SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIP
                    Cursos Superiores de Tecnologia




                         MANUAL ESPECÍFICO
             PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR II – PIM II
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO




                              São Paulo
                                2010
2



1. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O PIM


1.1 Introdução

Os Projetos Integrados Multidisciplinares têm como sua principal característica estrutural o
desenvolvimento do trabalho no formato de um projeto, de acordo com as normas da ABNT.

1.2 Objetivos Gerais

O Projeto Integrado Multidisciplinar – PIM faz parte do Programa Pedagógico dos Cursos Superiores de
Tecnologia da UNIP - Universidade Paulista.

O PIM busca inserir o aluno nas práticas gerenciais fundamentadas nos conhecimentos teóricos
adquiridos em sala de aula, com caráter prático complementar do processo de ensino-aprendizagem.

1.3 Objetivos Específicos

São objetivos específicos do PIM:

•   Desenvolver no aluno a prática da realização de pesquisa científica, elaborando um trabalho
    conclusivo e suas ponderações;

•   Proporcionar condições para que o aluno desenvolva praticamente os conhecimentos teóricos
    adquiridos, colaborando no processo de ensino-aprendizagem;

•   Proporcionar condições para que o aluno adquira conhecimentos e aplique praticamente em seus
    trabalhos conclusivos as técnicas e metodologias de produção científica;

•   Proporcionar condições para que o aluno possa argumentar e discutir as tecnologias utilizadas.

1.4. Apresentação do Trabalho / Metodologia

É importante o aluno buscar fundamentação nos principais autores que escrevem sobre Metodologia,
dentre eles, Antonio Joaquim Severino, Eva Ladatos e Maria Marconi, Antonio Carlos Gil, Amado Cervo
e pedro Bervian, Pedro Demo.

Igualmente procurar consolidar seu trabalho a partir dos padrões acadêmicos definidos pela ABNT em
diversas normas

        Site:

http:/www2.unip.br/servicos/biblioteca/download/manual_de_normalizacao.pdf
3



Deverá conter embasamento teórico (consulta bibliográfica) consistente e comprovado, a fim de facilitar
a interpretação e avaliação das informações obtidas, como também a análise.

O objetivo dessa disciplina PIM é desenvolver a habilidade do pesquisador, no caso, o aluno, em
explorar as partes do desenvolvimento do trabalho em sua estrutura, a seguir um roteiro para a digitação
dos trabalhos. Neste documento estão sugeridos: tipo e tamanho de fonte, posição e formato de títulos e
sequência das partes integrantes do trabalho. Cabe ressaltar que, conforme NBR 14724:2002, “o projeto
gráfico é de responsabilidade do autor do trabalho”. Todavia, os elementos que são normatizados
deverão ser atendidos.

1.5. Aspectos Gerais

Texto: papel A4 - 210x297mm – branco


Margens

Superior e Esquerda: 3,0 cm
Inferior e Direita:   2,0 cm


Espaçamento entre linhas e parágrafos


O espaçamento entre linhas deve ser de 1,5, correspondendo a cerca de 1,2 cm entre as linhas. NOTA:
Embora a padronização do espaçamento pela NBR 14724:2002 seja por espaçamento entre linhas
duplo, adotaremos o espaçamento entre linhas em “um e meio”.

É usual que o espaçamento entre parágrafos deve ser o dobro do existente entre as linhas. No caso de
utilização de editor de textos Word, no menu FormatarParágrafoRecuos e Espaçamentos, definir a
medida 12 pontos DEPOIS.

O início do texto de cada parágrafo deve ficar a 1,5 cm, a partir da margem esquerda. Pode-se optar por
definir o recuo especial para a primeira linha, utilizando os recursos do editor de textos.

As citações longas, as notas, as referências e os resumos em vernáculo e em língua estrangeira
devem ser digitados em espaço simples.

Escrita

Recomenda-se utilização de Fonte ARIAL ou TIMES NEW ROMAN tamanho 12 para o corpo do texto
e tamanho 10 para citações longas (mais de 3 linhas) e notas de rodapé, bem como alinhamento
Justificado.

Paginação
4



Todas as folhas do trabalho, a partir da folha de rosto, devem ser contadas sequencialmente, mas não
numeradas. A numeração é colocada, a partir da primeira folha da parte textual - INTRODUÇÃO, em
algarismos arábicos, no canto superior direito da folha. Havendo apêndice e anexo, as suas folhas
devem ser numeradas de maneira contínua e sua paginação deve dar seguimento à do texto principal.



Estrutura do trabalho

A estrutura do trabalho acadêmico – dissertação, tese, monografia, trabalho de conclusão de curso e
similares, definida na NBR-14724:2002 (com vigência a partir de 29.09.2002), deve contemplar os
elementos pré-textuais, elementos textuais e elementos pós-textuais, conforme indicado na tabela a
seguir:

Tabela 1 – Estrutura do trabalho

           Estrutura                     Elemento                               Condição
          Pré-textuais                   Capa                                  Obrigatório
                                         Lombada                                 Opcional
                                         Folha de rosto                        Obrigatório
                                         Errata                                  Opcional
                                         Folha de aprovação                      Opcional
                                         Dedicatória                             Opcional
                                                                                 Opcional
                                         Agradecimentos
                                                                                 Opcional
                                         Epígrafe
                                                                               Obrigatório
                                         Resumo
                                         Resumo em língua
                                         estrangeira                           Obrigatório
                                         Sumário                               Obrigatório
                                         Lista de ilustrações                    Opcional
                                         Lista de tabelas                        Opcional
                                         Lista de abreviaturas e siglas          Opcional
                                         Lista de símbolos                       Opcional
           Textuais                      Introdução                            Obrigatório
                                         Desenvolvimento                       Obrigatório
                                         Conclusão                             Obrigatório
          Pós-textuais                   Referências                           Obrigatório
                                         Glossário                               Opcional
                                         Apêndice                                Opcional
                                         Anexo                                   Opcional
                                         Índice(s)                               Opcional
5



O significado dos elementos pré-textuais

Capa Externa
São informações indispensáveis à sua identificação, na seguinte ordem:

    NOME DO AUTOR;

    TÍTULO E SUBTÍTULO;

    LOCAL (cidade) da instituição onde deve ser apresentado;

    ANO DE DEPÓSITO (da entrega).



Folha de Rosto (anverso)
Elemento obrigatório. É a folha que apresenta os elementos essenciais à identificação do trabalho.
Deve constar de:

    NOME DO AUTOR: responsável intelectual do trabalho;

    TÍTULO E SUBTÍTULO, sendo o primeiro em caixa alta, centralizados;

    NATUREZA (tese, dissertação e outros) e objetivo (aprovação em disciplina, grau pretendido e
    outros); nome da instituição a que é submetido; área de concentração - justificado à direita;

    NOME DO ORIENTADOR, justificado à direita;

    LOCAL e ANO.

Folha de Rosto (verso)

Deve conter a ficha catalográfica, conforme Código de Catalogação Anglo-Americano – CCAA2.

NOTA: Este item deve ser adaptado, de acordo com a característica e destinação do trabalho,
podendo admitir-se sua supressão.

Errata
Elemento opcional. Trata-se de uma lista com a indicação das folhas e linhas em que ocorreram erros,
com as correções necessárias. Geralmente se apresenta em papel avulso ou encartado, acrescido ao
trabalho depois de impresso.

Folha de aprovação
Elemento opcional que contém autor, título por extenso e subtítulo, se houver local e data de
aprovação, nome, assinatura e instituição dos membros componentes da avaliação.

NOTA: Este item é indispensável para dissertações e teses; mas, de acordo com a característica
e destinação do trabalho, pode-se admitir sua supressão.
6




Dedicatória
Página opcional, onde o autor presta homenagem ou dedica seu trabalho. A dedicatória deve figurar à
direita, na parte inferior da folha.

Agradecimentos
Página opcional, onde são registrados agradecimentos às pessoas e/ou instituições que colaboraram
com o autor.

Epígrafe
Página opcional, onde o autor inclui uma citação, seguida de indicação de autoria, relacionada com a
matéria tratada no corpo do trabalho. A citação deve figurar à direita, na parte inferior da folha.

Resumo

Elemento obrigatório, que consiste na apresentação concisa dos pontos relevantes do trabalho. O
resumo deve dar uma visão rápida e clara do conteúdo e das conclusões do trabalho; constitui-se de
uma sequência corrente de frases concisas e objetivas e não de uma simples enumeração de tópicos,
não ultrapassando 500 palavras, seguido, logo abaixo, das palavras representativas do conteúdo do
trabalho, isto é, palavras-chave e/ou descritores, conforme Normas da ABNT.

Abstract ou Resumen ou Résumé

Elemento obrigatório que consiste em uma versão do resumo em idioma de divulgação internacional
(inglês ou espanhol ou francês, respectivamente). Deve ser seguido das palavras representativas do
conteúdo do trabalho, isto é, palavras-chave e/ou descritores, na língua. A opção da tradução deve ser
apenas por uma língua.

NOTA: Este item deve ser adaptado, de acordo com a característica e destinação do trabalho, podendo
admitir-se sua supressão nos semestres iniciais do curso.


Sumário

Elemento obrigatório. É a relação das principais seções do trabalho, na ordem em que se sucedem no
texto e com indicação da página inicial. As seções do trabalho devem ser numeradas, em algarismos
arábicos. Elementos como listas de figuras, tabelas, abreviaturas, símbolos, resumos e apêndices não
devem constar do Sumário, mas sim das Listas (próximo item). A apresentação tipográfica das divisões
e subdivisões no sumário deve ser idêntica à do texto. Para maiores informações, consultar Normas da
ABNT.

