SlideShare uma empresa Scribd logo
‘Objetivos de Desenvolvimento
do Milênio’
Técnicas Administrativas
Prof. Gabriel B.
Menu:
Introdução;
Meta 1: Erradicar a extrema pobreza e a fome;
Meta 2: Atingir o ensino básico universal;
Meta 3: Promover a igualdade de gênero e a autonomia das mulheres;
Meta 4: Reduzir a mortalidade infantil;
Meta 5: Melhorar a saúde materna;
Meta 6: Combater o HIV/AIDS, a malária e outras doenças;
Meta 7: Garantir a sustentabilidade ambiental;
Meta 8: Estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento;
Conclusão;
Bibliografia.
Em 2000 a ONU aprovou um documento
nomeado “Declaração do Milênio”, um contrato
assinado por 191 países membros da ONU
estabelecendo o compromisso de garantir a
sustentabilidade do planeta. Neste documento
constam oito metas a serem atingidas pelos
países até 2015.
Menu voltar
Mais de um bilhão de pessoas no mundo passam fome. Atingir essa
meta significa dar condições de vida a inúmeras pessoas que morrem
todos os anos, muitas das quais são crianças, por não ter o que
comer. Enquanto em países desenvolvidos joga-se no lixo cerca de
40% dos alimentos produzidos.
Menu voltar
70%
196,7
12%
35
9%
26,3
5%
13
4%
R$ 12 bi
Dados brasileiros (em milhões)
População brasileira
Não passariam fome
Desperdício
(toneladas)
Pessoas que passam
fome
Custo do desperdício
(bi)
113 milhões de crianças estão fora da escola. Sanar esta deficiência significa
garantir maior acesso a um trabalho digno e condições melhores de vida, o que
influencia no desenvolvimento dos países através da qualificação de profissionais
e difusão do conhecimento. Conforme o Relatório Global de Educação para Todos
de 2009 (elaborado anualmente pela UNESCO), a educação fundamental
apresentou avanços em todo o mundo.
76%
78%
80%
82%
84%
86%
88%
1991 2005
80%
88%
Dados
Anos
Matrículas no Ensino Básico
Matrículas
Menu voltar
 Graças ao aumento significativo no índice de matrículas de meninas no ensino
primário, muitos países estão conseguindo alcançar igualdade de gênero nas escolas. A
expectativa é de que esse objetivo seja alcançado globalmente em 2015 para ambos os
níveis de ensino. Ações afirmativas continuam sendo o principal fator a impulsionar o
progresso para as mulheres.
Em 2008, havia 96 meninas para cada 100
meninos matriculados no ensino
primário, e 95 meninas para cada 100
meninos no secundário.
Já a cota global de mulheres no parlamento
continua a crescer lentamente e chegou a 19%
em 2010.
Porém, em alguns países da
África, somente 1/5 dos trabalhadores é do
sexo feminino.
Menu voltar
 Esse assunto tem apresentado resultados positivos na maioria dos países da América
Latina, Ásia e Europa Oriental. No entanto, na África Subsaariana tem se agravado. No
mundo todo, 11 milhões de bebês morrem todos os anos vítimas da falta de atendimento
especializado, saneamento básico, acesso a água potável e alimentos, e pela falta de
acompanhamento pré-natal.
Menu voltar
Uma pesquisa analisou 232 variáveis e o reflexo de
cada uma no percentual de mortalidade para as
crianças de até cinco anos.
Se o índice de
analfabetismo para os
adultos cair um por
cento, a taxa de
mortalidade de crianças
até cinco anos cai 4,7
pontos.
Assim, se um por cento
dos adultos de um
município é
alfabetizado, mais 47
crianças sobreviveriam à
primeira
infância, a cada 10.000
nascimentos.
 Conforme dados do PNUD, atualmente 500 mil mulheres morrem anualmente por
