SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Básica D. Manuel I – TAVIRA
                                     Ano letivo 2011/2012

                                     Língua Portuguesa
  Leitura Orientada da obra Sexta Feira ou a vida selvagem, de
                        Michel Tournier


(Análise do capítulo 14 a 33)

  1.   Comenta as diferenças entre Robinson e o Índio.

  2.   Presta atenção aos seguintes verbos: «cozer pão» e «coser as roupas».
       2.1.Que nome se dá às palavras que se pronunciam da mesma maneira, mas
          têm significados diferentes?
       2.2. Indica   que outras relações se podem estabelecer entre palavras
          idênticas e dá exemplos.

  3. Dependendo das situações, Sexta-Feira assumia diferentes papéis. Une as
       palavras da coluna da esquerda às da coluna da direita de acordo com as
       informações do texto.

                 SEXTA-FEIRA
                                          QUANDO            ROBINSON
                     ERA
                                             
                       batedor                             era general
                                             
                     mata-moscas                             orava
                                             
                       pedreiro                            construía
                                             
                       sacristão                             viajava
                                             
                        soldado                              caçava
                                             
                     transportador                           dormia

  4.   Comenta a frase: «Sexta-Feira trabalhava arduamente e Robinson reinava
       como um senhor».

  5. Imagina que tanto Robinson como Sexta-Feira tinham um diário. Como
       descreveria cada um deles a cena da explosão?
6. Faz a classificação sintática das seguintes frases:
      6.1.Sexta-Feira atirava as bolas às pernas das cabras.
      6.2.O cão remexia nos maciços dos arbustos.

7. Depois da primeira, seguiu-se a segunda explosão. O que a provocou?

8.    Mostra, através de exemplos, que a explosão quebrou os laços de
      submissão e autoritarismo.

9. Sexta-Feira havia sido responsável por toda aquela destruição.
      9.1.Qual a atitude de Robinson perante este facto?
      9.2.Como justificas a sua reação? Exemplifica com excertos do texto.

10.A explosão deu origem a uma nova fase nas vidas de Robinson e Sexta-
      Feira. Indica as principais características de ambos, antes e depois deste
      momento.

11. A primeira discussão entre Robinson e Sexta-Feira teve lugar depois da
      explosão.
      11.1.Por que razão nunca acontecera anteriormente?
      11.2.Qual o motivo da primeira discussão?
      11.3.Como resolveram o assunto?
      11.4.Seriam eles verdadeiros amigos?

12.   Explica a expressividade e intencionalidade da resposta de Sexta-Feira:
      «… a espingarda é a maneira mais feia de queimar a pólvora. Quando está
      fechada na câmara da carabina, ela grita e torna-se má. Quando a deixam
      em liberdade, é bela e silenciosa».

13.Classifica morfologicamente as palavras destacadas:
      a)   O seu método era simples.
      b)   Mostrou-lhe depois um cabrito.
      c)   Sim, é um malmequer.
      d)   Ai! Ai! Ai!
      e)   Quando era o dono da ilha.
14.Qual a ave que apareceu na ilha?
      14.1.O que veio esta perturbar?
      14.2.Como   solucionaram eles este problema?

15.«O grande bode morreu salvando-me, mas dentro em breve vou fazê-lo
      voar e cantar.»
      15.1.O que quereria Sexta-Feira dizer com isto?
      15.2.Conseguiu atingir os objetivos a que se propunha? Justifica com
           expressões do texto.

16.Robinson tinha uma fobia.
      16.1.Qual?
      16.2.De que forma a tentava superar?

17.Presta atenção às frases que se seguem:
      a) Robinson deixara em York a mulher e dois filhos.
      b)   Quando chegou perto do bode, o animal baixou a cabeça e bodejou um
           tom surdo.
      c) Robinson demorou vários dias a transportar na sua jangada e a levar
           para terra todos aqueles explosivos.
      d) Um caranguejo gigantesco que serrava, com as pinças, um coco.
      e) Atou com lianas uma dúzia de toros.
      f) Por fim, encontrou no camarote do imediato uma Bíblia em bom estado.

18.   Identifica os recursos expressivos presentes nas seguintes frases.
      Explica a expressividade de cada um deles.
      a) «O temporal rugia lá fora.»
      b) «Uma onda rolou pelo areal molhado e veio lamber-lhe os pés.»
      c) «As árvores choram, os rochedos choram, as nuvens choram.»
      d) «Imóvel como uma grande estátua coberta de pelos.»
      e) «Magra como um pássaro depenado.»
      f) «Pareciam a máscara de um animal»
      g) O arrozal, que brilhava ao sol como um espelho líquido.»

