SlideShare uma empresa Scribd logo
Mulheres na
                               Bíblia:
                                 Rode
                                  e Eu



“A tua palavra é              A Menina
lâmpada que ilumina os
meus passos e luz que         Serva Fiel
clareia o meu caminho.”
Salmo 119:105




                                           11
                                           LIÇÃO
Rode
Texto Bíblico: Atos 12:1-19          Seu Nove Significa “Rosa”



 Introdução

  Embora Rode seja mencionada
  apenas uma vez na Bíblia, o
  evento a ela associado é
  importante. Ele dá um vislumbre
  da perseguição religiosa
  enfrentada pelos primeiros
  cristãos e revela a forma como a
  igreja do Novo Testamento
  confiava na oração .
Rode
                                         Seu Nove Significa “Rosa”




Rode é mencionada na Bíblia porque
participava de uma reunião de oração da
igreja primitiva. Essa reunião estava sendo
realizada na casa da Maria, mãe de João
Marcos. Rode, cujo nome significa “rosa”,
era uma menina serva ou escrava. Talvez
fosse a serva da Maria, que provavelmente
era uma viúva abastada .
Rode
                 Seu Nove Significa “Rosa”



A história de Rode nos dá vislumbres
significativos do poder da oração. Esta
história mostra que os recursos de
Deus são maiores do que nossas
expectativas e que nenhum problema
é demasiadamente difícil para que o
Senhor resolva .
Rode
                              Seu Nove Significa “Rosa”




Descobrir
• Sua Disposição de Servir.
• Sua Constância.
Rode
                                       Seu Nove Significa “Rosa”


Aprofundar o Conhecimento
1.   O que aconteceu com Pedro e que torna esta
     história quase inacreditável? (Atos 12:6-11)
2.   Quando Pedro bateu à porta da casa da Maria,
     quem foi atender? (verso 13)

     Nota: A perseguição aos cristãos naquela
     época requeria que eles fossem muito
     cuidadosos quando atendiam à porta.
     Portanto, perguntavam quem estava à porta a
     fim de se protegerem e todos os de sua casa.
Rode
                Seu Nove Significa “Rosa”




3. Quando ela ouviu quem era,
   como reagiu? (verso 14)
4. O que as pessoas lhe disseram
   quando a ouviram dizer quem
   estava à porta? (verso 15).
5. Como Rode reagiu diante da
   descrença deles? (verso 15)
Rode
                                 Seu Nove Significa “Rosa”



6. Quando Pedro seguiu batendo, eles finalmente
   abriram a porta. Qual foi a reação dos crentes que
   estiveram orando? (verso 16).

    Nota: Não temos qualquer registro a respeito de
    como Rode se tornou serva na casa da Maria.
    Porém, podemos presumir que ela também amava
    Pedro porque estava reunida com os crentes em
    oração por ele. Talvez o tivesse ouvido falar e
    passado a amar o Senhor e também se tenha
    tornado seguidora de Cristo. É fácil compreender
    sua alegria e emoção quando ouviu a voz de Pedro
    à porta.
Rode
                                          Seu Nove Significa “Rosa”



Aplicação para os Nossos Dias
7.   A oração funciona? Que importância ela deveria ter em
     nossa vida? Que responsabilidade os cristãos têm de orar
     uns pelos outros?
8.   O que posso extrair da história de Rode e aplicar à minha
     vida? Irei escolher ser fiel e estarei disposta a ser serva ou
     preferirei ter proeminência?

     Nota: Os comentaristas bíblicos dizem que, visto que Rode
     ainda estava trabalhando tarde da noite e estava orando
     com os crentes, isso é um indício de que ela era uma serva
     fiel e também amada por Pedro e pelos crentes.
Rode
               Seu Nove Significa “Rosa”




  Perguntas para Discussão
1. Qual é minha resposta quando
   recebo respostas afirmativas às
   minhas orações sinceras? O que
   dizer quando Deus parece dizer
   não, ou eu sinto que ele nem
   mesmo me ouve?
2. Quais são alguns dos propósitos
   da oração?
Rode
                                       Seu Nove Significa “Rosa”