Listas
7



São itens opcionais, que relacionam elementos selecionados do texto, na ordem da ocorrência, com a
respectiva indicação de páginas. Pode haver uma lista única para todos os tipos de ilustrações ou uma
lista para cada tipo. As listas devem apresentar: o número da figura, sua legenda e a página onde se
encontra.

O significado dos elementos textuais

Como regra geral, deve-se considerar que o texto poderá ser lido por um leitor não especialista no
assunto. Assim, o texto deve ser claro, objetivo e de fácil leitura, cuidando para que não seja sucinto em
demasia, pois o leitor não domina, necessariamente, os mesmos conhecimentos e informações do autor.
Deve-se ainda cuidar do referencial teórico que ofereça a sustentação adequada ao tema discutido.

Introdução

Elemento obrigatório. A introdução do trabalho deve conter o objetivo da pesquisa a ser desenvolvida
no Projeto Integrado Multidisciplinar, a metodologia utilizada e uma breve apresentação da empresa
selecionada para a investigação. Ela deve permitir ao leitor um entendimento sucinto da proposta do
trabalho em pauta.

Desenvolvimento dos Capítulos

Elemento obrigatório. O desenvolvimento é a parte mais extensa do trabalho; também pode ser
denominado de corpo do assunto. O seu principal objetivo é comunicar ao leitor os resultados da
pesquisa.

É a apresentação do tema de forma lógica e progressivamente ordenada (capítulos e subcapítulos) dos
pontos principais do trabalho. Sugere-se consultar as Normas da ABNT.

Consta de revisão da literatura, descrição de métodos e materiais utilizados, apresentação de
resultados, bem como da discussão dos resultados que conduzam às principais conclusões.

Deve-se cuidar para que as citações (menção, no texto, de uma informação extraída de outra fonte), as
citações diretas (transcrição textual dos conceitos do autor consultado), as citações indiretas (transcrição
livre do texto do autor consultado) e as citações de citações (transcrição direta ou indireta de um texto a
cujo original não se teve acesso) estejam de acordo com as Normas da ABNT.

Conclusão

Elemento obrigatório. Embora reúna um conjunto de conclusões, o título deve permanecer no singular
– CONCLUSÃO, já que remete à seção, e não ao número de conclusões formuladas.

As conclusões devem ser apresentadas de maneira lógica, clara e concisa, fundamentadas nos
resultados e na discussão abordada ao longo do desenvolvimento do trabalho (capítulos). O autor deve,
8



ainda, retomar as propostas iniciais (apresentadas na Introdução) e reafirmar, de maneira sintética, a
ideia principal e os pontos importantes do corpo do trabalho.

O significado dos elementos pós- textuais

Referências

Elemento obrigatório. É o conjunto padronizado de elementos descritivos retirados de um documento,
que permite sua identificação individual (relação de autores consultados ou citados, em ordem alfabética
da palavra de ordem) - vide Normas da ABNT.

Glossário

Elemento opcional. Consiste em uma lista em ordem alfabética de palavras ou expressões técnicas de
uso restrito ou de sentido obscuro, utilizadas no texto, acompanhadas das respectivas definições.

Apêndice

Elemento opcional. Consiste em um texto ou documento elaborado pelo autor a fim de complementar
sua argumentação, sem prejuízo da unidade nuclear do trabalho. Geralmente são questionários,
entrevistas, fotos, que auxiliam na fundamentação da pesquisa. A citação do Apêndice, no decorrer dos
capítulos, deve ocorrer entre parênteses, com a identificação seqüencial em algarismos romanos ou
letras maiúsculas. São identificados por algarismos romanos ou letras maiúsculas consecutivas,
travessões e respectivos títulos.

Exemplo:      Apêndice A –....... ou Apêndice I –........
              Apêndice B –....... ou Apêndice II – .......



Anexo

Elemento opcional. Consiste em um texto ou documento não elaborado pelo autor, que serve de
fundamentação, comprovação e ilustração. São geralmente documentos, projetos de leis, decretos, etc.,
cuja função é complementar o trabalho. Quando apresentados na forma de “fotocópias”, recomenda-se
cuidado com sua nitidez e legibilidade. Lembrar que os Anexos são todos os documentos de autoria de
terceiros, só podendo ser utilizados se o conteúdo e a referência estiverem compondo o
desenvolvimento do trabalho. São identificados por algarismos romanos ou letras maiúsculas
consecutivas, travessões e respectivos títulos.

Exemplo:      Anexo A - ....... ou Anexo I - ........
              Anexo B - ........ ou Anexo II - .......
9



Índice (s)

Elemento opcional. Consiste na lista de palavras ou frases, ordenadas de acordo com determinado
critério, que localiza e remete para as informações contidas no texto. Para complementação, consultar
NBR-6034.
10




1.6. Modelos para o corpo do projeto
1.6.1. Capa

                                           UNIP
                             Projeto Integrado Multidisciplinar
                             Cursos Superiores de Tecnologia




                                  TÍTULO DO TRABALHO

                                   Subtítulo (se houver)




                                       Nome da Unidade

                                            201_
11




1.6.2 Folha de rosto

                                     UNIP
                       Projeto Integrado Multidisciplinar
                       Cursos Superiores de Tecnologia




                           TÍTULO DO TRABALHO

                             Subtítulo (se houver)




                                   Nome(s) completo(s) do(s) aluno(s):

                                   RA(s):

                                   Curso:

                                   Semestre:




                               Nome da Unidade

                                     201_
12



1.6.3 Resumo

 Resumo
 (não ultrapassar 500 palavras)




         Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

         Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

         Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.




 Palavras-chave: __________________________________________________
13



1.6.4 Abstract

 Abstract
 (não ultrapassar 500 palavras)




         Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

         Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

         Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.




 Palavras-chave: __________________________________________________
14



1.6.5 Sumário



 Sumário




     1. XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX         5

     2. XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX         6

     3. XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX         7

        3.1 XXXXXXXXXXXXXXXXXXX        9
15



1.6.6 Introdução



 Introdução



         Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

         Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

         Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.
16



1.6.7 Desenvolvimento do projeto



 * Neste item, começa o desenvolvimento dos capítulos e subcapítulos (se houver).

 (mínimo de 15 e máximo de 30 páginas)



 1. (nome do capítulo)




         Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

         Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

         Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.
17



1.6.8 Conclusão



 Conclusão




        Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

        Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

        Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.
18



1.6.9 Referências

 Referências
 (utilizar normalização da ABNT)
19



         2. INFORMAÇÕES ESPECÍFICAS SOBRE O PIM


         PIM II

         2.1. Estrutura do trabalho

         Contexto

    Com a evolução tecnológica das aplicações Web, em um mundo cada vez mais online, em que nos
vemos cada vez mais permanentemente conectados, torna-se necessário se familiarizar com as
novidades e as mudanças que surgem neste cenário: tanto as mudanças de hardware, como de
software.

    As aplicações Web evoluíram, em sua essência, para os mais diversos tipos de interação, formas
de visualização, comunicação, interpretação e de integração. Com o software evoluindo e se
tornando cada vez mais componentizado, as funcionalidades estão se tornando mais colaborativas e
em tempo real, trazendo uma grande mudança de paradigma ao mundo atual.

    Gary Hayes mostra como essas mudanças foram trazendo profundas alterações na Web ao longo
das décadas. Ele resume as três fases da Web em uma só palavra, que expõe a essência de cada fase,
como mostra a imagem abaixo.

         1. Web 1.0: web unidireccional, “empurrada”

         2. Web 2.0: web bidireccional, compartilhada

         3. Web 3.0: web colaborativa em tempo real




                                 Figura 1 – A mudança da Web, da 1.0 a 3.0.



Fonte: HAYES, G. WEB 3.0. Artigo do blog Garu Hayes. Disponível em: http://www.personalizemedia.com/articles/web-30/

Acesso em: 20 de agosto, 2010.
20



   Nesta acelerada velocidade de mudanças, surgiu a necessidade de alteração e adaptação de
conceitos, adoção de novas tecnologias e conceber formas de otimizá-las.

    Estamos em um momento de transição entre a Web 2.0 e a Web 3.0, onde os mecanismos que
permitem o compartilhamento de informações como blogs, fóruns, wikis, chats, redes sociais, entre
outros, estão se tornando essenciais no dia-a-dia das pessoas e das corporações, trazendo sinônimo
de inovação para as empresas que fazem emergir a opinião dos funcionários através destas
ferramentas.

        Proposta

        Com base no texto previamente fornecido, o aluno e/ou grupo do PIM formará a empresa WEB3.PIM.
Esta empresa desenvolverá um projeto que fornecerá conteúdo baseado no conceito da Web 3.0. No
desenvolvimeto do projeto para o ambiente computacional a empresa WEB3.PIN deverá projetar, construir e
testar a estrutura para fornecer ao sistema Web 3.0 que estará confinado na intranet da universidade com o
nome de UniPIM e que tem um campi por estado, além do Distrito Federal.

        O aluno e/ou grupo deve desenvolver o trabalho de forma a atender aos seguintes aspectos:

        Capa;

        Folha de rosto;

        Resumo;

        Abstract;

        Sumário;

        Introdução;

        Desenvolvimento;

        Conclusão;

        Referências– Citar as fontes de pesquisa (bibliografia, nos moldes da ABNT).

