SlideShare uma empresa Scribd logo
A LENDA DA VITÓRIA RÉGIA 
Os índios das tribos da Amazônia contavam que a Lua, todas as vezes que desaparecia 
por detrás das montanhas, escolhia uma jovem índia e a transformava em uma estrela, 
que passava a brilhar no céu. 
Naiá, uma bela indígena, tinha um sonho: ser escolhida por Jaci (a Lua), para ser 
transformada em uma estrela cintilante. Todas as noites, ela caminhava pela floresta até 
o amanhecer e suplicava. 
- Ó Jaci, eu desejo ser transformada em estrela. Por favor, me escolha! 
Mas a Lua não ouvia os seus pedidos e ela se entristecia cada vez mais. 
Uma noite, muito cansada de tanto andar, Naiá sentou-se à beira de um lago e viu a 
imagem da Lua refletida em suas águas. Atraída pela luz da Lua, a jovem atirou-se ao 
lago, desaparecendo... 
Ela foi procurada por sua gente durante semanas inteiras, mas, para a tristeza de 
todos, não reapareceu. Jaci, então, com pena da jovem índia, transformou-a em uma 
belíssima flor, a vitória-régia, que só abre suas longas pétalas quando a luz da Lua 
ilumina o céu. (Estórias e lendas da Amazônia). 
1. Qual é o gênero do texto? 
(A) Piada. (B) Conto fantasioso. (C) Notícia. (D) Romance. 
Justifique sua resposta. 
2. Qual é a tipologia textual? 
(A) Tipologia narrativa. (B) Tipologia descritiva. 
(C) Tipologia dissertativa. (D) Tipologia, totalmente, dialogal. 
Justifique sua resposta. 
3. Com base no 1º parágrafo, responda: 
a) Quem contava? 
b) Contava o quê? 
c) Quem desaparecia e escolhia? 
d) Escolhia o quê? 
4. Com base no 2º parágrafo, responda: 
a) Quem era Naiá? 
b) Qual era o sonho de Naiá? 
c) O que Naiá fazia para realizar seu sonho? 
5. Copie o único trecho do texto que não é a fala do narrador. 
6. A quem pertence a fala que você copiou como resposta da questão 5? 
7. No princípio, a Lua ouvia Naiá? Justifique. 
8. O que fica subentendido no trecho: "Atraída pela luz, a jovem atirou-se ao lago, 
desaparecendo..." 
9. Copie o trecho, no último parágrafo, que justifica a sua resposta na questão 8. 
10. Qual foi o desfecho do texto? 
11. Qual é a função do travessão no texto? 
12. Quem é Jaci? 
13. Esta história é real ou fictícia? Por quê? 
14. Você conhece alguma outra lenda? Qual? 
15. Este texto está em 1ª. ou 3ª. pessoa? Explique.
BALEIA E GOLFINHO FICAM LIGADOS QUANDO DORMEM 
Como golfinhos e baleias dormem se têm de subir para respirar na superfície? 
Eles só dormem na superfície da água. Há mais de uma teoria para explicar o 
sono desses bichos. "A mais aceita delas diz que eles não dormem por muito tempo, 
mas fazem vários pequenos cochilos, principalmente durante a noite", conta [...] 
Eduardo Secchi, da Fundação Universidade do Rio Grande do Sul. Se dormirem no 
ponto, os inimigos aproveitam a distração para atacar. 
Mas as baleias não ficam totalmente paradas na superfície. Elas fazem pequenos 
movimentos para se estabilizar. Isso fortalece outra teoria. Alguns pesquisadores 
acreditam que os dois hemisférios do cérebro das baleias e golfinhos funcionam 
independentemente: enquanto um trabalha, o outro descansa. Assim, esses animais 