Palavras de Sabedoria
Poucas palavras são escritas a respeito de
Rode; não obstante, ao estudarmos sua
breve história, vemos que ela era jovem e
fiel. Muitas das lições mais importantes da
vida são aprendidas ao observarmos
aqueles que são despretensiosos e não
muito conhecidos. Rode era uma dessas
pessoas. A Bíblia tem muitas promessas
para os que são fieis.
Rode
                                  Seu Nove Significa “Rosa”




Em Mateus 10:42 Jesus nos diz: “E se
alguém der mesmo que seja apenas um
copo de água fria a um destes
pequeninos, porque ele é meu
discípulo, eu lhes asseguro que não
perderá a sua recompensa”. A
recompensa que será dada se encontra
em Apocalipse 2:10 (última parte):
“Seja fiel até a morte, e eu lhe darei a
coroa da vida”.
Rode
                          Seu Nove Significa “Rosa”




        Minha Oração Hoje

Senhor, dá-me sabedoria para que eu saiba
 como ministrar aos outros e ser fiel a Ti.
    Torna-me mais semelhante a Rode.
Rode
                                    Seu Nove Significa “Rosa”




                Compartilhar
Rode fazia parte de um grupo muito especial de oração,
     crentes cujas petições foram respondidas de forma
miraculosa. Você poderia formar um círculo de oração com
 interesses e necessidades afins – tais como viúvas, mães
    com filhos recém-nascidos, meninas adolescentes ou
mulheres da vizinhança. Talvez esse grupo poderia se reunir
   semanalmente para compartilhar suas preocupações e
         bênçãos e para que vocês orassem juntas .

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 4: Mulheres na Bíblia Abigail e eu
Lição 4: Mulheres na Bíblia Abigail e euLição 4: Mulheres na Bíblia Abigail e eu
Lição 4: Mulheres na Bíblia Abigail e eu
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
INTIMIDADE COM DEUS
INTIMIDADE COM DEUSINTIMIDADE COM DEUS
EBD e sua IMPORTÂNCIA
EBD e sua IMPORTÂNCIAEBD e sua IMPORTÂNCIA
EBD e sua IMPORTÂNCIA
Jessé Lopes
 
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritualPalestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Caroline Calaça
 
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
Rosângela Oliveira
 
ministério_infantil_2015
ministério_infantil_2015ministério_infantil_2015
ministério_infantil_2015
rosihertel
 
Mulheres A Serviço do Senhor
Mulheres A Serviço do SenhorMulheres A Serviço do Senhor
Mulheres A Serviço do Senhor
Elciene Oliveira
 
Lição 8: Mulheres na Bíblia Menina Cativa e eu
Lição 8: Mulheres na Bíblia Menina Cativa e euLição 8: Mulheres na Bíblia Menina Cativa e eu
Lição 8: Mulheres na Bíblia Menina Cativa e eu
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Cacilda Barbosa Santiago
 
Capacitação de professores para o Ministério Infantil - Rosana Silva Ribeiro
Capacitação de professores para o Ministério Infantil - Rosana Silva RibeiroCapacitação de professores para o Ministério Infantil - Rosana Silva Ribeiro
Capacitação de professores para o Ministério Infantil - Rosana Silva Ribeiro
rosana ribeiro
 
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUSAPOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
PASTOR CARLOS SILVA
 
Como levar uma criança a entender a salvação
Como levar uma criança a entender a salvaçãoComo levar uma criança a entender a salvação
Como levar uma criança a entender a salvação
apecpcentro
 
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deusComo ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Uma visão bíblica da liderança
Uma visão bíblica da liderançaUma visão bíblica da liderança
Uma visão bíblica da liderança
Viva a Igreja
 
Esboço sobre louvor & adoração
Esboço sobre louvor & adoraçãoEsboço sobre louvor & adoração
Esboço sobre louvor & adoração
César Detinha Nunes
 
O poder do chamado de deus
O poder do chamado de deus O poder do chamado de deus
O poder do chamado de deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Disciplina de Liderança
Disciplina de LiderançaDisciplina de Liderança
Disciplina de Liderança
faculdadeteologica
 
Estudo BíBlico Ser E Fazer DiscíPulos, Eis A MissãO
Estudo BíBlico Ser E Fazer DiscíPulos, Eis A MissãOEstudo BíBlico Ser E Fazer DiscíPulos, Eis A MissãO
Estudo BíBlico Ser E Fazer DiscíPulos, Eis A MissãO
guestd0fe75
 
