SlideShare uma empresa Scribd logo
“A tua palavra é
lâmpada que ilumina os
meus passos e luz que
clareia o meu caminho.”
Salmo 119:105
Texto Bíblico: Lucas 1 e 2   Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido




Introdução
 A mulher nesta história sofria há 12 anos,
 não apenas em decorrência da
 enfermidade, mas também pelo
 isolamento. Naqueles dias, ela era
 virtualmente uma proscrita; todo aquele e
 tudo o que a tocasse era considerado
 cerimonialmente impuro. Nesse contexto,
 o toque era um símbolo significativo.
Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido




Esta é uma história a respeito de
cura. Deus nos promete curar. Para
alguns, a cura talvez não ocorra
nesta terra. Por fim, a verdadeira
cura – a cura que irá curar até
mesmo aqueles que não sofrem de
enfermidades físicas – ocorrerá não
aqui, mas no céu.
Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido




 Descobrir

• Seus Fracassos em Encontrar
  Ajuda.
• Sua Fé e Persistência.
• Sua Alegria.
Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido




     Aprofundar o Conhecimento
1.    Qual foi a experiência anterior dessa
      mulher na busca de ajuda? (Marcos
      5:25-26; Mateus 9:20; Lucas 8:43)
2.    Por quanto tempo ela estivera doente?
      (Mateus 9:20; Marcos 5:25; Lucas
      8:43)
3.    Sua perspectiva de cura havia
      desvanecido e ela agora sentia que
      lhe restava apenas uma esperança.
      Qual? (Mateus 9:21)
Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido




4. A multidão comprimia Jesus e
   isso tornava difícil alcançá-Lo.
   O que a mulher fez? (Marcos
   5:27-28; Lucas 8:44)
5. Qual foi a resposta imediata
   de Jesus? (Marcos 5:30;
   Lucas 8:45)
6. Como os discípulos reagiram
   a essa pergunta? (Marcos
   5:31; Lucas 8:45)
Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido




7. Como sua condição física mudou
   depois de tocar o manto de
   Jesus? (Lucas 8:44)
8. Ajoelhando-se diante do Mestre,
   ela confessou que fora a que O
   tocara. Como você imagina que
   ela se sentiu quando fez isso?
   (Marcos 5:33)
9. Com quais palavras de bênção
   Jesus pronunciou que ela estava
   curada? (Mateus 9:22; Marcos
   5:34; Lucas 8:48)
Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido



  Aplicação para os Nossos Dias
10. Em sua opinião, quando é
    apropriado que nos acheguemos
    corajosamente a Jesus para pedir-
    Lhe a cura de nossa enfermidades e
    quando isso pode não ser
    apropriado? Por quê?
11. Será que algumas vezes nos
    aproximados dEle com hesitação,
    talvez constrangidas ou temerosas?
    Quais poderiam ser os motivos?
    Como podemos eliminar esses
    sentimentos?
Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido




Perguntas para Discussão
1. Em sua opinião, por que Jesus
   soube que alguém O havia
   tocado? O que tornou esse
   toque diferente dos demais?
2. Por que a mulher teve medo
   de admitir que fora ela na
   multidão que O tocara e fora
   curada?
Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido




Palavras de Sabedoria
Essa mulher deve ter ficado muito
desesperada. Deixando para trás os
médicos de seus dias, ela buscou ajuda
nAquele que havia curado tantas
pessoas. Não desejando chamar a
atenção para si mesma, ela buscou
tocá-lo no anonimato. Imagine seu
constrangimento quando a atenção de
todos se voltou para ela.
Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido




Humildemente e agradecida, admitiu
que fora ela que recebera o poder de
cura ao tocar o manto de Jesus. Sua
vida foi transformada por sua fé.
Cristo compreendeu o anelo de seu
coração assim como Ele compreende
o anelo de nosso coração hoje.
Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido




       Minha Oração Hoje
Hoje, querido Deus, nós também buscamos cura
    para as enfermidades da vida que nos têm
 acometido. Quer elas sejam emocionais, físicas
  ou espirituais, pedimos-Te que as remova de
  nós e que nos permita prosseguir com saúde.
 Agradecemos-Te pelas preciosas promessas de
               cura que Tu nos dás.
Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido




               Compartilhar
 Cada uma de nós conhece mulheres em nosso círculo
   de amizades e conhecidos que estão passando por
necessidade de ajuda quando estão doentes. Podemos
 levá-las para uma consulta médica; levar-lhes um pão
 ou o prato principal; ajudá-las com a roupa para lavar,
   com a limpeza da casa ou com as compras; ou até
  mesmo cuidar de um animal de estimação. Algumas
vezes, o simples fato de passar tempo com elas ou dar-
   lhe um abraço é a dádiva maior que lhes podemos
    conceder. A dádiva de nosso tempo conta muito.
Quais são algumas formas específicas de ajudarmos o
  doente, especialmente os que sofrem de doenças
                     crônicas?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A mulher virtuosa
A mulher virtuosaA mulher virtuosa
A mulher virtuosa
Moisés Sampaio
 
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deusComo ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Introdução: Mulheres na Bíblia e eu
Introdução: Mulheres na Bíblia e euIntrodução: Mulheres na Bíblia e eu
Introdução: Mulheres na Bíblia e eu
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
O Propósito do Casamento
O Propósito do CasamentoO Propósito do Casamento
O Propósito do Casamento
Respirando Deus
 
Casamento vivendo uma aliança
Casamento   vivendo uma aliançaCasamento   vivendo uma aliança
Casamento vivendo uma aliança
Daniel M Junior
 
Lição 3: Mulheres na Bíblia Noemi e eu
Lição 3: Mulheres na Bíblia Noemi e euLição 3: Mulheres na Bíblia Noemi e eu
Lição 3: Mulheres na Bíblia Noemi e eu
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
07 (ok)mulher encurvada (libertação)
07  (ok)mulher encurvada (libertação)07  (ok)mulher encurvada (libertação)
07 (ok)mulher encurvada (libertação)
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
Palestra maturidade cristã
Palestra   maturidade cristãPalestra   maturidade cristã
Palestra maturidade cristã
Junior Cesar Santiago
 
reunião de alinhamento ministério infantil.pptx
reunião de alinhamento ministério infantil.pptxreunião de alinhamento ministério infantil.pptx
reunião de alinhamento ministério infantil.pptx
doterraces
 
Lição 1: Mulheres na Bíblia Débora e eu
Lição 1: Mulheres na Bíblia Débora e euLição 1: Mulheres na Bíblia Débora e eu
Lição 1: Mulheres na Bíblia Débora e eu
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Lição 5: Mulheres na Bíblia Miriã e eu
Lição 5: Mulheres na Bíblia Miriã e euLição 5: Mulheres na Bíblia Miriã e eu
Lição 5: Mulheres na Bíblia Miriã e eu
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Relacionamento Conjugal
Relacionamento ConjugalRelacionamento Conjugal
Relacionamento Conjugal
Vladimir de Siqueira
 
Mãe Modelo
Mãe ModeloMãe Modelo
Mãe Modelo
Eid Marques
 
Apostila palestra para casais
Apostila   palestra para casaisApostila   palestra para casais
Apostila palestra para casais
Construção Edificações
 
Palestra para Casais
Palestra para CasaisPalestra para Casais
Palestra para Casais
Sebastião Luiz Chagas
 
Estudo bíblico ação de graças
Estudo bíblico ação de graçasEstudo bíblico ação de graças
Estudo bíblico ação de graças
Daniel da Costa
 
A parábola das 10 virgens
A parábola das 10 virgensA parábola das 10 virgens
A parábola das 10 virgens
Antonio Maciel Santos
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
Moisés Sampaio
 
ministério_infantil_2015
ministério_infantil_2015ministério_infantil_2015
ministério_infantil_2015
rosihertel
 
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp0155647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
Autonoma
 

Mais procurados (20)

A mulher virtuosa
A mulher virtuosaA mulher virtuosa
A mulher virtuosa
 
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deusComo ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
 
Introdução: Mulheres na Bíblia e eu
Introdução: Mulheres na Bíblia e euIntrodução: Mulheres na Bíblia e eu
Introdução: Mulheres na Bíblia e eu
 
O Propósito do Casamento
O Propósito do CasamentoO Propósito do Casamento
O Propósito do Casamento
 
Casamento vivendo uma aliança
Casamento   vivendo uma aliançaCasamento   vivendo uma aliança
Casamento vivendo uma aliança
 
