SlideShare uma empresa Scribd logo
MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 1
Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013
19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com
CAPÍTULO 1 – JUROS SIMPLES
1.1) DEFINIÇÃO
No cálculo dos juros simples, os rendimentos ou ganhos J em cada período t são os mesmos, pois os juros são
sempre calculados sobre o capital inicial. Chama-se este regime de capitalização simples.
Veja o exemplo a seguir, em que se demonstra o cálculo dos juros no regime de capitalização simples:
PERÍODO CAPITAL JUROS MONTANTE
1
2
3
1.2) FÓRMULAS
1ª) Pela própria definição, o MONTANTE é: JCM  , onde M é o montante, C é o capital e J é o valor dos juros.
2ª) A fórmula básica para o cálculo dos juros simples é: tiCJ  , onde J é o valor dos juros, C é o valor do
capital, i é a taxa e t é o tempo.
3ª) Como consequência das duas anteriores podemos demonstrar outra fórmula para o montante.
)1( tiCM 
1.3) OBSERVAÇÕES IMPORTANTES
1ª) Em todas as fórmulas acima, taxa e tempo devem estar na mesma unidade. Além disso, as taxas devem estar
representadas na forma unitária.
2ª) Em juros simples, a sequência formada pelos valores dos montantes de cada período é sempre uma
______________________________________ ( ________________ ) cuja ________________ é sempre igual ao
valor dos ______________ (pode ser obtida assim: _________________ )
3ª) Ao representarmos graficamente uma aplicação a juros simples, obteremos sempre uma ________________
(gráfico de uma __________________________________ ), conforme exemplo abaixo.
MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 2
Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013
19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com
CAPÍTULO 2 – JUROS COMPOSTOS
2.1) DEFINIÇÃO DE JUROS COMPOSTOS
É o regime em que os ganhos J que se tem sobre um capital investido por um determinado período de tempo t são
incorporados ao capital ao final de cada período, de forma que os juros ao final do período seguinte incidem não
só sobre o capital inicial, mas também sobre os juros anteriores que foram capitalizados. Chama-se este
regime de capitalização composta.
Veja o exemplo a seguir, em que se demonstra o cálculo dos juros no regime de capitalização composta:
PERÍODO CAPITAL JUROS MONTANTE
1
2
3
2.2) FÓRMULAS DE JUROS COMPOSTOS
1ª) Pela própria definição, o MONTANTE é: JCM  , onde M é o montante, C é o capital e J é o valor dos juros.
2ª) O cálculo do montante obtido em cada período é dado por:  t
iCM  1
3ª) Como consequência das duas anteriores podemos demonstrar uma fórmula para o cálculo dos juros no regime de
capitalização composta.
  11 
t
iCJ
2.3) OBSERVAÇÕES IMPORTANTES
1ª) Em todas as fórmulas acima, taxa e tempo devem estar na mesma unidade. Além disso, as taxas devem estar
representadas na forma unitária.
2ª) Em juros compostos, a sequência formada pelos valores dos montantes de cada período é sempre uma
______________________________________ ( ________________ ). Para obtermos o valor dessa __________,
podemos usar a seguinte relação:
3ª) Ao representarmos graficamente uma aplicação a juros compostos, obteremos sempre o gráfico de uma
__________________________, conforme exemplo abaixo.
MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 3
Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013
19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com
RELAÇÃO ENTRE MONTANTE x TEMPO x TAXA
 O rendimento (ou a dívida) será maior a juros simples se ____________________ ; maior a juros compostos
se ____________________ e será idêntico nos dois regimes de juros se ____________________ .
QUESTÕES DE CONCURSOS
01) (AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL-SRF/SETEMBRO DE 2012-ESAF) No sistema de juros
simples, um capital foi aplicado a uma determinada taxa anual durante dois anos. O total de juros auferidos por esse
capital no final do período foi igual a R$ 2.000,00. No sistema de juros compostos, o mesmo capital foi aplicado durante
o mesmo período, ou seja, 2 anos, e a mesma taxa anual. O total de juros auferidos por esse capital no final de 2 anos
foi igual a R$ 2.200,00. Desse modo, o valor do capital aplicado, em reais, é igual a
a) 4.800,00.
b) 5.200,00.
c) 3.200,00.
d) 5.000,00.
e) 6.000,00.
MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 4
Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013
19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com
02) (ANALISTA TRIBUTÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL-SRF/SETEMBRO DE 2012-ESAF) Marta aplicou
R$ 10.000,00 em um banco por 5 meses, a uma taxa de juros simples de 2% ao mês. Após esses 5 meses, o
montante foi resgatado e aplicado em outro banco por mais 2 meses, a uma taxa de juros compostos de 1% ao mês.
O valor dos juros da segunda etapa da aplicação é igual a
a) R$ 221,10.
b) R$ 220,00.
c) R$ 252,20.
d) R$ 212,20.
e) R$ 211,10.
03) (ANALISTA-MERCADO DE CAPITAIS-CVM/DEZEMBRO DE 2010-ESAF) Qual o valor do montante que atinge
uma dívida de R$ 2.000,00, quatro meses e meio depois, a uma taxa de juros simples de 1,5% ao mês?
a) R$ 2.115,00
b) R$ 2.092,00
c) R$ 2.090,00
d) R$ 2.135,00
e) R$ 2.120,00
04) (ANALISTA EM PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS-SEFAZ-SP/MARÇO DE 2009-ESAF)
Um capital unitário aplicado a juros gerou um montante de 1,1 ao fim de 2 meses e 15 dias. Qual a taxa de juros
simples anual de aplicação deste capital?
a) 4%
b) 10%
c) 60%
d) 54%
e) 48%
05) (ANALISTA EM PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS-SEFAZ-SP/MARÇO DE 2009-ESAF)
Um capital C é aplicado à taxa de juros compostos de 2% ao mês. Qual o valor mais próximo do montante ao fim de
um ano e meio?
a) 1,27C
b) 1,43C
c) 1,37C
d) 1,40C
e) 1,32C
06) (TÉCNICO DA RECEITA FEDERAL-ÁREA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/FEVEREIRO DE 2006-ESAF)
Metade de um capital foi aplicada a juros compostos à taxa de 3% ao mês por um prazo de seis meses enquanto o
restante do capital foi aplicado à taxa de 3% ao mês, juros simples, no mesmo período de seis meses. Calcule o valor
mais próximo deste capital, dado que as duas aplicações juntas renderam um juro de R$ 8.229,14 ao fim do prazo.
a) R$ 22.000,00
b) R$ 31.000,00
c) R$ 33.000,00
d) R$ 40.000,00
e) R$ 44.000,00
MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 5
Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013
19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com
07) (TÉCNICO DA RECEITA FEDERAL-ÁREA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/FEVEREIRO DE 2006-ESAF)
Indique qual o capital que aplicado a juros simples à taxa de 3,6% ao mês rende R$ 96,00 em 40 dias.
a) R$ 2.000,00
b) R$ 2.100,00
c) R$ 2.120,00
d) R$ 2.400,00
e) R$ 2.420,00
08) (TÉCNICO DA RECEITA FEDERAL-ÁREA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/FEVEREIRO DE 2006-ESAF)
Um indivíduo devia R$ 1.200,00 três meses atrás. Calcule o valor da dívida hoje considerando juros simples a uma
taxa de 5% ao mês, desprezando os centavos.
a) R$ 1.380,00
b) R$ 1.371,00
c) R$ 1.360,00
d) R$ 1.349,00
e) R$ 1.344,00
09) (ANALISTA TÉCNICO ATUÁRIA-SUSEP/2002-ESAF) Um capital é aplicado a juros simples durante três meses e
dez dias a uma taxa de 3% ao mês. Calcule os juros em relação ao capital inicial.
a) 9%
b) 10%
c) 10,5%
d) 11%
e) 12%