        2.2. O PIM abrange as disciplinas:

            •       Redes de Dados e Telecomunicações

            •       Matemática aplicada

            •       Modelagem de Processos

            •       Sistema de Informação

            •       Administração de banco de dados
21



   •   Metodologia de pesquisa

   •   Ética e legislação profissional




2.3 Requisitos do Projeto:


   •   Na UniPIM não há uma rede WAN para atender a demanda do tráfego em tempo real, portanto
       deverá ser desenvolvido e montado um projeto para atender a necessitada. A rede LAN
       também deverá ser projetada e montada. Haverá uma sala chamada WEB3.0 Experience
       Room que deverá comportar 4 equipamentos por campi e nesta sala haverá um switch nível 2.

   •   Os servidores (aplicação e banco de dados) que a empresa Web3.PIM irá instalar, deverão
       ficar na sala de equipamentos da UniPIM (Data Center) em São Paulo SP.

   •   O plano de endereço IP deverá ser estabelecido para atender as necessidades:

           o    Deve ser usado endereço classe C para a LAN

           o    IP V4

           o    Para a WAN, como se trata de uma intranet, deve ser um range de endereço de rede
                privada.

   •   O grupo do PIM poderá fazer pesquisas na Internet e identificar um modelo de sistema que já
       está caminhando para a Web 3.0 e utilizar como base da pesquisa quais funcionalidades e
       tecnologias que foram aplicadas e quais são os cuidados para atender essa nova web ?

   •   Durante a elaboração do projeto, um funcionário da área de TI (José da Silva) levou
       documentos confidenciais para fora da empresa (constado pelo time de segurança por
       rastreamentos), há fortes indícios que este material foi vendido para o concorrente da UniPIM –
       Detalhar como irá tratar este caso.

   •   Este projeto Web 3.0 Expirience deverá ser considerado como confidencial, pois se as
       universidades concorrentes ficarem sabendo, a UniPIM perderá a vantagem de estar na
       vanguarda com este novo produto.

   •   O dono da informação será o Reitor da UniPIM e todo projeto ficará sob custódia da Web3.PIM
       – Porém o Coordenador do Curso de Engenharia, tentou classificar o projeto como importante
       ou público. O grupo de PIM deve destacar qual problema de segurança está implícito neste
       caso.
22



•   Após a implementação do projeto, a classificação das informações passará a ser pública,
    conforme definição do dono da informação.

•   O grupo do PIM deverá fornecer um planilha detalhada com custos do projeto, recursos
    utilizados para cada atividade e um time-line com as fases e atividades cobrindo todo projeto da
    Web 3.0 Expirience.

•   Descrever no PIM quais foram os desafios gerenciais na implementação deste novo sistema e
    como tentar prever os resultados a serem obtidos e posteriormente instalado, como avaliar e se
    necessário como aplicar ajustes.

•   As informações relevantes citadas acima estão divididas por disciplina e devem cobrir as
    necessidades:

        o   Redes de Dados e Telecomunicações: Aplicando os conceitos de arquitetura de
            redes WAN, LAN, MAN, PAN, RAN, modelos de redes estrela, barramento, anel,
            hierárquica, malha e estrela estendida, protocolos conforme os 7 níveis do modelo OSI
            e os conceitos físicos de conectividade identificar o um cenário que melhor atenda a
            necessidade requerida.

        o   Modelagem de Processos: O grupo do PIM deverá aplicar e demonstrar no trabalho
            do os conceitos de modelagem e orientação a objetos. Modelo conceitual da UML.
            Elementos     estruturais   da    UML.    Elementos     comportamentais     da    UML.
            Relacionamentos na UML. Diagramas UML. Regras e mecanismos da UML.
            Modelagem da arquitetura de negócio. Visão de negócio. Visão de processo de
            negócio. Visão de estrutura de negócio. Visão comportamental de negócio. Regras de
            negócio. Padrões de negócio. Integração com o desenvolvimento de software.

        o   Matemática Aplicada: O curso se propõe a instruir aos alunos a revisão de álgebra
            elementar: conjuntos, relações e funções aplicados à administração (a revisão será
            feita ao longo da disciplina, correlacionando-a com as aplicações práticas). Outras
            funções usuais. Ajuste de curvas. Aplicações à administração. Aplicações: custo
            marginal. Juros simples. Juros

            A banca de avaliação do PIM irá analisar tanto na parte matemática aplicada nos
            programas (definição de variáveis por exemplo) bem como na parte financeira e nos
            planos de linha do tempo x controle das atividades entre outros.

        o   Sistema de Informação: Tipos de Sistemas de Informação. Avaliar os impactos
            provocados pelos sistemas de informação sobre as diferentes instâncias
            organizacionais. Sistemas de apoio operacional. Sistemas de apoio gerencial. Outras
23



                      classificações de sistemas de informação. Desafios gerenciais. Êxito e fracasso em
                      Tecnologia de Informação. Desenvolvimento de soluções de Sistemas de informação.

                 o    Administração de Banco de Dados: Com base no conceito de bancos de dados,
                      mostrar sua importância e aplicação para os sistemas de informação, comunicação e
                      processos de automação, avaliar as tecnologias e arquiteturas disponíveis no
                      mercado, então definir a mais adequada cobrindo os aspectos de modelagem de
                      dados, identificando os aspectos que impactam no desempenho e segurança dos
                      dados da empresa.

                 o    Ética e Legislação Profissional: Verificar e demonstrar que o projeto está em linha
                      com da regras gerais de direito. Direito civil, do trabalho e constitucional. Ética.
                      Códigos de ética profissional e empresarial. Aspectos jurídicos da internet. Higiene e
                      segurança do trabalho.

                 o    Metodologia Científica: O grupo do PIM deverá aplicar e demonstrar neste trabalho
                      os conhecimentos adquiridos como: diferentes fontes de conhecimento e seus limites
                      explicativos. A ciência como explicação racional da realidade. O espaço da ciência e
                      da tecnologia no contexto da sociedade informacional. Conceituação, caracterização e
                      classificação de ciência. A questão do método científico. Elementos constitutivos de
                      um projeto de pesquisa. Localização, coleta, registro e tratamento dos materiais.
                      Conceito e caracterização de monografia.

2.4 Instruções para o desenvolvimento do PIM

        O Projeto PIM deve ser em grupo de até 5 alunos. Esse critério é determinado pela Coordenação-
Geral. No caso do 2º semestre fica estabelecido o grupo.

    2.4.1    Os grupos deverão marcar os encontros com o coordenador do projeto para que este avalie o
             andamento do mesmo.


    2.4.2    A formatação gráfica do trabalho deverá seguir as normas da ABNT. (No site da Unip em:
             Serviços/ bibliotecas/manual de normalização).


    2.4.3    Cabe ao coordenador do PIM marcar os encontros com os alunos, escrever um breve relato de
             cada projeto e da situação de cada componente do grupo, e enviar para o Coordenador-Geral.
             As Fichas de Controle deverão ficar em uma pasta em poder do professor coordenador do PIM.
             No final do módulo as fichas deverão ser arquivadas no prontuário dos alunos.
24



3. Prazos e modo de avaliação

Não serão aceitos, em hipótese alguma, trabalhos após as datas publicadas, ou por outros meios que
não sejam os definidos pela UNIP .

O PIM é um projeto que consta do Programa Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia e
corresponde à computação de 100 horas no semestre, equivalendo ao controle de frequência e nota do
aluno, desde que apresente conceito igual ou maior que 5,0 (cinco).

Somente o professor orientador do PIM fará a avaliação do projeto que será baseado na apresentação
escrita e na exposição (seminário) pelo grupo. O professor orientador do PIM avaliará, também, o
trabalho de equipe do grupo e o trabalho de pesquisa para a fundamentação conceitual do projeto,
avaliando conseqüentemente a participação do grupo na efetivação do mesmo.


Este professor dará a nota final da Disciplina PIM, ou seja, nota de 0 a 10 para os integrantes do grupo.
Esta nota irá compor a média final das outras disciplinas do curso na porcentagem de 20%.



Caso o aluno obtenha o conceito final menor que 5,0 (cinco) ou não envie o projeto dentro do semestre,
ficará em situação de reprovado na disciplina PIM, e só poderá reenviar seu projeto caso esteja
matriculado em regime de dependência.

