SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013

Lagoa da Prata, 09 de agosto de 2013 - Ano I - Nº 09

Empresário dá dicas para
planejar a sua viagem Página 6

SEQUÊNCIA DE ASSALTOS:

SUSPEITOS JÁ ESTÃO DETIDOS
Nas últimas semanas
vários comerciantes de
Lagoa da Prata foram vítimas de assaltantes. Em
todos os crimes, as características e a atuação

dos bandidos eram praticamente as mesmas. E
ontem, um trabalho conjunto entre as polícias
Militar e Civil resultou na
prisão de três indivíduos

suspeitos. A polícia acredita que existe outro criminoso envolvido nestas
ações.

Nesta semana, os servidores municipais de Lagoa da Prata, da Prefeitura e do SAAE, voltaram
a cumprir a carga horária de 8 horas diárias. A
Administração Municipal
resolveu mudar a jornada de trabalho de todos
os servidores após uma
denúncia feita na ouvidoria do Ministério da Saúde, de que os médicos e
as agentes das Unidades
Básicas de Saúde não
estariam cumprindo o
horário
integralmente.
A denúncia foi feita em
nome do ex-secretário de
Administração e Governo
da prefeitura, Marlúcio
Meireles. Embora haja
apenas uma denúncia
feita pela internet, sem
a assinatura do denunciante, o governo de Lagoa da Prata entendeu
por bem reestabelecer a
carga horária de 8 horas

para todos os servidores.
Na sessão ordinária
da Câmara Municipal do
último dia 5, servidores
do SAAE e da Secretaria
de Educação compareceram no plenário para
protestar. Para Israel
Guimarães, que trabalha
no SAAE a 15 anos, os
servidores
municipais
ficaram
prejudicados.
“Foi uma promessa que o
Paulinho fez pra gente. A
gente está numa situação
muito complicada. Quem
fez a denúncia, quem
não fez, não importa. O
que importa é que nós
estamos no prejuízo”.
Guimarães ressaltou
que a carga horária de 6
horas permitia aos servidores municipais aumentar a renda com outras
atividades. “Tem muita
gente que estava trabalhando em outro emprego. A gente está reivindi-

cando as 6 horas porque
estamos com uma defasagem muito grande no
nosso salário. Não temos
planos de saúde, não temos plano de carreira e
nem insalubridade. O benefício que tínhamos era
as 6 horas, pois trabalhávamos em outro lugar.
Não ficávamos à toa.”
Para outro funcionário
do SAAE, Charley Alves, o
governo precipitou-se ao
revogar o decreto que regulamentava as 6 horas.
“Quando você quer, se
faz por lei. Basear numa
denúncia desta para revogar eu acho prematuro. Ainda não houve um
pronunciamento oficial.
Não houve a fiscalização
nas unidades de saúde.
A denúncia é restrita aos
médicos das UBS. Não
afetaria diretamente ao
restante dos funcionários. Foi uma denúncia

Gabriel Ferreira

Página 7

Servidores municipais
protestam contra a volta
das 8 horas de trabalho

Um dos suspeitos completou 18 anos ontem, no dia da prisão
anônima. Parece que
alguém usou o nome
de alguém. Isso está
bem claro”, disse Alves.
A monitora do Centro
Municipal de Educação
Infantil (CEMEI) Madrinha Nonoia, Quelli Cecília Oliviera, disse que os
servidores estão decepcionados. “O sentimento
é de frustração, de pingue-pongue. Joga para lá,
joga para cá. Nunca tem
uma definição concreta.
Independente de uma
simples denúncia, foi
falta de vontade real do
prefeito, pois ele fez uma
promessa de campanha.
Quando ele fez o decreto,
falaram para nós que era
um período de experiência de três meses. Várias
pessoas da competência
dele vieram falar para

nós. Não sei se coincidiu,
mas foram exatos três
meses. Agora vêm com
essa denúncia. Mas acho
que é falta de vontade”.
O ex-secretário Marlúcio Meireles, em entrevista ao Jornal da Cidade, afirmou que não
é o autor da denúncia.
“A denúncia poderia ter
sido feita por qualquer
cidadão. A denúncia, de
fato, está em meu nome.
Pouco importa quem fez
a denúncia. Não fui eu. O
efeito da denúncia é que
deveria ter sido o foco.
A partir do momento
que se denunciou houve
uma mobilização da administração pública que
tirou cópias da denúncia
e de uma requisição de
documentação por parte
da vereadora Quelli, fez

questão de levar isso em
todos os departamentos
e secretarias da administração pública, incitando o servidor contra
o denunciante e contra
a vereadora, dizendo ter
sido a denúncia a causa
do retorno às 8 horas.
Mas não é. Denúncia alguma tem força de mudança. Denúncia basta
ser respondida. Se você
está correto em sua ação,
responda a denúncia. Toque o barco pra frente.
Denúncia não é ordem
judicial”, disse Marlúcio.
A entrevista completa com o ex-secretário será divulgada
na
próxima
edição.
O atual secretário de
Administração foi procurado pela reportagem mas
não quis se pronunciar.
2

Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013

CARTA AO LEITOR

Portal TV Cidade na internet ultrapassa
56.000 visitas no mês de julho
Site está em primeiro lugar na pesquisa do Google na categoria “notícias de
Lagoa da Prata”
Com apenas um ano
de existência, o portal de
notícias tvcidadelagoadaprata.com.br atingiu a
marca de 56.815 visitas
no mês de julho e hoje é
a primeira referência no
Google quando se buscar por notícias de Lagoa
da Prata. Ao todo, 8.648
computadores diferentes
acessaram o Portal TV
Cidade no mês passado,
gerando 155.805 visualizações de páginas.
Ultrapassar as 50.000
visitas mensais no site
era nossa meta que esperávamos atingir em
dezembro próximo. Mas
o portal tem apresentado um crescimento acentuado de audiência entre
o público que consome
informação pela internet.

O Portal TV Cidade
Lagoa da Prata oferece
um conteúdo bem diversificado: cobertura em
vídeo e foto das principais notícias locais, colunistas de várias áreas,
linha editorial sem vínculo partidário a nenhum
grupo político, informações de utilidade pública
e espaço onde o cidadão
pode fazer suas reclamações, denúncias e sugestões de matéria. É o
espaço onde o internauta
pode fazer uma crítica de
forma anônima. A gente
sabe que em cidades pequenas as críticas não
são bem aceitas, por isso
as pessoas têm medo
de se identificar. Temos
como política editorial
a liberação de todas as
mensagens, com comen-

PROGRAMA MAIS MÉDICOS
Lagoa da Prata não receberá médicos
na primeira etapa do programa
Apesar da demanda de 15.460 médicos
apresentada pelos 3.511
municípios
brasileiros
que se inscreveram no
programa Mais Médicos,
lançado em julho pelo
governo federal, apenas
938 profissionais brasileiros confirmaram interesse em participar do
projeto, o que representa
6% do total requisitado
pelas cidades. Minas Gerais foi contemplada com
64 profissionais e, pelo
menos até a abertura de
uma nova rodada de inscrições, as cidades vão
continuar com déficit de
médicos para atender a
população, já que, das
495 prefeituras que ade-

riram ao programa, somente 37 serão contempladas – 7,4% do total.
DESISTÊNCIA
Do total de 159 médicos que na quinta-feira (1º) completaram
o cadastro e foram designados para atuar em
67 cidades mineiras, somente 64 aceitaram participar, ou seja, mais de
60% deles desistiram da
vaga. Belo Horizonte, por
exemplo, que foi líder em
inscrições e poderia receber 38 médicos nessa
fase, será contemplada
com apenas nove profissionais. Lagoa da Prata
não foi contemplada nesta primeira etapa

Liberação da UPA de Lagoa da Prata é
publicada no Diário Oficial da União
A implantação de uma
UPA (Unidade de Pronto
Atendimento), já começa a se tornar realidade.
Foi publicada no Diário da
União a liberação da cons-

trução da unidade em Lagoa da Prata. A data para
o início das obras ainda
não foram definidas, mas
segundo a secretaria, em
breve será divulgado.

tários a qualquer pessoa
ou órgão públicos, desde que não apresentem
ofensas pessoais e acusações gratuitas.
O conteúdo do Portal TV Cidade também é
disponibilizado na página do Facebook TVCidadeOficial. Quem quiser
receber as notificações
das notícias em primeira
mão, basta apenas curtir
a página.
FIM DA PARCERIA
COM A RÁDIO DIVINAL
Infelizmente, nesta
semana não chegamos a
um acordo com a direção
da emissora e tivemos
que suspender a parceria. Estávamos negociando um plano de trabalho que fosse possível

Juliano Rossi - Editor
oferecer aos ouvintes da
emissora um jornal dinâmico, com a participação
de outros dois profissionais e que não iria gerar
nenhum custo adicional
para a empresa. Entretanto, esta proposta foi
indeferida pela direção
da rádio e não foi possível dar continuidade ao
projeto. No mais, agradeço à direção da emissora e principalmente o
apoio dos colaboradores Edney, Jonas Israel
e Iury Urquisa. O fim da
parceria de trabalho não
diminui o respeito e a
consideração que tenho
pelos profissionais e diretores da Rádio Divinal
FM.

Edital de Convocação de Assembléia
Geral Ordinária do Bairro Sol Nascente
ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DOS MORADORES DO BAIRRO SOL NASCENTE,
associação civil de direito privado sem fins lucrativos, situado na Rua Jesus Vidal, n.° 118,
em Lagoa da Prata, Estado de Minas Gerais,
através de seu presidente, convoca todos os
associados adimplentes com suas obrigações
estatutárias para participar da Assembléia Geral Ordinária a ser realizada no dia 31 de agosto de 2013, no Auditório da E. M. Prof. João
Fernandes (Rua Tavinho Resende, nº 550), às
17h00 em primeira convocação, e às 17h30
em segunda e última convocação, a fim de serem deliberados os seguintes itens, conforme
ordem do dia: a) deliberação sobre as contas
da Administração, relativas ao exercício findo;
b) eleição da diretoria executiva e do conselho
fiscal; c) outros assuntos de interesse dos associados. O deliberado na mesma obrigará a
todos os associados, ainda que ausentes ou
discordantes. As chapas para a eleição da diretoria e do conselho fiscal deverão ser inscritas, na sede provisória da Associação ou junto à Comissão Eleitoral, até as 18h00 do dia
24 de agosto de 2013. A Comissão Eleitoral é
composta pelos seguintes associados: Tatiana
Cristina Silva, Clovis Wilton Gomes Freitas,
Denize Eliza Ribeiro Tavares e Luiz Flávio de
Castro Madeira.
Lagoa da Prata, 15 de julho de 2013,
Marcos André Bernardes de Menezes
Presidente.
Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013