nunca estariam totalmente adormecidos. 
Revista Superinteressante. In: BELTRÃO, Eliana Santos; GORDILHO, Tereza. Diálogo 
língua portuguesa. São Paulo: FTD, 2009. 
Responda às questões 1 a 8 com base no texto: 
1. Qual é o gênero do texto acima? 
(A) Poético. (B) Romance. (C) Explicativo. (D) Piada. 
2. No período "Eles só dormem na superfície da água", a quem se refere a expressão 
"eles"? 
3. Quantas teorias o texto apresenta sobre o sono das baleias e golfinhos? 
4. Qual é a primeira teoria sobre o assunto? 
5. Qual é a segunda teoria? 
6. Como podem ser classificados os substantivos "baleia e golfinho"? 
7. Quais são os substantivos próprios que aparecem no texto? 
8. Identifique o praticante de cada ação e faça a classificação do tipo de sujeito. 
a) dormem b) conta c) aproveitam d) acreditam 
9. Escreva dois substantivos derivados para cada substantivo primitivo abaixo. 
a) terra b) livro c) pedra d) rio e) carro f) casa 
10. Forme substantivos compostos a partir dos seguintes substantivos simples. 
a) maça b) peixe c) pé d) cana e) galo f) couve g) bicho 
11. Forme substantivos abstratos a partir dos seguintes verbos. 
a) formar b) lamentar c) corrigir d) agir 
12. Os substantivos "sono, cochilos e distração" podem ser classificados em: 
(A) concretos. (B) abstratos. (C) próprios. (D) derivados. 
13. Identifique o tipo de sujeito das orações abaixo. 
a) Os meninos e as meninas jogaram voleibol. 
b) O professor corrigiu as redações. 
c) Os alunos ficaram cansados. 
d) As meninas estavam dançando. 
e) Canetas e cadernos são instrumentos para o sucesso das crianças. 
14. Identifique o tipo de frase abaixo: exclamativa, declarativa, interrogativa ou 
imperativa. 
a) Feche a porta, por favor! 
b) Quem está batendo na mesa? 
c) Fiz as tarefas durante a noite. 
d) Devolva esse livro já! 
e) Vou brincar com meus amigos. 
f) Alguém fez a lição de casa? 
g) Socorro! 
h) Não acredito que você fez isso! 
15. Escreva o nome de: 
a) sua escola b) sua cidade c) seu pai 
16. Como se classificam os substantivos que você usou para completar a questão 
anterior?
Cruzadinha sobre os tipos de sujeito 
1. Termo da oração sobre o qual se declara algo é o ... 
2. Possui apenas um núcleo é o sujeito... 
3. Possui mais de um núcleo é o sujeito... 
4. Não aparece na oração, mas é possível identificá-lo pela terminação verbal, 
é o sujeito... 
5. Com verbos fenômenos da natureza é oração... 
6. Sujeito oculto também pode ser chamado de ... 
7. Aquele que não está expresso na oração, porque não se quer ou não se 
pode determinar quem é ele. É o sujeito... 
8. Na oração “Meninos e meninas escreveram uma redação”. O sujeito é... 
9. Na oração “Fomos à festa”. O sujeito é... 
10. Na oração “É verão”. O sujeito é... 
11. Na oração “Fiquei em casa”. O sujeito é... 
12. O sujeito oculto ou desinencial também pode ser chamado de... 
13. Na oração “Lápis e canetas são instrumentos necessários para as 
crianças”. O sujeito é... 
14. Na oração “Falo apenas a verdade”. O sujeito é... 
1 
T 
2 
I 
3 
P 
4 
O 
5 
S 
6 
D 
7 
E 
8 
S 
9 
U 
10 
J 
11 
E 
12 
I 
13 
T 
14 
O

