança. A pesquisa aponta que grande parte do
  aumento do investimento (60%) será feito pelas médias
  empresas, que possuem de 100 e 999 profissionais.



                Centro Universitário de Patos de Minas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

C.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computador
C.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computadorC.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computador
C.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computador
I.Braz Slideshares
 
Fundamentos da Gestão de TI
Fundamentos da Gestão de TIFundamentos da Gestão de TI
Fundamentos da Gestão de TI
Tany Cruz D'Aniello
 
O Impacto da Tecnologia da Informação nas Organizações
O Impacto da Tecnologia da Informação nas OrganizaçõesO Impacto da Tecnologia da Informação nas Organizações
O Impacto da Tecnologia da Informação nas Organizações
Daniel Guedes
 
Gestão de TI - Conceito de TI
Gestão de TI - Conceito de TIGestão de TI - Conceito de TI
Gestão de TI - Conceito de TI
Mauro Duarte
 
Conceitos de TI
Conceitos de TIConceitos de TI
Conceitos de TI
Márcio Palmeira
 
Introdução à Tecnologia da Informação
Introdução à Tecnologia da InformaçãoIntrodução à Tecnologia da Informação
Introdução à Tecnologia da Informação
Clausia Antoneli
 
Teoria Informacao
Teoria InformacaoTeoria Informacao
Teoria Informacao
cleusamoreira
 
Internet das Coisas no Marketing Digital
Internet das Coisas no Marketing DigitalInternet das Coisas no Marketing Digital
Internet das Coisas no Marketing Digital
iProspect Brasil
 
Npa810 Inteligencia De Negocios
Npa810 Inteligencia De NegociosNpa810 Inteligencia De Negocios
Npa810 Inteligencia De Negocios
rafadsn
 
Mobilidade
MobilidadeMobilidade
Mobilidade
Barbosa10
 
Seminário de informática(2)
Seminário de informática(2)Seminário de informática(2)
Seminário de informática(2)
lizzmarcella
 
Administraçao de sistemas aula 1
Administraçao de sistemas  aula 1Administraçao de sistemas  aula 1
Administraçao de sistemas aula 1
vicente nunes
 
Habilidades do futuro 2019 by linkedin
Habilidades do futuro 2019   by linkedinHabilidades do futuro 2019   by linkedin
Habilidades do futuro 2019 by linkedin
Fernando Novais da Silva
 
Mauricio lima field services 2013
Mauricio lima field services 2013Mauricio lima field services 2013
Mauricio lima field services 2013
Mauricio Lima
 
Organizações virtuais
Organizações virtuaisOrganizações virtuais
Organizações virtuais
Vitinho Gusmão
 

Mais procurados (15)

C.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computador
C.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computadorC.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computador
C.L.C. 5 - Reflexão crítica sobre o computador
 
Fundamentos da Gestão de TI
Fundamentos da Gestão de TIFundamentos da Gestão de TI
Fundamentos da Gestão de TI
 
O Impacto da Tecnologia da Informação nas Organizações
O Impacto da Tecnologia da Informação nas OrganizaçõesO Impacto da Tecnologia da Informação nas Organizações
O Impacto da Tecnologia da Informação nas Organizações
 
Gestão de TI - Conceito de TI
Gestão de TI - Conceito de TIGestão de TI - Conceito de TI
Gestão de TI - Conceito de TI
 
Conceitos de TI
Conceitos de TIConceitos de TI
Conceitos de TI
 
Introdução à Tecnologia da Informação
Introdução à Tecnologia da InformaçãoIntrodução à Tecnologia da Informação
Introdução à Tecnologia da Informação
 
Teoria Informacao
Teoria InformacaoTeoria Informacao
Teoria Informacao
 
Internet das Coisas no Marketing Digital
Internet das Coisas no Marketing DigitalInternet das Coisas no Marketing Digital
Internet das Coisas no Marketing Digital
 