3
Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013

4
CNPJ DA GRÁFICA: 26.198.515/0001-31
Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013

Empresária denuncia na internet imagens de
cão maltratado no canil de Lagoa da Prata
Um vídeo, feito pela
empresária Márcia Helena, sensibilizou a população de Lagoa da
Prata. Ela esteve, juntamente com outras pessoas, no Canil Municipal
de Lagoa da Prata e ao
verificar a situação dos
cães resolveu fazer um
vídeo e fotografar para
posteriormente postar
em rede social. O objetivo é que a mensagem
chegasse às autoridades competentes.
O vídeo mostra claramente um cão, com
olhar decadente e aparentemente fraco, com
uma enorme ferida na
orelha. Ao seu lado vários filhotes correndo o
risco de contaminação.
Após um convite
Márcia participou do
Jornal da Divinal e em
entrevista ao jornalista
Juliano Rossi falou da
sua indignação com o
caso. “Pelas fotos e pelo
vídeo vê que se trata de
puro descaso com os
cachorros. A manifestação de pulgas lá é monstruosa, Um absurdo. A
culpa pode ser tanto da
Prefeitura quanto dos
veterinários que trabalham lá, mas isso não
importa. O que queremos é a solução”, disse
Márcia na entrevista.
Segundo ela, a população de cães de rua já
deveria ter sido controlada e a castração seria
uma solução.
Depois da postagem
várias pessoas foram
até o canil para conferir
o que viram nas imagens. Márcia disse que
é impossível os cães
continuarem no canil

5

Fotos: Gabriel Ferreira / Márcia Helena

A cadela que foi a personagem principal nas postagens na internet está sob cuidados especiais
da maneira como está.
“Desde que o canil iniciou seus trabalhos eu
venho aqui e chamo a
atenção dos responsáveis. Em 2008 os cachorros estavam comendo uns aos outros.
A situação lá é tão séria que eu acredito que
eles estão piores do que
se tivessem nas ruas”,
completou Márcia.
Na última segunda-feira (06), Márcia Helena, Bárbara Martins
Couto e Maria Cristina
foram até o Canil Municipal para medicar o cão
com a ferida na orelha.
Segundo Márcia, o veterinário Bruno Leopoldo
Malta fez a doação de
medicamentos e a assistente Maria Cristina
fez a aplicação no animal.
Márcia ainda disse temer pela vida dos
cães que segundo ela,
correm o risco de serem

sacrificados.
A auxiliar de veterinária Fabiana Fernandes, esteve no local
para analisar a situação
e concedeu uma entrevista à TV Alterosa e
Jornal da Cidade. Segundo ela o canil não
tem a menor condição
de abrigar os cães. Ela
ressaltou a quantidade
de pulgas, a sujeira do
terreno e pediu à população que cobre das autoridades uma solução.
“As pessoas têm que
se manifestar e cobrar
uma postura das autoridades. Isso aqui não
tem a menor condição
de funcionar. Os cães
estão todos misturados,
tanto os sadios quanto
os doentes, os machos
com as fêmeas”, disse
Fabiana.
A auxilar de veterinária afirma que a cadela que está com a orelha
machucada tem que ser

retirada do local, pois
a situação pode piorar,
uma vez que os filhotes
estão lambendo a orelha
machucada, correndo o
risco de uma contaminação.
Para o secretário
municipal de Saúde, Antônio Juarez de Castro,
o local está adequado e
estruturado para receber os cães, pois segundo ele ali não é um canil
e sim um abrigo para
receber os animais doentes, tratá-los e, caso
não consigam adoção,
são devolvidos novamente para as ruas. “O
abrigo é mantido com
recursos da prefeitura,
não temos tido outras
ajudas. Dentro das condições do município o
local está funcionado
normalmente. Não falta
ração e temos um veterinário que faz sempre
vistoria. Aqui não é um
Centro de Zoonoses. As

pessoas devem trazer
pra cá somente os cães
doentes. Os cães sadios
devem ficar onde estão,
nas ruas ou nas casas”,
disse Juarez.
Sobre os cães ficarem todos juntos, inclusive machos e fêmeas,
o secretário disse que o
espaço não oferece locais separados para os
cães, mas que em breve
a prefeitura irá reativar
o sistema de castração,
especialmente nas fêmeas. Ele explicou que
o local deve ser usado
apenas para tratamento e não permanência.
“Aqui os cães doentes
que chegam são apenas
tratados. Esse local aqui
é um abrigo, não um canil”, reforçou Juarez.
De acordo com o secretário, o munício não
tem previsão de ter um
Centro de Zoonoses.
Na manhã de quarta-feira (07), o cão com o

ferimento na orelha foi
retirado do canil e entregue aos cuidados de
uma pessoa voluntária.
Ele recebeu, por meio
de uma profissional na
área de veterinária, um
atendimento mais detalhado e os medicamentos necessários.
Márcia Helena informou que participou de
uma reunião com funcionários da Vigilância
Sanitária e controle de
zoonoses, onde foram
apresentadas
várias
reinvindicações
para
melhorias no Canil Municipal. Ela postou em
seu perfil no Facebook
que a conversa foi positiva. “Logo, logo vai
estar tudo em ordem.
Fizemos alguns pedidos ao Juarez, chegarão
mais medicamentos e
em breve voltarão com
as castrações”, completou Márcia.
6

Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013

Entrevista com o empresário Eduardo de Oliveira
Santos, da Agência de Viagem CarpeDiem
Jornal da Cidade: O
brasileiro que viaja no
Brasil, procura o quê?
E quem viaja para o
exterior, esta em busca
de que tipo de passeio?
Quais os roteiros mais
vendidos?
Eduardo: O brasileiro
gosta muito de viajar. Em
um país de dimensões
continentais, viajar é uma
necessidade econômica
e também uma oportunidade de conhecer a diversidade cultural do país e
sua riqueza natural. Em
resumo: negócios e lazer.
Quanto às viagens ao
exterior, além das motivações citadas anteriormente, existe o intercâmbio
cultural, que propicia experiências únicas a seus
jovens
participantes.
No Brasil, os roteiros mais procurados são
as praias nordestinas e
os resorts de luxo, além
dos cruzeiros marítimos.
No exterior, os destinos mais procurados são
EUA (Orlando, Las Vegas

Foto: arquivo pessoal

e NYC), Europa (França,
Itália e Inglaterra), Argentina (Buenos Aires e Bariloche) e México(Cancun).
JC: O que levou vocês a
montarem uma agencia
de viagens? Há quanto
tempo existe a empresa?
Eduardo: Foi exatamente a experiência que
tive com o intercâmbio
cultural. Através dele,
morei dois anos na Irlanda para estudar inglês e
trabalhar. Nesse período,
tive oportunidade de conhecer toda a Europa, viajando como mochileiro.
A agência CarpeDiem começou pequena.
Já estamos em SAMonte
a três anos e hoje estamos atuando em Lagoa
da Prata e atendendo
toda a região. Realizamos também consultoria
para instalação de novas agências de viagem.
JC- Qual é o perfil dos
clientes de agencias de

Viviane, Julio Cesar e Eduardo com os personagens Salsicha e Scooby Doo em Orlando
viagens? As agências
oferecem alternativas
para clientes de qualquer poder aquisitivo?
Eduardo: Já foi o
tempo que viajar, principalmente de avião,
era um privilegio para
pessoas com alto poder
aquisitivo. Existem inú-

meras possibilidades e
destinos interessantes,
que cabem em todos os
bolsos. Uma medida eficaz para fazer uma boa
viagem sem gastar muito é planejar com antecedência e evitar épocas
de muita procura, como
julho e janeiro. Outra dica

é aproveitar os programas de milhas aéreas.
JC: Destaque três
viagens que você mais
gostou.
Eduardo: Três viagens é pouco, vou falar de quatro destinos:
Cancun e Natal, que

são destinos para todas as idades e com
muitas
opções
para
passeios e diversão.
Orlando, ótimo lugar
para se divertir nos parques e fazer compras.
Malta, que é uma
ilha incrível localizada no mediterrâneo.
JC: Quais as vantagens
de procurar uma agência de viagem ao invés
de planejar a viagem
por conta própria?
Eduardo: As vantagens de viajar com uma
agência, é poder contar
com profissionais experientes que lhe darão
maior segurança, informações e assistência. Além de lhe ajudar
a conseguir o melhor
custo beneficio, evitando que você embarque
em uma “canoa furada”.

CarpeDiem

Lagoa da Prata
3261-4003 / 9943-4003
Santo Antônio do Monte
3281-3425 / 9982-0612
7

Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013

REAJUSTE DO ITBI

Secretário afirma que, após revisão, muitos imóveis
ainda estão avaliados por preços abaixo do mercado
A prefeitura de Lagoa
da Prata contratou três
imobiliárias da cidade
para reavaliarem os valores dos imóveis com o
objetivo de reajustar os
impostos. O ITBI (Imposto
de Transferência de Bens
Intervivos), que é pago
somente no momento da
compra de um imóvel, foi
reajustado por decreto
editado pelo prefeito Paulo Teodoro. O secretário
municipal de Fazenda,
Márcio Amorim, foi convocado pelos vereadores
a dar explicações em uma
audiência pública que foi
realizada na última terça-feira.
A Câmara Municipal aprovou um requerimento que solicitava
a revogação do decreto
que reajustou o ITBI. O
secretário não concordou
e disse que a prefeitura
está cumprindo o Código Tributário Municipal.

Foto: arquivo Jornal da Cidade

O secretário afirmou que, mesmo após o reajuste do ITBI, a base de arbitramento de
muitos imóveis está em média sessenta por cento do valor praticado pelo mercado.
“Essa lei municipal é para
ser cumprida. Não existe
razão lógica para a revogação do decreto. Porque
o decreto é cópia fiel dos
artigos 71 e 84 da Lei
Complementar de 2001.
E uma lei só se revoga
por outra lei. Se entender
pertinente, apresente um

projeto de lei e convença
os seus pares a aprová-la”, disse Amorim em
resposta a um vereador.
O secretário afirmou
que, mesmo após o reajuste do ITBI, a base de
arbitramento de muitos
imóveis está em média sessenta por cento

do valor praticado pelo
mercado. “Em um jornal
local, tem o anúncio de
um imóvel na Rua Samuel
Bernardes, no bairro
Monsenhor Alfredo, pelo
preço de R$ 50 mil reais.
Pela tabela do ITBI, um
lote de duzentos metros
nesse mesmo local seria

tributado como se fosse
R$ 30 mil. Na rua Arcos,
no bairro Américo Silva,
um imóvel que está anunciado a R$ 170 mil seria
tributado por R$ 86.400.
Um imóvel na rua Alexandrino Antônio de Oliveira,
no Chico Miranda, que
está anunciado por R$ 38
mil seria tributado em R$
23 mil”, explica.
Questionado se os novos valores cobrados do
imposto teriam diminuído
o número de transações
imobiliárias,
Amorim
afirmou que o número
de guias pagas do ITBI
no mês de julho, após o
decreto, foi de 102 guias.
“Está tecnicamente na
média das transações ao
longo do ano”.
Márcio afirmou que,
além de aumentar a arrecadação do município,
a nova planta de valores
cria parâmetros para que
todas as transações imo-

biliárias sejam tributadas
na mesma medida. “Aqui
em Lagoa acontece muito
disso. O investidor tem
um lote de 400 metros
quadrados e divide em
dois lotes de 200 metros
para construir duas casas
iguais. Um dos imóveis
foi vendido por meio de
financiamento por R$ 100
mil, vai pagar o imposto
sobre os R$ 100 mil. O
mesmo imóvel adquirido
ao lado, comprado sem
financiamento, pela regra anterior o comprador
chegava lá (no setor de
cadastro da prefeitura)
e declarava o valor que
queria pagar. Não tinha
uma referência. Se ele
chegasse e afirmasse que
custou R$ 5 mil, a escritura era lavrada por R$ 5
mil e o ITBI era cobrado
sobre R$ 5 mil. Estamos
colocando os cidadãos no
mesmo patamar”, acrescentou.