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Ficha de verificação de leitura sexta-feira ou a vida selvagem
Ficha de verificação de leitura sexta-feira ou a vida selvagemFicha de verificação de leitura sexta-feira ou a vida selvagem
Ficha de verificação de leitura sexta-feira ou a vida selvagem
Tiago Simões Caroço
 
Sexta feira ou a vida selvagem
Sexta feira ou a vida selvagemSexta feira ou a vida selvagem
Sexta feira ou a vida selvagem
PC DOCTOR INFO
 
7º ano
7º ano7º ano
7º ano
Zaara Miranda
 
8. ciencia e fe 1
8. ciencia e fe 18. ciencia e fe 1
A CIENCIA E A FÉ
A CIENCIA E A FÉA CIENCIA E A FÉ
A CIENCIA E A FÉ
Prof. Oliveira Andrade
 
El hombre light1
El hombre light1El hombre light1
El hombre light1
juventudahora
 
308 fé e ciência
308 fé e ciência308 fé e ciência
308 fé e ciência
picaofernanda
 
Teste 7º ano fevereiro 2014 FRANCES
Teste 7º ano fevereiro 2014 FRANCESTeste 7º ano fevereiro 2014 FRANCES
Teste 7º ano fevereiro 2014 FRANCES
ildamaria
 
Sexta feira ou vida selvagem
Sexta feira ou vida selvagemSexta feira ou vida selvagem
Sexta feira ou vida selvagem
fantas45
 
Sexta Feira ou Vida Selvagem, Michel Tournier
Sexta Feira ou Vida Selvagem, Michel TournierSexta Feira ou Vida Selvagem, Michel Tournier
Sexta Feira ou Vida Selvagem, Michel Tournier
liofer21
 
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatrizSexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
fantas45
 
Ficha verificação de leitura alienista
 Ficha verificação de leitura alienista Ficha verificação de leitura alienista
Ficha verificação de leitura alienista
Sameiro Rocha
 
Modelo de pesquisa e tratamento da informação the big 6- slideshare
Modelo de pesquisa e tratamento da informação   the big 6- slideshareModelo de pesquisa e tratamento da informação   the big 6- slideshare
Modelo de pesquisa e tratamento da informação the big 6- slideshare
assuncaoribeiromarques1
 
Como fazer um Blog por Assunção Ribeiro
Como fazer um Blog por Assunção RibeiroComo fazer um Blog por Assunção Ribeiro
Como fazer um Blog por Assunção Ribeiro
assuncaoribeiromarques1
 
Os direitos inalienáveis do leitor
Os direitos inalienáveis do leitorOs direitos inalienáveis do leitor
Os direitos inalienáveis do leitor
assuncaoribeiromarques1
 
Direitos autorais e referenciação bibliográfica
Direitos autorais e referenciação bibliográficaDireitos autorais e referenciação bibliográfica
Direitos autorais e referenciação bibliográfica
assuncaoribeiromarques1
 
Ficha de exercícios
Ficha de exercíciosFicha de exercícios
Ficha de exercícios
anarsantos8
 

Destaque (17)

Ficha de verificação de leitura sexta-feira ou a vida selvagem
Ficha de verificação de leitura sexta-feira ou a vida selvagemFicha de verificação de leitura sexta-feira ou a vida selvagem
Ficha de verificação de leitura sexta-feira ou a vida selvagem
 
Sexta feira ou a vida selvagem
Sexta feira ou a vida selvagemSexta feira ou a vida selvagem
Sexta feira ou a vida selvagem
 
7º ano
7º ano7º ano
7º ano
 
8. ciencia e fe 1
8. ciencia e fe 18. ciencia e fe 1
8. ciencia e fe 1
 
A CIENCIA E A FÉ
A CIENCIA E A FÉA CIENCIA E A FÉ
A CIENCIA E A FÉ
 
El hombre light1
El hombre light1El hombre light1
El hombre light1
 
308 fé e ciência
308 fé e ciência308 fé e ciência
308 fé e ciência
 
Teste 7º ano fevereiro 2014 FRANCES
Teste 7º ano fevereiro 2014 FRANCESTeste 7º ano fevereiro 2014 FRANCES
Teste 7º ano fevereiro 2014 FRANCES
 
Sexta feira ou vida selvagem
Sexta feira ou vida selvagemSexta feira ou vida selvagem
Sexta feira ou vida selvagem
 
Sexta Feira ou Vida Selvagem, Michel Tournier
Sexta Feira ou Vida Selvagem, Michel TournierSexta Feira ou Vida Selvagem, Michel Tournier
Sexta Feira ou Vida Selvagem, Michel Tournier
 