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividades ch e x
Atividades ch e xAtividades ch e x
Atividades ch e x
Margarete Miotto
 
Texto motivacional para alunos
Texto motivacional para alunosTexto motivacional para alunos
Texto motivacional para alunos
Vânia Porto
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1.
AVALIAÇÃO DE  LÍNGUA PORTUGUESA - 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1.AVALIAÇÃO DE  LÍNGUA PORTUGUESA - 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1.
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1.
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
PDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
PDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLOPDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
PDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Gênero textual - lista de compras
Gênero textual -  lista de comprasGênero textual -  lista de compras
Gênero textual - lista de compras
Mary Alvarenga
 
Projeto jornal escolar
Projeto jornal escolarProjeto jornal escolar
Projeto jornal escolar
Aridiane Santos
 
A paz - Análise e entendimento da música
A paz   - Análise e entendimento da músicaA paz   - Análise e entendimento da música
A paz - Análise e entendimento da música
Mary Alvarenga
 
1º ano port poema
1º ano port poema1º ano port poema
1º ano port poema
ladydanasoares
 
Avaliação de Português 5º Ano 2º bimestre
Avaliação de Português 5º Ano 2º bimestreAvaliação de Português 5º Ano 2º bimestre
Avaliação de Português 5º Ano 2º bimestre
Kelry Carvalho
 
Avaliação de ciências
Avaliação de ciênciasAvaliação de ciências
Avaliação de ciências
Isa ...
 
Avaliação de Educação Física - 1º Ano do Ensino Fundamental 1 - 2º BIMESTRE
Avaliação de Educação Física - 1º  Ano do Ensino Fundamental 1 - 2º BIMESTREAvaliação de Educação Física - 1º  Ano do Ensino Fundamental 1 - 2º BIMESTRE
Avaliação de Educação Física - 1º Ano do Ensino Fundamental 1 - 2º BIMESTRE
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021
Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021
Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021
Washington Rocha
 
Língua portuguesa 1º ano
Língua portuguesa   1º anoLíngua portuguesa   1º ano
Língua portuguesa 1º ano
Magistério Magistério
 
Poema e interpretação - 3º ano
Poema e interpretação - 3º anoPoema e interpretação - 3º ano
Poema e interpretação - 3º ano
Paulo Alves de Araujo
 
Conhecendo minha escola
Conhecendo minha escolaConhecendo minha escola
Conhecendo minha escola
Letras Mágicas
 
Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)
Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)
Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)
Lorena Lopes
 
Promessas, de Pedro Bandeira
Promessas, de Pedro BandeiraPromessas, de Pedro Bandeira
Promessas, de Pedro Bandeira
Cristina Brandão
 
Avaliaçao 2 bimestre 5 ano - sobre Menino Maluquinho e Ziraldo -
Avaliaçao 2 bimestre 5 ano - sobre Menino Maluquinho e Ziraldo - Avaliaçao 2 bimestre 5 ano - sobre Menino Maluquinho e Ziraldo -
Avaliaçao 2 bimestre 5 ano - sobre Menino Maluquinho e Ziraldo -
Renata Marani Dourado Marques
 
Avaliação de inglês - Eja simple past tense
Avaliação de inglês - Eja simple past tenseAvaliação de inglês - Eja simple past tense
Avaliação de inglês - Eja simple past tense
Edilene Aparecida
 
Livro - Contos de terror - 5º ano "E"
Livro - Contos de terror - 5º ano "E"Livro - Contos de terror - 5º ano "E"
Livro - Contos de terror - 5º ano "E"
Guilherme Leão
 

Mais procurados (20)

Atividades ch e x
Atividades ch e xAtividades ch e x
Atividades ch e x
 
Texto motivacional para alunos
Texto motivacional para alunosTexto motivacional para alunos
Texto motivacional para alunos
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1.
AVALIAÇÃO DE  LÍNGUA PORTUGUESA - 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1.AVALIAÇÃO DE  LÍNGUA PORTUGUESA - 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1.
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1.
 
PDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
PDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLOPDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
PDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
 
Gênero textual - lista de compras
Gênero textual -  lista de comprasGênero textual -  lista de compras
Gênero textual - lista de compras
 
Projeto jornal escolar
Projeto jornal escolarProjeto jornal escolar
Projeto jornal escolar
 
A paz - Análise e entendimento da música
A paz   - Análise e entendimento da músicaA paz   - Análise e entendimento da música
A paz - Análise e entendimento da música
 
1º ano port poema
1º ano port poema1º ano port poema
1º ano port poema
 
Avaliação de Português 5º Ano 2º bimestre
Avaliação de Português 5º Ano 2º bimestreAvaliação de Português 5º Ano 2º bimestre
Avaliação de Português 5º Ano 2º bimestre
 
Avaliação de ciências
Avaliação de ciênciasAvaliação de ciências
Avaliação de ciências
 