complicações na gravidez ou no parto. Esse dado é mais alarmante na África
Subsaariana, em que uma em cada 16 mulheres morre durante o parto. Nos países latino-
americanos, asiáticos, e do leste europeu, os índices de mortalidade materna têm
apresentado melhoras significativas.
Menu voltar
152 151
144
77 76 75
59
64
45
96
112
88
127
100
84
0
20
40
60
80
100
120
140
160
1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011
ÓbitosMaternos
São Paulo/SP
Total de óbitos no município de 1997 a 2011:
1.450.
Principalmente em países em desenvolvimento como o Brasil, Senegal e
Uganda, as epidemias e doenças contagiosas cerceiam milhares de vidas todos os
anos. A ONU afirma que falta um sistema eficiente para se medir a incidência
dessas doenças infecciosas. Diariamente, 6,8 mil pessoas são infectadas pelo
vírus HIV e 5,7 morrem em consequência da AIDS. A África Subsaariana é a
região do planeta que apresenta a maior quantidade de pessoas com o vírus HIV.
Menu voltar
É um aspecto fundamental para a concretização dos demais objetivos. Esse
indicador é medido através da emissão de dióxido de carbono (CO2), áreas
protegidas e de acesso à água e saneamento ambiental. Segundo dados do Atlas
de Desenvolvimento do Milênio, em 2006, cerca de 880 milhões de pessoas
ainda não possuíam acesso à água potável e 2,5 bilhões não eram beneficiadas
pelos serviços de saneamento básico.
Emissão de CO2
Agência Internacional de
Energia afirma que emissões
cresceram 1,4%. EUA e
Europa baixaram níveis;
China foi país que mais
emitiu CO2.
Áreas Protegidas
Áreas terrestres e marinhas
protegidas somam mais de 20
milhões de quilômetros
quadrados.
Acesso à Água e
Saneamento Ambiental
A cada 15 seg., uma criança
morre de doenças relacionadas à
falta de água potável, de
saneamento e de condições de
higiene, segundo a Unicef. E
todos os anos, 3,5 milhões de
pessoas morrem pelos mesmos
motivos.
Menu voltar
A maioria dos países em desenvolvimento gasta mais pagando sua dívida externa
do que investindo em melhorias para a população. A solução inclui além da
redução da dívida dos países mais pobres que possuem as maiores
dívidas, à capacitação de profissionais nesses países que trabalharão para o
desenvolvimento do mercado interno garantindo o desenvolvimento. Um
pequeno avanço nesse processo acontece através da Parceria Mundial para o
Desenvolvimento, ação de fundamental importância para se atingir as demais
metas.
Menu voltar
As Metas do Milênio são iniciativas que não se restringem ao
poder público, mas que podem e devem ser assumidas por
empresas e pela população através de ONGs, associações e outros
tipos de iniciativas. Um exemplo disso é o Movimento Nacional
pela Cidadania e Solidariedade criado em 2004, com o objetivo de
disseminar as metas e conscientizar a população sobre a
necessidade de se envolver e pressionar os governos para a criação
e execução de políticas públicas a fim de atingir as metas.
"A consecução dos Objetivos de
Desenvolvimento do Milênio requer uma
parceria global apropriada a um mundo
interconectado. O mundo realmente
compartilha um destino comum."
Jeffrey D. Sachs Menu voltar
Bibliografia:
Sites de pesquisa:
 http://www.brasilescola.com/geografia/metas-milenio.htm
 http://www.infoescola.com/geografia/metas-do-milenio/
 http://www.pnud.org.br/ODM.aspx
Sites para consulta sobre as metas na sua cidade e no país:
 http://www.objetivosdomilenio.org.br/
 http://www.portalodm.com.br/index.php
 Imagens: Google Imagens. Menu voltar