Edificando uma igreja com proposito
Edificando uma igreja com propositoEdificando uma igreja com proposito
Edificando uma igreja com proposito
Nilto Rodrigues
 
Ministério com crianças e a Infância
Ministério com crianças e a InfânciaMinistério com crianças e a Infância
Ministério com crianças e a Infância
Maria Bárbara Floriano
 

Mais procurados (20)

Lição 4: Mulheres na Bíblia Abigail e eu
Lição 4: Mulheres na Bíblia Abigail e euLição 4: Mulheres na Bíblia Abigail e eu
Lição 4: Mulheres na Bíblia Abigail e eu
 
INTIMIDADE COM DEUS
INTIMIDADE COM DEUSINTIMIDADE COM DEUS
INTIMIDADE COM DEUS
 
EBD e sua IMPORTÂNCIA
EBD e sua IMPORTÂNCIAEBD e sua IMPORTÂNCIA
EBD e sua IMPORTÂNCIA
 
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritualPalestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
 
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
 
ministério_infantil_2015
ministério_infantil_2015ministério_infantil_2015
ministério_infantil_2015
 
Mulheres A Serviço do Senhor
Mulheres A Serviço do SenhorMulheres A Serviço do Senhor
Mulheres A Serviço do Senhor
 
Lição 8: Mulheres na Bíblia Menina Cativa e eu
Lição 8: Mulheres na Bíblia Menina Cativa e euLição 8: Mulheres na Bíblia Menina Cativa e eu
Lição 8: Mulheres na Bíblia Menina Cativa e eu
 
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
 
Capacitação de professores para o Ministério Infantil - Rosana Silva Ribeiro
Capacitação de professores para o Ministério Infantil - Rosana Silva RibeiroCapacitação de professores para o Ministério Infantil - Rosana Silva Ribeiro
Capacitação de professores para o Ministério Infantil - Rosana Silva Ribeiro
 
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUSAPOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
 
Como levar uma criança a entender a salvação
Como levar uma criança a entender a salvaçãoComo levar uma criança a entender a salvação
Como levar uma criança a entender a salvação
 
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deusComo ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
 
Uma visão bíblica da liderança
Uma visão bíblica da liderançaUma visão bíblica da liderança
Uma visão bíblica da liderança
 
Esboço sobre louvor & adoração
Esboço sobre louvor & adoraçãoEsboço sobre louvor & adoração
Esboço sobre louvor & adoração
 
O poder do chamado de deus
O poder do chamado de deus O poder do chamado de deus
O poder do chamado de deus
 
Disciplina de Liderança
Disciplina de LiderançaDisciplina de Liderança
Disciplina de Liderança
 
Estudo BíBlico Ser E Fazer DiscíPulos, Eis A MissãO
Estudo BíBlico Ser E Fazer DiscíPulos, Eis A MissãOEstudo BíBlico Ser E Fazer DiscíPulos, Eis A MissãO
Estudo BíBlico Ser E Fazer DiscíPulos, Eis A MissãO
 
Edificando uma igreja com proposito
Edificando uma igreja com propositoEdificando uma igreja com proposito
Edificando uma igreja com proposito
 
Ministério com crianças e a Infância
Ministério com crianças e a InfânciaMinistério com crianças e a Infância
Ministério com crianças e a Infância
 

Destaque

Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu
Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e euLição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu
Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Lição 2: Mulheres na Bíblia Ana e eu
Lição 2: Mulheres na Bíblia Ana e euLição 2: Mulheres na Bíblia Ana e eu
Lição 2: Mulheres na Bíblia Ana e eu
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Mulheres da biblia
Mulheres da bibliaMulheres da biblia
Mulheres da biblia
Fabiano Fernandes Paulino
 
Dinâmica: Mulher sábia
  Dinâmica: Mulher sábia  Dinâmica: Mulher sábia
Dinâmica: Mulher sábia
Luis Hamilton Arruda
 
Lição 12: Mulheres na Bíblia Ana e eu
Lição 12: Mulheres na Bíblia Ana e euLição 12: Mulheres na Bíblia Ana e eu
Lição 12: Mulheres na Bíblia Ana e eu
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Lição 13: Mulheres na Bíblia A Senhora Eleita
Lição 13: Mulheres na Bíblia A Senhora EleitaLição 13: Mulheres na Bíblia A Senhora Eleita
Lição 13: Mulheres na Bíblia A Senhora Eleita
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzasJoyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Rogéria Cristina
 
