SlideShare uma empresa Scribd logo
COMO CONQUISTAR A CONFIANÇA
DO SEU ADOLESCENTE
▪ A confiança é entregue
voluntariamente de uma
pessoa a outra.
▪ Alguns princípios
fundamentais para a
confiança.
▪ Confiança não é coletiva, e
sim individual.
VERDADE
▪ “E conhecereis a verdade
e a verdade os libertará”
João 8:32. (ARA)
▪ Nós vivemos em uma
sociedade em que a verdade
é considerada relativa.
▪ É verdade em todo o tempo
e lugar.
▪ Friederich Nietzsche disse
certa vez “por vezes as
pessoas não querem ouvir a
verdade, porque não
desejam que suas ilusões
sejam destruídas”
RESUMINDO:
1. Conheça a verdade, (estude a
Bíblia, viva-a)
1. Seja verdadeiro, autêntico.
2. Conheça o seu adolescente.
3. Busque fatos e não opiniões.
TEMPO
▪ Todo mundo tem 24 horas
no dia; nós escolhemos
como vamos usar esse
tempo.
TEMPO
▪ Confiança precisa ser
provada no tempo.
▪ Você precisa passar tempo
com o seu adolescente.
▪ Qualidade X Quantidade.
SEM JULGAMENTO / SEM PRECONCEITO
Como firmeza de propósitos.
SEM JULGAR
▪ A confiança baseia-se em você poder ser
visto pelo outro, sem que esse o julgue (e
como consequência o condene) e não o
aceite como pessoa. Por isso não o julgue
pelo que ele veste, gosta, faz, pensa.
▪ Aceite o adolescente; faça exatamente
aquilo que você gostaria que fizessem com
você.
▪ Os posicionamentos devem ser firmes,
não rígidos. A firmeza se refere a
princípios, e a rigidez se refere a formas.
SEM JULGAR
▪ Princípios de verdade,
honestidade, respeito.
▪ Aceite o adolescente,
mesmo não concordando.
RESUMINDO:
1. Trate o adolescente como você
gostaria de ser tratado.
1. Aceite-o independente do que
ele pensa e faz.
1. Mantenha o principio, mas não a
forma.
1. Exponha as suas opiniões,
apenas depois de entender a do
adolescente.
LIDANDO COM AS POSIÇÕES E
OPOSIÇÕES:
Toda posição tem uma oposição!
▪ Os adolescentes são por
natureza questionadores,
e isso é bom.
▪ As posições para gerar
confiança têm que ser
coerentes (pensamento
combina com ação) e tem
que fazer sentido para
eles, e não apenas
repetições que não fazem
sentido.
RESUMINDO:
1. Tenha sua posição e saiba que ela
pode ser questionada.
1. Questionar uma posição não é
errado; a não ser que o respeito não
seja mantido.
1. Questionar regras é parte da
adolescência.
1. Isaias 1:18 diz "Venham, vamos
refletir juntos”, diz o SENHOR.”(NVI)
VOCÊ TAMBÉM PRECISA CONFIAR:
▪ Partilhe experiências
pessoais.
▪ Evite problemas graves.
▪ Utilize o seu passado
para mostrar os erros e
os acertos.
RESUMINDO:
1. Confie algumas coisas ao
adolescente.
2. Não partilhe situações de
adultos.
3. Utilize sua história pessoal,
para mostrar coincidências
com o que eles estão
passando.
SEJA VULNERÁVEL
mostrando a real força.
▪ Vivemos em uma sociedade