10) (AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL/2002.2-ESAF) Uma conta no valor de R$ 2.000,00 deve ser paga em
um banco na segunda-feira, dia 8. O não pagamento no dia do vencimento implica uma multa fixa de 2% sobre o valor
da conta mais o pagamento de uma taxa de permanência de 0,2% por dia útil de atraso, calculada como juros simples,
sobre o valor da conta. Calcule o valor do pagamento devido no dia 22 do mesmo mês, considerando que não há
nenhum feriado bancário no período.
a) R$ 2.080,00
b) R$ 2.084,00
c) R$ 2.088,00
d) R$ 2.096,00
e) R$ 2.100,00
11) (ANALISTA DE RECURSOS FINANCEIROS-SERPRO/2001-ESAF) Uma conta no valor de R$ 1.000,00 deve ser
paga em um banco na segunda-feira, dia 5. O não pagamento no dia do vencimento implica uma multa fixa de 2%
sobre o valor da conta mais o pagamento de uma taxa de permanência de 0,1% por dia útil de atraso, calculada como
juros simples, sobre o valor da conta. Calcule o valor do pagamento devido no dia 19 do mesmo mês considerando que
não há nenhum feriado bancário no período.
a) R$ 1.019,00
b) R$ 1.020,00
c) R$ 1.025,00
d) R$ 1.029,00
e) R$ 1.030,00
MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 6
Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013
19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com
12) (AUDITOR DE TRIBUTOS MUNICIPAIS-FORTALEZA/1998-ESAF) Obtenha o capital inicial que, aplicado a juros
compostos durante 12 meses, à taxa de 4% ao mês, atinge o montante de R$ 1.000,00 (aproxime o resultado para
reais).
a) R$ 625,00
b) R$ 630,00
c) R$ 636,00
d) R$ 650,00
e) R$ 676,00
13) (ANALISTA JUDICIÁRIO-TRT 4ª REGIÃO/MARÇO DE 2011-FCC) Uma pessoa fez duas aplicações em um
regime de capitalização a juros simples: em uma delas, aplicou
5
2
de um capital de X reais à taxa mensal de 2% e,
após 5 meses, aplicou o restante à taxa mensal de 1,5%. Se, decorridos 15 meses da primeira aplicação, os
montantes de ambas totalizaram R$ 21 780,00, o valor de X era:
a) R$ 20 000,00.
b) R$ 18 000,00.
c) R$ 17 500,00.
d) R$ 16 500,00.
e) R$ 16 000,00.
14) (ANAL. EM PLANEJ., ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS-SEFAZ-SP/ABRIL DE 2010-FCC) Um capital no
valor de R$ 12.500,00 é aplicado a juros simples, durante 12 meses, apresentando um montante igual a R$ 15.000,00.
Um outro capital é aplicado, durante 15 meses, a juros simples à uma taxa igual à da aplicação anterior, produzindo
juros no total de R$ 5.250,00. O valor do segundo capital supera o valor do primeiro em
a) R$ 10.000,00
b) R$ 8.500,00
c) R$ 7.500,00
d) R$ 6.000,00
e) R$ 5.850,00
15) (ECONOMISTA-SERGAS/ABRIL DE 2010-FCC) A soma dos valores de dois capitais é igual a R$ 32.000,00. O
primeiro capital foi aplicado durante 16 meses, apresentando um total de juros igual a R$ 3.600,00. O segundo capital
foi aplicado durante 20 meses, apresentando um total de juros igual a R$ 5.100,00. Se ambos foram aplicados
a juros simples, à mesma taxa, o capital de maior valor apresentou um montante igual a
a) R$ 22.100,00.
b) R$ 23.900,00.
c) R$ 24.200,00.
d) R$ 24.700,00.
e) R$ 24.900,00.
MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 7
Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013
19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com
16) (CONTADOR-SERGAS/ABRIL DE 2010-FCC) Um banco remunera as aplicações de seus clientes a uma taxa de
juros simples de 18% ao ano. Uma pessoa aplicou um capital neste banco, em uma determinada data, e verificou que
no final do período de aplicação o total de juros correspondia a 21% do valor do capital aplicado. O prazo dessa
aplicação foi de
a) 14 meses.
b) 15 meses.
c) 16 meses.
d) 18 meses.
e) 20 meses.
17) (AUDITOR FISCAL DE TRIBUTOS ESTADUAIS-RO/MARÇO DE 2010-FCC) Dois capitais foram aplicados a uma
taxa de juros simples de 2% ao mês. O primeiro capital ficou aplicado durante o prazo de um ano e o segundo,
durante 8 meses. A soma dos dois capitais e a soma dos correspondentes juros são iguais a R$ 27.000,00
e R$ 5.280,00, respectivamente. O valor do módulo da diferença entre os dois capitais é igual a
a) R$ 5.000,00
b) R$ 4.000,00
c) R$ 3.000,00
d) R$ 2.500,00
e) R$ 2.000,00
18) (CONTADORT-DNOCS/FEVEREIRO DE 2010-FCC) Uma pessoa aplica, na data de hoje, os seguintes capitais:
I. R$ 8.000,00 a uma taxa de juros simples, durante 18 meses.
II. R$ 10.000,00 a uma taxa de juros compostos de 5% ao semestre, durante um ano.
O valor do montante verificado no item II supera em R$ 865,00 o valor do montante verificado no item I. A taxa de juros
simples anual referente ao item I é igual a
a) 21%.
b) 15%.
c) 18%.
d) 27%.
e) 24%.
19) (ANALISTA JUDICIÁRIO-CONTADOR-TJ-PI/SETEMBRO DE 2009-FCC) Um capital aplicado no regime de
capitalização composta, à taxa de juros de 10% ao ano, rendeu R$ 31.500,00 de juros em dois anos. O mesmo
capital, aplicado pelo mesmo período e a uma taxa de juros de 15% ao ano, no regime de capitalização simples,
renderia juros no valor, em R$, de
a) 44.750,00.
b) 45.000,00.
c) 45.300,00.
d) 45.600,00.
e) 45.750,00.
MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 8
Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013
19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com
20) (ANALISTA SUPERIOR II-CONTADOR-INFRAERO/JUNHO DE 2009-FCC) Antônio aplicou R$ 12.000,00 em um
banco que remunera os depósitos de seus clientes a juros simples, a uma taxa de 1,5% ao mês. Após 8 meses, ele
resgata todo o montante e o aplica totalmente em um outro banco, durante um ano, a juros compostos, a uma taxa
de 5% ao semestre. No final da segunda aplicação, o valor do montante é de
a) R$ 15.214,50
b) R$ 14.817,60
c) R$ 14.784,40
d) R$ 13.800,00
e) R$ 13.230,00
21) (ANALISTA SUPERIOR II-ADMINISTRADOR-INFRAERO/JUNHO DE 2009-FCC) Uma pessoa investiu um certo
capital X a juros simples, durante um ano, a uma taxa de 2% ao mês e resgatou, no final do período, todo o montante
no valor de R$ 15.500,00. Caso ela tivesse aplicado o capital X, também durante um ano, a juros compostos, a uma
taxa de 10% ao semestre, todo o montante resgatado teria sido de
a) R$ 15.730,00
b) R$ 15.125,00
c) R$ 14.520,00
d) R$ 13.310,00
e) R$ 12.705,00
22) (ANALISTA LEGISLATIVO-CONTADOR-CÂMARA DOS DEPUTADOS/2007-FCC) Um capital foi aplicado a juros
simples, a uma taxa de 24% ao ano, durante 20 meses. Um outro capital, de valor igual ao dobro do anterior, foi
aplicado a juros compostos, a uma taxa de 10% ao ano, durante dois anos. Se a soma dos juros auferidos pelas duas
aplicações foi igual a R$ 16.400,00, então a soma dos respectivos montantes foi igual a
a) R$ 64.800,00
b) R$ 66.400,00
c) R$ 72.600,00
d) R$ 76.400,00
e) R$ 84.000,00
23) (ANALISTA JUDICIÁRIO-CONTABILIDADE-TRE-PB/2007-FCC) Na data de hoje, considere que:
− João aplica todo seu dinheiro à taxa de juros simples de 24% ao ano, durante 15 meses.
− Maria aplica também todo seu dinheiro à taxa de juros compostos de 10% ao semestre, durante um ano e meio.
Sabendo-se que João e Maria possuem juntos, hoje, a quantia de R$ 100.000,00 e que a soma dos juros auferidos
pelos dois através das suas aplicações será igual a R$ 31.240,00, conclui-se que João está aplicando, nesta data,
a) R$ 80.000,00
b) R$ 60.000,00
c) R$ 50.000,00
d) R$ 40.000,00
e) R$ 30.000,00
MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 9
Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013