Avaliação de Educação Física - 1º Ano do Ensino Fundamental 1 - 2º BIMESTRE
Avaliação de Educação Física - 1º  Ano do Ensino Fundamental 1 - 2º BIMESTREAvaliação de Educação Física - 1º  Ano do Ensino Fundamental 1 - 2º BIMESTRE
Avaliação de Educação Física - 1º Ano do Ensino Fundamental 1 - 2º BIMESTRE
 
Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021
Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021
Atividades do 3 ano a b semana de 22 a 26 02 2021
 
Língua portuguesa 1º ano
Língua portuguesa   1º anoLíngua portuguesa   1º ano
Língua portuguesa 1º ano
 
Poema e interpretação - 3º ano
Poema e interpretação - 3º anoPoema e interpretação - 3º ano
Poema e interpretação - 3º ano
 
Conhecendo minha escola
Conhecendo minha escolaConhecendo minha escola
Conhecendo minha escola
 
Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)
Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)
Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)
 
Promessas, de Pedro Bandeira
Promessas, de Pedro BandeiraPromessas, de Pedro Bandeira
Promessas, de Pedro Bandeira
 
Avaliaçao 2 bimestre 5 ano - sobre Menino Maluquinho e Ziraldo -
Avaliaçao 2 bimestre 5 ano - sobre Menino Maluquinho e Ziraldo - Avaliaçao 2 bimestre 5 ano - sobre Menino Maluquinho e Ziraldo -
Avaliaçao 2 bimestre 5 ano - sobre Menino Maluquinho e Ziraldo -
 
Avaliação de inglês - Eja simple past tense
Avaliação de inglês - Eja simple past tenseAvaliação de inglês - Eja simple past tense
Avaliação de inglês - Eja simple past tense
 
Livro - Contos de terror - 5º ano "E"
Livro - Contos de terror - 5º ano "E"Livro - Contos de terror - 5º ano "E"
Livro - Contos de terror - 5º ano "E"
 

Destaque

Parte 2 - Conceitos saussureanos cruzadinha
Parte 2 - Conceitos saussureanos   cruzadinhaParte 2 - Conceitos saussureanos   cruzadinha
Parte 2 - Conceitos saussureanos cruzadinha
Mariana Correia
 
Lendas de origem Africanas - Bicho Papão
Lendas de origem Africanas - Bicho PapãoLendas de origem Africanas - Bicho Papão
Lendas de origem Africanas - Bicho Papão
Emef25
 
Semana Santa
Semana SantaSemana Santa
Semana Santa
jucrismm
 
Lendas de origem Africanas - A Lenda da Vitória Régia
Lendas de origem Africanas - A Lenda da Vitória RégiaLendas de origem Africanas - A Lenda da Vitória Régia
Lendas de origem Africanas - A Lenda da Vitória Régia
Emef25
 
Folclore
FolcloreFolclore
Sequência sobre lendas
Sequência sobre lendasSequência sobre lendas
Sequência sobre lendas
Douglas Fontes
 
Interpretaçao homem de meia idade portugues
Interpretaçao homem de meia idade portuguesInterpretaçao homem de meia idade portugues
Interpretaçao homem de meia idade portugues
Atividades Diversas Cláudia
 
Jornal escolar
Jornal escolarJornal escolar
Jornal escolar
Jonny Peter
 
Livro eletrônico
Livro eletrônicoLivro eletrônico
Livro eletrônico
Claudia Lotufo
 
A Galinha Ruiva
A Galinha RuivaA Galinha Ruiva
A Galinha Ruiva
Silene Faro
 
A tartaruga voadora fábula..doc - texto
A tartaruga voadora   fábula..doc - textoA tartaruga voadora   fábula..doc - texto
A tartaruga voadora fábula..doc - texto
Raquel Becker
 
Atividades de Alfabetização
Atividades de AlfabetizaçãoAtividades de Alfabetização
Atividades de Alfabetização
patperes
 
Como Criar um Jornal
Como Criar um Jornal Como Criar um Jornal
Cruzadinha simone
Cruzadinha simoneCruzadinha simone
Cruzadinha simone
Vera Mln Silva
 