Lição 3: Mulheres na Bíblia Noemi e eu
Lição 3: Mulheres na Bíblia Noemi e euLição 3: Mulheres na Bíblia Noemi e eu
Lição 3: Mulheres na Bíblia Noemi e eu
 
07 (ok)mulher encurvada (libertação)
07  (ok)mulher encurvada (libertação)07  (ok)mulher encurvada (libertação)
07 (ok)mulher encurvada (libertação)
 
Palestra maturidade cristã
Palestra   maturidade cristãPalestra   maturidade cristã
Palestra maturidade cristã
 
reunião de alinhamento ministério infantil.pptx
reunião de alinhamento ministério infantil.pptxreunião de alinhamento ministério infantil.pptx
reunião de alinhamento ministério infantil.pptx
 
Lição 1: Mulheres na Bíblia Débora e eu
Lição 1: Mulheres na Bíblia Débora e euLição 1: Mulheres na Bíblia Débora e eu
Lição 1: Mulheres na Bíblia Débora e eu
 
Lição 5: Mulheres na Bíblia Miriã e eu
Lição 5: Mulheres na Bíblia Miriã e euLição 5: Mulheres na Bíblia Miriã e eu
Lição 5: Mulheres na Bíblia Miriã e eu
 
Relacionamento Conjugal
Relacionamento ConjugalRelacionamento Conjugal
Relacionamento Conjugal
 
Mãe Modelo
Mãe ModeloMãe Modelo
Mãe Modelo
 
Apostila palestra para casais
Apostila   palestra para casaisApostila   palestra para casais
Apostila palestra para casais
 
Palestra para Casais
Palestra para CasaisPalestra para Casais
Palestra para Casais
 
Estudo bíblico ação de graças
Estudo bíblico ação de graçasEstudo bíblico ação de graças
Estudo bíblico ação de graças
 
A parábola das 10 virgens
A parábola das 10 virgensA parábola das 10 virgens
A parábola das 10 virgens
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
 
ministério_infantil_2015
ministério_infantil_2015ministério_infantil_2015
ministério_infantil_2015
 
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp0155647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
 

Semelhante a Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu

01-FÉ VERDADEIRA.pptx
01-FÉ VERDADEIRA.pptx01-FÉ VERDADEIRA.pptx
01-FÉ VERDADEIRA.pptx
Clube Avent Orion Pe Ismael Diretor
 
34 hebreus 13
34 hebreus 1334 hebreus 13
Oracoes que trazem Cura - John Eckhardt.pdf
Oracoes que trazem Cura - John Eckhardt.pdfOracoes que trazem Cura - John Eckhardt.pdf
Oracoes que trazem Cura - John Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 
Mediunidade o que é isso apostila 030
Mediunidade o que é isso   apostila 030Mediunidade o que é isso   apostila 030
Mediunidade o que é isso apostila 030
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Coragem para mudar
Coragem para mudarCoragem para mudar
Coragem para mudar
Ailton Guimaraes
 
10 apostila [2]..
10 apostila [2]..10 apostila [2]..
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 10 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 10 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 10 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 10 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 10 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 10 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 10 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 10 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Jesus, médico de almas!
Jesus, médico de almas!Jesus, médico de almas!
Jesus, médico de almas!
Helio Cruz
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 10 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 10 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 10 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 10 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
79045020 reiki-2-geral
79045020 reiki-2-geral79045020 reiki-2-geral
79045020 reiki-2-geral
79045020 reiki-2-geral79045020 reiki-2-geral
Série Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens Ocultas
Série Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens OcultasSérie Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens Ocultas
Série Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens Ocultas
Ricardo Azevedo
 
Leitura E OraçãO
Leitura E OraçãOLeitura E OraçãO
Leitura E OraçãO
Grupo Espírita Cristão
 
O médico Jesus
O médico JesusO médico Jesus
O médico Jesus
Irene Muttoni Rabaiolli
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 08 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 08 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 08 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 08 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 08 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 08 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 08 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 08 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Lição 7: Mulheres na Bíblia Maria e eu
Lição 7: Mulheres na Bíblia Maria e euLição 7: Mulheres na Bíblia Maria e eu
Lição 7: Mulheres na Bíblia Maria e eu
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Boletim informativo set2015
Boletim informativo set2015Boletim informativo set2015
Boletim informativo set2015
fespiritacrista
 