que não quer mostrar seus
erros.
▪ Confiança significa você dar
um voto de confiança, e
mostrar algumas pequenas
situações para auxiliar.
▪ Você precisa mostrar que
você também é falho.
RESUMINDO:
1. Mostre que você também é
falho.
2. Mostre que erros são
experiências do que não
fazer.
3. Não tenha compromisso com
os erros, e sim com os
acertos.
COMO LIDAR COM AS
INSEGURANÇAS DO
ADOLESCENTE
ALGUNS PRINCÍPIOS SÃO
FUNDAMENTAIS, PARA LIDAR COM
AS INSEGURANÇAS, SÃO ELAS:
▪ Proteja o medo do adolescente (não o
exponha).
▪ Cada um de nós tem algumas coisas não
resolvidas, e que precisamos de ajuda, muitas
vezes. Então, seja claro na sua ajuda, mas
entenda que cada um tem seu tempo.
▪ Compartilhe alguma insegurança com relação
a você.
▪ Esteja ao lado do adolescente
incondicionalmente.
▪ Mostre que qualquer problema tem solução,
mesmo os mais complicados.
HUMOR
HUMOR
▪ Talvez seja a maneira mais
rápida de conseguir
confiança.
▪ O riso, o sorriso, ser
engraçado abrem muitas
portas, principalmente se
você consegue fazer piada
consigo mesmo.
HUMOR
▪ Não seja falso, ou uma cópia do
comportamento dos adolescentes.
▪ O humor diminui muitas barreiras, e
grandes verdades podem ser
compartilhadas sem que o formalismo
esteja à frente.
▪ Não leve um adolescente a uma
situação que o exponha ao ridículo, e
se isso ocorrer, peça desculpas o
mais rápido possível.
RESUMINDO:
1. Seu humor é parte de você; não
imite.
2. Seja autentico; não tente imitar o
adolescente.
3. Utilize o humor para aproximar.
4. Não misture assuntos sérios com
humor.
CONFIANÇA E AUTORIDADE
▪ A Autoridade é um valor em
extinção hoje em dia. Ela é
facilmente confundida com
alguém que manda e outro deve
obedecer; coisa essa que faz
parte da autoridade, mas não é
ela em si.
▪ Como professor, ser uma figura
de autoridade, auxilia no seu
trabalho, porém ela tem que ser
colocada de forma a cuidar do
adolescente, e não ser um chefe
para ele.
▪ O adolescente tem que ver você,
como um amigo mais velho;
alguém que cuida dele, mas não é
nem seu pai ou sua mãe.
▪ O adolescente escolhe aquelas
pessoas que ele vai seguir.
Portanto, se você estiver sendo
alguém que apenas o reprime ou
briga com ele, este irá se afastar,
seja fisicamente ou no sentido de
confiança que é muito pior, pois
não mostra muitas vezes, até ser
tarde demais.
RESUMINDO:
1. Autoridade não é mandar; é
influenciar.
1. Escute o adolescente nas suas
dificuldades, e ajude-o a
resolver.
1. Faça mais perguntas do que
respostas para ajudá-los.
1. Confiança é uma construção de
anos.
CONCLUIR SEM
TERMINAR O ASSUNTO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A missao de ser voce mesma
A missao de ser voce mesmaA missao de ser voce mesma
A missao de ser voce mesma
Rose Oliveira
 