Tipos de sujeito e predicado- exercícios
Tipos de sujeito e predicado-   exercícios Tipos de sujeito e predicado-   exercícios
Tipos de sujeito e predicado- exercícios
Escola Estadual Joaquim Abarca -
 
A princesa e o sapo
A princesa e o sapoA princesa e o sapo
A princesa e o sapo
Suzy Santana
 
246 atividades alfabetização
246 atividades alfabetização246 atividades alfabetização
246 atividades alfabetização
Luzia Ester
 
Interpretaçao o sapo portugues
Interpretaçao o sapo portuguesInterpretaçao o sapo portugues
Interpretaçao o sapo portugues
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades para alfabetização
Atividades para alfabetizaçãoAtividades para alfabetização
Atividades para alfabetização
PATRICIA ARAUJO
 
Apostila de-matemática com potencia
Apostila de-matemática com potenciaApostila de-matemática com potencia
Apostila de-matemática com potencia
Isa ...
 

Destaque (20)

Parte 2 - Conceitos saussureanos cruzadinha
Parte 2 - Conceitos saussureanos   cruzadinhaParte 2 - Conceitos saussureanos   cruzadinha
Parte 2 - Conceitos saussureanos cruzadinha
 
Lendas de origem Africanas - Bicho Papão
Lendas de origem Africanas - Bicho PapãoLendas de origem Africanas - Bicho Papão
Lendas de origem Africanas - Bicho Papão
 
Semana Santa
Semana SantaSemana Santa
Semana Santa
 
Lendas de origem Africanas - A Lenda da Vitória Régia
Lendas de origem Africanas - A Lenda da Vitória RégiaLendas de origem Africanas - A Lenda da Vitória Régia
Lendas de origem Africanas - A Lenda da Vitória Régia
 
Folclore
FolcloreFolclore
Folclore
 
Sequência sobre lendas
Sequência sobre lendasSequência sobre lendas
Sequência sobre lendas
 
Interpretaçao homem de meia idade portugues
Interpretaçao homem de meia idade portuguesInterpretaçao homem de meia idade portugues
Interpretaçao homem de meia idade portugues
 
Jornal escolar
Jornal escolarJornal escolar
Jornal escolar
 
Livro eletrônico
Livro eletrônicoLivro eletrônico
Livro eletrônico
 
A Galinha Ruiva
A Galinha RuivaA Galinha Ruiva
A Galinha Ruiva
 
A tartaruga voadora fábula..doc - texto
A tartaruga voadora   fábula..doc - textoA tartaruga voadora   fábula..doc - texto
A tartaruga voadora fábula..doc - texto
 
Atividades de Alfabetização
Atividades de AlfabetizaçãoAtividades de Alfabetização
Atividades de Alfabetização
 
Como Criar um Jornal
Como Criar um Jornal Como Criar um Jornal
Como Criar um Jornal
 
Cruzadinha simone
Cruzadinha simoneCruzadinha simone
Cruzadinha simone
 
Tipos de sujeito e predicado- exercícios
Tipos de sujeito e predicado-   exercícios Tipos de sujeito e predicado-   exercícios
Tipos de sujeito e predicado- exercícios
 
A princesa e o sapo
A princesa e o sapoA princesa e o sapo
A princesa e o sapo
 
246 atividades alfabetização
246 atividades alfabetização246 atividades alfabetização
246 atividades alfabetização
 
Interpretaçao o sapo portugues
Interpretaçao o sapo portuguesInterpretaçao o sapo portugues
Interpretaçao o sapo portugues
 
Atividades para alfabetização
Atividades para alfabetizaçãoAtividades para alfabetização
Atividades para alfabetização
 
Apostila de-matemática com potencia
Apostila de-matemática com potenciaApostila de-matemática com potencia
Apostila de-matemática com potencia
 

Semelhante a A lenda da vitória régia

Teste fada oriana
Teste fada orianaTeste fada oriana
Teste fada oriana
paulaoliveiraoliveir2
 
Exercícios sintaxe: termos essenciais da oração
Exercícios sintaxe: termos essenciais da oraçãoExercícios sintaxe: termos essenciais da oração
Exercícios sintaxe: termos essenciais da oração
ProfFernandaBraga
 