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatrizSexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
 
Ficha verificação de leitura alienista
 Ficha verificação de leitura alienista Ficha verificação de leitura alienista
Ficha verificação de leitura alienista
 
Modelo de pesquisa e tratamento da informação the big 6- slideshare
Modelo de pesquisa e tratamento da informação   the big 6- slideshareModelo de pesquisa e tratamento da informação   the big 6- slideshare
Modelo de pesquisa e tratamento da informação the big 6- slideshare
 
Como fazer um Blog por Assunção Ribeiro
Como fazer um Blog por Assunção RibeiroComo fazer um Blog por Assunção Ribeiro
Como fazer um Blog por Assunção Ribeiro
 
Os direitos inalienáveis do leitor
Os direitos inalienáveis do leitorOs direitos inalienáveis do leitor
Os direitos inalienáveis do leitor
 
Direitos autorais e referenciação bibliográfica
Direitos autorais e referenciação bibliográficaDireitos autorais e referenciação bibliográfica
Direitos autorais e referenciação bibliográfica
 
Ficha de exercícios
Ficha de exercíciosFicha de exercícios
Ficha de exercícios
 

Semelhante a Leitura orientada da obra: Sexta-feira ou a vida selvagem - Cap. 14 a 33

cap-14a33 Robsin Crusoe leitura orientada.doc
cap-14a33 Robsin Crusoe leitura orientada.doccap-14a33 Robsin Crusoe leitura orientada.doc
cap-14a33 Robsin Crusoe leitura orientada.doc
Clara César Pereira
 
Prova.matriz de referência de língua portuguesa
Prova.matriz de referência de língua portuguesaProva.matriz de referência de língua portuguesa
Prova.matriz de referência de língua portuguesa
Atividades Diversas Cláudia
 
cap-1a13-Robsin Crusoe leitura orientada.doc
cap-1a13-Robsin Crusoe leitura orientada.doccap-1a13-Robsin Crusoe leitura orientada.doc
cap-1a13-Robsin Crusoe leitura orientada.doc
Clara César Pereira
 
Teste 9 º ano 2º p
Teste 9 º ano 2º pTeste 9 º ano 2º p
Teste 9 º ano 2º p
profcc
 
Simulado 1°ano- 1° Dia
Simulado 1°ano- 1° DiaSimulado 1°ano- 1° Dia
Simulado 1°ano- 1° Dia
Danielly26
 
romeu e juliaemsdmmdkdkmddkkddkkdkdjkdta.pptx
romeu e juliaemsdmmdkdkmddkkddkkdkdjkdta.pptxromeu e juliaemsdmmdkdkmddkkddkkdkdjkdta.pptx
romeu e juliaemsdmmdkdkmddkkddkkdkdjkdta.pptx
analuxx12
 
Prova internet-pssi-2006
Prova internet-pssi-2006Prova internet-pssi-2006
Prova internet-pssi-2006
Lucas Ferreira
 
Estudos independentes 2 ano
Estudos independentes 2 anoEstudos independentes 2 ano
Estudos independentes 2 ano
Atividades Diversas Cláudia
 

Semelhante a Leitura orientada da obra: Sexta-feira ou a vida selvagem - Cap. 14 a 33 (8)

cap-14a33 Robsin Crusoe leitura orientada.doc
cap-14a33 Robsin Crusoe leitura orientada.doccap-14a33 Robsin Crusoe leitura orientada.doc
cap-14a33 Robsin Crusoe leitura orientada.doc
 
Prova.matriz de referência de língua portuguesa
Prova.matriz de referência de língua portuguesaProva.matriz de referência de língua portuguesa
Prova.matriz de referência de língua portuguesa
 
cap-1a13-Robsin Crusoe leitura orientada.doc
cap-1a13-Robsin Crusoe leitura orientada.doccap-1a13-Robsin Crusoe leitura orientada.doc
cap-1a13-Robsin Crusoe leitura orientada.doc
 
Teste 9 º ano 2º p
Teste 9 º ano 2º pTeste 9 º ano 2º p
Teste 9 º ano 2º p
 
Simulado 1°ano- 1° Dia
Simulado 1°ano- 1° DiaSimulado 1°ano- 1° Dia
Simulado 1°ano- 1° Dia
 
romeu e juliaemsdmmdkdkmddkkddkkdkdjkdta.pptx
romeu e juliaemsdmmdkdkmddkkddkkdkdjkdta.pptxromeu e juliaemsdmmdkdkmddkkddkkdkdjkdta.pptx
romeu e juliaemsdmmdkdkmddkkddkkdkdjkdta.pptx
 