Adolecencia
AdolecenciaAdolecencia
Adolecencia
Claumir Gomes
 
O caminho para uma vida feliz
O caminho para uma vida felizO caminho para uma vida feliz
O caminho para uma vida feliz
a15marketingepropaganda
 
Como Conquistar Mulheres Com Sucesso
Como Conquistar Mulheres Com SucessoComo Conquistar Mulheres Com Sucesso
Como Conquistar Mulheres Com Sucesso
Reginaldo Oliveira
 
Como construir confiança inabalável e sucesso em marketing político, campanha...
Como construir confiança inabalável e sucesso em marketing político, campanha...Como construir confiança inabalável e sucesso em marketing político, campanha...
Como construir confiança inabalável e sucesso em marketing político, campanha...
Interidade Cursos Online - Consultoria - Mentoria - Produção Digital
 
Princípios De Uma Vida Libertas
Princípios De Uma Vida LibertasPrincípios De Uma Vida Libertas
Princípios De Uma Vida Libertas
HotCursos Online
 
Inteligência social
Inteligência socialInteligência social
Inteligência social
Paulo Bergmann
 
Trab. a personalidade
Trab. a personalidadeTrab. a personalidade
Trab. a personalidade
Polivalente Linhares
 
Seja homem e pegue mulheres
Seja homem e pegue mulheresSeja homem e pegue mulheres
Seja homem e pegue mulheres
Christian Santana
 
10 dicas para auto motivação
10 dicas para auto motivação10 dicas para auto motivação
10 dicas para auto motivação
guilhermelopescabral
 
Estabelecendo limites
Estabelecendo limitesEstabelecendo limites
Estabelecendo limites
Cras Macatuba
 
Educação física e motivação
Educação física e motivaçãoEducação física e motivação
Educação física e motivação
Anastácio Martins Nepomuceno Júnior
 
Procuram-se Lideres no Caráter
Procuram-se Lideres no CaráterProcuram-se Lideres no Caráter
Procuram-se Lideres no Caráter
Daniel Faria Jr.
 
Como construir limites
Como construir limitesComo construir limites
Como construir limites
Sosseguinho
 
Uma vida a dois
Uma vida a doisUma vida a dois
Uma vida a dois
Elias Costa
 
Mais esperto que o diabo ( pdf drive )
Mais esperto que o diabo ( pdf drive )Mais esperto que o diabo ( pdf drive )
Mais esperto que o diabo ( pdf drive )
Francisco Amado
 
Como reconquistar um amor Perdido
Como reconquistar um amor PerdidoComo reconquistar um amor Perdido
Como reconquistar um amor Perdido
Reconquistar Ex Namorada
 
7 passos para o autoconhecimento
7 passos para o autoconhecimento7 passos para o autoconhecimento
7 passos para o autoconhecimento
Celia Niza
 
As Verdades do Bambu
As Verdades do BambuAs Verdades do Bambu
As Verdades do Bambu
Luiza Goes
 
POSITIVE-SE
POSITIVE-SEPOSITIVE-SE

Mais procurados (20)

A missao de ser voce mesma
A missao de ser voce mesmaA missao de ser voce mesma
A missao de ser voce mesma
 
Adolecencia
AdolecenciaAdolecencia
Adolecencia
 
O caminho para uma vida feliz
O caminho para uma vida felizO caminho para uma vida feliz
O caminho para uma vida feliz
 
Como Conquistar Mulheres Com Sucesso
Como Conquistar Mulheres Com SucessoComo Conquistar Mulheres Com Sucesso
Como Conquistar Mulheres Com Sucesso
 
Como construir confiança inabalável e sucesso em marketing político, campanha...
Como construir confiança inabalável e sucesso em marketing político, campanha...Como construir confiança inabalável e sucesso em marketing político, campanha...
Como construir confiança inabalável e sucesso em marketing político, campanha...
 
Princípios De Uma Vida Libertas
Princípios De Uma Vida LibertasPrincípios De Uma Vida Libertas
Princípios De Uma Vida Libertas
 
Inteligência social
Inteligência socialInteligência social
Inteligência social
 
Trab. a personalidade
Trab. a personalidadeTrab. a personalidade
Trab. a personalidade
 
Seja homem e pegue mulheres
Seja homem e pegue mulheresSeja homem e pegue mulheres
Seja homem e pegue mulheres
 
10 dicas para auto motivação
10 dicas para auto motivação10 dicas para auto motivação
10 dicas para auto motivação
 
Estabelecendo limites
Estabelecendo limitesEstabelecendo limites
Estabelecendo limites
 
Educação física e motivação
Educação física e motivaçãoEducação física e motivação
Educação física e motivação
 
Procuram-se Lideres no Caráter
Procuram-se Lideres no CaráterProcuram-se Lideres no Caráter
Procuram-se Lideres no Caráter
 
Como construir limites
Como construir limitesComo construir limites
Como construir limites
 