Sujeito E Predicado
Sujeito E PredicadoSujeito E Predicado
Sujeito E Predicado
guest7174ad
 
Avaliação da aprendizagem 7 anojv
Avaliação da aprendizagem 7 anojvAvaliação da aprendizagem 7 anojv
Avaliação da aprendizagem 7 anojv
Atividades Diversas Cláudia
 
Avaliação da aprendizagem 7 anocs
Avaliação da aprendizagem 7 anocsAvaliação da aprendizagem 7 anocs
Avaliação da aprendizagem 7 anocs
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades de portugues
Atividades de portuguesAtividades de portugues
Atividades de portugues
Atividades Diversas Cláudia
 
Avaliação de Recuperação 8º ano.pdf
Avaliação de Recuperação 8º ano.pdfAvaliação de Recuperação 8º ano.pdf
Avaliação de Recuperação 8º ano.pdf
AnisiaXAndr
 
Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)
Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)
Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)
MADELOM FERREIRAA
 
Avaliação de portugues 2 bimestre
Avaliação de portugues 2 bimestreAvaliação de portugues 2 bimestre
Avaliação de portugues 2 bimestre
Lucyanne Guimaraes
 
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLOWORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Atividade de transitividade verbal
Atividade de transitividade verbalAtividade de transitividade verbal
Atividade de transitividade verbal
Mônica Vieira de Brito
 
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 77 78
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 77 78ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 77 78
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 77 78
luisprista
 
Simulado spaece 1º ano
Simulado spaece 1º anoSimulado spaece 1º ano
Simulado spaece 1º ano
profronaldopompeu
 
Atividades de portugues
Atividades de portuguesAtividades de portugues
Atividades de portugues
Atividades Diversas Cláudia
 
200
200200
Exercício língua portuguesa - 1º ano
Exercício  língua portuguesa - 1º anoExercício  língua portuguesa - 1º ano
Exercício língua portuguesa - 1º ano
MatheusMesquitaMelo
 
AULAO_DE_LINGUA_PORTUGUESA.pptx
AULAO_DE_LINGUA_PORTUGUESA.pptxAULAO_DE_LINGUA_PORTUGUESA.pptx
AULAO_DE_LINGUA_PORTUGUESA.pptx
Antônia marta Silvestre da Silva
 
Avaliacao_Portugues_Av1.docx
Avaliacao_Portugues_Av1.docxAvaliacao_Portugues_Av1.docx
Avaliacao_Portugues_Av1.docx
EdilmaBrando1
 
Teste 9 º ano 2º p
Teste 9 º ano 2º pTeste 9 º ano 2º p
Teste 9 º ano 2º p
profcc
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotação
cepmaio
 

Semelhante a A lenda da vitória régia (20)

Teste fada oriana
Teste fada orianaTeste fada oriana
Teste fada oriana
 
Exercícios sintaxe: termos essenciais da oração
Exercícios sintaxe: termos essenciais da oraçãoExercícios sintaxe: termos essenciais da oração
Exercícios sintaxe: termos essenciais da oração
 
Sujeito E Predicado
Sujeito E PredicadoSujeito E Predicado
Sujeito E Predicado
 
Avaliação da aprendizagem 7 anojv
Avaliação da aprendizagem 7 anojvAvaliação da aprendizagem 7 anojv
Avaliação da aprendizagem 7 anojv
 
Avaliação da aprendizagem 7 anocs
Avaliação da aprendizagem 7 anocsAvaliação da aprendizagem 7 anocs
Avaliação da aprendizagem 7 anocs
 
Atividades de portugues
Atividades de portuguesAtividades de portugues
Atividades de portugues
 
Avaliação de Recuperação 8º ano.pdf
Avaliação de Recuperação 8º ano.pdfAvaliação de Recuperação 8º ano.pdf
Avaliação de Recuperação 8º ano.pdf
 
Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)
Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)
Atividades recuperacao final 6 ano (1) (3)
 
Avaliação de portugues 2 bimestre
Avaliação de portugues 2 bimestreAvaliação de portugues 2 bimestre
Avaliação de portugues 2 bimestre
 