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os objetivos do milênio da ONU
Os objetivos do milênio da ONUOs objetivos do milênio da ONU
Os objetivos do milênio da ONU
paulotmo
 
8 Jeitos de Mudar o Mundo - Selo Social de Sorocaba
8 Jeitos de Mudar o Mundo - Selo Social de Sorocaba8 Jeitos de Mudar o Mundo - Selo Social de Sorocaba
8 Jeitos de Mudar o Mundo - Selo Social de Sorocaba
Instituto Abaçaí
 
Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - ODMS - Repactuação - Governo de Min...
Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - ODMS - Repactuação - Governo de Min...Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - ODMS - Repactuação - Governo de Min...
Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - ODMS - Repactuação - Governo de Min...
Governo de Minas Gerais
 
Lançamento da 4ª Mostra de Responsabilidade
Lançamento da 4ª Mostra de Responsabilidade Lançamento da 4ª Mostra de Responsabilidade
Lançamento da 4ª Mostra de Responsabilidade
Fiesp Federação das Indústrias do Estado de SP
 
Livro para o meio escolar
Livro para o meio escolarLivro para o meio escolar
Livro para o meio escolar
Valéria Teixeira
 
Objetivos do milénio
Objetivos do milénioObjetivos do milénio
Objetivos do milénio
AsdoSaber Centro de Estudos
 
Famílias
FamíliasFamílias
Objetivos do Milênio
Objetivos do MilênioObjetivos do Milênio
Objetivos do Milênio
Laisa Cabral Caetano
 
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRAESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
E1R2I3
 
Indicadores socioeconômicos
Indicadores socioeconômicosIndicadores socioeconômicos
Indicadores socioeconômicos
flaviocosac
 
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mc
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mcAspectos da população mundial e do brasil 1º mc
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mc
ProfMario De Mori
 
Mortalidade infantil
Mortalidade infantilMortalidade infantil
Mortalidade infantil
Roberto Costa
 
REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.
REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.
REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.
Conceição Fontolan
 
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRAESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
E1R2I3
 
Programa Nações Unidas para o desenvolvimento
Programa Nações Unidas para o desenvolvimentoPrograma Nações Unidas para o desenvolvimento
Programa Nações Unidas para o desenvolvimento
Keko-Acessorios
 
Efeito Copacabana - Os efeitos do rápido envelhecimento populacional no Brasil!
Efeito Copacabana - Os efeitos do rápido envelhecimento populacional no Brasil!Efeito Copacabana - Os efeitos do rápido envelhecimento populacional no Brasil!
Efeito Copacabana - Os efeitos do rápido envelhecimento populacional no Brasil!
Fernando Cembranelli
 
Desigualdade social e distribuição de renda
Desigualdade social e distribuição de rendaDesigualdade social e distribuição de renda
Desigualdade social e distribuição de renda
Fernando Pinto Coelho
 
INDICADORES SOCIAIS
INDICADORES SOCIAISINDICADORES SOCIAIS
INDICADORES SOCIAIS
Conceição Fontolan
 
Politicas demográficas
Politicas demográficasPoliticas demográficas
Politicas demográficas
Fábio Pombo
 
Contribuições do Programa Bolsa Família para o Desenvolvimento da Nação Brasi...
Contribuições do Programa Bolsa Família para o Desenvolvimento da Nação Brasi...Contribuições do Programa Bolsa Família para o Desenvolvimento da Nação Brasi...
Contribuições do Programa Bolsa Família para o Desenvolvimento da Nação Brasi...
MauMau Márcio Maurício
 

Mais procurados (20)

Os objetivos do milênio da ONU
Os objetivos do milênio da ONUOs objetivos do milênio da ONU
Os objetivos do milênio da ONU
 
8 Jeitos de Mudar o Mundo - Selo Social de Sorocaba
8 Jeitos de Mudar o Mundo - Selo Social de Sorocaba8 Jeitos de Mudar o Mundo - Selo Social de Sorocaba
8 Jeitos de Mudar o Mundo - Selo Social de Sorocaba
 
Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - ODMS - Repactuação - Governo de Min...
Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - ODMS - Repactuação - Governo de Min...Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - ODMS - Repactuação - Governo de Min...
Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - ODMS - Repactuação - Governo de Min...
 
Lançamento da 4ª Mostra de Responsabilidade
Lançamento da 4ª Mostra de Responsabilidade Lançamento da 4ª Mostra de Responsabilidade
Lançamento da 4ª Mostra de Responsabilidade
 
Livro para o meio escolar
Livro para o meio escolarLivro para o meio escolar
Livro para o meio escolar
 
Objetivos do milénio
Objetivos do milénioObjetivos do milénio
Objetivos do milénio
 
Famílias
FamíliasFamílias
Famílias
 
Objetivos do Milênio
Objetivos do MilênioObjetivos do Milênio
Objetivos do Milênio
 
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRAESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
 
Indicadores socioeconômicos
Indicadores socioeconômicosIndicadores socioeconômicos
Indicadores socioeconômicos
 
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mc
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mcAspectos da população mundial e do brasil 1º mc
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mc
 
Mortalidade infantil
Mortalidade infantilMortalidade infantil
Mortalidade infantil
 
REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.
REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.
REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.
 
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRAESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
 
Programa Nações Unidas para o desenvolvimento
Programa Nações Unidas para o desenvolvimentoPrograma Nações Unidas para o desenvolvimento
Programa Nações Unidas para o desenvolvimento
 
Efeito Copacabana - Os efeitos do rápido envelhecimento populacional no Brasil!
Efeito Copacabana - Os efeitos do rápido envelhecimento populacional no Brasil!Efeito Copacabana - Os efeitos do rápido envelhecimento populacional no Brasil!
Efeito Copacabana - Os efeitos do rápido envelhecimento populacional no Brasil!
 