Coragem para mudar 2019
Coragem para mudar 2019Coragem para mudar 2019
Coragem para mudar 2019
Ailton Guimaraes
 

Semelhante a Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu (20)

01-FÉ VERDADEIRA.pptx
01-FÉ VERDADEIRA.pptx01-FÉ VERDADEIRA.pptx
01-FÉ VERDADEIRA.pptx
 
34 hebreus 13
34 hebreus 1334 hebreus 13
34 hebreus 13
 
Oracoes que trazem Cura - John Eckhardt.pdf
Oracoes que trazem Cura - John Eckhardt.pdfOracoes que trazem Cura - John Eckhardt.pdf
Oracoes que trazem Cura - John Eckhardt.pdf
 
Mediunidade o que é isso apostila 030
Mediunidade o que é isso   apostila 030Mediunidade o que é isso   apostila 030
Mediunidade o que é isso apostila 030
 
Coragem para mudar
Coragem para mudarCoragem para mudar
Coragem para mudar
 
10 apostila [2]..
10 apostila [2]..10 apostila [2]..
10 apostila [2]..
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 10 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 10 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 10 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 10 doc
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 10 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 10 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 10 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 10 doc
 
Jesus, médico de almas!
Jesus, médico de almas!Jesus, médico de almas!
Jesus, médico de almas!
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 10 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 10 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 10 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 10 doc
 
79045020 reiki-2-geral
79045020 reiki-2-geral79045020 reiki-2-geral
79045020 reiki-2-geral
 
79045020 reiki-2-geral
79045020 reiki-2-geral79045020 reiki-2-geral
79045020 reiki-2-geral
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens Ocultas
Série Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens OcultasSérie Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens Ocultas
Série Evangelho no Lar - Cap. 24 - Vantagens Ocultas
 
Leitura E OraçãO
Leitura E OraçãOLeitura E OraçãO
Leitura E OraçãO
 
O médico Jesus
O médico JesusO médico Jesus
O médico Jesus
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 08 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 08 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 08 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 08 doc
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 08 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 08 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 08 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 08 doc
 
Lição 7: Mulheres na Bíblia Maria e eu
Lição 7: Mulheres na Bíblia Maria e euLição 7: Mulheres na Bíblia Maria e eu
Lição 7: Mulheres na Bíblia Maria e eu
 
Boletim informativo set2015
Boletim informativo set2015Boletim informativo set2015
Boletim informativo set2015
 
Coragem para mudar 2019
Coragem para mudar 2019Coragem para mudar 2019
Coragem para mudar 2019
 

Mais de Igreja Adventista do Sétimo Dia

Inspirações sobre a mães
Inspirações sobre a mãesInspirações sobre a mães
Inspirações sobre a mães
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Estudio Apocalipsis
Estudio ApocalipsisEstudio Apocalipsis
4. Bullying: lidando com o mal século
4. Bullying: lidando com o mal século4. Bullying: lidando com o mal século
4. Bullying: lidando com o mal século
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
3. Como conquistar a confiança do seu adolescente
3. Como conquistar a confiança do seu adolescente3. Como conquistar a confiança do seu adolescente
3. Como conquistar a confiança do seu adolescente
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
2. Como fortalecer os relacionamentos na família
2. Como fortalecer os relacionamentos na família2. Como fortalecer os relacionamentos na família
2. Como fortalecer os relacionamentos na família
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
1. Como fortalecer a fé do adolescente
1. Como fortalecer a fé do adolescente1. Como fortalecer a fé do adolescente
1. Como fortalecer a fé do adolescente
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
5. Despertar o sentido vida: missão
5. Despertar o sentido vida: missão5. Despertar o sentido vida: missão
5. Despertar o sentido vida: missão
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Familia feliz
Familia felizFamilia feliz
Estudo Bíblico Fique Leve
Estudo Bíblico Fique LeveEstudo Bíblico Fique Leve
Estudo Bíblico Fique Leve
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Revista acordes
Revista acordesRevista acordes
A Verdade para o tempo do Fim
A Verdade para o tempo do FimA Verdade para o tempo do Fim
A Verdade para o tempo do Fim
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Biblia mais PDF
Biblia mais PDFBiblia mais PDF
PPT - Guia do Aspirante 07
PPT - Guia do Aspirante 07PPT - Guia do Aspirante 07
PPT - Guia do Aspirante 07
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 08
PPT - Guia do Aspirante 08PPT - Guia do Aspirante 08
PPT - Guia do Aspirante 08
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 05
PPT - Guia do Aspirante 05PPT - Guia do Aspirante 05
PPT - Guia do Aspirante 05
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 06
PPT - Guia do Aspirante 06PPT - Guia do Aspirante 06
PPT - Guia do Aspirante 06
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 03
PPT - Guia do Aspirante 03PPT - Guia do Aspirante 03
PPT - Guia do Aspirante 03
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 04
PPT - Guia do Aspirante 04PPT - Guia do Aspirante 04
PPT - Guia do Aspirante 04
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
PPT - Guia do Aspirante 02
PPT - Guia do Aspirante 02PPT - Guia do Aspirante 02
PPT - Guia do Aspirante 02
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 