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLOWORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
 
Atividade de transitividade verbal
Atividade de transitividade verbalAtividade de transitividade verbal
Atividade de transitividade verbal
 
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 77 78
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 77 78ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 77 78
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 77 78
 
Simulado spaece 1º ano
Simulado spaece 1º anoSimulado spaece 1º ano
Simulado spaece 1º ano
 
Atividades de portugues
Atividades de portuguesAtividades de portugues
Atividades de portugues
 
200
200200
200
 
Exercício língua portuguesa - 1º ano
Exercício  língua portuguesa - 1º anoExercício  língua portuguesa - 1º ano
Exercício língua portuguesa - 1º ano
 
AULAO_DE_LINGUA_PORTUGUESA.pptx
AULAO_DE_LINGUA_PORTUGUESA.pptxAULAO_DE_LINGUA_PORTUGUESA.pptx
AULAO_DE_LINGUA_PORTUGUESA.pptx
 
Avaliacao_Portugues_Av1.docx
Avaliacao_Portugues_Av1.docxAvaliacao_Portugues_Av1.docx
Avaliacao_Portugues_Av1.docx
 
Teste 9 º ano 2º p
Teste 9 º ano 2º pTeste 9 º ano 2º p
Teste 9 º ano 2º p
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotação
 

Último

Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 

A lenda da vitória régia

  • 1. A LENDA DA VITÓRIA RÉGIA Os índios das tribos da Amazônia contavam que a Lua, todas as vezes que desaparecia por detrás das montanhas, escolhia uma jovem índia e a transformava em uma estrela, que passava a brilhar no céu. Naiá, uma bela indígena, tinha um sonho: ser escolhida por Jaci (a Lua), para ser transformada em uma estrela cintilante. Todas as noites, ela caminhava pela floresta até o amanhecer e suplicava. - Ó Jaci, eu desejo ser transformada em estrela. Por favor, me escolha! Mas a Lua não ouvia os seus pedidos e ela se entristecia cada vez mais. Uma noite, muito cansada de tanto andar, Naiá sentou-se à beira de um lago e viu a imagem da Lua refletida em suas águas. Atraída pela luz da Lua, a jovem atirou-se ao lago, desaparecendo... Ela foi procurada por sua gente durante semanas inteiras, mas, para a tristeza de todos, não reapareceu. Jaci, então, com pena da jovem índia, transformou-a em uma belíssima flor, a vitória-régia, que só abre suas longas pétalas quando a luz da Lua ilumina o céu. (Estórias e lendas da Amazônia). 1. Qual é o gênero do texto? (A) Piada. (B) Conto fantasioso. (C) Notícia. (D) Romance. Justifique sua resposta. 2. Qual é a tipologia textual? (A) Tipologia narrativa. (B) Tipologia descritiva. (C) Tipologia dissertativa. (D) Tipologia, totalmente, dialogal. Justifique sua resposta. 3. Com base no 1º parágrafo, responda: a) Quem contava? b) Contava o quê? c) Quem desaparecia e escolhia? d) Escolhia o quê? 4. Com base no 2º parágrafo, responda: a) Quem era Naiá? b) Qual era o sonho de Naiá? c) O que Naiá fazia para realizar seu sonho? 5. Copie o único trecho do texto que não é a fala do narrador. 6. A quem pertence a fala que você copiou como resposta da questão 5? 7. No princípio, a Lua ouvia Naiá? Justifique. 8. O que fica subentendido no trecho: "Atraída pela luz, a jovem atirou-se ao lago, desaparecendo..." 9. Copie o trecho, no último parágrafo, que justifica a sua resposta na questão 8. 10. Qual foi o desfecho do texto? 11. Qual é a função do travessão no texto? 12. Quem é Jaci? 13. Esta história é real ou fictícia? Por quê? 14. Você conhece alguma outra lenda? Qual? 15. Este texto está em 1ª. ou 3ª. pessoa? Explique.