Desigualdade social e distribuição de renda
Desigualdade social e distribuição de rendaDesigualdade social e distribuição de renda
Desigualdade social e distribuição de renda
 
INDICADORES SOCIAIS
INDICADORES SOCIAISINDICADORES SOCIAIS
INDICADORES SOCIAIS
 
Politicas demográficas
Politicas demográficasPoliticas demográficas
Politicas demográficas
 
Contribuições do Programa Bolsa Família para o Desenvolvimento da Nação Brasi...
Contribuições do Programa Bolsa Família para o Desenvolvimento da Nação Brasi...Contribuições do Programa Bolsa Família para o Desenvolvimento da Nação Brasi...
Contribuições do Programa Bolsa Família para o Desenvolvimento da Nação Brasi...
 

Semelhante a 'Metas do milênio’

Apresentação dos ODM
Apresentação dos ODM Apresentação dos ODM
Apresentação dos ODM
Ana Paulo
 
WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação
WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação
WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
A globali..
A globali..A globali..
A globali..
Raquel Silva
 
3 contrastes desenvolvimento
3 contrastes desenvolvimento3 contrastes desenvolvimento
3 contrastes desenvolvimento
Liliana Mafalda
 
A oxfam adverte a desigualdade econômica está fora de controle
A oxfam adverte a desigualdade econômica está  fora de controleA oxfam adverte a desigualdade econômica está  fora de controle
A oxfam adverte a desigualdade econômica está fora de controle
Oxfam Brasil
 
Artigo ods 2016 a 2030
Artigo ods 2016 a 2030Artigo ods 2016 a 2030
Artigo ods 2016 a 2030
Sélen Souza
 
Gravidez e Maternidade Adolescente
Gravidez e Maternidade AdolescenteGravidez e Maternidade Adolescente
Gravidez e Maternidade Adolescente
Valéria Teixeira
 
Revista do V CBJA
Revista do V CBJARevista do V CBJA
Revista do V CBJA
Beth Fernandes
 
Saúde reprodutiva
Saúde reprodutivaSaúde reprodutiva
Saúde reprodutiva
Adilson P Motta Motta
 
Jovens
JovensJovens
Os Objectivos Do MiléNio
Os Objectivos Do MiléNioOs Objectivos Do MiléNio
Os Objectivos Do MiléNio
isabelsilveira
 
Os objectivos do milénio
Os objectivos do milénioOs objectivos do milénio
Os objectivos do milénio
FERNANDAPRATAS
 
Educação para todos alcançar os marginalizados
Educação para todos  alcançar os marginalizadosEducação para todos  alcançar os marginalizados
Educação para todos alcançar os marginalizados
EDILENE CABRAL
 
objetivos do milenio
objetivos do milenioobjetivos do milenio
objetivos do milenio
Alex Santtos
 
Metas do milenio
Metas do milenioMetas do milenio
Metas do milenio
julio2012souto
 
Objectivos do milénio
Objectivos do milénioObjectivos do milénio
Objectivos do milénio
Maria Oliveira
 
Yorick
YorickYorick
Yorick
Alex Santtos
 
aula de geografia
aula de geografiaaula de geografia
aula de geografia
Alex Santtos
 
Efeito Copabana
Efeito CopabanaEfeito Copabana
Efeito Copabana
fecembranelli
 
Onu
OnuOnu

Semelhante a 'Metas do milênio’ (20)

Apresentação dos ODM
Apresentação dos ODM Apresentação dos ODM
Apresentação dos ODM
 
WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação
WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação
WABA - Semana Mundial de Aleitamento 2014: apresentação
 
A globali..
A globali..A globali..
A globali..
 