19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com
24) (ANALISTA JUDICIÁRIO-CONTABILIDADE-TRE-SP/2006-FCC) Um capital no valor de R$ 80.000,00 é aplicado a
uma taxa de juros simples, durante 8 meses, resultando em um montante igual a R$ 96.000,00 no final do período.
Aplicando outro capital no valor de R$ 100.000,00, durante um certo período de tempo t, com a mesma taxa de juros
simples anterior, o montante apresentado no final do período seria igual a R$ 115.000,00. Então, t é igual a
a) 4 meses.
b) 5 meses.
c) 6 meses.
d) 7,5 meses.
e) 10 meses.
25) (ANALISTA DE REGULAÇÃO-CONTADOR-ARCE/2006-FCC) Uma pessoa possui uma determinada importância
e aplicou, hoje, por um ano: 60% desse capital a juros simples à taxa de 2,5% ao mês e, o restante, a juro simples à
taxa de 2% ao mês. Para que ela obtivesse, em igual período, juro total igual à soma dos juros obtidos nessas duas
aplicações, poderia optar por aplicar, hoje, todo o seu capital a juro simples, a uma taxa anual de
a) 28,8%
b) 28,0%
c) 27,8%
d) 27,6%
e) 27,0%
26) (ANALISTA DE REGULAÇÃO-ECONOMIA-ARCE/2006-FCC) João investe, em uma determinada data, o capital
de R$ 15.000,00 a juros simples, à taxa de 24% ao ano. Após 2 meses, retira todo o montante desta aplicação e o
aplica a juros simples em uma outra instituição financeira, durante 4 meses. O montante referente a esta segunda
aplicação será igual a R$ 17.160,00 se a taxa for de
a) 9% ao trimestre.
b) 12,5% ao semestre.
c) 24% ao ano.
d) 27% ao ano.
e) 30% ao ano.
27) (CONTADOR-CEAL/2006-FCC) Uma pessoa investe, na data de hoje, 2/5 de seu capital à taxa de juros simples
de 2% ao mês. O restante, também na data de hoje, ela investe à taxa de juros compostos de 2% ao mês. No final
de 2 meses, a soma dos montantes correspondentes às duas aplicações será igual a R$ 13 003,00. O capital total que
esta pessoa possui, na data de hoje, é
a) R$ 9 000,00
b) R$ 10 000,00
c) R$ 10 500,00
d) R$ 12 000,00
e) R$ 12 500,00
MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 10
Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013
19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com
28) (AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL-SEFAZ-PB/2006-FCC) Certas operações podem ocorrer por um
período de apenas alguns dias, tornando conveniente utilizar a taxa diária e obtendo os juros segundo a convenção do
ano civil ou do ano comercial. Então, se um capital de R$ 15.000,00 foi aplicado por 5 dias à taxa de juros simples
de 9,3% ao mês, em um mês de 31 dias, o módulo da diferença entre os valores dos juros comerciais e dos juros
exatos é
a) R$ 37,50
b) R$ 30,00
c) R$ 22,50
d) R$ 15,00
e) R$ 7,50
29) (AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL-SEFAZ-PB/2006-FCC) Um investidor aplica em um determinado
banco R$ 10.000,00 a juros simples. Após 6 meses, resgata totalmente o montante de R$ 10.900,00 referente a esta
operação e o aplica em outro banco, durante 5 meses, a uma taxa de juros simples igual ao dobro da correspondente à
primeira aplicação. O montante no final do segundo período é igual a
a) R$ 12.535,00
b) R$ 12.550,00
c) R$ 12.650,00
d) R$ 12.750,00
e) R$ 12.862,00
30) (CONTADOR-PREF. MUNIC. SANTOS/2005-FCC) Um capital de R$ 1 000,00 foi aplicado a juros compostos à
taxa de 2% ao mês por 2 meses. Ao fim desse prazo, seu montante foi resgatado e aplicado a juros compostos
por 3 meses à taxa de 3% ao mês. O montante final foi de, aproximadamente,
a) R$ 1 133,60
b) R$ 1 136,87
c) R$ 1 291,48
d) R$ 1 573,53
e) R$ 6 303,60
31) (TÉC. DE ATIV. DO MEIO AMBIENTE-CONTABILIDADE/2009-CESPE-ADAPTADA) Se determinado capital for
investido em uma instituição financeira que paga juros mensais compostos à taxa de 1% ao mês, então os
rendimentos, nas datas do aniversário desse investimento, formam uma:
a) progressão geométrica de razão 0,01.
b) progressão aritmética de razão 0,01.
c) progressão geométrica de razão 1,10.
d) progressão geométrica de razão 1,01.
e) progressão aritmética de razão 1,01.
32) (CONTADOR-FUNDAC-PB/2008-CESPE) No regime de juros simples, os capitais R$ 6.500,00
e R$ 9.500,00 foram investidos, na mesma data, às taxas de 25% ao ano e 15% ao ano, respectivamente. Nessa
situação, com relação à data das aplicações, os montantes serão iguais depois de
a) mais de 8 anos e menos de 12 anos.
b) mais de 12 anos e menos de 16 anos.
c) mais de 16 anos e menos de 20 anos.
d) mais de 20 anos.
MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 11
Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013
19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com
33) (AUDITOR DE CONTAS PÚBLICAS-SEAD-CGE-PB/2008-CESPE) Paulo investiu determinada quantia pelo
período de 5 meses, à taxa de juros simples de 10% ao mês. Findo o prazo, Paulo retirou R$ 2.000 e reaplicou o
restante pelo período de 2 meses em uma instituição financeira que paga 10% de juros compostos ao mês. Se o
montante final foi igual a R$ 12.100, então a quantia inicial investida por Paulo foi
a) inferior a R$ 6.000.
b) superior a R$ 7.100 e inferior a R$ 8.600.
c) superior a R$ 8.700 e inferior a R$ 9.200.
d) superior a R$ 9.300 e inferior a R$ 10.800.
e) superior a R$ 10.900.
34) (TÉC. ATIV. DO MEIO AMBIENTE-CONTABILIDADE/2009-CESPE) Julgue o item como Certo (C) ou Errado (E).
No caso de capitalização mensal, se os rendimentos de dois investimentos de mesmo capital, um deles no regime de
juros simples e o outro no regime de juros compostos, forem iguais, então o prazo terá sido, necessariamente, para
os dois investimentos, de 1 mês.
35) (ADMINISTRADOR-BNDES/2008-CESGRANRIO) Um indivíduo fez uma aplicação com taxa pré-fixada
de 2,25% ao mês. Entretanto, passados 20 dias, precisou fazer o resgate. Suponha que seja possível escolher entre
os regimes de capitalização simples ou composto para realizar o resgate desse montante. Pode-se afirmar que o
montante obtido:
a) pelo regime simples será igual ao capital inicial (não haverá juros simples).
b) pelo regime composto será igual ao capital inicial (não haverá juros compostos).
c) pelo regime composto será maior.
d) pelo regime simples será maior.
e) será o mesmo, considerando os dois regimes de capitalização.
36) (TÉCNICO BANCÁRIO-CEF-AC/2008-CESGRANRIO) O gráfico a seguir representa as evoluções no tempo do
Montante a Juros Simples e do Montante a Juros Compostos, ambos à mesma taxa de juros. M é dado em unidades
monetárias e t, na mesma unidade de tempo a que se refere a taxa de juros utilizada.
Analisando-se o gráfico, conclui-se que para o credor é mais vantajoso emprestar a juros
a) compostos, sempre.
b) compostos, se o período do empréstimo for menor do que a unidade de tempo.
c) simples, sempre.
d) simples, se o período do empréstimo for maior do que a unidade de tempo.
e) simples, se o período do empréstimo for menor do que a unidade de tempo.
MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 12
Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013
19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com
GABARITO
01- D 02- A 03- D 04- E 05- B 06- E 07- A 08- A 09- B 10- A
11- E 12- A 13- B 14- B 15- A 16- A 17- C 18- C 19- B 20- B
21- B 22- D 23- B 24- C 25- D 26- E 27- E 28- E 29- A 30- B
31- D 32- B 33- B 34- C 35- D 36- E
ANOTAÇÕES
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Juros simples
Juros simplesJuros simples
Juros simples
lucasjatem
 