  • 2. BALEIA E GOLFINHO FICAM LIGADOS QUANDO DORMEM Como golfinhos e baleias dormem se têm de subir para respirar na superfície? Eles só dormem na superfície da água. Há mais de uma teoria para explicar o sono desses bichos. "A mais aceita delas diz que eles não dormem por muito tempo, mas fazem vários pequenos cochilos, principalmente durante a noite", conta [...] Eduardo Secchi, da Fundação Universidade do Rio Grande do Sul. Se dormirem no ponto, os inimigos aproveitam a distração para atacar. Mas as baleias não ficam totalmente paradas na superfície. Elas fazem pequenos movimentos para se estabilizar. Isso fortalece outra teoria. Alguns pesquisadores acreditam que os dois hemisférios do cérebro das baleias e golfinhos funcionam independentemente: enquanto um trabalha, o outro descansa. Assim, esses animais nunca estariam totalmente adormecidos. Revista Superinteressante. In: BELTRÃO, Eliana Santos; GORDILHO, Tereza. Diálogo língua portuguesa. São Paulo: FTD, 2009. Responda às questões 1 a 8 com base no texto: 1. Qual é o gênero do texto acima? (A) Poético. (B) Romance. (C) Explicativo. (D) Piada. 2. No período "Eles só dormem na superfície da água", a quem se refere a expressão "eles"? 3. Quantas teorias o texto apresenta sobre o sono das baleias e golfinhos? 4. Qual é a primeira teoria sobre o assunto? 5. Qual é a segunda teoria? 6. Como podem ser classificados os substantivos "baleia e golfinho"? 7. Quais são os substantivos próprios que aparecem no texto? 8. Identifique o praticante de cada ação e faça a classificação do tipo de sujeito. a) dormem b) conta c) aproveitam d) acreditam 9. Escreva dois substantivos derivados para cada substantivo primitivo abaixo. a) terra b) livro c) pedra d) rio e) carro f) casa 10. Forme substantivos compostos a partir dos seguintes substantivos simples. a) maça b) peixe c) pé d) cana e) galo f) couve g) bicho 11. Forme substantivos abstratos a partir dos seguintes verbos. a) formar b) lamentar c) corrigir d) agir 12. Os substantivos "sono, cochilos e distração" podem ser classificados em: (A) concretos. (B) abstratos. (C) próprios. (D) derivados. 13. Identifique o tipo de sujeito das orações abaixo. a) Os meninos e as meninas jogaram voleibol. b) O professor corrigiu as redações. c) Os alunos ficaram cansados. d) As meninas estavam dançando. e) Canetas e cadernos são instrumentos para o sucesso das crianças. 14. Identifique o tipo de frase abaixo: exclamativa, declarativa, interrogativa ou imperativa. a) Feche a porta, por favor! b) Quem está batendo na mesa? c) Fiz as tarefas durante a noite. d) Devolva esse livro já! e) Vou brincar com meus amigos. f) Alguém fez a lição de casa? g) Socorro! h) Não acredito que você fez isso! 15. Escreva o nome de: a) sua escola b) sua cidade c) seu pai 16. Como se classificam os substantivos que você usou para completar a questão anterior?
  • 3. Cruzadinha sobre os tipos de sujeito 1. Termo da oração sobre o qual se declara algo é o ... 2. Possui apenas um núcleo é o sujeito... 3. Possui mais de um núcleo é o sujeito... 4. Não aparece na oração, mas é possível identificá-lo pela terminação verbal, é o sujeito... 5. Com verbos fenômenos da natureza é oração... 6. Sujeito oculto também pode ser chamado de ... 7. Aquele que não está expresso na oração, porque não se quer ou não se pode determinar quem é ele. É o sujeito... 8. Na oração “Meninos e meninas escreveram uma redação”. O sujeito é... 9. Na oração “Fomos à festa”. O sujeito é... 10. Na oração “É verão”. O sujeito é... 11. Na oração “Fiquei em casa”. O sujeito é... 12. O sujeito oculto ou desinencial também pode ser chamado de... 13. Na oração “Lápis e canetas são instrumentos necessários para as crianças”. O sujeito é... 14. Na oração “Falo apenas a verdade”. O sujeito é... 1 T 2 I 3 P 4 O 5 S 6 D 7 E 8 S 9 U 10 J 11 E 12 I 13 T 14 O