3 contrastes desenvolvimento
3 contrastes desenvolvimento3 contrastes desenvolvimento
3 contrastes desenvolvimento
 
A oxfam adverte a desigualdade econômica está fora de controle
A oxfam adverte a desigualdade econômica está  fora de controleA oxfam adverte a desigualdade econômica está  fora de controle
A oxfam adverte a desigualdade econômica está fora de controle
 
Artigo ods 2016 a 2030
Artigo ods 2016 a 2030Artigo ods 2016 a 2030
Artigo ods 2016 a 2030
 
Gravidez e Maternidade Adolescente
Gravidez e Maternidade AdolescenteGravidez e Maternidade Adolescente
Gravidez e Maternidade Adolescente
 
Revista do V CBJA
Revista do V CBJARevista do V CBJA
Revista do V CBJA
 
Saúde reprodutiva
Saúde reprodutivaSaúde reprodutiva
Saúde reprodutiva
 
Jovens
JovensJovens
Jovens
 
Os Objectivos Do MiléNio
Os Objectivos Do MiléNioOs Objectivos Do MiléNio
Os Objectivos Do MiléNio
 
Os objectivos do milénio
Os objectivos do milénioOs objectivos do milénio
Os objectivos do milénio
 
Educação para todos alcançar os marginalizados
Educação para todos  alcançar os marginalizadosEducação para todos  alcançar os marginalizados
Educação para todos alcançar os marginalizados
 
objetivos do milenio
objetivos do milenioobjetivos do milenio
objetivos do milenio
 
Metas do milenio
Metas do milenioMetas do milenio
Metas do milenio
 
Objectivos do milénio
Objectivos do milénioObjectivos do milénio
Objectivos do milénio
 
Yorick
YorickYorick
Yorick
 
aula de geografia
aula de geografiaaula de geografia
aula de geografia
 
Efeito Copabana
Efeito CopabanaEfeito Copabana
Efeito Copabana
 
Onu
OnuOnu
Onu
 

Último

FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdfTrabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
erico paulo rocha guedes
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 

Último (20)

FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdfTrabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 

'Metas do milênio’

