O UNICEF trabalha em 191 países por meio de programas de
país e dos Comitês Nacionais. Atualmente, 88% dos 7,2 mil
funcion...
Onde o UNICEF atua acontece muitas transformações, onde o
UNICEF está o país deixa de ser dependente de tecnologia e de
re...
ONDE O UNICEF ATUA NO BRASIL
Apesar do UNICEF atuar em todo território brasileiro os piores
são:
• Semi-Árido brasileiro
•...
Há 55 anos, o UNICEF atua no
Brasil, em parceria com os
governos municipais, estaduais e
federal, a sociedade civil, a míd...
11 de dezembro de 1946 – O Fundo
Internacional de Emergência das Nações Unidas
para a Infância é criado. Ajuda Emergencial...
1947 – É criado o primeiro Comitê Nacional
do UNICEF. O primeiro cartão do UNICEF.
1948 – UNICEF assiste 500 mil crianças
...
1954 – O ator americano Danny Kaye é nomeado
embaixador do UNICEF. Tailândia.
1959 – As Nações Unidas adotam a Declaração
...
1960 – 1979
As Décadas do Desenvolvimento
1962 – Presente para toda a criança – nutrição,
saúde, família e educação. Então...
1965 – 1979 – Henry Labouisse, diretor executivo do
UNICEF: “O bem-estar das crianças de hoje é
indissociável à paz do mun...
1979 – Ano Internacional da Criança.
1980 – 1989
Sobrevivência e desenvolvimento da criança
1980 – 1995 – James Grant, dir...
1982 – É lançada a Revolução para a Sobrevivência Infantil.
1990 – 1999 - Prioridade para a Infância
1990 – A Convenção so...
1995 – “20/20”: Um pacto entre nações
industrializadas e em desenvolvimento para financiar
serviços sociais.
1995 – 2005 –...
Erradicar a extrema pobreza e a
fome.
Metas
– Reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população que
vive com menos d...
Atingir o ensino básico universal
Meta
Garantir que, até 2015, todas as crianças, de ambos os sexos,
terminem um ciclo com...
Promover a igualdade entre os
sexos e a autonomia das mulheres.
Meta
Eliminar a disparidade entre os sexos no ensino primá...
Reduzir a mortalidade infantil
Meta
Reduzir em dois terços, entre 1990 e 2015, a mortalidade de
crianças menores de 5 anos...
Melhorar a saúde materna
Meta
Reduzir em três quartos, entre 1990 e 2015, a taxa de
mortalidade materna.
Crianças saudávei...
Combater o HIV/aids, a malária e
outras doenças
Metas
– Até 2015, ter detido a propagação do HIV/aids e começado a
inverte...
Garantir a sustentabilidade ambiental
Metas
– Integrar os princípios do desenvolvimento sustentável nas
políticas e progra...
Estabelecer uma Parceria Mundial
para o Desenvolvimento
Metas
– Avançar no desenvolvimento de um sistema comercial e
finan...
– Em cooperação com os países em desenvolvimento, formular e
executar estratégias que permitam que os jovens obtenham um
t...
Onu
Onu
Onu
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Onu

284 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
284
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Onu