Prova internet-pssi-2006
Prova internet-pssi-2006Prova internet-pssi-2006
Prova internet-pssi-2006
 
Estudos independentes 2 ano
Estudos independentes 2 anoEstudos independentes 2 ano
Estudos independentes 2 ano
 

Leitura orientada da obra: Sexta-feira ou a vida selvagem - Cap. 14 a 33

  • 1. Escola Básica D. Manuel I – TAVIRA Ano letivo 2011/2012 Língua Portuguesa Leitura Orientada da obra Sexta Feira ou a vida selvagem, de Michel Tournier (Análise do capítulo 14 a 33) 1. Comenta as diferenças entre Robinson e o Índio. 2. Presta atenção aos seguintes verbos: «cozer pão» e «coser as roupas». 2.1.Que nome se dá às palavras que se pronunciam da mesma maneira, mas têm significados diferentes? 2.2. Indica que outras relações se podem estabelecer entre palavras idênticas e dá exemplos. 3. Dependendo das situações, Sexta-Feira assumia diferentes papéis. Une as palavras da coluna da esquerda às da coluna da direita de acordo com as informações do texto. SEXTA-FEIRA QUANDO ROBINSON ERA  batedor  era general  mata-moscas  orava  pedreiro  construía  sacristão  viajava  soldado  caçava  transportador  dormia 4. Comenta a frase: «Sexta-Feira trabalhava arduamente e Robinson reinava como um senhor». 5. Imagina que tanto Robinson como Sexta-Feira tinham um diário. Como descreveria cada um deles a cena da explosão?
  • 2. 6. Faz a classificação sintática das seguintes frases: 6.1.Sexta-Feira atirava as bolas às pernas das cabras. 6.2.O cão remexia nos maciços dos arbustos. 7. Depois da primeira, seguiu-se a segunda explosão. O que a provocou? 8. Mostra, através de exemplos, que a explosão quebrou os laços de submissão e autoritarismo. 9. Sexta-Feira havia sido responsável por toda aquela destruição. 9.1.Qual a atitude de Robinson perante este facto? 9.2.Como justificas a sua reação? Exemplifica com excertos do texto. 10.A explosão deu origem a uma nova fase nas vidas de Robinson e Sexta- Feira. Indica as principais características de ambos, antes e depois deste momento. 11. A primeira discussão entre Robinson e Sexta-Feira teve lugar depois da explosão. 11.1.Por que razão nunca acontecera anteriormente? 11.2.Qual o motivo da primeira discussão? 11.3.Como resolveram o assunto? 11.4.Seriam eles verdadeiros amigos? 12. Explica a expressividade e intencionalidade da resposta de Sexta-Feira: «… a espingarda é a maneira mais feia de queimar a pólvora. Quando está fechada na câmara da carabina, ela grita e torna-se má. Quando a deixam em liberdade, é bela e silenciosa». 13.Classifica morfologicamente as palavras destacadas: a) O seu método era simples. b) Mostrou-lhe depois um cabrito. c) Sim, é um malmequer. d) Ai! Ai! Ai! e) Quando era o dono da ilha.
  • 3. 14.Qual a ave que apareceu na ilha? 14.1.O que veio esta perturbar? 14.2.Como solucionaram eles este problema? 15.«O grande bode morreu salvando-me, mas dentro em breve vou fazê-lo voar e cantar.» 15.1.O que quereria Sexta-Feira dizer com isto? 15.2.Conseguiu atingir os objetivos a que se propunha? Justifica com expressões do texto. 16.Robinson tinha uma fobia. 16.1.Qual? 16.2.De que forma a tentava superar? 17.Presta atenção às frases que se seguem: a) Robinson deixara em York a mulher e dois filhos. b) Quando chegou perto do bode, o animal baixou a cabeça e bodejou um tom surdo. c) Robinson demorou vários dias a transportar na sua jangada e a levar para terra todos aqueles explosivos. d) Um caranguejo gigantesco que serrava, com as pinças, um coco. e) Atou com lianas uma dúzia de toros. f) Por fim, encontrou no camarote do imediato uma Bíblia em bom estado. 18. Identifica os recursos expressivos presentes nas seguintes frases. Explica a expressividade de cada um deles. a) «O temporal rugia lá fora.» b) «Uma onda rolou pelo areal molhado e veio lamber-lhe os pés.» c) «As árvores choram, os rochedos choram, as nuvens choram.» d) «Imóvel como uma grande estátua coberta de pelos.» e) «Magra como um pássaro depenado.» f) «Pareciam a máscara de um animal» g) O arrozal, que brilhava ao sol como um espelho líquido.»