  • 1. ‘Objetivos de Desenvolvimento do Milênio’ Técnicas Administrativas Prof. Gabriel B.
  • 2. Menu: Introdução; Meta 1: Erradicar a extrema pobreza e a fome; Meta 2: Atingir o ensino básico universal; Meta 3: Promover a igualdade de gênero e a autonomia das mulheres; Meta 4: Reduzir a mortalidade infantil; Meta 5: Melhorar a saúde materna; Meta 6: Combater o HIV/AIDS, a malária e outras doenças; Meta 7: Garantir a sustentabilidade ambiental; Meta 8: Estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento; Conclusão; Bibliografia.
  • 3. Em 2000 a ONU aprovou um documento nomeado “Declaração do Milênio”, um contrato assinado por 191 países membros da ONU estabelecendo o compromisso de garantir a sustentabilidade do planeta. Neste documento constam oito metas a serem atingidas pelos países até 2015. Menu voltar
  • 4. Mais de um bilhão de pessoas no mundo passam fome. Atingir essa meta significa dar condições de vida a inúmeras pessoas que morrem todos os anos, muitas das quais são crianças, por não ter o que comer. Enquanto em países desenvolvidos joga-se no lixo cerca de 40% dos alimentos produzidos. Menu voltar 70% 196,7 12% 35 9% 26,3 5% 13 4% R$ 12 bi Dados brasileiros (em milhões) População brasileira Não passariam fome Desperdício (toneladas) Pessoas que passam fome Custo do desperdício (bi)
  • 5. 113 milhões de crianças estão fora da escola. Sanar esta deficiência significa garantir maior acesso a um trabalho digno e condições melhores de vida, o que influencia no desenvolvimento dos países através da qualificação de profissionais e difusão do conhecimento. Conforme o Relatório Global de Educação para Todos de 2009 (elaborado anualmente pela UNESCO), a educação fundamental apresentou avanços em todo o mundo. 76% 78% 80% 82% 84% 86% 88% 1991 2005 80% 88% Dados Anos Matrículas no Ensino Básico Matrículas Menu voltar
  • 6.  Graças ao aumento significativo no índice de matrículas de meninas no ensino primário, muitos países estão conseguindo alcançar igualdade de gênero nas escolas. A expectativa é de que esse objetivo seja alcançado globalmente em 2015 para ambos os níveis de ensino. Ações afirmativas continuam sendo o principal fator a impulsionar o progresso para as mulheres. Em 2008, havia 96 meninas para cada 100 meninos matriculados no ensino primário, e 95 meninas para cada 100 meninos no secundário. Já a cota global de mulheres no parlamento continua a crescer lentamente e chegou a 19% em 2010. Porém, em alguns países da África, somente 1/5 dos trabalhadores é do sexo feminino. Menu voltar
  • 7.  Esse assunto tem apresentado resultados positivos na maioria dos países da América Latina, Ásia e Europa Oriental. No entanto, na África Subsaariana tem se agravado. No mundo todo, 11 milhões de bebês morrem todos os anos vítimas da falta de atendimento especializado, saneamento básico, acesso a água potável e alimentos, e pela falta de acompanhamento pré-natal. Menu voltar Uma pesquisa analisou 232 variáveis e o reflexo de cada uma no percentual de mortalidade para as crianças de até cinco anos. Se o índice de analfabetismo para os adultos cair um por cento, a taxa de mortalidade de crianças até cinco anos cai 4,7 pontos. Assim, se um por cento dos adultos de um município é alfabetizado, mais 47 crianças sobreviveriam à primeira infância, a cada 10.000 nascimentos.
  • 8.  Conforme dados do PNUD, atualmente 500 mil mulheres morrem anualmente por complicações na gravidez ou no parto. Esse dado é mais alarmante na África Subsaariana, em que uma em cada 16 mulheres morre durante o parto. Nos países latino- americanos, asiáticos, e do leste europeu, os índices de mortalidade materna têm apresentado melhoras significativas. Menu voltar 152 151 144 77 76 75 59 64 45 96 112 88 127 100 84 0 20 40 60 80 100 120 140 160 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 ÓbitosMaternos São Paulo/SP Total de óbitos no município de 1997 a 2011: 1.450.
  • 9. Principalmente em países em desenvolvimento como o Brasil, Senegal e Uganda, as epidemias e doenças contagiosas cerceiam milhares de vidas todos os anos. A ONU afirma que falta um sistema eficiente para se medir a incidência dessas doenças infecciosas. Diariamente, 6,8 mil pessoas são infectadas pelo vírus HIV e 5,7 morrem em consequência da AIDS. A África Subsaariana é a região do planeta que apresenta a maior quantidade de pessoas com o vírus HIV. Menu voltar
  • 10. É um aspecto fundamental para a concretização dos demais objetivos. Esse indicador é medido através da emissão de dióxido de carbono (CO2), áreas protegidas e de acesso à água e saneamento ambiental. Segundo dados do Atlas de Desenvolvimento do Milênio, em 2006, cerca de 880 milhões de pessoas ainda não possuíam acesso à água potável e 2,5 bilhões não eram beneficiadas pelos serviços de saneamento básico. Emissão de CO2 Agência Internacional de Energia afirma que emissões cresceram 1,4%. EUA e Europa baixaram níveis; China foi país que mais emitiu CO2. Áreas Protegidas Áreas terrestres e marinhas protegidas somam mais de 20 milhões de quilômetros quadrados. Acesso à Água e Saneamento Ambiental A cada 15 seg., uma criança morre de doenças relacionadas à falta de água potável, de saneamento e de condições de higiene, segundo a Unicef. E todos os anos, 3,5 milhões de pessoas morrem pelos mesmos motivos. Menu voltar
  • 11. A maioria dos países em desenvolvimento gasta mais pagando sua dívida externa do que investindo em melhorias para a população. A solução inclui além da redução da dívida dos países mais pobres que possuem as maiores dívidas, à capacitação de profissionais nesses países que trabalharão para o desenvolvimento do mercado interno garantindo o desenvolvimento. Um pequeno avanço nesse processo acontece através da Parceria Mundial para o Desenvolvimento, ação de fundamental importância para se atingir as demais metas. Menu voltar
  • 12. As Metas do Milênio são iniciativas que não se restringem ao poder público, mas que podem e devem ser assumidas por empresas e pela população através de ONGs, associações e outros tipos de iniciativas. Um exemplo disso é o Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade criado em 2004, com o objetivo de disseminar as metas e conscientizar a população sobre a necessidade de se envolver e pressionar os governos para a criação e execução de políticas públicas a fim de atingir as metas. "A consecução dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio requer uma parceria global apropriada a um mundo interconectado. O mundo realmente compartilha um destino comum." Jeffrey D. Sachs Menu voltar
  • 13. Bibliografia: Sites de pesquisa:  http://www.brasilescola.com/geografia/metas-milenio.htm  http://www.infoescola.com/geografia/metas-do-milenio/  http://www.pnud.org.br/ODM.aspx Sites para consulta sobre as metas na sua cidade e no país:  http://www.objetivosdomilenio.org.br/  http://www.portalodm.com.br/index.php  Imagens: Google Imagens. Menu voltar