  1. 1. O UNICEF trabalha em 191 países por meio de programas de país e dos Comitês Nacionais. Atualmente, 88% dos 7,2 mil funcionários do UNICEF trabalham nos escritórios de campo. Existem oito escritórios regionais e 126 escritórios de país. Além disso, o UNICEF conta com um centro de pesquisa em Florença (Itália), um escritório de suprimentos e operações em Copenhague e escritórios em Tóquio (Japão) e em Bruxelas (Bélgica). A sede do UNICEF localiza-se em Nova Iorque (Estados Unidos).
  2. 2. Onde o UNICEF atua acontece muitas transformações, onde o UNICEF está o país deixa de ser dependente de tecnologia e de recursos para continuar cuidando de si mesmo,de uma população que passa por crises econômicas e sociais e se transforma em referência no mundo. De um país com poucas decisões publicas a um pais que e exemplo de democracia e participação popular. Um exemplo: o Brasil
  3. 3. ONDE O UNICEF ATUA NO BRASIL Apesar do UNICEF atuar em todo território brasileiro os piores são: • Semi-Árido brasileiro • Amazônia
  4. 4. Há 55 anos, o UNICEF atua no Brasil, em parceria com os governos municipais, estaduais e federal, a sociedade civil, a mídia, outras entidades internacionais e o setor privado, para defender os direitos de meninas e meninos em todo o País.
  5. 5. 11 de dezembro de 1946 – O Fundo Internacional de Emergência das Nações Unidas para a Infância é criado. Ajuda Emergencial, Grécia. Ajudando crianças a superar os traumas causados pela guerra.Bergen-Belsen, Alemanha. 1947 – 1965 – Maurice Pate, primeiro diretor executivo do UNICEF: “Não há crianças inimigas”.Suécia.
  6. 6. 1947 – É criado o primeiro Comitê Nacional do UNICEF. O primeiro cartão do UNICEF. 1948 – UNICEF assiste 500 mil crianças palestinas refugiadas Década de 1950– Campanhas de saúde são expandidas a todos os países em desenvolvimento. Médico examina menina, Indonésia.
  7. 7. 1954 – O ator americano Danny Kaye é nomeado embaixador do UNICEF. Tailândia. 1959 – As Nações Unidas adotam a Declaração dos Direitos da Criança. Médico faz teste para tuberculose, Índia. 1953 – UNICEF se torna uma agência permanente. Menina bebe leite fornecido pelo UNICEF, Guatemala.
  8. 8. 1960 – 1979 As Décadas do Desenvolvimento 1962 – Presente para toda a criança – nutrição, saúde, família e educação. Então, Birmânia. 1965 – UNICEF investe metade de seu orçamento em educação na África. Nigéria.
  9. 9. 1965 – 1979 – Henry Labouisse, diretor executivo do UNICEF: “O bem-estar das crianças de hoje é indissociável à paz do mundo de amanhã”. UNICEF recebe o Prêmio Nobel da Paz de 1965, Noruega. 1975 – São inventadas as bombas d’água Mark II, transformando a vida de comunidades. Índia. 1978 – Líderes mundiais prometem “Saúde para Todos”, oferecendo atenção básica de saúde.República Árabe da Síria.
  10. 10. 1979 – Ano Internacional da Criança. 1980 – 1989 Sobrevivência e desenvolvimento da criança 1980 – 1995 – James Grant, diretor executivo do UNICEF: “Devemos dar prioridade às necessidades essenciais das crianças”. Lançamento da Operação Lifeline, Sudão.
  11. 11. 1982 – É lançada a Revolução para a Sobrevivência Infantil. 1990 – 1999 - Prioridade para a Infância 1990 – A Convenção sobre os Direitos da Criança torna-se lei internacional. Crianças reúnem-se pelas crianças, Equador. 1990 – A primeira Cúpula Mundial pela Criança, Sede das Nações Unidas, Nova Iorque. 1994 – UNICEF e UNESCO criam a “escola em uma caixa”. Campo de refugiados, Tanzânia.
  12. 12. 1995 – “20/20”: Um pacto entre nações industrializadas e em desenvolvimento para financiar serviços sociais. 1995 – 2005 – Carol Bellamy, diretora executiva do UNICEF: “Quando os direitos e a vida das crianças estão em risco, não deve haver testemunha silenciosa”.Escola, Somália. 2000 - 2006 Infância –No coração dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio 2002 – Sessão Especial das Nações Unidas sobre as Crianças. Pela primeira vez, crianças falam para a Assembléia Geral da ONU, Nova Iorque.
  13. 13. Erradicar a extrema pobreza e a fome. Metas – Reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população que vive com menos de um dólar por dia. – Reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população que sofre com a fome.
  14. 14. Atingir o ensino básico universal Meta Garantir que, até 2015, todas as crianças, de ambos os sexos, terminem um ciclo completo de ensino básico. A educação de meninas estimula o desenvolvimento para todos. Estima-se que, em 2001, 115 milhões de crianças em idade escolar não freqüentavam as salas de aula, a maioria delas, meninas.
  15. 15. Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres. Meta Eliminar a disparidade entre os sexos no ensino primário e secundário, e em todos os níveis de ensino, até 2015. Impulsionar os direitos das mulheres e das crianças permite o avanço da humanidade. Dois terços dos 799 milhões de analfabetos acima de 15 anos de idade de todo o mundo são mulheres.
  16. 16. Reduzir a mortalidade infantil Meta Reduzir em dois terços, entre 1990 e 2015, a mortalidade de crianças menores de 5 anos. A sobrevivência infantil é o coração de todas as atividades de UNICEF. Cerca de 29 mil crianças com menos de 5 anos de idade – 21 a cada minuto – morrem todos os anos, a maioria devido a causas evitáveis.
  17. 17. Melhorar a saúde materna Meta Reduzir em três quartos, entre 1990 e 2015, a taxa de mortalidade materna. Crianças saudáveis precisam de mães saudáveis. A cada minuto, uma mulher morre por complicações no parto – cerca de 525 mil por anos. A grande maioria dos óbitos ocorre nos países em desenvolvimento.
  18. 18. Combater o HIV/aids, a malária e outras doenças Metas – Até 2015, ter detido a propagação do HIV/aids e começado a inverter a tendência atual. – Até 2015, ter detido a incidência da malária e de outras doenças importantes e começado a inverter a tendência atual. Milhões de crianças, em todo o mundo, estão morrendo desnecessariamente. A malária mata uma criança a cada 30 segundo em todo o mundo.
  19. 19. Garantir a sustentabilidade ambiental Metas – Integrar os princípios do desenvolvimento sustentável nas políticas e programas nacionais e reverter a perda de recursos ambientais. – Reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população sem acesso permanente e sustentável à água potável segura. – Até 2020, ter alcançado uma melhora significativa na vida de pelo menos 100 milhões de habitantes de bairros degradados. Água potável e saneamento são fundamentais para a sobrevivência. A cada 15 segundos, uma criança morre de doenças relacionadas à falta de água potável, saneamento e condições de higiene.
  20. 20. Estabelecer uma Parceria Mundial para o Desenvolvimento Metas – Avançar no desenvolvimento de um sistema comercial e financeiro aberto, baseado em regras, previsível e não discriminatório. – Atender às necessidades especiais dos países menos desenvolvidos. – Atender às necessidades especiais dos países sem acesso ao mar e dos pequenos Estados insulares em desenvolvimento. – Tratar globalmente o problema da dívida dos países em desenvolvimento, mediante medidas nacionais e internacionais de modo a tornar a sua dívida sustentável a longo prazo.
  21. 21. – Em cooperação com os países em desenvolvimento, formular e executar estratégias que permitam que os jovens obtenham um trabalho digno e produtivo. – Em cooperação com as empresas farmacêuticas, proporcionar o acesso a medicamentos essenciais a preços acessíveis, nos países em vias de desenvolvimento. – Em cooperação com o setor privado, tornar acessíveis os benefícios das novas tecnologias, em especial das tecnologias de informação e de comunicações. As parcerias são fundamentais para o UNICEF. Organizações não-governamentais e do setor privado contribuíram, em 2007, com 31% do orçamento do UNICEF, soma maior do que US$ 515 milhões.

×