31 diplomas para o dia das mulheres de simone hdi
31 diplomas para o dia das mulheres de simone hdi31 diplomas para o dia das mulheres de simone hdi
31 diplomas para o dia das mulheres de simone hdi
SimoneHelenDrumond
 
01 enfasis quinquenal-esp
01 enfasis quinquenal-esp01 enfasis quinquenal-esp
01 enfasis quinquenal-esp
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Mulher Virtuosa
Mulher VirtuosaMulher Virtuosa
Mulher Virtuosa
Manuel Santos
 
A mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênçãoA mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênção
Vilmar Nascimento
 
Trabalho de Geografia 5
Trabalho de Geografia 5Trabalho de Geografia 5
Trabalho de Geografia 5
Luiz Eduardo Farias
 
Vibe anayaqlsis
Vibe anayaqlsisVibe anayaqlsis
Vibe anayaqlsis
asmediac14
 
5º mulher sunamita
5º   mulher sunamita5º   mulher sunamita
5º mulher sunamita
antonio ferreira
 
5º mulher sunamita
5º   mulher sunamita5º   mulher sunamita
5º mulher sunamita
antonio ferreira
 
Eliseu e a mulher sunamita 26 06 2005 - 6 dom após o pentecostes - culto ve...
Eliseu e a mulher sunamita   26 06 2005 - 6 dom após o pentecostes - culto ve...Eliseu e a mulher sunamita   26 06 2005 - 6 dom após o pentecostes - culto ve...
Eliseu e a mulher sunamita 26 06 2005 - 6 dom após o pentecostes - culto ve...
Paulo Dias Nogueira
 
MVEB: A mulher Sunamita
MVEB: A mulher SunamitaMVEB: A mulher Sunamita
MVEB: A mulher Sunamita
barducostefane
 

Destaque (17)

Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu
Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e euLição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu
Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu
 
Lição 2: Mulheres na Bíblia Ana e eu
Lição 2: Mulheres na Bíblia Ana e euLição 2: Mulheres na Bíblia Ana e eu
Lição 2: Mulheres na Bíblia Ana e eu
 
Mulheres da biblia
Mulheres da bibliaMulheres da biblia
Mulheres da biblia
 
Dinâmica: Mulher sábia
  Dinâmica: Mulher sábia  Dinâmica: Mulher sábia
Dinâmica: Mulher sábia
 
Lição 12: Mulheres na Bíblia Ana e eu
Lição 12: Mulheres na Bíblia Ana e euLição 12: Mulheres na Bíblia Ana e eu
Lição 12: Mulheres na Bíblia Ana e eu
 
Lição 13: Mulheres na Bíblia A Senhora Eleita
Lição 13: Mulheres na Bíblia A Senhora EleitaLição 13: Mulheres na Bíblia A Senhora Eleita
Lição 13: Mulheres na Bíblia A Senhora Eleita
 
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzasJoyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
 
31 diplomas para o dia das mulheres de simone hdi
31 diplomas para o dia das mulheres de simone hdi31 diplomas para o dia das mulheres de simone hdi
31 diplomas para o dia das mulheres de simone hdi
 
01 enfasis quinquenal-esp
01 enfasis quinquenal-esp01 enfasis quinquenal-esp
01 enfasis quinquenal-esp
 
Mulher Virtuosa
Mulher VirtuosaMulher Virtuosa
Mulher Virtuosa
 
A mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênçãoA mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênção
 
Trabalho de Geografia 5
Trabalho de Geografia 5Trabalho de Geografia 5
Trabalho de Geografia 5
 
Vibe anayaqlsis
Vibe anayaqlsisVibe anayaqlsis
Vibe anayaqlsis
 
5º mulher sunamita
5º   mulher sunamita5º   mulher sunamita
5º mulher sunamita
 
5º mulher sunamita
5º   mulher sunamita5º   mulher sunamita
5º mulher sunamita
 
Eliseu e a mulher sunamita 26 06 2005 - 6 dom após o pentecostes - culto ve...
Eliseu e a mulher sunamita   26 06 2005 - 6 dom após o pentecostes - culto ve...Eliseu e a mulher sunamita   26 06 2005 - 6 dom após o pentecostes - culto ve...
Eliseu e a mulher sunamita 26 06 2005 - 6 dom após o pentecostes - culto ve...
 