Bons estudos!
Atenciosamente,
CST Gestão da Tecnologia da Informação.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ebook andrea final
Ebook andrea finalEbook andrea final
Descrição de escopo em propostas de engenharia- Trabalho Conclusão de Curso -...
Descrição de escopo em propostas de engenharia- Trabalho Conclusão de Curso -...Descrição de escopo em propostas de engenharia- Trabalho Conclusão de Curso -...
Descrição de escopo em propostas de engenharia- Trabalho Conclusão de Curso -...
Fernando Barreto, PMP, MBA
 
Modelo de Proposta Comercial | GestaoClick
Modelo de Proposta Comercial | GestaoClickModelo de Proposta Comercial | GestaoClick
Modelo de Proposta Comercial | GestaoClick
GestãoClick
 
Convite de Patrocinio Workshop Seginfo 2014 - RJ e BSB
Convite de Patrocinio Workshop Seginfo 2014 - RJ e BSBConvite de Patrocinio Workshop Seginfo 2014 - RJ e BSB
Convite de Patrocinio Workshop Seginfo 2014 - RJ e BSB
SegInfo
 
Guia Técnico para implantação de Distritos Industriais
Guia Técnico para implantação de Distritos IndustriaisGuia Técnico para implantação de Distritos Industriais
Guia Técnico para implantação de Distritos Industriais
Homero Pavan Filho
 
Contrato Prazo Determinado Ou Obra Certa
Contrato Prazo Determinado Ou Obra CertaContrato Prazo Determinado Ou Obra Certa
Contrato Prazo Determinado Ou Obra Certa
Rodolfo Rodrigo Acosta
 
Дизайн-мышление. Гайд по процессу / Design Thinking Guide / Russian
Дизайн-мышление. Гайд по процессу / Design Thinking Guide / RussianДизайн-мышление. Гайд по процессу / Design Thinking Guide / Russian
Дизайн-мышление. Гайд по процессу / Design Thinking Guide / Russian
Wonderfull
 
Diversidade tatiana belinky
Diversidade   tatiana belinkyDiversidade   tatiana belinky
Diversidade tatiana belinky
Mayara S. Santos
 
Sistemas operativos windows,mac y linux
Sistemas operativos windows,mac y linuxSistemas operativos windows,mac y linux
Sistemas operativos windows,mac y linux
Olga Valeria
 
A casa que rimava.pdf
A casa que rimava.pdfA casa que rimava.pdf
A casa que rimava.pdf
ClaudiaAlbano2
 
Era uma vez um ovo
Era uma vez um ovoEra uma vez um ovo
Era uma vez um ovo
Gustavo Salume
 
Drogas
DrogasDrogas
CPA 20
CPA 20CPA 20
Drogas na Adolescência
Drogas na AdolescênciaDrogas na Adolescência
Drogas na Adolescência
Thais Andalaft
 
Bingo das cores
Bingo das coresBingo das cores
Bingo das cores
Michely Bogoni
 
molduras folclore.pdf
molduras folclore.pdfmolduras folclore.pdf
molduras folclore.pdf
ArislaneOliveira2
 
Metodologia para Projeto de Design
Metodologia para Projeto de DesignMetodologia para Projeto de Design
Metodologia para Projeto de Design
Marcio Duarte
 
LEI GERAL DO TRABALHO
LEI GERAL DO TRABALHOLEI GERAL DO TRABALHO
LEI GERAL DO TRABALHO
Estudantes Angolanos na Argelia
 
Cartilha plantas web
Cartilha plantas webCartilha plantas web
Cartilha plantas web
Nemésio Carlos Silva
 

Mais procurados (20)

Ebook andrea final
Ebook andrea finalEbook andrea final
Ebook andrea final
 
Descrição de escopo em propostas de engenharia- Trabalho Conclusão de Curso -...
Descrição de escopo em propostas de engenharia- Trabalho Conclusão de Curso -...Descrição de escopo em propostas de engenharia- Trabalho Conclusão de Curso -...
Descrição de escopo em propostas de engenharia- Trabalho Conclusão de Curso -...
 
Modelo de Proposta Comercial | GestaoClick
Modelo de Proposta Comercial | GestaoClickModelo de Proposta Comercial | GestaoClick
Modelo de Proposta Comercial | GestaoClick
 
Turma da mônica respeitando as diferenças
Turma da mônica   respeitando as diferençasTurma da mônica   respeitando as diferenças
Turma da mônica respeitando as diferenças
 
Convite de Patrocinio Workshop Seginfo 2014 - RJ e BSB
Convite de Patrocinio Workshop Seginfo 2014 - RJ e BSBConvite de Patrocinio Workshop Seginfo 2014 - RJ e BSB
Convite de Patrocinio Workshop Seginfo 2014 - RJ e BSB
 
Guia Técnico para implantação de Distritos Industriais
Guia Técnico para implantação de Distritos IndustriaisGuia Técnico para implantação de Distritos Industriais
Guia Técnico para implantação de Distritos Industriais
 
Contrato Prazo Determinado Ou Obra Certa
Contrato Prazo Determinado Ou Obra CertaContrato Prazo Determinado Ou Obra Certa
Contrato Prazo Determinado Ou Obra Certa
 
Дизайн-мышление. Гайд по процессу / Design Thinking Guide / Russian
Дизайн-мышление. Гайд по процессу / Design Thinking Guide / RussianДизайн-мышление. Гайд по процессу / Design Thinking Guide / Russian
Дизайн-мышление. Гайд по процессу / Design Thinking Guide / Russian
 
Diversidade tatiana belinky
Diversidade   tatiana belinkyDiversidade   tatiana belinky
Diversidade tatiana belinky
 
Sistemas operativos windows,mac y linux
Sistemas operativos windows,mac y linuxSistemas operativos windows,mac y linux
Sistemas operativos windows,mac y linux
 
A casa que rimava.pdf
A casa que rimava.pdfA casa que rimava.pdf
A casa que rimava.pdf
 
Era uma vez um ovo
Era uma vez um ovoEra uma vez um ovo
Era uma vez um ovo
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
CPA 20
CPA 20CPA 20
CPA 20
 
Drogas na Adolescência
Drogas na AdolescênciaDrogas na Adolescência
Drogas na Adolescência
 
Bingo das cores
Bingo das coresBingo das cores
Bingo das cores
 
molduras folclore.pdf
molduras folclore.pdfmolduras folclore.pdf
molduras folclore.pdf
 
Metodologia para Projeto de Design
Metodologia para Projeto de DesignMetodologia para Projeto de Design
Metodologia para Projeto de Design
 
LEI GERAL DO TRABALHO
LEI GERAL DO TRABALHOLEI GERAL DO TRABALHO
LEI GERAL DO TRABALHO
 
Cartilha plantas web
Cartilha plantas webCartilha plantas web
Cartilha plantas web
 

Destaque

Projeto Integrado Multidisciplinar - PIM III
Projeto Integrado Multidisciplinar - PIM IIIProjeto Integrado Multidisciplinar - PIM III
Projeto Integrado Multidisciplinar - PIM III
Henry Jackman
 
Magazine luiza pim iii
Magazine luiza   pim iiiMagazine luiza   pim iii
Magazine luiza pim iii
Graziele Martins
 
Pim final
Pim finalPim final
PIM III PROCESSOS GERENCIAIS
PIM III PROCESSOS GERENCIAISPIM III PROCESSOS GERENCIAIS
PIM III PROCESSOS GERENCIAIS
Dorica Martins
 
Pim iv
Pim ivPim iv
PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR IV - PIM IV
PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR IV - PIM IVPROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR IV - PIM IV
PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR IV - PIM IV
Henry Jackman
 

Destaque (6)

Projeto Integrado Multidisciplinar - PIM III
Projeto Integrado Multidisciplinar - PIM IIIProjeto Integrado Multidisciplinar - PIM III
Projeto Integrado Multidisciplinar - PIM III
 
Magazine luiza pim iii
Magazine luiza   pim iiiMagazine luiza   pim iii
Magazine luiza pim iii
 
Pim final
Pim finalPim final
Pim final
 
PIM III PROCESSOS GERENCIAIS
PIM III PROCESSOS GERENCIAISPIM III PROCESSOS GERENCIAIS
PIM III PROCESSOS GERENCIAIS
 
Pim iv
Pim ivPim iv
Pim iv
 
PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR IV - PIM IV
PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR IV - PIM IVPROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR IV - PIM IV
PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR IV - PIM IV
 

Semelhante a Manual PIM 1ro 3 2do Semestre

Manual PIM 3ro TI
Manual PIM 3ro TI Manual PIM 3ro TI
Manual PIM 3ro TI
Universal.org.mx
 
Manual pim iii_ti
Manual pim iii_tiManual pim iii_ti
Manual pim iii_ti
paulocsm
 
Manual pim iii_ti
Manual pim iii_tiManual pim iii_ti
Manual pim iii_ti
kaka202
 
Manual pim iv_gti_2012
Manual pim iv_gti_2012Manual pim iv_gti_2012
Manual pim iv_gti_2012
Juliusblackwolf
 
Como elaborar um tcc
Como elaborar um tccComo elaborar um tcc
Como elaborar um tcc
alquimista31
 
Normas para apresentação de trabalhos atualizado
Normas para apresentação de trabalhos atualizadoNormas para apresentação de trabalhos atualizado
Normas para apresentação de trabalhos atualizado
senaisaocarlos
 
Manual PIM III Turma 2010_3 e 4_agosto
Manual PIM III Turma 2010_3 e 4_agostoManual PIM III Turma 2010_3 e 4_agosto
Manual PIM III Turma 2010_3 e 4_agosto
Jose Rudy
 
Manual pim vi gti 2010
Manual pim vi gti 2010Manual pim vi gti 2010
Manual pim vi gti 2010
Jose Rudy
 
Abnt
AbntAbnt
Abnt
harojh
 
Manual pim iii redes
Manual pim iii redesManual pim iii redes
Manual pim iii redes
Claudia Patricia
 
Microsoft word roteiro do relatório final do estágio
Microsoft word   roteiro do relatório final do estágioMicrosoft word   roteiro do relatório final do estágio
Microsoft word roteiro do relatório final do estágio
Kasalcaruaru Elaele
 
Guia trabalhos academicos[1] (1)
Guia trabalhos academicos[1] (1)Guia trabalhos academicos[1] (1)
Guia trabalhos academicos[1] (1)
gisele
 