Uma vida a dois
Uma vida a doisUma vida a dois
Uma vida a dois
 
Mais esperto que o diabo ( pdf drive )
Mais esperto que o diabo ( pdf drive )Mais esperto que o diabo ( pdf drive )
Mais esperto que o diabo ( pdf drive )
 
Como reconquistar um amor Perdido
Como reconquistar um amor PerdidoComo reconquistar um amor Perdido
Como reconquistar um amor Perdido
 
7 passos para o autoconhecimento
7 passos para o autoconhecimento7 passos para o autoconhecimento
7 passos para o autoconhecimento
 
As Verdades do Bambu
As Verdades do BambuAs Verdades do Bambu
As Verdades do Bambu
 
POSITIVE-SE
POSITIVE-SEPOSITIVE-SE
POSITIVE-SE
 

Semelhante a 3. Como conquistar a confiança do seu adolescente

Comunicação e Relações Humanas.pptx
Comunicação e Relações Humanas.pptxComunicação e Relações Humanas.pptx
Comunicação e Relações Humanas.pptx
CrasCariniHumbertoAl
 
Palestra para Pais e filhos na escola fundamental
Palestra para Pais e filhos na escola fundamentalPalestra para Pais e filhos na escola fundamental
Palestra para Pais e filhos na escola fundamental
JOSIVALDO ALVES DE AQUINO
 
Autoestima Infantil
Autoestima InfantilAutoestima Infantil
Autoestima Infantil
Maria Cristina Santos Araujo
 
Documento de ma (4)
Documento de ma (4)Documento de ma (4)
Documento de ma (4)
Renata Duarte
 
REL 9 coisas que as garotas querem ouvir de voce.pdf
REL 9 coisas que as garotas querem ouvir de voce.pdfREL 9 coisas que as garotas querem ouvir de voce.pdf
REL 9 coisas que as garotas querem ouvir de voce.pdf
ssuser5f3b851
 
7 dicas para superar a timidez
7 dicas para superar a timidez7 dicas para superar a timidez
7 dicas para superar a timidez
Marlos Calil
 
Pais filhos cristina
Pais filhos cristinaPais filhos cristina
Pais filhos cristina
Edjane Brito
 
LiçãO 06 Educando Os Filhos I
LiçãO 06 Educando Os Filhos ILiçãO 06 Educando Os Filhos I
LiçãO 06 Educando Os Filhos I
guest06a00c
 
Pessoas toxicas.pptx
Pessoas toxicas.pptxPessoas toxicas.pptx
Pessoas toxicas.pptx
Binho36
 
JAMAIS DEVEMOS NOS DESCULPAR ... nestes casos!!!
JAMAIS DEVEMOS NOS DESCULPAR ... nestes casos!!!JAMAIS DEVEMOS NOS DESCULPAR ... nestes casos!!!
JAMAIS DEVEMOS NOS DESCULPAR ... nestes casos!!!
SERGIODEMELLOQUEIROZ
 
RELACIONAMENTO ENTERPERSSOAL
RELACIONAMENTO ENTERPERSSOALRELACIONAMENTO ENTERPERSSOAL
RELACIONAMENTO ENTERPERSSOAL
Celia Andrade Visgueira
 
Afectividade2
Afectividade2Afectividade2
Palestra entusiasmo 2011
Palestra entusiasmo 2011Palestra entusiasmo 2011
Palestra entusiasmo 2011
Idemar
 
Treinamento de líderes_infantis_slides
Treinamento de líderes_infantis_slidesTreinamento de líderes_infantis_slides
Treinamento de líderes_infantis_slides
MARIAAPARECIDANERES
 
StrengthsProfile-2860542
StrengthsProfile-2860542StrengthsProfile-2860542
StrengthsProfile-2860542
Karla Magalh
 
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptxTécnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Resumo: O Sucesso Tem Fórmula? (by Celso Silvati)
Resumo: O Sucesso Tem Fórmula? (by Celso Silvati)Resumo: O Sucesso Tem Fórmula? (by Celso Silvati)
Resumo: O Sucesso Tem Fórmula? (by Celso Silvati)
Celso Silvati
 