Matematica financeira parte_04_carreiras_fiscais_2013_brunno_lima_logos
Matematica financeira parte_04_carreiras_fiscais_2013_brunno_lima_logosMatematica financeira parte_04_carreiras_fiscais_2013_brunno_lima_logos
Matematica financeira parte_04_carreiras_fiscais_2013_brunno_lima_logos
Antonio Carlos Correa da Silva
 
Exercícios juros simples
Exercícios juros simplesExercícios juros simples
Exercícios juros simples
Rodolfo Cesar Melo Coelho
 
1o Trabalho - 1o Trimestre - 3o ano
1o Trabalho  - 1o Trimestre - 3o ano1o Trabalho  - 1o Trimestre - 3o ano
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
Cleber Renan
 
Matematica exercicios capitalizacao simples
Matematica exercicios capitalizacao simplesMatematica exercicios capitalizacao simples
Matematica exercicios capitalizacao simples
gabaritocontabil
 
Lista de Exercícios – Juros Simples
Lista de Exercícios – Juros Simples Lista de Exercícios – Juros Simples
Lista de Exercícios – Juros Simples
Everton Moraes
 
Atividades 3 1o trimestre - 3o ano atualizada
Atividades 3   1o trimestre - 3o ano atualizadaAtividades 3   1o trimestre - 3o ano atualizada
Mat juros simples
Mat juros simplesMat juros simples
Mat juros simples
trigono_metria
 
Prestacao2020
Prestacao2020Prestacao2020
Prestacao2020
condmarenmaral
 
Matematica gabarito revisao
Matematica gabarito revisaoMatematica gabarito revisao
Matematica gabarito revisao
gabaritocontabil
 
Lista de juros simples
Lista de juros simplesLista de juros simples
Lista de juros simples
Djalma Lucio
 
Atividades juros simples
Atividades juros simplesAtividades juros simples
Atividades juros simples
wfsousamatematica
 
Matematica exercicios porcentagem
Matematica exercicios porcentagemMatematica exercicios porcentagem
Matematica exercicios porcentagem
gabaritocontabil
 
Financeira
FinanceiraFinanceira
Financeira
KalculosOnline
 
Matematica exercicios porcentagem gabarito
Matematica exercicios porcentagem gabaritoMatematica exercicios porcentagem gabarito
Matematica exercicios porcentagem gabarito
gabaritocontabil
 
Matemática financeira pronatec aula 2
Matemática financeira pronatec   aula 2Matemática financeira pronatec   aula 2
Matemática financeira pronatec aula 2
Augusto Junior
 
2. juros simples e compostos
2. juros simples e compostos2. juros simples e compostos
2. juros simples e compostos
Heron Soares
 

Mais procurados (18)

Juros simples
Juros simplesJuros simples
Juros simples
 
Matematica financeira parte_04_carreiras_fiscais_2013_brunno_lima_logos
Matematica financeira parte_04_carreiras_fiscais_2013_brunno_lima_logosMatematica financeira parte_04_carreiras_fiscais_2013_brunno_lima_logos
Matematica financeira parte_04_carreiras_fiscais_2013_brunno_lima_logos
 
Exercícios juros simples
Exercícios juros simplesExercícios juros simples
Exercícios juros simples
 
1o Trabalho - 1o Trimestre - 3o ano
1o Trabalho  - 1o Trimestre - 3o ano1o Trabalho  - 1o Trimestre - 3o ano
1o Trabalho - 1o Trimestre - 3o ano
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Matematica exercicios capitalizacao simples
Matematica exercicios capitalizacao simplesMatematica exercicios capitalizacao simples
Matematica exercicios capitalizacao simples
 
Lista de Exercícios – Juros Simples
Lista de Exercícios – Juros Simples Lista de Exercícios – Juros Simples
Lista de Exercícios – Juros Simples
 
Atividades 3 1o trimestre - 3o ano atualizada
Atividades 3   1o trimestre - 3o ano atualizadaAtividades 3   1o trimestre - 3o ano atualizada
Atividades 3 1o trimestre - 3o ano atualizada
 
Mat juros simples
Mat juros simplesMat juros simples
Mat juros simples
 
Prestacao2020
Prestacao2020Prestacao2020
Prestacao2020
 
Matematica gabarito revisao
Matematica gabarito revisaoMatematica gabarito revisao
Matematica gabarito revisao
 
Lista de juros simples
Lista de juros simplesLista de juros simples
Lista de juros simples
 
Atividades juros simples
Atividades juros simplesAtividades juros simples
Atividades juros simples
 
Matematica exercicios porcentagem
Matematica exercicios porcentagemMatematica exercicios porcentagem
Matematica exercicios porcentagem
 
Financeira
FinanceiraFinanceira
Financeira
 
Matematica exercicios porcentagem gabarito
Matematica exercicios porcentagem gabaritoMatematica exercicios porcentagem gabarito
Matematica exercicios porcentagem gabarito
 
Matemática financeira pronatec aula 2
Matemática financeira pronatec   aula 2Matemática financeira pronatec   aula 2
Matemática financeira pronatec aula 2
 
2. juros simples e compostos
2. juros simples e compostos2. juros simples e compostos
2. juros simples e compostos
 

Semelhante a Matematica financeira parte_01_carreiras_fiscais_2013_brunno_lima_logos

Matemática Financeira
Matemática FinanceiraMatemática Financeira
Matemática Financeira
lucasjatem
 
Juro simples e compostos - definições e exercícios - AP 09
Juro simples e compostos - definições e exercícios - AP 09Juro simples e compostos - definições e exercícios - AP 09
Juro simples e compostos - definições e exercícios - AP 09
Secretaria de Estado de Educação do Pará
 