Presos suspeitos de cometerem assaltos em Lagoa da Prata
Polícia apresentou ontem três indivíduos suspeitos de envolvimento em vários assaltos a comércios na cidade
Bandidos assaltaram
uma distribuidora de
gás que fica localizada
no Conjunto Habitacional Chico Rezende, em
Lagoa da Prata. O crime
aconteceu na tarde de
quarta-feira (07). Eles
foram capturados na
madrugada de quinta-feira (08) pela Polícia
Militar.
De acordo com o soldado da PM Thiago Serapião, eles entraram no
estabelecimento usando
capacetes e de posse de
revólveres anunciaram
o assalto, exigindo das
vítimas dinheiro, celulares e objetos pessoais.
Em seguida fugiram nas
motocicletas tomando
rumo ignorado.
Imediatamente a policia iniciou um intenso
rastreamento e conse-

guiu localizar um indivíduo em uma moto,
com as mesmas características
informadas
pelas vítimas, às margens da MG-170, próximo ao trevo. Ao avistar
a viatura ele fugiu seguindo sentido Bairro
Chico Miranda. A PM
fez o acompanhamento
e o suspeito seguiu por
uma estrada vicinal. Em
dado momento da fuga
ele perdeu o controle
e caiu. O homem fugiu
adentrando na mata e
por hora os policias não
conseguiram capturá-lo.
Uma operação foi
montada e o serviço
de inteligência da polícia começou a levantar
todas as informações
possíveis e necessárias
para chegar aos autores. Por volta de 01h30

da madrugada de ontem
a PM conseguiu capturar o primeiro suspeito. Com ele os policiais
encontraram uma pedra
de crack. Após conversa com o indivíduo a
polícia se deslocou até
a residência dele, onde
após uma busca localizou uma pedra de crack
maior.
A operação continuou. Por meio de novos levantamos a polícia
conseguiu chegar até
outros dois suspeitos do
assalto. Com eles foram
encontradas também as
armas que podem ter
sido usadas no crime.
Segundo Serapião, as
vítimas já fizeram o reconhecimento dos suspeitos e dos celulares. A
polícia acredita que eles
estejam ligados aos ou-

Foto: Gabriel Ferreira

Um dos detidos completou 18 anos no dia da prisão
tros assaltos a comércios da cidade que aconteceram nos últimos
dias. “Nós conseguimos
montar o quebra-cabeça
usando as informações e
conseguimos ligar esse
assalto com os outros
acontecidos nos últimos

dias. Parece que falta
um quarto indivíduo e
uma arma neste caso.
Mas nós estamos quase
juntando todas as peças
e esse quarto homem
vai ser capturado”, disse Serapião.
A polícia informou

que os detidos se tratam de um maior de idade, muito conhecido no
meio policial por tráfico
de drogas; os menores
também são conhecido
s pela polícia. Um deles
completou 18 anos ontem.
O soldado Serapião
ressaltou a importância
da participação da população nos trabalhos
da polícia. Ele disse que
a PM trabalha principalmente com as denúncias
e que a população não
precisa se identificar.
“Levantou suspeita de
alguma coisa pode ligar no telefone 190 ou
3261-1644, falar que é
uma denúncia anônima
que a sua identidade vai
ser mantida totalmente
em sigilo”, completou o
militar.
8

Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013

IFMG de Lagoa da Prata abre inscrições
para cursos técnicos do Sisu
Estão abertas até a
próxima segunda-feira
(12) as inscrições para
os cursos de Técnico em
Moda/Costura
Industrial/Design, Técnico em
Eletromecânica, Técnico
em Alimentos/Laticínios
e Técnico em Agroindústria/ Açúcar e Álcool,
pelo IFMG (Instituto Federal de Minas Gerais) de

Lagoa da Prata.
A seleção dos candidatos será feita pelo
próprio instituto, por
meio do Sisu (Sistema
de Seleção Unificada do
Ministério da Educação),
sistema pelo qual as instituições públicas de ensino oferecem vagas para
candidatos participantes
do Exame Nacional do

Ensino Médio (Enem).
Os interessados devem fazer a inscrição
pelo site sisutec.mec.
gov.br.
Para participar o candidato precisa ter concluído o ensino médio e
ter participado do ENEM
2012.

Guarda Civil Municipal de Lagoa da Prata
prende quadrilha de Belo Horizonte
Nesta
quarta-feira
(07), por volta das 16h,
um guarda municipal estava de vigília nas proximidades da Caixa Econômica Federal de Lagoa
da Prata quando recebeu
uma denúncia de um
funcionário da agência
de que estelionatários
estariam agindo naquele
momento na Caixa. De
imediato o GM Uilian se
descolou até a agencia
onde abordou uma pessoa com vários recibos
de saques e pagamentos, todos efetuados com
documentos falsos, com
valores diferenciados to-

talizando uma quantia de
R$20 mil reais em dinheiro.
No desenrolar da ação
da GCM, com o apoio da
Polícia Militar, três pessoas foram detidas e com
elas foram apreendido vários documentos dos três,
cada um com um nome
diferente, talões de cheques, extratos bancários,
celulares (que tocaram
várias vezes no Quartel
da Polícia Militar), um
veículo Gol, de cor preta,
entre outros objetos.
Segundo o comandante Emerson Santos,
essa quadrilha é de Belo

Horizonte e os golpes
eram realizados em outras cidades e estados.
“É uma quadrilha muito
grande. É de Contagem,
região metropolitana de
Belo Horizonte e eles cometem esses golpes em
vários estados do Brasil.
E nós conseguimos fazer
a prisão deles logo aqui,
em Lagoa da Prata”, completou Santos.
As três pessoas, dois
homens e uma mulher
foram entregues para a
Polícia Civil que irá investigar o caso e tentar chegar a outros integrantes
da quadrilha.
9

Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013

Qual é a transmissão ideal, manual
ou automática?
Danilo César - Diario de Pernambuco
Na hora de comprar
um carro vem a dúvida:
câmbio manual ou automático? Há quem prefira
o manual, para ter mais
controle sobre o carro,
mas todos sabem que
naquele trânsito de fim
de tarde, deixar a perna
esquerda livre é bem melhor. E a situação vem ganhando novos ares. O que
antes era equipamento
apenas para carros de
luxo, hoje já faz parte
da lista de opcionais dos
modelos mais populares.
E tem muito brasileiro
preferindo pagar valor
que chega até R$ 5 mil
a mais pelo conforto.
Há três décadas, o
câmbio manual era a
principal opção no mercado. Havia poucos automáticos e os que existiam
perdiam muito tempo nas
trocas de marchas e eram
considerados carros de
idoso ou de quem tinha
alguma deficiência física.
Porém, com o aumento
da frota de veículos nas
cidades e o surgimento
de grandes engarrafamentos, a opção pelo
câmbio automático vem
crescendo e se tornando
preferência da maioria.
Apesar de ter opção,
muita gente aposta no
tradicional e ainda prefere o velho e bom câmbio manual, já que esse
possibilita uma condução
mais esportiva. É o caso
de alguns motoristas.
Para eles, o câmbio automático tira do motoris-

ta uma maior interação
com o veículo. “Sempre
dirigi carros mecânicos
e, nas vezes que guiei
um automático, senti
falta da conversa com
o motor, do controle do
carro”, diz um motorista.
Porém, não precisar
usar a perna esquerda para fazer a troca de
marchas é o que muitos
preferem. Cada vez mais
moderno, o câmbio automático tem um melhor
custo - benefício, porém,
a diferença em relação
ao consumo é um pouco
maior, comparado com
o manual, não atraindo
tanto os consumidores.
“Há 4 anos o consumo era
bem maior. Mas é possível ter uma média de 9
km/l com um modelo 1.8
com o automático”, fala
Armando de Paula, gerente de oficina autorizada.
Outro “medo” que as
pessoas tinham quando
iam comprar um automático era em relação
à manutenção. O alto
custo para a troca de
peças ou conserto de algum problema assustava
quem estava interessado
num automático. “Hoje,
a manutenção ainda é
um pouco mais alta que
um câmbio manual, mas
é quase inexistente, já
que os câmbios mais
modernos estão equipados com sistemas
eletrônicos com vários
sensores. Se der algum
problema em um desses
sensores é só trocá-los,
o que barateia a manutenção”, explica Adriano
Clemente, eletromecâ-

nico da Eurovia Renault.
“A escolha foi pela
facilidade”. Assim define o aposentado Gildo
Lins, 72, que há cinco
anos começou a usar
o câmbio automático.
“Sempre dirigi carro
mecânico, mas quando
comprei um carro automático e vi a praticidade
e o conforto do câmbio,
me apaixonei. Não quero
mais trocar”, fala Gildo.
Automatizado
Além das duas opções bem conhecidas, a
automática e a manual,
agora encontramos o
câmbio
automatizado,
que chegou como uma
alternativa mais barata,
equipando os modelos
populares. Esse sistema usa os dois tipos de
câmbio, a estrutura e
peças do mecânico, mas
com acionamento das
marchas do automático.
Nos últimos anos, a
onda de câmbios automatizados vem invadindo
as ruas das cidades. Os
grandes engarrafamentos
estão fazendo com que as
pessoas passem a optar
por esse tipo de câmbio,
em especial por ser mais
prático que o manual e
mais barato do que o automático. “A vantagem
de se ter um câmbio automatizado é pela manutenção. Por usar a mesma
estrutura do câmbio mecânico, reparar possíveis
defeitos sai bem mais
em conta que o automático”, explica Humberto de França, mecânico
da Disnove Volkswagen.