MVEB: A mulher Sunamita
MVEB: A mulher SunamitaMVEB: A mulher Sunamita
MVEB: A mulher Sunamita
 

Semelhante a Lição 11: Mulheres na Bíblia Rode e eu

SÉRIE GUERREIRAS - ESTUDO 5.pptx
SÉRIE GUERREIRAS - ESTUDO 5.pptxSÉRIE GUERREIRAS - ESTUDO 5.pptx
SÉRIE GUERREIRAS - ESTUDO 5.pptx
Adina Silva
 
A procura de deus
A procura de deusA procura de deus
A procura de deus
Katia Jonatam
 
Lição 6 Mulheres na Bíblia Raabe e eu
Lição 6 Mulheres na Bíblia Raabe e euLição 6 Mulheres na Bíblia Raabe e eu
Lição 6 Mulheres na Bíblia Raabe e eu
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Mensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhoraMensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhora
Lucilene G.O. Adonai
 
Reavivamento cristão
Reavivamento cristãoReavivamento cristão
Reavivamento cristão
Carla Machado
 
13385442 a-mensagem-de-rute
13385442 a-mensagem-de-rute13385442 a-mensagem-de-rute
13385442 a-mensagem-de-rute
antonio ferreira
 
Grandesoracoes pg
Grandesoracoes pgGrandesoracoes pg
Rute A Mensagem de.doc
Rute A Mensagem de.docRute A Mensagem de.doc
Rute A Mensagem de.doc
ReginaldoBaltazar
 
Boletim iecjc 2014 01 12
Boletim iecjc 2014 01 12Boletim iecjc 2014 01 12
Boletim iecjc 2014 01 12
Igreja Congreg Jd Carioca
 
79tao perto e_tao_distante
79tao perto e_tao_distante79tao perto e_tao_distante
79tao perto e_tao_distante
Antonio LIma
 
A mensagem de Rute por David Atkinson
A mensagem de Rute por David Atkinson A mensagem de Rute por David Atkinson
A mensagem de Rute por David Atkinson
Marcos Furlan
 
O sucesso da igreja local
O sucesso da igreja localO sucesso da igreja local
O sucesso da igreja local
Andrezinho rupereta
 
Boletim Agosto 2012
Boletim Agosto 2012Boletim Agosto 2012
Boletim Agosto 2012
willams
 
Como orar com Importunação 1 - Christopher Love
Como orar com Importunação 1 - Christopher LoveComo orar com Importunação 1 - Christopher Love
Como orar com Importunação 1 - Christopher Love
Silvio Dutra
 
Atos 16
Atos 16Atos 16
Atos 16
Cleo Amaral
 
Por que orar
Por que orarPor que orar
Por que orar
Hugo Machado
 
Jornal A Família Católica, 16 edição, setembro 2014
Jornal A Família Católica, 16 edição, setembro 2014Jornal A Família Católica, 16 edição, setembro 2014
Jornal A Família Católica, 16 edição, setembro 2014
Thiago Guerino
 
Boletim de dezembro de 2014
Boletim de dezembro de 2014Boletim de dezembro de 2014
Boletim de dezembro de 2014
Valério Magalhães
 
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com DeusEu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
Eid Marques
 
2º dia da novena
2º dia da novena2º dia da novena
2º dia da novena
Renata R. Lucas
 

Semelhante a Lição 11: Mulheres na Bíblia Rode e eu (20)

SÉRIE GUERREIRAS - ESTUDO 5.pptx
SÉRIE GUERREIRAS - ESTUDO 5.pptxSÉRIE GUERREIRAS - ESTUDO 5.pptx
SÉRIE GUERREIRAS - ESTUDO 5.pptx
 
A procura de deus
A procura de deusA procura de deus
A procura de deus
 
Lição 6 Mulheres na Bíblia Raabe e eu
Lição 6 Mulheres na Bíblia Raabe e euLição 6 Mulheres na Bíblia Raabe e eu
Lição 6 Mulheres na Bíblia Raabe e eu
 
Mensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhoraMensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhora
 
Reavivamento cristão
Reavivamento cristãoReavivamento cristão
Reavivamento cristão
 
13385442 a-mensagem-de-rute
13385442 a-mensagem-de-rute13385442 a-mensagem-de-rute
13385442 a-mensagem-de-rute
 