Habilidades com pessoas
Habilidades com pessoasHabilidades com pessoas
Habilidades com pessoas
Cursos Profissionalizantes
 
Como fazera contecer
Como fazera contecer Como fazera contecer
Como fazera contecer
Marcos Nobrega
 
Como fazer acontecer
Como fazer acontecerComo fazer acontecer
Como fazer acontecer
Martha Courteville
 

Semelhante a 3. Como conquistar a confiança do seu adolescente (20)

Comunicação e Relações Humanas.pptx
Comunicação e Relações Humanas.pptxComunicação e Relações Humanas.pptx
Comunicação e Relações Humanas.pptx
 
Palestra para Pais e filhos na escola fundamental
Palestra para Pais e filhos na escola fundamentalPalestra para Pais e filhos na escola fundamental
Palestra para Pais e filhos na escola fundamental
 
Autoestima Infantil
Autoestima InfantilAutoestima Infantil
Autoestima Infantil
 
Documento de ma (4)
Documento de ma (4)Documento de ma (4)
Documento de ma (4)
 
REL 9 coisas que as garotas querem ouvir de voce.pdf
REL 9 coisas que as garotas querem ouvir de voce.pdfREL 9 coisas que as garotas querem ouvir de voce.pdf
REL 9 coisas que as garotas querem ouvir de voce.pdf
 
7 dicas para superar a timidez
7 dicas para superar a timidez7 dicas para superar a timidez
7 dicas para superar a timidez
 
Pais filhos cristina
Pais filhos cristinaPais filhos cristina
Pais filhos cristina
 
LiçãO 06 Educando Os Filhos I
LiçãO 06 Educando Os Filhos ILiçãO 06 Educando Os Filhos I
LiçãO 06 Educando Os Filhos I
 
Pessoas toxicas.pptx
Pessoas toxicas.pptxPessoas toxicas.pptx
Pessoas toxicas.pptx
 
JAMAIS DEVEMOS NOS DESCULPAR ... nestes casos!!!
JAMAIS DEVEMOS NOS DESCULPAR ... nestes casos!!!JAMAIS DEVEMOS NOS DESCULPAR ... nestes casos!!!
JAMAIS DEVEMOS NOS DESCULPAR ... nestes casos!!!
 
RELACIONAMENTO ENTERPERSSOAL
RELACIONAMENTO ENTERPERSSOALRELACIONAMENTO ENTERPERSSOAL
RELACIONAMENTO ENTERPERSSOAL
 
Afectividade2
Afectividade2Afectividade2
Afectividade2
 
Palestra entusiasmo 2011
Palestra entusiasmo 2011Palestra entusiasmo 2011
Palestra entusiasmo 2011
 
Treinamento de líderes_infantis_slides
Treinamento de líderes_infantis_slidesTreinamento de líderes_infantis_slides
Treinamento de líderes_infantis_slides
 
StrengthsProfile-2860542
StrengthsProfile-2860542StrengthsProfile-2860542
StrengthsProfile-2860542
 
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptxTécnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
 
Resumo: O Sucesso Tem Fórmula? (by Celso Silvati)
Resumo: O Sucesso Tem Fórmula? (by Celso Silvati)Resumo: O Sucesso Tem Fórmula? (by Celso Silvati)
Resumo: O Sucesso Tem Fórmula? (by Celso Silvati)
 
Habilidades com pessoas
Habilidades com pessoasHabilidades com pessoas
Habilidades com pessoas
 
Como fazera contecer
Como fazera contecer Como fazera contecer
Como fazera contecer
 
Como fazer acontecer
Como fazer acontecerComo fazer acontecer
Como fazer acontecer
 