Foto: Arthur de Souza Esp/DP/D.A Press

Graça Buarque prefere sentir o motor, por isso usa câmbio manual

Alinhamento
Balanceamento
Cambagem
Mecânica Geral
e-mail: nenapneus@nenapneus.com
site: www.nenapneus.com

Av.Brasil, 1595 Bairro Marília
Lagoa da Prata

Vendas de Pneus
Troca de óleo e filtro

(37) 3261-7163

Espaço reservado para
sua empresa
9938-6310
Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013

10
11

Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013

Saúde & Qualidade de Vida

Glaucoma (quem trata não perde)
Por
Dr. Eduardo Sanábio
O que é?
Glaucoma pode ser
definido como o aumento
da pressão intra-ocular
(PIO) que leva a uma lesão do nervo óptico, de
caráter progressivo, com
perda de campo visual e
risco de cegueira, caso
não diagnosticado e tratado a tempo. Mesmo que
a maioria dos portadores
de glaucoma apresente
PIO elevada o Glaucoma
pode ocorrer também
com PIO mais baixa.
Sintomas
O glaucoma evolui
lentamente sem que o paciente perceba. Glaucoma
não dá sintomas, porem
em alguns casos o glaucoma pode apresentar
sintomas como: dor forte
no olho, associada a olho
vermelho, borramento da
visão, percepção de halos
coloridos ao redor de luzes. Neste caso estamos
diante de um glaucoma
agudo. Deve ser procurado
serviço medico urgente.
Aumento da Pressão

O Olho produz um liquido chamado humor
aquoso que circula no seu
interior. Esta produção é
continuada e assim como
é produzido este liquido
tem de sair de dentro do
olho, mantendo em equilíbrio a pressão interna.
No caso do glaucoma há
um desequilíbrio entre a
produção do liquido e sua
saída, gerando o aumento da PIO que se mantida
lesiona o nervo óptico.
Conseqüências
Os danos causados
pelo glaucoma são progressivos, lentos e podem
levar à cegueira irreversível. O diagnostico precoce só é feito no exame
oftalmológico preventivo. Por isso não deixe de
consultar seu médico oftalmologista anualmente. Prevenção ainda é o

melhor remédio. Quando
você diagnostica a doença precocemente, há
um menor grau de lesão
no nervo e maior chance
de controle do glaucoma.
Tratamento
O tratamento é feito
à base de colírios, podendo ser complementado com comprimidos ou
raio laser. O objetivo é
reduzir a pressão ocular.
Nos casos mais avançados, é necessário realizar
a cirurgia de drenagem.
Para isso, é preciso apenas que seu diagnóstico seja feito em tempo
adequado, para que sua
ação possa ser controlada e não cause maiores
problemas ao portador.
Duração
Pacientes com glaucoma primário deverão usar

a medicação por toda a
vida, exceto se tiverem
realizado algum tipo de
cirurgia. Uma vez iniciado o tratamento do glaucoma, ele só poderá ser
interrompido por orien-

tação do oftalmologista.
Importante
Sempre tenha um
frasco de colírio reserva
e siga todas as orientações do oftalmologista.

Atenção
Se estiver usando
mais de um tipo de colírio, deixe um intervalo
de aproximadamente 5 a
10 minutos entre a aplicação de cada colírio.
Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013

Moradores do Sol Nascente reclamam da
falta de estrutura no bairro
Moradores do Bairro
Sol Nascente solicitaram
a presença do Jornal da
Cidade para reclamar da
situação em que se encontra o bairro. Segundo
os moradores, há anos
eles vem sofrendo com
a falta de melhorias na
condição de vida das famílias que ali moram.
As solicitantes reclamaram da falta de iluminação pública em várias
ruas. Disseram que o tráfico de drogas já está dominando o bairro durante
o dia e principalmente à
noite. Falaram que a falta de calçamento e pavimentação no bairro é a
principal causa de várias
doenças, como pneumonia
e bronquite, que atacam
crianças, jovens, adultos
e idosos. E denunciaram
também o transporte público, que segundo eles,
não tem dia e nem hora certa para passar no bairro.
Iluminação pública:
Em entrevista com alguns moradores eles cobraram uma postura da
atual administração. Se-

gundo Ivanilde Acácio da
Costa, tem um poste na
porta da casa dela, mas
não funciona. Ela já reclamou, porém, ninguém
atendeu o pedido. “Fico
triste e revoltada porque
diversos bairros na cidade,
que são bem mais novos
do que o Sol Nascente, estão sempre passando por
melhorias. Entra governo,
sai governo e nosso bairro
está sempre esquecido e
abandonado”, desabafou
Ivanilde. Ela reclamou dos
impostos que são pagos
pelos moradores e nenhum investimento é feito.
Violência e tráfico de
drogas:

Outra moradora, Maria Antônio Silva Oliveira, disse que ficou muito
perigoso sair durante a
noite, pois a violência no
bairro aumentou muito
com o tráfico de drogas
e com a escuridão o risco é maior ainda. “Não
tenho mais coragem de
sair de casa após as 20h.
Têm postes com lâmpadas
queimadas. A gente liga e
eles demoram uns quinze

Foto: Juliano Rossi/Jornal da Cidade

dias para trocar. O risco
de ser assaltado aqui é
enorme”, contou Maria.

Atendimento no PSF:
Outra reclamação dos
moradores foi em relação
à unidade de saúde do
bairro. Maria Geralda de
Melo disse que mora no
bairro há mais de trinta
anos e a situação nunca mudou. Ela disse que
os médicos não ficam no
PSF “Médico aqui no Sol
.
Nascente é o seguinte: ou
não vieram trabalhar ou
então em reunião ou aparecem duas ou três vezes na semana. Chegam
às 08h e às 10h já se foram”, disse Maria Geralda.
Opção de lazer:
Os moradores disseram que as drogas dominaram o bairro e a falta
de opções de laser para
jovens pode ter contribuído muito para esse cenário caótico. Eles contaram
que existe uma quadra no
bairro, mas como não está
em condições de receber o
público jovem e idoso para
prática de esportes, o lo-

12

“Estamos pedindo socorro”, disse moradora
cal está sendo usado para
uso e tráfico de drogas.
Manter a casa limpa:
Sebastiana, que é
dona de casa, disse que
sofre com a poeira dentro de sua residência e
que os moveis estão todo
tempo empoeirados. “A
gente não está aguentando mais. Estamos pedindo por misericórdia pelo
bairro. Eu pago o IPTU,
a energia, água, aluguel,
mas estamos esquecidos.
O atual prefeito falou em
campanha que o primeiro
bairro a ser cuidado por
ele seria o nosso, mas
parece que foi pura men-

tira”, disse Sebastiana.
Fornecimento de água:
Divina Raimunda de
Jesus reclamou da falta frequente de água no
bairro. “Tem dia que falta
água e não tem como lavar
a casa, nem fazer comida.
Estamos pedindo socorro
ao prefeito”, disse Divina.
As pessoas que procuraram pela reportagem
para fazer suas denúncias disseram que aguardam da atual administração tudo aquilo que
lhes foi prometido durante a campanha política.
A Câmara Municipal de
Lagoa da Prata aprovou

um financiamento de R$ 3
milhões que será destinado à pavimentação de várias ruas da cidade, dentre
elas estão algumas ruas
do Bairro Sol Nascente, no
entanto, moradores disseram à reportagem que não
estão sabendo de tal obra.
A Secretaria Municipal
de Saúde pediu aos moradores para que as denúncias sejam feitas na Ouvidoria Municipal de Saúde
pelo telefone 3262-2522.
A empresa concessionária
de transporte público já
se reuniu com os modoradores do bairro e propôs uma rota de tráfego
para as linhas de ônibus.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasEd Claudio Cruz
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasEd Claudio Cruz
 
Prestando Contas - Macro Ribeirão
Prestando Contas - Macro RibeirãoPrestando Contas - Macro Ribeirão
Prestando Contas - Macro RibeirãoMárcia Lia
 
JORNAL NOTICIAS DA FRONTEIRA 15ª EDIÇÃO
JORNAL NOTICIAS DA FRONTEIRA 15ª EDIÇÃOJORNAL NOTICIAS DA FRONTEIRA 15ª EDIÇÃO
JORNAL NOTICIAS DA FRONTEIRA 15ª EDIÇÃOSilvio Dias
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasEd Claudio Cruz
 
Jornal junho dia dos namorados
Jornal junho dia dos namoradosJornal junho dia dos namorados
Jornal junho dia dos namoradosElaine Fernandes
 
Jornal opção 201 colorido
Jornal opção 201 coloridoJornal opção 201 colorido
Jornal opção 201 coloridoAlair Arruda
 
Jornal opção 151 online
Jornal opção 151 onlineJornal opção 151 online
Jornal opção 151 onlineAlair Arruda
 
Peruíbe: Problemas e Soluções
Peruíbe: Problemas e SoluçõesPeruíbe: Problemas e Soluções
Peruíbe: Problemas e Soluçõesdialogosedebates
 
Jornal opção especial online
Jornal opção especial onlineJornal opção especial online
Jornal opção especial onlineAlair Arruda
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 20
Jornal Cidade - Ano I - Nº 20Jornal Cidade - Ano I - Nº 20
Jornal Cidade - Ano I - Nº 20Jornal Cidade
 
Diário Oficial do Dia - 23/11/2013
Diário Oficial do Dia - 23/11/2013Diário Oficial do Dia - 23/11/2013
Diário Oficial do Dia - 23/11/2013prefeituraguaruja
 
Jornal Cidade - Ano II - Nº 36
Jornal Cidade - Ano II - Nº 36Jornal Cidade - Ano II - Nº 36
Jornal Cidade - Ano II - Nº 36Jornal Cidade
 
Relatório Audiência Pública sobre transportes
Relatório Audiência Pública sobre transportesRelatório Audiência Pública sobre transportes
Relatório Audiência Pública sobre transportesHélio Júnior
 
Jornal opção 197 online
Jornal opção 197 onlineJornal opção 197 online
Jornal opção 197 onlineAlair Arruda
 
Jornal opção 188 online
Jornal opção 188 onlineJornal opção 188 online
Jornal opção 188 onlineAlair Arruda
 

Mais procurados (20)

Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
 
Prestando Contas - Macro Ribeirão
Prestando Contas - Macro RibeirãoPrestando Contas - Macro Ribeirão
Prestando Contas - Macro Ribeirão
 
Jornal digital 4619_qua_04032015
Jornal digital 4619_qua_04032015Jornal digital 4619_qua_04032015
Jornal digital 4619_qua_04032015
 
JORNAL NOTICIAS DA FRONTEIRA 15ª EDIÇÃO
JORNAL NOTICIAS DA FRONTEIRA 15ª EDIÇÃOJORNAL NOTICIAS DA FRONTEIRA 15ª EDIÇÃO
JORNAL NOTICIAS DA FRONTEIRA 15ª EDIÇÃO
 
Jornal digital 4682_qua_03062015
Jornal digital 4682_qua_03062015Jornal digital 4682_qua_03062015
Jornal digital 4682_qua_03062015
 
Jornal digital 4650_sex_17042015
Jornal digital 4650_sex_17042015Jornal digital 4650_sex_17042015
Jornal digital 4650_sex_17042015
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
 
Jornal junho dia dos namorados
Jornal junho dia dos namoradosJornal junho dia dos namorados
Jornal junho dia dos namorados
 
Jornal opção 201 colorido
Jornal opção 201 coloridoJornal opção 201 colorido
Jornal opção 201 colorido
 
Jornal opção 151 online
Jornal opção 151 onlineJornal opção 151 online
Jornal opção 151 online
 
Peruíbe: Problemas e Soluções
Peruíbe: Problemas e SoluçõesPeruíbe: Problemas e Soluções
Peruíbe: Problemas e Soluções
 
Edição 210
Edição 210Edição 210
Edição 210
 
Jornal opção especial online
Jornal opção especial onlineJornal opção especial online
Jornal opção especial online
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 20
Jornal Cidade - Ano I - Nº 20Jornal Cidade - Ano I - Nº 20
Jornal Cidade - Ano I - Nº 20
 