ORIENTAÇÕES ABNT
ORIENTAÇÕES ABNTORIENTAÇÕES ABNT
ORIENTAÇÕES ABNT
Carlos Weinman
 
Manual pim i_ti_sepi_sei[1]
Manual pim i_ti_sepi_sei[1]Manual pim i_ti_sepi_sei[1]
Manual pim i_ti_sepi_sei[1]
Jose Rudy
 
Manual normas uf_pel_trabalhos_acadêmicos
Manual normas uf_pel_trabalhos_acadêmicosManual normas uf_pel_trabalhos_acadêmicos
Manual normas uf_pel_trabalhos_acadêmicos
DianaMarcelaHernande21
 
Attachment
AttachmentAttachment
Attachment
Jose Rudy
 
Manual%20 pim%20ii%20ti%20sepi%20sei
Manual%20 pim%20ii%20ti%20sepi%20seiManual%20 pim%20ii%20ti%20sepi%20sei
Manual%20 pim%20ii%20ti%20sepi%20sei
Jose Rudy
 
Estrutura do TCC e RCC - ICE
Estrutura do TCC e RCC - ICEEstrutura do TCC e RCC - ICE
Estrutura do TCC e RCC - ICE
Ricardo Laub
 
1 manual de normas tcc unescii
1 manual de normas tcc unescii1 manual de normas tcc unescii
1 manual de normas tcc unescii
Andersonnicocelli Nicocelli
 
Apresentação de trabalhos academicos.tm p
Apresentação de trabalhos academicos.tm pApresentação de trabalhos academicos.tm p
Apresentação de trabalhos academicos.tm p
IPA METODISTA
 

Semelhante a Manual PIM 1ro 3 2do Semestre (20)

Manual PIM 3ro TI
Manual PIM 3ro TI Manual PIM 3ro TI
Manual PIM 3ro TI
 
Manual pim iii_ti
Manual pim iii_tiManual pim iii_ti
Manual pim iii_ti
 
Manual pim iii_ti
Manual pim iii_tiManual pim iii_ti
Manual pim iii_ti
 
Manual pim iv_gti_2012
Manual pim iv_gti_2012Manual pim iv_gti_2012
Manual pim iv_gti_2012
 
Como elaborar um tcc
Como elaborar um tccComo elaborar um tcc
Como elaborar um tcc
 
Normas para apresentação de trabalhos atualizado
Normas para apresentação de trabalhos atualizadoNormas para apresentação de trabalhos atualizado
Normas para apresentação de trabalhos atualizado
 
Manual PIM III Turma 2010_3 e 4_agosto
Manual PIM III Turma 2010_3 e 4_agostoManual PIM III Turma 2010_3 e 4_agosto
Manual PIM III Turma 2010_3 e 4_agosto
 
Manual pim vi gti 2010
Manual pim vi gti 2010Manual pim vi gti 2010
Manual pim vi gti 2010
 
Abnt
AbntAbnt
Abnt
 
Manual pim iii redes
Manual pim iii redesManual pim iii redes
Manual pim iii redes
 
Microsoft word roteiro do relatório final do estágio
Microsoft word   roteiro do relatório final do estágioMicrosoft word   roteiro do relatório final do estágio
Microsoft word roteiro do relatório final do estágio
 
Guia trabalhos academicos[1] (1)
Guia trabalhos academicos[1] (1)Guia trabalhos academicos[1] (1)
Guia trabalhos academicos[1] (1)
 
ORIENTAÇÕES ABNT
ORIENTAÇÕES ABNTORIENTAÇÕES ABNT
ORIENTAÇÕES ABNT
 
Manual pim i_ti_sepi_sei[1]
Manual pim i_ti_sepi_sei[1]Manual pim i_ti_sepi_sei[1]
Manual pim i_ti_sepi_sei[1]
 
Manual normas uf_pel_trabalhos_acadêmicos
Manual normas uf_pel_trabalhos_acadêmicosManual normas uf_pel_trabalhos_acadêmicos
Manual normas uf_pel_trabalhos_acadêmicos
 
Attachment
AttachmentAttachment
Attachment
 
Manual%20 pim%20ii%20ti%20sepi%20sei
Manual%20 pim%20ii%20ti%20sepi%20seiManual%20 pim%20ii%20ti%20sepi%20sei
Manual%20 pim%20ii%20ti%20sepi%20sei
 
Estrutura do TCC e RCC - ICE
Estrutura do TCC e RCC - ICEEstrutura do TCC e RCC - ICE
Estrutura do TCC e RCC - ICE
 
1 manual de normas tcc unescii
1 manual de normas tcc unescii1 manual de normas tcc unescii
1 manual de normas tcc unescii
 
Apresentação de trabalhos academicos.tm p
Apresentação de trabalhos academicos.tm pApresentação de trabalhos academicos.tm p
Apresentação de trabalhos academicos.tm p
 

Mais de Universal.org.mx

Universal.Org.Mx - Periódico Centro de Ayuda Universal, México N.559
Universal.Org.Mx - Periódico Centro de Ayuda Universal, México N.559Universal.Org.Mx - Periódico Centro de Ayuda Universal, México N.559
Universal.Org.Mx - Periódico Centro de Ayuda Universal, México N.559
Universal.org.mx
 
Fi ti- aula 10
Fi ti- aula 10Fi ti- aula 10
Fi ti- aula 10
Universal.org.mx
 
FI_TI-Aula-9
FI_TI-Aula-9FI_TI-Aula-9
FI_TI-Aula-9
Universal.org.mx
 
1.4 sistemas de informação e negócios(2)
1.4 sistemas de informação e negócios(2)1.4 sistemas de informação e negócios(2)
1.4 sistemas de informação e negócios(2)
Universal.org.mx
 
Metricas para medir tamanho de sistema
Metricas para medir tamanho de sistemaMetricas para medir tamanho de sistema
Metricas para medir tamanho de sistema
Universal.org.mx
 
Finanças de TI - aula 8
Finanças de TI - aula 8Finanças de TI - aula 8
Finanças de TI - aula 8
Universal.org.mx
 
Cobit2
Cobit2Cobit2
Modelagem de sistemas da informação – aula 03 mai2011
Modelagem de sistemas da informação – aula 03 mai2011Modelagem de sistemas da informação – aula 03 mai2011
Modelagem de sistemas da informação – aula 03 mai2011
Universal.org.mx
 
FI-TI- aula 7
FI-TI- aula 7FI-TI- aula 7
FI-TI- aula 7
Universal.org.mx
 
Aula3 4 planejamento estratégico de tecnologia da informação
Aula3 4 planejamento estratégico de tecnologia da informaçãoAula3 4 planejamento estratégico de tecnologia da informação
Aula3 4 planejamento estratégico de tecnologia da informação
Universal.org.mx
 
Exercicios revisão para prova
Exercicios   revisão para provaExercicios   revisão para prova
Exercicios revisão para prova
Universal.org.mx
 
Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação disciplina gerenciam...
Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação   disciplina gerenciam...Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação   disciplina gerenciam...
Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação disciplina gerenciam...
Universal.org.mx
 
Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação disciplina gerenciam...
Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação   disciplina gerenciam...Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação   disciplina gerenciam...
Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação disciplina gerenciam...
Universal.org.mx
 
FI - TI - Aula - 6
FI - TI -  Aula - 6FI - TI -  Aula - 6
FI - TI - Aula - 6
Universal.org.mx
 
Aula 5 Finanças de TI
Aula 5 Finanças de TIAula 5 Finanças de TI
Aula 5 Finanças de TI
Universal.org.mx
 
Aula 4 Finanças de TI
Aula 4 Finanças de TIAula 4 Finanças de TI
Aula 4 Finanças de TI
Universal.org.mx
 
Aula 3 Finanças de TI
Aula 3 Finanças de TIAula 3 Finanças de TI
Aula 3 Finanças de TI
Universal.org.mx
 
Aula 1 e 2 Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação
Aula 1 e 2 Planejamento Estratégico de Tecnologia da InformaçãoAula 1 e 2 Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação
Aula 1 e 2 Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação
Universal.org.mx
 
Gerenciamento de Infra-Estrutura 1ra. Aula
Gerenciamento de Infra-Estrutura 1ra. AulaGerenciamento de Infra-Estrutura 1ra. Aula
Gerenciamento de Infra-Estrutura 1ra. Aula
Universal.org.mx
 
Manual de atividades_complementares_cst_v2010-2
Manual de atividades_complementares_cst_v2010-2Manual de atividades_complementares_cst_v2010-2
Manual de atividades_complementares_cst_v2010-2
Universal.org.mx
 

Mais de Universal.org.mx (20)

Universal.Org.Mx - Periódico Centro de Ayuda Universal, México N.559
Universal.Org.Mx - Periódico Centro de Ayuda Universal, México N.559Universal.Org.Mx - Periódico Centro de Ayuda Universal, México N.559
Universal.Org.Mx - Periódico Centro de Ayuda Universal, México N.559
 
Fi ti- aula 10
Fi ti- aula 10Fi ti- aula 10
Fi ti- aula 10
 
FI_TI-Aula-9
FI_TI-Aula-9FI_TI-Aula-9
FI_TI-Aula-9
 
1.4 sistemas de informação e negócios(2)
1.4 sistemas de informação e negócios(2)1.4 sistemas de informação e negócios(2)
1.4 sistemas de informação e negócios(2)
 
Metricas para medir tamanho de sistema
Metricas para medir tamanho de sistemaMetricas para medir tamanho de sistema
Metricas para medir tamanho de sistema
 
Finanças de TI - aula 8
Finanças de TI - aula 8Finanças de TI - aula 8
Finanças de TI - aula 8
 
Cobit2
Cobit2Cobit2
Cobit2
 
Modelagem de sistemas da informação – aula 03 mai2011
Modelagem de sistemas da informação – aula 03 mai2011Modelagem de sistemas da informação – aula 03 mai2011
Modelagem de sistemas da informação – aula 03 mai2011
 
FI-TI- aula 7
FI-TI- aula 7FI-TI- aula 7
FI-TI- aula 7
 
Aula3 4 planejamento estratégico de tecnologia da informação
Aula3 4 planejamento estratégico de tecnologia da informaçãoAula3 4 planejamento estratégico de tecnologia da informação
Aula3 4 planejamento estratégico de tecnologia da informação
 
Exercicios revisão para prova
Exercicios   revisão para provaExercicios   revisão para prova
Exercicios revisão para prova
 
Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação disciplina gerenciam...
Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação   disciplina gerenciam...Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação   disciplina gerenciam...
Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação disciplina gerenciam...
 
Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação disciplina gerenciam...
Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação   disciplina gerenciam...Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação   disciplina gerenciam...
Curso tecnologia em gestão da tecnologia da informação disciplina gerenciam...
 
FI - TI - Aula - 6
FI - TI -  Aula - 6FI - TI -  Aula - 6
FI - TI - Aula - 6
 
Aula 5 Finanças de TI
Aula 5 Finanças de TIAula 5 Finanças de TI
Aula 5 Finanças de TI
 
Aula 4 Finanças de TI
Aula 4 Finanças de TIAula 4 Finanças de TI
Aula 4 Finanças de TI
 
Aula 3 Finanças de TI
Aula 3 Finanças de TIAula 3 Finanças de TI
Aula 3 Finanças de TI
 
Aula 1 e 2 Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação
Aula 1 e 2 Planejamento Estratégico de Tecnologia da InformaçãoAula 1 e 2 Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação
Aula 1 e 2 Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação
 
Gerenciamento de Infra-Estrutura 1ra. Aula
Gerenciamento de Infra-Estrutura 1ra. AulaGerenciamento de Infra-Estrutura 1ra. Aula
Gerenciamento de Infra-Estrutura 1ra. Aula
 
Manual de atividades_complementares_cst_v2010-2
Manual de atividades_complementares_cst_v2010-2Manual de atividades_complementares_cst_v2010-2
Manual de atividades_complementares_cst_v2010-2
 

Último

Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 

Último (20)

Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 

Manual PIM 1ro 3 2do Semestre

  • 1. UNIP Cursos Superiores de Tecnologia MANUAL ESPECÍFICO PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR II – PIM II CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO São Paulo 2010
  • 2. 2 1. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O PIM 1.1 Introdução Os Projetos Integrados Multidisciplinares têm como sua principal característica estrutural o desenvolvimento do trabalho no formato de um projeto, de acordo com as normas da ABNT. 1.2 Objetivos Gerais O Projeto Integrado Multidisciplinar – PIM faz parte do Programa Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia da UNIP - Universidade Paulista. O PIM busca inserir o aluno nas práticas gerenciais fundamentadas nos conhecimentos teóricos adquiridos em sala de aula, com caráter prático complementar do processo de ensino-aprendizagem. 1.3 Objetivos Específicos São objetivos específicos do PIM: • Desenvolver no aluno a prática da realização de pesquisa científica, elaborando um trabalho conclusivo e suas ponderações; • Proporcionar condições para que o aluno desenvolva praticamente os conhecimentos teóricos adquiridos, colaborando no processo de ensino-aprendizagem; • Proporcionar condições para que o aluno adquira conhecimentos e aplique praticamente em seus trabalhos conclusivos as técnicas e metodologias de produção científica; • Proporcionar condições para que o aluno possa argumentar e discutir as tecnologias utilizadas. 1.4. Apresentação do Trabalho / Metodologia É importante o aluno buscar fundamentação nos principais autores que escrevem sobre Metodologia, dentre eles, Antonio Joaquim Severino, Eva Ladatos e Maria Marconi, Antonio Carlos Gil, Amado Cervo e pedro Bervian, Pedro Demo. Igualmente procurar consolidar seu trabalho a partir dos padrões acadêmicos definidos pela ABNT em diversas normas Site: http:/www2.unip.br/servicos/biblioteca/download/manual_de_normalizacao.pdf
  • 3. 3 Deverá conter embasamento teórico (consulta bibliográfica) consistente e comprovado, a fim de facilitar a interpretação e avaliação das informações obtidas, como também a análise. O objetivo dessa disciplina PIM é desenvolver a habilidade do pesquisador, no caso, o aluno, em explorar as partes do desenvolvimento do trabalho em sua estrutura, a seguir um roteiro para a digitação dos trabalhos. Neste documento estão sugeridos: tipo e tamanho de fonte, posição e formato de títulos e sequência das partes integrantes do trabalho. Cabe ressaltar que, conforme NBR 14724:2002, “o projeto gráfico é de responsabilidade do autor do trabalho”. Todavia, os elementos que são normatizados deverão ser atendidos. 1.5. Aspectos Gerais Texto: papel A4 - 210x297mm – branco Margens Superior e Esquerda: 3,0 cm Inferior e Direita: 2,0 cm Espaçamento entre linhas e parágrafos O espaçamento entre linhas deve ser de 1,5, correspondendo a cerca de 1,2 cm entre as linhas. NOTA: Embora a padronização do espaçamento pela NBR 14724:2002 seja por espaçamento entre linhas duplo, adotaremos o espaçamento entre linhas em “um e meio”. É usual que o espaçamento entre parágrafos deve ser o dobro do existente entre as linhas. No caso de utilização de editor de textos Word, no menu FormatarParágrafoRecuos e Espaçamentos, definir a medida 12 pontos DEPOIS. O início do texto de cada parágrafo deve ficar a 1,5 cm, a partir da margem esquerda. Pode-se optar por definir o recuo especial para a primeira linha, utilizando os recursos do editor de textos. As citações longas, as notas, as referências e os resumos em vernáculo e em língua estrangeira devem ser digitados em espaço simples. Escrita Recomenda-se utilização de Fonte ARIAL ou TIMES NEW ROMAN tamanho 12 para o corpo do texto e tamanho 10 para citações longas (mais de 3 linhas) e notas de rodapé, bem como alinhamento Justificado. Paginação
  • 4. 4 Todas as folhas do trabalho, a partir da folha de rosto, devem ser contadas sequencialmente, mas não numeradas. A numeração é colocada, a partir da primeira folha da parte textual - INTRODUÇÃO, em algarismos arábicos, no canto superior direito da folha. Havendo apêndice e anexo, as suas folhas devem ser numeradas de maneira contínua e sua paginação deve dar seguimento à do texto principal. Estrutura do trabalho A estrutura do trabalho acadêmico – dissertação, tese, monografia, trabalho de conclusão de curso e similares, definida na NBR-14724:2002 (com vigência a partir de 29.09.2002), deve contemplar os elementos pré-textuais, elementos textuais e elementos pós-textuais, conforme indicado na tabela a seguir: Tabela 1 – Estrutura do trabalho Estrutura Elemento Condição Pré-textuais Capa Obrigatório Lombada Opcional Folha de rosto Obrigatório Errata Opcional Folha de aprovação Opcional Dedicatória Opcional Opcional Agradecimentos Opcional Epígrafe Obrigatório Resumo Resumo em língua estrangeira Obrigatório Sumário Obrigatório Lista de ilustrações Opcional Lista de tabelas Opcional Lista de abreviaturas e siglas Opcional Lista de símbolos Opcional Textuais Introdução Obrigatório Desenvolvimento Obrigatório Conclusão Obrigatório Pós-textuais Referências Obrigatório Glossário Opcional Apêndice Opcional Anexo Opcional Índice(s) Opcional
  • 5. 5 O significado dos elementos pré-textuais Capa Externa São informações indispensáveis à sua identificação, na seguinte ordem: NOME DO AUTOR; TÍTULO E SUBTÍTULO; LOCAL (cidade) da instituição onde deve ser apresentado; ANO DE DEPÓSITO (da entrega). Folha de Rosto (anverso) Elemento obrigatório. É a folha que apresenta os elementos essenciais à identificação do trabalho. Deve constar de: NOME DO AUTOR: responsável intelectual do trabalho; TÍTULO E SUBTÍTULO, sendo o primeiro em caixa alta, centralizados; NATUREZA (tese, dissertação e outros) e objetivo (aprovação em disciplina, grau pretendido e outros); nome da instituição a que é submetido; área de concentração - justificado à direita; NOME DO ORIENTADOR, justificado à direita; LOCAL e ANO. Folha de Rosto (verso) Deve conter a ficha catalográfica, conforme Código de Catalogação Anglo-Americano – CCAA2. NOTA: Este item deve ser adaptado, de acordo com a característica e destinação do trabalho, podendo admitir-se sua supressão. Errata Elemento opcional. Trata-se de uma lista com a indicação das folhas e linhas em que ocorreram erros, com as correções necessárias. Geralmente se apresenta em papel avulso ou encartado, acrescido ao trabalho depois de impresso. Folha de aprovação Elemento opcional que contém autor, título por extenso e subtítulo, se houver local e data de aprovação, nome, assinatura e instituição dos membros componentes da avaliação. NOTA: Este item é indispensável para dissertações e teses; mas, de acordo com a característica e destinação do trabalho, pode-se admitir sua supressão.
  • 6. 6 Dedicatória Página opcional, onde o autor presta homenagem ou dedica seu trabalho. A dedicatória deve figurar à direita, na parte inferior da folha. Agradecimentos Página opcional, onde são registrados agradecimentos às pessoas e/ou instituições que colaboraram com o autor. Epígrafe Página opcional, onde o autor inclui uma citação, seguida de indicação de autoria, relacionada com a matéria tratada no corpo do trabalho. A citação deve figurar à direita, na parte inferior da folha. Resumo Elemento obrigatório, que consiste na apresentação concisa dos pontos relevantes do trabalho. O resumo deve dar uma visão rápida e clara do conteúdo e das conclusões do trabalho; constitui-se de uma sequência corrente de frases concisas e objetivas e não de uma simples enumeração de tópicos, não ultrapassando 500 palavras, seguido, logo abaixo, das palavras representativas do conteúdo do trabalho, isto é, palavras-chave e/ou descritores, conforme Normas da ABNT. Abstract ou Resumen ou Résumé Elemento obrigatório que consiste em uma versão do resumo em idioma de divulgação internacional (inglês ou espanhol ou francês, respectivamente). Deve ser seguido das palavras representativas do conteúdo do trabalho, isto é, palavras-chave e/ou descritores, na língua. A opção da tradução deve ser apenas por uma língua. NOTA: Este item deve ser adaptado, de acordo com a característica e destinação do trabalho, podendo admitir-se sua supressão nos semestres iniciais do curso. Sumário Elemento obrigatório. É a relação das principais seções do trabalho, na ordem em que se sucedem no texto e com indicação da página inicial. As seções do trabalho devem ser numeradas, em algarismos arábicos. Elementos como listas de figuras, tabelas, abreviaturas, símbolos, resumos e apêndices não devem constar do Sumário, mas sim das Listas (próximo item). A apresentação tipográfica das divisões e subdivisões no sumário deve ser idêntica à do texto. Para maiores informações, consultar Normas da ABNT. Listas
  • 7. 7 São itens opcionais, que relacionam elementos selecionados do texto, na ordem da ocorrência, com a respectiva indicação de páginas. Pode haver uma lista única para todos os tipos de ilustrações ou uma lista para cada tipo. As listas devem apresentar: o número da figura, sua legenda e a página onde se encontra. O significado dos elementos textuais Como regra geral, deve-se considerar que o texto poderá ser lido por um leitor não especialista no assunto. Assim, o texto deve ser claro, objetivo e de fácil leitura, cuidando para que não seja sucinto em demasia, pois o leitor não domina, necessariamente, os mesmos conhecimentos e informações do autor. Deve-se ainda cuidar do referencial teórico que ofereça a sustentação adequada ao tema discutido. Introdução Elemento obrigatório. A introdução do trabalho deve conter o objetivo da pesquisa a ser desenvolvida no Projeto Integrado Multidisciplinar, a metodologia utilizada e uma breve apresentação da empresa selecionada para a investigação. Ela deve permitir ao leitor um entendimento sucinto da proposta do trabalho em pauta. Desenvolvimento dos Capítulos Elemento obrigatório. O desenvolvimento é a parte mais extensa do trabalho; também pode ser denominado de corpo do assunto. O seu principal objetivo é comunicar ao leitor os resultados da pesquisa. É a apresentação do tema de forma lógica e progressivamente ordenada (capítulos e subcapítulos) dos pontos principais do trabalho. Sugere-se consultar as Normas da ABNT. Consta de revisão da literatura, descrição de métodos e materiais utilizados, apresentação de resultados, bem como da discussão dos resultados que conduzam às principais conclusões. Deve-se cuidar para que as citações (menção, no texto, de uma informação extraída de outra fonte), as citações diretas (transcrição textual dos conceitos do autor consultado), as citações indiretas (transcrição livre do texto do autor consultado) e as citações de citações (transcrição direta ou indireta de um texto a cujo original não se teve acesso) estejam de acordo com as Normas da ABNT. Conclusão Elemento obrigatório. Embora reúna um conjunto de conclusões, o título deve permanecer no singular – CONCLUSÃO, já que remete à seção, e não ao número de conclusões formuladas. As conclusões devem ser apresentadas de maneira lógica, clara e concisa, fundamentadas nos resultados e na discussão abordada ao longo do desenvolvimento do trabalho (capítulos). O autor deve,
  • 8. 8 ainda, retomar as propostas iniciais (apresentadas na Introdução) e reafirmar, de maneira sintética, a ideia principal e os pontos importantes do corpo do trabalho. O significado dos elementos pós- textuais Referências Elemento obrigatório. É o conjunto padronizado de elementos descritivos retirados de um documento, que permite sua identificação individual (relação de autores consultados ou citados, em ordem alfabética da palavra de ordem) - vide Normas da ABNT. Glossário Elemento opcional. Consiste em uma lista em ordem alfabética de palavras ou expressões técnicas de uso restrito ou de sentido obscuro, utilizadas no texto, acompanhadas das respectivas definições. Apêndice Elemento opcional. Consiste em um texto ou documento elaborado pelo autor a fim de complementar sua argumentação, sem prejuízo da unidade nuclear do trabalho. Geralmente são questionários, entrevistas, fotos, que auxiliam na fundamentação da pesquisa. A citação do Apêndice, no decorrer dos capítulos, deve ocorrer entre parênteses, com a identificação seqüencial em algarismos romanos ou letras maiúsculas. São identificados por algarismos romanos ou letras maiúsculas consecutivas, travessões e respectivos títulos. Exemplo: Apêndice A –....... ou Apêndice I –........ Apêndice B –....... ou Apêndice II – ....... Anexo Elemento opcional. Consiste em um texto ou documento não elaborado pelo autor, que serve de fundamentação, comprovação e ilustração. São geralmente documentos, projetos de leis, decretos, etc., cuja função é complementar o trabalho. Quando apresentados na forma de “fotocópias”, recomenda-se cuidado com sua nitidez e legibilidade. Lembrar que os Anexos são todos os documentos de autoria de terceiros, só podendo ser utilizados se o conteúdo e a referência estiverem compondo o desenvolvimento do trabalho. São identificados por algarismos romanos ou letras maiúsculas consecutivas, travessões e respectivos títulos. Exemplo: Anexo A - ....... ou Anexo I - ........ Anexo B - ........ ou Anexo II - .......