Npa810 Inteligencia De Negocios
Npa810 Inteligencia De NegociosNpa810 Inteligencia De Negocios
Npa810 Inteligencia De Negocios
 
Mobilidade
MobilidadeMobilidade
Mobilidade
 
Seminário de informática(2)
Seminário de informática(2)Seminário de informática(2)
Seminário de informática(2)
 
Administraçao de sistemas aula 1
Administraçao de sistemas  aula 1Administraçao de sistemas  aula 1
Administraçao de sistemas aula 1
 
Habilidades do futuro 2019 by linkedin
Habilidades do futuro 2019   by linkedinHabilidades do futuro 2019   by linkedin
Habilidades do futuro 2019 by linkedin
 
Mauricio lima field services 2013
Mauricio lima field services 2013Mauricio lima field services 2013
Mauricio lima field services 2013
 
Organizações virtuais
Organizações virtuaisOrganizações virtuais
Organizações virtuais
 

Semelhante a Mobilidade

Mobilidade ii
Mobilidade iiMobilidade ii
Mobilidade ii
Suellen Meira
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Alex Santana
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Alex Santana
 
Trabalho informatica
Trabalho informaticaTrabalho informatica
Trabalho informatica
Alex Santana
 
ADMINISTRAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS
ADMINISTRAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS ADMINISTRAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS
ADMINISTRAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS
Raissa Gomes dos Santos
 
Aval31394 trend advisorpdf_pt
Aval31394 trend advisorpdf_ptAval31394 trend advisorpdf_pt
Aval31394 trend advisorpdf_pt
TomSlick
 
Palestra Mobilidade - Computação móvel, dispositivos e aplicativos
Palestra Mobilidade - Computação móvel, dispositivos e aplicativosPalestra Mobilidade - Computação móvel, dispositivos e aplicativos
Palestra Mobilidade - Computação móvel, dispositivos e aplicativos
Carlos Eugenio Torres
 
Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis módulo i - aula 1
Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis   módulo i - aula 1Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis   módulo i - aula 1
Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis módulo i - aula 1
Carlos Eugenio Torres
 
White Paper Frost & Sullivan Portugues
White Paper Frost & Sullivan PortuguesWhite Paper Frost & Sullivan Portugues
White Paper Frost & Sullivan Portugues
Felipe Lamus
 
Por que tudo que você achava que sabia sobre implementar novas tecnologias mu...
Por que tudo que você achava que sabia sobre implementar novas tecnologias mu...Por que tudo que você achava que sabia sobre implementar novas tecnologias mu...
Por que tudo que você achava que sabia sobre implementar novas tecnologias mu...
Cisco do Brasil
 
Liderança e tecnologia: insights sobre mobilidade e BYOD
Liderança e tecnologia: insights sobre mobilidade e  BYODLiderança e tecnologia: insights sobre mobilidade e  BYOD
Liderança e tecnologia: insights sobre mobilidade e BYOD
Cisco do Brasil
 
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos (setembro ...
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos (setembro ...Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos (setembro ...
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos (setembro ...
Carlos Eugenio Torres
 
Trabalho tecnologia da informação, TI
Trabalho tecnologia da informação, TITrabalho tecnologia da informação, TI
Trabalho tecnologia da informação, TI
DANILLO RIBEIRO CUNHA
 
Ology
OlogyOlogy
Next genportuguese
Next genportugueseNext genportuguese
Next genportuguese
Cisco do Brasil
 
A evolução do mdm no brasil
A evolução do mdm no brasilA evolução do mdm no brasil
A evolução do mdm no brasil
Mobiltec - Sistemas de Computação Móvel
 
Trabalho de informática
Trabalho de informáticaTrabalho de informática
Trabalho de informática
Flavinhacamargos
 
Mobilidade wireless
Mobilidade wirelessMobilidade wireless
Mobilidade wireless
Alexandre Bernardes
 