Diário Oficial do Dia - 23/11/2013
Diário Oficial do Dia - 23/11/2013Diário Oficial do Dia - 23/11/2013
Diário Oficial do Dia - 23/11/2013
 
Jornal Cidade - Ano II - Nº 36
Jornal Cidade - Ano II - Nº 36Jornal Cidade - Ano II - Nº 36
Jornal Cidade - Ano II - Nº 36
 
Relatório Audiência Pública sobre transportes
Relatório Audiência Pública sobre transportesRelatório Audiência Pública sobre transportes
Relatório Audiência Pública sobre transportes
 
Jornal opção 197 online
Jornal opção 197 onlineJornal opção 197 online
Jornal opção 197 online
 
Jornal opção 188 online
Jornal opção 188 onlineJornal opção 188 online
Jornal opção 188 online
 

Destaque

Destaque (20)

Resolucion 240
Resolucion 240Resolucion 240
Resolucion 240
 
Expertos y alumnos sevillanos analizan el cambio climático
Expertos y alumnos sevillanos analizan el cambio climáticoExpertos y alumnos sevillanos analizan el cambio climático
Expertos y alumnos sevillanos analizan el cambio climático
 
Clase 1
Clase 1Clase 1
Clase 1
 
Clase 26
Clase 26Clase 26
Clase 26
 
Cuestonario 1
Cuestonario 1Cuestonario 1
Cuestonario 1
 
Museo 2
Museo 2Museo 2
Museo 2
 
Posturashistoriograficas
PosturashistoriograficasPosturashistoriograficas
Posturashistoriograficas
 
Job Description - EstimatorBuyer NGL
Job Description - EstimatorBuyer NGLJob Description - EstimatorBuyer NGL
Job Description - EstimatorBuyer NGL
 
Stiwar
StiwarStiwar
Stiwar
 
Las leyes de newton
Las leyes de newtonLas leyes de newton
Las leyes de newton
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 16
Jornal Cidade - Ano I - Nº 16Jornal Cidade - Ano I - Nº 16
Jornal Cidade - Ano I - Nº 16
 
Ministerio Desarrollo Social. Coordinación Nacional de Diversidad Sexual
Ministerio Desarrollo Social. Coordinación Nacional de Diversidad SexualMinisterio Desarrollo Social. Coordinación Nacional de Diversidad Sexual
Ministerio Desarrollo Social. Coordinación Nacional de Diversidad Sexual
 
Endesa, presidida por Borja Prado, lanza un club de carga rápida
Endesa, presidida por Borja Prado, lanza un club de carga rápidaEndesa, presidida por Borja Prado, lanza un club de carga rápida
Endesa, presidida por Borja Prado, lanza un club de carga rápida
 
Attestato Mattia Donato
Attestato Mattia DonatoAttestato Mattia Donato
Attestato Mattia Donato
 
Museo
MuseoMuseo
Museo
 
Cuestinorio 2
Cuestinorio 2Cuestinorio 2
Cuestinorio 2
 
Seguridad
SeguridadSeguridad
Seguridad
 
Gastos AÑO I
Gastos AÑO IGastos AÑO I
Gastos AÑO I
 
Netsuite overview
Netsuite overviewNetsuite overview
Netsuite overview
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 13
Jornal Cidade - Ano I - Nº 13Jornal Cidade - Ano I - Nº 13
Jornal Cidade - Ano I - Nº 13
 

Semelhante a Jornal Cidade - Ano I - Nº 09

Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasEd Claudio Cruz
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 07
Jornal Cidade - Ano I - Nº 07Jornal Cidade - Ano I - Nº 07
Jornal Cidade - Ano I - Nº 07Jornal Cidade
 
Boletin CNTV 03 12 19
Boletin CNTV 03 12 19Boletin CNTV 03 12 19
Boletin CNTV 03 12 19Elieljneto
 
Jornal Cidade - Ano II - Nº 27
Jornal Cidade - Ano II - Nº 27Jornal Cidade - Ano II - Nº 27
Jornal Cidade - Ano II - Nº 27Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017Jornal Cidade
 
Briefing 21/10
Briefing 21/10Briefing 21/10
Briefing 21/10Belmmen
 
Briefing 21/10
Briefing 21/10Briefing 21/10
Briefing 21/10Belmmen
 

Semelhante a Jornal Cidade - Ano I - Nº 09 (20)

Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
 
Jornal digital 15-02-17
Jornal digital 15-02-17Jornal digital 15-02-17
Jornal digital 15-02-17
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 07
Jornal Cidade - Ano I - Nº 07Jornal Cidade - Ano I - Nº 07
Jornal Cidade - Ano I - Nº 07
 
Boletin CNTV 03 12 19
Boletin CNTV 03 12 19Boletin CNTV 03 12 19
Boletin CNTV 03 12 19
 
Junho 2013
Junho 2013Junho 2013
Junho 2013
 
Jornal Cidade - Ano II - Nº 27
Jornal Cidade - Ano II - Nº 27Jornal Cidade - Ano II - Nº 27
Jornal Cidade - Ano II - Nº 27
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 133 - 31/JAN/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 124 - 23/08/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 94 - 25/05/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 68 - 04/12/2015
 
Diário Oficial: 29-12-2015
Diário Oficial: 29-12-2015Diário Oficial: 29-12-2015
Diário Oficial: 29-12-2015
 
eJornal digital 4569 qua 17-12-14
eJornal digital 4569 qua 17-12-14eJornal digital 4569 qua 17-12-14
eJornal digital 4569 qua 17-12-14
 
Jornal digital 28-04-17
Jornal digital 28-04-17Jornal digital 28-04-17
Jornal digital 28-04-17
 
Jornal digital 5049_qua_23112016
Jornal digital 5049_qua_23112016Jornal digital 5049_qua_23112016
Jornal digital 5049_qua_23112016
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 87 - 26/01/2017
 
Jornal digital 05 04-18
Jornal digital 05 04-18Jornal digital 05 04-18
Jornal digital 05 04-18
 
Folha 204
Folha 204Folha 204
Folha 204
 
Briefing 21/10
Briefing 21/10Briefing 21/10
Briefing 21/10
 
Briefing 21/10
Briefing 21/10Briefing 21/10
Briefing 21/10
 

Mais de Jornal Cidade

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017 Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016 Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016 Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 83 - 29/09/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 83 - 29/09/2016Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 83 - 29/09/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 83 - 29/09/2016Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 82 - 25/08/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 82 - 25/08/2016Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 82 - 25/08/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 82 - 25/08/2016Jornal Cidade
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 81 - 28/07/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 81 - 28/07/2016Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 81 - 28/07/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 81 - 28/07/2016Jornal Cidade
 

Mais de Jornal Cidade (20)

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 137 - 11/ABR/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 135 - 28/FEV/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 134 - 14/FEV/2019
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 131 - 06/12/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 130 - 22/11/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 128 - 18/10/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 126 - 20/09/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 125 - 06/09/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 122 - 26/07/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 114 - 29/03/2018
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 111 - 08/02/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 108 - 27/12/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 107 - 14/12/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017 Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 95 - 15/06/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 91 - 27/04/2017
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016 Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 85 - 24/11/2016
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 83 - 29/09/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 83 - 29/09/2016Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 83 - 29/09/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 83 - 29/09/2016
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 82 - 25/08/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 82 - 25/08/2016Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 82 - 25/08/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 82 - 25/08/2016
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 81 - 28/07/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 81 - 28/07/2016Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 81 - 28/07/2016
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 81 - 28/07/2016
 