  • 9. 9 Índice (s) Elemento opcional. Consiste na lista de palavras ou frases, ordenadas de acordo com determinado critério, que localiza e remete para as informações contidas no texto. Para complementação, consultar NBR-6034.
  • 10. 10 1.6. Modelos para o corpo do projeto 1.6.1. Capa UNIP Projeto Integrado Multidisciplinar Cursos Superiores de Tecnologia TÍTULO DO TRABALHO Subtítulo (se houver) Nome da Unidade 201_
  • 11. 11 1.6.2 Folha de rosto UNIP Projeto Integrado Multidisciplinar Cursos Superiores de Tecnologia TÍTULO DO TRABALHO Subtítulo (se houver) Nome(s) completo(s) do(s) aluno(s): RA(s): Curso: Semestre: Nome da Unidade 201_
  • 12. 12 1.6.3 Resumo Resumo (não ultrapassar 500 palavras) Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Palavras-chave: __________________________________________________
  • 13. 13 1.6.4 Abstract Abstract (não ultrapassar 500 palavras) Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Palavras-chave: __________________________________________________
  • 14. 14 1.6.5 Sumário Sumário 1. XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX 5 2. XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX 6 3. XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX 7 3.1 XXXXXXXXXXXXXXXXXXX 9
  • 15. 15 1.6.6 Introdução Introdução Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.
  • 16. 16 1.6.7 Desenvolvimento do projeto * Neste item, começa o desenvolvimento dos capítulos e subcapítulos (se houver). (mínimo de 15 e máximo de 30 páginas) 1. (nome do capítulo) Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.
  • 17. 17 1.6.8 Conclusão Conclusão Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.
  • 18. 18 1.6.9 Referências Referências (utilizar normalização da ABNT)
  • 19. 19 2. INFORMAÇÕES ESPECÍFICAS SOBRE O PIM PIM II 2.1. Estrutura do trabalho Contexto Com a evolução tecnológica das aplicações Web, em um mundo cada vez mais online, em que nos vemos cada vez mais permanentemente conectados, torna-se necessário se familiarizar com as novidades e as mudanças que surgem neste cenário: tanto as mudanças de hardware, como de software. As aplicações Web evoluíram, em sua essência, para os mais diversos tipos de interação, formas de visualização, comunicação, interpretação e de integração. Com o software evoluindo e se tornando cada vez mais componentizado, as funcionalidades estão se tornando mais colaborativas e em tempo real, trazendo uma grande mudança de paradigma ao mundo atual. Gary Hayes mostra como essas mudanças foram trazendo profundas alterações na Web ao longo das décadas. Ele resume as três fases da Web em uma só palavra, que expõe a essência de cada fase, como mostra a imagem abaixo. 1. Web 1.0: web unidireccional, “empurrada” 2. Web 2.0: web bidireccional, compartilhada 3. Web 3.0: web colaborativa em tempo real Figura 1 – A mudança da Web, da 1.0 a 3.0. Fonte: HAYES, G. WEB 3.0. Artigo do blog Garu Hayes. Disponível em: http://www.personalizemedia.com/articles/web-30/ Acesso em: 20 de agosto, 2010.
  • 20. 20 Nesta acelerada velocidade de mudanças, surgiu a necessidade de alteração e adaptação de conceitos, adoção de novas tecnologias e conceber formas de otimizá-las. Estamos em um momento de transição entre a Web 2.0 e a Web 3.0, onde os mecanismos que permitem o compartilhamento de informações como blogs, fóruns, wikis, chats, redes sociais, entre outros, estão se tornando essenciais no dia-a-dia das pessoas e das corporações, trazendo sinônimo de inovação para as empresas que fazem emergir a opinião dos funcionários através destas ferramentas. Proposta Com base no texto previamente fornecido, o aluno e/ou grupo do PIM formará a empresa WEB3.PIM. Esta empresa desenvolverá um projeto que fornecerá conteúdo baseado no conceito da Web 3.0. No desenvolvimeto do projeto para o ambiente computacional a empresa WEB3.PIN deverá projetar, construir e testar a estrutura para fornecer ao sistema Web 3.0 que estará confinado na intranet da universidade com o nome de UniPIM e que tem um campi por estado, além do Distrito Federal. O aluno e/ou grupo deve desenvolver o trabalho de forma a atender aos seguintes aspectos: Capa; Folha de rosto; Resumo; Abstract; Sumário; Introdução; Desenvolvimento; Conclusão; Referências– Citar as fontes de pesquisa (bibliografia, nos moldes da ABNT). 2.2. O PIM abrange as disciplinas: • Redes de Dados e Telecomunicações • Matemática aplicada • Modelagem de Processos • Sistema de Informação • Administração de banco de dados
  • 21. 21 • Metodologia de pesquisa • Ética e legislação profissional 2.3 Requisitos do Projeto: • Na UniPIM não há uma rede WAN para atender a demanda do tráfego em tempo real, portanto deverá ser desenvolvido e montado um projeto para atender a necessitada. A rede LAN também deverá ser projetada e montada. Haverá uma sala chamada WEB3.0 Experience Room que deverá comportar 4 equipamentos por campi e nesta sala haverá um switch nível 2. • Os servidores (aplicação e banco de dados) que a empresa Web3.PIM irá instalar, deverão ficar na sala de equipamentos da UniPIM (Data Center) em São Paulo SP. • O plano de endereço IP deverá ser estabelecido para atender as necessidades: o Deve ser usado endereço classe C para a LAN o IP V4 o Para a WAN, como se trata de uma intranet, deve ser um range de endereço de rede privada. • O grupo do PIM poderá fazer pesquisas na Internet e identificar um modelo de sistema que já está caminhando para a Web 3.0 e utilizar como base da pesquisa quais funcionalidades e tecnologias que foram aplicadas e quais são os cuidados para atender essa nova web ? • Durante a elaboração do projeto, um funcionário da área de TI (José da Silva) levou documentos confidenciais para fora da empresa (constado pelo time de segurança por rastreamentos), há fortes indícios que este material foi vendido para o concorrente da UniPIM – Detalhar como irá tratar este caso. • Este projeto Web 3.0 Expirience deverá ser considerado como confidencial, pois se as universidades concorrentes ficarem sabendo, a UniPIM perderá a vantagem de estar na vanguarda com este novo produto. • O dono da informação será o Reitor da UniPIM e todo projeto ficará sob custódia da Web3.PIM – Porém o Coordenador do Curso de Engenharia, tentou classificar o projeto como importante ou público. O grupo de PIM deve destacar qual problema de segurança está implícito neste caso.
  • 22. 22 • Após a implementação do projeto, a classificação das informações passará a ser pública, conforme definição do dono da informação. • O grupo do PIM deverá fornecer um planilha detalhada com custos do projeto, recursos utilizados para cada atividade e um time-line com as fases e atividades cobrindo todo projeto da Web 3.0 Expirience. • Descrever no PIM quais foram os desafios gerenciais na implementação deste novo sistema e como tentar prever os resultados a serem obtidos e posteriormente instalado, como avaliar e se necessário como aplicar ajustes. • As informações relevantes citadas acima estão divididas por disciplina e devem cobrir as necessidades: o Redes de Dados e Telecomunicações: Aplicando os conceitos de arquitetura de redes WAN, LAN, MAN, PAN, RAN, modelos de redes estrela, barramento, anel, hierárquica, malha e estrela estendida, protocolos conforme os 7 níveis do modelo OSI e os conceitos físicos de conectividade identificar o um cenário que melhor atenda a necessidade requerida. o Modelagem de Processos: O grupo do PIM deverá aplicar e demonstrar no trabalho do os conceitos de modelagem e orientação a objetos. Modelo conceitual da UML. Elementos estruturais da UML. Elementos comportamentais da UML. Relacionamentos na UML. Diagramas UML. Regras e mecanismos da UML. Modelagem da arquitetura de negócio. Visão de negócio. Visão de processo de negócio. Visão de estrutura de negócio. Visão comportamental de negócio. Regras de negócio. Padrões de negócio. Integração com o desenvolvimento de software. o Matemática Aplicada: O curso se propõe a instruir aos alunos a revisão de álgebra elementar: conjuntos, relações e funções aplicados à administração (a revisão será feita ao longo da disciplina, correlacionando-a com as aplicações práticas). Outras funções usuais. Ajuste de curvas. Aplicações à administração. Aplicações: custo marginal. Juros simples. Juros A banca de avaliação do PIM irá analisar tanto na parte matemática aplicada nos programas (definição de variáveis por exemplo) bem como na parte financeira e nos planos de linha do tempo x controle das atividades entre outros. o Sistema de Informação: Tipos de Sistemas de Informação. Avaliar os impactos provocados pelos sistemas de informação sobre as diferentes instâncias organizacionais. Sistemas de apoio operacional. Sistemas de apoio gerencial. Outras
  • 23. 23 classificações de sistemas de informação. Desafios gerenciais. Êxito e fracasso em Tecnologia de Informação. Desenvolvimento de soluções de Sistemas de informação. o Administração de Banco de Dados: Com base no conceito de bancos de dados, mostrar sua importância e aplicação para os sistemas de informação, comunicação e processos de automação, avaliar as tecnologias e arquiteturas disponíveis no mercado, então definir a mais adequada cobrindo os aspectos de modelagem de dados, identificando os aspectos que impactam no desempenho e segurança dos dados da empresa. o Ética e Legislação Profissional: Verificar e demonstrar que o projeto está em linha com da regras gerais de direito. Direito civil, do trabalho e constitucional. Ética. Códigos de ética profissional e empresarial. Aspectos jurídicos da internet. Higiene e segurança do trabalho. o Metodologia Científica: O grupo do PIM deverá aplicar e demonstrar neste trabalho os conhecimentos adquiridos como: diferentes fontes de conhecimento e seus limites explicativos. A ciência como explicação racional da realidade. O espaço da ciência e da tecnologia no contexto da sociedade informacional. Conceituação, caracterização e classificação de ciência. A questão do método científico. Elementos constitutivos de um projeto de pesquisa. Localização, coleta, registro e tratamento dos materiais. Conceito e caracterização de monografia. 2.4 Instruções para o desenvolvimento do PIM O Projeto PIM deve ser em grupo de até 5 alunos. Esse critério é determinado pela Coordenação- Geral. No caso do 2º semestre fica estabelecido o grupo. 2.4.1 Os grupos deverão marcar os encontros com o coordenador do projeto para que este avalie o andamento do mesmo. 2.4.2 A formatação gráfica do trabalho deverá seguir as normas da ABNT. (No site da Unip em: Serviços/ bibliotecas/manual de normalização). 2.4.3 Cabe ao coordenador do PIM marcar os encontros com os alunos, escrever um breve relato de cada projeto e da situação de cada componente do grupo, e enviar para o Coordenador-Geral. As Fichas de Controle deverão ficar em uma pasta em poder do professor coordenador do PIM. No final do módulo as fichas deverão ser arquivadas no prontuário dos alunos.
  • 24. 24 3. Prazos e modo de avaliação Não serão aceitos, em hipótese alguma, trabalhos após as datas publicadas, ou por outros meios que não sejam os definidos pela UNIP . O PIM é um projeto que consta do Programa Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia e corresponde à computação de 100 horas no semestre, equivalendo ao controle de frequência e nota do aluno, desde que apresente conceito igual ou maior que 5,0 (cinco). Somente o professor orientador do PIM fará a avaliação do projeto que será baseado na apresentação escrita e na exposição (seminário) pelo grupo. O professor orientador do PIM avaliará, também, o trabalho de equipe do grupo e o trabalho de pesquisa para a fundamentação conceitual do projeto, avaliando conseqüentemente a participação do grupo na efetivação do mesmo. Este professor dará a nota final da Disciplina PIM, ou seja, nota de 0 a 10 para os integrantes do grupo. Esta nota irá compor a média final das outras disciplinas do curso na porcentagem de 20%. Caso o aluno obtenha o conceito final menor que 5,0 (cinco) ou não envie o projeto dentro do semestre, ficará em situação de reprovado na disciplina PIM, e só poderá reenviar seu projeto caso esteja matriculado em regime de dependência. Bons estudos! Atenciosamente, CST Gestão da Tecnologia da Informação.