Mais de Igreja Adventista do Sétimo Dia (20)

Inspirações sobre a mães
Inspirações sobre a mãesInspirações sobre a mães
Inspirações sobre a mães
 
Estudio Apocalipsis
Estudio ApocalipsisEstudio Apocalipsis
Estudio Apocalipsis
 
4. Bullying: lidando com o mal século
4. Bullying: lidando com o mal século4. Bullying: lidando com o mal século
4. Bullying: lidando com o mal século
 
3. Como conquistar a confiança do seu adolescente
3. Como conquistar a confiança do seu adolescente3. Como conquistar a confiança do seu adolescente
3. Como conquistar a confiança do seu adolescente
 
2. Como fortalecer os relacionamentos na família
2. Como fortalecer os relacionamentos na família2. Como fortalecer os relacionamentos na família
2. Como fortalecer os relacionamentos na família
 
1. Como fortalecer a fé do adolescente
1. Como fortalecer a fé do adolescente1. Como fortalecer a fé do adolescente
1. Como fortalecer a fé do adolescente
 
5. Despertar o sentido vida: missão
5. Despertar o sentido vida: missão5. Despertar o sentido vida: missão
5. Despertar o sentido vida: missão
 
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
Manual Prático de Marca da IASD [Versão 1.2]
 
Familia feliz
Familia felizFamilia feliz
Familia feliz
 
Estudo Bíblico Fique Leve
Estudo Bíblico Fique LeveEstudo Bíblico Fique Leve
Estudo Bíblico Fique Leve
 
Revista acordes
Revista acordesRevista acordes
Revista acordes
 
A Verdade para o tempo do Fim
A Verdade para o tempo do FimA Verdade para o tempo do Fim
A Verdade para o tempo do Fim
 
Biblia mais PDF
Biblia mais PDFBiblia mais PDF
Biblia mais PDF
 
PPT - Guia do Aspirante 07
PPT - Guia do Aspirante 07PPT - Guia do Aspirante 07
PPT - Guia do Aspirante 07
 
PPT - Guia do Aspirante 08
PPT - Guia do Aspirante 08PPT - Guia do Aspirante 08
PPT - Guia do Aspirante 08
 
PPT - Guia do Aspirante 05
PPT - Guia do Aspirante 05PPT - Guia do Aspirante 05
PPT - Guia do Aspirante 05
 
PPT - Guia do Aspirante 06
PPT - Guia do Aspirante 06PPT - Guia do Aspirante 06
PPT - Guia do Aspirante 06
 
PPT - Guia do Aspirante 03
PPT - Guia do Aspirante 03PPT - Guia do Aspirante 03
PPT - Guia do Aspirante 03
 
PPT - Guia do Aspirante 04
PPT - Guia do Aspirante 04PPT - Guia do Aspirante 04
PPT - Guia do Aspirante 04
 
PPT - Guia do Aspirante 02
PPT - Guia do Aspirante 02PPT - Guia do Aspirante 02
PPT - Guia do Aspirante 02
 

Último

A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 

Último (15)