Apostila matemática financeira
Apostila matemática financeiraApostila matemática financeira
Apostila matemática financeira
Wstallony Gomes
 
Matemática financeira.
Matemática financeira.Matemática financeira.
Matemática financeira.
lucasjatem
 
Matematica financeira
Matematica financeiraMatematica financeira
Matematica financeira
Avinner Liberato
 
Apostila matemática financeira básica - concurso cef-2012 2
Apostila matemática financeira   básica - concurso cef-2012 2Apostila matemática financeira   básica - concurso cef-2012 2
Apostila matemática financeira básica - concurso cef-2012 2
profzoom
 
Matematica financeira capitalização simples
Matematica financeira capitalização simplesMatematica financeira capitalização simples
Matematica financeira capitalização simples
Anderson Costa
 
Apostila Matemática Financeira
Apostila Matemática FinanceiraApostila Matemática Financeira
Apostila Matemática Financeira
profzoom
 
Matematica exercicios capitalizacao composta
Matematica exercicios capitalizacao compostaMatematica exercicios capitalizacao composta
Matematica exercicios capitalizacao composta
educacao f
 
Juros
JurosJuros
LISTA 01 - JUROS COMPOSTOS
LISTA 01 - JUROS COMPOSTOSLISTA 01 - JUROS COMPOSTOS
LISTA 01 - JUROS COMPOSTOS
wfsousamatematica
 
questoes resolvidas concurso caixa
questoes resolvidas concurso caixa questoes resolvidas concurso caixa
questoes resolvidas concurso caixa
mariana oliveira
 
Módulo 1 - Taxa de Juros.pdf
Módulo 1 - Taxa de Juros.pdfMódulo 1 - Taxa de Juros.pdf
Módulo 1 - Taxa de Juros.pdf
Alejandro Angulo Valencia
 
Matematica lista taxas
Matematica lista taxasMatematica lista taxas
Matematica lista taxas
gabaritocontabil
 
Matematica lista taxas
Matematica lista taxasMatematica lista taxas
Matematica lista taxas
educacao f
 
Juros simplesecomposta
Juros simplesecompostaJuros simplesecomposta
Juros simplesecomposta
Hermes de Oliveira
 
1ªLista de Exercícios - 1º Termo Gestão Financeira
1ªLista de Exercícios - 1º Termo Gestão Financeira1ªLista de Exercícios - 1º Termo Gestão Financeira
1ªLista de Exercícios - 1º Termo Gestão Financeira
INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ - IFPR
 
Lista juros simples
Lista juros simplesLista juros simples
Lista juros simples
Lúcio Costa
 
Mat Financeira
Mat FinanceiraMat Financeira
Mat Financeira
Carlos Castro
 
Mat financeira
Mat financeiraMat financeira
Mat financeira
prsimon
 

Semelhante a Matematica financeira parte_01_carreiras_fiscais_2013_brunno_lima_logos (20)

Matemática Financeira
Matemática FinanceiraMatemática Financeira
Matemática Financeira
 
Juro simples e compostos - definições e exercícios - AP 09
Juro simples e compostos - definições e exercícios - AP 09Juro simples e compostos - definições e exercícios - AP 09
Juro simples e compostos - definições e exercícios - AP 09
 
Apostila matemática financeira
Apostila matemática financeiraApostila matemática financeira
Apostila matemática financeira
 
Matemática financeira.
Matemática financeira.Matemática financeira.
Matemática financeira.
 
Matematica financeira
Matematica financeiraMatematica financeira
Matematica financeira
 
Apostila matemática financeira básica - concurso cef-2012 2
Apostila matemática financeira   básica - concurso cef-2012 2Apostila matemática financeira   básica - concurso cef-2012 2
Apostila matemática financeira básica - concurso cef-2012 2
 
Matematica financeira capitalização simples
Matematica financeira capitalização simplesMatematica financeira capitalização simples
Matematica financeira capitalização simples
 
Apostila Matemática Financeira
Apostila Matemática FinanceiraApostila Matemática Financeira
Apostila Matemática Financeira
 
Matematica exercicios capitalizacao composta
Matematica exercicios capitalizacao compostaMatematica exercicios capitalizacao composta
Matematica exercicios capitalizacao composta
 
Juros
JurosJuros
Juros
 
LISTA 01 - JUROS COMPOSTOS
LISTA 01 - JUROS COMPOSTOSLISTA 01 - JUROS COMPOSTOS
LISTA 01 - JUROS COMPOSTOS
 
questoes resolvidas concurso caixa
questoes resolvidas concurso caixa questoes resolvidas concurso caixa
questoes resolvidas concurso caixa
 
Módulo 1 - Taxa de Juros.pdf
Módulo 1 - Taxa de Juros.pdfMódulo 1 - Taxa de Juros.pdf
Módulo 1 - Taxa de Juros.pdf
 
Matematica lista taxas
Matematica lista taxasMatematica lista taxas
Matematica lista taxas
 
Matematica lista taxas
Matematica lista taxasMatematica lista taxas
Matematica lista taxas
 
Juros simplesecomposta
Juros simplesecompostaJuros simplesecomposta
Juros simplesecomposta
 
1ªLista de Exercícios - 1º Termo Gestão Financeira
1ªLista de Exercícios - 1º Termo Gestão Financeira1ªLista de Exercícios - 1º Termo Gestão Financeira
1ªLista de Exercícios - 1º Termo Gestão Financeira
 
Lista juros simples
Lista juros simplesLista juros simples
Lista juros simples
 
Mat Financeira
Mat FinanceiraMat Financeira
Mat Financeira
 
Mat financeira
Mat financeiraMat financeira
Mat financeira
 

Último

Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 

Último (20)

Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 

Matematica financeira parte_01_carreiras_fiscais_2013_brunno_lima_logos

  • 1. MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 1 Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013 19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com CAPÍTULO 1 – JUROS SIMPLES 1.1) DEFINIÇÃO No cálculo dos juros simples, os rendimentos ou ganhos J em cada período t são os mesmos, pois os juros são sempre calculados sobre o capital inicial. Chama-se este regime de capitalização simples. Veja o exemplo a seguir, em que se demonstra o cálculo dos juros no regime de capitalização simples: PERÍODO CAPITAL JUROS MONTANTE 1 2 3 1.2) FÓRMULAS 1ª) Pela própria definição, o MONTANTE é: JCM  , onde M é o montante, C é o capital e J é o valor dos juros. 2ª) A fórmula básica para o cálculo dos juros simples é: tiCJ  , onde J é o valor dos juros, C é o valor do capital, i é a taxa e t é o tempo. 3ª) Como consequência das duas anteriores podemos demonstrar outra fórmula para o montante. )1( tiCM  1.3) OBSERVAÇÕES IMPORTANTES 1ª) Em todas as fórmulas acima, taxa e tempo devem estar na mesma unidade. Além disso, as taxas devem estar representadas na forma unitária. 2ª) Em juros simples, a sequência formada pelos valores dos montantes de cada período é sempre uma ______________________________________ ( ________________ ) cuja ________________ é sempre igual ao valor dos ______________ (pode ser obtida assim: _________________ ) 3ª) Ao representarmos graficamente uma aplicação a juros simples, obteremos sempre uma ________________ (gráfico de uma __________________________________ ), conforme exemplo abaixo.
  • 2. MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 2 Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013 19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com CAPÍTULO 2 – JUROS COMPOSTOS 2.1) DEFINIÇÃO DE JUROS COMPOSTOS É o regime em que os ganhos J que se tem sobre um capital investido por um determinado período de tempo t são incorporados ao capital ao final de cada período, de forma que os juros ao final do período seguinte incidem não só sobre o capital inicial, mas também sobre os juros anteriores que foram capitalizados. Chama-se este regime de capitalização composta. Veja o exemplo a seguir, em que se demonstra o cálculo dos juros no regime de capitalização composta: PERÍODO CAPITAL JUROS MONTANTE 1 2 3 2.2) FÓRMULAS DE JUROS COMPOSTOS 1ª) Pela própria definição, o MONTANTE é: JCM  , onde M é o montante, C é o capital e J é o valor dos juros. 2ª) O cálculo do montante obtido em cada período é dado por:  t iCM  1 3ª) Como consequência das duas anteriores podemos demonstrar uma fórmula para o cálculo dos juros no regime de capitalização composta.   11  t iCJ 2.3) OBSERVAÇÕES IMPORTANTES 1ª) Em todas as fórmulas acima, taxa e tempo devem estar na mesma unidade. Além disso, as taxas devem estar representadas na forma unitária. 2ª) Em juros compostos, a sequência formada pelos valores dos montantes de cada período é sempre uma ______________________________________ ( ________________ ). Para obtermos o valor dessa __________, podemos usar a seguinte relação: 3ª) Ao representarmos graficamente uma aplicação a juros compostos, obteremos sempre o gráfico de uma __________________________, conforme exemplo abaixo.
  • 3. MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 3 Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013 19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com RELAÇÃO ENTRE MONTANTE x TEMPO x TAXA  O rendimento (ou a dívida) será maior a juros simples se ____________________ ; maior a juros compostos se ____________________ e será idêntico nos dois regimes de juros se ____________________ . QUESTÕES DE CONCURSOS 01) (AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL-SRF/SETEMBRO DE 2012-ESAF) No sistema de juros simples, um capital foi aplicado a uma determinada taxa anual durante dois anos. O total de juros auferidos por esse capital no final do período foi igual a R$ 2.000,00. No sistema de juros compostos, o mesmo capital foi aplicado durante o mesmo período, ou seja, 2 anos, e a mesma taxa anual. O total de juros auferidos por esse capital no final de 2 anos foi igual a R$ 2.200,00. Desse modo, o valor do capital aplicado, em reais, é igual a a) 4.800,00. b) 5.200,00. c) 3.200,00. d) 5.000,00. e) 6.000,00.
  • 4. MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 4 Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013 19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com 02) (ANALISTA TRIBUTÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL-SRF/SETEMBRO DE 2012-ESAF) Marta aplicou R$ 10.000,00 em um banco por 5 meses, a uma taxa de juros simples de 2% ao mês. Após esses 5 meses, o montante foi resgatado e aplicado em outro banco por mais 2 meses, a uma taxa de juros compostos de 1% ao mês. O valor dos juros da segunda etapa da aplicação é igual a a) R$ 221,10. b) R$ 220,00. c) R$ 252,20. d) R$ 212,20. e) R$ 211,10. 03) (ANALISTA-MERCADO DE CAPITAIS-CVM/DEZEMBRO DE 2010-ESAF) Qual o valor do montante que atinge uma dívida de R$ 2.000,00, quatro meses e meio depois, a uma taxa de juros simples de 1,5% ao mês? a) R$ 2.115,00 b) R$ 2.092,00 c) R$ 2.090,00 d) R$ 2.135,00 e) R$ 2.120,00 04) (ANALISTA EM PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS-SEFAZ-SP/MARÇO DE 2009-ESAF) Um capital unitário aplicado a juros gerou um montante de 1,1 ao fim de 2 meses e 15 dias. Qual a taxa de juros simples anual de aplicação deste capital? a) 4% b) 10% c) 60% d) 54% e) 48% 05) (ANALISTA EM PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS-SEFAZ-SP/MARÇO DE 2009-ESAF) Um capital C é aplicado à taxa de juros compostos de 2% ao mês. Qual o valor mais próximo do montante ao fim de um ano e meio? a) 1,27C b) 1,43C c) 1,37C d) 1,40C e) 1,32C 06) (TÉCNICO DA RECEITA FEDERAL-ÁREA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/FEVEREIRO DE 2006-ESAF) Metade de um capital foi aplicada a juros compostos à taxa de 3% ao mês por um prazo de seis meses enquanto o restante do capital foi aplicado à taxa de 3% ao mês, juros simples, no mesmo período de seis meses. Calcule o valor mais próximo deste capital, dado que as duas aplicações juntas renderam um juro de R$ 8.229,14 ao fim do prazo. a) R$ 22.000,00 b) R$ 31.000,00 c) R$ 33.000,00 d) R$ 40.000,00 e) R$ 44.000,00