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos 2014
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos 2014Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos 2014
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos 2014
Carlos Eugenio Torres
 
e-Business EGP2 UNIPAM
e-Business EGP2 UNIPAMe-Business EGP2 UNIPAM
e-Business EGP2 UNIPAM
Thainá Tamiris Souza
 

Semelhante a Mobilidade (20)

Mobilidade ii
Mobilidade iiMobilidade ii
Mobilidade ii
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Trabalho informatica
Trabalho informaticaTrabalho informatica
Trabalho informatica
 
ADMINISTRAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS
ADMINISTRAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS ADMINISTRAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS
ADMINISTRAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS
 
Aval31394 trend advisorpdf_pt
Aval31394 trend advisorpdf_ptAval31394 trend advisorpdf_pt
Aval31394 trend advisorpdf_pt
 
Palestra Mobilidade - Computação móvel, dispositivos e aplicativos
Palestra Mobilidade - Computação móvel, dispositivos e aplicativosPalestra Mobilidade - Computação móvel, dispositivos e aplicativos
Palestra Mobilidade - Computação móvel, dispositivos e aplicativos
 
Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis módulo i - aula 1
Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis   módulo i - aula 1Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis   módulo i - aula 1
Desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis módulo i - aula 1
 
White Paper Frost & Sullivan Portugues
White Paper Frost & Sullivan PortuguesWhite Paper Frost & Sullivan Portugues
White Paper Frost & Sullivan Portugues
 
Por que tudo que você achava que sabia sobre implementar novas tecnologias mu...
Por que tudo que você achava que sabia sobre implementar novas tecnologias mu...Por que tudo que você achava que sabia sobre implementar novas tecnologias mu...
Por que tudo que você achava que sabia sobre implementar novas tecnologias mu...
 
Liderança e tecnologia: insights sobre mobilidade e BYOD
Liderança e tecnologia: insights sobre mobilidade e  BYODLiderança e tecnologia: insights sobre mobilidade e  BYOD
Liderança e tecnologia: insights sobre mobilidade e BYOD
 
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos (setembro ...
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos (setembro ...Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos (setembro ...
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos (setembro ...
 
Trabalho tecnologia da informação, TI
Trabalho tecnologia da informação, TITrabalho tecnologia da informação, TI
Trabalho tecnologia da informação, TI
 
Ology
OlogyOlogy
Ology
 
Next genportuguese
Next genportugueseNext genportuguese
Next genportuguese
 
A evolução do mdm no brasil
A evolução do mdm no brasilA evolução do mdm no brasil
A evolução do mdm no brasil
 
Trabalho de informática
Trabalho de informáticaTrabalho de informática
Trabalho de informática
 
Mobilidade wireless
Mobilidade wirelessMobilidade wireless
Mobilidade wireless
 
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos 2014
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos 2014Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos 2014
Palestra Mobilidade - Computação móvel, Dispositivos e Aplicativos 2014
 
e-Business EGP2 UNIPAM
e-Business EGP2 UNIPAMe-Business EGP2 UNIPAM
e-Business EGP2 UNIPAM
 