Jornal Cidade - Ano I - Nº 09

  • 1. Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013 Lagoa da Prata, 09 de agosto de 2013 - Ano I - Nº 09 Empresário dá dicas para planejar a sua viagem Página 6 SEQUÊNCIA DE ASSALTOS: SUSPEITOS JÁ ESTÃO DETIDOS Nas últimas semanas vários comerciantes de Lagoa da Prata foram vítimas de assaltantes. Em todos os crimes, as características e a atuação dos bandidos eram praticamente as mesmas. E ontem, um trabalho conjunto entre as polícias Militar e Civil resultou na prisão de três indivíduos suspeitos. A polícia acredita que existe outro criminoso envolvido nestas ações. Nesta semana, os servidores municipais de Lagoa da Prata, da Prefeitura e do SAAE, voltaram a cumprir a carga horária de 8 horas diárias. A Administração Municipal resolveu mudar a jornada de trabalho de todos os servidores após uma denúncia feita na ouvidoria do Ministério da Saúde, de que os médicos e as agentes das Unidades Básicas de Saúde não estariam cumprindo o horário integralmente. A denúncia foi feita em nome do ex-secretário de Administração e Governo da prefeitura, Marlúcio Meireles. Embora haja apenas uma denúncia feita pela internet, sem a assinatura do denunciante, o governo de Lagoa da Prata entendeu por bem reestabelecer a carga horária de 8 horas para todos os servidores. Na sessão ordinária da Câmara Municipal do último dia 5, servidores do SAAE e da Secretaria de Educação compareceram no plenário para protestar. Para Israel Guimarães, que trabalha no SAAE a 15 anos, os servidores municipais ficaram prejudicados. “Foi uma promessa que o Paulinho fez pra gente. A gente está numa situação muito complicada. Quem fez a denúncia, quem não fez, não importa. O que importa é que nós estamos no prejuízo”. Guimarães ressaltou que a carga horária de 6 horas permitia aos servidores municipais aumentar a renda com outras atividades. “Tem muita gente que estava trabalhando em outro emprego. A gente está reivindi- cando as 6 horas porque estamos com uma defasagem muito grande no nosso salário. Não temos planos de saúde, não temos plano de carreira e nem insalubridade. O benefício que tínhamos era as 6 horas, pois trabalhávamos em outro lugar. Não ficávamos à toa.” Para outro funcionário do SAAE, Charley Alves, o governo precipitou-se ao revogar o decreto que regulamentava as 6 horas. “Quando você quer, se faz por lei. Basear numa denúncia desta para revogar eu acho prematuro. Ainda não houve um pronunciamento oficial. Não houve a fiscalização nas unidades de saúde. A denúncia é restrita aos médicos das UBS. Não afetaria diretamente ao restante dos funcionários. Foi uma denúncia Gabriel Ferreira Página 7 Servidores municipais protestam contra a volta das 8 horas de trabalho Um dos suspeitos completou 18 anos ontem, no dia da prisão anônima. Parece que alguém usou o nome de alguém. Isso está bem claro”, disse Alves. A monitora do Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI) Madrinha Nonoia, Quelli Cecília Oliviera, disse que os servidores estão decepcionados. “O sentimento é de frustração, de pingue-pongue. Joga para lá, joga para cá. Nunca tem uma definição concreta. Independente de uma simples denúncia, foi falta de vontade real do prefeito, pois ele fez uma promessa de campanha. Quando ele fez o decreto, falaram para nós que era um período de experiência de três meses. Várias pessoas da competência dele vieram falar para nós. Não sei se coincidiu, mas foram exatos três meses. Agora vêm com essa denúncia. Mas acho que é falta de vontade”. O ex-secretário Marlúcio Meireles, em entrevista ao Jornal da Cidade, afirmou que não é o autor da denúncia. “A denúncia poderia ter sido feita por qualquer cidadão. A denúncia, de fato, está em meu nome. Pouco importa quem fez a denúncia. Não fui eu. O efeito da denúncia é que deveria ter sido o foco. A partir do momento que se denunciou houve uma mobilização da administração pública que tirou cópias da denúncia e de uma requisição de documentação por parte da vereadora Quelli, fez questão de levar isso em todos os departamentos e secretarias da administração pública, incitando o servidor contra o denunciante e contra a vereadora, dizendo ter sido a denúncia a causa do retorno às 8 horas. Mas não é. Denúncia alguma tem força de mudança. Denúncia basta ser respondida. Se você está correto em sua ação, responda a denúncia. Toque o barco pra frente. Denúncia não é ordem judicial”, disse Marlúcio. A entrevista completa com o ex-secretário será divulgada na próxima edição. O atual secretário de Administração foi procurado pela reportagem mas não quis se pronunciar.
  • 2. 2 Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013 CARTA AO LEITOR Portal TV Cidade na internet ultrapassa 56.000 visitas no mês de julho Site está em primeiro lugar na pesquisa do Google na categoria “notícias de Lagoa da Prata” Com apenas um ano de existência, o portal de notícias tvcidadelagoadaprata.com.br atingiu a marca de 56.815 visitas no mês de julho e hoje é a primeira referência no Google quando se buscar por notícias de Lagoa da Prata. Ao todo, 8.648 computadores diferentes acessaram o Portal TV Cidade no mês passado, gerando 155.805 visualizações de páginas. Ultrapassar as 50.000 visitas mensais no site era nossa meta que esperávamos atingir em dezembro próximo. Mas o portal tem apresentado um crescimento acentuado de audiência entre o público que consome informação pela internet. O Portal TV Cidade Lagoa da Prata oferece um conteúdo bem diversificado: cobertura em vídeo e foto das principais notícias locais, colunistas de várias áreas, linha editorial sem vínculo partidário a nenhum grupo político, informações de utilidade pública e espaço onde o cidadão pode fazer suas reclamações, denúncias e sugestões de matéria. É o espaço onde o internauta pode fazer uma crítica de forma anônima. A gente sabe que em cidades pequenas as críticas não são bem aceitas, por isso as pessoas têm medo de se identificar. Temos como política editorial a liberação de todas as mensagens, com comen- PROGRAMA MAIS MÉDICOS Lagoa da Prata não receberá médicos na primeira etapa do programa Apesar da demanda de 15.460 médicos apresentada pelos 3.511 municípios brasileiros que se inscreveram no programa Mais Médicos, lançado em julho pelo governo federal, apenas 938 profissionais brasileiros confirmaram interesse em participar do projeto, o que representa 6% do total requisitado pelas cidades. Minas Gerais foi contemplada com 64 profissionais e, pelo menos até a abertura de uma nova rodada de inscrições, as cidades vão continuar com déficit de médicos para atender a população, já que, das 495 prefeituras que ade- riram ao programa, somente 37 serão contempladas – 7,4% do total. DESISTÊNCIA Do total de 159 médicos que na quinta-feira (1º) completaram o cadastro e foram designados para atuar em 67 cidades mineiras, somente 64 aceitaram participar, ou seja, mais de 60% deles desistiram da vaga. Belo Horizonte, por exemplo, que foi líder em inscrições e poderia receber 38 médicos nessa fase, será contemplada com apenas nove profissionais. Lagoa da Prata não foi contemplada nesta primeira etapa Liberação da UPA de Lagoa da Prata é publicada no Diário Oficial da União A implantação de uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), já começa a se tornar realidade. Foi publicada no Diário da União a liberação da cons- trução da unidade em Lagoa da Prata. A data para o início das obras ainda não foram definidas, mas segundo a secretaria, em breve será divulgado. tários a qualquer pessoa ou órgão públicos, desde que não apresentem ofensas pessoais e acusações gratuitas. O conteúdo do Portal TV Cidade também é disponibilizado na página do Facebook TVCidadeOficial. Quem quiser receber as notificações das notícias em primeira mão, basta apenas curtir a página. FIM DA PARCERIA COM A RÁDIO DIVINAL Infelizmente, nesta semana não chegamos a um acordo com a direção da emissora e tivemos que suspender a parceria. Estávamos negociando um plano de trabalho que fosse possível Juliano Rossi - Editor oferecer aos ouvintes da emissora um jornal dinâmico, com a participação de outros dois profissionais e que não iria gerar nenhum custo adicional para a empresa. Entretanto, esta proposta foi indeferida pela direção da rádio e não foi possível dar continuidade ao projeto. No mais, agradeço à direção da emissora e principalmente o apoio dos colaboradores Edney, Jonas Israel e Iury Urquisa. O fim da parceria de trabalho não diminui o respeito e a consideração que tenho pelos profissionais e diretores da Rádio Divinal FM. Edital de Convocação de Assembléia Geral Ordinária do Bairro Sol Nascente ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DOS MORADORES DO BAIRRO SOL NASCENTE, associação civil de direito privado sem fins lucrativos, situado na Rua Jesus Vidal, n.° 118, em Lagoa da Prata, Estado de Minas Gerais, através de seu presidente, convoca todos os associados adimplentes com suas obrigações estatutárias para participar da Assembléia Geral Ordinária a ser realizada no dia 31 de agosto de 2013, no Auditório da E. M. Prof. João Fernandes (Rua Tavinho Resende, nº 550), às 17h00 em primeira convocação, e às 17h30 em segunda e última convocação, a fim de serem deliberados os seguintes itens, conforme ordem do dia: a) deliberação sobre as contas da Administração, relativas ao exercício findo; b) eleição da diretoria executiva e do conselho fiscal; c) outros assuntos de interesse dos associados. O deliberado na mesma obrigará a todos os associados, ainda que ausentes ou discordantes. As chapas para a eleição da diretoria e do conselho fiscal deverão ser inscritas, na sede provisória da Associação ou junto à Comissão Eleitoral, até as 18h00 do dia 24 de agosto de 2013. A Comissão Eleitoral é composta pelos seguintes associados: Tatiana Cristina Silva, Clovis Wilton Gomes Freitas, Denize Eliza Ribeiro Tavares e Luiz Flávio de Castro Madeira. Lagoa da Prata, 15 de julho de 2013, Marcos André Bernardes de Menezes Presidente.
  • 3. Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013 3
  • 4. Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013 4 CNPJ DA GRÁFICA: 26.198.515/0001-31
  • 5. Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013 Empresária denuncia na internet imagens de cão maltratado no canil de Lagoa da Prata Um vídeo, feito pela empresária Márcia Helena, sensibilizou a população de Lagoa da Prata. Ela esteve, juntamente com outras pessoas, no Canil Municipal de Lagoa da Prata e ao verificar a situação dos cães resolveu fazer um vídeo e fotografar para posteriormente postar em rede social. O objetivo é que a mensagem chegasse às autoridades competentes. O vídeo mostra claramente um cão, com olhar decadente e aparentemente fraco, com uma enorme ferida na orelha. Ao seu lado vários filhotes correndo o risco de contaminação. Após um convite Márcia participou do Jornal da Divinal e em entrevista ao jornalista Juliano Rossi falou da sua indignação com o caso. “Pelas fotos e pelo vídeo vê que se trata de puro descaso com os cachorros. A manifestação de pulgas lá é monstruosa, Um absurdo. A culpa pode ser tanto da Prefeitura quanto dos veterinários que trabalham lá, mas isso não importa. O que queremos é a solução”, disse Márcia na entrevista. Segundo ela, a população de cães de rua já deveria ter sido controlada e a castração seria uma solução. Depois da postagem várias pessoas foram até o canil para conferir o que viram nas imagens. Márcia disse que é impossível os cães continuarem no canil 5 Fotos: Gabriel Ferreira / Márcia Helena A cadela que foi a personagem principal nas postagens na internet está sob cuidados especiais da maneira como está. “Desde que o canil iniciou seus trabalhos eu venho aqui e chamo a atenção dos responsáveis. Em 2008 os cachorros estavam comendo uns aos outros. A situação lá é tão séria que eu acredito que eles estão piores do que se tivessem nas ruas”, completou Márcia. Na última segunda-feira (06), Márcia Helena, Bárbara Martins Couto e Maria Cristina foram até o Canil Municipal para medicar o cão com a ferida na orelha. Segundo Márcia, o veterinário Bruno Leopoldo Malta fez a doação de medicamentos e a assistente Maria Cristina fez a aplicação no animal. Márcia ainda disse temer pela vida dos cães que segundo ela, correm o risco de serem sacrificados. A auxiliar de veterinária