  • 5. MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 5 Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013 19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com 07) (TÉCNICO DA RECEITA FEDERAL-ÁREA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/FEVEREIRO DE 2006-ESAF) Indique qual o capital que aplicado a juros simples à taxa de 3,6% ao mês rende R$ 96,00 em 40 dias. a) R$ 2.000,00 b) R$ 2.100,00 c) R$ 2.120,00 d) R$ 2.400,00 e) R$ 2.420,00 08) (TÉCNICO DA RECEITA FEDERAL-ÁREA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/FEVEREIRO DE 2006-ESAF) Um indivíduo devia R$ 1.200,00 três meses atrás. Calcule o valor da dívida hoje considerando juros simples a uma taxa de 5% ao mês, desprezando os centavos. a) R$ 1.380,00 b) R$ 1.371,00 c) R$ 1.360,00 d) R$ 1.349,00 e) R$ 1.344,00 09) (ANALISTA TÉCNICO ATUÁRIA-SUSEP/2002-ESAF) Um capital é aplicado a juros simples durante três meses e dez dias a uma taxa de 3% ao mês. Calcule os juros em relação ao capital inicial. a) 9% b) 10% c) 10,5% d) 11% e) 12% 10) (AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL/2002.2-ESAF) Uma conta no valor de R$ 2.000,00 deve ser paga em um banco na segunda-feira, dia 8. O não pagamento no dia do vencimento implica uma multa fixa de 2% sobre o valor da conta mais o pagamento de uma taxa de permanência de 0,2% por dia útil de atraso, calculada como juros simples, sobre o valor da conta. Calcule o valor do pagamento devido no dia 22 do mesmo mês, considerando que não há nenhum feriado bancário no período. a) R$ 2.080,00 b) R$ 2.084,00 c) R$ 2.088,00 d) R$ 2.096,00 e) R$ 2.100,00 11) (ANALISTA DE RECURSOS FINANCEIROS-SERPRO/2001-ESAF) Uma conta no valor de R$ 1.000,00 deve ser paga em um banco na segunda-feira, dia 5. O não pagamento no dia do vencimento implica uma multa fixa de 2% sobre o valor da conta mais o pagamento de uma taxa de permanência de 0,1% por dia útil de atraso, calculada como juros simples, sobre o valor da conta. Calcule o valor do pagamento devido no dia 19 do mesmo mês considerando que não há nenhum feriado bancário no período. a) R$ 1.019,00 b) R$ 1.020,00 c) R$ 1.025,00 d) R$ 1.029,00 e) R$ 1.030,00
  • 6. MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 6 Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013 19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com 12) (AUDITOR DE TRIBUTOS MUNICIPAIS-FORTALEZA/1998-ESAF) Obtenha o capital inicial que, aplicado a juros compostos durante 12 meses, à taxa de 4% ao mês, atinge o montante de R$ 1.000,00 (aproxime o resultado para reais). a) R$ 625,00 b) R$ 630,00 c) R$ 636,00 d) R$ 650,00 e) R$ 676,00 13) (ANALISTA JUDICIÁRIO-TRT 4ª REGIÃO/MARÇO DE 2011-FCC) Uma pessoa fez duas aplicações em um regime de capitalização a juros simples: em uma delas, aplicou 5 2 de um capital de X reais à taxa mensal de 2% e, após 5 meses, aplicou o restante à taxa mensal de 1,5%. Se, decorridos 15 meses da primeira aplicação, os montantes de ambas totalizaram R$ 21 780,00, o valor de X era: a) R$ 20 000,00. b) R$ 18 000,00. c) R$ 17 500,00. d) R$ 16 500,00. e) R$ 16 000,00. 14) (ANAL. EM PLANEJ., ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS-SEFAZ-SP/ABRIL DE 2010-FCC) Um capital no valor de R$ 12.500,00 é aplicado a juros simples, durante 12 meses, apresentando um montante igual a R$ 15.000,00. Um outro capital é aplicado, durante 15 meses, a juros simples à uma taxa igual à da aplicação anterior, produzindo juros no total de R$ 5.250,00. O valor do segundo capital supera o valor do primeiro em a) R$ 10.000,00 b) R$ 8.500,00 c) R$ 7.500,00 d) R$ 6.000,00 e) R$ 5.850,00 15) (ECONOMISTA-SERGAS/ABRIL DE 2010-FCC) A soma dos valores de dois capitais é igual a R$ 32.000,00. O primeiro capital foi aplicado durante 16 meses, apresentando um total de juros igual a R$ 3.600,00. O segundo capital foi aplicado durante 20 meses, apresentando um total de juros igual a R$ 5.100,00. Se ambos foram aplicados a juros simples, à mesma taxa, o capital de maior valor apresentou um montante igual a a) R$ 22.100,00. b) R$ 23.900,00. c) R$ 24.200,00. d) R$ 24.700,00. e) R$ 24.900,00.
  • 7. MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 7 Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013 19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com 16) (CONTADOR-SERGAS/ABRIL DE 2010-FCC) Um banco remunera as aplicações de seus clientes a uma taxa de juros simples de 18% ao ano. Uma pessoa aplicou um capital neste banco, em uma determinada data, e verificou que no final do período de aplicação o total de juros correspondia a 21% do valor do capital aplicado. O prazo dessa aplicação foi de a) 14 meses. b) 15 meses. c) 16 meses. d) 18 meses. e) 20 meses. 17) (AUDITOR FISCAL DE TRIBUTOS ESTADUAIS-RO/MARÇO DE 2010-FCC) Dois capitais foram aplicados a uma taxa de juros simples de 2% ao mês. O primeiro capital ficou aplicado durante o prazo de um ano e o segundo, durante 8 meses. A soma dos dois capitais e a soma dos correspondentes juros são iguais a R$ 27.000,00 e R$ 5.280,00, respectivamente. O valor do módulo da diferença entre os dois capitais é igual a a) R$ 5.000,00 b) R$ 4.000,00 c) R$ 3.000,00 d) R$ 2.500,00 e) R$ 2.000,00 18) (CONTADORT-DNOCS/FEVEREIRO DE 2010-FCC) Uma pessoa aplica, na data de hoje, os seguintes capitais: I. R$ 8.000,00 a uma taxa de juros simples, durante 18 meses. II. R$ 10.000,00 a uma taxa de juros compostos de 5% ao semestre, durante um ano. O valor do montante verificado no item II supera em R$ 865,00 o valor do montante verificado no item I. A taxa de juros simples anual referente ao item I é igual a a) 21%. b) 15%. c) 18%. d) 27%. e) 24%. 19) (ANALISTA JUDICIÁRIO-CONTADOR-TJ-PI/SETEMBRO DE 2009-FCC) Um capital aplicado no regime de capitalização composta, à taxa de juros de 10% ao ano, rendeu R$ 31.500,00 de juros em dois anos. O mesmo capital, aplicado pelo mesmo período e a uma taxa de juros de 15% ao ano, no regime de capitalização simples, renderia juros no valor, em R$, de a) 44.750,00. b) 45.000,00. c) 45.300,00. d) 45.600,00. e) 45.750,00.
  • 8. MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 8 Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013 19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com 20) (ANALISTA SUPERIOR II-CONTADOR-INFRAERO/JUNHO DE 2009-FCC) Antônio aplicou R$ 12.000,00 em um banco que remunera os depósitos de seus clientes a juros simples, a uma taxa de 1,5% ao mês. Após 8 meses, ele resgata todo o montante e o aplica totalmente em um outro banco, durante um ano, a juros compostos, a uma taxa de 5% ao semestre. No final da segunda aplicação, o valor do montante é de a) R$ 15.214,50 b) R$ 14.817,60 c) R$ 14.784,40 d) R$ 13.800,00 e) R$ 13.230,00 21) (ANALISTA SUPERIOR II-ADMINISTRADOR-INFRAERO/JUNHO DE 2009-FCC) Uma pessoa investiu um certo capital X a juros simples, durante um ano, a uma taxa de 2% ao mês e resgatou, no final do período, todo o montante no valor de R$ 15.500,00. Caso ela tivesse aplicado o capital X, também durante um ano, a juros compostos, a uma taxa de 10% ao semestre, todo o montante resgatado teria sido de a) R$ 15.730,00 b) R$ 15.125,00 c) R$ 14.520,00 d) R$ 13.310,00 e) R$ 12.705,00 22) (ANALISTA LEGISLATIVO-CONTADOR-CÂMARA DOS DEPUTADOS/2007-FCC) Um capital foi aplicado a juros simples, a uma taxa de 24% ao ano, durante 20 meses. Um outro capital, de valor igual ao dobro do anterior, foi aplicado a juros compostos, a uma taxa de 10% ao ano, durante dois anos. Se a soma dos juros auferidos pelas duas aplicações foi igual a R$ 16.400,00, então a soma dos respectivos montantes foi igual a a) R$ 64.800,00 b) R$ 66.400,00 c) R$ 72.600,00 d) R$ 76.400,00 e) R$ 84.000,00 23) (ANALISTA JUDICIÁRIO-CONTABILIDADE-TRE-PB/2007-FCC) Na data de hoje, considere que: − João aplica todo seu dinheiro à taxa de juros simples de 24% ao ano, durante 15 meses. − Maria aplica também todo seu dinheiro à taxa de juros compostos de 10% ao semestre, durante um ano e meio. Sabendo-se que João e Maria possuem juntos, hoje, a quantia de R$ 100.000,00 e que a soma dos juros auferidos pelos dois através das suas aplicações será igual a R$ 31.240,00, conclui-se que João está aplicando, nesta data, a) R$ 80.000,00 b) R$ 60.000,00 c) R$ 50.000,00 d) R$ 40.000,00 e) R$ 30.000,00