Mais de Igreja Adventista do Sétimo Dia

Inspirações sobre a mães
Inspirações sobre a mãesInspirações sobre a mães
Inspirações sobre a mães
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Estudio Apocalipsis
Estudio ApocalipsisEstudio Apocalipsis
4. Bullying: lidando com o mal século
4. Bullying: lidando com o mal século4. Bullying: lidando com o mal século
4. Bullying: lidando com o mal século
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
2. Como fortalecer os relacionamentos na família
2. Como fortalecer os relacionamentos na família2. Como fortalecer os relacionamentos na família
2. Como fortalecer os relacionamentos na família
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
1. Como fortalecer a fé do adolescente
1. Como fortalecer a fé do adolescente1. Como fortalecer a fé do adolescente
1. Como fortalecer a fé do adolescente
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
5. Despertar o sentido vida: missão
5. Despertar o sentido vida: missão5. Despertar o sentido vida: missão
5. Despertar o sentido vida: missão
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Familia feliz
Familia felizFamilia feliz
Estudo Bíblico Fique Leve
Estudo Bíblico Fique LeveEstudo Bíblico Fique Leve
Estudo Bíblico Fique Leve
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Revista acordes
Revista acordesRevista acordes
A Verdade para o tempo do Fim
A Verdade para o tempo do FimA Verdade para o tempo do Fim
A Verdade para o tempo do Fim
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Biblia mais PDF
Biblia mais PDFBiblia mais PDF
PPT - Guia do Aspirante 07
PPT - Guia do Aspirante 07PPT - Guia do Aspirante 07
PPT - Guia do Aspirante 07
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 08
PPT - Guia do Aspirante 08PPT - Guia do Aspirante 08
PPT - Guia do Aspirante 08
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 05
PPT - Guia do Aspirante 05PPT - Guia do Aspirante 05
PPT - Guia do Aspirante 05
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 06
PPT - Guia do Aspirante 06PPT - Guia do Aspirante 06
PPT - Guia do Aspirante 06
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 03
PPT - Guia do Aspirante 03PPT - Guia do Aspirante 03
PPT - Guia do Aspirante 03
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 04
PPT - Guia do Aspirante 04PPT - Guia do Aspirante 04
PPT - Guia do Aspirante 04
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 02
PPT - Guia do Aspirante 02PPT - Guia do Aspirante 02
PPT - Guia do Aspirante 02
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 01
PPT - Guia do Aspirante 01PPT - Guia do Aspirante 01
PPT - Guia do Aspirante 01
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 

Mais de Igreja Adventista do Sétimo Dia (20)

Inspirações sobre a mães
Inspirações sobre a mãesInspirações sobre a mães
Inspirações sobre a mães
 
Estudio Apocalipsis
Estudio ApocalipsisEstudio Apocalipsis
Estudio Apocalipsis
 
4. Bullying: lidando com o mal século
4. Bullying: lidando com o mal século4. Bullying: lidando com o mal século
4. Bullying: lidando com o mal século
 
2. Como fortalecer os relacionamentos na família
2. Como fortalecer os relacionamentos na família2. Como fortalecer os relacionamentos na família
2. Como fortalecer os relacionamentos na família
 
1. Como fortalecer a fé do adolescente
1. Como fortalecer a fé do adolescente1. Como fortalecer a fé do adolescente
1. Como fortalecer a fé do adolescente
 
5. Despertar o sentido vida: missão
5. Despertar o sentido vida: missão5. Despertar o sentido vida: missão
5. Despertar o sentido vida: missão
 
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
 
Familia feliz
Familia felizFamilia feliz
Familia feliz
 
Estudo Bíblico Fique Leve
Estudo Bíblico Fique LeveEstudo Bíblico Fique Leve
Estudo Bíblico Fique Leve
 
Revista acordes
Revista acordesRevista acordes
Revista acordes
 
A Verdade para o tempo do Fim
A Verdade para o tempo do FimA Verdade para o tempo do Fim
A Verdade para o tempo do Fim
 