Fabiana Fernandes, esteve no local para analisar a situação e concedeu uma entrevista à TV Alterosa e Jornal da Cidade. Segundo ela o canil não tem a menor condição de abrigar os cães. Ela ressaltou a quantidade de pulgas, a sujeira do terreno e pediu à população que cobre das autoridades uma solução. “As pessoas têm que se manifestar e cobrar uma postura das autoridades. Isso aqui não tem a menor condição de funcionar. Os cães estão todos misturados, tanto os sadios quanto os doentes, os machos com as fêmeas”, disse Fabiana. A auxilar de veterinária afirma que a cadela que está com a orelha machucada tem que ser retirada do local, pois a situação pode piorar, uma vez que os filhotes estão lambendo a orelha machucada, correndo o risco de uma contaminação. Para o secretário municipal de Saúde, Antônio Juarez de Castro, o local está adequado e estruturado para receber os cães, pois segundo ele ali não é um canil e sim um abrigo para receber os animais doentes, tratá-los e, caso não consigam adoção, são devolvidos novamente para as ruas. “O abrigo é mantido com recursos da prefeitura, não temos tido outras ajudas. Dentro das condições do município o local está funcionado normalmente. Não falta ração e temos um veterinário que faz sempre vistoria. Aqui não é um Centro de Zoonoses. As pessoas devem trazer pra cá somente os cães doentes. Os cães sadios devem ficar onde estão, nas ruas ou nas casas”, disse Juarez. Sobre os cães ficarem todos juntos, inclusive machos e fêmeas, o secretário disse que o espaço não oferece locais separados para os cães, mas que em breve a prefeitura irá reativar o sistema de castração, especialmente nas fêmeas. Ele explicou que o local deve ser usado apenas para tratamento e não permanência. “Aqui os cães doentes que chegam são apenas tratados. Esse local aqui é um abrigo, não um canil”, reforçou Juarez. De acordo com o secretário, o munício não tem previsão de ter um Centro de Zoonoses. Na manhã de quarta-feira (07), o cão com o ferimento na orelha foi retirado do canil e entregue aos cuidados de uma pessoa voluntária. Ele recebeu, por meio de uma profissional na área de veterinária, um atendimento mais detalhado e os medicamentos necessários. Márcia Helena informou que participou de uma reunião com funcionários da Vigilância Sanitária e controle de zoonoses, onde foram apresentadas várias reinvindicações para melhorias no Canil Municipal. Ela postou em seu perfil no Facebook que a conversa foi positiva. “Logo, logo vai estar tudo em ordem. Fizemos alguns pedidos ao Juarez, chegarão mais medicamentos e em breve voltarão com as castrações”, completou Márcia.
  • 6. 6 Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013 Entrevista com o empresário Eduardo de Oliveira Santos, da Agência de Viagem CarpeDiem Jornal da Cidade: O brasileiro que viaja no Brasil, procura o quê? E quem viaja para o exterior, esta em busca de que tipo de passeio? Quais os roteiros mais vendidos? Eduardo: O brasileiro gosta muito de viajar. Em um país de dimensões continentais, viajar é uma necessidade econômica e também uma oportunidade de conhecer a diversidade cultural do país e sua riqueza natural. Em resumo: negócios e lazer. Quanto às viagens ao exterior, além das motivações citadas anteriormente, existe o intercâmbio cultural, que propicia experiências únicas a seus jovens participantes. No Brasil, os roteiros mais procurados são as praias nordestinas e os resorts de luxo, além dos cruzeiros marítimos. No exterior, os destinos mais procurados são EUA (Orlando, Las Vegas Foto: arquivo pessoal e NYC), Europa (França, Itália e Inglaterra), Argentina (Buenos Aires e Bariloche) e México(Cancun). JC: O que levou vocês a montarem uma agencia de viagens? Há quanto tempo existe a empresa? Eduardo: Foi exatamente a experiência que tive com o intercâmbio cultural. Através dele, morei dois anos na Irlanda para estudar inglês e trabalhar. Nesse período, tive oportunidade de conhecer toda a Europa, viajando como mochileiro. A agência CarpeDiem começou pequena. Já estamos em SAMonte a três anos e hoje estamos atuando em Lagoa da Prata e atendendo toda a região. Realizamos também consultoria para instalação de novas agências de viagem. JC- Qual é o perfil dos clientes de agencias de Viviane, Julio Cesar e Eduardo com os personagens Salsicha e Scooby Doo em Orlando viagens? As agências oferecem alternativas para clientes de qualquer poder aquisitivo? Eduardo: Já foi o tempo que viajar, principalmente de avião, era um privilegio para pessoas com alto poder aquisitivo. Existem inú- meras possibilidades e destinos interessantes, que cabem em todos os bolsos. Uma medida eficaz para fazer uma boa viagem sem gastar muito é planejar com antecedência e evitar épocas de muita procura, como julho e janeiro. Outra dica é aproveitar os programas de milhas aéreas. JC: Destaque três viagens que você mais gostou. Eduardo: Três viagens é pouco, vou falar de quatro destinos: Cancun e Natal, que são destinos para todas as idades e com muitas opções para passeios e diversão. Orlando, ótimo lugar para se divertir nos parques e fazer compras. Malta, que é uma ilha incrível localizada no mediterrâneo. JC: Quais as vantagens de procurar uma agência de viagem ao invés de planejar a viagem por conta própria? Eduardo: As vantagens de viajar com uma agência, é poder contar com profissionais experientes que lhe darão maior segurança, informações e assistência. Além de lhe ajudar a conseguir o melhor custo beneficio, evitando que você embarque em uma “canoa furada”. CarpeDiem Lagoa da Prata 3261-4003 / 9943-4003 Santo Antônio do Monte 3281-3425 / 9982-0612
  • 7. 7 Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013 REAJUSTE DO ITBI Secretário afirma que, após revisão, muitos imóveis ainda estão avaliados por preços abaixo do mercado A prefeitura de Lagoa da Prata contratou três imobiliárias da cidade para reavaliarem os valores dos imóveis com o objetivo de reajustar os impostos. O ITBI (Imposto de Transferência de Bens Intervivos), que é pago somente no momento da compra de um imóvel, foi reajustado por decreto editado pelo prefeito Paulo Teodoro. O secretário municipal de Fazenda, Márcio Amorim, foi convocado pelos vereadores a dar explicações em uma audiência pública que foi realizada na última terça-feira. A Câmara Municipal aprovou um requerimento que solicitava a revogação do decreto que reajustou o ITBI. O secretário não concordou e disse que a prefeitura está cumprindo o Código Tributário Municipal. Foto: arquivo Jornal da Cidade O secretário afirmou que, mesmo após o reajuste do ITBI, a base de arbitramento de muitos imóveis está em média sessenta por cento do valor praticado pelo mercado. “Essa lei municipal é para ser cumprida. Não existe razão lógica para a revogação do decreto. Porque o decreto é cópia fiel dos artigos 71 e 84 da Lei Complementar de 2001. E uma lei só se revoga por outra lei. Se entender pertinente, apresente um projeto de lei e convença os seus pares a aprová-la”, disse Amorim em resposta a um vereador. O secretário afirmou que, mesmo após o reajuste do ITBI, a base de arbitramento de muitos imóveis está em média sessenta por cento do valor praticado pelo mercado. “Em um jornal local, tem o anúncio de um imóvel na Rua Samuel Bernardes, no bairro Monsenhor Alfredo, pelo preço de R$ 50 mil reais. Pela tabela do ITBI, um lote de duzentos metros nesse mesmo local seria tributado como se fosse R$ 30 mil. Na rua Arcos, no bairro Américo Silva, um imóvel que está anunciado a R$ 170 mil seria tributado por R$ 86.400. Um imóvel na rua Alexandrino Antônio de Oliveira, no Chico Miranda, que está anunciado por R$ 38 mil seria tributado em R$ 23 mil”, explica. Questionado se os novos valores cobrados do imposto teriam diminuído o número de transações imobiliárias, Amorim afirmou que o número de guias pagas do ITBI no mês de julho, após o decreto, foi de 102 guias. “Está tecnicamente na média das transações ao longo do ano”. Márcio afirmou que, além de aumentar a arrecadação do município, a nova planta de valores cria parâmetros para que todas as transações imo- biliárias sejam tributadas na mesma medida. “Aqui em Lagoa acontece muito disso. O investidor tem um lote de 400 metros quadrados e divide em dois lotes de 200 metros para construir duas casas iguais. Um dos imóveis foi vendido por meio de financiamento por R$ 100 mil, vai pagar o imposto sobre os R$ 100 mil. O mesmo imóvel adquirido ao lado, comprado sem financiamento, pela regra anterior o comprador chegava lá (no setor de cadastro da prefeitura) e declarava o valor que queria pagar. Não tinha uma referência. Se ele chegasse e afirmasse que custou R$ 5 mil, a escritura era lavrada por R$ 5 mil e o ITBI era cobrado sobre R$ 5 mil. Estamos colocando os cidadãos no mesmo patamar”, acrescentou. Presos suspeitos de cometerem assaltos em Lagoa da Prata Polícia apresentou ontem três indivíduos suspeitos de envolvimento em vários assaltos a comércios na cidade Bandidos assaltaram uma distribuidora de gás que fica localizada no Conjunto Habitacional Chico Rezende, em Lagoa da Prata. O crime aconteceu na tarde de quarta-feira (07). Eles foram capturados na madrugada de quinta-feira (08) pela Polícia Militar. De acordo com o soldado da PM Thiago Serapião, eles entraram no estabelecimento usando capacetes e de posse de revólveres anunciaram o assalto, exigindo das vítimas dinheiro, celulares e objetos pessoais. Em seguida fugiram nas motocicletas tomando rumo ignorado. Imediatamente a policia iniciou um intenso rastreamento e conse- guiu localizar um indivíduo em uma moto, com as mesmas características informadas pelas vítimas, às margens da MG-170, próximo ao trevo. Ao avistar a viatura ele fugiu seguindo sentido Bairro Chico Miranda. A PM fez o acompanhamento e o suspeito seguiu por uma estrada vicinal. Em dado momento da fuga ele perdeu o controle e caiu. O homem fugiu adentrando na mata e por hora os policias não conseguiram capturá-lo. Uma operação foi montada e o serviço de inteligência da polícia começou a levantar todas as informações possíveis e necessárias para chegar aos autores. Por volta de 01h30 da madrugada de ontem a PM conseguiu capturar o primeiro suspeito. Com ele os policiais encontraram uma pedra de crack. Após conversa com o indivíduo a polícia se deslocou até a residência dele, onde após uma busca localizou uma pedra de crack maior. A operação continuou. Por meio de novos levantamos a polícia conseguiu chegar até outros dois suspeitos do assalto. Com eles foram encontradas também as armas que podem ter sido usadas no crime. Segundo Serapião, as vítimas já fizeram o reconhecimento dos suspeitos e dos celulares. A polícia acredita que eles estejam ligados aos ou- Foto: Gabriel Ferreira Um dos detidos completou 18 anos no dia da prisão tros assaltos a comércios da cidade que aconteceram nos últimos dias. “Nós conseguimos montar o quebra-cabeça usando as informações e conseguimos ligar esse assalto com os outros acontecidos nos últimos dias. Parece que falta um quarto indivíduo e uma arma neste caso. Mas nós estamos quase juntando todas as peças e esse quarto homem vai ser capturado”, disse Serapião. A polícia informou que os detidos se tratam de um maior de idade, muito conhecido no meio policial por tráfico de drogas; os menores também são conhecido s pela polícia. Um deles completou 18 anos ontem. O soldado Serapião ressaltou a importância da participação da população nos trabalhos da polícia. Ele disse que a PM trabalha principalmente com as denúncias e que a população não precisa se identificar. “Levantou suspeita de alguma coisa pode ligar no telefone 190 ou 3261-1644, falar que é uma denúncia anônima que a sua identidade vai ser mantida totalmente em sigilo”, completou o militar.