Último

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 

Mobilidade

  • 1. Centro Universitário de Patos de Minas
  • 2.  Ézio Oliveira da Silva  Luciano Alves da Silva  Leandro Alves da Silva  Matheus Antonio Camargos Maciel Centro Universitário de Patos de Minas
  • 3. CATEGORIAS DE DISPOSITIVOS DE COMPUTAÇÃO MÓVEL  Temos diversas categorias de dispositivos que podemos considerar de computação móvel.O primeiro grupo é dos laptops (ou notebooks), que são computadores portáteis, com capacidade computacional equivalente a um desktop. Centro Universitário de Patos de Minas
  • 4. CATEGORIAS DE DISPOSITIVOS DE COMPUTAÇÃO MÓVEL  Diminuindo de capacidade computacional, temos os PDAs. Eles possuem telas pequenas, mas seu poder de processamento é bem alto, se comparado com um telefone celular, mas baixo, se comparado aos notebooks. Têm suporte a aplicativos desenvolvidos com linguagens de programação de alto nível, recursos multimídia, acesso à rede etc. Centro Universitário de Patos de Minas
  • 5. CATEGORIAS DE DISPOSITIVOS DE COMPUTAÇÃO MÓVEL  O terceiro grupo é o de telefones celulares. Antigamente, diríamos que os celulares têm telas minúsculas e quase nenhum recurso. Hoje, contudo, existem aparelhos com memória expansível, acesso à rede Bluetooth, suporte a Java etc. A tecnologia não pára. Alguns celulares mais avançados também são chamados de SmartPhones. Além dos recursos de telefones, eles incorporam diversos recursos dos PDAs. Centro Universitário de Patos de Minas
  • 6. HISTORICO DA COMPUTAÇÃO MÓVEL  Dentro do conceito de dispositivos móveis que discutimos anteriormente, podemos considerar que a computação móvel começou em meados de 1992, com a introdução no mercado de um handheld chamado Newton, pela Apple. O Newton chegou ao mercado com tela sensível ao toque, 1MB de memória total, e capacidade de transmissão de dados de 38.5kbps. Este modelo não teve muita repercussão, mas é considerado o início dos dispositivos móveis. Centro Universitário de Patos de Minas
  • 7. UTILIZAÇÃO DOS DISPOSITIVOS MÓVEIS NAS EMPREZAS  Hoje em dia, as organizações estão desenvolvendo grande parte de seus negócios em ambientes móveis. Com isso, os funcionários podem viajar para visitar seus clientes, trabalhar remotamente, utilizar dispositivos móveis para se comunicar enquanto se locomovem, estar conectados a recursos corporativos em um outro país, tudo isso de qualquer parte do mundo, não importando onde estejam Mundialmente, existem inúmeros exemplos de empresas que empregam as melhores práticas da indústria no uso de computadores portáteis. Esses casos de sucesso variam desde empresas de consultoria que implementam para seus clientes melhoria de processos com o uso de notebooks e PDAs, até empresas de pesquisa que compartilham em tempo real os resultados de uma votação presidencial. Centro Universitário de Patos de Minas
  • 8. PRINCIPAIS BENEFÍCIOS  Funcionários que têm o escritório como base ganham em produtividade com a mobilidade na medida em que têm a possibilidade de se deslocar dentro da estrutura da empresa e, assim, resolver problemas trocando informações com maior facilidade e agilidade.  Nas grandes cidades brasileiras, como acontece em qualquer grande centro urbano do mundo, o deslocamento toma do executivo um tempo precioso e havendo a possibilidade de aproveitá-lo para resolver problemas, fechar negócios e ganhar mercado ampliando seu campo de ação com o apoio de um notebook, a empresa tem muito a ganhar.  Em muitos casos, as estruturas são mais dinâmicas, o controle e comprometimento são ampliados e o poder de decisão dos empregados está aumentando naquelas empresas em que conquistar os melhores resultados é o principal objetivo. Com esse novo modelo de trabalho, as barreiras de tempo, distância ou localidade então sendo eliminadas. E isso dá a empresa e a seus empregados mais flexibilidade para fazer bons negócios. Centro Universitário de Patos de Minas
  • 9. SEGURANÇA  Nos contatos com usuários e gestores de TI, a IDC Brasil costuma ouvir que existe um temor geral quanto à segurança da informação quando se usa dispositivos móveis e que a maior garantia que se pode ter é treinar os funcionários a detectar situações de risco, principalmente com relação ao correio eletrônico.  As pequenas e médias empresas (PMEs) no Brasil, caracterizadas como companhias com até 999 funcionários, estão atentas para a questão da segurança da informação, conforme demonstra um estudo realizado pela AMI-Partners. A previsão é que o segmento invista US$ 260 milhões em soluções de segurança. A pesquisa aponta que grande parte do aumento do investimento (60%) será feito pelas médias empresas, que possuem de 100 e 999 profissionais. Centro Universitário de Patos de Minas