Biblia mais PDF
Biblia mais PDFBiblia mais PDF
Biblia mais PDF
 
PPT - Guia do Aspirante 07
PPT - Guia do Aspirante 07PPT - Guia do Aspirante 07
PPT - Guia do Aspirante 07
 
PPT - Guia do Aspirante 08
PPT - Guia do Aspirante 08PPT - Guia do Aspirante 08
PPT - Guia do Aspirante 08
 
PPT - Guia do Aspirante 05
PPT - Guia do Aspirante 05PPT - Guia do Aspirante 05
PPT - Guia do Aspirante 05
 
PPT - Guia do Aspirante 06
PPT - Guia do Aspirante 06PPT - Guia do Aspirante 06
PPT - Guia do Aspirante 06
 
PPT - Guia do Aspirante 03
PPT - Guia do Aspirante 03PPT - Guia do Aspirante 03
PPT - Guia do Aspirante 03
 
PPT - Guia do Aspirante 04
PPT - Guia do Aspirante 04PPT - Guia do Aspirante 04
PPT - Guia do Aspirante 04
 
PPT - Guia do Aspirante 02
PPT - Guia do Aspirante 02PPT - Guia do Aspirante 02
PPT - Guia do Aspirante 02
 
PPT - Guia do Aspirante 01
PPT - Guia do Aspirante 01PPT - Guia do Aspirante 01
PPT - Guia do Aspirante 01
 