  • 9. MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 9 Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013 19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com 24) (ANALISTA JUDICIÁRIO-CONTABILIDADE-TRE-SP/2006-FCC) Um capital no valor de R$ 80.000,00 é aplicado a uma taxa de juros simples, durante 8 meses, resultando em um montante igual a R$ 96.000,00 no final do período. Aplicando outro capital no valor de R$ 100.000,00, durante um certo período de tempo t, com a mesma taxa de juros simples anterior, o montante apresentado no final do período seria igual a R$ 115.000,00. Então, t é igual a a) 4 meses. b) 5 meses. c) 6 meses. d) 7,5 meses. e) 10 meses. 25) (ANALISTA DE REGULAÇÃO-CONTADOR-ARCE/2006-FCC) Uma pessoa possui uma determinada importância e aplicou, hoje, por um ano: 60% desse capital a juros simples à taxa de 2,5% ao mês e, o restante, a juro simples à taxa de 2% ao mês. Para que ela obtivesse, em igual período, juro total igual à soma dos juros obtidos nessas duas aplicações, poderia optar por aplicar, hoje, todo o seu capital a juro simples, a uma taxa anual de a) 28,8% b) 28,0% c) 27,8% d) 27,6% e) 27,0% 26) (ANALISTA DE REGULAÇÃO-ECONOMIA-ARCE/2006-FCC) João investe, em uma determinada data, o capital de R$ 15.000,00 a juros simples, à taxa de 24% ao ano. Após 2 meses, retira todo o montante desta aplicação e o aplica a juros simples em uma outra instituição financeira, durante 4 meses. O montante referente a esta segunda aplicação será igual a R$ 17.160,00 se a taxa for de a) 9% ao trimestre. b) 12,5% ao semestre. c) 24% ao ano. d) 27% ao ano. e) 30% ao ano. 27) (CONTADOR-CEAL/2006-FCC) Uma pessoa investe, na data de hoje, 2/5 de seu capital à taxa de juros simples de 2% ao mês. O restante, também na data de hoje, ela investe à taxa de juros compostos de 2% ao mês. No final de 2 meses, a soma dos montantes correspondentes às duas aplicações será igual a R$ 13 003,00. O capital total que esta pessoa possui, na data de hoje, é a) R$ 9 000,00 b) R$ 10 000,00 c) R$ 10 500,00 d) R$ 12 000,00 e) R$ 12 500,00
  • 10. MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 10 Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013 19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com 28) (AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL-SEFAZ-PB/2006-FCC) Certas operações podem ocorrer por um período de apenas alguns dias, tornando conveniente utilizar a taxa diária e obtendo os juros segundo a convenção do ano civil ou do ano comercial. Então, se um capital de R$ 15.000,00 foi aplicado por 5 dias à taxa de juros simples de 9,3% ao mês, em um mês de 31 dias, o módulo da diferença entre os valores dos juros comerciais e dos juros exatos é a) R$ 37,50 b) R$ 30,00 c) R$ 22,50 d) R$ 15,00 e) R$ 7,50 29) (AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL-SEFAZ-PB/2006-FCC) Um investidor aplica em um determinado banco R$ 10.000,00 a juros simples. Após 6 meses, resgata totalmente o montante de R$ 10.900,00 referente a esta operação e o aplica em outro banco, durante 5 meses, a uma taxa de juros simples igual ao dobro da correspondente à primeira aplicação. O montante no final do segundo período é igual a a) R$ 12.535,00 b) R$ 12.550,00 c) R$ 12.650,00 d) R$ 12.750,00 e) R$ 12.862,00 30) (CONTADOR-PREF. MUNIC. SANTOS/2005-FCC) Um capital de R$ 1 000,00 foi aplicado a juros compostos à taxa de 2% ao mês por 2 meses. Ao fim desse prazo, seu montante foi resgatado e aplicado a juros compostos por 3 meses à taxa de 3% ao mês. O montante final foi de, aproximadamente, a) R$ 1 133,60 b) R$ 1 136,87 c) R$ 1 291,48 d) R$ 1 573,53 e) R$ 6 303,60 31) (TÉC. DE ATIV. DO MEIO AMBIENTE-CONTABILIDADE/2009-CESPE-ADAPTADA) Se determinado capital for investido em uma instituição financeira que paga juros mensais compostos à taxa de 1% ao mês, então os rendimentos, nas datas do aniversário desse investimento, formam uma: a) progressão geométrica de razão 0,01. b) progressão aritmética de razão 0,01. c) progressão geométrica de razão 1,10. d) progressão geométrica de razão 1,01. e) progressão aritmética de razão 1,01. 32) (CONTADOR-FUNDAC-PB/2008-CESPE) No regime de juros simples, os capitais R$ 6.500,00 e R$ 9.500,00 foram investidos, na mesma data, às taxas de 25% ao ano e 15% ao ano, respectivamente. Nessa situação, com relação à data das aplicações, os montantes serão iguais depois de a) mais de 8 anos e menos de 12 anos. b) mais de 12 anos e menos de 16 anos. c) mais de 16 anos e menos de 20 anos. d) mais de 20 anos.
  • 11. MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 11 Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013 19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com 33) (AUDITOR DE CONTAS PÚBLICAS-SEAD-CGE-PB/2008-CESPE) Paulo investiu determinada quantia pelo período de 5 meses, à taxa de juros simples de 10% ao mês. Findo o prazo, Paulo retirou R$ 2.000 e reaplicou o restante pelo período de 2 meses em uma instituição financeira que paga 10% de juros compostos ao mês. Se o montante final foi igual a R$ 12.100, então a quantia inicial investida por Paulo foi a) inferior a R$ 6.000. b) superior a R$ 7.100 e inferior a R$ 8.600. c) superior a R$ 8.700 e inferior a R$ 9.200. d) superior a R$ 9.300 e inferior a R$ 10.800. e) superior a R$ 10.900. 34) (TÉC. ATIV. DO MEIO AMBIENTE-CONTABILIDADE/2009-CESPE) Julgue o item como Certo (C) ou Errado (E). No caso de capitalização mensal, se os rendimentos de dois investimentos de mesmo capital, um deles no regime de juros simples e o outro no regime de juros compostos, forem iguais, então o prazo terá sido, necessariamente, para os dois investimentos, de 1 mês. 35) (ADMINISTRADOR-BNDES/2008-CESGRANRIO) Um indivíduo fez uma aplicação com taxa pré-fixada de 2,25% ao mês. Entretanto, passados 20 dias, precisou fazer o resgate. Suponha que seja possível escolher entre os regimes de capitalização simples ou composto para realizar o resgate desse montante. Pode-se afirmar que o montante obtido: a) pelo regime simples será igual ao capital inicial (não haverá juros simples). b) pelo regime composto será igual ao capital inicial (não haverá juros compostos). c) pelo regime composto será maior. d) pelo regime simples será maior. e) será o mesmo, considerando os dois regimes de capitalização. 36) (TÉCNICO BANCÁRIO-CEF-AC/2008-CESGRANRIO) O gráfico a seguir representa as evoluções no tempo do Montante a Juros Simples e do Montante a Juros Compostos, ambos à mesma taxa de juros. M é dado em unidades monetárias e t, na mesma unidade de tempo a que se refere a taxa de juros utilizada. Analisando-se o gráfico, conclui-se que para o credor é mais vantajoso emprestar a juros a) compostos, sempre. b) compostos, se o período do empréstimo for menor do que a unidade de tempo. c) simples, sempre. d) simples, se o período do empréstimo for maior do que a unidade de tempo. e) simples, se o período do empréstimo for menor do que a unidade de tempo.
  • 12. MATEMÁTICA FINANCEIRA CARREIRAS FISCAIS 12 Prof.: Brunno Lima www.cursologosjf.com.br ANO 2013 19/9/2013 www.facebook.com/brunno.lima.144 professorbrunnolima@gmail.com GABARITO 01- D 02- A 03- D 04- E 05- B 06- E 07- A 08- A 09- B 10- A 11- E 12- A 13- B 14- B 15- A 16- A 17- C 18- C 19- B 20- B 21- B 22- D 23- B 24- C 25- D 26- E 27- E 28- E 29- A 30- B 31- D 32- B 33- B 34- C 35- D 36- E ANOTAÇÕES ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________