  • 8. 8 Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013 IFMG de Lagoa da Prata abre inscrições para cursos técnicos do Sisu Estão abertas até a próxima segunda-feira (12) as inscrições para os cursos de Técnico em Moda/Costura Industrial/Design, Técnico em Eletromecânica, Técnico em Alimentos/Laticínios e Técnico em Agroindústria/ Açúcar e Álcool, pelo IFMG (Instituto Federal de Minas Gerais) de Lagoa da Prata. A seleção dos candidatos será feita pelo próprio instituto, por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada do Ministério da Educação), sistema pelo qual as instituições públicas de ensino oferecem vagas para candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os interessados devem fazer a inscrição pelo site sisutec.mec. gov.br. Para participar o candidato precisa ter concluído o ensino médio e ter participado do ENEM 2012. Guarda Civil Municipal de Lagoa da Prata prende quadrilha de Belo Horizonte Nesta quarta-feira (07), por volta das 16h, um guarda municipal estava de vigília nas proximidades da Caixa Econômica Federal de Lagoa da Prata quando recebeu uma denúncia de um funcionário da agência de que estelionatários estariam agindo naquele momento na Caixa. De imediato o GM Uilian se descolou até a agencia onde abordou uma pessoa com vários recibos de saques e pagamentos, todos efetuados com documentos falsos, com valores diferenciados to- talizando uma quantia de R$20 mil reais em dinheiro. No desenrolar da ação da GCM, com o apoio da Polícia Militar, três pessoas foram detidas e com elas foram apreendido vários documentos dos três, cada um com um nome diferente, talões de cheques, extratos bancários, celulares (que tocaram várias vezes no Quartel da Polícia Militar), um veículo Gol, de cor preta, entre outros objetos. Segundo o comandante Emerson Santos, essa quadrilha é de Belo Horizonte e os golpes eram realizados em outras cidades e estados. “É uma quadrilha muito grande. É de Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte e eles cometem esses golpes em vários estados do Brasil. E nós conseguimos fazer a prisão deles logo aqui, em Lagoa da Prata”, completou Santos. As três pessoas, dois homens e uma mulher foram entregues para a Polícia Civil que irá investigar o caso e tentar chegar a outros integrantes da quadrilha.
  • 9. 9 Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013 Qual é a transmissão ideal, manual ou automática? Danilo César - Diario de Pernambuco Na hora de comprar um carro vem a dúvida: câmbio manual ou automático? Há quem prefira o manual, para ter mais controle sobre o carro, mas todos sabem que naquele trânsito de fim de tarde, deixar a perna esquerda livre é bem melhor. E a situação vem ganhando novos ares. O que antes era equipamento apenas para carros de luxo, hoje já faz parte da lista de opcionais dos modelos mais populares. E tem muito brasileiro preferindo pagar valor que chega até R$ 5 mil a mais pelo conforto. Há três décadas, o câmbio manual era a principal opção no mercado. Havia poucos automáticos e os que existiam perdiam muito tempo nas trocas de marchas e eram considerados carros de idoso ou de quem tinha alguma deficiência física. Porém, com o aumento da frota de veículos nas cidades e o surgimento de grandes engarrafamentos, a opção pelo câmbio automático vem crescendo e se tornando preferência da maioria. Apesar de ter opção, muita gente aposta no tradicional e ainda prefere o velho e bom câmbio manual, já que esse possibilita uma condução mais esportiva. É o caso de alguns motoristas. Para eles, o câmbio automático tira do motoris- ta uma maior interação com o veículo. “Sempre dirigi carros mecânicos e, nas vezes que guiei um automático, senti falta da conversa com o motor, do controle do carro”, diz um motorista. Porém, não precisar usar a perna esquerda para fazer a troca de marchas é o que muitos preferem. Cada vez mais moderno, o câmbio automático tem um melhor custo - benefício, porém, a diferença em relação ao consumo é um pouco maior, comparado com o manual, não atraindo tanto os consumidores. “Há 4 anos o consumo era bem maior. Mas é possível ter uma média de 9 km/l com um modelo 1.8 com o automático”, fala Armando de Paula, gerente de oficina autorizada. Outro “medo” que as pessoas tinham quando iam comprar um automático era em relação à manutenção. O alto custo para a troca de peças ou conserto de algum problema assustava quem estava interessado num automático. “Hoje, a manutenção ainda é um pouco mais alta que um câmbio manual, mas é quase inexistente, já que os câmbios mais modernos estão equipados com sistemas eletrônicos com vários sensores. Se der algum problema em um desses sensores é só trocá-los, o que barateia a manutenção”, explica Adriano Clemente, eletromecâ- nico da Eurovia Renault. “A escolha foi pela facilidade”. Assim define o aposentado Gildo Lins, 72, que há cinco anos começou a usar o câmbio automático. “Sempre dirigi carro mecânico, mas quando comprei um carro automático e vi a praticidade e o conforto do câmbio, me apaixonei. Não quero mais trocar”, fala Gildo. Automatizado Além das duas opções bem conhecidas, a automática e a manual, agora encontramos o câmbio automatizado, que chegou como uma alternativa mais barata, equipando os modelos populares. Esse sistema usa os dois tipos de câmbio, a estrutura e peças do mecânico, mas com acionamento das marchas do automático. Nos últimos anos, a onda de câmbios automatizados vem invadindo as ruas das cidades. Os grandes engarrafamentos estão fazendo com que as pessoas passem a optar por esse tipo de câmbio, em especial por ser mais prático que o manual e mais barato do que o automático. “A vantagem de se ter um câmbio automatizado é pela manutenção. Por usar a mesma estrutura do câmbio mecânico, reparar possíveis defeitos sai bem mais em conta que o automático”, explica Humberto de França, mecânico da Disnove Volkswagen. Foto: Arthur de Souza Esp/DP/D.A Press Graça Buarque prefere sentir o motor, por isso usa câmbio manual Alinhamento Balanceamento Cambagem Mecânica Geral e-mail: nenapneus@nenapneus.com site: www.nenapneus.com Av.Brasil, 1595 Bairro Marília Lagoa da Prata Vendas de Pneus Troca de óleo e filtro (37) 3261-7163 Espaço reservado para sua empresa 9938-6310
  • 10. Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013 10
  • 11. 11 Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013 Saúde & Qualidade de Vida Glaucoma (quem trata não perde) Por Dr. Eduardo Sanábio O que é? Glaucoma pode ser definido como o aumento da pressão intra-ocular (PIO) que leva a uma lesão do nervo óptico, de caráter progressivo, com perda de campo visual e risco de cegueira, caso não diagnosticado e tratado a tempo. Mesmo que a maioria dos portadores de glaucoma apresente PIO elevada o Glaucoma pode ocorrer também com PIO mais baixa. Sintomas O glaucoma evolui lentamente sem que o paciente perceba. Glaucoma não dá sintomas, porem em alguns casos o glaucoma pode apresentar sintomas como: dor forte no olho, associada a olho vermelho, borramento da visão, percepção de halos coloridos ao redor de luzes. Neste caso estamos diante de um glaucoma agudo. Deve ser procurado serviço medico urgente. Aumento da Pressão O Olho produz um liquido chamado humor aquoso que circula no seu interior. Esta produção é continuada e assim como é produzido este liquido tem de sair de dentro do olho, mantendo em equilíbrio a pressão interna. No caso do glaucoma há um desequilíbrio entre a produção do liquido e sua saída, gerando o aumento da PIO que se mantida lesiona o nervo óptico. Conseqüências Os danos causados pelo glaucoma são progressivos, lentos e podem levar à cegueira irreversível. O diagnostico precoce só é feito no exame oftalmológico preventivo. Por isso não deixe de consultar seu médico oftalmologista anualmente. Prevenção ainda é o melhor remédio. Quando você diagnostica a doença precocemente, há um menor grau de lesão no nervo e maior chance de controle do glaucoma. Tratamento O tratamento é feito à base de colírios, podendo ser complementado com comprimidos ou raio laser. O objetivo é reduzir a pressão ocular. Nos casos mais avançados, é necessário realizar a cirurgia de drenagem. Para isso, é preciso apenas que seu diagnóstico seja feito em tempo adequado, para que sua ação possa ser controlada e não cause maiores problemas ao portador. Duração Pacientes com glaucoma primário deverão usar a medicação por toda a vida, exceto se tiverem realizado algum tipo de cirurgia. Uma vez iniciado o tratamento do glaucoma, ele só poderá ser interrompido por orien- tação do oftalmologista. Importante Sempre tenha um frasco de colírio reserva e siga todas as orientações do oftalmologista. Atenção Se estiver usando mais de um tipo de colírio, deixe um intervalo de aproximadamente 5 a 10 minutos entre a aplicação de cada colírio.
  • 12. Jornal da Cidade - 09 de agosto de 2013 Moradores do Sol Nascente reclamam da falta de estrutura no bairro Moradores do Bairro Sol Nascente solicitaram a presença do Jornal da Cidade para reclamar da situação em que se encontra o bairro. Segundo os moradores, há anos eles vem sofrendo com a falta de melhorias na condição de vida das famílias que ali moram. As solicitantes reclamaram da falta de iluminação pública em várias ruas. Disseram que o tráfico de drogas já está dominando o bairro durante o dia e principalmente à noite. Falaram que a falta de calçamento e pavimentação no bairro é a principal causa de várias doenças, como pneumonia e bronquite, que atacam crianças, jovens, adultos e idosos. E denunciaram também o transporte público, que segundo eles, não tem dia e nem hora certa para passar no bairro. Iluminação pública: Em entrevista com alguns moradores eles cobraram uma postura da atual administração. Se- gundo Ivanilde Acácio da Costa, tem um poste na porta da casa dela, mas não funciona. Ela já reclamou, porém, ninguém atendeu o pedido. “Fico triste e revoltada porque diversos bairros na cidade, que são bem mais novos do que o Sol Nascente, estão sempre passando por melhorias. Entra governo, sai governo e nosso bairro está sempre esquecido e abandonado”, desabafou Ivanilde. Ela reclamou dos impostos que são pagos pelos moradores e nenhum investimento é feito. Violência e tráfico de drogas: Outra moradora, Maria Antônio Silva Oliveira, disse que ficou muito perigoso sair durante a noite, pois a violência no bairro aumentou muito com o tráfico de drogas e com a escuridão o risco é maior ainda. “Não tenho mais coragem de sair de casa após as 20h. Têm postes com lâmpadas queimadas. A gente liga e eles demoram uns quinze Foto: Juliano Rossi/Jornal da Cidade dias para trocar. O risco de ser assaltado aqui é enorme”, contou Maria. Atendimento no PSF: Outra reclamação dos moradores foi em relação à unidade de saúde do bairro. Maria Geralda de Melo disse que mora no bairro há mais de trinta anos e a situação nunca mudou. Ela disse que os médicos não ficam no PSF “Médico aqui no Sol . Nascente é o seguinte: ou não vieram trabalhar ou então em reunião ou aparecem duas ou três vezes na semana. Chegam às 08h e às 10h já se foram”, disse Maria Geralda. Opção de lazer: Os moradores disseram que as drogas dominaram o bairro e a falta de opções de laser para jovens pode ter contribuído muito para esse cenário caótico. Eles contaram que existe uma quadra no bairro, mas como não está em condições de receber o público jovem e idoso para prática de esportes, o lo- 12 “Estamos pedindo socorro”, disse moradora cal está sendo usado para uso e tráfico de drogas. Manter a casa limpa: Sebastiana, que é dona de casa, disse que sofre com a poeira dentro de sua residência e que os moveis estão todo tempo empoeirados. “A gente não está aguentando mais. Estamos pedindo por misericórdia pelo bairro. Eu pago o IPTU, a energia, água, aluguel, mas estamos esquecidos. O atual prefeito falou em campanha que o primeiro bairro a ser cuidado por ele seria o nosso, mas parece que foi pura men- tira”, disse Sebastiana. Fornecimento de água: Divina Raimunda de Jesus reclamou da falta frequente de água no bairro. “Tem dia que falta água e não tem como lavar a casa, nem fazer comida. Estamos pedindo socorro ao prefeito”, disse Divina. As pessoas que procuraram pela reportagem para fazer suas denúncias disseram que aguardam da atual administração tudo aquilo que lhes foi prometido durante a campanha política. A Câmara Municipal de Lagoa da Prata aprovou um financiamento de R$ 3 milhões que será destinado à pavimentação de várias ruas da cidade, dentre elas estão algumas ruas do Bairro Sol Nascente, no entanto, moradores disseram à reportagem que não estão sabendo de tal obra. A Secretaria Municipal de Saúde pediu aos moradores para que as denúncias sejam feitas na Ouvidoria Municipal de Saúde pelo telefone 3262-2522. A empresa concessionária de transporte público já se reuniu com os modoradores do bairro e propôs uma rota de tráfego para as linhas de ônibus.