Último

Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 

3. Como conquistar a confiança do seu adolescente

  • 1.
  • 2.
  • 3. COMO CONQUISTAR A CONFIANÇA DO SEU ADOLESCENTE ▪ A confiança é entregue voluntariamente de uma pessoa a outra. ▪ Alguns princípios fundamentais para a confiança. ▪ Confiança não é coletiva, e sim individual.
  • 4. VERDADE ▪ “E conhecereis a verdade e a verdade os libertará” João 8:32. (ARA)
  • 5. ▪ Nós vivemos em uma sociedade em que a verdade é considerada relativa. ▪ É verdade em todo o tempo e lugar. ▪ Friederich Nietzsche disse certa vez “por vezes as pessoas não querem ouvir a verdade, porque não desejam que suas ilusões sejam destruídas”
  • 6. RESUMINDO: 1. Conheça a verdade, (estude a Bíblia, viva-a) 1. Seja verdadeiro, autêntico. 2. Conheça o seu adolescente. 3. Busque fatos e não opiniões.
  • 7. TEMPO ▪ Todo mundo tem 24 horas no dia; nós escolhemos como vamos usar esse tempo.
  • 8. TEMPO ▪ Confiança precisa ser provada no tempo. ▪ Você precisa passar tempo com o seu adolescente. ▪ Qualidade X Quantidade.
  • 9. SEM JULGAMENTO / SEM PRECONCEITO Como firmeza de propósitos.
  • 10. SEM JULGAR ▪ A confiança baseia-se em você poder ser visto pelo outro, sem que esse o julgue (e como consequência o condene) e não o aceite como pessoa. Por isso não o julgue pelo que ele veste, gosta, faz, pensa. ▪ Aceite o adolescente; faça exatamente aquilo que você gostaria que fizessem com você. ▪ Os posicionamentos devem ser firmes, não rígidos. A firmeza se refere a princípios, e a rigidez se refere a formas.
  • 11. SEM JULGAR ▪ Princípios de verdade, honestidade, respeito. ▪ Aceite o adolescente, mesmo não concordando.
  • 12. RESUMINDO: 1. Trate o adolescente como você gostaria de ser tratado. 1. Aceite-o independente do que ele pensa e faz. 1. Mantenha o principio, mas não a forma. 1. Exponha as suas opiniões, apenas depois de entender a do adolescente.
  • 13. LIDANDO COM AS POSIÇÕES E OPOSIÇÕES: Toda posição tem uma oposição!
  • 14. ▪ Os adolescentes são por natureza questionadores, e isso é bom. ▪ As posições para gerar confiança têm que ser coerentes (pensamento combina com ação) e tem que fazer sentido para eles, e não apenas repetições que não fazem sentido.
  • 15. RESUMINDO: 1. Tenha sua posição e saiba que ela pode ser questionada. 1. Questionar uma posição não é errado; a não ser que o respeito não seja mantido. 1. Questionar regras é parte da adolescência. 1. Isaias 1:18 diz "Venham, vamos refletir juntos”, diz o SENHOR.”(NVI)
  • 17. ▪ Partilhe experiências pessoais. ▪ Evite problemas graves. ▪ Utilize o seu passado para mostrar os erros e os acertos.
  • 18. RESUMINDO: 1. Confie algumas coisas ao adolescente. 2. Não partilhe situações de adultos. 3. Utilize sua história pessoal, para mostrar coincidências com o que eles estão passando.
  • 20. ▪ Vivemos em uma sociedade que não quer mostrar seus erros. ▪ Confiança significa você dar um voto de confiança, e mostrar algumas pequenas situações para auxiliar. ▪ Você precisa mostrar que você também é falho.
  • 21. RESUMINDO: 1. Mostre que você também é falho. 2. Mostre que erros são experiências do que não fazer. 3. Não tenha compromisso com os erros, e sim com os acertos.
  • 22. COMO LIDAR COM AS INSEGURANÇAS DO ADOLESCENTE
  • 23. ALGUNS PRINCÍPIOS SÃO FUNDAMENTAIS, PARA LIDAR COM AS INSEGURANÇAS, SÃO ELAS: ▪ Proteja o medo do adolescente (não o exponha). ▪ Cada um de nós tem algumas coisas não resolvidas, e que precisamos de ajuda, muitas vezes. Então, seja claro na sua ajuda, mas entenda que cada um tem seu tempo. ▪ Compartilhe alguma insegurança com relação a você. ▪ Esteja ao lado do adolescente incondicionalmente. ▪ Mostre que qualquer problema tem solução, mesmo os mais complicados.
  • 24. HUMOR
  • 25. HUMOR ▪ Talvez seja a maneira mais rápida de conseguir confiança. ▪ O riso, o sorriso, ser engraçado abrem muitas portas, principalmente se você consegue fazer piada consigo mesmo.
  • 26. HUMOR ▪ Não seja falso, ou uma cópia do comportamento dos adolescentes. ▪ O humor diminui muitas barreiras, e grandes verdades podem ser compartilhadas sem que o formalismo esteja à frente. ▪ Não leve um adolescente a uma situação que o exponha ao ridículo, e se isso ocorrer, peça desculpas o mais rápido possível.
  • 27. RESUMINDO: 1. Seu humor é parte de você; não imite. 2. Seja autentico; não tente imitar o adolescente. 3. Utilize o humor para aproximar. 4. Não misture assuntos sérios com humor.
  • 29. ▪ A Autoridade é um valor em extinção hoje em dia. Ela é facilmente confundida com alguém que manda e outro deve obedecer; coisa essa que faz parte da autoridade, mas não é ela em si. ▪ Como professor, ser uma figura de autoridade, auxilia no seu trabalho, porém ela tem que ser colocada de forma a cuidar do adolescente, e não ser um chefe para ele.
  • 30. ▪ O adolescente tem que ver você, como um amigo mais velho; alguém que cuida dele, mas não é nem seu pai ou sua mãe. ▪ O adolescente escolhe aquelas pessoas que ele vai seguir. Portanto, se você estiver sendo alguém que apenas o reprime ou briga com ele, este irá se afastar, seja fisicamente ou no sentido de confiança que é muito pior, pois não mostra muitas vezes, até ser tarde demais.
  • 31. RESUMINDO: 1. Autoridade não é mandar; é influenciar. 1. Escute o adolescente nas suas dificuldades, e ajude-o a resolver. 1. Faça mais perguntas do que respostas para ajudá-los. 1. Confiança é uma construção de anos.