Grandesoracoes pg
Grandesoracoes pgGrandesoracoes pg
Grandesoracoes pg
 
Rute A Mensagem de.doc
Rute A Mensagem de.docRute A Mensagem de.doc
Rute A Mensagem de.doc
 
Boletim iecjc 2014 01 12
Boletim iecjc 2014 01 12Boletim iecjc 2014 01 12
Boletim iecjc 2014 01 12
 
79tao perto e_tao_distante
79tao perto e_tao_distante79tao perto e_tao_distante
79tao perto e_tao_distante
 
A mensagem de Rute por David Atkinson
A mensagem de Rute por David Atkinson A mensagem de Rute por David Atkinson
A mensagem de Rute por David Atkinson
 
O sucesso da igreja local
O sucesso da igreja localO sucesso da igreja local
O sucesso da igreja local
 
Boletim Agosto 2012
Boletim Agosto 2012Boletim Agosto 2012
Boletim Agosto 2012
 
Como orar com Importunação 1 - Christopher Love
Como orar com Importunação 1 - Christopher LoveComo orar com Importunação 1 - Christopher Love
Como orar com Importunação 1 - Christopher Love
 
Atos 16
Atos 16Atos 16
Atos 16
 
Por que orar
Por que orarPor que orar
Por que orar
 
Jornal A Família Católica, 16 edição, setembro 2014
Jornal A Família Católica, 16 edição, setembro 2014Jornal A Família Católica, 16 edição, setembro 2014
Jornal A Família Católica, 16 edição, setembro 2014
 
Boletim de dezembro de 2014
Boletim de dezembro de 2014Boletim de dezembro de 2014
Boletim de dezembro de 2014
 
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com DeusEu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
 
2º dia da novena
2º dia da novena2º dia da novena
2º dia da novena
 

Mais de Igreja Adventista do Sétimo Dia

Inspirações sobre a mães
Inspirações sobre a mãesInspirações sobre a mães
Inspirações sobre a mães
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Estudio Apocalipsis
Estudio ApocalipsisEstudio Apocalipsis
4. Bullying: lidando com o mal século
4. Bullying: lidando com o mal século4. Bullying: lidando com o mal século
4. Bullying: lidando com o mal século
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
3. Como conquistar a confiança do seu adolescente
3. Como conquistar a confiança do seu adolescente3. Como conquistar a confiança do seu adolescente
3. Como conquistar a confiança do seu adolescente
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
2. Como fortalecer os relacionamentos na família
2. Como fortalecer os relacionamentos na família2. Como fortalecer os relacionamentos na família
2. Como fortalecer os relacionamentos na família
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
1. Como fortalecer a fé do adolescente
1. Como fortalecer a fé do adolescente1. Como fortalecer a fé do adolescente
1. Como fortalecer a fé do adolescente
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
5. Despertar o sentido vida: missão
5. Despertar o sentido vida: missão5. Despertar o sentido vida: missão
5. Despertar o sentido vida: missão
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Familia feliz
Familia felizFamilia feliz
Estudo Bíblico Fique Leve
Estudo Bíblico Fique LeveEstudo Bíblico Fique Leve
Estudo Bíblico Fique Leve
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Revista acordes
Revista acordesRevista acordes
A Verdade para o tempo do Fim
A Verdade para o tempo do FimA Verdade para o tempo do Fim
A Verdade para o tempo do Fim
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Biblia mais PDF
Biblia mais PDFBiblia mais PDF
PPT - Guia do Aspirante 07
PPT - Guia do Aspirante 07PPT - Guia do Aspirante 07
PPT - Guia do Aspirante 07
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 08
PPT - Guia do Aspirante 08PPT - Guia do Aspirante 08
PPT - Guia do Aspirante 08
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 05
PPT - Guia do Aspirante 05PPT - Guia do Aspirante 05
PPT - Guia do Aspirante 05
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 06
PPT - Guia do Aspirante 06PPT - Guia do Aspirante 06
PPT - Guia do Aspirante 06
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 03
PPT - Guia do Aspirante 03PPT - Guia do Aspirante 03
PPT - Guia do Aspirante 03
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 04
PPT - Guia do Aspirante 04PPT - Guia do Aspirante 04
PPT - Guia do Aspirante 04
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 02
PPT - Guia do Aspirante 02PPT - Guia do Aspirante 02
PPT - Guia do Aspirante 02
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 