A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 

Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu

  • 1. “A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho.” Salmo 119:105
  • 2. Texto Bíblico: Lucas 1 e 2 Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido Introdução A mulher nesta história sofria há 12 anos, não apenas em decorrência da enfermidade, mas também pelo isolamento. Naqueles dias, ela era virtualmente uma proscrita; todo aquele e tudo o que a tocasse era considerado cerimonialmente impuro. Nesse contexto, o toque era um símbolo significativo.
  • 3. Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido Esta é uma história a respeito de cura. Deus nos promete curar. Para alguns, a cura talvez não ocorra nesta terra. Por fim, a verdadeira cura – a cura que irá curar até mesmo aqueles que não sofrem de enfermidades físicas – ocorrerá não aqui, mas no céu.
  • 4. Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido Descobrir • Seus Fracassos em Encontrar Ajuda. • Sua Fé e Persistência. • Sua Alegria.
  • 5. Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido Aprofundar o Conhecimento 1. Qual foi a experiência anterior dessa mulher na busca de ajuda? (Marcos 5:25-26; Mateus 9:20; Lucas 8:43) 2. Por quanto tempo ela estivera doente? (Mateus 9:20; Marcos 5:25; Lucas 8:43) 3. Sua perspectiva de cura havia desvanecido e ela agora sentia que lhe restava apenas uma esperança. Qual? (Mateus 9:21)
  • 6. Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido 4. A multidão comprimia Jesus e isso tornava difícil alcançá-Lo. O que a mulher fez? (Marcos 5:27-28; Lucas 8:44) 5. Qual foi a resposta imediata de Jesus? (Marcos 5:30; Lucas 8:45) 6. Como os discípulos reagiram a essa pergunta? (Marcos 5:31; Lucas 8:45)
  • 7. Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido 7. Como sua condição física mudou depois de tocar o manto de Jesus? (Lucas 8:44) 8. Ajoelhando-se diante do Mestre, ela confessou que fora a que O tocara. Como você imagina que ela se sentiu quando fez isso? (Marcos 5:33) 9. Com quais palavras de bênção Jesus pronunciou que ela estava curada? (Mateus 9:22; Marcos 5:34; Lucas 8:48)
  • 8. Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido Aplicação para os Nossos Dias 10. Em sua opinião, quando é apropriado que nos acheguemos corajosamente a Jesus para pedir- Lhe a cura de nossa enfermidades e quando isso pode não ser apropriado? Por quê? 11. Será que algumas vezes nos aproximados dEle com hesitação, talvez constrangidas ou temerosas? Quais poderiam ser os motivos? Como podemos eliminar esses sentimentos?
  • 9. Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido Perguntas para Discussão 1. Em sua opinião, por que Jesus soube que alguém O havia tocado? O que tornou esse toque diferente dos demais? 2. Por que a mulher teve medo de admitir que fora ela na multidão que O tocara e fora curada?
  • 10. Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido Palavras de Sabedoria Essa mulher deve ter ficado muito desesperada. Deixando para trás os médicos de seus dias, ela buscou ajuda nAquele que havia curado tantas pessoas. Não desejando chamar a atenção para si mesma, ela buscou tocá-lo no anonimato. Imagine seu constrangimento quando a atenção de todos se voltou para ela.
  • 11. Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido Humildemente e agradecida, admitiu que fora ela que recebera o poder de cura ao tocar o manto de Jesus. Sua vida foi transformada por sua fé. Cristo compreendeu o anelo de seu coração assim como Ele compreende o anelo de nosso coração hoje.
  • 12. Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido Minha Oração Hoje Hoje, querido Deus, nós também buscamos cura para as enfermidades da vida que nos têm acometido. Quer elas sejam emocionais, físicas ou espirituais, pedimos-Te que as remova de nós e que nos permita prosseguir com saúde. Agradecemos-Te pelas preciosas promessas de cura que Tu nos dás.
  • 13. Uma Bela História a Respeito de uma Mulher Cujo Nome é Desconhecido Compartilhar Cada uma de nós conhece mulheres em nosso círculo de amizades e conhecidos que estão passando por necessidade de ajuda quando estão doentes. Podemos levá-las para uma consulta médica; levar-lhes um pão ou o prato principal; ajudá-las com a roupa para lavar, com a limpeza da casa ou com as compras; ou até mesmo cuidar de um animal de estimação. Algumas vezes, o simples fato de passar tempo com elas ou dar- lhe um abraço é a dádiva maior que lhes podemos conceder. A dádiva de nosso tempo conta muito. Quais são algumas formas específicas de ajudarmos o doente, especialmente os que sofrem de doenças crônicas?