Mais de Igreja Adventista do Sétimo Dia (20)

Inspirações sobre a mães
Inspirações sobre a mãesInspirações sobre a mães
Inspirações sobre a mães
 
Estudio Apocalipsis
Estudio ApocalipsisEstudio Apocalipsis
Estudio Apocalipsis
 
4. Bullying: lidando com o mal século
4. Bullying: lidando com o mal século4. Bullying: lidando com o mal século
4. Bullying: lidando com o mal século
 
3. Como conquistar a confiança do seu adolescente
3. Como conquistar a confiança do seu adolescente3. Como conquistar a confiança do seu adolescente
3. Como conquistar a confiança do seu adolescente
 
2. Como fortalecer os relacionamentos na família
2. Como fortalecer os relacionamentos na família2. Como fortalecer os relacionamentos na família
2. Como fortalecer os relacionamentos na família
 
1. Como fortalecer a fé do adolescente
1. Como fortalecer a fé do adolescente1. Como fortalecer a fé do adolescente
1. Como fortalecer a fé do adolescente
 
5. Despertar o sentido vida: missão
5. Despertar o sentido vida: missão5. Despertar o sentido vida: missão
5. Despertar o sentido vida: missão
 
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
 
Familia feliz
Familia felizFamilia feliz
Familia feliz
 
Estudo Bíblico Fique Leve
Estudo Bíblico Fique LeveEstudo Bíblico Fique Leve
Estudo Bíblico Fique Leve
 
Revista acordes
Revista acordesRevista acordes
Revista acordes
 
A Verdade para o tempo do Fim
A Verdade para o tempo do FimA Verdade para o tempo do Fim
A Verdade para o tempo do Fim
 
Biblia mais PDF
Biblia mais PDFBiblia mais PDF
Biblia mais PDF
 
PPT - Guia do Aspirante 07
PPT - Guia do Aspirante 07PPT - Guia do Aspirante 07
PPT - Guia do Aspirante 07
 
PPT - Guia do Aspirante 08
PPT - Guia do Aspirante 08PPT - Guia do Aspirante 08
PPT - Guia do Aspirante 08
 
PPT - Guia do Aspirante 05
PPT - Guia do Aspirante 05PPT - Guia do Aspirante 05
PPT - Guia do Aspirante 05
 
PPT - Guia do Aspirante 06
PPT - Guia do Aspirante 06PPT - Guia do Aspirante 06
PPT - Guia do Aspirante 06
 
PPT - Guia do Aspirante 03
PPT - Guia do Aspirante 03PPT - Guia do Aspirante 03
PPT - Guia do Aspirante 03
 
PPT - Guia do Aspirante 04
PPT - Guia do Aspirante 04PPT - Guia do Aspirante 04
PPT - Guia do Aspirante 04
 
PPT - Guia do Aspirante 02
PPT - Guia do Aspirante 02PPT - Guia do Aspirante 02
PPT - Guia do Aspirante 02
 

Último

3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
OBrasilParaCristoRad
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
EzeirAlvesdaSilva
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
FranciscoAudisio2
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
AlexandreJr7
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃOgrabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
luartfelt
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.pptPALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
FranciscoAudisio2
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
PIB Penha
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 

Último (20)

3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃOgrabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.pptPALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 

Lição 11: Mulheres na Bíblia Rode e eu

  • 1. Mulheres na Bíblia: Rode e Eu “A tua palavra é A Menina lâmpada que ilumina os meus passos e luz que Serva Fiel clareia o meu caminho.” Salmo 119:105 11 LIÇÃO
  • 2. Rode Texto Bíblico: Atos 12:1-19 Seu Nove Significa “Rosa” Introdução Embora Rode seja mencionada apenas uma vez na Bíblia, o evento a ela associado é importante. Ele dá um vislumbre da perseguição religiosa enfrentada pelos primeiros cristãos e revela a forma como a igreja do Novo Testamento confiava na oração .
  • 3. Rode Seu Nove Significa “Rosa” Rode é mencionada na Bíblia porque participava de uma reunião de oração da igreja primitiva. Essa reunião estava sendo realizada na casa da Maria, mãe de João Marcos. Rode, cujo nome significa “rosa”, era uma menina serva ou escrava. Talvez fosse a serva da Maria, que provavelmente era uma viúva abastada .
  • 4. Rode Seu Nove Significa “Rosa” A história de Rode nos dá vislumbres significativos do poder da oração. Esta história mostra que os recursos de Deus são maiores do que nossas expectativas e que nenhum problema é demasiadamente difícil para que o Senhor resolva .
  • 5. Rode Seu Nove Significa “Rosa” Descobrir • Sua Disposição de Servir. • Sua Constância.
  • 6. Rode Seu Nove Significa “Rosa” Aprofundar o Conhecimento 1. O que aconteceu com Pedro e que torna esta história quase inacreditável? (Atos 12:6-11) 2. Quando Pedro bateu à porta da casa da Maria, quem foi atender? (verso 13) Nota: A perseguição aos cristãos naquela época requeria que eles fossem muito cuidadosos quando atendiam à porta. Portanto, perguntavam quem estava à porta a fim de se protegerem e todos os de sua casa.
  • 7. Rode Seu Nove Significa “Rosa” 3. Quando ela ouviu quem era, como reagiu? (verso 14) 4. O que as pessoas lhe disseram quando a ouviram dizer quem estava à porta? (verso 15). 5. Como Rode reagiu diante da descrença deles? (verso 15)
  • 8. Rode Seu Nove Significa “Rosa” 6. Quando Pedro seguiu batendo, eles finalmente abriram a porta. Qual foi a reação dos crentes que estiveram orando? (verso 16). Nota: Não temos qualquer registro a respeito de como Rode se tornou serva na casa da Maria. Porém, podemos presumir que ela também amava Pedro porque estava reunida com os crentes em oração por ele. Talvez o tivesse ouvido falar e passado a amar o Senhor e também se tenha tornado seguidora de Cristo. É fácil compreender sua alegria e emoção quando ouviu a voz de Pedro à porta.
  • 9. Rode Seu Nove Significa “Rosa” Aplicação para os Nossos Dias 7. A oração funciona? Que importância ela deveria ter em nossa vida? Que responsabilidade os cristãos têm de orar uns pelos outros? 8. O que posso extrair da história de Rode e aplicar à minha vida? Irei escolher ser fiel e estarei disposta a ser serva ou preferirei ter proeminência? Nota: Os comentaristas bíblicos dizem que, visto que Rode ainda estava trabalhando tarde da noite e estava orando com os crentes, isso é um indício de que ela era uma serva fiel e também amada por Pedro e pelos crentes.
  • 10. Rode Seu Nove Significa “Rosa” Perguntas para Discussão 1. Qual é minha resposta quando recebo respostas afirmativas às minhas orações sinceras? O que dizer quando Deus parece dizer não, ou eu sinto que ele nem mesmo me ouve? 2. Quais são alguns dos propósitos da oração?
  • 11. Rode Seu Nove Significa “Rosa” Palavras de Sabedoria Poucas palavras são escritas a respeito de Rode; não obstante, ao estudarmos sua breve história, vemos que ela era jovem e fiel. Muitas das lições mais importantes da vida são aprendidas ao observarmos aqueles que são despretensiosos e não muito conhecidos. Rode era uma dessas pessoas. A Bíblia tem muitas promessas para os que são fieis.
  • 12. Rode Seu Nove Significa “Rosa” Em Mateus 10:42 Jesus nos diz: “E se alguém der mesmo que seja apenas um copo de água fria a um destes pequeninos, porque ele é meu discípulo, eu lhes asseguro que não perderá a sua recompensa”. A recompensa que será dada se encontra em Apocalipse 2:10 (última parte): “Seja fiel até a morte, e eu lhe darei a coroa da vida”.
  • 13. Rode Seu Nove Significa “Rosa” Minha Oração Hoje Senhor, dá-me sabedoria para que eu saiba como ministrar aos outros e ser fiel a Ti. Torna-me mais semelhante a Rode.
  • 14. Rode Seu Nove Significa “Rosa” Compartilhar Rode fazia parte de um grupo muito especial de oração, crentes cujas petições foram respondidas de forma miraculosa. Você poderia formar um círculo de oração com interesses e necessidades afins – tais como viúvas, mães com filhos recém-nascidos, meninas adolescentes ou mulheres da vizinhança. Talvez esse grupo poderia se reunir semanalmente para compartilhar suas preocupações e bênçãos e para que vocês orassem juntas .